Você está na página 1de 16

R E VI S TA

Martinès de Pasqually
em A n o I - No 1 - J u l h o d e 2 0 1 8
Fase da Lua

Publicação mensal e de distribuição gratuita sobre Filosofia e


Prática de Altos Estudos em Teurgia ou Alta Magia e Ocultismo

A presente publicação não possui nenhum vínculo (nem o deseja) com as tais
Tradições mais Tradicionais do que a própria Tradição Tradicional, muito menos
anseia em ter compromisso com os Proprietários da Verdade Absoluta. Nosso
compromisso é com a prática e com a verificação sistemática dos fatos ocultos. Além
disso, seu nome presta uma devida e respeitosa homenagem àquele que foi e continua
sendo um exemplo de prática, dedicação, perseverança e disciplina individuais que
devem caracterizar e nortear toda a ação do Buscador sincero: ao Mui Sábio Venerável
Mestre Martinez (ou Martinès) de Pasqually, fundador da Ordem dos Cavaleiros
Maçons Elus Cohen do Universo, também conhecida como corrente Martinezista.
“O compromisso do verdadeiro Adepto é com a prática efetiva, deixando as lutas e
competições pela propriedade da Verdade e da Tradição aos fracos de alma, aos
miseráveis de espírito que rastejam e clamam por reconhecimentos e glórias mundanas
tão efêmeros e pueris quanto tendem a desaparecer e a cair no mais completo
esquecimento de acordo com a mesma natureza do que lhe deu origem: o sensível – um
reflexo direto da falta de experiência de campo e da necessidade extremada por
compensação psicológica de algo que lhes falta em sua expressão externa e que somente
pode ser encontrado em seu interior.”
Um simples Phil:: Inc::

A exteriorização da espiritualidade tem sido uma situação cada vez mais recorrente
na sociedade moderna, um efeito natural devido às grandes inovações
tecnológicas e o modo de conforto da vida contemporânea que oferecem milhares
de oportunidades de distração e apego ao Sensível (mundo dos sentidos objetivos), a ponto
de homem imaginar ser esta a sua única realidade. Nunca na história da humanidade se
viveu cada vez mais em função dos prazeres do corpo e de sua manutenção. Mesmo aquilo
que se reveste das mais altas características espirituais se tornam expressões espelhadas de
uma materialidade disfarçada.
“Iniciação não ostentada em público não é considerada
iniciação”.
Neste processo, a Verticalidade Iniciática, alma e propósito maior de todo o Processo
Iniciático (com suas práticas individuais de oratório como meditação, oração, jejuns,
exercícios), é sacrificada em função de uma exclusiva Horizontalidade (frequentação de
Lojas e Templos, rituais pomposos, documentação, carteirinha, títulos de graus suntuosos,
cargos de oficiante etc.). O interior perde espaço para o acessório e para a externalização
da espiritualidade, que ganha características cada vez mais materiais e capitalistas. Com
tudo isso, cobranças de desempenho deixam de ser feitas, a interiorização do processo fica
relegada a último plano ou é, até mesmo, inexistente na maioria dos casos. A
Horizontalidade Iniciática que deveria se apoiar na Verticalidade Iniciática se torna vazia
e apenas ocasiões para encontros sociais nos quais se pode dar um certo alívio às tensões
interiores e fatos mal resolvidos, ou até mesmo, servir de uma forma de distração para
ocupar as horas ociosas. Foca-se mais no bem da Instituição Iniciática do que nos objetivos
espirituais dos indivíduos que a compõem. Com isso, ensinamentos reais e essenciais são
omitidos em função de políticas administrativo-financeiras e a ganância por poder, glórias
pessoais e honrarias mundanas.
A presente publicação surge como uma resposta a tudo isso, uma forma de tornar o
homem contemporâneo vigilante ao que o cerca e para que não se esqueça de que sua
principal missão neste plano é recordar-se de quem é na Essência.
Charles Lucien de Lièvre
ÍNDICE
páginas
VERTIC ALIDADE E HORIZONTALIDADE INIC IÁTIC AS

C HAVES SIMBÓLIC AS E C HAVES ATIVAS DA INIC IAÇ ÃO

O MANUSC RITO DA ARGÉLIA DE MARTINEZ DE PASQUALLY -


TRADUÇ ÃO DA PRIMEIRA PARTE

C ONFLITOS QUE SURGEM D URANTE AS PRÁTIC AS


Revista Martinès de Pasqually - Julho de 2018

VERTICALIDADE E HORIZONTALIDADE INICIÁTICAS


“A precisão da Cerimônia, por si só, não basta… É preciso
uma grande exatidão e santidade de conduta de vida, é preciso
uma preparação feita pela Prece, pelo Retiro, pelo Jejum e
pela Meditação...”
Martinez de Pasqually, extraído de Preparação e Precaução para uma Recepção de Réau-
Croix. MSS. Do século XVIII, col. Privada.

E
ou retorno ao “Estado de frustração por mais bem
Maçom Primitivo” como foi elaborado, antigo e tradicional
is explicada em poucas expressado nas palavras do que seja.
palavras o que é Venerável Mestre Martinès de “Não é nas palavras, nem
Verticalidade Pasqually.
Iniciática. Em outros escritos do nas fórmulas do Ritual, nem
Soberano Colégio afirmamos “Há duas ferramentas na invocação ou evocação
constantemente que “qualquer imprescindíveis e das quais o dos Nomes Divinos, nem nas
vestes, nem nas armas
ritualística que despreze a Maçom nunca poderá abrir
preparação interior do mão, a despeito de quaisquer mágicas, nos incensos, nos
Candidato torna-se mero teatro graus: o malho e o cinzel; e círios que se concentra o
ou espetáculo circense, em cujo ao dizer Maçom refiro-me a Poder Divino, mas dentro do
o único palhaço é o Buscador” . cada Buscador Sincero ou próprio Adepto que aciona
HOMEM DE DESEJO que este Poder e se harmoniza
O trecho extraído acima se procura por sua com todas as coisas e com o
reporta a um ritual de Recepção Reintegração”. próprio G.’.A.’.D.’.U.’.”.
de um Réau-Croix, último grau Phil:: Inc:: Phil:: Inc::
da Ordem dos Cavaleiros Existem três elementos
Maçons Elus Cohen do A Verticalidade Iniciática
Universo do século XVIII. é a alma da Ritualística, seja ela essenciais que devem compor
Todavia, tal preparação não em grupo ou individual, por isso toda e qualquer ritualística, seja
deveria e nem deve ser limitada nunca deve ser negligenciada e ela em grupo ou individual e
apenas aos altos graus, e sim a remetida exclusivamente às todo e qualquer exercício
todos eles, principalmente os práticas conjuntas em Templo ou espiritual, meditação ou oração:
basilares. Conhece-se o bom Lojas. Na realidade, o sucesso de gestos (circumbalações, sinais
“Maçom” ou o bom “Adepto” a qualquer ritualística em grupo sagrados, mudrás, toques,
partir dos graus de Aprendiz ou (simbólica) ganha toda sua força posições, direções para pontos
de Neófito. São nessas fases de e poder através do preparo
sua caminhada que ele recebe os individual (mística) de cada um
elementos mais essenciais para a dos participantes, sejam eles
sua formação como Adepto e oficiais ou assistentes.
para a expansão da Consciência
que o levará ao estado de No que tange às práticas
recordação de sua Essência magico-teúrgicas, tal preparo é
Interior, processo também elemento essencial e
conhecido como Reintegração indispensável, caso contrário, o
ritual fica fadado ao fracasso e à

