Você está na página 1de 10

OS TERRENOS

CONTRATAÇÃO E BANIMENTO
Para todos os Terrenos, o adepto deve queimar ervas em um prato
enquanto entoa a frase abaixo. O que difere cada entidade no ritual é seu
sigilo colocado nas ervas – se quer contratar Nefreydisis, ponha seu sigilo
no amontoado, e por aí vai.
Frase que deve ser entoada: Eu aqui queimo a erva, eu aqui contrato
o servidor, eu aqui contrato o servidor.
Eles são banidos automaticamente depois de um ano de contrato,
mas caso qualquer coisa aconteça, você pode utilizar o mesmo ritual, mas
agora com uma pequena diferença – “Eu aqui queimo a erva, eu aqui
contrato o servidor, eu aqui bano o(a) senhor(a), eu aqui bano o servidor”.

Nefreydisis Artena
Nefreydisis Artena é uma moça na altura dos trinta anos, de cabelos negros e
grandes. Ela tem vitiligo, deixando marcas claras em sua pele morena. Seus peitos são
fartos e seu quadril é largo, representando muito bem a sexualidade em sua forma mais
selvagem. Nefreydisis Artena usa um vestido branco transparente que revela sua nudez.
Nefreydisis Artena é a entidade do conhecimento, da sexualidade, amor,
fertilidade e justiça. Para ela, pode ser pedido por todos esses poderes juntos ou
separadamente.
Essa entidade pode ajudar em situações injustas, como quando você for
roubado, ela pode ajudar a recuperar os itens perdidos, desde carteiras até um carro.
Há também o conhecimento do astral e do material que pode ser pedido por ela, como
um conhecimento em lógica, ocultismo, plantio, cuidado de animais, etc. Nefreydisis
ajuda você para encontrar parceiros sexuais ou para ter um desempenho melhor no
sexo, mas caso prefira uma relação mais complexas, ela ajuda para achar alguém que se
encaixe com sua personalidade e que você possa amar – além de também poder
melhorar a relação com um(a) parceiro(a). Há também o poder da fertilidade, ajudando
na sobrevivência do feto ou no poder de fertilidade do indivíduo.
É paciente, calma, fala com uma voz bela que consegue atingir o ouvinte e trazê-
lo paz interior. Gosta de humor e brincadeiras, além de grandes festivais e festas, e por
isso acompanha o iniciado nas festas e reuniões entre amigos, assim como também
presencia as feitas entre as entidades.
Rege o planeta Vênus e a sexta-feira.
Deve ser evocada na sexta-feira.

Khuermes Igabr
Khuermes Igabr é um homem na casa dos vinte anos de cabelos loiros e corpo
bem definido. Ele usa um manto branco e leva consigo um lápis e um pergaminho.
É a entidade das artes, da criatividade e das línguas, falando então todas elas.
Para qualquer arte, Khuermes trabalha trazendo inspiração e criatividade para o
iniciado, ajudando também na estética e na profundeza da obra. Khuermes também
ajuda no entendimento, estudo e pronúncia de todas as línguas existentes.
Khuermes apresenta beleza até mesmo na fala, utilizando uma linguagem
formal, mas entendível ao adepto. Gosta de ironia, usando bastante o tempo todo,
adora doces tanto quanto adora trabalhar em artes e ver as mais variadas obras feitas
pelos deuses e humanos.
Rege o planeta Mercúrio e o astro Lua, as quartas-feiras e as segundas-feiras.
Deve ser evocado na quarta-feira.

Montyr Ares
Montyr Ares é um homem já velho. Possui um corpo musculoso e veste uma
armadura de metal.
É a entidade do conhecimento, da fama, do dinheiro e da saúde.
Ele trabalha no conhecimento tanto quanto Nefreydisis Artena, podendo ser
somado com ela para potencializar seus efeitos. Ele é o mais velho e respeitado dos
Terrenos, sendo usado para ouvir conselhos, cuidar e evitar doenças ou ser usado para
receber uma posição privilegiada entre os indivíduos.
Ele é irmão de Nefreydisis, mas mais sério do que ela. Não entende muito de
humor – até tenta lançar umas piadas, mas não consegue cativar o ouvinte –, mas
entende muito de conselhos, ajudando na superação de situações ruins e no
aproveitamento das boas. Além disso, é o mais rico de todos – apesar do plano deles
não se importar com dinheiro, ele gosta de colecionar e de criar arquiteturas belíssimas
com seu ouro.
Rege Júpiter, Sol e Marte, quintas-feiras, terça-feiras e domingos.
Deve ser evocado no domingo.
OS ENTRE-PLANOS
Contratação e banimento
Consagre um pote ou copo com água, molhe levemente o sigilo do
servidor e esfregue em seu corpo enquanto entoa a frase: Eu aqui me
banho, eu aqui contrato o servidor, eu aqui me banho. Para banir, entoe a
frase “eu aqui me limpo, eu aqui bano o servidor, eu aqui me limpo”
enquanto desenha no ar o pentagrama.

