Você está na página 1de 6
Direito Babilônico (cuneiforme) Direito Hebreu Direito Hindu Direito Egípcio
Direito Babilônico (cuneiforme)
Direito Hebreu
Direito Hindu
Direito Egípcio
Direito Hindu e Direito Indiano  Direito indiano e direito hindu não são sinônimos: a
Direito Hindu e Direito Indiano
 Direito indiano e direito hindu não são sinônimos: a lei
indiana é a lei do Estado indiano que se aplica a todos os
cidadãos independentemente da sua religião; o direito hindu
é a lei que se aplica à comunidade hindu, que é a maioria da
população da Índia.
Prof. Daniel Mayerle
Prof. Daniel Mayerle
é a maioria da população da Índia. Prof. Daniel Mayerle Sociedade Família Direito Prof. Daniel Mayerle
Sociedade Família Direito Prof. Daniel Mayerle
Sociedade
Família
Direito
Prof. Daniel Mayerle
Prof. Daniel Mayerle
Prof. Daniel Mayerle
Prof. Daniel Mayerle
Prof. Daniel Mayerle
Sociedade dividida em casta (varnas) •Varnas fechadas, não admitiam ascensão durante a vida Brâmane BRAHMAN
Sociedade dividida
em casta (varnas)
•Varnas fechadas, não admitiam ascensão
durante a vida
Brâmane BRAHMAN
•Casta superior, lideres espirituais e religião,
médicos, estudo e aplicação do direito
Xatrias KSATRIAYA
•guerreiros
Vaixas VAISYA
•agricultura, indústria e comércio
Sudras SUDRA
•Casta inferior, segmentos de pessoas que
trabalham para outras castas, servidão
Prof. Daniel Mayerle
Prof. Daniel Mayerle
Prof. Daniel Mayerle
Típico dos seguidores da religião brâmane Possui cerca de 746,8 milhões de membros Escala de
Típico dos seguidores da religião brâmane
Possui cerca de 746,8 milhões de membros
Escala de seres com progressão através da reencarnação
Existência de céu e inferno
Sistema de castas
Prof. Daniel Mayerle
ChándalasChándalas • originários de uma união proibida entre pessoas de diferentes castas ou indígenas que
ChándalasChándalas
• originários de uma união proibida entre pessoas de
diferentes castas ou indígenas que não se converteram
Escravidão é contemplada para prisioneiros de
Escravidão é contemplada para prisioneiros de
guerra e a impossibilidade do pagamento de
guerra e a impossibilidade do pagamento de
multas ou dívidas
multas ou dívidas
Prof. Daniel Mayerle
Casamento é monogâmico, passando depois a poligâmico Observa-se no caso do matrimônio a ordem descendente
Casamento é monogâmico, passando depois a poligâmico
Observa-se no caso do matrimônio a ordem descendente de
castas
Finalidade do casamento: reprodução para préstimo de
sacrifícios mortuários
A viúva pode ser dada a outro parente
Celebração do casamento obedece ritos que lhe conferem
validade
Prof. Daniel Mayerle
 Mulheres sob tutela do pai até o casamento  Mulheres sob tutela do marido
 Mulheres sob tutela do
pai até o casamento
 Mulheres sob tutela do
marido após o
casamento
 Se viúva, fica sob tutela
do filho mais velho
 O divórcio é permitido
a ambas as partes, com
maiores restrições à
mulher
Prof. Daniel Mayerle
Há de se observar a ordem, no caso de mulheres de diversas castas Incapazes e
Há de se observar a ordem, no caso de mulheres
de diversas castas
Incapazes e eunucos não sucedem
Todas as castas tinham direito a propriedade,
porém por meio diferenciado
Prescrição aquisitiva decenária, se alguém
utilizasse o bem
Prof. Daniel Mayerle
Direito penal contempla penas restritivas de direito e liberdade, bem como corporal, inclusive de morte
Direito penal contempla penas restritivas de direito e
liberdade, bem como corporal, inclusive de morte
Pena diferenciada para a casta
•Exemplo: Brâmanes não tem pena de morte, só, em casos
gravíssimos, exílio
Rito processual único, civil e penal
Prova testemunhal e ordálias
Prof. Daniel Mayerle
Sucessão tem a finalidade de conservar bens patrimoniais Não se admite testamento (normalmente) Morrendo o