contato: magospraticantes@gmail.com
Revista Martinès de Pasqually - Julho de 2018

cardeais específicos, etc), É a Verticalidade Iniciática


palavras (orações, apelos, (trabalho individual sobre si
invocações, evocações, mesmo ou a mística de Saint-
discussões, diálogos interiores, Martin) que serve de esteio para a
apresentações, etc.) e mente Horizontalidade Iniciática; não o
(pensamento concentrado, contrário. Quando o Adepto se
intenção, desejo, atenção, foco, coloca em harmonia com essas
fechamento dos sentidos para o duas fases de sua Iniciação, então
exterior, etc). Sem esses três todas as disputas imbecis por
componentes essenciais o ritual superioridades, linhagens, de fraternidade que deveria
permanece inócuo, por mais regularidades irregulares, títulos, imperar em todas as Lojas,
suntuoso que seja a Loja ou o pompas e glórias mundanas se Capítulos, Triângulos e pequenos
Templo, sendo relegado ao plano tornam pueris e desnecessárias. Grupos. Enquanto existir a pura
do puro teatro. A própria Ele reconhece que dentro de cada externalização da espiritualidade
Egrégora da Ordem ou Escola um dos seres humanos, ainda que em forma de desfile nas
Iniciática tem dificuldades de lá no fundo, muito encoberta passarelas da Vaidade, haverá
manifestar-se em sua plenitude, pelos densos véus das ilusões do conflitos de todas as espécies
porque ela se apoia não somente ego, jaz sempre brilhante, no Altar entre irmãos das diferentes
nos aparatos que compõem o de seu Coração, a Eterna e correntes, além de cisões e
Templo ou a Loja, mas Inefável Luz que nos une rupturas internas em ordens, pois
principalmente no verdadeiro e intimamente! uma espiritualidade puramente
real Tabernáculo ou Templo voltada para a satisfação dos
Divino que se encontra dentro de “Não cumpre a HaShem ( sentidos é tão efêmera, tão volátil
cada participante e cujo o Altar é ,wh ), o Altíssimo ( ]vyli ) quanto tudo o que pertence ao
o coração. descer até o Homem, mas ao Plano do Sensível (termo muito
Homem ascender à Luz bem empregado por Louis-
O Santo dos Santos está Inefável porque foi ele quem Claude de Saint-Martin). Dito em
dentro de cada um de nós, e para se esqueceu de sua Essência curtas palavras, tendem a
que esta Luz Inefável se (União Íntima), não o Criador, desaparecer.
manifeste em nossas vidas com uma vez que Este se faz
sua plenitude de forças é preciso presente em toda sua Obra. E C ONFL ITOS QUE S URGEM NA
que nos preparemos para ela, de tal união não se consegue sem PRÁTIC A DA HORIZ ONTAL IDADE
modo a não nos cegarmos com esforço individual.” INICIÁTICA
seu brilho. E isso não se faz sem Phil:: Inc::
o devido Treinamento e São sintomas facilmente
Preparação. Tal responsabilidade Somente com o preparo detectáveis em quaisquer Lojas
é de cada Adepto individual no retiro, no silêncio e ou Capítulos onde a única
individualmente. em meditação no Altar do preocupação é apenas a prática da
Coração é que consegue livrar-se Horizontalidade Iniciática e sua
do apoderamento da arrogância, Verticalidade desprezada:
vaidade, do orgulho, do falso
sentimento de superioridade com 1. Os aborrecimentos e pensamentos do
relação aos demais e tantas outras mundo externo povoam a mente do
mazelas que assolam o “místico” participante ou oficiante de
ou “iniciado” moderno. É esse ritualística, que tem enorme
alinhamento entre Verticalidade e dificuldade para afastá-los e
Horizontalidade Iniciáticas que concentrar sua mente, por isso usa a
gera a harmonia e o real espírito Loja ou Capítulo para fugir

contato: magospraticantes@gmail.com
Revista Martinès de Pasqually - Julho de 2018

momentaneamente de tais como Verdade;


