Você está na página 1de 126

Malévola

Escrito por

Linda Woolverton

Baseado na Bela Adormecida da Disney

Revisões atuais por

Paul Dini e Robert Stromberg

PROJECTO REVISTO

23 de janeiro de 2012

"A única coisa necessária para o triunfo do mal é para

bons homens para não fazer nada "

- Edmund Burke

MALEFICENTE

1 EXT. AS ILHAS SCOTTISH - DIA 1

Estamos voando acima dos pântanos do norte da Escócia após

o terreno acidentado e ondulado na altura das aves.

ÂNGULO NAS ASAS

Nossas brilhantes asas negras sobem e descem preguiçosamente enquanto cavalgamos

correntes de ar fortes. Nós baixamos uma estola e um nível íngreme

para roçar a água azul de um lago expansivo abaixo. Nós

asa nosso caminho acima das terras além.

2 EXT. UMA FAZENDA - DIA 2

Passamos por cima de uma MULHER FAZENDA abaixo. Ela derrama leite de um jarro

em uma grande pedra.

FAZENDA MULHER

Para o povo da feira.

Nós nos aproximamos de outra casa de fazenda.

3 EXT. A CASA DE UM PASTOR - DIA 3

Dois collies estavam do lado de fora da casa. Eles saltam como o

SHEPHERD sai com seu filho e esposa. O pastor

e seu filho caminha em direção ao paddock. Mas eles param, desanimados


para ver que o portão do piquete está bem aberto. As ovelhas são

espalhadas pelo amplo campo.

PASTOR

Os Pixies estiveram nisso de novo!

Ele assobia. Os cães correm pelo campo para arrebanhar o

ovelha. O menino corre para ajudar. Sua esposa volta para dentro e

retorna com uma panela de ferro pesado. Ela murmura um velho ditado como

ela posiciona a panela acima da porta.

ESPOSA DO PASTOR

"Panela de ferro acima da porta. Proteja

nossa casa dos escuros do

atracar."

NO PASTOR E NO FILHO

Eles rebanho as ovelhas na estrada.

À frente, ele cruza uma linha fina de GRASS ESCURA que funciona

através da grama mais clara do campo.

****

PASTOR

Aguarde!

Ele tira uma de suas LUVAS de trabalho e a joga no

estrada no local onde se encontra a linha de grama escura.

PASTOR

Soltar uma luva antes de atravessar um

caminho das fadas. Eles não gostam se

nós não mostramos respeito.

Ele assobia para os cachorros.

Eles mordem as ovelhas que pisam a LUVA enquanto correm. o

o menino pega e corre para alcançá-lo.

4 EXT. OS MOUROS - DE ACIMA - NA ASA 4


NÓS VOLTAMOS E SEGUEM O CAMINHO DO FÉRIAS, que leva ao selvagem

MOORS com turfeiras, prados de charneca, florestas magras, riachos

e montanhas enevoadas à distância.

5 EXT. UMA ÁRVORE DE BLACKTHORN - DIA 5

Nós descemos no galho de uma árvore Blackthorn e TRAVEL down

para revelar que NÓS não somos um pássaro alado ...

... mas uma menina alada.

MALEFICENTE é magro, todos os ângulos, com maçãs do rosto altas,

queixo afiado e orelhas pontudas. Ela parece cerca de 15. Ela

luta com suas grandes asas como cabelos rebeldes e selvagens antes

ela os faz dobrar atrás dela.

NAS MARAVILHAS - POV MALEFICENTES

Os sons naturais dos MOORS chegam até ela. Os sons

gradualmente tornar-se discernível como VOZES: falando, rindo,

reclamando, ameaçando, choramingando.

A ÁRVORE DE BLACKTHORN - EM MALEFICENTE

Ela pega algumas nozes pretas da árvore e as une,

concha e tudo. A GRAVAÇÃO GUTTERAL soa abaixo desenhando-a

olhar.

NO PEAT BOG - HER POV

CRIATURAS COBERTAS DE LAMA COM CORPOS REDONDOS E BRAÇOS ESSENCIAIS E

as pernas se movem no pântano. Enquanto eles grunham e babam, lama

gotas de suas bocas que sustenta e engrossa o pântano.

3 A ÁRVORE DE BLACKTHORN - EM MALEFICENTE

Vários HOMENS ELÁSTICOS, MASCULINOS, INTELIGENTES, INTELIGENTES,

ramos, batendo as mãos longe de suas nozes.

Ela faz uma cara feia de volta para eles. Ela pega mais nozes e

voa fora seguindo um STREAM ROCHOSO.

6 EXT. UMA LAGOA - DIA 6

Malévola aterra na margem e senta-se numa rocha para terminar


suas nozes pretas roubadas.

Bonitas mulheres FAERIES admiram suas reflexões. Deles

CABELO VERDE LONGO é feito de ervas daninhas à direita.

Perto, tímido, tímido MOSS PESSOAS com grandes olhos se escondem no

folhagem de madeira escura. Como eles passam as mãos sobre o seco

musgo morto, fica verde mais uma vez.

Um BRAÇO VERDE LONGO emerge da água e alcança

em direção ao tornozelo nu de Malévola. Ela olha para baixo assim como o

MÃO VERDE agarra seu tornozelo e empurra-a para fora da rocha. UMA

MULHER DE ÁGUA MALEVOLENTE, com ervas daninhas atadas e seixos para

cabelo, puxa-a para o lago.

MALEFICENTE

Solte!

Malévola a expulsa e voa.

A MULHER VERDE desliza de volta para a água. Moscas Malévola

em direção a um bosque de árvores altas à frente.

7 EXT. UMA ÁRVORE DE ROWAN - DIA 7

Ela acende nos galhos de uma árvore para comer suas nozes negras

em paz. Rindo e rindo, Risos chama sua atenção.

8 EXT. UM PRADO - DIA 8

Três PISTAS DE FLOR brincar de esconde-esconde no prado.

KNOTGRASS, THISTLEWIT e FLITTLE são pequenos, ágeis, volúveis

meninas com orelhas pontudas, narizes e pequenas asas transparentes.

FLITTLE usa todo o azul. Ela está atormentada com sempre presente

borboletas que voam ao redor de sua cabeça.

THISTLEWIT tem uma pequena cabeça redonda com tufos de cabelo fino

que se estende para fora em torno de seu rosto como um dente de leão.

KNOTGRASS usa verde e marrom.

***
*

Seu cabelo curto e escuro fica de pé ou cai em cima dela

olhos. A cor flui das pontas dos dedos dos Pixies

pétalas mais brilhantes, a grama mais verde ou flacidez flores

reviver.

Eles ouvem SINOS no céu e se levantam no ar.

9 EXT. A ÁRVORE DE ROWAN - DIA 9

Os duendes passam por Malévola na árvore.

FLITTLE

O rei e a rainha estão chegando!

Eles fogem. Malévola revira os olhos.

MALEFICENTE

Mosquitos.

10 EXT. O CÉU - A PROCESSÃO DO FÉRIAS 10

O céu está cheio de fadas aladas. A linda RAINHA

ULLA e seu marido, KING KINLOCH lideram a procissão que

é iluminado pelas luzes oscilantes de WILL O 'THE WISP.

SOBRE OS MOUROS - DE ACIMA

Abaixo, FAERIES sem asas emergem: HOMENS ELIVISH pequenos com pés

de corvos e olhos minúsculos. Criaturas com os corpos dos pequenos

CAVALOS e as cabeças dos HUMANOS SPRITES Web-footed com enorme

dentes afiados e orelhas pontudas. MULHERES ELÁSTICAS SELVAGENS que espreitam em

a base das árvores.

11 EXT. O VÔO DA FAERIE - NOITE 11

Malévola voa para se juntar à procissão. Ela sobe para

uma altitude maior acima dos Royals.

Rainha Ulla olha para ela.

Os PIXIES voam abaixo de Malévola.

KNOTGRASS

Desça!
THISTLEWIT

Você não tem permissão para voar acima do

Rainha!

Isso só faz a Malévola voar ainda mais alto.

NO MALEFICENTE

Ela sobe alto, explodindo através das nuvens.

Então ela dobra as asas e cai para baixo novamente,

através da procissão lotada. Faeries flutter fora dela

caminho. Ela cai quase no chão antes de abrir as asas

e ela se levanta novamente.

O rei Kinloch e a rainha Ulla não estão satisfeitos.

KINLOCH

Nós temos que fazer algo sobre ela.

12 EXT. O FÉ MERGULHO - NOITE 12

A procissão se aproxima de um grande HILLOCK gramado.

O Rei e a Rainha pousam no monte, seguidos pelos outros.

As Fadas são todas do tamanho de PEQUENOS HUMANOS com delicado

orelhas pontudas e minúsculos recursos refinados.

Ulla pisa em uma pedra baixa que leva ao seu trono

como um trampolim. Enquanto ela se aproxima, a pedra,

emite um PURR CONTENTE.

O rei senta em seu trono ao lado dela.

Um vento de trás agita o ar rapidamente enquanto as terras de Malévola

monte entre as fadas. Ela fica de cabeça e ombros acima eles. Suas ASAS se elevam acima de
sua cabeça. Ela parece uma grande

BAT untamed entre tentilhões.

KINLOCH

Dobre suas asas.

As Fadas dobram suas pequenas asas. Malévola tem problemas

recebendo o dela para obedecer. Os três Pixies sorriem e riem.


ULLA

Malévola!

MALEFICENTE

Sim sua Majestade.

ULLA

Passo à frente.

Malévola tenta dar um passo, mas uma asa é pega

sob o pé de outra fada. Ela puxa para fora e pisa

frente. Ela se encolhe desconfortavelmente quando todos os olhos se voltam para ela.

ULLA

Ninguém voa acima de mim.

MALEFICENTE

Sim sua Majestade.

Knotgrass sussurra para os outros Pixies.

KNOTGRASS

São essas asas. Ela não pode controlar

eles.

Uma das asas de Malévola ataca e bate em Flittle

baixa.

ULLA

Malévola!

Ela agarra e puxa de perto.

ULLA

Controle suas asas. Ou você será

punido. Afaste-se, Malévola.

Malévola recua. Os outros lhe dão um amplo espaço.

ULLA

O rei e eu acabamos de voltar

de uma visita ao rei humano

Henry. Como todos os humanos, ele é facilmente


impressionado.

KINLOCH

Tudo o que tínhamos que fazer era mostrar a ele

pouca magia, e ele nos tomou banho

com presentes.

Fadas servindo voam com bandejas de bolos feitos pelo homem, leite,

vinho, etc. As fadas participam ansiosamente.

ULLA

É o começo de uma linda

amizade.

Ulla franze a testa para ver um WINGLESS BOY sobre a idade de Malévola em

a multidão.

ULLA

O que ele está fazendo aqui?

Kinloch fica envergonhado de vê-lo. STEFAN é o

filho ilegítimo do rei Kinloch e uma mulher humana.

**

KINLOCH

Sinto muito, meu amor.

(para o menino)

Deixe o círculo da rainha, garoto.

O menino não se move.

STEFAN

Não senhor.

KINLOCH

Deixe o círculo!

STEFAN

Eu tenho o direito de estar aqui.

ULLA

Você não tem nenhum direito,


halfling. Você não tem mágica. Você

não tem asas ...

MALEFICENTE

Mas ele é o filho do rei.

Ulla engasga. As fadas ficam em silêncio.

Kinloch sufoca as palavras.

KINLOCH

Eu não tenho filhos.

MALEFICENTE

Você não precisa fingir. Não é

segredo. Todo mundo sabe disso...

ULLA

Malévola!

Ulla está mortificada com a humilhação pública. Ela conserta

Malévola em um brilho furioso fumegante. Os três duendes

afastar-se para estar fora da linha de fogo.

ULLA

Desde aquela noite trágica que

você nasceu, eu tentei encontrar

o bem em você. Eu tentei por

o bem da minha irmã.

Ela se interrompe brevemente. O rei toca a mão dela.

ULLA

Mas eu falhei porque existe

não é bom em você. Você é diabólico

coisa! Você nasceu assim.

Ela abruptamente acena a mão para Malévola. Ela está estrelada por

MÁGICA VIOLENTA que a deixa de joelhos.

ULLA
Você vai usá-los por cem

anos para que todos possam ver o seu verdadeiro

natureza.

A magia se dissipa para revelar um par de grandes HORNS pretos

embutido no topo da cabeça de Malévola. O sorteio das fadas

de volta em estado de choque. Malévola lentamente chega a senti-los.

O horror cruza seu rosto.

MALEFICENTE

Não!

Ela tenta tirá-los. O choque das fadas dá lugar a

sorrisos e sorrisos. Maleficent puxa e tensões.

Mas os chifres estão firmemente embutidos. Os Pixies riem.

Flittle ri tanto, ela chupa um de seus sempre presentes

borboletas e estrangulamentos. Malévola trava os olhos com Stefan

brevemente. Ele parece horrorizado e culpado.

CORTA PARA:

13 EXT. OS MOUROS - MAIS TARDE 13

Malévola caminha por um bosque sombreado.

Sua cabeça está curvada pelo peso dos chifres. Ela

aproxima-se de um lago com as FARIAS DE ÁGUA.

Assustado com a visão dela, eles mergulham rapidamente no

agua. Ela continua. Dois pequenos CAVALOS DE CABEÇA HUMANA

quando eles a vêem chegando. Ela dá de ombros e

continua. Stefan aparece das sombras.

STEFAN

Maléfica?

Ela se vira abruptamente e vai para o outro lado. Ele corre para

fique na frente dela.

MALEFICENTE

Vá embora.

STEFAN
Quero falar com você.

MALEFICENTE

Eu não quero falar com você!

Uma de suas asas ataca e o derruba no chão. Ele

olha para ela.

STEFAN

Eu só queria te agradecer por

de pé por mim.

MALEFICENTE

Muito bem me fez!

Ela se senta em uma pedra. Ele se levanta e se senta ao lado dela.

STEFAN

Me desculpe pelo ...

Ele indica os chifres.

STEFAN

A rainha Ulla é uma tirana.

MALEFICENTE

Eu sei...

Eles se sentam em silêncio por um momento.

STEFAN

Eu gosto de suas asas.

MALEFICENTE

Você faz?

STEFAN

Eu gostaria de ter alguns.

MALEFICENTE

Eu não te culpo.

Ela segura uma asa para ele tocar. Ele hesita.

MALEFICENTE
Eles não mordem.

Ele acaricia as penas macias.

**

10

14 EXT. UM PRADO - DIA 14

O duende gambol no prado.

As abelhas e os beija-flores voam de flor em flor.

Thistlewit gira ao redor. Mechas de seu cabelo voam como

sementes de dente de leão. Knotgrass atravessa o prado à direita

a mão dela na grama baixa. A grama cresce em seu rastro.

Flittle e Thistlewit estudam uma flor azul.

THISTLEWIT

Que cor você vai fazer

sinos azuis este ano?

Flittle apenas olha para ela.

OUTRA PARTE DO PRADO

Malévola anda com Stefan.

Suas asas se arrastam no chão. Eles batem com irritação

o que faz com que ela voe. Stefan agarra ela.

STEFAN

Você está à deriva.

Ele a puxa para o chão.

MALEFICENTE

Eles não estão felizes quando andamos.

Os Pixies os vêem se aproximando.

FLITTLE

Malévola Esses chifres são perfeitos

em você.

Knotgrass pisa na asa traseira de Maleficent.

Ela tropeça para frente.

STEFAN
Deixa a em paz.

FLITTLE

Vá morar com humanos, halfling.

Malévola gira em torno de raiva.

Suas asas arqueiam acima da cabeça.

11

MALEFICENTE

Eu sou halfling também! Me chame de

halfling. Continue!

Eles encolhem para trás dela. Ela agarra Stefan.

MALEFICENTE

Não importa eles.

Eles continuam andando.

KNOTGRASS (O.S)

Você matou sua mãe.

Malévola pára, atingido pelas palavras. Ela olha para cima. o

Pixies pairam em cima. Eles soltam pedras e lama neles.

Malévola usa suas asas para proteger Stefan.

MALEFICENTE

Fique aqui.

Ela abre as asas. Os Pixies gritam e voam para longe.

Malévola vai atrás deles.

15 EXT. O CÉU - DIA 15

Malévola persegue os duendes como um falcão depois de pardais.

Eles gritam.

16 EXT. UMA LAGOA - DIA 16

A rainha Ulla e o rei sentam-se no banco.

As fadas da água realizam acrobacias aquáticas para elas. Eles comem

Bolo e beber leite de xícaras de flores.

Os três Pixies voam em direção a eles, gritando, com Malévola

logo atrás deles. Os Pixies se escondem atrás do Rei e


Rainha. Mas Malévola continua vindo em fúria.

ULLA

Pare aí mesmo!

Ulla joga MAGIA para ela. As asas de Malévola se dobram e ela

cai. Ela bate no chão com força.

ULLA

Você vê como você é diabólico? Eu

culpe seu pai.

12

KNOTGRASS

Ela merece usar os chifres.

ULLA

Sim, ela faz.

(para Maleficent)

Admita que você os merece.

MALEFICENTE

Por que eu deveria?

ULLA

Eu vou cortar suas asas se você não fizer isso.

MALEFICENTE

Você não faria!

ULLA

Ah, mas eu faria.

Malévola abaixa a cabeça. Ela força as palavras para fora amargamente.

MALEFICENTE

Eu mereço usar os chifres.

ULLA

Por cem anos.

MALEFICENTE

Por cem anos.

ULLA
Agora saia da minha vista!

Malévola abre as asas para voar.

ULLA

Andar!

Ela os dobra e vai embora, cabeça baixa, asas arrastando

o chão.

17 EXT. A ÁRVORE DO BLACKTHORN - MAIS TARDE 17

Malévola e Stefan sentam-se em um galho alto juntos.

