Você está na página 1de 92

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E

TECNOLOGIA DE PERNAMBUCO
CAMPUS BELO JARDIM - 2018
SEMINÁRIO DE RAÇAS OVINAS
PROFª Dra. Sc. ALCILENE TAVARES SAMAY

PRINCIPAIS RAÇAS DE OVINOS DO BRASIL


Organizadores
● Tecg.° Emanuel Isaque Cordeiro da Silva
● Tecg.° Mateus Antônio Lima
● Tecg.° Matheus Torres da Silva
● Tecg.° Wellington Bezerra Cavalcanti
● Tecg.° Riquelme Alexandre da Costa
● Tecg.° José Jhonatan da Silva Lopes
● Tecg.° Samara Rayssa Pereira da Silva
● Tecg.° Germânia da Anunciação Santos
● Tecg.° Isabela Cristina do Nascimento
● Tecg.° Whelida do Nascimento Guimarães
Todos os direitos reservados
Material completo
Copyright Emanuel Isaque Cordeiro da Silva
Lattes: http://lattes.cnpq.br/8455592829863253
eisaque335@gmail.com
IFPE-BJ
©2018
INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E
TECNOLOGIA DE PERNAMBUCO
CAMPUS BELO JARDIM - 2018
SEMINÁRIO DE RAÇAS OVINAS
PROFª Dra. Sc. ALCILENE TAVARES SAMAY

A INTRODUÇÃO
MATEUS ANTONIO LIMA
ABORDAGENS INICIAIS
● PERGUNTAS INICIAIS

● aptidões
● principais características
● raças nativas
● raças exóticas
● adaptabilidade

● rusticidade

● cruzamento industrial

● cruzamento absorvente

● PO e PC
INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA
CAMPUS BELO JARDIM - PE - 2018
SEMINÁRIO DE CAPRINO-OVINOCULTURA
Profª Dra. Sc. ALCILENE TAVARES SAMAY
SAMARA RAYSSA PEREIRA DA SILVA

A RAÇA SANTA INÊS


ORIGEM
• Raça desenvolvida no Nordeste Brasileiro;

• Resultante do cruzamento intercorrente das raças;

• Sua origem se deu por suas características.


ASPECTOS GERAIS
• Animal deslanado;

• Excelente qualidade carne;

• Adaptável a diferentes formas de criação e a diversas regiões do


país.
MORFOLOGIA
CABEÇA:

• Mocha;
• Orelha com forma de lança;
• Com olhos redondos e brilhantes;
• Chanfro liso com pelos finos;
• Fossas nasais dilatadas e bem separadas.
PESCOÇO:

• De tamanho regular;
• Bem musculoso;
• Com ou sem brincos;
• Mais longo nas fêmeas.

CORPO:

• Tronco grande e comprido;


• Dorso-lombar larga e retilínea;
• Peito largo;
• Tórax amplo, largo;
• Ventre amplo, profundo;
• Cauda com inserção harmoniosa.

MEMBROS:

• Fortes, bem posicionados;


• Os membros anteriores com paletas;
• Os membros posteriores com coxas largas;
• Cascos com diferentes cores dependendo
de sua pelagem.

ÓRGÃOS GENITAIS:

Machos:
• Testículos bem
desenvolvidos;
• bolsa escrotal com
pele solta e flexível;
• Processo uretral;
• Glândula bulbouretral.
ÓRGÃOS GENITAIS:

Fêmeas:

• Ovários;
• Tubas uterinas;
• Útero;
• Cérvix;
• Vagina;
• Vulva;
PELAGEM:
• Vermelha, preta, branca e suas combinações.
PELE:
• Pigmentada.
PELOS:
• Curtos e sedosos.

APTIDÕES:
• Boa produção de carne;
• Pele de elevado valor;
• Adaptabilidade;
• Boa habilidade materna;
• Boa pele para indústrias.