preocupações;
Sufoca e reprime com veemência o É justamente na Essência e
2. A Loja ou Capítulo é usado como conhecimento de outros para não na correta preparação do
puro meio de socialização, seja ver exposta a sua própria indivíduo que se concentra o
para fugir do tédio de um dia vazio, ignorância. Normalmente, se sucesso de qualquer ritualística
como o domingo, por exemplo, encobre atrás dos “supostos” altos em grupo; é da Força Interior
seja para matar o tempo ocioso, graus ou da posição hierárquica que nasce a força conjunta,
seja para escapar da solidão; dentro da Ordem ou Escola para porque cada um pode-se
escamoteá-la; reconhecer como Fonte e
3. Um meio de aliviar as tensões e Receptáculo de canalização deste
angústias anteriores, usando a 9. Provoca fofocas e intrigas pelas Poder, ele não está concentrado
pretensa espiritualidade como costas de alguns membros sempre em um só indivíduo. É da
anestésico para os conflitos na tentativa de colocar em Unidade que se parte para a
interiores de uma vida vazia e sem evidência sua suposta Diversidade para novamente
sentido; superioridade e predileção Divina, reencontrar a Unidade. Afinal de
seu conhecimento e suas contas, a palavra “Universo”
4. A demora da cerimônia provoca a habilidades místicas, com vistas a significa a diversidade na
ansiedade pelo término, mas que, rebaixar e menosprezar o trabalho Unidade.
por educação, o indivíduo em dos demais. Além disso, força
questão se mantém calado. previsões e visões clarividentes o No próximo artigo,
Interiormente rumina sua vontade tempo todo, de modo a querer abordaremos um assunto ligado a
de ir embora e deseja que o ritual chamar a atenção sobre si, colocar- esse tema que versa sobre as
acabe logo; se no centro das atenções. Na chaves simbólicas e ativas da
verdade, usa a Loja como uma Iniciação.
5. Quando atua como oficiante de desculpa para destilar sua vaidade.
ritualística se aborrece e não vê a “Graus, títulos, honras. Subir
hora de terminar o mandato, Todos esses conflitos e descer a HaShem ( ,wh )
ficando depois um bom tempo poderiam ser facilmente evitados são apenas linguagens
afastado da Loja. Muitas vezes, se houvesse uma predisposição humanas na vã tentativa de
xinga e manifesta uma completa real para a prática individual de classificar ou organizar o
aversão à função desempenhada; Oratório ou Laboratório Mágico intangível. A Iniciação real
como é previsto por muitos pode ser somente vivenciada,
6. Encanta-se facilmente com títulos, sistemas iniciáticos, porém, experimentada, sentida não
cargos e passagens de graus, mas nunca cumprido porque não pode verbalizada por palavras
seu objetivo principal é chegar à ser exibida publicamente; muito humanas. Por essa razão, as
Venerança ou Maestria da Loja, menos é estimulada pelos seus classificações do mundo
isto é, tornar-se o centro das dirigentes porque estes são os nunca devem sobrepor àquilo
atenções, ser admirado e ter sua primeiros a abandonarem tais que vem do interior e
companhia cobiçada pelos outros; práticas. Esse assunto polêmico é atravessa os séculos e
então persiste em continuar, ainda profundamente evitado nos milênios. Esse é o Espírito da
que contrariado. cenáculos místicos e iniciáticos própria Tradição, que a
justamente porque, além de ninguém pertence, mas é de
Entra facilmente em conflito e causar muitos melindres entre os todos ao mesmo tempo”.
discussões polêmicas com demais egos inflados, aqueles que estão à Phil:: Inc::
membros da Loja ou Capítulo frente na direção dos trabalhos
porque julga sua opinião a única também se encontram S:: C:: M:: P::
correta e que todos devem aceitar completamente despreparados.

contato: magospraticantes@gmail.com
Revista Martinès de Pasqually - Julho de 2018

C HAVE S ATIVAS E C HAVE S SIMBÓ LIC AS D A INIC IAÇ ÃO


As práticas mais insignificantes em aparência e mais estranhas em si mesmas, ao fim que nos
propomos, levam, não obstante, a esse fim pela educação e o exercício da VONTADE. Um
camponês que se levantasse todas as manhãs, às duas ou três horas, e que fosse bem longe
colher, todos os dias, um ramo da mesma erva, antes do levantar do sol, poderia, levando
consigo a erva, operar um grande número de prodígios. Esta erva seria o sinal da sua
VONTADE e tornar-se-ia, para este a própria VONTADE, tudo o que ele quisesse que se
tornasse no interesse dos seus desejos.

N o trecho acima está


descrito em linhas
breves toda a
essência e importância do
Treinamento Mágico, posto
“sinal da VONTADE do
camponês” e que pode “tornar-
se para este como a própria
VONTADE” indica o fato de ser
um camponês e agir de maneira
intuitiva ou por ensinamento
que nele se reúne os
elementos que definem o transmitido sem, no entanto,
desenvolvimento da questioná-lo ou meditar sobre ele,
VONTADE – mola-mestra de mas que age num ato de pura fé.
toda a eficiência de um Ritual Sua condição de camponês não o
Mágico ou Iniciático. Nele priva de suas potencialidades
encontramos: a interiores, pelo contrário, sua
autodisciplina, caracterizada é, uma VONTADE que nada pode simplicidade constitui a base de
por levantar-se bem cedo abalar ou inquebrantável. Daí a sua fé inabalável que o dirige
todos os dias, antes do nascer necessidade crucial de para o mesmo fim alcançado pelo
do sol; o que implica desenvolvimento da Personalidade mais instruído dos Adeptos. A
igualmente em uma forte Mágica antes de qualquer outra ação potencialidade interior está ali, é
determinação, um forte no campo Teúrgico ou Iniciático. real, a Luz Inefável ( hvwhy )
DESEJO para alcançar um brilha em todos os corações;
fim. A concentração mental, “Todo ato mágico é uma medida apenas os meios de alcançá-la é
caracterizada pela distância de si mesmo, posto que a Força, que são diferentes. Nessas
(bem longe) que determina o o real Poder vem de dentro do condições, quem pode ser
tempo mais ou menos longo Adepto e se manifesta através chamado de “profano” ou
necessário para dedicar-se à dele. Os elementos “iniciado”?
Arte. O Adepto bem treinado aparentemente externos
sabe que a concentração nada empregados em sua Arte são Já o Magista ou Adepto
mais é que o prolongamento apenas meios para alcançar os deve estar consciente o tempo
da atenção. O esforço, mais altos objetivos internos: um todo de cada etapa de seu
caracterizado pelo deles é o desenvolvimento da desenvolvimento em Alta Magia
percorrimento da distância e a VONTADE SOBERANA". ou Teurgia, de modo que um
perseverança em perseguir um Phil:: Inc:: elemento essencial (a confiança
objetivo sem deixar-se em si mesmo e em suas
desviar. Todos essas virtudes Um detalhe muito importante capacidades superiores internas –
são características indeléveis e e que deve ser especialmente traduzida como fé para o leigo)
cruciais na formação de uma observado pelo leitor é que a erva é participe de todo o processo
VONTADE SOBERANA , isto descrita por Eliphas Lévi como o iniciático e da elevação em graus

contato: magospraticantes@gmail.com
Revista Martinès de Pasqually - Julho de 2018