Morfenathos
Não apresenta apenas uma aparência, mas costuma aparecer como um homem
adulto usando um manto acinzentado.
É a entidade da divinação, dos sonhos, do conhecimento oculto e das ciências.
Ele pode ser contratado para ajuda-lo a lembrar de sonhos ou a ter sonhos
lúcidos, para dar eficiência aos atos de adivinhação – como tarot, uso do pêndulo
mágico, etc –, para receber conhecimento sobre os planos e o ocultismo e sobre o
universo. Também é propício para auxiliar em viagens astrais.
É comum aparecer nos sonhos dos seus adeptos para dar conselhos.
Rege o Sol e a Lua, domingo e segunda-feira.
Deve ser evocado na segunda-feira.

Baphonali
É a única entidade que se nega usar uma forma totalmente humana. Baphonali
possui uma cabeça de bode e o corpo de uma bela mulher, mas o falo de um homem.
Domina a magia e a natureza, da proteção e do ataque.
Panali é a entidade que pode trazer um maior contato xamânico ao indivíduo que
o contrata, revelando animais de poderes, trazendo um maior contato com a natureza
e intensificando seus rituais e quaisquer outros atos mágicos. Pode ser enviado para
atacar alguém ou consagrar objetos de defesa.
Costuma acompanhar Nefreydisis em suas festas, possui um humor sério, mas
sabe se divertir. É sarcástico, sua energia é poderosa e é a entidade que mais tem poder
para alterar o plano mundano.
Seu planeta é a própria Terra e rege o domingo.
Deve ser evocado no domingo.

OS ASTRAIS
Contratação e banimento
No caso do homem, ejacule em seu sigilo. Após a ejaculação, levante
o sigilo e fale “eu chamo o astral, eu uso o akasha, eu chamo o astral”. Para
banimento, faça o pentagrama invertido enquanto fala “eu saio do astral,
eu retiro meu akasha, eu saio do astral”.

Odineros
É a entidade dos sentimentos, da vida e da morte e principalmente do caos.
Odineros apresenta um corpo que irradia luz branca. Seu corpo se desfaz e faz
novamente continuamente, pois está intimamente ligado ao Caos.
Pode ser chamado para equilibrar o emocional, para trazer vida e fertilidade ou
a morte e a infertilidade. Também pode ser chamado para aumentar o contato com o
astral, para diminuir o ego e sentir as outras dimensões o máximo que o nível de poder
do magista consegue.
OS TERRENOS
NEFREYDISIS ARTENA
Rege a sexualidade, a beleza, o amor, a justiça, o conhecimento das leis, da
história, da filosofia e da antropologia.
Deusa da sexualidade, da beleza, do amor, da justiça, do conhecimento das leis,
da história, da filosofia e da antropologia
É negra, possui quadril largo, peitos fartos e cabelo crespo. Ela veste um vestido
branco transparente e empunha uma lança perfeitamente balanceada.
Ela tem um bom humor, é paciente e adora contar e ouvir histórias, servindo
muitas vezes como amiga e ouvinte de problemas.
Nefreydisis é vista em sonho, mas é possível conversar com ela usando recursos
de divinação ou em meditação.
Atua facilitando o conhecimento nas suas áreas de estudo, ensinando por meio
de sonhos e exalando a beleza e a sexualidade do indivíduo, o fazendo ser notado pelas
pessoas. Também pode devolver utensílios perdidos ou ajudar em burocracias e
processos.
Ao evoca-la, seu desejo deve ser meditado previamente até estar fixado em sua
mente, então acenda dois incensos enquanto fala “Evoc Tochig Je Salmorx” [Evoqui
Tochigue Ge Saulmorquis]. Acenda então uma vela no centro dos dois incensos e queime
seu sigilo na chama enquanto diz o que você quer dela e o que dará em troca.
Quando for dar o que você prometeu para ela, acenda uma vela, queime seu
sigilo na chama da vela e então queime ou polvilhe o item ou a substância na chama. Ela
aceita esperma, lubrificante natural, ejaculação feminina, terra, ervas e folhas de livros
de história, filosofia e/ou antropologia.
Seu astro é Vênus e é evocada na sexta-feira.

