Você está na página 1de 14

Cultura Africana e Afro-brasileira.

Compreende-se cultura como o conjunto de comportamentos,


ações, crenças, valores e saberes compartilhados pelas pessoas
de um determinado local e época.
– A pluralidade cultural Brasileira -
O povo Brasileiro tem como suas raízes culturais a influência de 3
(três) grandes grupos étnicos: os indígenas, os europeus e os
africanos.
O conhecimento das raízes culturais formadoras de nossas
práticas, costumes e saberes, nos faz entender, respeitar e
apreciar a história do nosso povo. Nosso atual foco de estudo é a
reflexão sobre a importância e riqueza das Africanidades na
formação cultural do povo Brasileiro.
Sendo a África um continente que abriga vários povos com grande
diversidade cultural, verificaremos tais contribuições através de
manifestações artísticas tais como: os grafismos praticados nas
Fotografia, 1959-1960, Seydou Keita panarias, cerâmicas e utensílios, assim como nos alimentos, ritmos
(Mali, 1921-2001) I(50,8 x 61 cm)
Acervo- Joseph e Ceil Mazer
e palavras, etc…
Foundation Então… Convidamos a todos a compartilhar os conhecimentos e
conceitos a respeito da África.

Quais ideias que você tem sobre a Africa?


Cultura Africana e Afro-brasileira.
É um estado? Um país? Ou um continente?

Só pra gente se situar: Aspectos geográficos;


Continente africano limita-se ao Norte pelo Mar Mediterrâneo, ao Oeste pelo Oceano Atlântico
e ao Leste pelo Oceano Índico.

De uma maneira simplificada podemos dividi-lo em duas zonas absolutamente distintas: o


centro-norte dominado pelo imenso deserto do Saara (8.600.000 de km2), Enquanto que o
centro-sul, depois de percorrer-se as savanas, é ocupado pela floresta tropical africana.
Cultura Africana e Afro-brasileira.
https://www.youtube.com/watch?v=c0ROz5ro15E O fotógrafo Hans Sylvester passou 6 anos na Etiópia, fotografando as tribos que vivem na região do rio
Omo. As imagens falam por si só sobre o legado e a mensagem que esses artistas nos enviam.

A história dos povos africanos é a mesma de toda humanidade: a da sobrevivência


material, mas também espiritual, intelectual e artística.
Cultura Africana e Afro-brasileira.
É bom lembrar:
O continente Africano é conhecido por suas belezas e riquezas naturais. Com
grandes diferenças físicas e socioeconômicas. Lá existem desde extensos vales férteis cheios
de vida até o maior deserto mundo: o Saara. Abrigando vários povos e com grande diversidade
cultural, enormes contrastes que também transitam entre da pobreza extrema de muitos e a
riqueza soberba das minorias dominantes.
A mais marcante das singularidades Africanas é o fato de ter sido o berço da nossa
espécie pois todas as populações humanas de lá se originaram e só depois de muitos milênios
de evolução partiram para conquistar o planeta. A história dos vários povos e da rica cultura
Africana é muito anterior à chegada do Europeu explorador das riquezas naturais e mercadores
de escravos.

https://www.youtube.com/watch?v=gyuT-x6a6W8 imagens do filme Amistad, realizado por Steven Spielberg. Escute na voz de
Paulo Autran o poema “Tragédia no mar (ou O navio negreiro) de Castro Alves,. O poeta Castro Alves escreveu O navio negreiro aos 22 anos,
em 1869. A lei Eusébio de Queirós, que proibia o tráfico de escravos, fora promulgada quase vinte anos antes. Cada parte do poema tem
métrica própria, de maneira que o ritmo de cada estrofe retrata a situação apresentada nela.
Cultura Africana e Afro-brasileira.
A partir de 1530 os negros Africanos emigraram à força para cá. Trazidos pelos
navios negreiros com fins a serem mão de obra escrava para exploração das riquezas na
colônia portuguesa. As pessoas que para cá vieram em condições desumanas, trouxeram em
suas almas a única coisa que puderam: o legado de tradições culturais de suas nações.
Alimentação, religião, palavras, artesanatos, grafismos, etc... Um riquíssimo conjunto de
costumes, práticas e valores fomentadores da construção do que hoje chamamos de
identidade cultural afro-brasileira. As raízes culturais Brasileiras são ligadas à cultura dos povos
Africanos com valores fortemente estabelecidos e variados.
…, por não utilizarem a palavra escrita, os conhecimentos se baseavam em tradições
orais e rituais a partir dos quais o conhecimento era repassado de geração a geração, e
assim eram transmitidos vários costumes. Algumas de nossas palavras tiveram sua
origem nas diversas línguas faladas pelos diferentes povos Africanos que para o Brasil
foram trazidos.
– Já a capoeira, criada após a chegada ao Brasil, disfarçada como dança mas com
finalidade de luta defensiva. Pois os negros não tinham acesso às armas de fogo e de
autodefesa.
Cultura Africana e Afro-brasileira.
– O candomblé, embora proibido na época, também marca presença e se espalha no
Brasil como ritual religioso de alguns povos Africanos. Principalmente nos territórios onde
grande número de escravos eram desembarcados;

– A culinária recebeu grandes novidades africanas, como o leite de coco, óleo de


palmeira, azeite de dendê
Adaptação do texto de Gabriela Cabral/Equipe Brasil Escola

A CULINÁRIA BRASILEIRA TEM SABOR DA ÁFRICA.

A culinária do Brasil tem forte influência africana. Todos que pesquisarem sobre o assunto
chegarão a essa conclusão? Aí vai uma sugestão de pesquisa pra vocês entregarem para
próxima aula! Vamos construir cartazes em conjunto?