Sucessão tem a finalidade de conservar bens patrimoniais
Não se admite testamento (normalmente)
Morrendo o pai sem testamento, não se divide o patrimônio, o
primogênito representa o pai, colocando a mãe sob sua guarda
Morrendo a mãe, pode ele tomar toda a herança para si,
representando o pai
Prof. Daniel Mayerle
Teoria das obrigações não recebeu elaboração concreta Existência de institutos como o penhor, a fiança,
Teoria das obrigações não recebeu elaboração concreta
Existência de institutos como o penhor, a fiança, e dos
requisitos do contrato, bem como os vícios de consentimento
Proibição do anatocismo
Limitação de juros ao valor do capital
Prof. Daniel Mayerle
 Direito no sentido a que os ocidentais se referem não existe em sânscrito 
 Direito no sentido a
que os ocidentais se
referem não existe em
sânscrito
 Hindus não possuem
regras de
comportamento
sancionadas por um
constrangimento físico
 Melhor corresponde a
nossa noção de direito
é o dharma = dever
Prof. Daniel Mayerle
Dharma é Conjunto de regras que o homem deve seguir em razão da sua posição
Dharma é Conjunto de regras que o homem deve seguir em razão
da sua posição social
O dharma compreende portanto regras que, segundo a nossa
ótica, relevam umas da moral, outras do direito, outras ainda da
religião, do ritual ou da civilidade.
Mais antiga fonte de direito desta civilização smarta-sutra,
proveniente da literatura védica
Fundamentada na memória e identificada com tradições dos
índios
Prof. Daniel Mayerle
Moralidade Ética Responsabilidade Individual Responsabilidade Social Leis para o convívio Profissão Ahimsa
Moralidade
Ética
Responsabilidade
Individual
Responsabilidade
Social
Leis para o convívio
Profissão
Ahimsa (não
violência)
Prof. Daniel Mayerle
Dharma
 Segunda fonte mais antiga conhecida: Código de Manu (Manava- Dharma- Sastra) Prof. Daniel Mayerle
 Segunda fonte
mais antiga
conhecida:
Código de
Manu
(Manava-
Dharma-
Sastra)
Prof. Daniel Mayerle
O Dharma de uma pessoa controla todas as atividades de qualquer natureza. 1 - Suas
O Dharma de uma pessoa controla todas as atividades de qualquer natureza.
1 - Suas atividades diárias
•Quando ela acordar, como ela deve dividir o seu dia, quando ela vai para a cama.
•O que ela tem que comer, tanto qualitativa como quantitativamente.
•As relações humanas com poderes sobrenaturais
2- Ela prescreve a cerimônia ritual em que essas relações são mantidas,
3 - A relação do indivíduo com seus companheiros
•O Dharma também rege as relações sociais, que pertencem a muitos aspectos, para nós, ao campo
do direito. Direito hindu é, com todos os outros aspectos é uma parte hindu do Dharma.
•As regras de direito hindu são encontradas em tratados de Dharma, os Dharmasastras, mas esses
textos contêm uma infinidade de outras regras que pouco ou nada têm em comum com a lei. Além
disso Dharma principal fonte do direito admite outras fontes.
É anterior a supremacia dos brâmanes nesta religião Por ser politeísta hinduísmo possui uma confraria
É anterior a supremacia dos brâmanes nesta religião
Por ser politeísta hinduísmo possui uma confraria de 33
deuses, 11 no céu, 11 na terra e 11 na região intermédia.
Os deuses são em sua maioria, fenômenos naturais
divinizados.
Entre os deuses, há sobretudo Brama, Visnu e Siva, cada
um, aliás, designado por milhares de nomes
Prof. Daniel Mayerle
Surgiu após a vitória do sistema bramânico Teve diferentes acepções até estar totalmente concluído em
Surgiu após a vitória do sistema bramânico
Teve diferentes acepções até estar totalmente concluído em 600
a.C
Manu não foi um rei, mas sim um poderoso deus, salvo por
Visnu do dilúvio universal
Segundo a lenda indiana sobre o dilúvio, é o pai da raça humana.