MALEFICENTE

Eu não matei minha mãe. Ela morreu

a noite em que nasci.

13

STEFAN

Eu sei. Todo mundo faz. Quem é seu

pai?

MALEFICENTE

O boné vermelho

STEFAN

Ele? Não é a toa que você é tão ...

Ela lhe dá um olhar penetrante.

MALEFICENTE

O que? Selvagem, escuro, estranho

perigoso.

STEFAN

Alta.

Mas ela sabe perfeitamente bem que não é isso que ele quis dizer. Ela

vê alguma coisa desanimada.

MALEFICENTE

Oh não, o Rowan.

EM UMA ÁRVORE DE ROWAN - HER POV


O tronco da árvore foi dividido por um raio.

MALEFICENTE

Ela não vai viver Segure para mim.

Ela coloca o braço em volta da cintura dele e pula da árvore.

Stefan está emocionado enquanto voam para o chão.

18 EXT. A ÁRVORE DE ROWAN - DIA 18

Malévola está na frente da árvore ferida.

Ela fecha os olhos. O suor escorre pela testa dela como MAGIC

flui dela para a árvore. Stefan assiste, fascinado e

invejoso. Gradualmente, o tronco dividido se adapta. Mas o

processo tomou algo essencial de Malévola. Ela

colapsa contra o tronco da árvore.

DISSOLVE PARA:

**

14

19 EXT. OS MOUROS - ANOS MAIS DE 19

FECHAR NAS CHIFRES

Um grande chifre, anelado e cicatrizado, é esfregado vigorosamente

contra um tronco de árvore. Cai.

Nós ouvimos um GASP de surpresa. O outro chifre é esfregado apenas como

vigorosamente. Cai.

NO MALEFICENTE

Ela cresceu em uma misteriosa beleza sombria. Ela esfrega o

lugares na cabeça dela onde os chifres tinham estado. Stefan

abordagens. Ele se tornou um belo JOVEM.

STEFAN

Aí está você! Eu tenho notícias.

MALEFICENTE

Rainha Ulla morta.


STEFAN

Como você sabia? Ela acena para o

chifres no chão.

MALEFICENTE

Seu feitiço está quebrado.

Ela os pega e os joga o mais longe que pode.

20 EXT. O LOCH - CREPÚSCULO 20

O povo justo fica em silêncio nas margens do lago

observando quatro cisnes negros levar o esquife fúnebre em todo o

água e no sol poente. Os Pixies estão no banco

com os outros. Flittle e Thistlewit sussurram.

THISTLEWIT

Quem será a rainha agora?

FLITTLE

Ninguém sabe. Ela não tinha herdeiros.

KNOTGRASS

A pedra sabe.

THISTLEWIT

Que pedra?

15

KNOTGRASS

A pedra da rainha. Qualquer um que

deseja ser rainha passos no

Pedra. Se ela é falsa, rosna.

Se ela é a única rainha verdadeira,

Irá rugir como um leão?

Compreendo?

Thistlewit estuda o rosto dela.

THISTLEWIT Você tem verde nas sobrancelhas. Eu

nunca percebi isso antes.

Knotgrass olha para o céu.


KNOTGRASS

Por que eu desperdiço minha respiração?

FECHAR NA PEDRA

Um pé de fada pousa na Pedra da Rainha. Ele rosna.

21 EXT. O MONTE DO FÉRIE - DIA 21

Um Faerie feminino sai rapidamente. Outra mulher se aproxima.

The Stone GROWLS novamente. Kinloch balança a cabeça.

22 EXT. UMA LAGOA - DIA 22

Malévola se inclina para olhar seu reflexo. Ela puxa

Seu cabelo para trás, onde os chifres costumavam ser. Ela se vira

admirando a si mesma sem eles.

STEFAN

O que você está fazendo?

MALEFICENTE

(envergonhado)

Nada.

STEFAN

Você estava se admirando.

Ela vê que ele está carregando uma mochila.

MALEFICENTE

Onde você vai?

16

STEFAN

Para o castelo humano.

MALEFICENTE

Por quê?

STEFAN

Eu já ouvi muito sobre isso. eu quero

para ver por mim mesmo.

Um repentino sentimento de pavor a supera.

MALEFICENTE
Não vá lá, Stefan.

STEFAN

Você não está curioso sobre humanos?

MALEFICENTE

De modo nenhum.

STEFAN

Eu sou.

MALEFICENTE

Você seria.

STEFAN

(defensivamente)

O que isto quer dizer?

MALEFICENTE

Você é meio humano. Não há vergonha

nisso.

STEFAN

Eu vou então.

Ela pega folhas mortas de um galho de árvore como se ela não

Cuidado.

MALEFICENTE

Divirta-se.

Ele não vai.

STEFAN

É um longo caminho se eu tiver que

andar a pé.

MALEFICENTE

De que outra forma você vai andar? Em

seus ouvidos?

17

STEFAN

Malévola, você vai me levar para o


castelo humano?

MALEFICENTE

Não.

STEFAN

Por favor?

Ela suspira. Ela não pode dizer "não" para ele.

23 EXT. O CÉU - NA ASA 23

Malévola e Stefan voam entrelaçados, braços bem embrulhados

ao redor da cintura um do outro.

O rosto de Stefan está cheio de alegria de vôo, Malévola

com a alegria de estar perto dele.

24 EXT. AS NUVENS - DIA 24

Eles voam através de uma camada espessa de cobertura de nuvens.

Um muro de pedra surge de repente diante deles. Malévola

vira para cima, mas seus pés batem na borda e caem em um

superfície difícil não familiar. PUXAR DE VOLTA para revelar ...

25 EXT. CASTELO DE KING HENRY - O TURRET 25

Eles caíram nas ameias altas do King Henry's

castelo. Malévola olha ao redor inquieta. Stefan corre o seu

mãos sobre as pedras.

STEFAN

Olhe como as pedras se encaixam

juntos perfeitamente. É engenhoso.

MALEFICENTE

Não é natural.

Ela toca a parede e estremece.

MALEFICENTE

A pedra está morta.

18

26 INT. OS PASSOS DA TORRE - DIA 26

Ela segue Stefan descendo os degraus, agarrando o corrimão de ferro


como ela vai. Ela ofega e afasta a mão.

MALEFICENTE

Não toque no trilho! É ferro!

Stefan tenta tocá-lo.

STEFAN

Eu quase não sinto nada, apenas um

pequena picada.

Ela olha para a palma da mão. A carne foi queimada. Ele corre

descendo os degraus, tocando o corrimão brevemente enquanto ele vai.

Malévola enfia as mãos nas vestes. Suas asas desenham

-se para evitar o corrimão de ferro também.

27 INT. O GRANDE SALÃO - DIA 27

Eles entram. O salão está cheio de seres humanos e fadas.

Há comida, bebida, música e diversão.

Fadas realizar acrobacias aéreas.

Outros fazem arco-íris e trazem flores para florescer

crianças. Os humanos suspiram e exclamam com prazer.

Malévola está chocada com o que ela vê.

MALEFICENTE

O que é isso?

Stefan se afasta intrigado. Malévola olha para o

alto teto arqueado, sentindo-se preso.

Uma filigrana de ferro sinistra está pendurada ao redor. Ela se move através

o salão, tornando-se mais desanimado. Os Pixies cresceram todos

também. Mas eles ainda são imaturos e idiotas. Flittle

fala com um grupo de humanos.

FLITTLE

Eu estou no comando do Blue. É um grande

responsabilidade.

MULHER NO VESTIDO AMARELO

Você pode transformar o meu vestido azul?


Flittle aperta os olhos e toca o vestido amarelo.

Fica azul.

19

MULHER NO VESTIDO AMARELO

Hmm. Eu gosto mais amarelo. Virar

de volta, por favor.

FLITTLE

Eu não faço amarelo. Eu só faço

azul.

MULHER NO VESTIDO AMARELO

Vire de volta!

Afobado, Flittle fecha os olhos e alcança o

vestido, mas acidentalmente toca a mão da mulher. isto

prontamente fica AZUL. A mulher engasga.

FLITTLE

Oh céus. Isso não é o que eu ... eu sou

terrivelmente desculpe ... deixe-me consertar.

Ela aperta os olhos novamente e estende a mão, escovando

o rosto da mulher. Acontece AZUL. A mulher grita.

Em pânico, Flittle corre para longe. Malévola sente alguém

puxando suas asas. É um menino humano. Ela empurra-os para longe.

O menino continua tocando suas asas.

MALEFICENTE

Não toque nas asas.

MENINO HUMANO

Você é má! Que mágica você pode fazer?

MALEFICENTE

Este.

Ela abana os dedos e se afasta.

O menino engasga. Seus dedos cresceram juntos, então ele não pode

separe as mãos dele. Ela caminha até Stefan, que está conversando
com PRINCESA LEAH.

MALEFICENTE

Estamos saindo agora.

STEFAN

O que está errado?

MALEFICENTE

O que está errado? Olhar em volta! Isto é

um constrangimento.

20

LEAH

Não seja bobo. É tudo divertido.

Malévola olha para ela bruscamente.

MALEFICENTE

Quem é Você?

LEAH

Eu sou a princesa Leah

MALEFICENTE

Eu fui acusado de ser muito

coisas, mas "bobo" não é um dos

eles. Não é verdade, Stefan?

STEFAN

(nervosamente)

Talvez devêssemos conversar por aqui.

Ele tenta afastá-la.

MALEFICENTE

Isso pode ser uma surpresa para você

Princesa, mas não existimos

servir a multidão humana.

STEFAN

Malévola!

Ele a puxa para longe.


STEFAN

Essas pessoas são nossos amigos.

MALEFICENTE

Amigos? Eles estão nos usando! Eu estou

deixando. Você está vindo?

Ela vê o olhar sombrio no rosto dele.

MALEFICENTE

Stefan?

STEFAN

Eu não sou nada lá. Meu pai me deserdou.

Seu coração afunda quando ela percebe.

MALEFICENTE

Você não vai voltar.

21

STEFAN

Eu poderia ter um futuro aqui.

MALEFICENTE

Você nunca pretendeu.

STEFAN

Malévola ...

Ela vira as costas para ele abruptamente e vai embora.

28 INT. UM CORREDOR - NOITE 28

Ela corre pelo corredor, lutando contra as lágrimas. Dentro

sua angústia, ela não consegue sair. Ela ouve vozes.

KING HENRY (O.S.)

É uma pena que perdemos o pouco

Rainha. Ela era tão fácil de

manipular.

As palavras cortaram sua angústia.

Ela se vira para escutar.

CONSELHEIRO DO KING
Do que ela morreu?

REI HENRY

Velhice. É difícil acreditar que ela

tinha mais de trezentos anos de idade.

CONSELHEIRO DO KING

E o rei?

REI HENRY

Ele não vai nos dar nenhum problema.

Ela olha através da fresta da porta.

29 INT. UM QUARTO - NOITE 29

O rei está conversando com seus conselheiros.

REI HENRY

Agora que temos a confiança deles, nós

pode pedir o que quisermos.

CONSELHEIRO DO KING

Eles nos tornarão ricos.

22

REI HENRY

Melhor ainda. Nós podemos usá-los

contra nossos inimigos.

CONSELHEIRO DO KING

Eles são imprevisíveis demais para isso.

Não há como controlá-los.

REI HENRY

Eles têm uma fraqueza.

CONSELHEIRO DO KING

O que é isso?

REI HENRY

Ferro.

Na porta, Malévola reage com alarme.

REI HENRY
Eu descobri isso por acidente. Então

a curiosidade tirou o melhor de mim e eu

tentei em alguns deles.

CONSELHEIRO DO KING

Eu teria gostado de ter visto

aquele.

REI HENRY

Alguns foram queimados. Alguns morreram. Eu fui

impressionado com a sua resistência.

Eles serão bons soldados para nós.

A porta se abre. Tempestades Malévolas com assassinato nela

olho. Suas asas derrubam os conselheiros.

Ela bate Henry contra a parede, pairando sobre ele como um

anjo vingador negro. Ele se encolhe com medo.

MALEFICENTE

Se você tocar em outro de nós,

Eu vou matar você!

Ela o solta e sai em disparada. O rei cai para o

chão, tremendo e humilhado.

30 INT. O GRANDE SALÃO - NOITE 30

Malévola retorna ao salão. Ela procura por Stefan. Ele é

Ainda falando com a princesa Leah.

23

MALEFICENTE

Stefan!

STEFAN

Eu pensei que você tivesse ido embora.

MALEFICENTE

Nós temos que tirar nosso pessoal do

Aqui.

STEFAN
Do que você está falando?

MALEFICENTE

O rei está planejando usar ferro

contra nos.

Ele olha para ela com ceticismo.

STEFAN

Por que você está fazendo isso?

MALEFICENTE

Você ouviu o que eu disse?

STEFAN

Por que você deve transformar todos que você conhece

em um inimigo?

Ela recua, chocada com a atitude dele.

Ela vê guardas entrar. Ela corre pelo corredor

falando em voz baixa para as fadas.

MALEFICENTE

Saia. Volte para os mouros.

Você não está seguro aqui.

Alguns se apressam. Alguns ficam. Todo mundo está confuso. Henry

esposa, QUEEN MARY fica com os Pixies.

RAINHA MARIA

Que é aquele?

KNOTGRASS

É apenas Malévola. Deixa pra lá

dela.

FLITTLE

Ela nasceu para causar problemas.

O rei corre para o corredor. Ele aponta para Malévola.

**

24

REI HENRY
Aquele!

Os guardas correm para ela.

Ela olha para Stefan. Seus olhos se encontram brevemente. Então ela abre

suas asas e voa pela janela.

31 EXT. OS CÉUS - NOITE - NA ASA 31

Ela voa, as asas batendo furiosamente.

Lágrimas escorrem pelo rosto dela.

32 EXT. O MONTE DO FAERIE - NOITE 32

Kinloch boceja enquanto mais fadas femininas se alinham para experimentar

sorte com a pedra. É GROWLS todas as vezes.

Terras maléficas no monte.

MALEFICENTE

Kinloch! Chame nosso pessoal de volta

o castelo do humano.

KINLOCH

Porque eu faria isso?

MALEFICENTE

Seu rei está conspirando contra nós.

KINLOCH

Isso é um absurdo Henry é nosso amigo.

MALEFICENTE

É ele? Ele sabe o que o ferro pode fazer.

Ele já usou isso contra nós.

KINLOCH

Eu não acredito em você.

MALEFICENTE

Eu mesmo o ouvi!

KINLOCH

Mas você é um mentiroso conhecido.

MALEFICENTE

Eu não tenho razão para mentir!


**

25

KINLOCH

Chega, Malévola! Você causou

nada além de dor e desgosto

desde o dia em que você nasceu!

Ele acena a mão em um círculo.

Uma NUVEM DE TEMPESTADE aparece acima de sua cabeça. Trovão rachaduras e

ela está com uma chuva dura e fria. Ela recua com o

chuva caindo sobre ela.

33 EXT. O CÉU - NA ASA 33

Ela voa furiosamente para fora dos pântanos e sobre o humano

fazendas. Mas ela não pode fugir da nuvem de tempestade. Ela

voa até ela estar exausta.

34 EXT. UMA GRANDE ÁRVORE - DIA 34

Terras maléficas em um longo galho onde ela se senta, ofegando

e furioso. A tempestade de chuva privada ainda a atinge.

EM UM CAMPO DE COLHEITA - HER POV

Um grande CORVO senta-se na cabeça de um SCARECROW. Dois agricultores

jogue pedras nele.

FAZENDEIRO IRRITADO

Sai fora!

O corvo calmamente preenche suas penas enquanto as rochas voam

em torno dele. Finalmente, uma rocha atinge seu alvo. O Corvo

grita e voa para a árvore.

A GRANDE ÁRVORE

O corvo pousa ao lado de Malévola. Ela olha para ele. isto

olha de volta para ela. Eles guisam em silêncio. Depois de um momento

pula no galho para não ficar molhado.

CORTA PARA:
35 EXT. OS MOUROS - UM CASTELO ARRUINADO - PÔR DO SOL 35

Paredes em ruínas são tudo o que restou de um antigo castelo,

envolta em névoa espessa. Malévola está diante do

ruínas. A nuvem de chuva se foi.

26

MALEFICENTE

Preciso da tua ajuda.

Ela ouve a respiração gutural e o arranhar das garras.

Algo grande se aproxima. A névoa se agita. Malévola

aguarda. Em um momento, um homem sai da névoa. Ele tem um

pessoal pesado. Ele é ainda mais alto que Malévola e ferozmente

bonito com olhos escuros e malévolos. Ele usa um boné vermelho gasto

essa cor de sangue. Malévola se parece muito com ele.

PAI MALEFICENTE

Tome o trono sozinho.

MALEFICENTE

Você sabe por que eu vim.

PAI MALEFICENTE

Eu estou sempre assistindo. Você terá que

mate Kinloch.

MALEFICENTE

Eu não posso fazer isso.

PAI MALEFICENTE

Onde esta sua consciência?

vem de onde? Não serve para você.

Sua mãe também estava sobrecarregada.

Seus olhos escuros suavemente se abrem para pensar nela.

PAI MALEFICENTE

Se você quiser salvar seus amigos ...

embora eu não saiba por que você

depois de tudo o que fizeram com você ...


MALEFICENTE

Eu sou o único que sabe o que

este humano Henry está planejando. Eu

não aguenta e deixa ele nos usar

como servos e escravos!

PAI MALEFICENTE

Então atue! Faça o que deve ser feito. Mas

você será odiado por isso.

MALEFICENTE

Isso não é novidade.

PAI MALEFICENTE

Então solte-se. Me faz

orgulhoso.

Ele recua. A névoa o engole.