KHUERMES IGABR
Rege a tecnologia, todas as categorias de arte, a criatividade e as línguas.
Deus da tecnologia, das artes, da criatividade e das línguas
É loiro, corpo esguio e alto, utiliza um manto azul e é acompanhado por um
pergaminho onde escreve suas obras.
É comum que ele faça arte ou dispositivos tecnológicos e entregue de bom grado
ao adepto por meio de insights, meditação ou sonhos.
Khuermes é visto em sonhos, mas é possível conversar com ele usando recursos
de divinação e meditação.
Gentil, sarcástico e focado, esses são os três adjetivos que o melhor define.
Auxilia na criação artística do adepto, enviando por insights e sonhos obras que
ele mesmo fez ou inspiração para a criação dessas artes e facilita o aprendizado de
línguas e informática.
Para evoca-lo, acenda dois incensos enquanto fala “Evoc Tecno Ausd Glirvt”
[Evoqui téquinu Áusdi Glirviti], então acenda uma vela entre eles. Enquanto queima seu
sigilo na chama, diga o que você quer da entidade e o que dará em troca.
Quando for dar o que você prometeu para ele, acenda uma vela, queime seu
sigilo na chama da vela e então queime ou polvilhe o item ou a substância na chama. Ele
aceita fios eletrônicos, terra, poemas e declarações de agradecimentos.
Seu astro é Mercúrio e é evocado na quarta-feira.

MONTYR ARES
Rege a saúde, a cura, a guerra, a coragem, a fama, o conhecimento sobre o
mundo material e o poder sobre os indivíduos, a diplomacia e a invisibilidade.
Possui volumoso e grisalho cabelo e barba, é alto e forte, veste uma armadura e
em sua bainha há uma espada dourada.
É sério, mas bom ouvinte. Não gosta de falar muito, adora beber e tem coragem
para falar o que deve ser ouvido.
Auxilia na força física do indivíduo e na tonificação muscular, assim como
aumenta a sua coragem e a percepção sobre o mundo e os indivíduos. Também auxilia
na retórica e na popularidade.
Para evoca-lo, acenda dois incensos enquanto fala “Evoc Ausd Crfig Mohpolib”
[Evoqui Áusd Crifig Mópôlibi]. Acenda então uma vela no centro e enquanto a chama
queima seu sigilo fale o que você deseja dele e o que dará em troca.
Quando for dar o que você prometeu para ele, acenda uma vela, queime seu
sigilo na chama da vela e então queime ou polvilhe o item ou a substância na chama. Ele
aceita esparadrapos, madeira e remédios.
Seu astro é marte e é evocado no domingo.
É visto em sonhos, mas é possível conversar com ele usando recursos de
divinação e meditação.

OS ENTRE-PLANOS
BAPHONALI
Rege a magia, a divinação e serve como caminho para o plano astral, ou seja,
pode muito bem servir para visualizar animais de poder, seres dos planos invisíveis,
entidades evocadas, mortos evocados, ajudar na necromancia e afins. Também é a
entidade da medicina, das festas, das orgias e da liberdade.
Seu corpo é feminino, entretanto possui o falo de um homem e a cabeça de um
bode.
Para evoca-lo queime incensos e erva qualquer. Coloque seu sigilo nas ervas
queimadas e então fale “Evoc Ausd Emig Cravp Folotb” [Évoq Áusdi êmigue crávipi
folôtibi]. Queime então seu sigilo na chama de uma vela e diga o que você quer da
entidade e o que dará em troca.
Para dar o que prometeu, acenda uma vela, queime seu sigilo e creme ou polvilhe
o item ou a substância em sua chama. Aceita esperma, ejaculação feminina, sangue,
ervas e remédios.
Auxilia na libertação individual da pessoa, faz com que a pessoa exale felicidade
e carisma, traz potência sexual, eficácia nos atos mágicos, encontro com mortos por
meio de sonhos e de animais de poder do mesmo jeito. Expande os instintos do adepto
e a agilidade no pensamento, assim como a libertação do ego e a expansão do Kia.
Ao falar, sua boca não se mexe e sua voz é ouvida dentro de sua cabeça. Adora
sexo e masturbação.
Seu astro é a lua e é evocado na segunda-feira.