(entendida como elevação compreender isso terá captado a


interior). Para que ele adquira essência da Prática Teúrgica e manipulado pelas mãos de um
essa confiança inabalável é poderá dedicar-se a ela sem medo. verdadeiro Adepto da Arte”.
preciso que concilie três Phil:: Inc::
fatores essenciais: gesto, Todos os símbolos
palavra e mente. O que pode empregados em sua Arte como a
ser entendido como etapas espada, o pantáculo, a taça, a definirEiso a quemelhor forma de
são CHAVES
necessárias de um baqueta, as vestes, o círculo ATIVAS DA INICIAÇÃO
Treinamento Mágico. mágico, os rituais e orações longas CHAVES SIMBÓLICAS dae
e complicadas, as circumbalações, o mesma. Nos rituais simbólicos,
Por conseguinte, não é levantar-se de madrugada, os jejuns, normalmente realizados em
na espada que está o real as abstinências, o retiro e as Lojas, Capítulos ou Triângulos
Poder, nem no Círculo meditações tendem a este único são empregados os mesmos e
Mágico, nem nas vestes, nem objetivo: o despertar da VONTADE exatos símbolos e sinais
no manto, nem na baqueta, SOBERANA no Adepto. Os utilizados pelo Mago em sua
nem no Oratório, nem nas instrumentos empregados se Arte, todavia, desprovidos de
palavras dos Rituais, mas tal tornam, por assim dizer, uma seus elementos essenciais de
poder (VONTADE ) vem de extensão de seu poder interior. poder, posto que para tornar esses
dentro do próprio Magista ou
Adepto. Todos os elementos A verdadeira força não está símbolos ativos, seria necessária
aparentemente “externos”, nos objetos, mas naquele que os uma rigorosa preparação do
volto a repetir alto e bom manipula e os torna extensão de seu Adepto ou dos Adeptos para a
som, aparentemente poder interior, por isso observa isso, a de
realização um tal ritual. Com
cerimônia simbólica
“externos” são expressões todos os ritos e regras de preparação produz efeitos apenas superficiais
dessa VONTADE desses objetos para que se tornem o e que não ultrapassam
SOBERANA desenvolvida prolongamento de sua VONTADE , psicológico e do mentala concreto,
esfera do
por suas ações deliberadas e assim como a preparação de si permanecendo nas camadas
conscientes. Essa é a essência mesmo, sem a qual seria impossível superficiais
da “mística” de muitos imantar tais objetos para o uso em subconsciente. daOs rituais mente
santos, yoguins, adeptos das sua Obra. simbólicos destinam-se
diversas correntes ocultistas: praticamente ao exercício do
reconhecer que o poder vem “A mais bela e suntuosa das companheirismo e para alimentar
de uma única e inesgotável espadas templárias não substitui a Egrégora, daí a razão da prática
FONTE: do interior do um prego fincado em um coletiva. O momento mais
Adepto. Aquele que pedaço de madeira se este for culminante (etapa mística) de um
rito simbólico é a CADEIA DE
UNIÃO, que muito se assemelha
à CADEIA MÁGICA DE
UNIÃO oriunda de práticas muito
antigas e realizadas em segredo
pelos Adeptos treinados para a
Arte.
“O Adepto Perfeito ou Mago
traz para fora de si mesmo o
Santo dos Santos, o Segredo
dos Segredos, os Arcana
Arcanorum para a

contato: magospraticantes@gmail.com
Revista Martinès de Pasqually - Julho de 2018

consagração e santificação nesse exato momento que as


do Templo e de si mesmo, CHAVES da ritualística se
por isso a mais estrita tornam perfeitamente ativas. Por
observância do Rito é essa razão, o espaço ideal ou
exigida – condição sine Templo Individual não pode
qua non para seu sucesso receber a visita de curiosos,
no exercício de sua Arte”. tampouco deve ser permitida a
Phil:: Inc:: circulação de pessoas dentro do
local, de modo a não macular sua
Portanto, as CHAVES aura, que vai se fortalecendo a
ATIVAS DA INICIAÇÃO cada prática bem realizada.
consistem na transmissão do
Poder Divino aos símbolos e pura vaidade, soberba e ostentação De nada adianta carregar
materiais empregados em externa de condições que deveriam talismãs, cristais, medalhinhas,
ritualística, ativando sua alma se irradiar de seu interior, sem que fitas amarradas ao pulso, trechos
astral e ligações com as para isso tivesse que clamar por da Bíblia no bolso se aquele que
dimensões ou Planos Internos glórias e reconhecimentos carrega tudo isso não estiver
mais profundos (isso só pode mundanos. Essa necessidade de capacitado para acionar o poder
ser alcançado pelo devido compensação psicológica surge destes símbolos. É através da
treinamento interior). E justamente porque a Iniciação mente muito bem treinada que o
CHAVES SIMBÓLICAS DA superficial não é capaz de aplacar os poder do símbolo se torna ativo.
INICIAÇÃO consistem no anseios da alma, com isso o ego
uso dos mesmos símbolos, assume a direção, uma vez que sua “Muitos são chamados, mas
porém, de uma maneira existência também se destina a poucos os escolhidos.
superficial atuando na proteger o Adepto enquanto neste Mudemos esta declaração
periferia da mente e com o Plano Material. bíblica para uma melhor
objetivo de alimentar a forma e mais entendível em
Egrégora, muitas vezes No caso de um ritual mágico nível de Prática Iniciática:
alcançando apenas de forma teúrgico, o Mago se funde com o Todos são chamados, mas
também superficial a mente próprio Criador e se torna o centro poucos se escolhem, porque
subconsciente do indivíduo. ativo do Poder e do centro do cedem constantemente aos
Por essa razão, muitos desses Círculo Mágico comanda toda a desejos e atrações do mundo
rituais dão apenas uma operação. Pode-se dizer que o Deus exterior, porém, as
impressão psicológica de Íntimo ( hvwhy ) é o protagonista possibilidades interiores são
evolução da consciência, uma de todas as ações em ritualística exatamente as mesmas para
espécie de transe hipnótico teúrgica, por essa razão todas as todos. Tudo é questão de saber
que permanece apenas após Inteligências Invisíveis são QUERER, tudo é questão de
alguns momentos ou mesmo comandadas e se fazem presentes. VONTADE; elementos que
dias após a sua conclusão, Na realidade, o espaço mágico, devem caracterizar a real
mas que desaparecem por Laboratório Mágico ou Templo natureza do HOMEM DE
completo ao longo do tempo. Individual é utilizado e preparado DESEJO”.
pelo Mago para se tornar um espaço Phil:: Inc::
É por essa mesma razão intradimensional, no qual todas as
que vemos tantos idiotas energias corroboram para S:: C:: M:: P::
agarrarem-se manifestação de sua Consciência
desesperadamente a títulos e Superior, esse Deus Íntimo que
honrarias mundanas, habita seu ser desde a eternidade. É
transformando-se em poços de

