Você está na página 1de 12

Boca quente

O novo ministro do Meio Ambiente é baiano. O ex-deputado federal Edson Duarte (PV), que era o número dois
ASSUMIU, SÓ no órgão, assumiu o lugar de Sarney Filho, que concorrerá à reeleição. A “promoção” de Duarte, porém, não
QUE NÃO teve muitas pompas. Nem mesmo efetivado foi. Temer também não o chamou para fazer parte da cerimônia
que deu posse a outros nomes do governo.

EO
tácio moreira/metropress gustavo lima/camara dos deputados

ENTROU
DISCURSO? ÁGUA
Conhecido na Câmara O deputado federal João
como o “Hilton da di- Gualberto já começou o
reita”, por defender po- processo de tirar o cava-
sições extremas, o vere- linho da chuva sobre a
ador Alexandre Aleluia candidatura ao Governo
(DEM), que tanto critica do Estado. Se antes bra-
quem vive sob as benes- dava que sua candida-
ses do Estado, divide o tura não seria removida,
teto com a esposa e juíza agora já admite que “de-
do Trabalho Thais Men- pende do partido” para
donça Aleluia, que, em tentar bater Rui Costa.
março, recebeu quase R$ Em 2014, a história era
5 mil de auxílio-moradia. um pouco parecida.

NETO RETOU! DEU DE OMBROS GLÓRIA, GLÓRIA


O prefeito de Salvador, ACM Neto, indigna- Quem parece não andar muito preocupado Embora não admita, o deputado federal José
do com a cobertura da Rede Bahia sobre os em prestar contas com o CNJ é o presidente Carlos Aleluia não gostou nada de o presidente
problemas da cidade, resolveu fechar as tor- do TRE-BA, desembargador José Rotonda- da Câmara de Salvador, Leo Prates (DEM), ter se
neiras da publicidade para a empresa da fa- no. Mesmo depois de pedidos severos da mi- recusado a ser candidato a vice na chapa de José
mília. Nos bastidores, dizem que a contenda nistra Cármen Lúcia, até o fechamento des- Ronaldo. Os aliados tentam emplacar um nome
é entre Neto e Duquinho. Fato é que, com ta coluna, o presidente não tinha enviado a ligado a ACM Neto (DEM) na composição para
a confusão, sobrou para o pai, ACM Jú+nior. lista de pagamento nem do mês de março... atrair os votos do eleitorado soteropolitano.
tácio moreira/metropress tácio moreira/metropress tácio moreira/metropress

Jornal da

Publisher Editora KSZ Editor de Arte Paulo Braga Fotos Tácio Moreira
Diretor Executivo Chico Kertész Diagramação Dimitri Argolo Cerqueira Comercial (71) 3505-5022 Grupo Metrópole
Editor Bárbara Silveira Redação Alexandre Galvão, Bárbara Silveira e Gabriel Nascimento comercial@jornaldametropole.com.br Rua Conde Pereira Carneiro, 226
Pernambués CEP 41100-010
Projeto Gráfico Marcelo Kertész Revisão Bárbara Silveira
Salvador, BA tel.: (71) 3505-5000

2 Jornal da Metrópole, Salvador, 3 de maio de 2018


NA BAHIA
EM BRASÍLIA,
19 HORAS.
A Voz da Bahia. De segunda a sexta, das 19 às 20 horas.
Apresentação: Faustão.

Jornal da Metrópole, Salvador, 3 de maio de 2018 3


Bahia

AMONTOADO COM OS DIAS CONTADOS


Projeto de Lei aprovado na Assembleia Legislativa obriga Coelba a aterrar fiação em todo Estado

