Você está na página 1de 25

7

ERROS

DO

COMPOSITOR

INICIANTE

P aulo Ricardo Aiello

P aulo Ricardo Aiello é músico, compositor e professor. Escreve canções desde 2013 e dá

P aulo Ricardo Aiello é músico, compositor e professor. Escreve canções desde 2013 e dá aulas de música desde 2015. Em 2016, criou a Oficina de Criação Musical, em Petrópolis (RJ), onde vive e trabalha.

Desde então, ajuda seus alunos a criarem suas próprias canções.

SUMÁRIO

01

N ão arriscar

05

02

Achar que te falta algo

08

03

Não gravar suas ideias

11

04

Não terminar

13

05

A música infinita

16

06

Não sei o que escrever

20

C riar canções é o trabalho que eu mais amo fazer. Por isso, gostaria de

C riar canções é o trabalho que eu mais amo fazer. Por isso, gostaria de levar essa possibilidade a mais pessoas. Se você tem aquela vontade guardada de escrever suas músicas, ou se você quer se aprofundar nessa arte maravilhosa, eu quero te ajudar a realizar isso.

Para começar, listei 7 erros que muitas vezes impedem músicos de concretizarem suas primeiras canções.

01

N ÃO ARRISC AR

01 N ÃO ARRIS C AR

P ara ilustrar o primeiro erro, vou contar um pouco da minha história:

Comecei a tocar guitarra aos 14 anos e minha primeira paixão musical foi o rock and roll. Minha educação musical na adolescência foi à base de Led Zeppelin, Deep Purple, Yes, The Who e por aí vai. Só que isso me distanciava muito da minha própria voz. Se você já ouviu essas bandas, sabe como seus cantores muitas vezes cantavam em tons altíssimos. Eu jamais me a rrisquei a cantar, muito menos a escrever músicas, porque só me permitiria escrever canções que se parecessem com as minhas influências. Quando, anos mais tarde, comecei a escrever as primeiras canções, percebi que eram muito diferentes de todas as minhas expectativas. É muito prazeroso criar uma música mas, para quem está começando, pode ser difícil se livrar das comparações e aceitar a música que nasce de dentro.

P or isso, é necessário se d esapegar das expectativas e arriscar. Vamos fazer música!

LIMPE SUA MENTE!

Deixe de lado suas influências musicais por um momento. Acredite, elas já estão profundamente enraizadas dentro de você. Permita-se explorar terrenos diferentes. Livre-se da comparação e da expectativa. Arrisque seus primeiros versos, suas primeiras melodias e harmonias. São presentes que nos chegam, seja grato à eles e lapide-os o melhor que conseguir. Esse é apenas o início da caminhada. Não se cobre tanto! Apenas comece!

02

AC HAR QUE TE FALTA ALGO

02 A C HAR QUE TE FALTA ALGO

M as eu não tenho conhecimento suficiente! Não sei tantos acordes, não faço ideia do que é campo harmônico, com o pouco que sei não consigo terminar minhas músicas! USE A INTUIÇÃO! Acredite, a intuição é uma das nossas grandes mestras e fontes de criatividade. Talvez a maior de todas. Existem inúmeros caminhos para se compor uma música. Crie o seu! Claro, você deveria ir atrás e pesquisar sobre campos harmônicos, eles ajudam! Mas dizer que são essenciais e que sem eles não se faz música é mentira feia! Já conheci compositores incríveis que não sabiam NADA de teoria! Mal tocavam algum instrumento. P ura intuição. Então, não deixe que essa desculpa que você criou para você mesmo te impeça de fazer suas canções.

