Você está na página 1de 18
e-book Como incluir os pais na educação dos alunos
e-book
Como incluir os
pais na educação
dos alunos
sumáriosumário 01. Introdução ………………………………………… p. 3 02. Papel da escola e da família

sumáriosumário

01. Introdução ………………………………………… p. 3

02. Papel da escola e da família

………………………………………… p. 4

03. Relação família e escola: quais os desa-

fios? ………………………………………… p. 7

04. Roteiro do engajamento dos pais

………………………………………… p. 9

05. Iniciativas de sucesso

………………………………………… p. 14

01
01
01 introdução É notável que envolver os pais na edu- cação dos filhos e na rotina

introdução

01 introdução É notável que envolver os pais na edu- cação dos filhos e na rotina

É notável que envolver os pais na edu- cação dos filhos e na rotina da escola se tornou um desafio. E isso não é porque os pais não se importam ou não querem se envolver. É porque, para se aproximar dos pais hoje em dia, é necessário mais do que mandar um recado para casa, fazer um telefonema ocasional ou uma reunião semestral com os pais. É preciso criatividade e flexibilidade.

Há muitas maneiras pelas quais uma

escola pode se comunicar e envolver os pais. E é importante lembrar que todas variam conforme o contexto de cada instituição, com pais de diferentes per- fis. Assim, os métodos de comunicação de qualquer escola devem refletir e levar em conta essa rica diversidade.

E como fazer isso? Este e-book irá te dar as ferramentas básicas para implementar essa ação na sua es- cola. Boa leitura!

Mas, afinal, o que é envolver os pais na escola? O engajamento dos pais na
Mas, afinal, o que é envolver os pais na escola?
O engajamento dos pais na educação diz
respeito a pais e responsáveis, escolas e
comunidades trabalhando em conjunto
para garantir que todos os responsáveis
possam ter um papel positivo no apren-
dizado dos seus filhos.
e em diversas áreas da vida. Por isso, o
envolvimento dos pais também resul-
ta em benefícios econômicos, sociais e
emocionais de longo prazo.
Pais e famílias desempenham um pa-
pel importante no apoio à educação
dos seus alunos. É notório quer quan-
do os pais trabalham junto às escolas as
crianças se saem melhor nos estudos
A maioria das crianças tem dois edu-
cadores principais em suas vidas: seus
pais e seus professores. Por isso, é
importante que a influência dos pais
como educadores não termine quan-
do a criança está entrando na escola.

3

02
02

Escola e família: a importância de cada um na formação do aluno

Os pais ensinam as crianças com atitudes fundamentais para o aprendizado. Independentemente do status socioeconômico, eles são cruciais quando se trata de influenciar a atitude de uma criança em relação à aprendizagem. Em outras palavras, as ações falam mais alto do que palavras, e é através de ações que os pais equipam seus filhos com atitudes fundamentais para o aprendizado.

As crianças com atitudes positivas em relação à aprendizagem a veem como um processo natural e envolvente, criando uma curiosidade vitalícia para o conhecimento e uma abordagem proativa.

Elas também têm menos estresse e habilidades de resolução de problemas mais criativas e também contribuem para uma atmosfera geral positiva na comunidade escolar mais ampla.

Os pais podem ajudar a construir essa atitude desde cedo por meio de ações simples, desde a leitura de livros até a pergunta sobre o que eles gostaram ou

4

aprenderam na escola naquele dia. Quando os pais estão envolvidos, os alunos assumem mais responsabili- dade por seu aprendizado e a respon- sabilidade é aumentada. A comunica- ção melhora dentro da família quando as crianças procuram ajuda.

O envolvimento pode fortalecer o re- lacionamento entre pais e alunos: sa- ber as notas e atribuições do aluno é um ponto de partida fácil para abrir um diálogo para discutir o progresso, oferecer conselhos, trabalhar em pro- jetos juntos ou dar os parabéns em reconhecimento a uma boa ação.

Quanto ao papel da escola, é levar cada aluno ao seu potencial máximo.

Uma quantidade significativa de tra- balho escolar ao longo dos anos é dedicada a ajudar as crianças a apro- veitarem sua criatividade e imagina- ção para desenvolverem bem a ca- pacidade cognitiva e não-cognitivas, de modo a se tornarem adultos com habilidades que úteis em quase todos os aspectos pessoais e profissionais da vida.

