Você está na página 1de 33

“Myriapoda”

Grupo com o monofiletismo ainda não comprovado.


Representam o inicio da radiação terrestre dos Trachaeta (Myriapoda +
Hexapoda).
“Myriapoda” inclui 4 grupos:
Chilopoda; Diplopoda; Symphila e Pauropoda.
Artrópodes terrestres
Corpo com dois tagmas: cabeça + tronco
Exoesqueleto sem revestimento ceroso
Cada segmento do corpo com espiráculos (= abertura do sistema traqueal)
Apêndices simples (unirramados)
Um par de antenas
Órgãos de Tösmövary
Peças bucais formadas pelo apêndice inteiro
Um par de mandíbulas e dois pares de maxilas (sem palpos)
Sistema traqueal com um par de espiráculos por segmento

Tubo digestivo sem cecos gástricos


Excreção por Tubos de Malpighi
Dióicos
Transferência indireta de gametas
Desenvolvimento direto (anamorfose e epimorfose)
Cabeça
Cápsula cefálica esclerotizada
Antenas com musculatura própria em cada artículo
Mandíbulas articuladas com movimento transversal
Tronco com várias pernas ambulatórias
CHILOPODA (centopéias ou lacraias)
3.000 spp, com 3 a 30 cm de comprimento (alguns com pouco mais de 150
segmentos)
Corpo achatado dorsoventralmente. Cutícula não é calcária.
1 par de pernas modificado em forfículas (com glândula de veneno)
Penúltimo segmento com o último apêndice (mais alongado) com função sensorial
Último segmento do corpo com os gonópodes (abertura de gonodutos pares e
gônadas ímpares)
REPRODUÇÃO
•com transmissão indireta:
•comportamento de corte
•teia tecida pelo macho onde deposita o espermatóforo
•ovíparos (fêmea incuba os ovos; outros são vivíparos)

Chilopoda + Symphila por apresentarem fusão das maxilas na


região mediana e garras de veneno.
DIPLOPODA (gongolo; piolhos-de-cobra)
10.000 espécies - corpo cilíndrico com 25 a 100
segmentos (cutícula geralmente calcária)

•Alguns com glândulas que expelem quinomas ou substâncias

cáusticas

•Corpo (2 mm a 30 cm ) – capacidade de enrolar-se (proteção contra

predadores ou condições adversas, ex. seca)

•Cabeça + tórax + abdômen


Cabeça
dirigida ventralmente (com um par de antenas)
Um 1º par de maxilas (maxílulas) fundidas (forma a gnatoquilária)
O 2º para esta ausente
Segmentos são duplos (diplossegmentos) derivados da fusão de pares de
segmentos originais.
Tórax corresponde aos quatro primeiros segmentos (primeiro ápode, e os
demais com um par de pernas)
os outros segmentos são diplossegmentos (2 pares de pernas)

Dois espiráculos por segmento.


Machos com gonópodes (na região anterior do corpo) para transferência de
espermatozóides
Ovos são depositados pelas fêmeas no solo em ninhos.
Forma larval com 1 par de segmentos por pernas.