Você está na página 1de 11

Bitola é o nome dado quando se quer especificar a

grossura de um fio eletrico!

Qual é a seção mínima para ser utilizada em tomadas e


nos circuitos de iluminação?
A seção mínima (bitola ou espessura, grossura) para as tomadas de uso geral
é 2,5mm² e para os circuitos de iluminação é 1,5mm².

Não há problema em utilizar uma seção nominal superior; ela só não pode ser
inferior.

Qual a menor seção do condutor que pode ser utilizado


em uma residência?
Conforme definição da Norma Brasileira de instalações elétricas de baixa
tensão – NBR 5410.
Define:
1,5 mm² como seção mínima para condutores em cobre para uso de
circuitos de iluminação;
e
2,5 mm² como seção mínima para condutores em cobre para uso de
circuitos de força, que incluam tomadas de uso geral.
O Neutro
Existe alguma limitação para a ocupação de cabos
dentro de eletrodutos?
De acordo com a NBR 5410 os fios ou cabos não devem ocupar mais do que
53% da área útil do eletroduto quando é utilizado um condutor, 31% quando
são utilizados dois e 40% para três ou mais condutores no mesmo eletroduto.

fonte: fios e cabos Nambei


Cabo eletrico:
Gostaria de tirar duas dúvidas.
1 – Da caixa de força externa (relógio) até a caixa de força interna devo usar
qual bitola para os fios (Um eletricista me diz para usar 10 para corrente e 6
para o neutro, outro diz para usar tudo 6 para economizar).

2 – Quanto a fiação da tomada verifiquei em seu site (e em outros) a utilização


de bitola 2,5 (Um eletrista me informa que é melhor usar bitola 4 pois os
eletrodomésticos, etc, mudam a cada dia e no futuro a bitola de 2,5 será
abolida, outro diz para usar 2,5 em tudo (incluindo chuveiro e a ligação do
relógio a caixa de força interna, e um terceiro ainda me diz para usar bitola 4
em tudo (excessão relógio a caixa de força) para não ter sobra de material.

Em minha casa só possuo e só desejo possuir aparelhos elétricos básicos, TV,


geladeira, máquina de lavar, etc, não possuo ar condicionado e não predendo
comprar um.
Desta maneira se a bitola 2,5 for a ideal, para mim está ótimo, se for
necessário “trocar no futuro” então já vou me preparando, mas agora (final de
obra) a c/c e a paciência estão na UTI.
No entanto se a bitola do cabo eletrico 4 for a ideal para daqui há 2 anos, por
exemplo, já a coloco agora.
André

Resposta do especialista
Caro André,

Nenhum dos Eletricistas consultados por você lembrou-se de efetuar uma


projeção simples, ou seja, um pequeno projeto elétrico baseado em uma planta
baixa de sua residência, onde deve constar a quantidade de luminárias e
tomadas que serão instaladas.

É simples e fácil essa confecção de diagrama, no site Faz Fácil você vai
encontrar a maneira correta de fazer seu projeto elétrico.
Por que isso vai facilitar seus cálculos de bitolas dos condutores?

O projeto elétrico permite o cálculo da potência total


A – Sabendo a posição correta das luminárias e das tomadas, já fica
determinado qual o equipamento elétrico que ficará naquele local.

Somando-se as potências em watts das lâmpadas, tomadas e os possíveis


equipamentos que serão usados, você irá determinar a potência em watts
totais do seu sistema elétrico.

É essa potência total que determina qual a rede elétrica que deve funcionar na
entrada de seu medidor.

Esse valor em watts varia de região para região.


Passe em uma loja de Atendimento da Operadora Distribuidora de sua cidade
e peça um livreto denominado “RECON” para saber com certeza esses valores
que explicam qual o medidor e rede elétrica apropriada para sua casa.
Cada estado têm regras diferentes para determinar a voltagem da rêde

B – Aqui no Rio de Janeiro, por exemplo, a Distribuidora LIGHT e a AMPLA diz


que se a carga em watts for de 8.000 watts (8 KW) será instalada rede elétrica
de 127 volts (uma fase e um neutro).

Ultrapassando esse valor, a rede


elétrica será em 220 ou 380 volts (duas fases e um neutro ou três fases e um
neutro respectivamente), dependendo da totalidade da carga em watts.

Já em São Paulo, A Distribuidora Elektro de Energia Elétrica, diz que com


carga em watts de até 15000 watts (15 KW) a rede elétrica é de 127 volts, a
partir desse valor até 25000 Watts (25 KW) a rede é de 220 volts, e acima
disso a rede é de 380 volts.
Cabo eletrico: A bitola conforme tensão em volts e

carga total em watts


Portanto, sabendo-se a tensão em volts de entrada, e tendo-se feito o calculo
da carga total em watts de sua residência, pode-se determinar com precisão a
bitola do condutor que sai do medidor até a caixa de disjuntores interna.

Normalmente o calibre ou bitola mínimo usado é o de 10.0 mm²


(conhecido como cabo 10 mm²) tanto para a fase quanto para o neutro.
O cabo eletrico de 6.0 mm² só é usado quando a carga é mínima, e mesmo
assim as Distribuidoras não costumam aprovar essa utilização de bitola.
A seguir uma tabela de Capacidade de Condução de Corrente de cabos
condutores:
Cabo eletrico de bitola 1,5 mm² suporta corrente de 15,5 ampères sem
aquecer.
 Cabo de bitola 2,5 mm² suporta corrente de 21,0 ampères sem aquecer.
 Cabo de bitola 4,0 mm² suporta corrente de 28,0 ampères sem aquecer.
 Cabo de bitola 6,0 mm² suporta corrente de 36,0 ampères sem aquecer.
 Cabo de bitola 10,0 mm² suporta corrente de 50,0 ampères sem aquecer.
Assim tendo a tabela de capacidade de condução de corrente dos principais
cabos condutores, sabendo-se a soma da carga em watts do circuito elétrico e
tendo-se determinado à tensão em volts de entrada, basta utilizar uma fórmula
matemática simples da Lei de OHM/Watt que diz assim:

A corrente em ampères é igual à divisão da potência em watts pela tensão


em volts, ou seja:

I = P/U
onde “I” é o símbolo da corrente, “P” é o símbolo da potência e “U” o
símbolo da tensão.

Lembre-se: Os fios condutores podem ser rígidos ou flexíveis, porém as


características técnicas de resistividade ou condutibilidade são as mesmas,
sendo os flexíveis mais fáceis de passar pelas tubulações e curvas nas
instalações.
Os fios rígidos são mais indicados para as conexões, tanto em chaves
termomagnéticas (disjuntores) quanto em instalações de tomadas simples.

Alguns tipos de fios e cabos

Você também pode gostar