Você está na página 1de 8

Ministério da Educação

UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ


Campus Curitiba

PLANO DE ENSINO
CURSO Curso Superior de Tecnologia em Mecatrônica Industrial MATRIZ 493

Reconhecido pela portaria Ministerial nº 503, publicada no D. O. U. de 08/03/2004,


retificada na pág. 19, da seção 01 do D. O. U. de 30/03
FUNDAMENTAÇÃO LEGAL
de 20/01/2004. Aditado pela Portaria MEC nº 119 de 26/10/2006. Alterado pelas
Resoluções do COGEP nº 017/14 de 14/03/2014 e nº 042/14 de 10/06/2014.

DISCIPLINA/UNIDADE CURRICULAR CÓDIGO PERÍODO CARGA HORÁRIA (horas)


Teórica Prática Total
Programação Básica EL82D 2o.
80 0 80

PRÉ-REQUISITO
EQUIVALÊNCIA

OBJETIVOS
Aplicar as principais técnicas e recursos de programação para a implementação de softwares básicos.

EMENTA
Estrutura de Dados: conceitos, variáveis, comando de atribuição, estruturas de decisão, estruturas de repetição;
Introdução à linguagem de programação: programa fonte, objeto executável; Ambiente integrado, compilador; Funções;
Variáveis e constantes; Operadores Aritméticos; Operadores Lógicos e Relacionais; Funções Básicas; Comandos;
Vetores, matrizes e strings; Funções: tipos de valores de retorno, passagem de parâmetros, escopo de variáveis;
Ponteiros, conteúdo, endereço, alocação de memória; Manipulação de arquivos; Metodologia de desenvolvimento de
programas; Especificação de um problema algorítmico; Documentação de funções, endentação e comentários no
código.

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO
ITEM EMENTA CONTEÚDO
- Descrição de um problema em português, em fluxograma
e em pseudocódigo.
1 Especificação de um problema algorítmico.
- Linguagem de Programação.
- Definição de algoritmos.
- Introdução à linguagem de programação: programa fonte,
objeto e executável.
- Linguagem de programação ANSI-C.
- Sistema Operacional Linux.
2
Introdução a linguagem de programação: - Terminal de comandos bash.
programa fonte, objeto e executável.
- Gerenciamento de arquivos.
- Editores de Texto.
- Compilação de arquivo fonte.
- Execução de comandos através de terminal.
- Top-down.
- Refinamento Sucessivo.
Metodologia de desenvolvimento de
3 - Botton-up.
programas.
- Método de Mesa.
- Módulos.
- Estilo de programação e endentação.
Documentação de funções, endentação e
4 - Importância dos Comentários.
comentários no código.
- Importância de nomear as variáveis.
- Editor de Texto.
5 Ambiente integrado, compilador. - Gcc
- Ambiente integrado.
- Tipos de dados.
- int
- char
- float
6 Variáveis e constantes. - Regras sintáticas para nomes de variáveis.
- Constantes.
- Enumerações.
- Constantes caracteres.
- Hexadecimal, octal etc.
- Operadores aritméticos.
7 Operadores aritméticos. - Funções matemáticas.
- Math.h etc.
8 Operadores lógicos e relacionais. - Operadores lógicos e relacionais.
9 Funções Básicas. - Funções Básicas.
- Comandos.
10 Comandos. - Blocos de comandos.
- Declaração de variáveis.
- Decisão.
- if
- if else
Estrutura de dados: conceitos, variáveis, - else if
11 comando de atribuição, estruturas de - switch
decisão, estruturas de repetição. - Repetição
- while
- for
- do while.
12 Vetores, matrizes e strings. - Vetores, matrizes e strings.
- Ponteiros, conteúdo, endereço, alocação de memória.
Ponteiros, conteúdo, endereço, alocação de
13 - malloc
memória.
- sizeof
- Funções.
- Programação modular.
14 Funções.
- Modularidade.
- Protótipo de funções.

15
Funções: tipos de valores de retorno, - Funções: tipos de valores de retorno, passagem de
passagem de parâmetro, escopo de variáveis. parâmetro, escopo de variáveis.