Manu também é considerado como um pseudônimo da classe
sacerdotal
Prof. Daniel Mayerle
Código de Manu especifica toda a ordem ética, religiosa, jurídica e moral dessa sociedade, nos
Código de Manu especifica toda a ordem ética, religiosa,
jurídica e moral dessa sociedade, nos menores detalhes
Fixava punições rigorosas para o seu descumprimento
Perdeu seu rigorismo no curso dos séculos, sofrendo
algumas atenuações
Reformas propostas por ingleses não se concretizaram
Prof. Daniel Mayerle
 Dividido em 12 Livros  Excluindo-se os livros Primeiro e Décimo Segundo, os demais
 Dividido em 12 Livros
 Excluindo-se os livros Primeiro e Décimo
Segundo, os demais podem ser divididos em
três grupos:
 a) sanciona o ordenamento religioso da
sociedade;
 b) disciplina os deveres do rei; e,
 c) discorre sobre o direito processual.
Prof. Daniel Mayerle
Livro Primeiro - Descreve a apresentação e o pedido das leis compiladas pelos Maharqui (os
Livro Primeiro - Descreve a apresentação e o pedido das leis
compiladas pelos Maharqui (os dez santos eminentes)
dirigido a Manu; a criação do mundo; a hierarquia celeste e
humana; a divisão do tempo; o alternar-se da vida e da
morte, em cada ser criado; e, a explicação das regras para
que possam ser difundidas.
Livro Segundo - Institui quais sejam os deveres que devem
cumprir os homens virtuosos, os quais são inatacáveis tanto
pelo ódio quanto pelo amor, e as obrigações e a vida
prescrita para o noviciado e a assunção dos sacramentos
para os Brâmanes, sacerdotes, membros da mais alta casta
hindu.
Prof. Daniel Mayerle
 Cap. 1 Dos ofícios dos juízes  Cap. 2 Dos meios de provas 
 Cap. 1 Dos ofícios
dos juízes
 Cap. 2 Dos meios de
provas
 Cap. 3 Das moedas
 Cap. Dos depósitos
 Das empresas
comerciais feitas por
associados
Prof. Daniel Mayerle
Privilégios para os brâmanes O hindu de classe média ou inferior encontrava um abismo legal
Privilégios para os brâmanes
O hindu de classe média ou inferior encontrava um
abismo legal diante de suas ações
A noção de legalidade está associada ao dharma “a
correta ou boa ação dos indivíduos em toda sua vida”
Existe a previsão legal de um direito positivo aplicado
pelos tribunais (vyavahara)
Prof. Daniel Mayerle
Livro Terceiro - Estipula normas sobre o matrimônio e os deveres do chefe da família;
Livro Terceiro - Estipula normas sobre o matrimônio e os deveres do chefe da
família; trazendo descrições minuciosas sobre os inúmeros costumes nupciais; o
comportamento do bom pai frente à mulher e aos filhos; a obrigação de uma
vida virtuosa; a necessidade de excluir pessoas indesejáveis, como, por
exemplo, os portadores de doenças infecciosas, os ateus, os que blasfemam, os
vagabundos, os parasitas, os dançarinos de profissão, etc. do meio familiar; as
oblações que devem ser feitas aos deuses, etc.
Livro quarto - Ratifica, como de fundamental importância, o princípio de que
qualquer meio de subsistência é bom se não prejudica, ou prejudica o menos
possível, os outros seres humanos, e ensina de que maneira, honesta e honrosa,
se pode procurar como e do que viver.
Prof. Daniel Mayerle
Livro Quinto - Indica quais os alimentos que devem ser preferencialmente consumidos para ter uma
Livro Quinto - Indica quais os alimentos que devem ser
preferencialmente consumidos para ter uma vida longa e quais
normas de existência devem ser seguidas para a purificação do
corpo e do espírito; eleva simbolicamente a função do trabalho e
determina normas de conduta para as mulheres, que devem estar
sempre submetidas ao homem (pai, marido, filho ou parente e, na
falta, ao soberano).
Livro Sexto - Regula a vida dos anacoretas (religioso contemplativo)
e dos ascetas (praticantes); de como tornarem-se, conhecendo as
escrituras, cumprindo sacrifícios e abandonando as paixões
humanas.