V ocê sabe alguns acordes, é o suficiente. Invente com eles! Quantas músicas maravilhosas tem apenas 3 acordes! Paralelamente às suas criações, tire músicas de compositores que você admira. Isso vai aumentar muito o seu vocabulário na hora de fazer as suas próprias canções. Mas lembre-se, você quer começar agora e você já sabe tudo que precisa saber! Deixe a intuição te guiar e brinque em cima do seu vocabulário. Ele se expandirá naturalmente!

te guiar e brinque em cima do seu vocabulário. Ele se expandirá naturalmente! 7 ERROS DO

03

N ÃO GRAVAR SUAS IDEIAS

03 N ÃO GRAVAR SUAS IDEIAS

G uarde bem essas palavras: j amais confie

na sua memória. Ela te trairá!

Teve uma ideia legal, grave-a

imediatamente!

Andando na calçada, no elevador, no ônibus, deitado na cama, onde for. Ideias musicais são como nuvens passageiras. Gosto de brincar que compor canções é como pescar nuvens.

Se você deixá-las passar muitas vezes você nunca mais se lembrará de como eram. Quantas nuances de levadas sutis eu jamais consegui reproduzir quando confiei apenas na minha memória. Pode usar qualquer gravador. O celular tá sempre na mão. Deixe o ícone do gravador de som em primeiro lugar, primeira página. Um toque e pronto, comece a gravar.

E não se importe com as pessoas quando te

virem cantarolar pelas ruas e ônibus! Você será apenas uma nuvem passageira no caminho delas. É pela melhor das causas!

04

N ÃO TERMINAR

04 N ÃO TERMINAR

P ronto, você começou, já tem um verso, uma sequência de acordes que gostou, uma melodia legal, ótimo! Agora é muito importante N ÃO ABANDONAR essa música que está nascendo. Muitas vezes nos sentimos emperrados no meio caminho. Acabamos caindo no julgamento, pensamos que está tudo uma

M ,

ou achamos que não temos mais ideias,

não sabemos para onde ir. PASSE POR CIMA DESSES OBSTÁCULOS. Insista! Se desafie! NÃO SE JULGUE!

onde ir. PASSE POR CIMA DESSES OBSTÁCULOS. Insista! Se desafie! NÃO SE JULGUE! 7 ERROS DO

É muito importante terminar a sua primeira música. Depois dela vem a segunda, a terceira, a quarta e assim por diante. Vamos aprendendo com as nossas realizações. Se elas não te agradam tanto em alguns momentos, lembre-se que elas são as suas P RIMEIRAS MÚSICAS. Você já é um compositor, já tem alguma experiência que poderá usar para lapidar melhor as próximas. Dê valor ao que você gosta nelas e aceite-as como são. Olhe para trás, elas já te ajudaram a superar os primeiros erros que te impediam!

05

A

MÚSICA

INFINITA

05 A M Ú SI C A INFINITA

A qui mora uma cilada na qual às vezes caímos sem nos dar conta. Saber terminar uma música é uma arte das mais delicadas. Muitas vezes o compositor tende a misturar numa mesma canção todas as ideias legais que juntou em algum tempo. A música acaba virando um Frankstein sem pé nem cabeça! Ótimo que temos muitas ideias boas, mas é muito importante sabermos guardá-las para outras ocasiões. Temos de ser generosos com os nossos ouvintes.

Vamos imaginar que você está mostrando sua nova música para um primo, um vizinho, seu companheiro de banda, sua namorada ou namorado:

para um primo, um vizinho, seu companheiro de banda, sua namorada ou namorado: 7 ERROS DO

A música começa com 2 acordes e uma melodia simples na voz. Simples e linda. A pessoa adorou aquilo. Entra o verso, que vou chamar de parte A, depois vem uma parte B, depois uma caída legal, parte C, aí parte D, Refrão, parte D de novo, e o ouvinte já se perdeu! As pessoas querem cantar junto. É importante que seja um material que elas consigam absorver. Então quer dizer que tenho de escrever músicas pensando no que os outros querem ouvir? Não totalmente! A música nasce dentro de você. Acredito que primeiro escrevemos e cantamos para a gente. Mas a troca é realmente necessária nesse processo. A música vai de uma pessoa à outra. Quando entra em relação ela se transforma de uma maneira que surpreende

a gente. As pessoas ouvirão suas músicas de

um modo bastante diferente de você. E isso

é muito enriquecedor para o compositor.