• DEFEITOS:
• Malformação bucal (prognatismo,
retrognatismo e agnatismo);
• Tronco com má distribuição muscular;
• Peito com pouca musculatura e estreito, interferindo nos aprumos;
• Aprumos defeituosos;
• Pele despigmentada.
INSTITUTO FEDERAL EDUCAÇÃO, CIÊNCIA TECNOLOGIA
CAMPUS BELO JARDIM - PE - 2018
SEMINÁRIO DE CAPRINO-OVINOCULTURA
Profª Dra. Sc. ALCILENE TAVARES SAMAY
JOSÉ JHONATAN DA SILVA LOPES

A RAÇA MORADA NOVA


ORIGEM
• Na África. => No Ceará.
• Seleção de indivíduos com pouca pelagem => Grupo das
deslanadas.
• Raça pequena => 30 a 40Kg
• Quente + seco => Perda de Lã e Adaptação do animal.
• Ovelhas Prolíferas => Bastantes rústicas.
• Regiões mais áridas.
APTIDÃO
• Carne e pele;
• Região quente e pouca comida.
• Carne de qualidade; maciez; e muito procurada.
PADRÕES RACIAIS
• Coloração vermelho liso/branca com manchas vermelhas.

• Pele escura, elástica, resistente e forte.


• Pelos curtos, finos e ásperos.

• As fêmeas são mochas/ machos (Chifrudos e mochos).


• Cabeça larga e alongada.

• Olhos em formato de amêndoa.

• Focinho curto e Perfil convexo.

• Orelhas em formato de concha.

• Pescoço fino e bem implantado


• Garupa curta, com ligeira inclinação.

• Cauda fina e comprida com a ponta branca.

• Cascos resistentes e escuros.


ADAPTABILIDADE x RUSTICIDADE
• A alta adaptabilidade e rusticidade desta raça é as condições
climáticas do sertão do Ceará.

• Animais que vivem soltos em bandos.

• Em tempo de chuva => Erva; capim ou palma.


CRUZAMENTO
• MORADA NOVA X BERGAMÁCIA => SANTA INÊS.

X =
DEFEITOS ELIMINATÓRIOS
• Pele excessivamente fina.
• Descaracterização de pelagem.
• Presença de chifres.
• Cauda desprovida da cor branca na ponta.
• Prognatismo.
• Criptorquidismo.
• Monorquidismo.
• Hipoplasia.
• Hiperplasia.
REBANHO
INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA TECNOLOGIA
CAMPUS BELO JARDIM - PE - 2018
SEMINÁRIO DE CAPRINO-OVINOCULTURA
Profª Dr. Sc. ALCILENE TAVARES SAMAY
ISABELA CRISTINA DO NASCIMENTO

A RAÇA SOMALIS
ORIGEM
● Originária da África região formada pela Somália e Etiópia.
ASPECTOS GERAIS
● Porte médio;
● Deslanados;
● Mochos;
● Cabeça e pescoço negros ou partes;
● Macho 40/60 kg;
● Fêmea 30/50 kg.
MORFOLOGIA

● Cabeça
Tamanho médio, perfil retilíneo, chanfro curto, sem chifres (
mochos), orelhas curtas em forma cônica.
● Pescoço
Curto, forte, bem inserido no corpo de cor preta ou parda.

● Corpo
Dorso lombar reto;
Garupa forte com boa cobertura de gordura;
PELAGEM

● Branca
● Cabeça e pescoço pretos;
● Membros cobertos por pelos;
● Animais velhos podem apresentar pelos pretos ou pardos
na área branca do corpo.
APTIDÕES

● Carne;
● Pele;
● Fêmeas prolíferas;
● Animais rústicos;
● Adaptam-se ao semi-árido.
DEFEITOS
● Orelhas grandes;
● Porte pequeno;
● Presença de chifres;
● Cauda muito longa;
● Tronco curto;
● Malformação bucal (prognatismo,retrognatismo e
agnatismo).
INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA
CAMPUS BELO JARDIM - PE - 2018
SEMINÁRIO DE CAPRINO-OVINOCULTURA
PROFa. Dra. Sc. ALCILENE TAVARES SAMAY
EMANUEL ISAQUE CORDEIRO DA SILVA

A RAÇA DORPER
ORIGEM

X =

● Cruzamento de raças = padronização da raça dorper


ASPECTOS GERAIS
● Animais de cabeça negra (Dorper)

● Animais de cabeça branca (White Dorper)


● Corpo Simétrico, Robusto e Musculoso

● Temperamento calmo

● O Dorper foi criado com o único propósito de produzir carne o mais eficientemente possível, sob variadas e
mesmo desfavoráveis condições ambientais.
MORFOLOGIA
CABEÇA

● Forte e longa com grandes olhos, bem distanciados e protegidos. Os machos podem ser mochos ou aspados,
sendo que os chifres grandes e pesados são indesejáveis.

