Você está na página 1de 2

Biotensor

O biotensor é um instrumento radiestésico de teste, medição e


diagnóstico, que permite medir a energia vital de pessoas,
plantas, animais, minerais, alimentos, remédios naturais,
da água, bem como a energia que emana de objetos.

Todos os corpos emitem radiações em forma de ondas (vibrações), que afetam nosso corpo físico e nosso sistema
nervoso e ficam registradas em nosso inconsciente. Quando entramos em sintonia com essas ondas externas, nosso
cérebro as interpreta e manda a informação resultante para o consciente. Isso se dá na forma de ondas internas através
da atividade neuromuscular, provocando uma reação externa em forma de movimentos nos instrumentos radiestésicos.
Ou seja, os instrumentos radiestésicos funcionam como uma antena amplificadora do sinal emitido a partir do
inconsciente do operador que capta as radiações/vibrações do universo.

O biotensor é composto de um cabo, uma haste comprida de arame de aço e uma ponteira.

O arame de aço capta os sinais de ressonância do corpo e a ponteira amplifica tais sinais, gerando uma oscilação
harmônica e nos dando respostas bem definidas.

O biotensor é um instrumento que permite ao operador perceber informações que não estão acessíveis ao seu
consciente, como, por exemplo, a qualidade da energia que flui entre o operador e o objeto de teste e se tal energia lhe
é benéfica ou não, isto é, se contribui para a sua saúde ou gera doença.

Principais aplicações

Usando o biotensor podemos:


• verificar se alimentos, medicamentos, perfumes, produtos de limpeza, aparelhos e tudo aquilo com que entramos em
contato é bom para nós ou não, e isto mesmo antes de comprá-los, evitando despesas desnecessárias.
• checar se determinado remédio natural (p.ex. à base de ervas ou um chá) ou suplemento natural nos fará bem.
• identificar zonas geopatogênicas e encontrar a melhor posição para a nossa cama.
• descobrir se somos alérgicos a certos alimentos ou se o alimento que estamos prestes a comprar é uma boa opção
para nós. Também podemos testar isto para outras pessoas.
• checar diagnósticos ou levantar hipóteses com base em qualquer perturbação de origem desconhecida.

Funcionamento do biotensor

Qualquer pessoa pode aprender a usar o biotensor, contanto que observe


determinadas recomendações.

O funcionamento do biotensor é, de certa forma, similar ao do pêndulo, pois


o instrumento pode nos dar respostas positivas ou negativas.

O biotensor pode efetuar, basicamente, 4 movimentos:


- girar em sentido horário
- girar em sentido anti-horário
- oscilar na vertical
- oscilar na horizontal

A ausência de movimento pode ser interpretada como resposta neutra, nem


positiva, nem negativa.

Visto que os movimentos do biotensor são um reflexo daquilo que o nosso subconsciente está percebendo, a direção do
movimento, em princípio, não importa. O importante, porém, é que o operador saiba interpretar o significado do
movimento e para isto é preciso convencionar o que cada movimento significa.

A convenção mental é pessoal, mas existem certas convenções que já se tornaram consagradas.

Como "configurar" o seu biotensor

Segure o biotensor na sua mão dominante (mão direita para destros, mão esquerda para canhotos) e certifique-se de
que você não está sentindo nenhuma tensão.
Faça o instrumento oscilar
verticalmente e diga:
"Isto significa 'sim'."

Em seguida, faça o instrumento


oscilar horizontalmente e diga:
"Isto significa 'não'."

Da mesma forma, proceda em relação ao movimento giratório:

giro em sentido horário =


positivo, compatível

giro em sentido anti-horário =


negativo, incompatível

IMPORTANTE: O movimento deve ser natural, não exagerado. Lembre que o biotensor não é uma hélice de ventilador!
Movimentos muito intensos podem fazer com que a haste, que é feita de arame, se quebre!

TESTE DE COMPATIBILIDADE: Ao verificar a compatibilidade de alimentos ou de qualquer outro


produto, a oscilação horizontal, no entanto, indica que entre o operador e o objeto que se encontra
na sua mão, existe uma ligação positiva, ou seja, há compatibilidade. Isto fica bastante evidente,
se você mantiver o instrumento entre o seu corpo e o objeto a ser testado (ambos, de preferência,
na altura do plexo solar). Se nessa posição a ponteira do biotensor oscilar na vertical, como se
fizesse uma barreira, isto indica que o objeto testado não é apropriado para você.

Regras básicas para usar o biotensor


• Certifique-se que você está relaxado, receptivo e que confia na sua capacidade de obter uma resposta. Se houver
algum bloqueio interior do tipo "Eu não acredito que isto funcione", você provavelmente não obterá uma resposta
confiável. Lembre-se, o biotensor reage a todos os nossos pensamentos! Da mesma forma, se você primeiramente
tiver um pensamento negativo e em seguida pensar "Que legal, isto funciona mesmo", o instrumento também
mostrará isto através do seu movimento. Por isso, recomenda-se não ficar insistindo muito tempo numa mesma
pergunta, porém realizar breves testes e aceitar o primeiro movimento do biotensor como resposta.
• Esteja "no aqui e no agora", concentre-se inteiramente na sua pergunta e não se deixe distrair por outros
pensamentos.
• Segure o biotensor na sua mão dominante, sem nenhuma tensão (segurar o instrumento de forma tensa pode
provocar cãibra e gerar respostas erradas). Segure-o inteiramente na sua mão, de forma que haja bastante contato
da pele com o cabo, não segure-o apenas com a ponta dos dedos.
• Mantenha a sua mão e o seu braço parados, nem a mão, nem o braço devem se mexer. Quem ainda estiver
fazendo as suas primeiras experiências com o biotensor, pode apoiar o cotovelo da mão que está segurando o
instrumento sobre o seu quadril, isto evita que o braço trema.
• Cuide para não cruzar as pernas ou os braços, pois isto pode gerar respostas erradas.
• Mantenha-se de preferência em pé, com as pernas levemente separadas, o pé direito um pouco à frente do
esquerdo.
• Antes de cada teste, o biotensor deve estar inteiramente parado (posição neutra).
• O instrumento deve ser empunhado de forma tal que a terça parte anterior da haste fique na posição horizontal.

Algumas pessoas terão grande facilidade para usar o biotensor, outras precisarão de um pouco mais de treino, mas, em
princípio, qualquer pessoa tem condições de usá-lo, pois, intuitivamente, sabemos o que é bom para nós ou não.

O grande segredo é praticar, praticar, praticar!

CUIDADOS GERAIS
• Cuidar para não entortar a antena e não bater a ponteira de pedra contra alguma superfície dura.
• Recomenda-se guardar o biotensor em sua caixa, ao abrigo de "olhares curiosos" e longe do alcance de crianças,
quando não estiver sendo usado!

Mais informações: www.portalvibracional.blogspot.com Contato: portalvibracional@gmail.com

Interesses relacionados