Você está na página 1de 3

Contextualização

História das
Direito = dis + rectum
Instituições Jurídicas (latim popular) (muito intenso) (reto, justo)
Latim clássico jus = ius -> Sânscrito iás

Direito, em português; derecho, em espanhol;


1. Objeto da História do Direito diritto, em italiano; droit, em francês; drept, em
romeno; right, em inglês; recht, em alemão;
2. História Externa do Direito
regt, em holandês
3. História Interna do Direito

Prof. Daniel Mayerle

Contextualização Origem do conhecimento


Plácido e Silva: 1) Empirismo
tudo aquilo que é reto e justo, Orienta-se no sentido de que todo e qualquer
conhecimento encontra seu fundamento na experiência
relacionado com razão, eqüidade e reiterada
justiça 2) Racionalismo
Miguel Reale: Fundamento na razão. Até reconhece uma realidade
a) Direito como sinônimo de lei empírica, cujo fundamento seja a razão
3) Criticismo
b) Direito sob aspecto subjetivo(facultas
A razão não comporta idéias inatas, nas certas formas
agendi) e objetivo (norma agendi) e categorias à princípio puras, condicionadas da
c) Direito como sinônimo de justiça experiência

Prof. Daniel Mayerle Prof. Daniel Mayerle

Fonte primária do Direito no


tempo e no espaço
1.º Subjetivismo Histórico
Savigny Onde começa a história fundada em
documentos, ai se encontra um direito positivo
existente, cuja origem é anterior aos tempos pré-
Para que o Direito se realize é históricos
necessária uma conjugação de 2.º Positivismo
forças e circunstâncias provenientes Toma o direito como ligado, não somente à história,
mas a realidade. Segundo Augusto Comte O direito se
de uma ação simultânea, situa como uma conseqüência no plano de
investigações de relações entre fatos. Decorre disto
espontânea e elaborada que presos aos fenômenos, só podemos buscar o
direito no estado positivo, e esta só se circunscreve a
fatos imediatos da experiência

Prof. Daniel Mayerle Prof. Daniel Mayerle

1
Fonte primária do Direito no
tempo e no espaço
3.º Contratualismo
Rosseau e Locke O direito resulta do livre
consentimento dos homens em sociedade. O O homem não sobreviveria
direito é obra da vontade coletiva e não existe
sem o contrato entre os componentes do grupo sem o direito e o direito não
humano
Da teoria contratualista resulta o caráter de
sobreviveria sem o homem
obrigatoriedade da norma jurídica, desde que
este, porém, resulte do consenso dos que
participam da sua elaboração, em
consonância, como espírito de adesão geral

Prof. Daniel Mayerle Prof. Daniel Mayerle

Objeto da História do Direito Objeto da História do Direito


Direito não é algo estático Conceitos fundamentais:
Encontra-se em processo histórico História
Acompanha o progresso humano
Instituições
Cada povo tem sua própria necessidade social,
logo seu Direito Jurídicas
Direito amoldado a sua realidade e a seu
tempo História das Instituições Jurídicas
Direito é evolução contínua. Suas formas e aplicações se
desenvolvem, mas a essência é a mesma
(Celso Celidônio)

Prof. Daniel Mayerle Prof. Daniel Mayerle

História Interna e Externa do


Interdisciplinariedade
Direito
Introdução ao Estudo do Direito História Interna do Direito
Teoria Geral do Estado Atinente a vida dos institutos e
Direito Constitucional instituições em conexão com as teorias
Sociologia Jurídica em que se baseiam
Filosofia Jurídica História Externa do Direito
Diz respeito as fontes e aos
acontecimentos sociais que as
determinaram

Prof. Daniel Mayerle Prof. Daniel Mayerle

2
Abordagem da História do Direito
A reconstrução do ordenamento jurídico,
com história das fontes

A aplicação deste ordenamento jurídico


pelos órgãos do judiciário e pela prática
da sociedade

O estudo da doutrina jurídica


contemporânea à época do ordenamento
jurídico em estudo
Prof. Daniel Mayerle