PESCOÇO E QUARTO DIANTEIRO

● O pescoço deve ser de comprimento médio, largo, desprovidos de lã e bem ligado ao quarto anterior. As
paletas devem ser largas e musculosas, o peito moderadamente largo, profundo e ligeiramente proeminente, os
membros anteriores devem ter boa constituição, ser bem posicionados, com bons aprumos e quartelas com
adequada inclinação.
● Tórax: Largo e comprido com costelas bem arqueadas.

● Dorso e lombo: Tem um tronco longo, profundo e largo, costelas bem arqueadas e um lombo largo e cheio.
Deve ter uma linha dorso-lombar bem longa e reta.

● Garupa: Garupa larga e longa.

● Cauda: Normal.

● Úberes:Possue dois tetos com úbere não muito desenvolvido.

● Membros: Os membros são fortes, bem aprumados e distanciados entre si.


PELO E LÃ
● Quanto a cobertura do corpo a raça é classificada como semi-lanada.

● Na parte superior do corpo apresenta uma mescla de pelo e lã, enquanto na região ventral e membros
predominam pelos curtos, lisos e macios.
APTIDÕES
● Produção de carne;

● Adaptabilidade;

● Boa habilidade materna;

● Maturidade sexual, cio em 180 dias;

● Prolificidade de 1,1 a 1,7;

● Fertilidade - 75% a 97%;


● Peso vivo, por ser de rápido crescimento atinge em média na idade adulta peso vivo de 70kg para fêmeas e
110kg para machos.
● Pele de grande aceitabilidade pela indústria.
DEFEITOS
- Defeitos de aprumos e/ou de constituição (cifose, lordose ou escoliose) que prejudiquem a funcionalidade ou a
produção.

- Constituição débil.

- Pouca massa muscular.

- Prognatismo e/ou retrognatismo.

- Criptorquidismo, monorquidismo, hipoplasia testicular, acentuada assimetria testicular ou bolsa escrotal bipartida
(acima de 1,5 cm).

- Acentuada depressão na linha dorso-lombar.

- Olho azul (total ou manchado).


CARACTERÍSTICAS PRODUTIVAS
● Altura média de 90 cm;
● Comprimento médio de 1,2 a 1,3 m;
● Pesos médios: Macho - 90 a 120 Kg e Fêmea - 60 a 90 Kg, Nascem com média de 3,9 Kg;
● Ao primeiro serviço - após 180 dias de idade;
● Abate - com 4 meses média de 36 Kg que rende 16 Kg de carcaça, pode ser abatido entre 100 e 120 dias;
● GPM no campo - pré-desmama: 190 e 330g/dia, pós-desmama: 145 a 160g/dia; GPM em confinamento: 200 a
210 g/dia;
● Perímetro escrotal: 18 cm;
● Gestação de 142 a 153 dias;
● IEP entre 8 meses (com ideal manejo).
INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA
CAMPUS BELO JARDIM - PE - 2018
SEMINÁRIO DE CAPRINO-OVINOCULTURA
Profª Dra. Sc. ALCILENE TAVARES SAMAY
WHELIDA DO NASCIMENTO GUIMARÃES

A RAÇA BERGAMÁCIA
ORIGEM
● Formou-se no Norte da Itália.
● Possivelmente originando-se de ovinos do Sudão, em tempos remotos.
● Deu origem ao grupo Alpino, mocho, de orelhas grandes e pendentes.

É conhecida ainda na Itália como Gigante de Bergamo e


Bielesa.
ASPECTOS GERAIS
● Animais de grandes portes;
● Lanada, branca, mocho;
● Machos adultos pesam entre 100 e 120 kg;
● Fêmeas adultas 70 e 80 kg.
MORFOLOGIA
● CABEÇA
● Grande, perfil ultra-convexo, tanto na fronte como no chanfro,
mocha.
● Orelhas pendentes, largas e compridas.
● Mucosas nasais, conjuntivas e lábios rosados, sendo permitida
discreta pigmentação.
● Corpo
● Comprido e cilíndrico; tórax largo e profundo e o lombo
geralmente é curto.
● Garupa larga, um pouco inclinada e arredondada.
● Úbere bem desenvolvido e bem implantado e a face ventral é
coberta de pelos curtos e brancos.
● PESCOÇO:
● Forte, alongado, e com depressão na sua união com as espáduas.
● TRONCO:
● Bem conformado longo e profundo
● MEMBROS:
● Forte,longos, bem aprumados, porém não muito afastados lateralmente.
PELAGEM
● Pelos curtos na face ventral abaixo dos joelhos e jarretes
● A lã é branca, cobrindo o corpo com exceção da face ventral.
● A produção de lã, que é de pouca qualidade, atinge 5,0 Kg nos
machos e até 4,0 Kg nas fêmeas.
ADAPTAÇÃO