Portanto, além de competências acadêmicas, a escola também deve promover a resolução de problemas

como uma habilidade vital essencial.

É a capacidade de analisar uma situ-

ação, propor uma solução e, caso essa solução não funcione, ser capaz de refazer a estratégia para tentar nova- mente.

A mentalidade de resolução de pro- blemas incentiva as crianças a con- tinuarem tentando, mesmo após reprovarem o mais recente teste de matemática. Eles vão empurrar

e persistir porque essa mentalida- de também determina que existe uma solução.

Além de ser responsável por essa capacitação, a escola desempenha um papel importante em ajudar as crianças a aprenderem a interagir positivamente com seus colegas e professores. Eles aprendem so- bre habilidades de relacionamen- to saudáveis e desenvolvem-nas ainda mais por meio de interações, tanto na sala de aula quanto no playground.

5

A maturidade emocional e social de uma criança fornece os alicerces importantes para o desenvol-

A maturidade emocional e social de uma criança fornece os alicerces importantes para o desenvol- vimento infantil em todas as outras áreas. Quando os educadores não dão atenção ao desenvolvi- mento emocional e social das crianças, isso pode resultar em adultos com baixa autoestima, que não conseguem explorar nem reconhecer seus próprios talentos.

As crianças passam uma grande parte do dia na escola e é vital que o currículo da instituição seja projetado para ajudar seus alunos a formar sóli- das relações sociais, sabendo se conectar com os outros de maneira cuidadosa e empática.

alunos a formar sóli - das relações sociais, sabendo se conectar com os outros de maneira
03
03

Relação família e escola:

quais os desafios?

03 Relação família e escola: quais os desafios? É inegável que existem muitas barreiras entre escolas

É inegável que existem muitas barreiras entre escolas e famílias e isso aconte- ce por diversos motivos.

Os mais comuns são pequenos problemas de comunicação que prejudicam a construção de uma boa conexão. A importância da boa escolaridade e da edu- cação dos filhos é bem reconhecida, mas a importância de uma boa relação entre escola e família para a formação do aluno não é tão compreendida como deveria ser.

O impacto da relação entre as escolas e as famílias chega longe e amplamente; afetando o bem-estar, comportamento e realização de cada estudante.

Mas quais são as barreiras para um envolvimento efetivo dos pais na vida es- colar do aluno?

As diferenças no nível de envolvimento dos pais com a educação de seus filhos podem ser parcialmente atribuídas à sua própria experiência na escola.

Se o aprendizado tiver sido restrito ao ambiente escolar, com pouco envolvi- mento de casa, eles provavelmente reproduzirão esse padrão com seus pró- prios filhos.

Além disso, alguns pais podem ter tido uma experiência escolar ruim, com níveis mais baixos de escolaridade. Isso pode explicar por que eles não conse- guem se integrar à escolaridade de seus filhos.

Veja alguns outros motivos que distanciam os pais do cotidiano escolar:

Escassez de tempo

No novo contexto econômico, mais competitivo, os pais têm que se dedi- car mais ao trabalho para manter a si- tuação financeira da família e podem também estar envolvidos em outros projetos particulares que exijam mais do seu tempo.

Má experiência

Alguns pais não se sentem bem-vin- dos para ir à escola. Eles podem ter tido más experiências ou memórias na escola. Portanto, eles não têm o desejo de retornar a um lugar que não se sentem muito à vontade.

Pouca conexão da escola com os pais

Alguns pais realmente precisam ser mais encorajados a se envolverem mais na educação de seus filhos e precisam que a escola entenda seu nível socioeconômico, problemas pessoais e financeiros etc. Por isso, é essencial realizar pesquisas com os pais para entender e conhecer me- lhor o que não os aproxima tanto do

Comunicação casa-escola ineficaz

A comunicação entre famílias e esco- las é uma parte importante da melho- ria das relações entre os dois grupos.