27

CORTA PARA:

36 EXT. Um PEAT BOG - NOITE 36

Malévola fica na beira do pântano lamacento. Ela fecha

os olhos dela. O suor escorre por sua testa enquanto MAGIC flui de

ela para o pântano. Começa a borbulhar e ferver.

Algo grande se move na lama. Um por um, cinco

CRIATURAS rastejam do pântano. Seus guardas são grandes, duros e

feio com asas de couro, braços longos que arrastam o chão e

pés virados para trás. Quando o último se arrasta,

Malévola afunda de exaustão.

CORTA PARA:

37 EXT. OS MOUROS - NOITE - NA ASA 37

Malévola voa baixo no chão seguido pelos seus guardas.

Ela procura por algo no chão. Ela vê o que

ela está procurando, pega e voa.

38 EXT. THE FAERIE MOUND - NOITE 38


As fadas ainda estão alinhadas para ficar na Pedra. Outras

entretenham-se com objetos humanos: pentes, escovas,

espelhos, etc. Terras maléficas no monte.

MALEFICENTE

Eu quero a minha vez na pedra.

Ela caminha em direção a ela com determinação. A luta das fadas

para sair do caminho dela.

FAERIE KING KINLOCH

Pare aí mesmo! PARE!

Ela sobe na Pedra da Rainha. Grita em protesto

tão alto que as fadas se encolhem e prendem os ouvidos.

FAERIE KING KINLOCH

Afasta-te! Afasta-te!

Mas Malévola se mantém firme.

Seus guardas pousam no monte. A pedra ainda grita. Ela

moções para Kinloch. Eles o tiram do trono e arrastam

ele fora. Malévola se afasta da Pedra da Rainha.

Pára de gritar abruptamente.

28.

Malévola planta-se firmemente no trono. Seus guardas

Tome seus lugares ao lado dela. Ela tira os chifres que ela

recuperado do chão. Ela os substitui em sua cabeça e

senta de volta com confiança. Rainha Malévola

MALEFICENTE

Ninguém deixa os mouros para o

mundo humano. Agora não. Nunca.

39 EXT. AS FARMLANDAS HUMANAS - NO DIA SEGUINTE 39

Os três Pixies voam em direção aos mouros levando presentes de

os humanos. Ao se aproximarem do FAERIE PATH, ele se ILUMINA

FOGO. FLAMES atirar para o céu na frente dos Pixies. Eles desenham

costas. Depois de um momento, as CHAMAS se dissipam.


THISTLEWIT

O que é que foi isso?

KNOTGRASS

Chamas súbitas inexplicáveis de

lugar algum.

Eles voam para a frente e SMACK para uma PAREDE INVISÍVEL. Eles caem

na grama, deixando cair o seu saque. Thistlewit se levanta e

tenta voar para frente novamente. Ela atinge a barreira invisível

e cai de novo. Ela tenta mais uma vez e cai.

KNOTGRASS

É um feitiço de ligação.

FLITTLE

Nós não podemos passar.

Thistlewit continua voando na barreira como uma abelha zangada.

Eles a arrastam para longe.

40 INT. O GRANDE SALÃO - DIA 40

O rei Henrique e a rainha Mary olham para o salão de banquetes.

REI HENRY

Onde estão todas as minhas pessoas da Feira?

RAINHA MARIA

Eles foram salvar para esses três.

Os Pixies sentam-se à mesa comendo leite e bolo.

29

REI HENRY

Vocês três. Abordagem.

Os Pixies se apresentam. Ele espera que eles se curvem. Rainha

Maria sussurra solícita.

RAINHA MARIA

Curve-se ao seu rei.

Eles olham um para o outro ... nós deveríamos? Knotgrass encolhe os ombros. Eles

arco. Flittle sente alguém olhando para ela. Ela olha para cima
veja a MULHER com o ROSTO AZUL encarando-a. Flittle

passos atrás de Thistlewit para se esconder.

REI HENRY

Você pode girar palha em ouro?

KNOTGRASS

Não.

REI HENRY

Você pode conjurar uma tempestade?

FLITTLE

Não.

REI HENRY

O que você pode fazer?

BELL-AZUL

Nós somos duendes de flores.

THISTLEWIT

Nós alegramos o seu dia com alegria

flores e flores.

Eles voam por aí, trazendo todas as flores murchas e

bouquets de volta à vida. O rei e a rainha consultam.

REI HENRY

Precisamos de melhores.

RAINHA MARIA

(para os duendes)

Onde estão todos os seus amigos?

KNOTGRASS

Alguém colocou um feitiço de ligação

pelo caminho. Nenhum de nós pode passar

através.

*
*

**

30

REI HENRY

Quem faria uma coisa dessas?

RAINHA MARIA

Deve ser aquela alta mal-humorada

um com o nome do mal ... Malafisis.

REI HENRY

Você conhece ela?

Eles balançam a cabeça vigorosamente.

FLITTLE

Ela não é nossa amiga.

Knotgrass vê Stefan passeando com a princesa. Ela

pontos.

KNOTGRASS

Mas ele a conhece muito bem.

REI HENRY

Você está aí ... jovem!

Stefan olha e indica ... eu?

REI HENRY

Abordagem.

Stefan olha para a princesa. Ela sorri encorajadoramente.

Stefan se aproxima do rei Henrique. Ele se curva.

REI HENRY

Qual é o seu nome, filho?

STEFAN

Stefan

REI HENRY

Eu não vi você antes. Onde


você é de?

STEFAN

Os mouros.

RAINHA MARIA

Ninguém mora lá, mas a Feira

Folk

Eles olham para Stefan: sem orelhas pontudas, sem asas.

31

REI HENRY

Você não é...

STEFAN

Não senhor. Eu sou tão humano quanto você.

Thistlewit faz um som de asfixia. Stefan olha para ela.

RAINHA MARIA

Você deve ser um changeling então.

REI HENRY

Changeling?

RAINHA MARIA

Ele foi tirado do berço como um

infantil e criado pelo Povo da Feira.

Stefan não nega isso.

REI HENRY

Então você pode ser útil. Você sabe

da fada do mal chamada Mafil ...

Macif ...

STEFAN

Malévola

REI HENRY

Você conhece ela.

STEFAN

Eu faço.
REI HENRY

Bem?

STEFAN

Sim.

Henry joga o braço sobre o ombro de Stefan.

REI HENRY

Você é um bom sujeito. eu posso

veja minha filha tomou bastante

gostando de você.

Os olhos de Stefan se enchem de possibilidade. O rei Henry o guia

longe. Os Pixies assistem tudo isso com curiosidade.

THISTLEWIT

Eu não sabia que Stefan era um

changeling. Eu pensei que ele era um

halfling.

32

KNOTGRASS

Ele é um halfling. Mas o Queen Mary

acha que ele é um changeling.

THISTLEWIT

Talvez ele seja meio changeling.

KNOTGRASS

Ele não é meio changeling. Ele é um

halfling inteiro.

Thistlewit pisca.

THISTLEWIT

Estou confuso.

KNOTGRASS

Claro que você é.

Eles se afastam. Flittle quase corre para a Dama Azul que

olha furiosamente. Ela sai correndo com os outros.


41 EXT. OS MOUROS - UM CÓRREGO ROCHOSO - NOITE 41

Malévola caminha perto de um córrego seguido por seus GUARDAS. o

os sons do BABBLING STREAM tornam-se VOZES BABILITANTES.

STREAM FAERY (O.S.)

A pedra gritou.

STREAM FAERY (O.S.)

Ela não tem direito ao trono.

STREAM FAERY (O.S.)

Ela estava errada em se fazer

Rainha.

Ela os ouve, mas continua andando. Seus guardas rosnam e correm

em direção às fadas do córrego.

MALEFICENTE

Deixe-os em paz.

Os guardas voltam com relutância. Eles continuam seguindo ela,

respirando no pescoço dela.

MALEFICENTE

E pare de me seguir!

Eles param. ela continua sozinha.

33

42 EXT. UMA LAGOA ESCURA - NOITE 42

Malévola senta-se em uma pedra comendo nozes pretas, sentindo-se mais

sozinho do que nunca. Um BRAÇO VERDE LONGO emerge da lagoa e

alcança seu tornozelo.

MALEFICENTE

Toque-me e você vai recuar um

toco enrugado.

O braço da Mulher Verde se retira para a lagoa.

43 EXT. O CAMINHO DO FAERIE - DIA 43

O outrora verde Caminho das Fadas é agora uma longa linha negra de

demarcação entre os pântanos selvagens e os humanos de King Henry


domínio.

44 EXT. A ESTRADA - DIA 44

Stefan senta em uma carroça ao lado de um motorista. Castelo do rei Henrique

é visível à distância atrás dele.

45 EXT. PERTO DA FAZENDA - DIA 45

O PASTOR, sua ESPOSA e FILHO estão no lugar onde o

Caminho de fada atravessa a estrada.

As ovelhas estão em um amontoado, estranhamente silenciosas. O fazendeiro

assobia para os collies que jazem no quintal da fazenda.

O PASTOR

Você me ouviu rapazes? Suba.

Os cães choramingam, mas não se mexem. Stefan e o motorista

aproximação no vagão. O cavalo relincha e empina.

STEFAN'S DRIVER

Uau!

O PASTOR

Seu cavalo não vai cruzar.

O pastor aponta para o caminho queimado e enegrecido.

Stefan olha para cima. Os pássaros voam para cima e para baixo

como peixe em um tanque.

34

O PASTOR

The Fair Folks colocou uma maldição sobre

nos.

A ESPOSA DO PASTOR

Não sei porque. Eu mato leite

e bolo para eles todos os dias.

STEFAN

(para o motorista)

Eu vou andar daqui.

Stefan sai com uma mochila. O motorista vira o vagão


por aí. Stefan se aproxima do caminho das Fadas e estuda-o.

STEFAN

(para o pastor)

Você pode atravessá-lo?

Ele e sua família recuam com medo.

O PASTOR

Nós não nos atrevemos.

O menino

À noite, vemos um pássaro com chifres

uma cabeça de uma mulher voando no

céu.

ESPOSA DO PASTOR

Ela tem uma série de duendes por trás dela.

Stefan tenta atravessar. É preciso um esforço para ele

empurre através da barreira invisível. Então algo cede

e ele tropeça para o outro lado.

46 EXT. O LADO DO FÉRIAS DO CAMINHO 46

Stefan olha em volta, surpreso com a súbita diferença de

as cores e a exuberância do campo que o rodeava.

O pastor e sua família acenam para ele do outro lado.

O PASTOR

Boa sorte para você!

O menino

Cuidado com a malvada Bird Woman!

Ele começa, seguindo a linha preta do Caminho das Fadas

nos pântanos selvagens além.

35

47 EXT. O FÉ MERGULHO - NOITE 47

Malévola senta no trono, cercada por seu feio

guardas babando. Eles coçam e rosnam como cachorros sarnentos.

Malévola tem o queixo na mão, sentindo-se muito sozinha. Ela


ouve algo e se senta abruptamente.

MALEFICENTE

Quieto!

Ela ouve. Uma VOZ no vento está chamando seu nome.

STEFAN (O.S.)

MALEFICENTE!

48 EXT. OS MOUROS - NOITE 48

Stefan fica em uma colina acima dos pântanos que varrem

longe abaixo dele.

STEFAN

Malévola!

Ele aperta os olhos quando vê algo no céu distante. o que

parece ser um pássaro com chifres com asas muito grandes sobe

para ele. Ele assiste enquanto Malévola voa mais perto. A cara dele

é uma mistura de alegria e arrependimento.

49 EXT. O MONTE - PORCO 49

Terras maléficas na colina. Seus rostos se enchem de emoção

para nos vermos novamente.

MALEFICENTE

Eu sabia que você não pertencia ao

mundo humano.

STEFAN

Eu pertenço lá, mais do que eu

Aqui.

MALEFICENTE

Então por que você voltou?

STEFAN

Eu senti muito a sua falta.

Seu coração pula.

36

MALEFICENTE
Voce estava com saudades de mim?

STEFAN

Eu te amo, Malévola ... eu sempre

ter...

Ele pega o queixo dela na mão e a beija.

Seus olhos se fecham e ela cai em um desmaio ... fora do

colina. Ele olha por cima.

50 EXT. O MONTE DE FAERIE 50

Seus guardas olham para cima para ver seu líder fazendo volutas de ar vertiginosas

à distância. Eles franzem a testa e grunhem com desaprovação.

51 EXT. UM BANCO DE RIO - NOITE 51

Malévola e Stefan sentam-se sob o abrigo de suas asas,

falando baixinho.

STEFAN

Eu tenho que admitir que existem alguns

coisas que os humanos fazem melhor que

nós fazemos.

MALEFICENTE

Eu não posso imaginar o que

STEFAN

Comida por uma coisa.

Ele abre a mochila e tira comida.

STEFAN

Pão, queijo, cidra de mel ...

Ele derrama um pouco de cidra em sua xícara. Ele oferece a ela alguns.

Ela empurra para longe.

MALEFICENTE

Nada humano para mim.

STEFAN

Você não sabe o que está perdendo.

MALEFICENTE
Eu estou perfeitamente feliz com o que nós

ter.

37

Ela derruba uma grande rosa vermelha do sangue que floresce em uma torção

videira. Orvalho vermelho cai em sua boca.

STEFAN

Eu me pergunto como seria o gosto

se misturássemos os dois juntos?

Ele derruba a Rosa de Sangue em sua xícara.

STEFAN

O melhor de dois mundos.

Ele gira ao redor e toma um gole.

STEFAN

Não é ruim.

Ele toma outro gole pequenino. Malévola considera. Ceder, ela estende a mão para a taça,
mas ele a segura de volta.

STEFAN

Nada humano para você.

Eles disputam a taça. Ela pega da mão dele e

toma um grande gole. Ele espera pelo veredicto. Ela pega

outra bebida, considera.

MALEFICENTE

É horrível.

Ele ri. Ela sorri para ele. O amor brilha por toda a sua

ser.

MALEFICENTE

Prometa-me que você nunca sairá

novamente.

STEFAN

Nunca. Eles se deitaram contra o

árvore juntos.
MALEFICENTE

Eu quero que esse momento dure para sempre.

STEFAN

Nós temos para sempre.

Ela fecha os olhos, afastando-se. Mas ela os abre

De repente entrou em pânico.

MALEFICENTE

Stefan?

38

STEFAN

Sim?

MALEFICENTE

Eu estava com medo que você tivesse ido.

STEFAN

Ainda aqui.

Ela suspira de contentamento e fecha os olhos novamente.

52 EXT. O BANCO DO RIO - DEPOIS 52

Malévola caiu em um profundo sono não natural. Stefan

senta ao lado dela.

STEFAN

Malévola

Ele sacode o ombro dela com força.

STEFAN

Malévola!

Ela não se agita. Ele pega uma CADEIA DE FERRO longa e fina

pacote. Ele segura por cima dela. Suas mãos tremem. Seu rosto é

estremecido de emoção. Ele balança a cabeça e deixa cair a sua

mãos. Depois de um momento, ele levanta a corrente novamente ...

CORTA PARA:

53 EXT. BANCO DO RIO - DAWN 53

Malévola geme de dor. Ela se senta e balança a cabeça


para limpar o sono espesso. A dor nas costas é intensa.

Ela olha em volta por Stefan, depois alcança por cima do ombro.

Seus dedos tocam uma longa queimadura cauterizada onde suas asas

costumava ser. No choque e horror em seus olhos nós:

CORTA PARA:

54 EXT. FARMLANDAS HUMANAS 54

Stefan corre pela estrada carregando um grande pacote em seu

costas. O motorista está no vagão próximo. Ele salta para

ajude-o a carregar o pacote.

MALEFICENTE (O.S.)

AAAAAAAAAHHHHHHHHH!

39

O seu LARGO DE LARGURA ANGUISHED ecoa pelas colinas e através

os charnecas. Stefan olha para cima. Ao som, o BURLAP

BUNDLE muda e luta.

STEFAN

Eu não deveria ter feito isso.

O MOTORISTA

É tarde demais agora.

Eles atacam o pacote e rapidamente se afastam.

55 EXT. O BANCO DO RIO - DIA 55

Malévola se debate ao redor, tentando alcançar o doloroso

feridas Ela mergulha no rio. As FARIAS DE ÁGUA

recuar, observando com os olhos enormes e medrosos. Maleficent sobe

sai e corre, delirando da dor agonizante.

56 EXT. OS MOUROS - DIA 56

Ela corre para escapar da dor.

No topo de uma colina alta, ela pula no ar,

esquecendo em seu delírio, que ela não tem mais asas.

Ela cai, descendo a colina até o fundo, onde ela

mentiras, ofegantes e ensangüentadas.


Enquanto ela está lá, ela olha para os pássaros voando

a sobrecarga. Sua dor e desgosto são indescritíveis.

57 EXT. CASTELO DE KING HENRY - DIA 57

A ponte levadiça se abre para o vagão de Stefan.

58 INT. CASTELO DE KING HENRY - DIA 58

Stefan está com o rei Henrique. O pacote está a seus pés

não se move mais.

STEFAN

Eu não pude matá-la. Então eu peguei

estes em vez disso.

Ele recolhe a serapilheira.

As grandes asas negras estão amarradas com cordas pesadas. Fascinado,

O rei Henrique inclina-se para um olhar mais atento. As asas lutam

assustando-o. Ele pula de volta.

40.

STEFAN

Suas asas sempre tiveram uma mente de

seus próprios.

REI HENRY Ela vai querer vingança por isso?

STEFAN

Absolutamente. Mas ela está mancando agora.

O povo justo não segue um

líder sem asas.

REI HENRY

Brilhante filho. Você me serviu

bem.

STEFAN

E a outra coisa?

Henry suspira. Ele não tem escolha.

REI HENRY

Eu direi a rainha para se preparar para


um casamento.

Stefan acena com a cabeça.

