Você está na página 1de 2

Trabalho e Remuneração do Trabalho Doméstico

Para calcular a hora extra, o salário da empregada doméstica é dividido por 220, que corresponde
ao número de horas mensais. O resultado deve ser multiplicado pelo valor do adicional devido, que
pode ser de 50% para as horas extras trabalhadas em dias normaisda semana, ou de 100% pelo
trabalho realizado aos finais de semana e feriados.

Aprenda sobre a profissão de empregada doméstica, acessando o Curso Treinamento de


Empregada Doméstica, elaborado pelo CPT – Centro de Produções Técnicas.

AVISO LEGAL
Este conteúdo pode ser publicado livremente, no todo ou em parte, em qualquer mídia, eletrônica
ou impressa, desde que contenha um link remetendo para o site www.cpt.com.br.
*CPT – Centro de Produções Técnicas

http://www.cpt.com.br/novos-direitos-das-empregadas-domesticas/como-e-calculada-a-hora-
extra-das-empregadas-domesticas

O emprego doméstico pode seguir horários de trabalho pouco convencionais, incluindo horas
extraordinárias ou trabalho noturno, de acordo com o que for combinado entre o empregador e o
empregado para atender às necessidades da família. Como agir quando as duas situações
acontecem ao mesmo tempo, ou seja, quando o empregador solicita horas extras no período
noturno?

O emprego doméstico se dá entre pessoas físicas, portanto o horário comercial nem sempre faz
sentido para esta realidade. É o caso dos cuidadores de idosos e enfermos, bem como das babás.
Em alguns casos, o empregado doméstico é contratado para trabalhar 44 horas semanais ou
jornada parcial em que o expediente inteiro, ou parte dele, fica concentrado no período entre as 22
e 5 horas.

Este intervalo de tempo é considerado jornada noturna, a lei compreende que pelo trabalhador
estar sendo privado do seu sono e trocando a lógica do trabalho durante o dia pela madrugada ele
deve receber uma compensação por isso. Com a Lei Complementar 150, que definiu novos direitos
para os empregados domésticos a partir de sua regulamentação em outubro de 2015, garantiu o
adicional noturno para estes trabalhadores. A Doméstica Legal explica como funciona

1
Veja como funciona o cálculo da hora extra noturna

Legalmente, a hora da jornada de trabalho noturna é mais curta do que a diurna, ao invés de ser
computada com 60 minutos é calculada com 52 minutos e trinta segundos. Quando o empregador
necessitar que a empregada trabalhe a mais do que o estabelecido no contrato de trabalho, incidirá
além do valor da hora extraordinária também o adicional noturno.

Sendo assim, o valor da hora extra realizada entre 22 horas da noite e 5 horas da manhã será
calculado com o adicional noturno. A mesma regra vale para as horas extras que ultrapassarem às
5 da manhã vindas de um expediente realizado em período noturno. Sendo assim:

Em dias úteis – valor da hora normal trabalhada + 50% (relativo ao valor da hora extra) + 20%
(relativo ao adicional noturno)

Em domingos ou feriados – valor da hora normal trabalhada + 100% (relativo ao valor da hora
extra) + 20% (relativo ao adicional noturno)

Repouso semanal remunerado

Sempre que o empregado realizar horas extras haverá a incidência de Repouso Semanal
Remunerado. A verba equivale a 1/6 do valor total das horas extras realizadas e será paga ao
trabalhador junto com a remuneração do mês em que o trabalho extraordinário foi realizado.