Veja algus dos desejos dos pais quanto à comunicação com a escola: - Queriam mais
Veja algus dos desejos dos pais quanto à comunicação com a escola:
- Queriam mais comunicação, particularmente na forma de um contato direto
e pessoal;
- Gostariam de um contato mais informal;
- Acham importante um contato mais personalizado - mais informações es-
pecíficas do filho.
Quando a comunicação entre pais e escola se torna uma fonte de tensão e
frustração, as raízes desse mal-estar envolvem, geralmente, tempo, frequên-
cia e eficácia das comunicações.
04
04

Casos de sucesso

04 Casos de sucesso Em 2015, a Fundação Lemann realizou uma pesquisa, em parceria com a

Em 2015, a Fundação Lemann realizou uma pesquisa, em parceria com a Omi- dyar Network e a IDEO, para entender como a participação de todos na educa- ção das crianças pode fazer a diferença, principalmente os pais.

Foram ouvidos especialistas, pais e alunos e o resultado divulgado não deixou dúvidas: primeiramente, os pais devem estar engajados com a educação de seus próprios filhos, para então começarem a se envolver com as escolas e assim com a educação de forma geral.

Para isso, eles podem ajudar começar por:

Mostrar ao filho como a escola faz bem para ele a para toda a família; Trabalhar com os filhos fora do horário escolar para ajudá-los a fortalecer suas habilidades; Trabalhar com a escola para criar um plano de ação personalizado para o seu filho; Levantar quaisquer problemas pessoais com a escola que possam afetar o de- sempenho de seus filhos; Ensinar aos filhos sobre assuntos atuais e tópicos adicionais, como a vida sau- dável e a importância do exercício.

Aos pais, o dever primordial é aprender a observar os filhos, entender suas ne- cessidades e preparar um ambiente favorável à aprendizagem deles. Quanto à observação, a escola pode sugerir algumas perguntas dinâmicas para os pais entenderem e participarem do dia escolar do filho. Confira abaixo:

- “O que você aprendeu de mais legal na aula hoje?” - “O que você

- “O que você aprendeu de mais legal na aula hoje?”

- “O que você não gostou na aula de hoje?”

- “Qual foi a última coisa que você aprendeu na escola?”

- “Algum colega te ajudou nos últimos dias?”

- “Qual foi a melhor aula da semana? Por quê?”

- “De 0 a 10, qual nota você dá para sua semana na escola?”

- “Conta pra mim uma palavra nova que você aprendeu”

- “Me ensina algo que você aprendeu essa semana na escola?”

pra mim uma palavra nova que você aprendeu” - “Me ensina algo que você aprendeu essa
05
05

Roteiro do engajamento dos pais

05 Roteiro do engajamento dos pais Ok, compreendemos perfeitamente o papel dos pais e da escola

Ok, compreendemos perfeitamente o papel dos pais e da escola na educa- ção de cada estudante. E agora, como fortalecer essa parceria a fim de in- cluir os responsáveis na vida escolar do aluno?

Comunique-se com os pais de for- ma empática

Seja transparente em suas comuni- cações e tenha empatia pelas rotinas dos pais. Esteja aberto a perguntas, preocupações e tome-as no espírito em que se destinam - um pai que se preocupa com o futuro de seus filhos.

Deixe os pais saberem que o seu ob- jetivo é o mesmo que o deles: o su- cesso do seu filho. Quaisquer que se- jam suas decisões, elas são feitas com esse objetivo em mente.

Abra sua sala de aula para os pais de todas as maneiras possíveis

• Ofereça um boletim de aula;

• Tenha um blog de turma que discuta grandes ideias, acontecimentos e pu- blique fotos do dia a dia escolar; • Use e-mail para anunciar eventos, calendário pedagógico e o que é abor- dado em sala de aula.

Colabore com professores de cada ensino para criar oficinas de pais

Os diretores e coordenadores podem formar professores para criar ofici- nas de educação para pais sobre de- senvolvimento infantil, crescimento socioemocional, jogos e atividades para apoiar a aprendizagem do aluno em casa e sugestões de brincadeiras como atividade de aprendizado em casa.

Apoiar pais, avós e famílias no uso de estratégias eficazes para atuarem como primeiros professores de seus filhos em seu crescimento socioemo- cional é o caminho para incluir os pais no cotidiano escolar do aluno.