Seja qual for a culpa que ele sentiu foi varrida pela ambição.

59 EXT. OS MOUROS - NOITE 59

Malévola ainda está no lugar onde ela caiu. Algo tem

Deixou-a para sempre: esperança, crença, capacidade de amar.

PAI MALEFICENTE

Levante-se, Malévola.

Ela abre os olhos.

Seu pai está em cima dela, segurando sua equipe.

PAI MALEFICENTE

Essa dor é um presente. Você pode usar isso

crescer mais forte do que nunca

estavam.

Ela fecha os olhos novamente.

PAI MALEFICENTE

Ou você pode se deitar aqui e morrer.

Ele deixa sua equipe ao lado dela e se afasta.

41.

Um longo momento passa antes de seus dedos sentirem o cajado.

Ela usa para se levantar.

Um LOBO uiva.

Apoiando-se na equipe, ela vê um grande LOBO DE PRATA em um

colina distante. Ele se transforma e desaparece na névoa.

60 EXT. O CAMINHO DO FAERIE - PERTO DA FAZENDA 60

Usando a equipe como uma muleta, Malévola manca através do

Enegrecido Caminho das Fadas.

Seus olhos estão cheios de ódio. Ela coxeia o passado do fazendeiro

casa e paddock. Quando ela passa, o portão se abre. As ovelhas

acabar. Ela caminha pelo meio dos campos de cultivo humanos.

As colheitas murcham na videira em seu rastro.


61 EXT. AS FARMLANDS - VÁRIOS - PASSAGEM DO TEMPO 61

O clima muda. Nuvens se movem pelo céu. Malévola

ainda anda. Mas ela é mais forte agora. Ela fica mais

na vertical, inclinando-se menos na equipe.

Paredes de pedra seca desmoronam onde sua equipe atinge o solo.

Ela anda com um passo mais forte. A equipe não é mais

muleta. Ela planta no chão perto de um celeiro e

casa de fazenda. O chão treme violentamente. As estruturas

colapso. Agricultores, famílias e animais acabam.

Ela fica perto de uma cidade. Ela levanta a equipe. Nuvens de tempestade

De repente, entre. Um vento forte sopra. Relâmpago atinge o

Campanário da igreja.

62 EXT. UM MONTE - NOITE 62

Malévola fica em uma colina, com vista para o seu caminho de

destruição. Nada construído de mãos humanas permanece de pé.

Ela parece mais forte que nunca.

Seu olhar é intenso e feroz, toda a fraqueza desapareceu. Ela

Sorri pela primeira vez desde que Stefan pegou suas asas. Mas

há um brilho duro nos olhos dela que não estava lá antes.

CORTA PARA:

42.

63 INT. RETIRO MALEFICENTE - PÔR DO SOL 63

Maléfica dorme em um lugar escuro na floresta perto da colheita

Campos. Ela abre os olhos ao som de pássaros.

Ela olha para cima para ver os pássaros cavalgando o vento no céu

acima. Ela está perdida em memórias agridoces brevemente.

DIAVAL (O.S.)

Awk!

64 EXT. CAMPO DE UM FAZENDEIRO - HER POV 64

O corvo de anos anteriores, senta-se em um caule estudando um

pilha de milho maduro no chão. Ele voa para baixo e arrebata


uma orelha. Uma rede pesada cai sobre ele.

FAZENDEIRO IRRITADO # 1

Peguei ele!

O corvo se esforça para escapar.

DIAVAL

Awk! Awk!

Os dois agricultores se aproximam com clubes pesados.

De seu retiro, Malévola observa os humanos com ódio.

Os fazendeiros avançam sobre o pássaro, levantando seus clubes ...

MALEFICENTE (O.S.)

Agora um homem.

O corvo se transforma em um homem. DIAVAL encontra-se no

chão em um corpo humano nu. Os fazendeiros estão aturdidos.

Diaval lança fora da rede e sobe a seus pés instável.

FAZENDEIRO IRRITADO

É um demônio!

Diaval agarra o clube e balança para eles.

DIAVAL

Eu sou o diabo! Eu venho do inferno

para voce!

Os agricultores assustados correm. Diaval derruba o clube e parece

em seu corpo humano com desânimo.

Como um homem, Diaval é preto-irlandês com cabelo preto sedoso e

olhos escuros. Sua voz tem uma cadência irlandesa rica e melódica.

**

43.

Ele também tem um toque de vaidade e é propenso a se enfeitar.

Malévola sai das sombras.

DIAVAL

O que você fez com meu lindo

auto?
MALEFICENTE

Você prefere que eu os deixe bater?

você até a morte?

Ele levanta os braços sem asas e olha para o corpo nu.

DIAVAL

Não tenho certeza.

MALEFICENTE

Pare de reclamar. Salvei seu

vida.

DIAVAL

Me perdoe. Estou em débito com você.

Ela joga uma capa para ele se cobrir. Ele olha para ela.

DIAVAL

O que aconteceu com suas asas?

MALEFICENTE

Você lembra de mim.

DIAVAL

Eles eram magníficos.

MALEFICENTE

Você será minhas asas agora.

65 INT. CASTELO DE HENRY - HALL - DIA 65

O rei Henry reclama e elogia Stefan.

REI HENRY

Você disse que eles voltariam!

STEFAN

Eu nunca disse...

REI HENRY

Você disse que eles não seguiriam

líder sem asas!

44

STEFAN
O feitiço de ligação ainda está em

Lugar, colocar.

REI HENRY

Eu não quero desculpas! eu deveria ser

rico e controle de toda a terra!

Em vez disso, meu reino está em ruínas! Ele

acenar para a janela aberta. Stefan

olha para fora.

66 EXT. O CAMPO - seu POV 66

As colheitas estão mortas. As estruturas humanas são destruídas como se

um tornado passou.

67 INT. A TORRE - A MESMA VISTA 67

Os Pixies estão nas ameias da torre olhando para fora.

Borboletas pululam em volta da cabeça de Flittle.

FLITTLE

Você acha que Malévola fez isso?

KNOTGRASS

Quem mais poderia ser?

THISTLEWIT

Por que ela faria isso?

FLITTLE

Ela é mal pelo mal.

THISTLEWIT

O que isso significa?

KNOTGRASS

Ela não precisa de um motivo.

68 INT. AS ESCADAS DA TORRE - DIA 68

Eles descem a escada em espiral até um pequeno patamar. Eles vão

através de uma porta, depois descer outro lance de escadas. Eles viram

em um círculo, confuso.

FLITTLE
Onde estamos?

45

KNOTGRASS

Deste jeito.

THISTLEWIT

Não, por aqui.

Ela abre a porta. Ela ofega o que vê dentro. Ela

tropeça de volta para os outros dois. Eles perdem o equilíbrio

e todos caem gritando, descendo as escadas.

69 INT. O GRANDE SALÃO - DIA 69

REI HENRY

Eu deveria ter conhecido não confiar

Alguém que foi criado por elfos!

STEFAN

Pessoas Justas.

REI HENRY

Se você não fizer algo sobre

aquela bruxa malvada ...

STEFAN

Ela não é uma bruxa.

REI HENRY

Eu te dei a mão da minha filha. Eu

Te fiz o próximo na fila para o meu trono.

Se você não fizer algo, eu vou

anular o casamento e jogá-lo em

a masmorra!

Os Pixies caem no quarto e aterram em uma pilha no

chão. As borboletas de Flittle se espalham no ar.

REI HENRY

Tire esses imbecis inúteis de

meu...!
Uma das borboletas voa em sua boca.

Ele suga, engasga e engasga.

As fadas riem. Henry cambaleia tentando respirar. Dele

coroa cai no chão. Os olhos de Stefan se enchem de escuridão

realização. Ele acena os Pixies.

Knotgrass e Flittle pegam Thistlewit e saem correndo.

O rosto de Henry está ficando roxo. Stefan se inclina. Henry

acha que ele vai ajudá-lo. Mas Stefan apenas pega

a coroa caída e sai.

46

NA JANELA

Diaval, o Corvo, viu a coisa toda. Ele voa para longe.

70 EXT. FLORESTA DE STEFAN - MAIS TARDE 70

Maleficent anda em uma clareira. Diaval, o homem, tem

terminou de contar a ela o que ele testemunhou.

MALEFICENTE

E agora ele será rei. Ele fez isso

para mim, para que ele pudesse ser rei!

Ela grita de frustração e raiva. INCÊNDIO BRANCO entra em erupção

dela. Uma árvore próxima explode em chamas.

As chamas varrem de uma árvore para a outra. Ela está tão perdida

sua fúria, ela não percebe que ela está incendiando as árvores.

DIAVAL

Amante! Você não sabe o que

voce esta fazendo! Isto não é o que você

quer! Amante!

Suas palavras passam. Sua raiva desaparece e agora ela vê o

árvores queimando.

MALEFICENTE

Não...

Ela fecha os olhos. Com um esforço supremo, ela desenha


chamas de volta para si mesma.

Ela fecha seus ROBES, apagando-os, depois cai para ela

joelhos, exaustos. Fumaça sobe dela.

Ela olha para cima, horrorizada ao ver as árvores arruinadas. Ela fecha sua

olhos novamente. Nova magia flui dela para as árvores.

Novo latido cresce, novas folhas verdes brotam. Logo, eles são tão

bonitos como eram. Ela se levanta, renovada, como se um profundo

catarse ocorreu.

MALEFICENTE

Venha, Diaval. Eu também fui

longo.

Ele pousa em seu ombro.

47

71 EXT. O MONTE DO FAERIE - NOITE 71

Kinloch e um grupo de fadas tentam retomar o trono

enquanto os guardas de Malévola estão dormindo.

Mas eles acordam, babando e rosnando. Kinloch joga

MAGIA para eles, mas não tem efeito.

Os guardas avançam sobre eles. O maior guarda joga Kinloch

para o chão e pisa nele, rindo.

Os outros pegam fadas e jogam no ar como pano

bonecas ou tentar tirar as asas como cruel

crianças. As fadas gritam.

MALEFICENTE (O.S.)

Pare!

Os guardas derrubam as fadas e olham em volta nervosamente.

Malévola fica nas sombras com Diaval nela

ombro. Ela coloca os chifres em sua cabeça, então a reúne

coragem e passos corajosamente em vista.

KINLOCH

Malévola
Ela define o queixo e caminha pelas fadas atônitas

em direção ao trono.

UM FAERIE

Onde estão as asas dela?

OUTRO FAERIE

Ela perdeu as asas.

Ela enfrenta o maior guarda que fica entre ela e o

trono. Ela acena para fora do caminho dela.

MALEFICENTE

Mover.

Ele cospe para ela. Uma gosma salgada desce pela bochecha dela.

Os Fearies recuam nervosamente. Ela se move para agarrá-lo, mas

ele voa no ar. Os outros guardas voam e circulam

ela de cima.

DIAVAL

AWK!

Ele começa a voar para defendê-la.

48

MALEFICENTE

Diaval

Ela o afasta. Ela olha para os próprios lacaios circulando

acima. Eles caem, garras estendidas, gritando como

banshees. Ela luta contra eles com fogo branco e puro poder de

vai.

Finalmente, todos os cinco guardas jaziam no chão para ela

pés ... subjugados mas vivos.

Ofegante e sangrando da luta, ela passa por eles e

Passos para a Pedra da Rainha em seu caminho para o trono. o

Stone grita, assustando-a. Ela tropeça e depois vira

de volta para ele, com raiva.

MALEFICENTE
Eu já tive o suficiente disso.

Ela segura seu cajado sobre a Pedra e lentamente a ergue.

A pedra é arrancada do chão.

Está suspenso no ar. Ela faz um movimento com sua equipe.

A pedra é atirada para longe. Ela cai com um pesado THUD

em algum lugar na distância distante. Ela se senta no trono.

Diaval pousa em seu ombro.

MALEFICENTE

Alguém mais quer me desafiar?

Ninguém diz uma palavra.

72 EXT. OS MOUROS - UM FLUXO - DIA 72

Malévola se banha na água fria. Diaval pousa em uma árvore

filial nas proximidades. Malévola lava as costas e encontra um dos

as longas cicatrizes levantadas. Seus dedos permanecem ali.

Malévola se cobre com sua capa quando sai de

a água. Ela acena com a mão.

MALEFICENTE

Agora um homem.

Diaval se transforma em um MAN escondido por arbustos. Ela joga

ele um pequeno saco de roupas que ela carrega para ele.

MALEFICENTE

Conte-me.

Diaval emerge, completamente vestido. Ele está nervoso em entregar

as notícias.

49.

DIAVAL

O rei Stefan e a rainha Leah tiveram

uma criança.

A notícia que ela temia.

MALEFICENTE

Oh dia abençoado. Eles nomearam o


pequena besta?

DIAVAL

Aurora.

MALEFICENTE

O amanhecer. Que esperto.

DIAVAL

Eles estão tendo um batismo em breve.

MALEFICENTE

E você não trouxe meu convite?

73 EXT. CASTELO DE KING STEFAN - DIA 73

Pessoas vestidas em trajes formais se aproximam do castelo.

Bandeiras festivas voam.

74 INT. O GRANDE SALÃO - DIA 74

As pessoas enchem o corredor. Stefan e Leah cumprimentam o poço

Wishers. Knotgrass, Flittle e Thistlewit entram.

STEFAN

Não esses três!

LEAH

Seja gentil, Stefan. Eles têm

presentes mágicos para o nosso filho.

STEFAN

Eu não quero moscas-da-manteiga

ao redor do bebê!

Os Pixies estão de pé sobre o berço do bebê.

A velha rainha Mary a atende. Knotgrass chega e toca

a testa do bebê.

50

KNOTGRASS

Doce Aurora, eu te dou o presente

De beleza.

Flittle chega para tocar o bebê.


FLITTLE

Querido filho, você vai ...

Ela percebe a dama azul no meio da multidão.

FLITTLE

... nunca seja azul mas feliz todo o

dias de sua vida.

É a vez de Thistlewit. As portas se abrem. Assobios do vento

através. RACHADURAS DO TROVÃO e Malévola estão lá. Diaval

voa e empoleira-se no ombro dela.

STEFAN

Malévola!

De repente ele está com muito medo.

MALEFICENTE

Então Stefan, você é rei, finalmente.

É o que você sempre quis. Você

teria feito qualquer coisa ... bem,

você fez.

STEFAN

Você não é bem vindo aqui.

MALEFICENTE

E fico profundamente ofendido com isso.

(para Leah)

Ah ... a adorável Leah. Mas onde está

a criança? Você deve estar tão orgulhoso.

STEFAN

Fique longe dela!

MALEFICENTE

Oh Stefan ... você realmente acha que eu

prejudicaria um bebê inocente? eu apenas

quero ver a pequena criatura.

O Pixies está na frente do berço de forma protetora.


Malévola ri.

MALEFICENTE

Vocês três! Bem, tem feroz

protecção! Fora do meu caminho, mosquitos!

51

Ela sopra para eles. A FIERCE WIND os devolve.

Parte do cabelo de Thistlewit é arrancado. Ela agarra a cabeça dela

espantado. Malévola puxa de lado a cortina e se inclina

o berço.

BABY AURORA é tão adorável quanto os bebês. Enquanto ela olha

o bebê, o ciúme enche seu coração. A velha raiva e

vingança subir nela novamente. Ela olha para Stefan como se fosse

são apenas os dois na sala.

MALEFICENTE

Você roubou algo precioso de

mim. E agora você me deve alguma coisa

precioso em troca.

STEFAN

O que você vai fazer?

MALEFICENTE

Tome o que eu devo.

STEFAN

Guardas!

Eles começam a correr em sua direção, mas Malévola segura sua equipe

acima. Eles congelam, meio passo.

MALEFICENTE

Acalme-se. Não vou roubar

seu bebê. Eu apenas quero dar

ela é um presente.

Ela olha para o bebê novamente.

MALEFICENTE
A criança será, de fato, abençoada

com beleza e felicidade todo o

dias de sua breve vida humana.

LEAH

Você disse ... breve?

MALEFICENTE

Aproveite sua garotinha enquanto você

pode, princesa. Você vai tê-la

até seu décimo sexto aniversário. Eles

podem ser tais monstros nessa idade,

você provavelmente vai me agradecer por isso.

Leah está tão assustada que quase está chorando.

52

LEAH

Para quê?

STEFAN

Guardas!

Eles ainda não conseguem se mexer.

MALEFICENTE

Ouço. À meia-noite nela

décimo sexto aniversário, algo vai

acontecer, uma pequena coisa realmente, um

acidente simples.

Ela olha para a esquina e vê o SPINNING do Queen Mary

RODA.

MALEFICENTE

Ela vai espetar ela linda

dedo no fuso de uma fiação


roda...

Ela olha em volta para os rostos assustados, segurando seus

respirações. Malévola leva tempo, aproveitando isso.

MALEFICENTE

... E morrer !

Os rostos se enchem de horror. Leah grita. Ela olha para Stefan.

MALEFICENTE

Justo é justo.

STEFAN

Por favor, não faça isso. Eu sinto Muito

pelo que fiz pra você.

Malévola ri.

MALEFICENTE

Não desculpe o suficiente.

Ela levanta as vestes. Fogo branco entra em erupção ao redor dela.

STEFAN

Esperar! Escute-me!

Ela desaparece na fumaça. Diaval circula pelo corredor. Ele

voa para fora da porta aberta. Comoção irrompe. Leah corre para o

berço e pega a criança. *

53

LEAH

Stefan! Faça alguma coisa!

Afobado, ele aponta para Thistlewit.

STEFAN

Você! Você não deu seu presente

ainda.

LEAH

Ela pode desfazer a maldição?

KNOTGRASS

Não. Malévola é muito poderosa


agora.

STEFAN

Mas você poderia alterá-lo de alguma forma.

THISTLEWIT

Alterá-lo?