● Ovinos rústicos porém exigentes quanto a alimentação


● Demonstra facilidade aos diferentes climas do centro e
do nordeste brasileiro.
APTIDÕES

● CARNE

LEITE


DEFEITOS
● Pintas pretas ou marrons na cara, corpo e membros.
● Presença de chifres más formação Pintas bucais.
● Pobreza de lã,
● Criptorquidia, monorquidia, hipoplasia, hiperplasia ou assimetria testicular.
INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA
CAMPUS BELO JARDIM - PE - 2018
SEMINÁRIO DE CAPRINO-OVINOCULTURA
Profª Dra. Sc. ALCILENE TAVARES SAMAY
WELLINGTON BEZERRA CAVALCANTE

A RAÇA TEXEL
ASPECTOS INICIAIS
Nome científico: Ovis aries

Período de Gestação: 152 dias

Expectativa de Vida: 10 – 12 anos

Comprimento: 1,3 m (Adulto)

Peso: Macho: 45 – 160 kg (Adulto), Feminino: 45 – 100 kg (Adulto)


FERTILIDADE E PROLIFICIDADE
● O rebanho Texel apresenta elevados índices de fertilidade,
acima de 95% de prenhez.
RUSTICIDADE
● A campo, cria com facilidade seu(s) cordeiro(s).
HABILIDADE MATERNA
● A ovelha Texel é uma excelente mãe.

● O ovino Texel produz lã de excelente qualidade, boa finura,
com fibra forte e de grande aceitação pelo mercado produtor de
fios.
PRECOCIDADE
● A raça Texel se destaca pela rapidez no ganho de peso dos
cordeiros que ficam prontos para o abate ao atingir de 35-40Kg,
entre os 4-5 meses de idade.
QUALIDADE DA CARCAÇA
● O carneiro Texel, já no primeiro cruzamento, imprime suas características raciais,
produzindo um cordeiro com ótima qualidade de carcaça.
INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA
CAMPUS BELO JARDIM - PE - 2018
SEMINÁRIO DE CAPRINO-OVINOCULTURA
PROFa. Dra. Sc. ALCILENE TAVARES SAMAY
MATHEUS TORRES DA SILVA

A RAÇA SUFFOLK
Origem

● Oriunda dos condados de Norfolk,


● Cambridge
● Essex e Suffolk no sudoeste da Inglaterra

● carneiros Southodown com ovelhas selvagens de Norfolk


Aspecto geral

● grande desenvolvimento corporal


● constituição robusta
● conformação tipicamente carniceira
● as extremidades desprovidas de lã
● revestidas de pelos negros e brilhantes,
Cabeça

● Mocha
● completamente livre de lã
● cara é comprida e sem rugas
● perfil convexo
● focinho mediano
● boca larga com lábios fortes
Pescoço

● moderadamente comprido
● Forte
● redondo e carnudo
● bem implantado no tronco
Paletas

● Largas
● carnudas e bem afastadas
● cruzes também largas e carnudas que formam com o dorso
● lombo e anca um retângulo largo e comprido
Peito

● Peito profundo

● largo e proeminente
Tronco

● muito musculoso
● Largo
● Profundo
● O tórax é amplo
● anca larga e comprida
Membros

● comprimento proporcional ao corpo


● articulações bem definidas
● ossos fortes
● membros bem aprumados e afastados entre si
● quartos devem ser carnudos
Pele

● Fina

● coloração rosada e completamente sem rugas


Velo

● De pouca extensão
● barriga bem coberta de lã
● pouco peso
● pouca qualidade
Aptidões

