Você está na página 1de 2

CLASSE MEMBRESIA Igreja Batista Filadélfia Aula 1 - Tema: A NOSSA CONFISSÃO DE FÉ

Objetivo: Apresentar e explicar a nossa Confissão de Fé aos que desejam ser membros para possam compreender o que a nossa igreja crê.

Introdução:

Saudação e boas vindas

Folha de inscrição

Apresente-se: Nome, onde mora, família, trabalho, conversão.

A coisa mais importante sobre uma igreja é o que ela crê e por isso iniciamos a Classe de Membresia com a Confissão de Fé. Vamos ler a nossa Confissão de Fé e dar as necessárias explicações. Caso você tenha dúvida é só perguntar. Quantas de vocês estiveram em alguma igreja que usa a Confissão de Fé?

NOSSA CONFISSÃO DE FÉ [Adotamos em partes a Confissão de Fé Batista de 1689]

I. Na inspiração verbal e plenária das Escrituras no Velho e Novo Testamento nos textos originais, as quais são autoridade suprema e final em matéria de fé e prática.

II. Na trindade de Deus: Um Deus eternamente existente em três pessoas iguais em glória e distintas em atuação Pai, Filho e Espírito Santo.

III. Na deidade, nascimento virginal, morte expiatória, ressurreição corporal e na vinda de Jesus Cristo.

IV. Na personalidade do Espírito Santo, por quem os crentes são chamados, regenerados, batizados por Cristo, habitados, cheios, dirigidos, instruídos e selados para toda a eternidade.

V. Na criação do universo e do homem por decreto e ação imediata de Deus.

VI. Na queda, depravação total e culpa de toda a raça humana em Adão.

VII. Na salvação eterna pela da graça de Deus por meio da fé de todos os crentes remidos por Cristo e regenerados pelo Espírito Santo.

VIII. Na igreja neo-testamentária como sendo uma comunidade autônoma de crentes batizados, unidos para realização dos seus propósitos fundamentais: Evangelização, Adoração, Ensino, Comunhão e Serviço.

IX. Nas duas ordenanças cristãs: (1) O Batismo, a ser ministrado por imersão do crente nas águas. (2) A Ceia do Senhor.

X. Na existência pessoal de anjos, demônios e Satanás.

XI. Na imortalidade e bem-aventurança eterna de todos os crentes e na sua ressurreição corporal e arrebatamento.

XII. Na ressurreição, no juízo, punição, e sofrimento eterno de todos os injustos.

1. O que é uma Confissão de Fé?

Uma Confissão de Fé [Declaração] é um resumo dos ensinamentos mais importantes da Bíblia. Ela não é um documento inspirado por Deus, mas ela é um resumo dos artigos mais importantes que concordamos sobre as Escrituras. Tornar-se membro da nossa igreja significa concordar com este documento, então se você deseja se tornar membro você deve subscrever este documento.

2. O Valor de uma Confissão de Fé

Há muitas coisas importantes na Bíblia que podemos discordar e ainda caridosamente ser membros da mesma igreja. Mas há algumas coisas que precisamos concordar para andarmos juntos como igreja. A Confissão de Fé compõe aquilo que é essencial no Evangelho. Por isso ela é uma afirmação concisa e simples.

3. Examinando a Confissão de Fé

a.

Declarações Historicamente Cristãs. [Declarações que qualquer igreja que historicamente afirma ser cristã crê] Pontos II, III, IV, V, VI, VIII, IX, X

a.

Declarações Evangélicas [Declarações que somente igrejas protestantes creem] - Pontos I, VII, VIII, XI e XII

b.

Declarações Batistas [Declarações que somente igrejas Batistas creem] - Pontos VIII e IX [Resumir e explicar semelhanças e diferenças]

4.

Distintivos além da Confissão de Fé

a.

Somos Calvinistas

b.

Somos Conservadores

c.

Temos Presbíteros

Apêndice: Doze Razões Pelas Quais Membresia É Importante (Por Jonathan Leeman)

1.

Membresia é bíblico. Jesus estabeleceu a igreja local e todos os apóstolos exerceram o seu ministério por meio dela. A vida cristã no Novo Testamento é a vida da igreja. Os cristãos de hoje deveriam esperar e desejar o mesmo.

2.

A

igreja são os seus membros. Ser “uma igreja” no Novo Testamento é ser um de seus membros (leia

Atos). E você quer ser parte da igreja porque foi ela que Jesus veio resgatar e reconciliar consigo mesmo.

3.

É

um pré-requisito para a Ceia do Senhor. A Ceia do Senhor é uma refeição para a igreja reunida, isto é,

para membros (ver 1Co 11.20,33). E você quer tomar a Ceia do Senhor. Ela é o “uniforme” que torna o

time da igreja visível às nações.

4.

É

como Jesus é oficialmente representado. A membresia é a afirmação da igreja de que você é um

cidadão do reino de Cristo e, portanto, um Representante reconhecido de Jesus perante as nações. E você quer ser um Representante oficial de Jesus. Diretamente relacionado a isso…

5.

É

como alguém declara a sua mais alta lealdade. A sua membresia no time, que se torna visível quando

você veste o “uniforme”, é um testemunho público de que a sua mais alta lealdade pertence a Jesus. Provações e perseguição podem vir, mas as suas únicas palavras são: “Eu estou com Jesus”.

6.

É

como as imagens bíblicas são personificadas e experimentadas. É nas estruturas de responsabilidade

da igreja local que os cristãos expressam ou personificam o que significa ser o “corpo de Cristo”, o

“templo do Espírito”, a “família de Deus”, e assim com todas as demais metáforas bíblicas (ver 1Co 12).

E

você quer experimentar a interconectividade do seu corpo, a plenitude espiritual do seu templo, e a

segurança e intimidade e identidade compartilhada da sua família.

7.

É

como alguém serve outros cristãos. A membresia ajuda você a saber quais cristãos no Planeta Terra

você está especificamente responsável por amar, servir, admoestar e encorajar. Ela o habilita a cumprir suas responsabilidades bíblicas para com o corpo de Cristo (por exemplo, ver Ef 4.11-16, 25-32).

8.

É

como líderes cristãos são seguidos. A membresia ajuda você a saber quais líderes cristãos no Planeta

Terra você é chamado a obedecer e seguir. Novamente, ela permite que você cumpra sua responsabilidade bíblica para com eles (ver Hb 13.7, 17).

9.

Ela ajuda os líderes cristãos a liderarem. A membresia possibilita que os líderes cristãos saibam de quais cristãos no Planeta Terra eles haverão de “prestar contas” (At 20.28; 1Pe 5.2).

10.

Ela possibilita a disciplina eclesiástica. Ela fornece o lugar biblicamente prescrito para participar da obra da disciplina eclesiástica de modo responsável, sábio e amoroso (1Co 5).

11.

Ela dá estrutura à vida cristã. Ela põe o chamado dado a cada cristão individual de “obedecer” e “seguir” Jesus em um cenário da vida real, onde a autoridade é de fato exercida sobre nós (ver Jo 14.15; 1Jo 2.19, 4.20-21).

12.

Ela constrói um testemunho e convida as nações. A membresia põe a alternativa do governo de Cristo

ante os olhos do universo (ver Mt 5.13; Jo 13.34-35; Ef 3.10; 1Pe 2.9-12). As próprias fronteiras que são postas ao redor da membresia de uma igreja apresentam uma sociedade de pessoas que convida as nações para algo melhor.