Os pais recebem treinamento sobre como podem apoiar academicamente os alunos em áreas de conteúdo
Os pais recebem treinamento sobre como podem apoiar academicamente os alunos em áreas de conteúdo

Os pais recebem treinamento sobre como podem apoiar academicamente os alunos em áreas de conteúdo acadêmico específico. Os responsáveis treinados podem inicialmente ser voluntários na sala de aula do seu filho. Eles podem ob- servar interesses, competências e desafios que cada aluno apresenta e mostrá- -los aos professores. Um olhar de fora pode trazer muitas informações novas e os pais também terão empatia pelo dia a dia dos educadores, sensibilizando-se mais ao papel deles na vida dos filhos.

Esses eventos podem acontecer mensalmente e um café da manhã especial pode ser servido como forma de recepcionar as famílias.

podem acontecer mensalmente e um café da manhã especial pode ser servido como forma de recepcionar

12

podem acontecer mensalmente e um café da manhã especial pode ser servido como forma de recepcionar
Feedback do dia Muitos pais se sentem perdidos ou desatualizados com o ensino dos seus
Feedback do dia
Muitos pais se sentem perdidos ou desatualizados com o ensino dos seus filhos,
ao não saber o que eles estão estudando, praticando e desenvolvendo nas salas
de aula. E muitas vezes, apenas perguntar para a criança não é o suficiente.
É importante que a escola encontre uma forma de repassar as informações so-
bre conteúdos e atividades realizadas no dia com os alunos. Uma agenda digital
ou mesmo um e-mail geral são formas de fazer esse reporte!
Criar um programa de valorização
À medida que os pais aumentam sua liderança no local da escola, os diretores
podem iniciar os cafés dos pais para incentivar o diálogo adicional com as famí-
lias e aumentar as parcerias na comunidade escolar.
No final do ano letivo, a equipe de liderança da escola, com o apoio do professor,
pode organizar um evento de reconhecimento de voluntários para pais.
Este evento pode incluir um jantar em família com certificados de reconheci-
mento para os pais que se voluntariaram na sala de aula do seu filho, no local da
escola e na própria comunidade.
Programas eficazes e inspiradores de parceria entre pais e professores garantem
que os pais sejam parceiros ativamente engajados com seus filhos na escola e,
ao mesmo tempo, apoiem com sucesso o crescimento socioemocional de seus
filhos e o sucesso acadêmico em casa.
06
06

iniciativas de sucesso

06 iniciativas de sucesso Tanto as escolas como os pais devem estar unidos em querer o
Tanto as escolas como os pais devem estar unidos em querer o melhor para os
Tanto as escolas como os pais devem estar unidos em querer o melhor para
os estudantes. O que cada escola individual precisa estabelecer, no entanto, é
como apoiar pais e alunos para que isso seja feito.
Aprender em casa e na escola deve ser transparente e eficiente e uma das
maneiras mais rápidas de alcançá-lo é por meio de dinâmicas e projetos que
incitam tal envolvimento.
Compreender e conhecer maneiras eficazes de engajar os pais na educação
dos filhos é tão importante quanto saber aplicar iniciativas e projetos que pos-
sam estimular tal prática.
E
para motivar todos nesse processo é muito importante saber quais ativi-
dades adotar para cada classe e níveis de educação, sendo eles a Educação
Infantil ou o Ensino Fundamental. E vale lembrar também que os projetos,
além de engajarem os pais, também devem ser enriquecedores ao ensino dos
alunos. Veja alguns deles:
Maleta viajante
O
projeto tem como objetivo desenvolver o gosto pela boa leitura e estimular
a criatividade dos alunos. Além da participação e integração dos pais na vida
escolar dos filhos, que participam do projeto fazendo a leitura desses livros em
casa, o projeto também proporciona um momento prazeroso com os filhos.
Uma vez por semana, um aluno leva a maleta com um livro, uma caixa de lápis
de cor, uma borracha, um lápis, um apontador e uma ficha de leitura. A parte
de dentro da maleta contém a explicação e o pedido para que o responsável
pelo aluno leia o livro para ele (o que aproxima o aluno da leitura).
14
Workshop tecnológico Supervisionado por professores, é bastante recomendada a criação de um workshop, onde os

Workshop tecnológico

Supervisionado por professores, é bastante recomendada a criação de um workshop, onde os pais serão os mentores e os alunos aprenderão com eles sobre usar os aparatos e a tecnologia de forma consciente.