● capacidade de adaptações
● Rústica
● Muito prolífera
● Parto fácil
● Carcaça de ótima conformação
● Os carneiros têm uma libido muito forte
● As ovelhas têm muita aptidão materna
● aptidão para carne
Defeitos

● Animais de pequeno porte


● Musculatura deficiente
● Garrões muito juntos
● Malformações bucais
Aparelhos mamarios

● Úbere

● Tetos
Órgão genital

● Testículos
● Bolsa escrotal
● vulva
INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA
CAMPUS BELO JARDIM - PE - 2018
SEMINÁRIO DE CAPRINO-OVINOCULTURA
Profª Dra. Sc. ALCILENE TAVARES SAMAY
EMANUEL ISAQUE - MATHEUS TORRES - MATEUS ANTONIO

A RAÇA ILE DE FRANCE


ORIGEM
● França

X =

cruzamento: RAMBOUILLET x LEICESTER = ILE


ASPECTOS GERAIS
● É um ovino de grande formato, constituição robusta e conformação harmoniosa, típica do animal produtor de
carne e atualmente é considerado uma raça de duplo propósito, com um equilíbrio zootécnico orientado 60%
para a produção de carne e 40% para a produção de lã.
MORFOLOGIA
● CABEÇA

Forte, larga ao nível do crânio, mocha, de perfil reto ou levemente convexo, principalmente nos machos
adultos, cara de comprimento médio, chanfro em arco aberto (transversalmente), nuca larga e bem coberta de
lã, cabeça coberta com lã até um pouco acima da linha dos olhos (deixando a visão completamente livre),
orelhas, cara e mandíbulas devem ser livres de lã e cobertas por pelos brancos, curtos e sem brilho.

● PESCOÇO

Curto, forte, arredondado no bordo superior e sem papada


APTIDÕES
Produz uma carcaça pesada e de muita qualidade.

- Os cordeiros têm muito bom ganho de peso: aos 70 dias pesam 23,2 Kg, dos 10 aos 30 dias de idade apresentam
ganho de peso diário médio de 242g e dos 30 aos 70 dias tem ganho diário médio de 287g.

- Ovelhas pesam cerca de 80 Kg e os carneiros atingem pesos de 110 a 160 Kg.

- Muito prolífera, atingindo médias de nascimentos de 160%.

- Produz cordeiros em diferentes épocas do ano.


DEFEITOS
- Presença de chifres.
- Constituição muito débil.
- Quartelas (falanges) muito compridas ou muito curtas e excessivamente inclinadas.
- Malformações bucais.
- Lã cobrindo totalmente a cabeça, prejudicando a visão.
- Cabeça totalmente sem lã.
- Orelhas de pouca textura, muito finas, pequenas, transparentes e inteiramente sem pelos.
- Manchas de lã preta em qualquer parte do velo ou qualquer mancha preta nos membros.
- Excesso de lã muito grossa nos quartos.
- Pequenas pigmentações marrons ou pretas nas mucosas nasais, lábios, pálpebras, vulva, ânus, períneo e cavidade
bucal (constitui um defeito tolerável).
INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA
CAMPUS BELO JARDIM - PE - 2018
SEMINÁRIO DE CAPRINO-OVINOCULTURA
Profª Dra. Sc. ALCILENE TAVARES SAMAY
GERMÂNIA DA ANUNCIAÇÃO SANTOS

A RAÇA RABO LARGO


CRUZAMENTO

● Raça crioula X com animais deslanados de cauda gorda.


ASPECTOS GERAIS

● Porte médio;
● Cauda larga e com ponta de lança;
● Deslanados ou com pouca lã;
● Chifrudos ou mochos;
● Machos 45/50 kg;
● Fêmeas 30/40 kg.
MORFOLOGIA
Corpo

● Dorso reto;

● Garupa com boa camada de gordura subcutânea.

Cabeça

● Curta,de perfil retilíneo.

Pescoço

● Forte,bem inserido no corpo. Podendo apresentar toalha.


PELAGEM

● Vermelha
● Branca
● E outras combinações;
● Pelos curtos ou médios.
APTIDÕES
CARNE PELE
ADAPTAÇÕES
● Animais rústicos;
● Adaptado ao semiárido.
DEFEITOS
● Cifose e lordose;
● Quartos apertados;
● Malformação bucal;
● Aprumos com defeitos.
OBRIGADO!