PALAVRAS FALADAS EM RITMO AFRICANO?

Aguçar a mente e ouvidos para descobrir de onde vem o som que ouve? Aí vai outra sugestão;
Encontre palavras da nossa Lingua que sejam de origem Africana. Que tal fazerem um
documentário sonoro das ritmos e palavras por vocês descobertos? Apresentem na próxima
aula.

Video_ Arte africana https://www.youtube.com/watch?v=ucuSNLqmp1o


Cultura Africana e Afro-brasileira.

Figura 3: Pesos de latão para medição de pó


de ouro, Arte ashanti, acervo MAE

Figura 1: Figura de rei, Arte de Figura 2: Homem sentado , século 19-a-


Benin, Nigéria, acervo MAE-USP 20 Côte d'Ivoire; Baule . Madeira (51 x
13.3 x 18.1 cm)
Cultura Africana e Afro-brasileira.

Porta de celeiro, arte dogon, Mali,


acervo MAE-USP
Figura Relicário do sexo masculino
Século 19 Gabão ou República Democrática do
Congo; Ambete Madeira, pigmentos, metal, búzios
. (82.6 cm)
Topo de máscara "tyi-wara", arte bambara, Mali, Pierre and Maria-Gaetana Matisse Collection, 2002
acervo MAE- USP
Cultura Africana e Afro-brasileira.

Busto de homem, 1908 Comediantes- folheto, 1938


Pablo Picasso (Spanish, 1881–1973) Paul Klee (alemanha, 1879–1940) Cabeça de mulher, 1912
Oleo sobre tela, 24 1/2 x 17 1/8 in. (62.2 x 43.5 cm) Gouache sobre papel- 48.6 x 32.1 cm) Amedeo Modigliani (Italian, 1884–1920)
Acervo- Florene M. Schoenborn, 1995 ( Acervo- The Berggruen Klee Collection, 1984 Calcário - (68.6 x 23.5 x 24.8 cm)
Acervo-- Mr. and Mrs. Klaus G. Perls Collection, 1997
Cultura Africana e Afro-brasileira.
Importante saber:

Durante o início dos anos 1900, a estética da escultura tradicional Africana tornou-se
uma poderosa influência entre os artistas europeus que formaram uma vanguarda no
desenvolvimento da arte moderna. Na França, Henri Matisse, Pablo Picasso, e seus
amigos da Escola de Paris misturado ao tratamento altamente estilizada da figura
humana encontrado nas esculturas Africanas com estilos de pintura derivada dos
trabalhos pós-impressionistas de Cézanne e Gauguin. A planicidade( composição
sem preocupação com a perspectiva) resultando pictórica, a paleta de cores vivas e
formas fragmentadas cubista ajudou a definir o modernismo cedo. Enquanto esses
artistas não sabiam nada sobre o significado original e função das esculturas Oeste e
Central Africano que encontraram, eles instantaneamente reconhecido o aspecto
espiritual da composição e adaptado essas qualidades aos seus próprios esforços
para ir além do naturalismo que tinha definido arte ocidental desde a Renascença.
Fonte: http://www.metmuseum.org/toah/hd/aima/hd_aima.htm
Grafismo Africa
Lendas Africanas, tradição oral

http://www.algosobre.com.br/geografia/africa-a-diversidade-num-continente.html
http://educaterra.terra.com.br/voltaire/mundo/africa.htm
http://www.educacaoliteratura.com.br/index%20148.htm
Introdução à história da África. In: Educação africanidades Brasil. MEC – SECAD – UnB – CEAD – Faculdade de Educação. Brasília. 2006. p. 33-51
Cultura Africana e Afro-brasileira.
A HISTÓRIA DA ÁFRICA MARCA NOSSO FOLCLORE

O saci pererê, negrinho do pastoreio.

Que tal fazermos uma compilação das lendas e gerarmos um embrião de banco de elementos
do folclore Africano? Uma vez alimentado poderá ser disponibilizado para as escolas e
comunidades locais.

OS RITMOS DA ÁFRICA MARCAM NOSSA MÚSICA

Segundo o site Sua Pesquisa (2008), o samba é uma adaptação das danças e dos cantos
tribais dos primeiros escravos que chegaram ao Brasil. Aqui sofreram variadas mutações até
chegar aos estilos que hoje nós conhecemos tais como danças cateretê e jongo. A música
Brasileira é muito favorecida pela cultura dos ritmos Africanos, que fortemente contribuíram
com as bases de boa parte da música popular brasileira .O Lundu juntamente com outros
gêneros deu origem à base rítmica do maxixe, samba, choro e bossa nova. Além da
contribuição rítmica, também foram trazidos alguns instrumentos musicais como o berimbau, o
afoxé e o agogô, o atabaque, a cuíca e a marimba.
Cultura Africana e Afro-brasileira.
ESTAMPARIA DE TECIDOS, UMA TRADIÇÃO.
Ricas combinações cromáticas ( de cor) e de geometrização caracterizam os grafismos das
estamparias dos povos Africanos

Grafismos característicos da nação kadiweu feitos sobre papel. Fonte : http://celsolima.zip.net/


Cultura Africana e Afro-brasileira.

Tecido em ráfia com apliques da etnia Ngongo / Congo.

Pano tecido a partir de fibras de Ráfia- Povos Kuba


Cultura Africana e Afro-brasileira.

Técnica de estamparia Batik sobre tecido. Fonte : http://eloafricanidade.com.br/apresentacao.php

Fontes: http://www.comartevirtual.com.br/jor-crit.htm
http://eudesenholetras.wordpress.com/2008/09/15/a-historia-e-a-cultura-da-africa-e-suas-implicacoes-com-a-cultura-brasileira-na-atualidade/

Powered by TCPDF (www.tcpdf.org)