Você está na página 1de 4

ROTEIRO DE LABORATÓRIO

Unidade: Faculdade Politécnica de Jundiaí Curso: Engenharia de Controle e Automação.

Disciplina: Máquinas Elétricas Horas previstas para a atividade: 2 Horas

Experimento:. Máquinas de Corrente Contínua – Curva características de magnetização do motor


em vazio.

1. Descrição da Prática:

Procedimentos:

1 - Curva características de magnetização do motor em vazio.


1.1 Acoplar mecanicamente, por meio de uma junta elástica, uma máquina síncrona (motor) e uma máquina
CC (Gerador).
1.2 Antes das ligações, algumas observações devem ser feitas:
a. O motor síncrono será a máquina primária que acionará o gerador CC. O motor síncrono é
alimentado com a fonte CA fixa, sendo o rotor alimentado com a fonte CC variável. Este motor não
pode partir com o enrolamento de campo, rotor, energizado então, verifique sempre que for
ligar a bancada, se a chave do enrolamento de campo do motor síncrono está aberta.
Somente fechar esta chave depois que o motor partir e acelerar.
b. No enrolamento de campo do gerador deve ser incluído um reostato. Conectar um voltímetro para a
leitura da tensão gerada na armadura do gerador. Nesta parte da experiência o gerador funcionará a
vazio.
1.3 O esquema de ligações é apresentado na Figura 1:
1.4 Regular o reostato do campo da máquina CC na posição de máxima resistência.
1.5 Ligar a bancada alimentando o sistema motor-gerador.
1.6 A máquina de corrente contínua é colocada numa rotação constante e a tensão de armadura será
observada. É feita então uma série de medidas variando a corrente de excitação da máquina.
1.7 Uma tabela sugerida a ser completada durante o ensaio de magnetização é:

Rotação (RPM):
Iexc (A) Va (V)

Máquinas de Corrente Contínua – Curva características de magnetização do motor em vazio. 1


Figura 1 – Esquema de Ligação do conjunto motor gerador

2. Objetivo:

Observar a curva de magnetização dos geradores CC.

3. Material Utilizado:

Material

Preparação:
1. equipamentos e medidores necessários: fonte de potência, máquina de
corrente contínua, motor síncrono trifásico, amperímetros e voltímetros
CC, módulo de resistores e ohmímetro.
2. anotem os dados de placa da máquina síncrona e da máquina de
corrente contínua.
Dados de placa:

Máquinas de Corrente Contínua – Curva características de magnetização do motor em vazio. 2


Equipamento/material e diagrama de ligação:

 2 Amperimetros,
 1 Voltimetro,
 1 chave ou interruptor simples (S),
 1 bobina de núcleo de ar (entre 20 e 50 mH) (L e r),
 1 multímetro,
 1 voltímetro CA,
 Cabos, etc.

4. Bibliografia:

VICENT Del Toro, Fundamentos de Máquinas Elétricas. Editora Livros Técnicos e Científicos Editora S.A
.
LIWSCHIT - GANK, Michael. Máquinas de Corrente Contínua. Rio de Janeiro: Ao livro técnico, 1958. 395p

5. Conclusão:

Conclusões: (Responda numa folha à parte, individualmente)

PREPARATÓRIO
1. O que é resistência crítica de campo?
2. Como você pode identificar, no gerador composto, o enrolamento de campo série e shunt em termos de:
número de espiras, bitola do fio e valor da resistência?

Análise:
1) Desenhe a curva de magnetização (tensão x corrente) para o gerador CC de excitação independente. A
tensão é a ordenada.
2) Explique a origem da não linearidade apresentada pelo gráfico.

Máquinas de Corrente Contínua – Curva características de magnetização do motor em vazio. 3


6. Anexo:

Máquinas de Corrente Contínua – Curva características de magnetização do motor em vazio. 4