Prof. Daniel Mayerle
Livro Oitavo e Nono - São os que mais interesse trazem aos estudos, pois contêm
Livro Oitavo e Nono - São os que mais interesse trazem aos estudos, pois contêm normas de direito
substancial e processual, como também as normas de organização judiciária. A justiça vem do rei,
que deve decidir pessoalmente as controvérsias que podem ser resumidas nos dezoito títulos do
Livro Oitavo e nos três do Livro Nono.
Livro Oitavo: Parte Geral: I – Da Administração da Justiça – Dos Ofícios dos Juízes; II – Dos Meios de
Provas; III – Das Moedas; Parte Especial: IV – Das Dívidas; V – Dos Depósitos; VI – Da Venda de Coisa
Alheia; VII – Das Empresas Comerciais; VIII – Da Reivindicação da Coisa Doada; IX – Do não
Pagamento por Parte do Fiador; X – Do Inadimplemento em Geral das Obrigações; XI – Da Anulação
de uma Compra e Venda; XII – Questões entre Patrão e Servo; XIII – Regulamento dos Confins; XIV –
Das Injúrias; XV – Das Ofensas Físicas; XVI – Dos Furtos; XVII – Do Roubo; XVIII – Do Adultério;
Livro Nono: XIX – Dos Deveres do Marido e da Mulher; XX – Da Sucessão Hereditária; XXI – Dos Jogos
e dos Combates de Animais; Disposições Finais.
Prof. Daniel Mayerle
Meios de prova art. 49 - testemunhal Juros Art. 140 - possibilidade legal Roubo e
Meios de prova art. 49 - testemunhal
Juros Art. 140 - possibilidade legal
Roubo e furto art 329 – clara tipificação
Adultério e posição contrária a mistura de castas art. 349 e 350
Divórcio art. 494 – decisão do marido
Proibição da prática de jogos art. 637
Prof. Daniel Mayerle
Livro Sétimo - Determina os deveres dos reis e confirma as normas de sua conduta,
Livro Sétimo - Determina os deveres dos reis e confirma as
normas de sua conduta, que deve ter como objetivo proteger
com justiça todos aqueles que estão submetidos ao seu poder.
O Código se ocupa não só das relações internas, como também
das externas, e dita regras de diplomacia para os embaixadores
do rei e da arte da guerra quando for preciso recorrer às armas.
O princípio romano “se queres a paz prepara-te para a guerra”
(si vis pacem para bellum), já é aplicado aqui, quando diz que o
rei, cuja armada mantém-se eficiente e constantemente em
exercício, é temido e respeitado pelo mundo inteiro.
Prof. Daniel Mayerle
Livro Décimo - Regula a hierarquia das classes sociais, a possibilidade do matrimônio e os
Livro Décimo - Regula a hierarquia das classes sociais, a possibilidade do matrimônio e os
direitos que têm os filhos nascidos durante sua vigência e estabelece normas de conduta
para aqueles que não conseguem, por contingências adversas, viver segundo as prescrições e
as exigências de sua própria casta.
Livro Décimo Primeiro – Enumera uma longa série de pecados e faltas e estabelece as
penitências e os meios para se redimir.
Livro Décimo Segundo - Enfoca a recompensa suprema das ações humanas. Aquele que faz o
bem terá o bem eterno nas várias transmigrações de sua alma; o que faz o mal receberá a
devida punição nas futuras encarnações. As transmigrações da alma são detalhadamente
previstas e descritas. Tanto em bem quanto em mal, até que a alma chegue à perfeita
purificação e, em conseqüência, possa ser reabsorvida por Brahma.
Prof. Daniel Mayerle
O direito hindu é um direito consuetudinário que varia até ao infinito, mas dominado por
O direito hindu é um direito consuetudinário que varia até ao infinito, mas
dominado por uma doutrina religiosa, o hinduísmo, fixada nomeadamente
nos escritos sagrados, os dharmasasstra. Mais importante referência:
Código de Manu
Sua importância é bem menor do que a do Código de Hammurabi ou do
Código Mosaico, não tendo exercido nenhuma influência junto a outras
legislações.
Foi escrito em sânscrito e há várias traduções, contendo 746 artigos. Este
Código situa-se aproximadamente no ano 1000 A.C., ou seja, mais ou
menos 1000 anos após o Código de Hammurabi.
Prof. Daniel Mayerle