contato: magospraticantes@gmail.com
Revista Martinès de Pasqually - Julho de 2018

O MANUS C RITO DA ARGÉ L IA


E L US C OHE N DO UNIVE RS O DE MARTINE Z DE PAQUAL LY
Este é um material de gigantesca importância para o estudo aprofundado do Martinezismo ou
Doutrina dos Elus Cohen do Universo de Martinez (Martinès) de Pasqually. Ele vai de par com
o Tratado da Reintegração dos Seres do mesmo autor, sendo que o Manuscrito traz aspectos
mais detalhados sobre a prática dos Maçons Elus Cohen do Universo e o Tratado seu aspecto
mais teórico e doutrinário. O presente material está sendo cuidadosamente traduzido do
francês para o português e será publicada uma parte desta tradução a cada número da revista,
de modo que o leitor possa compor a obra por completo, além de estudar de forma sistemática
o presente Manuscrito, posto que várias leituras são necessárias, além de combiná-las com a
meditação de modo a apreender seu rico conteúdo.
PRIME IRA PARTE Os três sons relativos ao
som principal estão com ele em
C ARTA S OB RE AS uma relação que os músicos
RE L A Ç Õ E S D A avaliaram, o primeiro sob o
H A RM O N I A C O M O S nome de décima segunda ou
N Ú M E RO S oitava da quinta; o segundo de
décima sétima maior ou dupla
oitava da terceira; e o terceiro

Q
sob o nome de oitava que é a
uereis em absoluto, repetição do som fundamental.
Senhor, ver por Tais são as relações dadas pela
escrito minhas natureza; tal é a distância que ela
relações entre a harmonia e os estabeleceu entre os quatro sons
números. Ei-las aqui: tudo que correspondentes. Mas, a décima
vos peço será de não crer que segunda e a décima sétima
vo-las dou como a ciência, ângulos do triângulo; eis, enfim, um maiores são apenas oitavas de
mas somente como um dos dos traços da lei que dirige qualquer sons que se encontram em uma
testemunhos da ciência; e produção seja ela particular ou relação mais aproximada com o
nunca esqueçais que ela não universal. Deixo-vos refletir se esta som grave; assim, a décima
consiste em frios raciocínios lei poderia ser observada tanto sétima maior responde à terceira
ou em engenhosas regularmente, quanto maior acima do som grave, e a
observações, mas nos universalmente nas coisas criadas, décima segunda responde a um
virtuosos desejos da alma e do se ela não fosse a mesma na ordem som que está a dois terços acima
uso de todas as forças de incriada, ainda mais que é deste mesmo som grave.
nosso ser. É somente sob esta reconhecido que o que é sensível
condição que escreverei. não subsiste a não ser pelo que não
o é. Encarreguemos, pois, de nos
Saiba, Senhor, que um elevar até o quartenário insensível e É daí que se forma o
som não se faz ouvir sem teremos o princípio de todas as acorde perfeito composto,
levar consigo, ao subir, três coisas; princípio que nos esclarecerá segundo a noção recebida, da
outros sons dos quais ele é o sobre nós mesmos e nos tornará tônica da terceira, da quinta e da
gerador. Eis já aí a unidade sábios fazendo-nos buscar se oitava. Sei que a oitava sendo
quartenária; eis aí sob uma estamos conformes à nossa origem. nada mais que a repetição do
forma o ponto central e os três som grave, poderia suprimi-la
como os outros sons fora da

contato: magospraticantes@gmail.com
Revista Martinès de Pasqually - Julho de 2018

oitava, mas não posso abster-


me de admiti-la, porque, sem
ela, a gama não seria
concluída, posto que ela é a
prova da unidade. Não entro
no detalhe dos outros sons
harmônicos que os mestres da
arte pretendem descobrir na
ressonância do corpo sonoro.
Como esses sons não são
quase sensíveis e que, aliás,
são apenas novas oitavas dos
quatro sons primitivos dados,
atenho-me àqueles e
considerarei as relações
numéricas que encontro entre
eles no acorde perfeito que
eles compõem.
Primeiramente, o particulares. O primeiro intervalo Onipotência no outro. Vemos nas
acorde perfeito traz o número do acorde perfeito é uma terceira, o duas primeiras terceiras do acorde
1, no que ele é tão somente o segundo é uma terceira e o terceiro perfeito o duplo triângulo, ou o
único, que é inteiramente é uma quarta: por que não senário, fator de todas as coisas
pleno de si mesmo e que é reconheceríamos aí o número e a inferiores, ao passo que o
inalterável em seu valor inferioridade do triângulo simples e quaternário está elevado acima
intrínseco como a unidade, do duplo, assim como o verdadeiro delas e aí se repousa como sobre
pois não conto a sexta ou a lugar do quartenário constituído seu assento. Um é composto de
sexta quarta que são apenas acima de um e do outro para nele duas terceiras diferentes e nos
uma transposição dos presidir e dirigir-lhe toda a ação? representa por isso a natureza
mesmos sons do acorde e, por perecível de todas as coisas
conseguinte, não mudam por elementares; o outro formado por
isso a essência. Em segundo um só intervalo quartenário é
lugar, este acorde é composto A partir do instante que uma nova imagem do primeiro
por quatro sons que encerram vemos que ele contém tudo, por que princípio, e tanto por seu número
entre eles três intervalos. não admitirmos igualmente que ele como por seu ranque ele nos
Vistes a unidade produzir a tudo governa? Ainda mais que o representa a simplicidade, a
seus três sons vemos dominar por seu ranque grandeza e a imutabilidade. E
correspondentes e submetê- natural sobre este duplo triângulo, e nem por isso esta quarta
los. Vedes atualmente o que é sempre esta nota quartenária e harmônica é mais permanente que
quartenário conter e ligar de superior que determina a natureza todas as outras coisas criadas; a
alguma forma este mesmo do acorde perfeito, que poderíamos partir do momento que ela se
número ternário, o que já nos chamar de acorde universal. Parece- torna sensível, ela deve passar,
mostra uma relação do me que a própria natureza mas isso não impede que, mesmo
quartenário com a unidade. estabeleceu aqui a diferença do em sua ação passageira, ela não
Consideremos um instante ternário com respeito ao quaternário impregne na inteligência a
este ternário e este ou do triângulo com seu centro. essência e a estabilidade de sua
quartenário tanto em seus Vemos em um o limite e a fonte. Encontra-se, pois, na
ranques como em suas ações dependência, e vemos a reunião dos intervalos do acorde