Fotos Tácio Moreira semana, o caos está com os promover a alteração do siste- cidades do interior, evitando, reo, além de estabelecer cri-
Texto Bárbara Silveira dias contados. De autoria do ma de rede na capital do Es- assim, inúmeros transtornos térios de segurança”, afirma o
barbara.silveira@jornaldametropole.com.br
presidente da Casa, deputado tado e de 10 anos nas demais advindos do atual sistema aé- texto.
Olhar para o céu sem se de- Angelo Coronel (PSD), a ma- A mudança agrada grande
parar com um emaranhado de téria obriga a Companhia de parte da população e arquite-
fios é tarefa quase que impos- Eletricidade do Estado (Coel- “Se eles não cumprirem, serão tos, que anseiam pelo fim dos
sível na maioria das cidades
da Bahia. Mas, se depender de
ba) a tornar subterrânea toda
sua rede elétrica e pôr fim ao
estabelecidas multas. Até ve+rdadeiros novelos nos pos-
tes da cidade, mas encontra a
um Projeto de Lei aprovado emaranhado de fios expostos. então só estão esperneando” resistência da Coelba que, por
pela Assembleia Legislativa “As empresas responsáveis te- sua vez, não concorda com a
da Bahia (AL-BA) na última rão o prazo de cinco anos para – Angelo Coronel, presidente Assembleia Legislativa da Bahia mudança.
4 Jornal da Metrópole, Salvador, 3 de maio de 2018
Bahia

CORONEL ARGUMENTA SEGURANÇA: “UMA VERDADEIRA


“TENDÊNCIA DOS GRANDES CENTROS” ESCULHAMBAÇÃO”
Ao Jornal da Metrópole, o Para o arquiteto e urbanista Peixoto, apesar da melhoria para
deputado Angelo Coronel ar- Fernando Peixoto, a mudança a estética e segurança, é preciso
gumentou que a medida preza pode acabar com “a verdadeira avaliar a viabilidade da mudan-
pela segurança dos baianos. “As esculhambação” que se tornou ça. “Sai da onde o dinheiro, da
fiações devem ser subterrâneas. o amontoado de fios nos postes conta de luz? Eu acho que deve
Essa é uma tendência dos gran- da Coelba. “Eu acho uma escu- enterrar [a fiação], só quero sa-
des centros. Você melhora a es- lhambação a fiação do jeito que ber de onde sai o dinheiro”, pon-
tética, dá mais segurança, pre- está. A Coelba aluga o poste e dera. Em Salvador, áreas como o
serva o meio ambiente, pois não nego vai botando os fios e depois Comércio e o Farol da Barra já
precisa ficar podando árvores, não tira”, explica. Mas, segundo possuem fiação subterrânea.
mas por conta dos principal-
mente acidentes. Tem lugares
que árvores caem em cima da
fiação e geram curto circuito”,
explicou o criador do Projeto de
Lei. Somente em 2016, a Coelba
registrou 80 acidentes com a
rede elétrica na Bahia, que re-
sultaram em 20 mortes.

10 é o prazo estabelecido
para que a Coelba
adeque o sistema.
ANOS

Presidente da AL-BA defende mudança na configuração da fiação da Coelba no Estado Emaranhado de fios põe em risco segurança de consumidores baianos

LUCRO COM ALUGUEL DE POSTES COELBA CITA INVIABILIDADE


O presidente da Assembleia
Legislativa rebate o argumento da
Ressaltando que a con-
cessão abrange 9,7 mil km de
subterrânea requer o mape-
amento do solo das cidades
Coelba que somente a União pode Linhas de Subtransmissão, a para escavações de calçadas e
legislar sobre o serviço de energia Coelba ressaltou que o pro- vias públicas, o que, inevita-
elétrica. Ainda segundo Coronel, o jeto só seria viável com o in- velmente, provoca interferên-
custo da adequação deve ser divi- vestimento conjunto. “Com cia no contorno urbano e gera
dido com as empresas que alugam os órgãos públicos e empresas impactos socioambientais”,
os mais de 3,5 milhões de postes de telecomunicações. A rede disse em nota.
instalados na Bahia. “Os fios de
todas as telefônicas, fibras óticas,
TV a cabo, todos eles pagam alu-
guel. Evidente que terá que divi- Coelba deve apresentar
cronograma de
dir [os custos da mudança] com
essas empresas que são parceiras

substituição
no faturamento. Essas empresas
pagam aluguel para passar os fios
nos postes da Coelba”, disse. Bairros de Salvador, como a Pituba, são tomados por fiação exposta da Coelba