Além disso, o evento também pode repassar aos alunos as possibilidades de atividades de escrita e leitura que a tecnologia pode oferecer e estimulá-los a praticar. Assim como outros projetos artísticos, como pinturas, desenhos, fo- tografias etc. Criar um blog em que pais e alunos possam alimentá-lo juntos também é uma ótima pedida.

possam alimentá-lo juntos também é uma ótima pedida. Estudos de campo A escola pode sugerir alguns
possam alimentá-lo juntos também é uma ótima pedida. Estudos de campo A escola pode sugerir alguns

Estudos de campo

A escola pode sugerir alguns programas para toda a família fazer que podem ser uma oportunidade de enriquecer a aprendizagem dos alunos.

Planetários, zoológicos, cinemas, bibliotecas e museus são alguns exemplos clássicos de lugares que são ótimos para acrescentar e despertar a curiosida- de, pensamento crítico e outros ensinos fundamentais para as crianças.

Com os pais, elas terão a chance de vivenciar uma experiência diferente e de ver ensinamentos da escola em prática. Desses programas, a escola pode in- cluir atividades e relatórios que os pais e os filhos farão juntos, incluindo ma- térias como linguagens, ciência e matemática.

ma - térias como linguagens, ciência e matemática. Projetos literários Tanto a instituição quanto os pais

Projetos literários

Tanto a instituição quanto os pais podem procurar e conhecer novos projetos literários para estimular a criatividade, imaginação e capacidade cognitiva das crianças. Aplicar dinâmicas deste tipo estimula a aproximação da escola com os familiares, tendo o “aluno artista” como o grande astro da conexão.

Sugerir um filme para a criança assistir com os pais no fim de semana e, de- pois, realizar um conto sobre a obra é uma ideia certeira. “Divertida Mente”, por exemplo, é super divertido e, inclusive, trata de uma temática super relevante:

as habilidades socioemocionais.

por exemplo, é super divertido e, inclusive, trata de uma temática super relevante: as habilidades socioemocionais.

15

Após assistirem ao filme, os pais podem ajudar a criança a elaborar um relato sobre
Após assistirem ao filme, os pais podem ajudar a
criança a elaborar um relato sobre o que viram. Pode
ser um reconto, uma carta contando sobre o longa…
o interessante é o processo criativo. Assim, os pais
conseguirão ver, de perto, o desenvolvimento do fi-
lho e irão auxiliá-lo uma tarefa escolar.

Outra forma é sugerir aos pais alguma atividade de leitura interessante em uma programação cultural da cidade. Alguns shoppings, por exemplo, já con- tam com um cantinho da leitura.

A escola pode incluir uma dessas programações no calendário de cada estudante para aproveitar o momento de lazer com os familiares de forma bem educativa. Estimular o protagonismo do aluno é a melhor maneira de fazer a conexão entre pais e es- cola. E isso é completamente atingido por meio do incentivo à leitura e à escrita. Diversão e pedagogia em um só programa!

isso é completamente atingido por meio do incentivo à leitura e à escrita. Diversão e pedagogia
Já que você quer incluir os pais na vida escolar dos seus alunos, por que

Já que você quer incluir os pais na vida escolar dos seus alunos, por que não conquistá-los com um projeto emocionante?

Na Estante Mágica, escolas transformam alunos em autores do próprio livro e os pais acompanham todo o projeto!

O resultado, visto num evento de autógrafos, emocio- na e marca os familiares. E a escola é reconhecida por destacar o talento de cada pequeno grande autor!

Participe do projeto que já encantou mais de 240 mil pais em todo o Brasil!

Sobre a Estante Mágica A Estante Mágica é uma plataforma gratuita e, em parceria com

Sobre a Estante Mágica

A Estante Mágica é uma plataforma gratuita e, em parceria com escolas, transforma alunos de educação infantil e ensino fundamental 1 em autores do próprio livro.

Presente em mais de 3 mil escolas, já impactou mais de 240 mil crianças, dando a chance de cada uma escrever, ilustrar e publicar o próprio livro em um evento de autógrafos!

Quer levar esse projeto para a sua escola? Inscreva-se clicando aqui!
Quer levar esse projeto para a sua
escola?
Inscreva-se clicando aqui!
o próprio livro em um evento de autógrafos! Quer levar esse projeto para a sua escola?
o próprio livro em um evento de autógrafos! Quer levar esse projeto para a sua escola?
o próprio livro em um evento de autógrafos! Quer levar esse projeto para a sua escola?