Você está na página 1de 14
Disciplina TI016
Disciplina TI016

Business Intelligence e Gestão Documental

Disciplina TI016 Business Intelligence e Gestão Documental Luiz Claudio de Melo Sales Brasília - Brasil
Disciplina TI016 Business Intelligence e Gestão Documental Luiz Claudio de Melo Sales Brasília - Brasil
Disciplina TI016 Business Intelligence e Gestão Documental Luiz Claudio de Melo Sales Brasília - Brasil

Luiz Claudio de Melo Sales Brasília - Brasil

Serviços •Tratamento/fornecimento de água •Coleta/tratamento de Esgoto Prestados •Perda de receita com fraudes
Serviços •Tratamento/fornecimento de água •Coleta/tratamento de Esgoto Prestados •Perda de receita com fraudes
Serviços
•Tratamento/fornecimento de água
•Coleta/tratamento de Esgoto
Prestados
•Perda de receita com fraudes
Problemas
•Dificuldade na identificação de
anomalias nos consumos (“gatos”)
Detectados
•Demora das análises manuais
(revisão individual)
de anomalias nos consumos (“gatos”) Detectados •Demora das análises manuais (revisão individual)
de anomalias nos consumos (“gatos”) Detectados •Demora das análises manuais (revisão individual)
de anomalias nos consumos (“gatos”) Detectados •Demora das análises manuais (revisão individual)
de anomalias nos consumos (“gatos”) Detectados •Demora das análises manuais (revisão individual)
Etapa 1: Compreensão do Negócio • Reuniões com a Gerência de Clientes (apresentação do projeto)
Etapa 1: Compreensão do Negócio
• Reuniões com a Gerência de Clientes
(apresentação do projeto)
• Apresentações dos objetivos do projeto p/a equipe
(contextualização)
• Reuniões de Brainstorming
(busca de soluções)
• Reuniões de alinhamento de expectativas
(Pessoal do Escritório de Fraudes)
de Brainstorming (busca de soluções) • Reuniões de alinhamento de expectativas (Pessoal do Escritório de Fraudes)
de Brainstorming (busca de soluções) • Reuniões de alinhamento de expectativas (Pessoal do Escritório de Fraudes)
de Brainstorming (busca de soluções) • Reuniões de alinhamento de expectativas (Pessoal do Escritório de Fraudes)
de Brainstorming (busca de soluções) • Reuniões de alinhamento de expectativas (Pessoal do Escritório de Fraudes)
Etapa 2: Compreensão dos Dados • Análise do Modelo de Base de Dados Relacional existente
Etapa 2: Compreensão dos Dados
• Análise do Modelo de Base de Dados Relacional existente
• Identificação das entidades relacionadas com o Sistema
de Faturamento
• Ações:
• Reuniões com especialistas;
• Revisão de toda a documentação;
• Revisão de nome de atributos da Base de Dados;
• Atualização do Dicionário de Dados
de toda a documentação; • Revisão de nome de atributos da Base de Dados; • Atualização
de toda a documentação; • Revisão de nome de atributos da Base de Dados; • Atualização
de toda a documentação; • Revisão de nome de atributos da Base de Dados; • Atualização
de toda a documentação; • Revisão de nome de atributos da Base de Dados; • Atualização
Etapa 3: Preparação dos Dados
Etapa 3: Preparação dos Dados

Estrutura da solução implantada

Etapa 4: Etapa Etapa Modelagem 3: 3: Preparação Preparação dos Dados dos dos Dados Dados
Etapa 4: Etapa Etapa Modelagem 3: 3: Preparação Preparação dos Dados dos dos Dados Dados
• Definição: os dados preparados são levados às ferramentas
de análise e os resultados começam a esclarecer os
problemas de negócios apresentados durante a etapa de
entendimento dos negócios. Normalmente a modelagem é
realizada em diversas iterações, onde os mineradores de
dados executam diversos modelos usando os parâmetros
padrão e, então, ajustam os parâmetros ou revertem para a
fase de preparação de dados para as manipulações
requeridas por seu modelo de preferência.
ou revertem para a fase de preparação de dados para as manipulações requeridas por seu modelo
ou revertem para a fase de preparação de dados para as manipulações requeridas por seu modelo
ou revertem para a fase de preparação de dados para as manipulações requeridas por seu modelo
ou revertem para a fase de preparação de dados para as manipulações requeridas por seu modelo
Ações Amostra : 4% dos dados do Data Mart Realizadas Localidade : Lautaro Training Set
Ações Amostra : 4% dos dados do Data Mart Realizadas Localidade : Lautaro Training Set
Ações Amostra : 4% dos dados do Data Mart Realizadas Localidade : Lautaro Training Set

Ações

Amostra: 4% dos dados do Data Mart

Realizadas

Ações Amostra : 4% dos dados do Data Mart Realizadas Localidade : Lautaro Training Set :
Ações Amostra : 4% dos dados do Data Mart Realizadas Localidade : Lautaro Training Set :