STEFAN

Mude, seu idiota! mudança

Maldição de Malévola!

THISTLEWIT

Mas eu sou apenas uma fada de flores!

KNOTGRASS

Nós vamos ajudá-lo.

Knotgrass e Flittle pegam suas mãos. Leah segura o bebê

em direção a ela. As borboletas de Flittle voam ao redor dela.

THISTLEWIT

Eu não consigo pensar com todos esses

borboletas!

Flittle tira suas borboletas para longe. Knotgrass sussurra em

o ouvido dela. Thistlewit repete isso.

THISTLEWIT

Aurora vai picar o dedo nela

décimo sexto aniversário. Mas isso não vai

ser ... uh ... uh ...

Knotgrass sussurra novamente. Ela continua.

THISTLEWIT

... morte que a reclama, somente

dormir.

Stefan acena com a cabeça. Agora Flittle sussurra no ouvido de Thistlewit.

54

THISTLEWIT

E ela só pode ser acordada por verdade


beijo de amor

Thistlewit toca a testa do bebê.

THISTLEWIT

Feito.

LEAH

Meu filho está salvo!

STEFAN

Malévola não será detida

facilmente. Queime toda a fiação

rodas!

CORTA PARA:

75 EXT. OS MOUROS - O MONTE DO FAERIE - NOITE 75

Malévola senta em seu trono, dizendo aos guardas tudo sobre

isto. Relógios Diaval nas proximidades.

MALEFICENTE

Ele estava me implorando. Você devia ter

viu seus rostos. "Não nosso bebê!"

Ela suspira com profunda satisfação.

MALEFICENTE

A vingança é tudo o que dizem

é.

Os guardas resmungam e escravizam de acordo. Mas reviravoltas Diaval

sua cabeça ... incomodada.

76 EXT. CASTELO DE KING STEFAN - O BERÇÁRIO - NOITE 76

Os Pixies e o Queen Mary vigiam o berço. Rainha

Mary ronca.

THISTLEWIT

Eu não acho que Stefan goste muito de nós

Muito de.

KNOTGRASS

Nós o tratamos mal quando ele estava


jovem.

55

FLITTLE

Foi culpa dele por ser um

halfling.

KNOTGRASS

Ele gostaria de se livrar de nós, mas nós

sabe demais.

Flittle suspira, brincando com suas borboletas.

FLITTLE

Eu gostaria que pudéssemos ir para casa para o nosso

campos e flores.

KNOTGRASS

Malévola nunca nos deixará vir

volte agora.

THISTLEWIT

Então estamos presos aqui com maldade

Stefan

Stefan entra.

STEFAN

Significa o rei Stefan. E você está certo

Eu não suporto vocês três. assim

Eu tenho uma tarefa que irá mantê-lo

fora da minha vista por muito tempo

Tempo.

77 EXT. CASTELO DE KING STEFAN - NOITE 77

Os Pixies estão em uma carroça com roupas de camponês.

Leah segura o bebê, perturbado. Relógios Diaval de um

árvore próxima.

LEAH

Não faça isso!


STEFAN

Você quer que nosso filho esteja seguro?

Ele puxa o bebê para fora de seus braços e entrega-a ao

Pixies

STEFAN

Leve o bebê para dentro da floresta.

Esconda-a lá. No dia seguinte

seu décimo sexto aniversário, traga-a

de volta para nós. Voce entende?

**

56

Eles acenam com a cabeça.

STEFAN

diz! O que você vai fazer?

PIXIES

Esconda o bebê na floresta.

STEFAN

Até quando?

PIXIES

Até o décimo sexto aniversário.

THISTLEWIT

Nós não somos idiotas!

Ele chicoteia o cavalo.

STEFAN

Fique longe dos pântanos!

Leah chora amargamente.

STEFAN

Pare de chorar. Você pode ter outro

criança.

Ele faz sinal para a rainha Mary levá-la. Então ele fala ao seu
Capitão.

STEFAN

Arme os homens com armas de ferro. Caçar

Malévola para baixo. Quando você a encontrar

não mostres misericórdia.

78 EXT. A ESTRADA - DIA 78

Diaval está sentado em uma árvore ao lado da estrada. The Pixies ’

vagão pára embaixo. Um bebê chora nas costas.

KNOTGRASS

Don seus lenços, senhoras. Nós devemos

usá-los em todos os momentos, então vamos

não ser reconhecido.

Eles os colocam. A carroça continua.

57

79 EXT. UMA LIMPEZA NA FLORESTA - MAIS TARDE 79

Uma casa abandonada fica uma clareira. Diaval pousa no

cobertura. A carroça dos Pixies se aproxima.

KNOTGRASS

O que precisamos é de um abandonado

casa de campo onde ninguém vai nos encontrar.

Ele grita para chamar sua atenção.

DIAVAL

Awk!

FLITTLE

Gosta daquele?

Ela aponta para a cabana.

KNOTGRASS

Exatamente. Precisamos de uma casa de campo apenas

Curtiu isso. Fique atento.

Eles continuam passando por ele, direto da clareira. Diaval

torce a cabeça como se não acreditasse que idiotas são.


Depois de um momento, a carroça aparece novamente.

Os Pixies estudam a cabana, depois gritam e correm para ela.

Eles afastam teias de aranha, abrem a porta e entram.

Flores irrompem das janelas. As rosas de escalada aceleram o

paredes ásperas. Diaval voa.

80 EXT. O MONTE DO FAERIE - DIA 80

Malévola senta em seu trono enquanto Diaval, o Homem, a enche

dentro.

MALEFICENTE Ele está confiando nesses idiotas? Para

Levantar o bebê dele? Isso é impagável! Eu

tenho que ver isso por mim mesmo.

81 EXT. A CASA - DIA 81

A casa está repleta de flores, por dentro e por fora. Malévola

e Diaval espia pela janela para o bebê em uma cesta.

Malévola olha para ela com antipatia indisfarçada.

MALEFICENTE

É tão feio que quase pude sentir

me desculpe por isso.

58

Diaval olha para o bebê.

NO BEBÊ - SEU POV

Ele gorgoleja. Nada poderia ser mais bonito. Eles ouvem os Pixies e

de volta.

NA COZINHA - SEU POV

Os Pixies estão em volta da cesta olhando para o bebê que está

Começou a chorar.

FLITTLE

Eu não suporto o choro. Ela é

me dando uma dor de cabeça.

KNOTGRASS

Calma, baby!
FLITTLE

Tudo o que ela pensa é ela mesma.

KNOTGRASS

Talvez ela esteja com fome.

THISTLEWIT

Você acha que ela gosta de frutas?

KNOTGRASS

Todos os bebês gostam de frutas.

Eles colocaram uma maçã inteira sem cortes, uma banana e uma laranja no

cesta com o bebê.

FLITTLE

Isso deve calar a boca dela por um tempo.

Eles se afastam.

82 EXT. A CASA - DIA 82

MALEFICENTE

Aquele bebê vai morrer de fome com

aqueles três cuidando disso.

Malévola se afasta, despreocupado. Diaval torce a cabeça

preocupado com a criança. Ele voa rapidamente e retorna

com uma grande flor branca.

59

83 INT. A COZINHA - DIA 83

Ele pula na janela e na borda da cesta.

Ele segura o MILK FLOWER na boca do bebê. Ela chupa

felizmente.

CORTA PARA:

84 EXT. A CASA - NOITE 84

O bebê chora dentro da casa. Diaval anda em um longo

ramo em uma árvore ansiosamente. Finalmente, ele voa e parece

na janela.

SOBRE OS PIXIES - POV DO DIAVAL


Os Pixies dormem através dos lamentos do bebê. Eles têm

algodão recheado em seus ouvidos. Diaval pula dentro.

85 INT. A CASA - NOITE 85

O bebê chora no berço.

Diaval pula na borda. Ele usa seu peso para fazer isso

balance suavemente. Gradualmente, o bebê pára de chorar.

CORTA PARA:

86 EXT. A FLORESTA - NOITE 86

Enquanto Diaval voa pela floresta, ele ouve sons humanos:

cascos de cavalos, gritos.

CORTA PARA:

87 EXT. OUTRA PARTE DA FLORESTA - NOITE 87

Diaval voa em direção a Malévola com urgência. Ela acena a mão

para transformá-lo.

MALEFICENTE

Agora um homem.

Ele se transforma em um homem. Ela joga suas roupas para ele. Ele

muda atrás dos arbustos.

60

DIAVAL

Os homens de Stefan estão em busca de

você. Ele está armado com ferro

armas.

MALEFICENTE

Eu tenho armas de um tipo diferente.

Ela levanta sua equipe. Um MIST grosso sobe na floresta.

NOS HOMENS DE STEFAN

Eles estão envolvidos em um MIST impenetrável. Tem massa

confusão.

CAPITÃO

Retiro!
NO MALEFICENTE

Ela se afasta pela floresta.

Sem aviso, os HOMENS de Stefan saem da névoa diretamente

adiante. Seus cavalos se dirigem para ela.

Ela não tem tempo para correr. De repente, uma PRATA ENORME

WOLF pula na frente dela.

Os cavalos entram em pânico e retaguarda.

O LOBO os persegue. Malévola se senta em uma pedra

e espera. Em um momento, seu pai se aproxima.

MALEFICENTE

Eu poderia ter lidado com isso sozinho.

PAI MALEFICENTE

Eu não deveria ter interferido.

MALEFICENTE

Não é como você.

PAI MALEFICENTE

Eu não sei o que aconteceu comigo. Mas

Fico feliz em ver que você veio

de volta com uma vingança. A maldição

foi magistral.

MALEFICENTE

Stefan merece tudo o que ele recebe.

61

PAI MALEFICENTE

Olho por olho. Dente por um

dente.

MALEFICENTE

Exatamente.

PAI MALEFICENTE

Estou orgulhoso de você. É só o

tipo de coisa que eu teria feito.


Ele se afasta na névoa. Malévola pensa sobre isso,

estranhamente instável.

CORTA PARA:

88 INT. CASTELO DE KING STEFAN 88

O capitão tira o capacete pesado. Ele é empoeirado e

Exausta. Stefan levanta a mão.

STEFAN

Não fale a menos que as palavras sejam:

"Malévola está morta".

O capitão abaixa a cabeça e se afasta.

DISSOLVE PARA:

89 EXT. UM PRADO - DIA 89

Os gritos e risadas de uma criança enchem o ar. Os duendes

perseguir Aurora TRÊS ANOS através de um prado.

90 EXT. UMA ÁRVORE - DIA 90

Malévola e Diaval observam de uma árvore alta através de uma íngreme

barranco além deles.

O PRADO

Knotgrass tropeça e cai. Há um pileup de Pixie.

KNOTGRASS

Sai fora!

FLITTLE

Eu perdi meu chinelo!

62.

THISTLEWIT

Você está pisando no meu cabelo.

Enquanto apertam e guincham, a criança Aurora corre.

NO BEBÊ - POV MALEFICENTE

A criança sem supervisão corre em linha reta em direção ao íngreme

drop-off do barranco.

MALEFICENTE
O pequeno animal vai cair

nessa ravina.

SOBRE OS PIXIES

Os Pixies nem notaram que Aurora se foi.

SOBRE MALEFICENTE E DIAVAL

MALEFICENTE

Eles sabem que ela se foi?

DIAVAL

AWK!

Ele voa para alertá-los.

NA CRIANÇA

Ela está chegando mais perto da queda.

NO MALEFICENTE

Ela está ficando nervosa.

MALEFICENTE

Volte. Você vai cair.

NA CRIANÇA

Ela ainda não está diminuindo. Ela corre para a beira do

deixar.

NO MALEFICENTE

MALEFICENTE

Volte!

NA CRIANÇA

Ela corre direto da borda íngreme. Mas ela não cai. Ela

paira no ar, suas pernas gordinhas ainda correndo no lugar.

**

**

63

NO MALEFICENTE

Ela segura a equipe, magicamente mantendo o bebê no


ar.

NO BEBÊ

O bebê ri alegremente.

NO MALEFICENTE

Ela sorri apesar de si mesma. Ela gira a equipe.

NA CRIANÇA

O bebê gira de cabeça para baixo e volta, então mantém

correndo no ar de volta ao penhasco. Seus pezinhos pousam em

chão firme e ela corre de volta o caminho que ela veio.

NO MALEFICENTE

Ela deixa cair o bastão e balança a cabeça.

91 EXT. O PRADO - DIA 91

Diaval voa ao redor da cabeça dos Pixies tentando obter seus

atenção. Eles atacam ele.

FLITTLE

Vá embora!

Diaval arrebata os cabelos de Thistlewit.

THISTLEWIT

Não toque no cabelo!

Diaval ouve o riso. Ele vê a criança voltando

em direção aos Pixies. Ela corre para eles. Eles a pegam.

KNOTGRASS

Aí está você!

DISSOLVE PARA:

92 EXT. O MONTE DO FÉRIAS - DIA 92

Malévola senta em seu trono. Diaval está empoleirado nela

ombro. Ele preenche suas penas. Ela desenha distraidamente no

sujeira com sua equipe. Eles estão pensando em Aurora.

64

MALEFICENTE

Eu me pergunto o que o pequeno animal é


até?

Ambos saltam um pouco ansiosos demais.

93 EXT. A CASA - DIA 93

Os Pixies estão fazendo um piquenique. AURORA tem 5 anos agora.

Malévola e Diaval observam das sombras da floresta.

Uma chuva de outono repentinamente encharca os Pixies.

Eles gritam e correm para a casa esquecendo tudo sobre

Aurora. Aurora os segue de volta para a cabana.

Mas eles já fecharam a porta. Ela bate nele, mas

Ninguém responde. Ela chora. Ainda ninguém vem.

Malévola e Diaval se olham. Aurora sai por aí

a casa de campo, procurando uma maneira de entrar, soluçando e ficando

encharcado. Malévola levanta as mãos com desgosto.

Ela levanta seu pessoal. UM VENTO FORCE DE GALÃO sopra com raiva o

porta da frente fora de suas dobradiças.

94 INT. A CASA - DIA 94

Os Pixies olham para a porta quebrada. Aurora entra,

encharcado e chorando.

KNOTGRASS

Aí está você.

DISSOLVE PARA:

95 EXT. A FLORESTA - DIA 95

Aurora é 7. Ela reúne bagas. Ela senta-se debaixo de uma árvore

para comer alguns. Em um momento, seus olhos se fecham e ela se desloca

fora. Um SNAKE rasteja para ela dos arbustos.

Aproxima-se.

De repente, um SOMBRA alto de HORNED aparece sobre a garota adormecida.

A equipe de Maleficent levanta a cobra e a joga fora.

NO MALEFICENTE

Ela fica em cima da criança adormecida.

65
Sua expressão suaviza brevemente. Então ela balança a cabeça

se admoestar por ter um momento fraco. Ela olha

em Diaval na árvore.

MALEFICENTE

O que?

Ele vira a cabeça como se não visse nada.

DISSOLVE PARA:

96 EXT. AS MADEIRAS - DIA 96

Aurora tem agora 10 anos de idade. Ela joga luta de espadas com um

amigo invisível perto de um rio correndo.

AURORA

Yah! Yah! Tem em você!

Seu jogo a leva para o rio. Ela cruza no degrau

pedras, mas perde o equilíbrio e cai no rio.

97 EXT. O RIO - NA AURORA 97

A corrente é forte. Ela está varrida rio abaixo. Ela vai

sob, surge, ofegante, agarra as raízes das árvores, qualquer coisa.

Ela afunda novamente. Sua mão alcança e encontra ...

Equipe da Malévola. Ela agarra com as duas mãos e

ela é puxada para o banco.

98 EXT. O BANCO - DIA 98

Ela deita de bruços no banco, sem se mexer. Malévola

A SOMBRA CHAMADA se inclina sobre ela para ver se ela está respirando.

Aurora suspira. A sombra de Malévola se retira.

DISSOLVE PARA:

99 EXT. NA AURORA E A SOMBRA MALEFICENTE - DIA 99

15 anos de idade, AURORA corre em direção ao caminho das fadas e

mouros além. A sombra de Malévola com Diaval nela

ombro rastreia ela como ela vai.

KNOTGRASS (O.S.)

Volte, Aurora! *
66

Aurora se vira. A sombra de Malévola mistura-se rapidamente

com a sombra de uma rocha. Aurora é muito bonita com minúscula

características delicadas. Os Pixies a chamam da cabana.

FLITTLE

Não chegue perto dos mouros!

AURORA

Por que não posso?

KNOTGRASS

Porque nós dissemos isso.

AURORA

Você sempre diz isso.

NO MALEFICENTE E DIAVAL, O HOMEM

Eles se sentam na rocha, observando-a entrar.

MALEFICENTE

Eles estão fazendo tudo errado.

Se eles dizem "não", isso é

exatamente o que ela fará.

DIAVAL

Posso lhe fazer uma pergunta?

MALEFICENTE

Depende.

DIAVAL

Quando você planeja desfazer sua

maldição?

MALEFICENTE Quem disse que eu estava planejando desfazer isso?

DIAVAL

Amante.

MALEFICENTE

Eu odeio o pequeno animal.

DIAVAL
Você odeia Stefan! Posso falar

livremente?

MALEFICENTE

Você não consegue se ajudar.

***

67

DIAVAL

Você não é tão ruim quanto pensa

estamos.

Irritada, ela acena a mão para transformá-lo.

MALEFICENTE

Seja um pássaro!

Mas desta vez, ele pega a mão dela e segura.

DIAVAL

Toda vez que você não gosta do que eu

tenho que dizer que você me transformar de volta

em um pássaro.

MALEFICENTE

Eu pensei que você gostasse de ser um pássaro.

Ele olha para ela com mais sentimentos do que ele pode compartilhar.

DIAVAL

Não tanto quanto eu costumava.