Jornal da Metrópole, Salvador, 3 de maio de 2018 5


Bahia

AUXÍLIO MAIS QUE POLÊMICO


Auxílio-moradia pago a juízes e desembargadores baianos custou mais de R$ 2,5 milhões em um único mês
tjba/divulgacao
Texto Alexandre Galvão gistrados deslocados de suas
alexandre.galvao@metro1.com.br
comarcas de origem pode-
O auxílio-moradia pago riam receber o bônus. A be-
a juízes e desembargadores nesse seria vedada ainda a
baianos custou quase R$ 2,5 casais de magistrados que
milhões aos cofres do Esta- moram no mesmo endereço.
do em fevereiro deste ano, A prática, no entanto, é di-
segundo dados do Conselho ferente. Magistrados ingres-
Nacional de Justiça (CNJ). sam com ações judiciais para
De acordo com o levanta- garantir o abono. De acordo
mento, 600 juízes recebe- com o CNJ, além de auxílio-
ram o benefício no valor de -moradia, os juízes podem re-
R$ 4.337. O pagamento é querer auxílios alimentação,
polêmico, pois não há uma pré-escolar, saúde, natalidade
regulamentação clara sobre e até ajuda de custo para pagar
a concessão. Em tese, ma- a conta do celular.
divulgacao

Protesto realizado pelos Servidores do Poder Judiciário cobra melhorias para a categoria Magistrados defendem pagamento de auxílios e argumentam que medida complementa salários defasados e sem reajustes

AMAB DEFENDE BENEFÍCIOS POLÊMICA TEVE INÍCIO COM MARCELO BRETAS


DÉFICIT DE
fernando frazao/abr

Presidente da Associação
dos Magistrados da Bahia
(Amab), a juíza Elbia Araújo
defende que o pagamento de
quantidade de juízes, a casa
oficial para moradia dos ma-
gistrados tornou-se inviá-
vel, tamanha estrutura a ser
MAIS DE 20%
Se por um lado há abun-
auxílio-moradia é a solução criada para administração dância de recursos, por outro a
“mais inteligente, menos bu- por parte do Poder Judiciá- situação anda complicada. Na
rocrática e menos onerosa”. rio, sobretudo em relação à estimativa do Sindicato dos Ser-
“Com o crescimento do manutenção de centenas de vidores do Poder Judiciário do
número de comarcas e da imóveis”, justifica. Estado da Bahia (Sinpojud), até
agora, a classe contabiliza mais
de 20% de déficit na remunera-
“Além dos magistrados, outros ção. Junta-se à perda do poder de
agentes públicos recebem compra a diminuição no número
de servidores. O Sinpojud apon-
auxílio-moradia” ta que há uma lacuna de 25 mil
servidores. Resultado: lentidão
– Elbia Araújo, Presidente da Amab Juiz federal recebe a ajuda juntamente com a sua mulher, que também é juíza e funcionários sobrecarregados.
6 Jornal da Metrópole, Salvador, 3 de maio de 2018
Cidade
Idosos são alvo Denuncie
De acordo com a polícia, os bandidos procuram vítimas mais frágeis. Os crimes podem ser denunciados através do Disque Denúncia, pelo
“Com a grande circulação de pessoas, no Centro da cidade, alguns número (71) 3235-0000 para Salvador e Região Metropolitana, ou 181,
golpistas tentam se aproveitar, principalmente dos idosos”. interior da Bahia.

GOLPE NOVO NA PRAÇA


Bandidos inovam no modus operandi e até amostra de perfume vira ferramenta para praticar assaltos em Salvador
divulgacao

Texto Bárbara Silveira de uma vítima e começamos a


barbara.silveira@jornaldametropole.com.br
tentar identificar. Ao passar pela
Desde que o mundo é mun- Avenida Sete, encontramos ou-
do, o que vem fácil merece, no tra suposta vítima. Os elementos
mínimo, desconfiança. Mas, se foram levados para a delegacia e
aproveitando que pouca gente os perfumes vão passar por pe-
lembra do ditado popular, cri- rícia para comprovar esse pro-
minosos têm inovado no modus duto que parece um anestésico”,
operandi nas ruas de Salvador. explicou o comandante do 18°
Na região da Avenida Sete de Se- BPM, tenente-coronel Arnaldo
tembro, no Centro, as amostras Neto. E engana-se quem pensa
grátis de perfume passaram a ser que essa é a única “arte” inven-
auxiliares para cometer assaltos. tada por bandidos nas ruas de