MORFENATHOS
Rege os sonhos e a divinação, assim como também rege as ciências ocultas.
É negro e possui uma barba que cobre o pescoço. Veste um manto cinza
encardido e é visto segurando um cajado.
Adora fumos, alucinógenos e enteógenos, e por isso pode até mesmo ensinar o
adepto sobre como fazer ou consagrar esses consumíveis.
É sério, fala em enigmas e é ótimo para dar conselhos.
Auxilia em sonhos lúcidos, em rituais durante sonhos, em divinação, meditação,
guia a pessoa que está sob efeitos de alucinógenos para que ela não se machuque ou
morra, pode contar sobre os segredos das pessoas, sobre ocultismo e sobre poções.
Para evoca-lo queime incensos e erva qualquer. Coloque seu sigilo nas ervas
queimadas e então fale “Evoc Eusd Ahno Vicilt” [Évoq êusdi âno vicíliti]. Queime então
seu sigilo na chama de uma vela e diga o que você quer da entidade e o que dará em
troca.
Para dar o que prometeu, acenda uma vela, queime seu sigilo e creme, polvilhe
ou assopre o item ou a substância em sua chama. Aceita ervas, cigarros, charutos e
fumaça.
Rege Júpiter e é evocado na terça-feira
O ASTRAL
ODINEROS
Rege os sentidos, as emoções, a vida, a fertilidade e a morte. Também é
representa a física e a química.
Seu corpo exibe uma luz amarela, possui cabelos cacheados que escorregam até
os ombros e veste uma armadura dourada.
Gosta de conversar e de conhecer as pessoas. Adora meditar e entrar em contato
com indivíduos.
Auxilia no controle emocional, no aumento da percepção dos sentidos, na
diminuição das doenças dos olhos, na fertilidade, no aborto, no conhecimento da física
e da química, ensinando e auxiliando da mesma forma que Nefreydisis Artena auxilia.
Para evoca-lo queime incensos e erva qualquer. Coloque seu sigilo nas ervas
queimadas e então fale “Evoc Eusd Tion Cavla Rimiq” [Évoq êusdi tíon cávla rímiqui].
Queime então seu sigilo na chama de uma vela e diga o que você quer da entidade e o
que dará em troca.
Para dar o que prometeu, acenda uma vela, queime seu sigilo e creme, polvilhe
ou assopre o item ou a substância em sua chama. Aceita ervas, cigarros, raios solares,
menstruação, sangue, folhas de livros e estudos de física e química.
Rege o sol e é evocado no domingo.

CARACTERÍSTICAS GERAIS
Essas entidades auxiliam em tudo que estiver ao seu alcance. Por
exemplo, Nefreydisis não auxilia apenas no que foi descrito, mas em tudo
que abrange a área de direito, justiça, sexo e amor – use sua criatividade
para pedir o que estiver entre seus limites.
As ervas e incensos não possuem especificidade, podendo ser de
qualquer tipo e cor.
Cada um possui um reino ou comuna que é líder ou respeitado(a).
Pessoas que nasceram nos dias da semana que o daemon/entidade rege
serão guiadas por ela após a evocação.
É possível pedir para que elas guiem você.
Os rituais e os pedidos são mais eficazes se feitos durante a hora
regente dos seus astros representantes. Para saber sobre os horários que
cada astro rege, leia o segundo capítulo de A Clavícula de Salomão.

A CRIAÇÃO DO CÍRCULO DO RITUAL


Todas as evocações acima apenas devem ser feitas após a formação do Círculo.
Segurando sua arma mágica, varinha ou cetro, passe sua ponta no chão e
visualize um circulo de cor azul sendo traçado.
Chame os elementos e peça para eles banirem as energias negativas e
obsessores.
Fale então “Neste círculo apenas eu existo” e visualize como se o circulo tomasse
uma forma tridimensional e formasse um cilindro azul que lhe cerca.
Diga “Os Santos me protegem e me limpam, e ninguém está acima de nós”
Agradeça aos Santos e aos elementos e o Círculo estará completo.

BANIMENTO APÓS A EVOCAÇÃO


É essencial o banimento após a evocação. Para isso, sugiro o Ritual Menor do
Pentagrama ou o Ritual Gnóstico do Pentagrama, que são formas de banimento
extremamente eficazes e bem organizadas.