Malévola olha para longe. Ela acena a mão abruptamente e

transforma ele.

100 INT. CASTELO DE STEFAN - O GRANDE SALÃO - DIA 100

O rei Stefan envelheceu além de seus anos. Crianças correm e

grito. Leah está grávida de novo.

STEFAN

Seus filhos estão me deixando louco!

LEAH
Eles são seus filhos também.

O capitão se aproxima. Ele se curva e retira o capacete. Ele é

ficou cinza.

STEFAN

Bem?

O capitão balança a cabeça.

STEFAN

Eu não quero ouvir isso!

LEAH

Ele não disse nada. Deixe o homem

falar.

68

CAPITÃO DE STEFAN

Pai. Meus homens e eu procuramos

o comprimento e largura da terra,

reino a reino, costa a costa

e de volta. Nós suportamos

tempestades, nevascas, força do vendaval

ventos, calor escaldante e

ataque de inúmeras criaturas selvagens.

Mas Malévola não é para ser encontrada.

Eu sinto muito por ter falhado com você.

STEFAN

Você está demitido!

O capitão se afasta, secretamente aliviado.

LEAH

Por que você ainda está procurando por isso?

bruxa?

STEFAN

Ela não é uma bruxa.

LEAH
Ela pode estar morta.

STEFAN

Ela não está morta. Eu saberia se ela

estavam.

Leah olha para o marido com curiosidade.

LEAH

Existe algo que você não disse

mim?

STEFAN

Não.

LEAH

Você tem que esquecer

Malévola

LEAH

Aurora será devolvida para nós em breve

e esse desagrado será

atrás de nós.

STEFAN

O que sua mãe está fazendo?

A velha Rainha Maria senta-se junto à janela em uma roda de fiar.

69

LEAH

Girando, Stefan.

Ela gosta do trabalho.

STEFAN

Eu tinha todas as rodas giratórias

destruído.

LEAH

Já faz anos. Tenho certeza


Malévola esqueceu tudo sobre

aquele insulto bobo no

batismo.

STEFAN

Ela não esqueceu. Malévola

não pode ser subestimado. Nós temos

para permanecer diligente, especialmente agora.

Eu quero aquela roda de fiar queimada.

Leah olha para o marido, pensando em todos os outros homens que ela

pode ter se casado.

101 EXT. O MONTE DO FAERIE - NOITE 101

Malévola senta em seu trono cercada pelos guardas.

Diaval se senta em seu ombro.

Kinloch e algumas fadas se aproximam.

KINLOCH

Sua Majestade.

Ela é instantaneamente defensiva.

MALEFICENTE

O que é isso? Você não gosta do jeito

Eu governo? Tudo está bem nos mouros

não é?

KINLOCH

Sim.

MALEFICENTE

Então, qual parece ser o problema?

KINLOCH

Nós não somos livres para ir ao humano

mundo.

70

MALEFICENTE
Ah, bem, isso é um preço que todos nós devemos

aprenda a viver. Agora vá embora

antes de me tornar desagradável.

KINLOCH

(em voz baixa)

Tornar-se?

Malévola ouviu isso. Ela nivela seu olhar escuro nele.

MALEFICENTE

Isso não é desagradável. Você quer

para ver o que desagradável parece?

O rosto de Maleficent muda.

Sua natureza mais escura vem à superfície. Raiva e

amargura torcer seu rosto para que ela realmente parece

assustador. Fogo Branco entra em erupção ao redor dela. Kinloch e

os fadas fogem. Golpes maléficos Diaval.

MALEFICENTE

Ele me fez fazer isso. Eu não gostei

Em tudo.

102 INT. A CASA - NOITE 102

Malévola fica do lado de fora da cabana.

NA JANELA - HER POV

Ela pode ver Aurora em sua camisola se preparando para dormir.

NO MALEFICENTE

Ela parece rasgada como se lutasse contra as forças das trevas. Ela vira

abruptamente e vai embora.

103 INT. QUARTO DO AURORA 103

Ela está em sua cama. Os Pixies abrem a porta.

KNOTGRASS

Ela está dormindo ainda?

Ela fecha os olhos, fingindo. Eles fecham a porta.

71
104 INT. A COZINHA - NOITE 104

Os Pixies tiram suas blusas esfarrapadas e camponesas como

sutiãs muito apertados e soltar suas asas, esticando

los fora.

105 INT. QUARTO DO AURORA 105

Ela abre os olhos novamente e se senta. Ela olha para fora

janela.

NAS MATAS - HER POV

A névoa sobe pelas colinas a distância. o

mouros parecem atraí-la.

NA AURORA

Aurora olha para a cozinha, depois abre a janela e

desliza para a noite.

105A EXT. O CAMINHO DO FAERIE - NOITE 105A

Aurora atravessa o caminho das fadas e chega aos pântanos

pulando com alegria travessa.

106 EXT. OS MOUROS - NOITE 106

Aurora segue o caminho das fadas. Ela ouve as VOZES FAERIAS.

Ela pára para ouvir.

NAS FAMÍLIAS DE MOORLAND - HER POV

Ela vê o Folk Fair camuflado nas flores, árvores,

riachos e lagoas.

AURORA

Eu sabia que você estava aqui.

107 EXT. A CASA DE CAMPO - NOITE 107

Malévola voltou. Ela se aproxima da cabana

sem som. Ela vê a janela de Aurora, aberta agora. Ela franze a testa

e olha para dentro.

NO QUARTO DO AURORA - HER POV

A cama está vazia. Aurora não está à vista.

***
72

108 EXT. A CASA - NOITE 108

Preocupada, Malévola se move para a janela da cozinha.

109 INT. A COZINHA - NOITE 109

Os Pixies voam pela cozinha, batendo um no outro,

derrubando as coisas e rindo histericamente. Jarros de leite

estava derramado sobre a mesa. Borboletas são abundantes.

NO MALEFICENTE

Ela procura Aurora em pânico. Diaval voa em direção a

dela. Ela acena a mão para transformá-lo.

MALEFICENTE

Agora um homem!

Ele se transforma antes de aterrissar. Ele bate no chão com força.

DIAVAL

Você pode esperar até que eu tenha desembarcado?

MALEFICENTE

Você viu Aurora?

DIAVAL

Eu a vi nos pântanos.

MALEFICENTE

Então o que você está fazendo aqui? Você

não deveria tê-la deixado em paz! Ela

não pode passear por aí por

ela mesma!

DIAVAL

Eu pensei que você a odiasse.

Ela se afasta. Ele olha para o seu corpo humano.

DIAVAL

Não me deixe assim.

NO MALEFICENTE

Ela acena uma mão impaciente sobre a cabeça.


MALEFICENTE

Seja um pássaro.

Em um momento, Diaval mete a cabeça dela, só um pouquinho

fechar.

**

73

MALEFICENTE

Fique com ela!

110 EXT. OS MOUROS - A ÁRVORE DE BLACKTHORN - NOITE 110

A lua cheia brilha em Aurora que fica no fundo

da árvore olhando para os elfos. Eles gritam para ela.

Ela não tem medo deles. Diaval circunda e terras

em uma árvore próxima para vigiar.

Um PEAT BOG

Aurora se aproxima do pântano e observa os Wallerbogs

baba e drible.

SOBRE A SOMBRA DA LUA DO MALEFICENTE - POV DA AURORA

A sombra de Malévola aparece sobre ela de repente. É distinto

e claro ao luar. Aurora sorri para ver.

AURORA

Eu sei que voce esta ai.

A sombra recua de repente. Ela se vira.

AURORA

Não tenha medo.

A voz divertida de Malévola responde por detrás das rochas.

MALEFICENTE (O.S.)

Eu não estou com medo.

AURORA

Então saia.

MALEFICENTE

Você ficará surpreso.


AURORA

Eu não vou. Sair.

Malévola surge. Aurora sorri, não menos surpresa

por sua aparência.

AURORA

Olá, fada madrinha.

Malévola tenta não rir.

**

74

MALEFICENTE

Você acha que eu sou sua fada

Madrinha?

AURORA

Quem mais você seria? Você já foi

cuidando de mim toda a minha vida.

MALEFICENTE

Alguém tinha que fazer.

AURORA

Eu sempre soube de você ... sempre

desde que eu era uma garotinha.

Ela se vira para que a sombra de Malévola caia sobre ela

novamente.

AURORA

Entende? Essa é a sombra que eu tenho

vendo desde que eu era pequena.

Onde quer que eu fosse essa sombra era

sempre comigo. Mas você não tem

um pássaro?

Na sombra, Diaval pousa no ombro de Malévola.

MALEFICENTE

Isso é Diaval.
Aurora se vira e chega para acariciá-lo. Ele preens. SELVAGEM

MULHERES ELÁFICAS e SPRITES WEB-FOOTED com dentes afiados assistir

das raízes grossas e emaranhadas das árvores. Aurora os vê.

AURORA

Quem são eles?

Passos malévolos entre eles.

MALEFICENTE

Nem todo mundo que você encontra nos mouros

é benevolente. Você nunca deve vir

aqui sozinho.

AURORA

Eu não estou com medo.

MALEFICENTE

Isso é suficiente por uma noite.

AURORA

Mas...

Malévola acena a mão na frente dos olhos dela.

75

MALEFICENTE

Dormir.

Aurora fica mole. Malévola pega ela, levantando-a

mãos. Aurora flutua no ar.

111 EXT. A floresta - perto da aurora 111

Uma Aurora adormecida retorna à cabana.

Diaval voa em frente. Malévola anda para trás.

112 INT. A CASA DE CAMPO - QUARTO DO AURORA 112

Malévola a abaixa de volta em sua cama.

Ela puxa as cobertas para cima, então ela acena com as mãos sobre ela.

MALEFICENTE

Minha maldição está desfeita. Você é livre para

viver uma vida longa e feliz. E você


nunca vai contar suas tias sobre

mim. Boa noite, besta.

113 EXT. A CASA DE CAMPO - A PRÓXIMA MANHÃ

A cozinha é um desastre. Flittle sobe em uma pilha de

cadeiras para obter um vaso. Thistlewit e Knotgrass sentar no

mesa. Thistlewit tem a cabeça entre as mãos.

THISTLEWIT

Eu bebi muito leite. Por que você

deixa eu fazer isso?

KNOTGRASS

Onde está seu lenço?

THISTLEWIT

Eu perdi isso.

Knotgrass tenta colocar um lenço no Thistlewit que empurra

ela longe. Flittle pega o vaso. Ela perde

equilíbrio e cai no chão.

FLITTLE

Ah! Isso não teria acontecido se

Eu poderia usar minhas asas.

KNOTGRASS

Shh! Ela vai levantar logo.

76

FLITTLE

Eu quero voar de novo!

THISTLEWIT

Eu quero voltar para o castelo!

KNOTGRASS

Eu também! Você acha que eu gosto de ser

preso neste pequeno horrível

casa de campo com vocês dois imbecis?

Todos eles começam a chorar. Aurora entra para encontrar suas tias
berrando. Ela sacode a cabeça como se isso não fosse novidade.

AURORA

Lá. Lá. O que aconteceu

Tempo?

FLITTLE

Eu caí e me machuquei.

Ela ajuda Flittle up.

AURORA

Pobre coisa velha. Esperar. eu tenho um

questão. Quantos anos você tem? Você

Parecia o mesmo toda a minha vida. E

outra coisa, porque nós temos

flores da primavera, mesmo no inverno?

Ela acena para as borboletas.

AURORA

E onde estão todas essas borboletas

vindo de?

Ninguém aventura uma resposta.

FLITTLE

Então você dormiu bem?

AURORA

E por que você sempre ignora meu

questões!

Eles colocam em volta da cozinha.

KNOTGRASS

Você gostaria de café da manhã, repolho?

FLITTLE

Ela não quer repolho para

café da manhã. Quem come repolho para

café da manhã?

77
KNOTGRASS

Eu não disse, você quer repolho

para o café da manhã? Eu disse ... você quer

café da manhã, repolho?

Aurora sacode a cabeça e olha para o céu ... Por que eu?

114 EXT. OS MOUROS - UM POÇO DE PEAT - OUTRA NOITE 114

Aurora brinca no pântano de turfa com os Wallerbogs.

Moscas de lama. Ela ri histericamente. Malévola e Diaval

compartilhe sua diversão.

115 EXT. OS MOUROS - OUTRA NOITE 115

Aurora e Malévola se sentam juntos em uma rocha com vista para o

mouros Eles observam Diaval voar alto no vento acima.

AURORA

E ele também é homem?

MALEFICENTE

Se eu quero que ele seja.

Aurora assiste Heather Faeries voar sobre os prados abaixo.

AURORA

Todas as Pessoas Justas têm

asas?

MALEFICENTE

A maioria faz.

AURORA

Então por que você não?

A antiga raiva de repente surge em Malévola.

MALEFICENTE

Eu disse ... a maioria faz!

Aurora é surpreendida.

AURORA

Desculpe eu perguntei.

Malévola suaviza.
78

MALEFICENTE

Eu tive asas uma vez.

AURORA

O que aconteceu com eles?

MALEFICENTE

Eles foram roubados de mim. Isso é

tudo o que vou dizer sobre isso.

AURORA

De que cor eles eram?

MALEFICENTE

Preto. E isso é o suficiente

eles.

Aurora espera um minuto.

AURORA

Quão grandes eram eles?

MALEFICENTE

Aurora.

Aurora fica quieta. Malévola olha, lembrando.

MALEFICENTE

Tão grande que eles arrastaram atrás de mim quando

Eu andei. E eles eram fortes.

Eles poderiam me levar acima do

nuvens e direto para o

ventos contrários. Eles nunca vacilaram. Não

uma vez. Eu poderia confiar neles.

Aurora pode ver sua perda e arrependimento. Ela pega a mão dela.

Malévola olha para a mão do filho de Stefan sozinha.

Seu coração congela. Ela puxa para longe.

MALEFICENTE

Hora de voltar.
116 EXT. OS MOUROS - PERTO DA DAWN 116

Eles caminham juntos pelas colinas enevoadas. Diaval voa

acima.

AURORA

Eu tenho uma confissão a fazer.

*****

79

MALEFICENTE

Você?

AURORA

O dia todo, tudo em que consigo pensar

está voltando para os mouros. eu amo

aqui. Parece um lar para mim.

MALEFICENTE Esta não é a sua casa.

Aurora caminha um pouco à frente dela.

AURORA

Então onde está? E não me diga

é aquela cabana com minhas tias.

Ela pisa na borda de uma pedra branca que se projeta

o chão. Quando seu pé pousa brevemente sobre ele ... isto RUGA,

balançando o chão. Aurora pula rapidamente.

AURORA

O que é que foi isso?

Malévola olha em volta, alarmada.

MALEFICENTE

Volte. Rapidamente!

Aurora corre de volta para ela e pisa na pedra novamente.

ROARS. Aurora corre para o lado dela. Malévola e Diaval

olhe para a pedra branca.

NA PEDRA DA RAINHA

Está inclinado e meio enterrado em terra e grama.


MALEFICENTE

Então é aí que caiu.

Aurora se aproxima.

AURORA

O que é isso?

Malévola olha da Pedra da Rainha para Aurora ... e de volta

novamente com choque e realização.

AURORA

O que está errado?

80

MALEFICENTE

Nada. Vá dormir.

Ela acena a mão na frente de seus olhos.

Aurora fica mole. Malévola a mantém no ar enquanto dorme.

Ela olha para Diaval.

MALEFICENTE

Como isso é possível?

Ela fecha os olhos e segura o cajado sobre a Pedra.

Ela lentamente levanta do chão e coloca na vertical

em cima do chão. Ela afasta a sujeira.

Então ela lentamente abaixa o propenso, dormindo Aurora sobre o

Pedra da Rainha. Ela é tão pequena que se encaixa perfeitamente.

Quando o corpo dela se acalma, os PIRRS DE PEDRA, exatamente o caminho

isso aconteceu quando Ulla se empolgou anos antes. Malévola parece

em Diaval com descrença.

CORTA PARA:

117 EXT. OS MOUROS - UM CASTELO ARRUINADO - PÔR DO SOL 117

Malévola está diante das ruínas. Em um momento, seu pai

aparece.

PAI MALEFICENTE

Esta é uma reviravolta interessante


destino.

MALEFICENTE

Se Aurora é a verdadeira rainha, então

talvez eu devesse descer.

PAI MALEFICENTE

Você desistiria do seu trono? Ao

filho de seu inimigo jurado não menos?

O que deu em você?

MALEFICENTE

Nunca foi meu. Eu peguei por

força.

PAI MALEFICENTE

Você fez o que tinha que ser feito no

Tempo. Esqueça a pedra. Enterrar

isto. Ninguém jamais saberá.

81

MALEFICENTE

Eu saberei.

PAI MALEFICENTE

Há essa consciência novamente. Eu

acho que o corvo está certo sobre você.

Ele parece desapontado enquanto caminha de volta para as ruínas.

118 EXT. OS MOUROS - NOITE 118

Caminhada maléfica, praticando o que ela vai dizer.

MALEFICENTE

Há algo que você precisa

sabe .... isso vai vir como um

grande choque ... não ... sente-se ...

Ela ouve o riso de Aurora. Ela ouve. Tem outro

voz desconhecida. Voz de um homem jovem. As palavras não são

distinto. Maleficent pares através da folhagem.


NA AURORA E PHILLIP - HER POV

Aurora está falando com um homem jovem e bonito que segura um branco

cavalo.

PHILLIP

É melhor eu estar no meu caminho.

Ele entra no cavalo.

AURORA

Qual o seu nome?

PHILLIP

Phillip. Talvez eu tenha a sorte

para te ver novamente.

AURORA

Então eu teria sorte também.

PHILLIP

Onde você mora?

Ela abre os braços.

AURORA

Aqui.

82

PHILLIP

Então eu vou te ver aqui!