3
Na última sexta-feira (27), um Salvador...
senhor que passava pelo local foi
abordado por três homens que
ofereciam amostras de perfume
e induziram a vítima a cheirar o
conteúdo. Pouco tempo depois,
o idoso se sentiu mal, perdeu a
PESSOAS
consciência por alguns segundos
e, por muito pouco, não teve os foram presas aplicando
pertences roubados. o golpe do perfume no
Centro de Salvador.
“Recebemos uma mensagem Frascos com substância suspeita foram apreendidos pela Polícia Militar na região da Piedade; vítima se sentiu mal após inalar perfume

CENTRO ACUMULA DENÚNCIAS DE GOLPES


De acordo com o tenente- “desafios” bastante popula- você achar o objeto, ganha
-coronel Arnaldo Neto, a re- res no local. dinheiro. Mas as pessoas que
gião do Centro é a uma das “Tem aquele das tampi- acham a primeira, segunda
preferidas dos golpistas e nhas, que sempre coibimos. vez, são do próprio bando.
acumula denúncias de crimes É jogo de azar. Os elemen- Quem assiste se anima e co-
similares. “Onde tem grande tos colocam três tampinhas meça a apostar mais e mais”,
número de pessoas circulan- e alguma coisa dentro. Se completa.
do, sempre tem esses que se
aproveitam. As pessoas têm
que ficar atentas que tudo “As pessoas têm que ficar
que é fácil a gente tem que
desconfiar. Perfume de graça,
ligadas. Perfume de graça,
jogo de azar. Tem que ficar li- jogo de azar...
gado, não existe nada fácil”,
explicou, citando ainda os – Arnaldo Neto, Tenente-coronel
Jornal da Metrópole, Salvador, 3 de maio de 2018 7
Cidade

MELHORIA QUE É BOM, NADA


Orçada em R$ 2 milhões, obra de revitalização do Abaeté é praticamente imperceptível e área acumula reclamações
Fotos Tácio Moreira ginar a Lagoa do Abaeté silen-
Texto Bárbara Silveira ciosa e vazia em plena véspera
barbara.silveira@jornaldametropole.com.br
de feriado em Salvador, certo?
Sem lavadeira, pescador ou Mas essa foi a situação encon-
qualquer outro visitante, a La- trada pelo Jornal da Metró-
goa do Abaeté de hoje não lem- pole na última segunda-feira
bra em nada o espaço de areia (30): restaurantes fechados,
branca e águas iluminadas areia repleta de lixo e nenhum
pelo luar cantado por Dorival visitante por perto. Em novem-
Caymmi em 1948. Atualmente, bro de 2017, o Governo do Es-
a situação é bem diferente e a tado anunciou um investimen-
área que já foi um dos princi- to de R$ 2 milhões para obras
pais pontos turísticos da cida- de requalificação na região do
de segue em decadência e acu- Parque Metropolitano Lagoa e
mulando relatos de violência e Dunas do Abaeté e da Baixa da
ausência do poder público. Soronha. Cinco meses depois,
Há alguns anos, seria pra- o espaço tem poucas mudan-
ticamente inconcebível ima- ças reais e muitas reclamações.

“Com conclusão até meados


do ano, serão requalificados
banheiros, quiosques”
– Deusdete Brito, diretor de Habitação e e Urbanização da Conder

Bares e restaurantes amargam prejuízo após aumento da violência na Lagoa do Abaeté Pavimentação de pedra portuguesa que Conder garante ter finalizado apresenta inúmeros problemas, como constatou a Metrópole