REFERÊNCIAS
Referencias Básicas:
KERNIGHAM, Brian W.; RITCHIE, Dennis M. A Linguagem de Programação C: padrão ANSI. Rio de
Janeiro. Ed. Campus, 1989. 289p ISBN 8570015860

Referências Complementares:

VAREJÃO, Flávio M.. Linguagem de Programação: Conceitos e Técnicas. Rio de Janeiro. Ed Elsevier/Campus,
2004. 352p. ISBN 85-352-1317-1.
MIZRAHI, Victorine Viviane. Treinamento em Linguagem C: curso completo – módulo 1. São Paulo: McGraw-
Hill, c1990. 241 p.
MIZRAHI, Victorine Viviane. Treinamento em Linguagem C: curso completo – módulo 2. São Paulo: Makron,
c1990. 273 p. ISBN 007460855X.
HARBISON III, Samuel P.; STEELE, Guy L.. C: Manual de Referência. Ed. Ciencia Moderna, 2002. 544p. ISBN
8573932295.
FORBELLONE, André Luiz Villar; EBERSPÄCHER, Henri Frederico. Lógica de programação a construção de
algoritmos e estruturas de dados. 3. ed. rev. e ampl. São Paulo: Makron, 2000. 195 p. ISBN 85-346-1124-6.
GUIMARÃES, Angelo de Moura; LAGES, Newton Alberto de Castilho. Algoritmos e estruturas de dados. Rio de
Janeiro. LTC, 1994. 216p. ISBN 85-216-0378-9.

Sistema de Avaliação

Considerar-se-á aprovado o aluno que tiver frequência às atividades escolares igual ou superior a 75% (setenta e cinco
por cento) da carga horária total da unidade curricular e nota final ou superior a 7,0 (sete inteiros e zero décimos).
PLANO DE AULAS
PROFESSOR TURMA
Prof. Dr. Jean Marcelo SIMÃO N51

ANO/SEMESTRE CARGA HORÁRIA (aulas)


AT AP APS AD Total
2015/01
85 10 X 95
AT: Atividades Teóricas, AP: Atividades Práticas, APS: Atividades Práticas Supervisionadas, AD: Atividades a Distância.

DIAS DAS AULAS PRESENCIAIS


Dia da semana Segunda Terça Quarta Quinta Sexta Sábado
Número de aulas no semestre 17 x 2 = 34 17 x 3 = 51 10 – APS

PROGRAMAÇÃO E CONTEÚDOS DAS AULAS (PREVISÃO)


Dia/Mês Conteúdo das Aulas N. Aulas
Apresentação.

Especificação de um problema algorítmico.


- Descrição de um problema em português, em fluxograma e em pseudocódigo.
- Linguagem de Programação.
- Definição de algoritmos.

Comandos
- Comandos.
19/03/2015 -- Entradas e saídas E/S. 3
-- E/S padrão: e.g. leia e escreva.

- Declaração de variáveis.
-- Conceitos e aplicação sobre tipos de dados.
-- Tipos de dados: caractere, inteiro, flutuante e suas derivações.
-- Variável e identificador.
-- Atribuição de valores às variáveis.

Exercícios.
Operadores Aritméticos.
- Operadores Aritméticos.

Estrutura de dados: conceitos, variáveis, comando de atribuição, estruturas de decisão, estruturas de repetição.
- Decisão
- Fluxo de controle: Estruturas condicionais (se então, se-então senão, escolha caso).
24/03/2015 2
Operadores lógicos e relacionais.
- Operadores lógicos e relacionais.
- Operadores: Igualdade, Relacional, Composto, Lógico, Condicional.

- Blocos de comandos.

Exercícios.
Estrutura de dados: conceitos, variáveis, comando de atribuição, estruturas de decisão, estruturas de repetição.
- Decisão.
- Fluxo de controle: Estruturas de repetição (enquanto, faça-enquanto/repita até, para passo).
26/03/2015 3
- Operadores de incremento e decremento.

Exercícios.
Introdução a linguagem de programação: programa fonte, objeto e executável.
- Histórico e Introdução à linguagem C.
- Introdução à linguagem de programação: programa fonte, objeto e executável.
- Conceito de Compilação.
- Linguagem de programação ANSI-C.
- Sistema Operacional Linux e Windows.
31/03/2015 2
- Terminal de comandos bash.
- Gerenciamento de arquivos.
- Editores de Texto.
- Compilação de arquivo fonte.
- Execução de comandos através de terminal.
- A função (procedimento) principal main.
02/04/2015 Recesso 0
PROGRAMAÇÃO E CONTEÚDOS DAS AULAS (PREVISÃO)
Dia/Mês Conteúdo das Aulas N. Aulas
Ambiente integrado, compilador.
- Editor de Texto.
- Gcc.
- Ambiente integrado.
- Uso do Ambiente de Programação.

Comandos.
07/04/2015 - Comandos. 2
-- Entradas e saídas
-- Entrada e saída padrão: e.g. printf e scanf
-- Entrada e saída formatada.
- Blocos de comandos.
- Declaração de variáveis.

Exercícios.
Variáveis e constantes.
- Tipos de dados: caractere, inteiro, flutuante e suas derivações.
- Conceitos e aplicação sobre tipos de dados (char, int, float,, ...).
- Regras sintáticas para nomes de variáveis.
- Constantes.
- Enumerações.
- Constantes caracteres.
- Hexadecimal, octal etc.
09/04/2015 - Variável e identificador 3
- Atribuição de valores às variáveis.