contato: magospraticantes@gmail.com
Revista Martinès de Pasqually - Julho de 2018

octonário, sabeis como eu qual é


aquele que traz este número; a
observação presente nos
confirma o que nos é ensinado,
que é Ele que tudo fez surgir e
que é Ele que sustentará tudo
durante a duração dos tempos.
perfeito tudo o que é passivo Porém, como este quartenário Conhecemos melhor este
e tudo o que é ativo, isto é, e tudo o que ele encerra nada octonário sob o nome de dupla
tudo o que homem é capaz de consegue sem a unidade de onde ele potência. Muito bem, a ordem
conceber, e é isso o que provém, ele se aproxima dela e lhe das notas da gama (barrado: se
demonstra esta relação que reporta ao mesmo tempo todas as divide em dois tetracordes
estabeleci entre o quartenário coisas por meio do denário que é a iguais) nos indica ainda sob esta
e a unidade de onde tudo semelhança e a mais perfeita denominação, uma vez que esta
provém. imagem desta unidade. Vede com gama se divide em dois
isso que é por sua correspondência tetracordes iguais, tanto pelo
Mas para melhor com a unidade que o quartenário número de notas quanto o
enxergar essa relação, atua; e que, na verdade, é sempre a número de notas nela contidas e
examinemos por que meios unidade quartenária que contém e que por seus intervalos, que são
este quartenário contém todas limita o ternário, tanto em seu absolutamente estabelecidos de
as coisas: é porque desde seu princípio quanto em suas divisões e acordo com a mesma relação nos
princípio até seu termo, há subdivisões, ou seja, em todas as dois tetracordes. Examinai os
realmente 10, assim como já produções, ações e qualidades das intervalos naturais das quatro
pudestes observá-lo. De fato, quais o ternário é suscetível. É primeiras notas começando por
desde a unidade ou o som também o que faz o acorde perfeito um, e aqueles dos quatro últimos,
grave até o som que termina o que encerra os três intervalos com e vede se eles não se parecem?
primeiro intervalo do acorde todas as divisões e subdivisões que Não encerram eles cada um dois
perfeito, há uma terceira; do podem ser feitas, o que produz todos tons plenos e um meio-tom? E
final deste primeiro intervalo os tons da gama, e de onde provém isso na mesma ordem? Não me
até o fim do segundo, há todos os princípios e todos os efeitos detenho para examinar se esses
ainda uma outra terceira, o possíveis da harmonia. No entanto, é tons plenos são maiores ou
que nos dá seis. Enfim, desde somente de uma matéria escondida menores; sei que nenhum deles
este último intervalo até o fim na matéria que este denário nos deve se assemelhar, uma vez que
do terceiro, há uma quarta; 6 parece encerrar todas as coisas; nós nada se assemelha, mas, com
e 4 somam 10. E tudo fica o descobrimos somente por nossa respeito ao meu limite de
completo. Poderíeis ter uma inteligência; ao passo que ela matéria, fico reduzido a somente
prova mais sensível da manifesta esta verdade aos nossos conseguir sentir a diferença entre
potência e da Divindade do próprios sentidos por meio do eles. Não me atrevo a tomar
denário? E não é somente por octonário que é sua primeira ação. sobre mim a tarefa de estimá-lo,
ele que o quartenário possui Também temos somente oito sons e creio que os homens foram
toda sua virtude? Pois, enfim, em nossa gama, nos quais o bem ardorosos de fixar neles as
é a unidade que, unida às suas primeiro e o último são os mesmos relações por números de
três correspondentes, forma o ou, se quiserdes, o alfa e o ômega; o vibrações de 8 a 9, de 9 a 10
quartenário e tudo o que ele que nos indica a potência universal etc...
encerra. do octonário na Criação. Não tenho Martinez de Pasqually
a necessidade de dizer-vos o que é o Manuscrito da Argélia

contato: magospraticantes@gmail.com
Revista Martinès de Pasqually - Julho de 2018

C ONFL ITOS QUE S URGE M NO MOME NTO DA PRÁTIC A 1


A preguiça e o esquecimento são os inimigos da VONTADE, e é por isso que todas as religiões
multiplicaram as práticas e tornaram minucioso e difícil o seu culto. Quanto mais a pessoa se
preocupa por uma ideia, tanto mais adquire força no sentido dessa ideia.