TURISTA CADA VEZ MAIS DISTANTE VIOLÊNCIA ASSUSTA


No site colaborativo TripAd- ta à noite e ainda havia algumas há 11 anos a Lagoa do Abaeté O espaço que garantia ao aqui é muito grande. Se para o
visor, referência em informa- garrafas espalhadas. ATENÇÃO: deixou de fazer parte dos prin- soteropolitano e ao turista um morador já é complicado, ima-
ções sobre turismo, os visitan- areia com cacos de vidro e local cipais roteiros turísticos. contato mais próximo com a gine para quem vem de fora”,
tes avaliam a Lagoa do Abaeté bem deserto. Não sei o quanto natureza se tornou sinônimo de afirmou uma moradora que não
como “perigosa” e “sem segu- é seguro para visitas”, relatou
Leia mais no medo. Em fevereiro deste ano, a quis se identificar. O policia-
rança”. “Achei a ‘praça’ que tem uma turista do Espírito Santo. Polícia Militar foi acionada após mento na região é feito pela 15ª
antes da chegada nas areias bem De acordo com a Associação moradores encontrarem dois CIPM que, segundo a PM, “em-
www.metro1.com.br
suja. Parecia ter rolado uma fes- de Guias de Turismo da Bahia, corpos na areia. “A violência prega rondas diuturnamente”.
8 Jornal da Metrópole, Salvador, 3 de maio de 2018
Cidade

R$ 2 MILHÕES EM INVESTIMENTO E POUCA INVASÕES TOMAM


MUDANÇA; CONDER GARANTE EXECUÇÃO CONTA DO ESPAÇO
A Companhia de Desen- A falta de controle sobre as Desenvolvimento e Urbanismo
volvimento Urbano do Estado construções irregulares é outro (Sedur), desde Junho de 2017 ja
da Bahia (Conder) garante que problema. Segundo moradores, realizou seis ações foram realiza-
intervenções como a pavimen- o número de invasões na região das no local. “Em uma das ações,
tação em pedra portuguesa e cresceu nos últimos 10 anos. Se- a equipe efetuou quatro demoli-
revitalização de banheiros já gundo a Secretaria Municipal de ções de barracos irregulares”.
foram concluídas, mas o cenário
encontrado no local é diferente.
Na área das calçadas, pedras
soltas e ferragens expostas fa-
zem parte do cenário. “A inter-
venção prevê ainda a reforma

Governo e Prefeitua
dos quiosques e centro de ati-
vidades, além da iluminação

dividem culpa pela


pública e dos serviços para o es-
gotamento sanitário da área. As

derrocada do Abaeté
obras de requalificação têm pra-
zo de conclusão para agosto de
2018”, afirma a Conder em nota. Segundo a Sedur, nenhuma irregularidade foi encontrada na úlima ação realizada no local

Jornal da Metrópole, Salvador, 3 de maio de 2018 9


Cidade

RINGUE NO ASFALTO
Aumento de casos de agressão entre motoristas e agentes da Transalvador expõe falta de educação mútua
Fotos Tácio Moreira
Texto Gabriel Nascimento
agentes durante o jogo entre Vi-
tória e Corinthians, no Barradão.
divulgacao/transalvador

gabriel.nascimento@metro1.com.br
A situação rendeu ao repórter
Senhoras e senhores, com um corte na cabeça. A segunda
vocês, um novo round de uma veio apenas dois dias depois,
velha peleja que tem como pal- no bairro de Nazaré, quando
co a capital baiana. De um lado, uma motorista – revoltada com
agentes da Superintendência de a aplicação de uma multa – deu
Trânsito (Transalvador). Do ou- um banho de tinta em um agen-
tro, motoristas. E no centro do te. E a terceira, foi registrada na
embate, uma certeza: não have- última segunda-feira (30), na
rá vencedor. Em pouco menos região do Iguatemi. Depois de
de uma semana, manchetes de autuar um veículo que estaria
boa parte dos jornais e sites fo- numa vaga de idoso, o agente
ram preenchidas três vezes com de 64 anos alegou ter recebido
histórias de agressão – onde o murros e chutes do motorista.
famoso dizer “Quando um não Sem uma melhora próxima, a
quer, dois não brigam” foi para conturbada relação segue trans-
o espaço. formando cada pedaço de asfal-
A primeira, do dia 25 de abril, to de Salvador em verdadeiros
relatou a confusão envolvendo ringues, sem regras e a cada dia
um fotógrafo do jornal Correio e mais perigosos.

