Você está na página 1de 2

 Em que consiste e pra quê serve Chemical Abstracts Service, número CAS, bem como

explique a diferença entre CAS e FISQP ? (2,00)

Chemical Abstracts Service (CAS), é uma divisão da American Chemical Society, publica
informações desde 1907, tendo sua sede em Ohio, EUA. É uma autoridade mundial para
a informação sobre químicos, tratando-se de um imenso banco de dados que cataloga
todas as substâncias químicas, a busca destas substâncias é realizada em seu site,
possuindo 7900 substâncias químicas mais usadas em acesso livre, sendo o acesso mais
aprofundado, pago. Além disso as substancias são classificadas em um número CAS, que
consiste em um sequencial numérico mundialmente reconhecido para determinada
substância. Através do número CAS pode-se reconhecer uma substância e tratá-la da
mesma maneira quanto as suas especificidades em qualquer lugar do mundo, facilitando
assim a sua harmonização e padronização.

O CAS se trata da classificação mundial da substância química, já a FISPQ (Ficha de


informações de segurança sobre produtos químicos), faz parte de uma série de medidas
definidas pelo GHS (Globally Harmonized System), ou sistema global de harmonização, que
definiu estratégias mundiais para padronização dos produtos químicos. No Brasil a
Associação Brasileira de normas técnicas (ABNT) normatizou o acordo do GHS, emitindo
uma norma especifica para tratar os produtos químicos, sendo esta a NBR 14725.
Especificamente, a FISPQ é uma ficha de informação baseada no GHS, tendo sua estrutura
definida, no Brasil, pela ABNT NBR 14725, permitindo que o transporte, uso e disposição de
agentes químicos sejam gerenciados adequadamente, protegendo a saúde humana e o
meio ambiente. A FISPQ, utiliza o número do CAS para classificar os produtos químicos,
assim em qualquer lugar do mundo que utilize determinado agente químico, saberá,
exatamente a substância química descrita na FISPQ.

 As principais vias de exposição a agentes químicos, são e em que consistem? (1,00).

As principais vias de exposição a agentes químicos são: respiratória, cutânea e digestiva.

A via respiratória é a mais comum em relação a agentes químicos, a maior parte dos
agentes químicos são absorvidos pela respiração. Geralmente os aerodispersóides sendo
névoas ou neblinas, são facilmente inalados e se tornam um risco ao trabalhador, pois
estas substâncas competem com a absorção de oxigênio pelo pulmão.

A via cutânea, ou absorção de produtos químicos pela pele, também possui muitos relatos
de afastamentos do trabalho, geralmente os produtos químicos podem causar reações
alérgicas e diversas dermatoses ocupacionais

 Acordo de Reconhecimento Mútuo Inmetro Acreditação (atividade laboratórios)


Saudações. Comente a respeito. (1,00)
 O que distingue a vigilância médica, ambiental e biológica? (1,00)
Como material de reforço, além do caderno de estudos, vejam o Artigo Os biomarcadores
e sua aplicação na avaliação da exposição aos agentes químicos ambientais, disponível
na biblioteca