Você está na página 1de 14

PEÇA PROCESSUAL – VALOR 5,0

Rafael Henrique, brasileiro, solteiro, servidor público, deseja se aposentar pelo regime
especial previsto no art. 40, § 4º, I da CRFB/88. Constatou, entretanto, que há uma
informação incorreta no seu cadastro profissional quanto ao período laborado como
médico do Hospital Estadual, localizado no Estado BBB, o que prejudica o seu pleito no
que tange à aposentadoria. Para sanar a incorreção referida, requereu
administrativamente ao Secretário Estadual de Saúde a retificação de seus dados, tendo
o mesmo denegado o pedido administrativo sob o argumento de que não há nenhum
prejuízo que justifique a necessidade de retificar os dados de Rafael Henrique.

Tendo em vista o acima narrado, em razão do último ato praticado pelo Secretário, na
qualidade de advogado (a) de Rafael, redija a petição inicial da ação a ser proposta para
retificação dos dados pessoais indicados, observando: a) competência do juízo; b)
legitimidade ativa e passiva; c) fundamentos de mérito constitucionais e legais
vinculados; d) os requisitos formais da peça inaugural.
QUESTÃO 1

Marcos, Deputado Federal, inconformado com a PEC 123/18, que está tramitando na
Câmara dos Deputados com diversos vícios formais e até mesmo materiais, posto que
violadora de determinada cláusula pétrea, pretende recorrer ao Poder Judiciário.

Seu advogado sugeriu impetrar um mandado de segurança preventivo. Na qualidade de


advogado de Marcos, responda aos seguintes questionamentos:

A) O parlamentar poderá impetrar o referido remédio constitucional? Em caso positivo, no


mandado de segurança poderão ser analisados os vícios formais e materiais apontados por
ele? Explique. (Valor: 0,65)

B) No curso do mandado de segurança impetrado pelo Deputado, o processo legislativo


findou-se e a proposta tornou-se uma emenda constitucional. O que acontecerá com a referida
ação constitucional? (Valor: 0,60)
QUESTÃO 2

Ao prever pela primeira vez que nas relações internacionais o Brasil deverá observar a
prevalência dos direitos humanos (art. 4º, II da CRFB/88), o país fortalece a sua inserção
na comunidade jurídica internacional na proteção aos direitos das pessoas e se mostra
engajado na luta pela sua defesa, reconhecendo que esses direitos fazem parte de uma
ordem jurídica supranacional e supraconstitucional de aplicação direta e imediata por
juízes e demais órgãos nacionais do Estado.

Sobre o tema, responda fundamentadamente:

A) Em razão do caráter da “supralegalidade” atribuída ao Pacto de São José da Costa Rica


pelo Supremo Tribunal Federal, atualmente é possível levar ao cárcere os depositários infiéis?
Explique de forma fundamentada. (Valor 0,65)

B) É possível que se dê o controle de constitucionalidade na hipótese de uma lei violar uma


norma supralegal? Explique. (Valor 0,60)
QUESTÃO 3

João e Maria são irmãos. O primeiro é Prefeito do Município X, localizado no Estado Z. A


segunda é Vereadora pelo mesmo Município. Os gêmeos foram eleitos simultaneamente
no ano de 2016 e assumiram os respectivos cargos no início de 2017. Seus filhos (que
possuem os mesmos nomes dos ascendentes), Joãozinho e Mariazinha, pretendem
concorrer nas próximas eleições, respectivamente, aos cargos de Deputado Estadual
pelo Estado Z e Deputada Federal também pelo Estado Z.

Com base na situação hipoteticamente apresentada acima, responda aos seguintes


questionamentos fundamentadamente:

A) João e Maria poderiam ter concorrido aos referidos cargos de Prefeito e Vereadora pelo
mesmo Município na mesma eleição? Justifique. (Valor: 0,45)

B) Com os seus ascendentes ocupando os respectivos cargos no Município X, poderão


Joãozinho e Mariazinha concorrer aos cargos pretendidos pelo Estado Z? Justifique. (Valor:
0,40)

C) Explique a diferença entre a renúncia, para fins de afastar a inelegibilidade reflexa no


primeiro e no segundo mandato. Justifique. (Valor: 0,40)
QUESTÃO 4

Matheus, futuro candidato à Presidência da República, prometeu que se vencer nas


eleições, aprovará, com a ajuda de seus aliados, uma Proposta de Emenda
Constitucional (PEC) que instituirá o direito de secessão dos entes federados em nosso
país. Em resposta, a oposição afirma que a sua promessa é inverídica, por
impossibilidade jurídica de se realizar tal feito.

Pergunta-se:

A) A quem assiste razão? É possível se instituir por PEC tal direito? Explique de forma
fundamentada. (Valor: 0,65)

B) A matéria constante em determinada PEC rejeitada pode ser objeto de nova proposta na
mesma legislatura? Explique e fundamente. (Valor: 0,60)

Você também pode gostar