Ele foge. Aurora o observa com um sorriso secreto.

A SOMBRA-LUA de Malévola surge sobre ela de repente.

MALEFICENTE

E quem foi esse?

AURORA

Ninguém.

MALEFICENTE

(raivosamente)

Eu vi você conversando com um homem ... Quem

foi isso ?
Aurora fica surpresa com a raiva dela.

AURORA

Oh, o nome dele era Phillip ... Ele

perdeu seu caminho.

MALEFICENTE

Você não deve falar com estranhos.

AURORA

Você soa como minhas tias.

MALEFICENTE

Eu não sou como suas tias!

AURORA

Então por que você está agindo como eles?

MALEFICENTE

Estou tentando mantê-lo seguro!

AURORA

Eu tenho quase dezesseis anos! Eu posso cuidar

de mim mesmo!

Ela se vira e sai correndo. Malévola não vai atrás dela.

MALEFICENTE

Bem! Continue! Saia de você

sua própria bagunça. Eu já tive o suficiente

isto!

Ela foge por um momento, depois olha para Diaval em um

árvore próxima.

**

83

MALEFICENTE

Bem, vá atrás dela!


119 EXT. UMA LAGOA ESCURA - NOITE 119

Aurora senta em uma pedra para amuar. Um BRAÇO VERDE LONGO emerge

da água e chega em sua direção. Diaval chega apenas

como a MULHER DE ÁGUA VERDE agarra o tornozelo de Aurora. O verde

Mulher puxa Aurora em direção à água. Diaval mergulha para ela.

DIAVAL

Awk! Awk!

NO MALEFICENTE

Ela ouve seu choro. Ela ouve.

AURORA (O.S.)

Não! Me deixar ir!

Malévola corre.

120 EXT. A LAGOA - NOITE 120

Aurora chuta a mulher verde enquanto ela a puxa para o

agua.

AURORA

Solte!

NO MALEFICENTE

Ela corre. Suas vestes voam para trás como asas.

A LAGOA

A mulher verde tem Aurora na água. Diaval mergulha em

dela. Aurora grita enquanto a água fria se fecha sobre sua cabeça.

121 EXT. A LAGOA ESCURA - SUBAQUÁTICA 121

A Mulher Verde a arrasta para as profundezas escuras. Diaval

mergulha na água depois deles.

Ele apunhala a mulher verde com o bico. Aurora luta

para sair de seu alcance.

De repente, Malévola mergulha na água. Ela puxa

Aurora fora do aperto da Mulher Verde.

84
Aurora nada à superfície como Malévola, a Mulher Verde

e Diaval batalha debaixo d'água.

122 EXT. OS BANCOS DA LAGOA - DIA 122

Tossindo e ofegando, Aurora se arrasta para fora da lagoa.

Ela corre.

123 EXT. A LAGOA - SUBAQUÁTICA 123

A batalha continua até que a mulher verde flutua para longe

sem vida. Malévola chuta para a superfície.

A SUPERFÍCIE

Ela explode para fora da água, ofegando por ar.

Ela sobe no banco e vê o corpo do corvo flutuando

na água. Ela o pega e coloca ele no banco. Ele

não se move.

MALEFICENTE

Diaval?

Ela agita as mãos dele sobre ele freneticamente.

MALEFICENTE

Agora um homem!

Diaval transforma. Mas ele ainda não está respirando.

MALEFICENTE

Diaval? Diaval!

Ela bate em seu peito. Ele engasga de repente e engole em seco

ar. Malévola se inclina para trás, mais aliviada do que nunca

pensei que ela seria. Diaval se senta.

MALEFICENTE

Eu pensei que tinha te perdido.

Mas isso é muito revelador.

MALEFICENTE

Então o que eu faria por asas?

Diaval cobre seu desapontamento com sua atitude arrogante.

Ele olha em volta.


***

85

DIAVAL

Onde está Aurora?

124 INT. A CASA DE CAMPO - QUARTO DO AURORA 124

Aurora dorme em sua cama. Malévola está sobre ela.

MALEFICENTE

Aurora?

Ela não se agita. Malévola puxa as cobertas sobre ela

gentilmente e sai.

Diaval se senta na janela por um momento antes de voar.

Depois que eles saíram, Aurora abre os olhos.

125 INT. A CASA DE CAMPO - QUARTO DA AURORA - DIA 125

Os Pixies invadiram seu quarto, acordando-a abruptamente.

THISTLEWIT

Feliz aniversário, repolho!

KNOTGRASS

Estamos numa viagem adorável

hoje.

Aurora olha pela janela para os pântanos.

AURORA

Eu não quero ir em uma jornada.

KNOTGRASS

Você não tem escolha. Pegue ela

vestido.

Eles jogam roupas para ela.

126 EXT. A CASA DE CAMPO - DIA 126

Os Pixies estão no vagão. Aurora está relutante. Ela parece

fora nos mouros.

AURORA

Eu não vou.
FLITTLE

Por que não?

86

AURORA

Tem alguém com quem preciso conversar.

KNOTGRASS

Quem? Você não conhece ninguém.

AURORA

Eu não vou.

Knotgrass finalmente perde isso.

KNOTGRASS

Dezesseis anos. Nós cuidamos

você aqui no meio de

em nenhum lugar nesse quebrado raggedy

choupana por dezesseis anos!

FLITTLE

Nós suportamos suas reclamações e

chorando e vomitando ...

THISTLEWIT

E todas as suas perguntas idiotas que

nós não sabemos as respostas para!

KNOTGRASS

Nós fizemos o nosso trabalho. E agora estamos

dando-lhe de volta. Entre no vagão!

Eles a puxam para dentro da carroça com força e a prendem

entre eles. Knotgrass chicoteia o cavalo. Aurora olha para trás

nos mouros quando eles saem.

CORTA PARA:

127 EXT. CASTELO DE KING STEFAN - NOITE 127

O vagão dos duendes aproxima o castelo em uma corrida inoperante.

128 INT. O GRANDE SALÃO - NOITE 128


O salão está sendo configurado para a chegada do Aurora no dia seguinte.

Servos criam tabelas.

As crianças correm. Leah segura um bebê. Os Pixies entram

com Aurora. Ela está completamente perplexa.

PIXIES

Estamos de volta!

87

STEFAN

O que você está fazendo aqui? Tu es

não chegar até amanhã.

KNOTGRASS

Hoje é o décimo sexto aniversário dela.

STEFAN

Eu te disse para trazer o dia para ela

depois do aniversário dela.

Aurora olha em volta para o pesado quarto opressivo ... o ferro

filigrana acima. Ela coloca a mão na parede de pedra e

puxa de volta rapidamente. Ela estremece.

THISTLEWIT

Bem, faz muito tempo. Como

podemos esperar que nos lembremos?

STEFAN

Eu deveria ter conhecido não confiar

Flor Pixies! Onde está a criança?

Ele parece bem depois de Aurora. Eles a empurram para ele.

FLITTLE

Aqui.

STEFAN

Este?

KNOTGRASS

Aurora, conheça sua mãe e


pai.

Aurora está tão chocada que ela não consegue falar. Leah entrega seu bebê para

uma babá e abre os braços para Aurora.

LEAH

Venha aqui e me deixe ter um

olhe para você.

Ela recua um passo.

STEFAN

O que vamos fazer com ela?

O idiota Pixies trouxe ela

volta um dia cedo demais.

Flittle cruza os braços.

88

FLITTLE

Bem, nós não vamos levá-la de volta.

AURORA

Eu não posso ficar de qualquer maneira.

Ela esfrega a ponta do dedo indicador distraidamente.

STEFAN

Nós vamos ter que trancá-lo em um cofre

lugar para a noite.

AURORA

Por quê?

LEAH

Eu sei que é um terrível regresso a casa

caro. Mas seu pai está preocupado

sobre alguma maldição antiga.

AURORA

Eu tenho que voltar para os mouros.

STEFAN

Que a vida acabou.


Stefan a puxa para longe. Flittle vê a dama com o azul

Cara que cresceu muito mais velho. Ela aponta para Flittle.

SENHORA AZUL

Você arruinou minha vida!

Flittle agarra Knotgrass com urgência.

FLITTLE

Eu mudei de ideia. Eu quero ir

De volta ao pequeno chalé horrível.

129 INT. O HALL - DIA 129

Stefan conduz Firmemente pelo corredor.

AURORA

Deixe-me voltar. Por favor. Isto é um

erro.

STEFAN

O choramingar e implorando pode ter

amoleceu os Pixies, mas não eu.

Ele a coloca em um quarto.

**

89

STEFAN

Bem-vindo a casa. Nós vamos falar no

manhã quando tudo isso acabar.

Ele fecha a porta e tranca a porta.

130 EXT. A CASA - NOITE 130

Persianas batem nas janelas. Diaval pousa no peitoril e

olha para dentro

DIAVAL

Awk! Awk!

Malévola sai das sombras e entra.

131 INT. A CASA DE CAMPO - NOITE 131

Ela caminha pela casa desarrumada e desarrumada.


As flores estão murchas sem a presença de Pixies lá.

Uma borboleta perdida foi deixada para trás. Ela entra em

Quarto da Aurora.

132 INT. QUARTO DO AURORA - NOITE 132

Mas a cama está vazia. Alarme inunda seu rosto.

MALEFICENTE

Diaval!

Ele voa pela janela.

MALEFICENTE

Aqueles idiotas a levaram! Voar para

O castelo de Stefan! Eu não tenho asas!

Mosca!

133 INT. CASTELO DE STEFAN - A COZINHA - NOITE 133

Os Pixies se empanturram de leite e doces enquanto o

os servos se movimentam ao redor deles. Diaval pousa na janela.

KNOTGRASS

Mesmo se nós a trouxéssemos de volta também

em breve, ainda estamos frustrados

Maldição de Malévola.

90

FLITTLE

Ela não vai morrer quando ela pica ela

dedo. Graças ao nosso rápido

pensando.

THISTLEWIT

Meu pensamento rápido. Eu era o único

quem disse: "Não será a morte

que afirma que ela só dorme ".

Diaval torce a cabeça com curiosidade.

KNOTGRASS

Eu dei essa ideia para você.


THISTLEWIT

Não, você não fez.

KNOTGRASS

Sim eu fiz.

FLITTLE

E eu pensei na parte sobre

"beijo de amor verdadeiro".

THISTLEWIT

Não, você não fez.

KNOTGRASS

Sim ela fez.

THISTLEWIT

Foi o meu feitiço! Eu disse "Ela pode

só seja acordado pelo verdadeiro beijo do amor "!

KNOTGRASS

Nós demos tudo para você.

THISTLEWIT

Não, você não!

Diaval ouviu o suficiente. Ele voa para longe.

134 INT. QUARTO DO AURORA - NOITE 134

A lua brilha em Aurora que esfrega a ponta do seu índice

dedo novamente. Ela vai até a janela e olha para fora. Diaval

pousa no peitoril.

AURORA

Diaval? Isso é você?

91

DIAVAL

Awk!

Ele voa.

AURORA

Onde você vai?


Ela esfrega o dedo novamente.

135 INT. O CORREDOR - NOITE 135

Stefan anda nervosamente enquanto fala com seus homens. A pequena chave

para o quarto de Aurora fica em uma mesa.

STEFAN

Malévola virá à meia-noite para

observe sua maldição se desdobrar. O momento

ela aparece, use o ferro. Não

hesite.

Diaval pousa na mesa. Stefan o vê.

Ele percebe e faz um agarrar por ele. Diaval evade-lo e

arrebata a chave em seu bico.

STEFAN

Pegue esse pássaro!

Diaval voa com a chave em seu bico evitando o

homens. Ele voa para fora do quarto. Diaval voa pelo corredor

com os homens de Stefan para trás. Ele assusta os servos que se aproximam

e derruba mesas e cadeiras.

136 INT. QUARTO DO AURORA - NOITE 136

Ela ouve uma comoção no corredor. Uma chave balança no

porta.

137 EXT. THE HALL - NA PORTA DA AURORA 137

Diaval vibra enquanto tenta encaixar a chave na fechadura com

seu bico. Os homens de Stefan correm em direção a ele.

Ele finalmente consegue encaixar. Os homens atiram objetos. Ele

evade-os, depois vira a chave com o bico.

**

92

138 INT. QUARTO DO AURORA - NOITE 138

Ela ouve a trava girar e gira a maçaneta.

A porta se abre.
Lá fora, os guardas e servos gritam e jogam coisas em

o corvo que voa para distraí-los. Deslizamentos Aurora

longe invisível.

139 EXT. A ESTRADA - NOITE 139

Malévola corre tão rápido quanto seus pés a levarão. Ela parece

para o céu, desejando desesperadamente por asas.

140 EXT. O GRANDE SALÃO - NOITE 140

Stefan olha pela porta aberta para o quarto vazio de Aurora.

STEFAN

Procure no castelo pela princesa

Aurora.

141 EXT. A ESTRADA - NOITE 141

Diaval voa em direção a Malévola. Ele desce. Ela ondas

a mão dela.

MALEFICENTE

Agora um homem.

Ele atinge o chão correndo transformado em um homem.

Malévola joga-lhe uma sacola de roupas.

DIAVAL

Os Pixies mudaram sua maldição.

MALEFICENTE

Minha maldição foi desfeita anos atrás.

DIAVAL

Eles o substituíram por seus próprios.

MALEFICENTE

Os Pixies? Eles não são espertos

suficiente.

DIAVAL

(impacientemente)

Ouço! Quando ela pica o dedo

esta noite, Aurora vai adormecer.


93

MALEFICENTE

Cair no sono adormecer? Agora tem um desagradável

maldição.

DIAVAL

E ela só pode ser acordada por "verdade

beijo do amor ".

Sua risada desaparece abruptamente.

MALEFICENTE

Diga isso de novo.

DIAVAL

Ela só pode ser acordada por "verdade

beijo do amor ".

MALEFICENTE

Mas não existe tal coisa.

DIAVAL

O que?

MALEFICENTE

Não existe "verdade"

amor. "Não existe.

Ela está olhando diretamente para ele. Mas ela não consegue ver o amor em

os olhos dele.

MALEFICENTE

Se ela picar o dedo, ela vai

nunca acorde. Ela vai dormir

para sempre. Nós temos que pará-la!

CORTA PARA:

142 INT. A TORRE - NOITE 142

Aurora sobe as escadas da torre e corre para uma pequena sala

esconder. O relógio da Torre do Sino começa a piscar à meia-noite. 1.

143 INT. SALA DE UMA TORRE - NOITE 143


Ela entra no minúsculo quarto. O relógio pisca novamente. DOIS. Rainha

Maria se senta sob o luar, trabalhando em uma roda de fiar.

RAINHA HUMANA MARIA

Olá Aurora. Você cresceu para ser

uma linda jovem.

**

94

O relógio CLANGS. TRÊS. Aurora esfrega a ponta do dedo

que está latejando terrivelmente.

AURORA

Quem é Você?

RAINHA HUMANA MARIA

Sua avó, querida.

O relógio CLANGS. QUATRO.

144 EXT. A ESTRADA - NOITE 144

Relógios Malévolos Diaval voam à frente. Ela corre até ela

não pode mais ser executado. Ela dobra para recuperar o fôlego.

NO CASTELO DE STEFAN - HER POV

Ela pode ver a distância.

NO MALEFICENTE

Mas ela sabe que nunca conseguirá a tempo. Ela levanta

punhos em fúria.

MALEFICENTE

Eu preciso de asas!

Ela ouve um WHINNY.

NO CAVALO BRANCO

Um MAGNÍFICO CAVALO BRANCO desce a colina em direção a ela. isto

pára ao lado dela, as narinas dilatadas. Ela balança a cabeça e salta

montado em suas costas nuas. Eles galopam.

145 INT. SALA DA TORRE PEQUENA - NOITE 145


Aurora não consegue tirar os olhos do SPINDLE.

AURORA

Por que você está girando aqui todos

sozinho?

Ela se aproxima. Seu dedo palpita. O relógio ressoa CINCO.

RAINHA HUMANA MARIA

O rei Stefan queria toda a fiação

rodas queimadas.

SEIS.

95

RAINHA HUMANA MARIA

Sua mãe e eu escondemos essa aqui

aqui onde ele nunca iria encontrá-lo.

SETE. Hipnotizada, Aurora alcança o fuso.

RAINHA HUMANA MARIA

Não toque! É afiada. Você poderia

pique seu dedo ...

OITO. Ela puxa o dedo para trás e esfrega.

AURORA

Mas eu...

NOVE. Ela atinge o dedo novamente.

AURORA

...devo.

DEZ. Stefan corre para o quarto.

STEFAN

PARE!

ONZE. Aurora pica o dedo no fuso. O relógio

greves DOZE. Aurora cai no chão.

CORTA PARA:

146 EXT. A ESTRADA - EM MALEFICENTE 146

Malévola engasga quando ela sente Aurora cair. O cavalo pára


como se sentisse isso também. Ela desmorona no pescoço do cavalo.

O desespero enche seu coração.

CORTA PARA:

147 INT. CASTELO DE STEFAN - QUARTO DE AURORA - MAIS TARDE 147

Aurora está deitada em sua cama, profundamente no sono encantado.

Stefan e Leah olham para ela. Os Pixies estão lá como

bem. Leah chora.

STEFAN

Pare de chorar. Ela está apenas dormindo.

LEAH

O que fazemos agora?

96

STEFAN

Não houve algo sobre um beijo

acordá-la?

Todos se voltam para olhar para o Thistlewit.

THISTLEWIT

Por que você está olhando para mim?

KNOTGRASS

Você é quem mudou o

soletrar.

THISTLEWIT

Eu! Mas você disse...

STEFAN

(para os duendes)

Encontre alguém para beijá-la. Alguém adequado.

Ele sai. Leah acalma seu bebê.