F azer músicas pequenas e simples é um sinal de extremo refinamento. Você pode se atentar à isso desde o começo. Não tenha medo de repetir uma parte ou uma letra na sua música. Quantas canções maravilhosas você já não ouviu que se repetem por inteiro e tem uma letra curtinha? Escrever canções simples com apenas 2 partes e uma letra curta e verdadeira, é ótimo! Mirar na simplicidade vai te resolver muito o problema da ansiedade! Não permita que a linha de chegada saia do seu alcance. Você quer terminar essa música!

que a linha de chegada saia do seu alcance. Você quer terminar essa música! 7 ERROS

06

N ÃO SEI O QUE ESCREVER

06 N ÃO SEI O QUE ES C REVER

V ocê pode escrever sobre q ualquer coisa. Não precisa esperar baixar aquela inspiração divina. Você vai aprender é na prática, fazendo. Então pratique com o que lhe vier à cabeça. Uma história, uma sensação, um sentimento. Escreva para um amigo, uma canção de amor, para o seu cachorro. Qualquer coisa. Tem um exercício de escrita que eu criei e gosto muito: eu escrevo exatamente sobre o que está passando na minha cabeça no momento. Sem julgamentos. Por exemplo, tenho uma música que diz assim:

"Já que eu posso cantar sobre o que eu quiser, sim! Que seja só para aprender". Usei essa própria liberdade da escrita para fazer minha letra. Não pire no assunto, você fará 2, 5, 10, 50, 100 canções. Tem muito assunto para abordar!

O mais importante é estar atento a como você se sente enquanto canta sua música. Se tem alguma parte na letra que sempre te incomoda ou você se envergonha de cantar, ajuste melhor essa parte à sua verdade.

ESCREVA SEMPRE COISAS QUE SEJAM VERDADEIRAS PARA VOCÊ. Coisas que você realmente quer dizer às pessoas.

Muitas vezes as letras nos baixam quase que inconscientemente. São verdadeiros presentes! Isso vai acontecer com você em algum momento. É maravilhoso! Para se abrir à essa possibilidade é muito importante criar uma relação saudável com o seu compositor interior. Aceite-o como é. Aceite seu processo. Comemore a sua evolução. Que bom que você está aqui!

07

S E ESC ONDER

07 S E ES C ONDER

M ostre sua música! Quando terminar de escrevê-la, quando tiver certeza que é isso, acabou, não se esconda. Curta essa sensação do trabalho finalizado, uma obra de arte criada.

É uma sensação maravilhosa!

Sempre tem alguém que você tem mais intimidade, mostre à essa pessoa. Quando sentir que a pessoa está aberta

para ouvir, mostre! Cante de peito aberto! O retorno das pessoas vai te dizer muito sobre suas próprias músicas. Quando ouvir uma crítica, agradeça à pessoa pela coragem de ser verdadeira. Aceite-a como oportunidade de se aperfeiçoar

muito importante saber ouvir as críticas! com elas que vamos aprendendo a situar nossas criações no mundo, criando um diálogo entre nosso mundo interno e o externo. Vamos construir uma relação harmoniosa e cantar nossas novas músicas!

É

É

B om, é isso! Espero que esse ebook te ajude a trabalhar essas questões. O Mundo quer ouvir suas composições!

Agora é mão na massa! Por que não começar agora mesmo? Será que em uma semana conseguimos terminar uma música? Aceita o desafio? É possível e está mais perto que parece! Vamos!

Para acompanhar o meu trabalho e saber das novidades, acesse:

Paulo Ricardo Aiellomais perto que parece! Vamos! Para acompanhar o meu trabalho e saber das novidades, acesse: pauloricardoaiello

pauloricardoaielloperto que parece! Vamos! Para acompanhar o meu trabalho e saber das novidades, acesse: Paulo Ricardo

Um abraço!