Você está na página 1de 3

UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA

CENTRO DE CIÊNCIAS APLICADAS E EDUCAÇÃO


DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS EXATAS
CÁLCULO DIFERENCIAL E INTEGRAL II-PERÍODO: 2007.2
PROFESSOR: GIVALDO DE LIMA

VOLUME DE SÓLIDOS DE REVOLUÇÃO

Definição: Chamamos de sólido de revolução o sólido obtido quando rotacionamos uma região plana em
torno de uma reta do plano, a qual chamamos de eixo de revolução.
Para calcularmos o volume dos sólidos de revolução, utilizaremos os métodos abaixo:
Método do Disco Circular
Considere R a região sob o gráfico de uma função contı́nua não-negativa f entre x = a e x = b (figura 1).
Seja S o sólido de revolução gerado pela rotação de R em torno do eixo x (figura 2). Tomando agora uma
porção infinitesimal dv do volume V de S, que consiste de um disco circular de espessura infinitesimal dx,
temos que o raio desse disco é dado por r = f (x) (figura 3). Observe que o disco pode ser considerado como

Figura 1: Região Figura 2: Sólido Figura 3: Porção Infinitesimal

um cı́rculo de raio r e cuja altura é dx.


Daı́, temos que: dv = π.r2 .dx = π.[f (x)]2 .dx
Sendo assim, o volume total V do sólido S é obtido pela soma de todos os volumes infinitesimais dv de tais
discos, à medida que x vai de a até b. Ou seja:

Rb Rb
V = a dv ⇒ V = a π.[f (x)]2 .dx

Exemplos:
1. Determine o volume V do sólido S gerado pela revolução da região R sob o gráfico de f (x) = x3 , com
x ∈ [1, 2], em torno do eixo x.

1
7 2
Rb R2 R2 7
V = a π.[f (x)]2 .dx = π. 3 2
1 (x ) dx = π. 1 x6 dx = π.( x7 ) = π.( 2 7−1 ) = 127.π
7 unidades de volume.
1

2. Calcule o volume do sólido gerado pela rotação, em torno do eixo x, da região entre o gráfico da função
y = sin x e o eixo x, de −π 3.π
2 até 2 .

Rb 3.π 3.π 3.π


2
π.[f (x)]2 .dx = π. sin2 xdx = π. ( 12 − 21 . cos(2x))dx = π.( 12 .x− 12 . 12 . sin(2x)) π = π 2 unidades
R 2
R 2
V = a − π2 − π2 −2
de volume.

Observação: Se ao invés de girar em torno do eixo x, a região R, onde A = (a, c) e B = (b, d), girar
em torno do eixo y, temos que:

Rd
V = π. c [g(y)]2 dy

Exemplo: A região delimitada pelo eixo y e pelos gráficos de y = x3 , y = 1, y = 8 gira em torno do eixo
y. Determine o volume do sólido resultante.

√ 1
Note que g(y) = x = 3 y = y 3
Daı́, temos que: 8
Rd R8 1 R8 2 3.π 53 93.π
V = π. c [g(y)]2 dy = π. 1 (y 3 )2 dy = π. 1 y 3 dy = 5 .y = 5 unidades de volume.
1

Método do Anéis Circulares ou Arruelas

Suponha que f e g são funções contı́nuas não-negativas no intervalo [a, b] tais que f (x) ≥ g(x) para todos
os valores de x ∈ [a, b], e seja R a região plana limitada pelos gráficos de f e g entre x = a e x = b.
Seja S o sólido gerado pela rotação de R em torno do eixo x.

2
Daı́, observe que:
Rb Rb
V = a π.[f (x)]2 − π.[g(x)]2 dx ⇒ V = π. a {[f (x)]2 − [g(x)]2 }dx

Exemplo: Determine o volume do sólido S gerado pela revolução da região R em torno do eixo x, onde R
é limitada pelas curvas y = x2 , y = x + 2.
Observe que os pontos de intersecção são dados pela solução de x2 = x + 2 ⇒ x = −1, x = 2. Observe que:

3
2
x5
R2 2 2 2
R2 2 4 x 2 72π
V = π. −1 [(x + 2) − (x ) ]dx = π. −1 (x + 4x + 4 − x )dx = π.( 3 + 2x + 4x − )
5 −1 = 5 unidades de
volume.

Observação: Se a região R girar em torno do eixo y, temos que:


Rd
V = π. c {[f (y)]2 − [g(y)]2 }dy

APLICAÇÕES

1. Mostre que o volume do cilindro gerado pela rotação do gráfico da função f (x) = R, R ∈ R, em torno
do eixo x, no intervalo [0, h], é V = π.R2 .h.
R
2. Mostre que o volume do cone gerado pela rotação do gráfico da função f (x) = h .x, R, h ∈ R, em torno
do eixo x, no intervalo [0, h], é V = 31 .π.R2 .h.

3. Mostre que o volume da esfera gerada pela rotação do gráfico da circunferência de equação x2 + y 2 = R2 ,
em torno do eixo x, no intervalo [-R,R], é V = 34 .π.R3 .