Operadores Aritméticos.
- Operadores Aritméticos.
- Funções matemáticas.
- Math.h etc.

Exercícios
Operadores lógicos e relacionais.
- Operadores lógicos e relacionais.
- Operadores: Igualdade, Relacional, Composto, Lógico, Condicional.

Estrutura de dados: conceitos, variáveis, comando de atribuição, estruturas de decisão, estruturas de repetição.
- Decisão.
14/04/2015 - Fluxos de controle 2
- Estruturas condicionais (if)
- Estruturas condicionais (if else).
- Estruturas condicionais (else if).
- Estruturas condicionais (switch case).

Exercícios
Estrutura de dados: conceitos, variáveis, comando de atribuição, estruturas de decisão, estruturas de repetição.
- Repetição
- Estruturas de repetição (while).
- Estruturas de repetição (do-while).
16/04/2015 3
- Estruturas de repetição (for) e escape (break e exit).
- Operadores de incremento e decremento.

Exercícios
21/04/2015 Feriado 0
Operadores:
- De bits.

Metodologia de desenvolvimento de programas.


- Top-down.
23/04/2015 - Refinamento Sucessivo. 3
- Botton-up.
- Método de Mesa.
- Módulos.

Exercícios
Vetores, matrizes e strings.
- Vetores, matrizes e strings.
28/04/2015 2
Exercícios
- Vetores, matrizes e strings.
- Cadeias de caracteres / Strings.
30//04/2015 - Vetores numéricos. 3

Exercícios
PROGRAMAÇÃO E CONTEÚDOS DAS AULAS (PREVISÃO)
Dia/Mês Conteúdo das Aulas N. Aulas
Atividade Prática Supervisionada (APS) – Exercícios
Tópicos: Programação.
Descrição: Lista de Exercícios
Número de alunos: Toda a Turma – atividade individual
APS 1 Procedimentos: 5
Entrega e correção de lista.
Data da entrega: Semana subseqüente a data da linha acima neste planejamento.
Critérios de avaliação: 10% da 1ª parcial.
[Vide ainda: 06- Critério de Avaliação – Atividades Práticas Supervisionadas].
- Vetores, matrizes e strings.
- Matrizes numéricas e de caracteres
05/05/2015 2
Exercícios
07/05/2015 Emulado de exame 3
Contra-correção do Emulado.
Exercícios Emulado re-elaborado como Exercício.
12/05/2015 2
Exercícios
Funções Básicas.
- Funções Básicas.
- Conceito de função,
14/05/2015 - Funções, 3
- Parâmetro e retorno (return).

Exercícios
Documentação de funções, endentação e comentários no código.
- Estilo de programação e endentação.
- Importância dos Comentários.
19/05/2015 2
- Importância de nomear as variáveis.

Exercícios
Funções.
- Funções.
- Programação modular.
21/05/2015 - Modularidade. 3
- Protótipo de funções.

Exercícios
Funções: tipos de valores de retorno, passagem de parâmetro, escopo de variáveis.
- Funções: tipos de valores de retorno, passagem de parâmetro, escopo de variáveis.
- Ponteiros
26/05/2015 2
- Passagem de parâmetro (por valor e por referência).

Exercícios
Funções
- Ponteiros e Vetores-Matrizes.
28/05/2015 - Passagem de vetores e matrizes por parâmetro 3

Exercícios
Variáveis.
- Conceitos e aplicação sobre tipos de dados
02/05/2015 - Estruturas, Uniões, Enumerados e tipos definidos 2

Exercícios
04/06/2015 Feriado
Atividade Prática Supervisionada (APS) – Avanços no Trabalho
Tópicos: Programação.
Descrição: Lista de Exercícios
Número de alunos: Toda a Turma – atividade individual
APS 2 Procedimentos: 5
Entrega e correção de lista.
Data da entrega: Semana subseqüente a data da linha acima neste planejamento.
Critérios de avaliação: 10% da 1ª parcial.
[Vide ainda: 06- Critério de Avaliação – Atividades Práticas Supervisionadas].
09/06/2015 Exercícios 2
11/06/2015 Exercícios 3
16/06/2015 Exercícios 2
18/06/2015 Exame 3
Ponteiros, conteúdo, endereço, alocação de memória.
- Ponteiros e seus Operadores.
23/06/2015 - Expressão com Ponteiros (Atribuição, Aritmética e Comparação). 2

Exercícios
Correção Exame
25/06/2015 3
Exercícios
PROGRAMAÇÃO E CONTEÚDOS DAS AULAS (PREVISÃO)
Dia/Mês Conteúdo das Aulas N. Aulas
Ponteiros, conteúdo, endereço, alocação de memória.
- Ponteiros, conteúdo, endereço, alocação de memória.
30/06/2015 - Alocação dinâmica de memória (função malloc, função sizeof e função free). 2

Exercícios.
Manipulação de arquivos;
02/07/2015 - Arquivos de Texto. 2
Exercícios.
Manipulação de arquivos;
07/07/2015 - Arquivos Binários. 2
Exercícios.
09/07/2015 Exercícios. 2
14/07/2015 Exame. 2
16/07/2015 Correção Exame. 2
21/07/2015 Exame de Recuperação. 2
23/07/2015 Correção Exame Recuperação. 2
Atividade Prática Supervisionada APS:
--------------- -
Lista de Exercícios.