LEAH

Nenhum beijo fará. Tem que ser

"beijo de amor verdadeiro". Bem, isso é

o que você disse.


Ela sai. Os Pixies olham um para o outro.

CORTA PARA:

148 EXT. CASTELO DE STEFAN - NOITE 148

Malévola observa o CAVALO BRANCO galopar até o topo

Uma colina. Com o coração pesado, ela se dirige para o castelo. Mas

algo a impede. Ela olha para o morro.

Seu pai está onde o cavalo ficou um momento antes. Ele

Levanta a mão para ela.

CORTA PARA:

149 INT. QUARTO DO AURORA - MAIS TARDE 149

Os Pixies encontraram um JOVEM HOMEM. Ele fica em cima da cama

olhando para Aurora.

JOVEM HOMEM # 1

Mas ela está dormindo.

97.

KNOTGRASS

Ela não se importará.

Ele dá de ombros e a beija. Os Pixies esperam com expectativa. Ela

não acorda.

THISTLEWIT

Você não fez certo.

FLITTLE

Deve ser amor verdadeiro

beijo.

JOVEM HOMEM # 1

O amor verdadeiro? Eu não sei nem ela.

KNOTGRASS

Saia.

CORTA PARA:

150 EXT. CASTELO DE STEFAN - NOITE 150

Malévola chegou ao castelo. Ela desliza pelo


ponte levadiça nas sombras.

151 INT. QUARTO DO AURORA - NOITE 151

Os Pixies encontraram outro jovem HOMEM.

KNOTGRASS

Esta é a princesa Aurora.

FLITTLE

Ela não é linda?

JOVEM HOMEM # 2

Sim ela é.

Ele é claramente muito atraído por ela.

THISTLEWIT

Você está apaixonada por ela?

JOVEM HOMEM # 2

Absolutamente!

FLITTLE

Você pode beijá-la então.

Ele a beija avidamente. Aurora não acorda.

98

FLITTLE

Se fosse amor verdadeiro, você teria

Acordei ela!

JOVEM HOMEM # 2

Deixe-me tentar de novo.

Ele se inclina. Eles o afastam.

KNOTGRASS

Saia.

CORTA PARA:

152 INT. CASTELO DE STEFAN - NOITE 152

Malévola desliza sem ser vista pelos corredores.

Ela olha para cada quarto enquanto passa por eles. Diaval voa

em direção a ela. Ela o transforma.


MALEFICENTE

Agora um homem.

Ele se transforma, muito triste.

DIAVAL

Nós a perdemos.

CORTA PARA:

153 INT. QUARTO DO AURORA - NOITE 153

Os três Pixies inauguram outro JOVEM. É o Phillip.

FLITTLE

Esta é a princesa Aurora.

Ele olha para a garota adormecida.

PHILLIP

Eu conheço ela.

KNOTGRASS

Isso é útil.

PHILLIP

Por que ela está dormindo?

**

99

FLITTLE

Ela está presa em um encantamento.

FLITTLE

Ela não é linda?

Ele está apaixonado.

PHILLIP

A garota mais linda que eu já

visto.
Os Pixies compartilham olhares excitados. Isso está indo bem.

KNOTGRASS

Você quer beijá-la?

PHILLIP

Muito.

THISTLEWIT

Então vá em frente.

PHILLIP

Eu não me sentiria bem. eu mal

conhecê-la. Nós nos conhecemos apenas uma vez.

KNOTGRASS

Você nunca ouviu falar de amor em

primeira vista?

FLITTLE

Beije-a.

Ele se inclina para ela. Ele se inclina novamente.

PHILLIP

Um encantamento, você diz?

PIXIES

Beije-a ! Agora !

Eles o empurram para frente.

PHILLIP

Não empurre!

Ele se inclina. Os Pixies prendem a respiração. O príncipe

beija a princesa. Seus lábios se tocam suavemente ... perfeitamente.

E nada acontece. As caras dos Pixies caem. Aurora dorme

em. Phillip olha para os Pixies.

100
PHILLIP

É algo que deveria acontecer

agora?

PIXIES

SAIA!

Eles o empurram para fora. Eles se arrastam para encontrar outro

candidato.

154 EXT. O CORREDOR - NOITE 154

Os Pixies caminham pelo corredor, desanimados.

FLITTLE

Eu tinha certeza de que ele era o único.

THISTLEWIT

O que há de errado com todos esses jovens

homens?

KNOTGRASS

Temos que continuar procurando. Escavação

Deeper. Raspe a parte inferior do

barril.

FLITTLE

Ele não precisa ser um príncipe. Ele

não precisa nem ser bonito.

THISTLEWIT

Tudo o que ele tem que ser é um homem.

155 INT. QUARTO DO AURORA - NOITE 155

A lua brilha em Aurora. Malévola entra. Diaval

o homem vem atrás dela. Malévola olha para ela

com o coração partido. Ela afunda ao lado da cama.

MALEFICENTE

Isto é minha culpa. Eu fiz isso para

você ... por vingança. Eu não sabia

quanto eu te amaria. Mas eu


prometo cuidar de você ... cada

dia para o resto da minha vida. Dormir

bem.

Ela a beija gentilmente na testa.

E algo mágico ocorre. Aurora abre os olhos.

Suspiros maléficos. Aurora sorri.

101

AURORA

Olá madrinha.

Malévola está tão espantada que não consegue falar por um momento. Ela

finalmente encontra sua voz.

MALEFICENTE

Olá, besta.

Ela a puxa para os braços. Lágrimas alegres caem. Diaval é

oprimido também.

DIAVAL

Nenhum amor mais verdadeiro.

Ele se junta a eles.

AURORA

Podemos ir para casa para os pântanos agora?

MALEFICENTE

Agora mesmo.

Há vozes no corredor.

DIAVAL

Esperar.

Ele abre a porta com cautela.

156 INT. O SALÃO - NOITE 156

É assustadoramente quieto. Nenhum servo. Sem sons.

MALEFICENTE
Agora um pássaro.

Diaval se transforma e voa em frente para investigar.

157 INT. O GRANDE SALÃO - NOITE 157

Ele voa para o grande salão. Malévola e Aurora seguem.

Não há servos. Ninguém sobre. A porta no

O lado oposto da sala está aberto. Escapar.

Os olhos de Malévola se estreitam, desconfiados.

Eles se esgueiram pela parede em direção à porta aberta. Diaval voa

até as vigas. Ele pousa na filigrana de ferro onde um

pesado IRON NET foi suspenso.

102

DIAVAL

Awk!

Malévola olha para cima. Stefan aparece na porta.

STEFAN

Largue!

A rede de ferro cai do teto. Malévola empurra

Aurora fora do caminho.

MALEFICENTE

Saia do castelo!

Ela cai de joelhos soltando seu cajado. A rede a queima

carne exposta.

Aurora tenta puxar a pesada rede de ferro dela.

MALEFICENTE

Saia daqui! Volte para o

mouros!

Aurora se afasta com relutância.

MALEFICENTE

Vá agora!

Aurora corre. Stefan acena com a cabeça para alguns de seus homens irem atrás
dela. Outros homens saem com armas de ferro e cutucam

Maléfica como um animal preso.

Os Pixies assistem com fascínio horrorizado.

158 INT. AS ESCADAS DA TORRE - NOITE 158

Aurora sobe as escadas tentando se afastar de Stefan

homens. Ela chega a um patamar, atravessa uma porta e encontra

se em outra escada. Ela continua subindo.

O GRANDE SALÃO

Malévola tenta se levantar, mas ela está enfraquecida pelo ferro.

Ela pega sua equipe. Stefan chuta para fora do caminho.

Ele anda ao redor dela.

STEFAN

Eu deveria ter matado você

noite. Isso teria nos salvado a todos

muitos problemas.

**

103

Ela olha para ele com ódio silencioso. Ele acena para seus homens.

Os homens de Stefan pegam suas armas. Diaval cai de fora

das vigas para eles.

STEFAN

Mate aquele pássaro!

Alguns lutam com ele.

Outros apunhalam Malévola. Ela pega suas armas através

a rede, apesar de queimar as mãos.

159 INT. AS ESCADAS DA TORRE - NOITE 159

Aurora arremessa a porta no topo da escada e

corre para dentro. Ela espreita para ver se alguém está seguindo, mas

sente algo atrás dela. Ela se vira. Seus olhos se arregalam.

NAS ASAS DO MALEFICENTE


Suas asas estão presas em correntes erguidas em um copo

caixão. Aurora se aproxima deles, impressionada com seu tamanho e

beleza. Ela olha através do vidro.

Eles se agitam de repente. Continua vivo. Ela recua. Eles

bater e lutar contra seus laços. Realização preenche

Os olhos de Aurora. Ela coloca a mão no vidro.

AURORA

Shhh Ela está aqui.

As asas se acalmam. Aurora toca a pesada fechadura de ferro.

Ela engasga quando a queima.

160 INT. O GRANDE SALÃO - NOITE 160

Diaval luta contra os homens de Stefan.

MALEFICENTE

Agora uma águia.

Ele se transforma em um EAGLE.

Ele pega a rede de ferro sobre Malévola e a puxa para longe. Ela

fica de pé. Stefan corre para ela com sua espada de ferro.

Ela evade-o e joga suas vestes. O fogo branco entra em erupção.

Ele cai de volta. Seus homens jogaram uma corrente em volta de Diaval

garras. Eles o puxam para esfaqueá-lo.

104

MALEFICENTE

Agora um urso.

Diaval se transforma em um BEAR. Ele fole e desliza no

homens. Eles se afastam.


161 INT. O QUARTO DA TORRE - NOITE 161

Aurora procura freneticamente uma maneira de soltar as asas. Ela

pega uma cadeira pesada.

162 INT. O GRANDE SALÃO - NOITE 162

Stefan joga uma pesada corrente de ferro em Malévola. Envolve

em volta do pescoço.

Ela cai de joelhos enquanto a queima. Stefan puxa

mais apertado. Ela suspira. Os homens jogaram uma corda ao redor do

as pernas do urso, mancando ele.

163 INT. SALA DA TORRE - NOITE 163

Aurora joga a cadeira no caixão. Ele atinge o grosso

vidro, mas não o quebra.

164 INT. O GRANDE SALÃO - NOITE 164

Malévola apaga as palavras.

MALEFICENTE

Agora um ... dragão.

Diaval se transforma em um DRAGON. Ele respira fogo no

homens. Eles afastam o fogo com seus escudos.

165 INT. SALA DA TORRE - NOITE 165

Aurora não desistiu. Ela inclina o caixão. Cai

para a frente e cai no chão. As asas batem e

luta no vidro quebrado.

166 INT. O GRANDE SALÃO - NOITE 166

Stefan puxa a corrente ao redor do pescoço de Malévola. Ela

suspiros. Um dos homens joga uma espada no dragão.

Malévola mal consegue pronunciar as palavras.

105

MALEFICENTE

Agora uma ... borboleta.

Diaval se transforma em uma borboleta. A espada voa


inofensivamente por ele enquanto ele se afasta.

167 INT. SALA DA TORRE - NOITE 167

Aurora estende a mão e toca suavemente as asas de Malévola.

Eles param de lutar.

AURORA

Mosca.

168 INT. O GRANDE SALÃO - NOITE 168

Os homens de Stefan jogam mais correntes de ferro pesado em torno de Malévola.

Um envolve as pernas dela. Outro em volta da cintura dela.

Eles os puxam com força. Ela se agacha no chão, correntes

através de seu corpo. Torturado. Stefan está em cima dela.

Ele levanta sua espada sobre ela, preparado para fazer a fatal

golpe. Mas um vento forte subitamente surge do nada.

Algo grande e preto bate nele, derrubando-o

Os pés dele. Malévola olha para cima.

Seu rosto se enche de espanto ao ver suas asas há muito perdidas

voando para ela.

Aurora corre para a sala da escada da torre.

Muito feliz, Malévola ergue os braços para as asas. Eles

flutua em direção a ela.

AURORA

Seja um novamente.

Há um terremoto ... CRACK!

Malévola está envolvida em uma explosão MÁGICA de LUZ E

ENERGIA. Então, ela se levanta no ar em suas asas.

O rosto de Aurora se ilumina. As caras dos Pixies caem. Os homens de Stefan

são tão surpreendidos.

STEFAN

Mate ela! Mate ela!

Eles a atacam com espadas e correntes de ferro. Malévola

Luta-os do ar.
*

***

**

106

Diaval luta ao lado dela. Stefan faz um gesto para seus homens. Eles

gradualmente volta Malévola em direção à porta aberta para o

ameias

169 EXT. CASTELO DE STEFAN - OS BATALHOS 169

Malévola luta contra eles. Ela derruba o último dos homens.

Há apenas Stefan agora. Ela o encurrala contra a parede

com as asas dela.

MALEFICENTE

Seria tão bom te matar.

Mas eu vou deixar você viver, para Aurora

amor.

STEFAN

Eu não vou deixar você levá-la.

MALEFICENTE

Eu não vou levá-la Ela virá de

seu próprio livre arbítrio. E aqui está um

pequena coisa que você não sabe sobre

dela.

Ela sussurra em seu ouvido. Ele está chocado com a revelação.

Enquanto ela está perto, ele secretamente brande sua faca e

tenta esfaqueá-la.

Ela se afasta e se deixa cair para trás

ameia. Stefan se joga em cima dela.

170 EXT. MIDAIR - NOITE 170

Eles caem no copo das asas dobradas de Malévola, agarrando


enquanto ela cai em direção à terra.

Ela tenta jogá-lo fora. Mas ele se agarra a ela ferozmente

e tenta apunhalá-la com a faca. O chão sobe

rapidamente para cima em direção a eles. Eles lutam. Ele segura nela,

levantando a faca. O vento assobia passado.

STEFAN

Eu nunca te amei!

Malévola olha em seus olhos enquanto eles caem.

MALEFICENTE

Você é um mentiroso.

Ela vira de repente. Stefan perde o controle. A cara dele

enche de terror e ele cai.

**

107.

As asas de Malévola se abrem no último momento antes dela bater

o chão e ela mergulha no céu.

171 INT. O GRANDE SALÃO - DAWN 171

Malévola entra. Aurora corre em seus braços. Após um

momento, Malévola se agacha para olhar em seus olhos.

MALEFICENTE

Há algo que preciso dizer

você.

AURORA

Oh madrinha, eu já sei.

Nas costas dela, duas pequenas asas leves brilham na luz.

CORTA PARA:

172 EXT. O MONTANTE - PERTO DA DAWN 172

As Fadas Moorland, aladas e não-desenroladas, têm

reunidos no monte das fadas. Passos malévolos na

Pedra da Rainha com seus guardas ao seu redor. A pedra grita


em protesto. Ela grita.

MALEFICENTE

Como você vê, eu não sou o legítimo

Rainha. Mas chegou a hora para mim

descer.

Malévola desce da Pedra. Ele fica em silêncio.

MALEFICENTE

Pessoas justas dos mouros ... eu dou

sua rainha Aurora.

Ao amanhecer, a FADA RAINHA AURORA desce de

acima, suas asas tremulando suavemente.

Ela pousa na pedra. A pedra ronca como um leão. o

Faeries torcer. Músicos tocam e as Fadas dançam. aurora

vê o príncipe Phillip de pé no fundo da multidão. Ela

sorrisos Malévola está com Diaval, o homem. A mão dela

encontra o seu como ambos lutam com suas emoções.

***

***

108

173 EXT. O CAMINHO DA FARIA - O PRÓXIMO DIA 173

Os Pixies param hesitantemente no caminho das fadas. Thistlewit

coloca a mão para fora timidamente.

THISTLEWIT

Você está certo?

KNOTGRASS

Sim! Rainha Aurora levantou o

Feitiço de ligação.

THISTLEWIT
Venha, Flittle. Estavam indo

casa.

As borboletas de Flittle voam em frente. Flittle ouve alguma coisa.

Ela olha para trás. Um CARRO se aproxima na estrada. O azul

Mulher se inclina e aponta para Flittle.

MULHER AZUL

Eu estou vindo para você!

Flittle engasga e corre atrás deles.

CORTA PARA:

174 EXT. AS FARMLANDS - ALGUM TEMPO DEPOIS 174

A terra em ambos os lados do caminho das fadas é igualmente verde

e verdejante.

O filho do fazendeiro, agora totalmente crescido, e seus collies, rebanho

ovelha. Eles se aproximam do caminho das fadas.

O filho do fazendeiro joga uma luva. As ovelhas atropelam

em sua pressa de pastar na grama doce moorland.

175 EXT. OS MOUROS - NA ÁRVORE DE BLACKTHORN - DIA 175

Malévola e Diaval sentam-se na árvore, mastigando nozes pretas.

MALEFICENTE

Eu não era uma rainha muito boa, era eu?

DIAVAL

Você fez o que tinha que ser feito.

MALEFICENTE

Na verdade, eu era uma má rainha.

109

DIAVAL

Muito mal. Na verdade, na minha opinião,

você era o amante de todos


Mal.

Ela lhe dá um sorriso maligno. Ela tira sua coroa de chifres.

MALEFICENTE

Eu não vou precisar mais disso.

Ela tira e esfrega os lugares em sua cabeça onde o

Chifres descansaram.

MALEFICENTE

Ahhh.

Ela pendura a coroa em um galho de árvore.

MALEFICENTE

Hora de voar.

Ela acena a mão para ele.

MALEFICENTE

Agora um pássaro.

Ele se transforma em um CORVO.

DIAVAL

AWK!

Eles levantam suas asas e voam juntos.

Mas antes que eles cheguem longe demais, Malévola gira e

volta para a árvore.

Ela desce, pega a Coroa de Chifres e voa novamente.

Enquanto Malévola e o corvo voam juntos, de asa a

acima dos belos mouros desaparecem.

O FIM

Você também pode gostar