Você está na página 1de 4

DATA :

DISCIPLINA: Eletricidade Aplicada


VISTO PROF: NOTA:

- ROTEIRO DE LABORATÓRIO - Data:

Experimento: Gerador de Corrente Continua a Vazio. s emestre:


GRUPO Aluno: RA:
Data:
Data: Data:

Aluno: RA:

BANCADA Aluno: RA:

Aluno: RA:

1. Lista do Material Utilizado:

Caixa de Alimentação

Variador de tensão trifásico

Inversor de freqüência

Força e Torque

Ponte retificadora

Voltímetro DC

Amperímetro DC

2. Descrição da Prática:

Procedimento

1. Certifique-se de que a caixa de alimentação não esteja energizada;

2. Desacople os motores;

3. Utilizando os cabos de segurança, faça a ligação do motor de indução em estrela (conforme


o esquema de ligação da etiqueta de identificação)

Material complementar consulte a Equipe do Laboratório.

Central das Engenharia – Unidade Rondonópolis - Ramal: 708


https://sites.google.com/a/anhanguera.com/laboratorio-de-engenharia-rondonopolis/home
4. Conforme figura 12, conecte o motor de indução ao inversor de frequência;

5. Conecte o inversor de frequência ao sistema de corrente alternada através da caixa de


alimentação;

6. Certifique-se que o potenciômetro do Inversor esteja posicionado na posição mínima (anti-


horário);

7. Confira as ligações e então energize a caixa de alimentação;

8. Ligue o indicador de pesagem acionando a chave I/O que fica localizada na sua face
traseira.

9. O indicador é conectado à célula de carga e informa a força peso na unidade de kg.

10. Ligue o motor, colocando a chave 1 do inversor de frequência na posição int (programação
de fábrica – habilita geral).

11. Gire o potenciômetro e observe a alteração da velocidade do eixo do motor.

12. Para a execução do experimento, o eixo do motor de indução precisar estar girando no
sentido horário conforme ilustrado na figura

12, e o display de pesagem deve estar marcando um valor positivo nas frequências superiores
a 10 Hz.

Caso o motor esteja girando no sentido anti-horário e o display marcando um valor negativo,
acione a chave 2 do inversor de frequência para alterar o sentido de rotação do eixo
(programação de fábrica).

13. Utilizando a chave 1 do inversor de freqüência, desligue e ligue o motor de indução e


certifique-se que a rotação está correta (sentido horário).

ATENÇÃO: Não altere o sentido de rotação do eixo do motor de


indução quando ele se encontrar acoplado ao motor de corrente
contínua.

14. Desligue o motor através da chave 1 do inversor de freqüência;

15. Desligue o disjuntor da caixa de alimentação;

Material complementar consulte a Equipe do Laboratório.

Central das Engenharia – Unidade Rondonópolis - Ramal: 708


https://sites.google.com/a/anhanguera.com/laboratorio-de-engenharia-rondonopolis/home
Figura 13 – Procedimento 6.1 (motor acoplado)

16. Acople o motor de corrente contínua ao motor de indução.

17. Utilizando os cabos de segurança, realize as conexões conforme Figura13.


Conexões:

a. Conecte um voltímetro DC em paralelo com a Armadura;

b. Conecte o campo ao retificador trifásico e coloque um amperímetro DC em série com o


campo;

c. Conecte um voltímetro DC em paralelo com o campo;

d. Conecte o retificador trifásico ao variador de tensão trifásico; e. Conecte o variador de


tensão à caixa de alimentação ou à rede;

18. Ligue o disjuntor da caixa de alimentação;

19. Acione o motor de indução com a rotação mínima;

20. Gire o knob do variador de tensão até a posição de 50%, equivalente a tensão de 110VCA.
Para não danificar o motor de corrente contínua, recomendamos que a tensão de saída do
retificador não ultrapasse o valor de 150VCC.

21. Preencha a tabela 1.

F[Hz] Força [Kg I_Campo [mA] V_ Armadura V_ Campo


3
10
20
30
40
50
60
66

Material complementar consulte a Equipe do Laboratório.

Central das Engenharia – Unidade Rondonópolis - Ramal: 708


https://sites.google.com/a/anhanguera.com/laboratorio-de-engenharia-rondonopolis/home
22. Desenhe a curva característica corrente de campo x tensão de armadura do gerador CC.

3. Bibliografia

Esta apostila tem o objetivo de Facilitar ao aluno o acompanhamento das aulas, diminuindo os
assuntos a serem anotados durante as aulas.

Recomendo a consulta sobre os assuntos abordados nos seguintes livros, que inclusive são
citados no PEA (Plano de Ensino e Aprendizagem) desta instituição.

GUERRINI, Délio P. Eletricidade para a Engenharia. 1.ed. Barueri: Manole, 2003, v.1.
GUSSOW, Milton. Eletricidade Básica. 2.ed. Porto Alegre: Bookman, 2009.
ZANIN, Maria. Eletricidade Aplicada à Engenharia. 1.ed. São

Material complementar consulte a Equipe do Laboratório.

Central das Engenharia – Unidade Rondonópolis - Ramal: 708


https://sites.google.com/a/anhanguera.com/laboratorio-de-engenharia-rondonopolis/home