A
(LEVI, Eliphas, Dogma e Ritual da Alta Magia, 2 o Vol., p. 110, SCA-SP)
prática ou nos propiciam com materiais de
Treinamento áudio e vídeos de altíssima
Mágico parece qualidade para o nosso exercício
fácil ao primeiro golpe de espiritual, propiciam igualmente
vista. Contudo, basta dar a oportunidade de nos perdemos
início às primeiras sessões de em mil pesquisas que apenas
meditação para que sejam aumentam ainda mais nosso
verificados os primeiros estado de confusão e ficamos
obstáculos e resistências da sem saber a quem ou ao que
mente objetiva e do corpo recorrer.
físico.
mais a necessidade de manter Esses fatores exteriores
Os piores inimigos do secretos os ensinamentos, porque já influenciam grandemente a
Adepto não são os não existe mais a perseguição prática mística individual,
externos, mas os religiosa com poder de polícia ou de porque a mente se vê
interiores, porque além de determinar o direito sobre a vida e a constantemente bombardeada
quase imperceptíveis, morte de uma pessoa. Em contra por informações de todos os
exercem um poderoso partida, temos muito mais tipos e de todas as qualidades,
domínio sobre a mente oportunidades de nos desviarmos de ductilizando o pensamento
despreparada e quaisquer perspectivas espirituais somente para os focos externos,
desgovernada. Daí a mais do que em qualquer outra dando-lhes a impressão de falsos
necessidade do época, assim como temos a aspectos espirituais ou internos
Treinamento e da Prática oportunidade de nos dedicarmos da Iniciação.
assídua. É somente por com mais plenitude a tais
meio do exercício exercícios, justamente graças ao “Nos dias atuais, mais do que
contínuo e da aplicação da conforto e facilidades propiciados nunca, se torna
VONTADE SOBERANA pelas inovações tecnológicas, dentre imprescindível a conciliação
que podemos exercer um elas: a internet, os dispositivos entre a prática e a absorção
império sobre eles. eletrônicos portáteis e os telefones de conhecimento intelectual,
Phil:: Inc:: celulares de última geração. caso contrário, o Adepto
moderno arrisca-se em
Tentar impor uma Podemos dizer que as aumentar tão somente sua
quietude ao corpo não é uma facilidades e comodidades da vida angústia interior e a
tarefa tão simples como se moderna são uma faca de dois desesperança em tudo o que
imagina devido aos fortes gumes. Ao mesmo tempo que concerne sua espiritualidade,
apelos e ao vício que o ser possibilitam o acesso a milhares de pois passa a vê-la cada vez
humano tem de ceder aos informações de qualidade, também mais como uma coisa
prazeres imediatos e a todos possibilitam o acesso a muito lixo e impossível de ser realizada
os atrativos da vida externa. muita informação errada e por um ente humano”.
Nos tempos atuais, não existe distorcida. Ao mesmo tempo que Phil:: Inc::

contato: magospraticantes@gmail.com
Revista Martinès de Pasqually - Julho de 2018

No momento da prática atividades e ocupações que só


surgem muitas dificuldades poderão ser resolvidas durante o
que impedem a quietude da decorrer do dia ou na hora em que o
mente, já viciada em externar comércio está aberto, porém,
todos os seus aspectos, sejam sentem dificuldade em afastar tais
pelas contingências da vida preocupações. Elas atacam sem
(trabalho, estudo, vida cessar, impedindo a tranquilidade e
familiar, vida conjugal) seja a quietude.
pela própria mente Todos esses obstáculos são
acostumada à indisciplina. normais e fazem parte do
Por essa mesma razão, as enfrentamento interior,
atividades em Loja e Templo principalmente no início. O Adepto
ganham a preferência da deve fazer de tudo para superá-los,
maioria, uma vez que não são pois a prática constante gera a
obrigados a pensar, a colocar aptidão. Com o tempo tais
o foco nessas inquietudes e pensamentos incontrolados cedem
resolvê-las. espaço ao vazio e a tranquilidade hoje se somam aos de amanhã,
que passam a imperar sobre sua que se somarão aos de depois de
“Toda e qualquer prática mente e corpo. Esse é um dos amanhã, num contínuo estado de
mística colocará sempre primeiros sinais de crescimento. Mesmo que se sinta
você diante de você desenvolvimento de uma desanimado deve persistir e
mesmo. E muitos poucos VONTADE SOBERANA .
cumprir com a disciplina. Tenha
conseguem se enfrentar. sempre em mente que a prática
Todo ato mágico, toda assídua gera a aptidão e, depois
prática mística é uma “O homem pode ser modificado de um certo, se sentirá
medida de si mesmo, um pelo hábito, que, conforme o desconfortável todas as vezes que
enfrentamento interior provérbio, nele se torna uma falhar consigo mesmo.
inevitável”. segunda natureza. Por meio
Phil:: Inc:: uma ginástica perseverante e Não permita que a
graduada, as forças e a ansiedade por resultados se
Bastam as primeiras agilidade do corpo se apodere de sua mente e trabalhe
sessões meditativas para que desenvolvem ou se criam numa sistematicamente, dia após dia.
a mente se veja invadida por proporção que admira. O Os resultados são certos, todavia,
pensamentos de todos os mesmo se dá com as forças da cada um possui um ritmo que lhe
tipos, alguns deles trazendo a alma. Quereis vós reinar sobre é próprio. Ninguém se
memória fatos antigos vós mesmos e os outros? desenvolve no mesmo tempo que
ocorridos há muitos anos, até Aprendei a querer.” o outro. Para uns o processo é um
mesmo da infância. Sem (LEVI, Eliphas, Dogma e Ritual pouco mais rápido; para outros o
contar a vontade de se mexer de Alta Magia, 2o Vol., p. 111, processo é um pouco mais lento.
na cadeira (ou poltrona) por SCA-SP) Porém, todos, absolutamente
não conseguir manter-se na Como se resolve essas todos, logram o sucesso neste
posição estática. Alguns
possuem a tendência de bater múltiplas interferências? desenvolvimento interior.
Praticando, praticando, praticando
as pernas ou mexer os pés. e quando achar que já praticou o
Outro fator de grande
Outros experimentam uma suficiente, continue a praticar. Os
importância e que o praticante
certa dor de cabeça por forçar efeitos das sessões diárias são deve sempre ter em vista: os
a concentração. Alguns
disparam a pensar nas cumulativos, isto é, os efeitos de exercícios
interrompidos
irregulares
geram
e
o

contato: magospraticantes@gmail.com
Revista Martinès de Pasqually - Julho de 2018

oscilante e preguiçoso. É preciso


que este esteja fortemente
motivado e determinado em vencer
a si próprio. Esse é um dos maiores
testes que se pode impor à
VONTADE .