Localidade: Lautaro

dos dados do Data Mart Realizadas Localidade : Lautaro Training Set : 50% dos dados da
dos dados do Data Mart Realizadas Localidade : Lautaro Training Set : 50% dos dados da

Training Set: 50% dos dados da localidade

: Lautaro Training Set : 50% dos dados da localidade Modelo Utilizado : Clementine (Anomaly 1)
: Lautaro Training Set : 50% dos dados da localidade Modelo Utilizado : Clementine (Anomaly 1)
: Lautaro Training Set : 50% dos dados da localidade Modelo Utilizado : Clementine (Anomaly 1)

Modelo Utilizado: Clementine (Anomaly 1)

da localidade Modelo Utilizado : Clementine (Anomaly 1) Saídas Entregues: qtde de registros processados; qtde de
da localidade Modelo Utilizado : Clementine (Anomaly 1) Saídas Entregues: qtde de registros processados; qtde de
da localidade Modelo Utilizado : Clementine (Anomaly 1) Saídas Entregues: qtde de registros processados; qtde de

Saídas Entregues: qtde de registros processados; qtde de anomalias encontradas; resumo dos campos escolhidos para análise

Entregues: qtde de registros processados; qtde de anomalias encontradas; resumo dos campos escolhidos para análise
2. EM
2. EM

1. K-Means

3. COBWEB

2. EM 1. K-Means 3. COBWEB
2. EM 1. K-Means 3. COBWEB
2. EM 1. K-Means 3. COBWEB
2. EM 1. K-Means 3. COBWEB
Etapa 6: Avaliação do Projeto Definição: avaliar os resultados dos esforços usando os critérios de
Etapa 6: Avaliação do Projeto
Definição: avaliar os resultados dos esforços usando os critérios
de sucesso dos negócios estabelecidos no início do projeto.
Nesta etapa dois tipos de resultados são produzidos pela
mineração de dados:
a) os modelos finais selecionados na fase anterior do CRISP-DM.
b) quaisquer conclusões ou inferências tiradas dos próprios
modelos, bem como do processo de mineração de dados. Elas
são conhecidas como descobertas.
tiradas dos próprios modelos, bem como do processo de mineração de dados. Elas são conhecidas como
tiradas dos próprios modelos, bem como do processo de mineração de dados. Elas são conhecidas como
tiradas dos próprios modelos, bem como do processo de mineração de dados. Elas são conhecidas como
tiradas dos próprios modelos, bem como do processo de mineração de dados. Elas são conhecidas como

Etapa 6: Avaliação do Projeto

Avaliar os resultados
Avaliar os
resultados
Etapa 6: Avaliação do Projeto Avaliar os resultados Critérios definidos na Etapa 1 Avaliação Efetiva
Etapa 6: Avaliação do Projeto Avaliar os resultados Critérios definidos na Etapa 1 Avaliação Efetiva
Critérios definidos na Etapa 1
Critérios
definidos
na Etapa 1
Avaliação Efetiva
Avaliação
Efetiva

Etapa 7: Implementação do Projeto

Definição: é o processo de uso das percepções obtidas com a Mineração de Dados, visando
Definição: é o processo de uso das percepções obtidas com a
Mineração de Dados, visando realizar melhorias na
organização. Em geral, a fase de implementação da
metodologia do CRISP-DM inclui atividades de dois tipos:
a) planejamento e monitoramento da implementação de
resultados;
b) conclusão de tarefas de finalização, tais como a produção
de um relatório final e a realização de uma revisão do
projeto.
de tarefas de finalização, tais como a produção de um relatório final e a realização de
de tarefas de finalização, tais como a produção de um relatório final e a realização de
de tarefas de finalização, tais como a produção de um relatório final e a realização de
de tarefas de finalização, tais como a produção de um relatório final e a realização de

Etapa 7: Implementação do Projeto

Etapa 7: Implementação do Projeto Tarefas do Planejamento Resumir os resultados, tanto modelos como descobertas, visando

Tarefas do Planejamento

Resumir os resultados, tanto modelos como descobertas, visando ajudar a determinar quais modelos podem ser integrados a seus sistemas de banco de dados e quais descobertas devem ser apresentadas a seus colegas;

e quais descobertas devem ser apresentadas a seus colegas; Criação para cada modelo de um plano

Criação para cada modelo de um plano passo a passo para a

implementação e integração dos sistemas da empresa.

a implementação e integração dos sistemas da empresa. Criação de um plano relacionado às descobertas

Criação de um plano relacionado às descobertas conclusivas, visando disseminar as informações para os desenvolvedores de estratégia;

as informações para os desenvolvedores de estratégia; Verificar se existem planos de implementação alternativos

Verificar se existem planos de implementação alternativos para ambos os tipos de resultados que valem ser mencionados;

para ambos os tipos de resultados que valem ser mencionados; Considerar a forma de monitoramento da

Considerar a forma de monitoramento da nova implementação.

a forma de monitoramento da nova implementação . Identificar os problemas de implementação e planejar as

Identificar os problemas de implementação e planejar as contingências

forma de monitoramento da nova implementação . Identificar os problemas de implementação e planejar as contingências