PROCEDIMENTOS DE ENSINO
AULAS TEÓRICAS
O Professor efetivará a aprendizagem ministrando as aulas e os conteúdos corretamente.
O Professor efetivará a aprendizagem ministrando as aulas e os conteúdos corretamente o que inclui o estímulo a
atenção, a relação com a aplicação prática, a abertura a questionamentos e questionamentos para turma. Enfim,
utilizar-se-ão os bons princípios relativos ao ensino.
AULAS PRÁTICAS
O Professor efetivará a aprendizagem com atividades práticas.
O Professor efetivará a aprendizagem com atividades práticas com a demanda e correção de exercícios.
ATIVIDADES PRÁTICAS SUPERVISIONADAS
O Professor efetivará a aprendizagem com Atividades Práticas Supervisionadas (APS) definindo duas APSs. Cada APS
terá como intuído iniciar um conjunto de esforços relativos a realização de exercícios práticos. As APS serão
corrigidas pelo Professor conjuntamente com os alunos.
ATIVIDADES A DISTÂNCIA
Não há aulas à distância.

PROCEDIMENTOS DE AVALIAÇÃO
- As avaliações fundamentais se consistirão de 2 prova escritas. Também haverá eventual prova de segunda-
chamada e exame de recuperação.

- As avaliações fundamentais se consistirão de duas provas escritas.

- A média será calculada pela média aritmética das duas provas escritas.

- Ao final do semestre, ao mais tardar, será realizada prova de segunda chamada que substituirá eventual prova
faltante. Entretanto, via secretaria, o aluno deverá requerer a avaliação de segunda chamada, apresentando nos
prazos estabelecidos justificativa para análise conforme conjunto de regulamentos vigentes.

- Conforme previsto em regulamento, haverá mecanismo de recuperação de nota na forma de um exame de


recuperação. Todos os alunos interessados poderão se apresentar ao exame de recuperação, sendo necessário
externar tal vontade ao Professor em aula precedente a do exame de recuperação.

- Os alunos que não prestarem exame de recuperação terão a média das duas provas escritas como média final.
Os alunos que prestarem o exame de recuperação terão como média final a média aritmética entre a nota obtida
pela média aritmética das duas provas escritas e a nota do exame de recuperação. Entretanto, o aluno poderá
solicitar ao Professor que desconsidere a nota do exame, deixando apenas a média das duas provas escritas
como média final, caso isto lhe convenha.

- A (eventual) segunda chamada e o exame de recuperação versarão sobre todo o conteúdo lecionado na disciplina.

- O estudante que obter média final maior ou igual a 6 será aprovado.

- Casos omissos deverão ser analisados pelo coordenador do curso.

- A realização das Atividades Práticas Supervisionadas (APSs) será cobrada em sala e verificada em período de
atendimento ao aluno. De alguma forma, cada APS valerá 10% de cada parcial, havendo uma APS antes de cada
prova escrita. A realização das APSs será ainda validada pelas próprias avaliações: (a) As provas da primeira
parcial, de eventual segunda-chamada e de exame de recuperação cobrarão conteúdos exercitados na
composição das APS;

REFERÊNCIAS
Referencias Indicadas pelo Professor:
- SCHILDT, H. C Completo e Total. 3ª Edição, revisada e atual. São Paulo, Ed. Makron, c1997.

- SIMÃO, J. M. Fundamentos de Programação 1 – C. Página de Internet


http://www.dainf.ct.utfpr.edu.br/~jeansimao/Fundamentos1/Fundamentos1.htm
http://www.dainf.ct.utfpr.edu.br/~jeansimao/
http://www.pessoal.utfpr.edu.br/jeansimao/
Acesso livre e referenciado inclusive no portal do MEC.

- KERNIGHAM, B. W.; RITCHIE, D. M. A Linguagem de Programação C: padrão ANSI. Rio de Janeiro.


Ed. Campus, 1989.

Obs.: Há vários outros livros na biblioteca que podem ser usados. Certamente, o critério de uso é que estejam de
acordo com os conteúdos ensinados na disciplina. Neste contexto, consultar o Professor da disciplina para verificar
a pertinência do livro.
ORIENTAÇÕES GERAIS
Freqüência mínima às aulas: 75% do total de aulas ministradas.

Assinatura do Professor Assinatura do Coordenador do Curso