O frio nos oferece a oportunidade de


verificarmos a força do nosso
DESEJO, isto é, se QUEREMOS
e sabemos QUERER com força ou
desencorajamento para e o corpo físico não se encontram se nossa tendência mística não é
continuar adiante. Quando se plenamente sob seu domínio. Além apenas um fogo de palha
começa uma prática nunca disso, criam o vício de interromper momentâneo. Principalmente
estamos livres da tentação de as práticas todos os fins de semana quando não se tem a obrigação de
interrompê-la, de ceder à e feriados prolongados. levantar cedo para trabalhar. Essa
preguiça ou ao prazer decisão tem que ser voluntária,
imediato, seja por deficiência Ao contrário do que pensa a sem agregar-lhe compromissos
de concentração, seja por maioria, o inverno é o nosso maior mundanos. Por isso,
conta de uma festa, uma aliado no domínio do domínio de si recomendamos que se desperte
balada, um passeio ou uma mesmo pelas seguintes razões: duas horas antes de sair para o
viagem. É preciso organizar- trabalho como autodesafio. Verá
se, ater-se ao programa Esta estação do ano nos convida que, assim fazendo, não se sentirá
estabelecido e sem naturalmente ao recolhimento, ao cansado ou sonolento durante o
interrompê-lo ou adiá-lo. aconchego do lar, a uma menor dia, pois que a prática meditativa
expansividade por conta das gera uma enorme energia física e
“Só existe uma temperaturas mais geladas. Observe propicia um enorme bem-estar que
possibilidade para os que no verão existe uma tendência perdura o dia inteiro.
exercícios místicos natural à expansividade, a sair de
falharem: quando não são casa, a encontrar pessoas. É uma "Como se pode aprender a
feitos ou feitos de forma tendência natural do elemento fogo querer? Aqui está o primeiro
aleatória”. que é a expansividade e a radiação. arcano da iniciação mágica, e
Phil:: Inc:: é para fazer compreender a
No frio dormimos melhor e mais cedo, própria essência deste arcano
Existem muitos por isso, acordamos sempre mais que os antigos, depositários
“místicos” de segunda a dispostos. Com isso as sessões da arte sacerdotal rodeavam
quinta e, quando chega a meditativas ganham maior qualidade, os acessos do santuário de
sexta-feira, interrompem suas principalmente se realizadas nas tantos terrores e prestígios. Só
práticas vindo a retomá-las primeiras horas da manhã. davam crédito a uma vontade,
somente na segunda-feira ou quando tinha dado suas
no mais tardar na terça ou na 3. O frio igualmente nos oferece a provas, e tinham razão. A
quarta-feira. Esse buraco nas resistência entre levantar-se e praticar força só pode afirmar-se por
práticas lhe dá a sensação de os exercícios espirituais ou vitórias."
que está sempre permanecer debaixo do quentinho das (LEVI, Éliphas, Dogma e
recomeçando, e muitas das cobertas. O quentinho das cobertas, na Ritual da Alta Magia, 2o Vol.
dificuldades iniciais maioria dos casos, sempre leva p. 111, SCA-SP)
retornam, posto que a mente vantagem sobre a mente do praticante

contato: magospraticantes@gmail.com
Revista Martinès de Pasqually - Julho de 2018

“Por mais sábio e elevado até essa época não se tem notícia do fazer esse enfrentamento ou tiver
que seja o Mestre, por que fez ou de onde esteve. medo do Inferno, então todos os
mais tradicional e antiga
que seja a Ordem ou Ora para se tornar um Adepto seus esforços estarão perdidos. Se
Escola Iniciática de que Perfeito é preciso começar em ouma medo da danação eterna fosse
condição sine qua non para
faça parte, nenhum deles algum momento, e não será dando o despertar
poderá praticar em seu valor às coisas acessórias que acordo com de um Iluminado, de
as religiões vigentes,
lugar, assim como não conseguirá este feito. É somente teríamos 8 iluminados a cada 10
podem dormir, beber, pelo enfrentamento diário de si indivíduos de uma população. Os
comer em seu lugar. mesmo que logrará o progresso fatos comprovam uma realidade
Compete tão somente a interior tão prometido nas Escolas e diferente. Esta ação deve ser
você e a mais ninguém o Ordens Iniciáticas. Tenha em mente voluntária, deliberada – fruto de
enfrentamento de si que a Chave de todos os Grandes uma profunda combinação do
mesmo, os métodos Mistérios se encontra dentro de DESEJO intenso da alma com
oferecidos pelas escolas e você mesmo, e cumpre a você as ações necessárias para
Mestres são apenas somente abrir as Portas do alcançar a Reintegração – eis a
ferramentas, mas são suas Tabernáculo Interior, ninguém mística explicada em poucas
mãos que devem pegá-las poderá fazê-lo em seu lugar. linhas.
e fazê-las trabalhar”.
Phil:: Inc:: “O esforço é o atrito necessário Assim, os Rituais em Lojas
entre o Dinamismo do Espírito e e Templos
Enquanto o ente a lentidão da Matéria”. mero teatrodeixarão de ser um
para se tornarem
humano insistir em externar Phil:: Inc:: verdadeiros canais de energia
sua espiritualidade, ele espiritual que flui através de
conviverá continuamente Por conseguinte, não podemos todos. A menos que sua intenção
com as angústias e os evitar ou adiar esse esforço. É seja a de continuar brincando de
desesperos da incerteza. A preciso ter sempre em mente que a Harry Potter ou de Senhor dos
grande questão do VONTADE se desenvolve com
força quando nos dispomos Anéis. Lembre-se de que tudo é
enfrentamento interior será uma questão de escolha. E neste
sempre uma luta diária, uma voluntariamente a nos enfrentar, a tipo de eleição somente você é
vez que, dotado de um corpo lutar contra nossas pequenezas e capaz de se eleger.
físico, está igualmente sujeito limitações interiores que se refletem
às leis e limitações da de um modo geral em nossa vida S:: C:: M:: P::
matéria. E deve respeitar as exterior. Se tiver a obrigação de
Leis do Espírito e as Leis da
Matéria procuranto sempre
conciliar e harmonizar as
duas. Gautama, o Buda,
meditou durante 40 anos
debaixo de uma figueira antes
de atingir a Iluminação. Jesus
Cristo passou boa parte de
sua vida (parte arrancada
propositalmente do Novo
Testamento) se preparando
para exercer seu ministério; o
que começou somente aos 33
anos de idade. Dos treze anos

contato: magospraticantes@gmail.com