Você está na página 1de 2

UNIFAI - Centro Universitário Assunção

Curso de Graduação em Biblioteconomia


Disciplina: Introdução à Ciência da Informação – 1º semestre/2018
Tema: “Biblio quem? Intelectuais da Biblioteconomia Brasileira”
Intelectual: Lydia de Queiroz Sambaquy
Equipe: Gabriela Silva Leonel de Oliveira, Kelly Midori Takara, Lucas de Araujo Lopes, Suzana
Gomes Nogueira dos Santos

LYDIA DE QUEIROZ SAMBAQUY

Formação acadêmica

1938 – a convite da irmã, Sylvia Sambaquy,


participa de estágios realizados na Biblioteca
do Departamento Administrativo do Serviço
Público, DASP.

1941 – diploma-se no curso superior de


Biblioteconomia da Biblioteca Nacional, no Rio
de Janeiro. Durante sua formação, frequenta
também cursos da área de Biblioteconomia na
Columbia University, nos Estados Unidos.

Atuação Profissional

1939 – assume a direção da Biblioteca do


DASP e começa sua produção na área de
Biblioteconomia, que consiste basicamente de
boletins informativos, revisões de literatura e
estatísticas referentes à Biblioteca do DASP.

Lydia de Queiroz Sambaquy (década de 1940)

1941 – cria o curso preparatório para bibliotecários da Biblioteca do DASP.

1942 – cria e implementa o Serviço de Intercâmbio de Catalogação, SIC, cujo objetivo principal
era compor uma rede cooperativa entre as bibliotecas do Brasil para a catalogação de livros.

Carl H. Miller, Lydia Sambaqui, J. M. Lijdemberg,Felinto Epitácio Maia e Arízio de Viana


durante recepção a dois técnicos americanos em visita ao DASP, 1944.
1945 – é nomeada professora da disciplina de Catalogação e Classificação do curso
preparatório para bibliotecários do DASP

1945 – deixa a direção da Biblioteca do DASP para dedicar-se à docência e ao SIC.

1954 – implanta o Instituto Brasileiro de Bibliografia e Documentação, o IBBD, que


desempenha atividades nas áreas de Biblioteconomia, Documentação e Informação Científica
e marca historicamente o início da Ciência da Informação no Brasil.

Jannice e Lydia planejando o IBBD, 1954

1959 – torna-se vice-presidente eleita da Federação Internacional de Documentação,


permanecendo no cargo até 1962.

1965 – Deixa a presidência do IBBD.

Referências

CARVALHO, Ana Cristina Guimarães, NASCIMENTO, Maria Gezilda e Silva. “Lydia Sambaquy
e suas contribuições em Biblioteconomia e Ciência da Informação no cenário brasileiro”.
Revista Brasileira de Biblioteconomia e Documentação, v. 13, n. esp. CBBD, p. 2809-2824,
2017.

ODDONE, Nanci Elizabeth. Ciência da Informação em perspectiva histórica: Lydia de Queiroz


Sambaquy e o aporte da Documentação (Brasil, 1930-1970). 2004. 161 f. Tese (Doutorado em
Ciência da Informação) - Universidade Federal do Rio de Janeiro / Instituto Brasileiro de
Informação em Ciência e Tecnologia, Rio de Janeiro, 2004. Disponível em:
<http://ridi.ibict.br/handle/123456789/691> Acesso em: 03 mai.2018.

Você também pode gostar