Câmara pode
autorizar armas não
letais para agentes
Agente da Transalvador recebeu banho de tinta de motorista indignada com multa no bairro de Nazaré, na última semana

divulgacao/transalvador

HISTÓRICO DE AGENTES DA
TRANSALVADOR NÃO AJUDA
Esta semana, a Metrópole rece- votação. Um dos ouvintes, que não
beu questionamentos sobre a tra- concorda com a medida, aproveitou
mitação de um projeto na Câmara para lembrar outro caso de abuso
Municipal de Salvador (CMS) que por parte dos funcionários da Tran-
permite equipamentos de seguran- salvador. Esse foi filmado em agosto
ça para a categoria, como armas de de 2017,no Jardim de Alah.No vídeo,
choque. Uma reunião entre a Asso- um motorista contesta a conduta de
ciação dos Servidores em Transpor- um agente e recebe a seguinte res-
te e Trânsito do Município (Astram) posta: “Mandei você tomar na sua
e o presidente da Casa, Leo Prates bunda”. Com a repercussão negativa
(DEM), aconteceu na última quarta- na época, o órgão prometeu “medi-
-feira (2), na tentativa de viabilizar a das administrativas cabíveis”. Agente de 64 anos foi agredido por motorista que estacionou em vaga exclusiva para idosos em um supermercado na região do Iguatemi

10 Jornal da Metrópole, Salvador, 3 de maio de 2018


Cidade
beto junior/correio

AGENTE NEGA AGRESSÃO: “SEM


“CAIU E BATEU A CABEÇA”
O Jornal da Metrópole do ia atacá-lo. De acordo com ele,
PROTEÇÃO”
conversou com um dos agentes Beto se indignou por não poder Para o presidente da Astram,
envolvidos na briga com o fotó- ultrapassar uma barreira mon- André Camilo, uma das princi-
grafo do Correio. O homem, que tada pela Transalvador devido pais medidas para solucionar
preferiu não ter o nome citado, ao jogo. “Ele veio até mim e eu as frequentes brigas é fornecer
deu uma versão diferente da aproximei o braço para tirar foto meios de defesa a categoria. Na
relatada pelo repórter Beto Jú- dele também, ele deu um tapa na opinião dele, isso inibiria o con-
nior. O agente garante que não minha mão e me jogou no chão, dutor. “Temos um histórico de
houve agressão por parte dele e me deu um chute. Nessa, ele caiu agressões [contra os agentes]
que, exaltado, o fotógrafo acabou também. Quebrou a câmera e porque quando você fiscaliza
caindo e batendo a cabeça quan- bateu a cabeça no ferro”, relatou. trânsito, o contato é imediato
com o infrator. E quando esse
condutor tenta retirar [a multa]
“Ele pegou a câmera, começou e não consegue, ele começa a
a tirar as fotos de uma forma agredir verbalmente e acaba che-

agressiva” gando às vias de fato. É comum


porque a população entende que
não temos nada para nos prote-
– Agente envolvido na agressão Repórter fotográfico ficou ferido após confusão envolvendo agentes da Transalvador ger. Então, é fácil”, argumentou.

Participe:
@camarasalvador
@camaradesalvador
Para ajudar a melhorar @camaradesalvador
o seu dia a dia, www.cms.ba.gov.br

participe do nosso. TV Câmara: canal 61.4

Exerça o seu poder de cidadão:


participe das decisões de nossa cidade.
A Câmara Municipal oferece cada vez mais facilidades para
você participar das decisões que influenciam nossa cidade.
Acesse o Portal e as redes sociais da Câmara para ficar por
dentro dos temas e deixar sugestões. Sintonize na TV Câmara
para se informar sobre a atuação dos vereadores. Tem
também a Ouvidoria, Tribuna Popular e Audiências Públicas.
Quanto mais você participa, melhor nossa cidade fica.

Salvador conta
com a Câmara.
Sessões Plenárias ao vivo no Facebook A Câmara conta
com você.

Jornal da Metrópole, Salvador, 3 de maio de 2018 11


12 Jornal da Metrópole, Salvador, 3 de maio de 2018

Interesses relacionados