Você está na página 1de 32

Evocação Anti-Stress D

Destacável
Memórias Fragmentos Desafios dos
D
da República de Pessoa ttrês ‘reforços’
no distrito no Seixal da II Distrital
d
9 11 Centrais
Sábado | 2.Out 2010 Director: Raul Tavares semanário - edição n.º 634 • 5.ª série - 0,50 € • região de setúbal www.smjornal.publ.pt
ww smjornall publ pt

Distribuído com o

VENDA INTERDITA

Disputa de menores
entope tribunais da região
O número de processos já passa os 5 mil
Os casos de litigância parental pela da região. Há mesmo um juíz que tem
disputa de filhos menores tem vin- à sua guarda 900 processos. Entre-
do a aumentar no distrito de Setúbal, tanto, a acompanhar estes sinais está
apurou o Semmais junto de fontes ju- o aumento de divórcios e separações
diciais. A acumulação de processos, mais complicadas. Há pais e mães a
que já ultrapassa os cinco mil, está procurar grupos de ajuda.
mesmo a criar problemas logísticos
nos tribunais das diversas comarcas PÁG. 2
Pub.

Terminal da REN em
Sines prepara embate
Jorge Sampaio no grupo de notáveis da com vizinha Espanha
“Vida de um Vinho” de Ermelinda Freitas PÁG.7
+NEGÓCIOS
a construção do
Com

terceiro tanque o
terminal da REN no
Os cinco Porto de Sines vai
reforçar a sua capa-

hotéis cidade de recepção


de gás na ordem dos
60%. Em declarações
de Tróia ao Semmais, o presi-
dente da REN afirma
querer competir com
registaram Espanha. PÁG. 13

este Verão Socialistas escolhem


uma taxa novo líder sexta-feira
POLITICA Vitor Ra-
de ocupação malho, Paulo Lopes
e Luís Ferreira dis-

próxima putam, na próxima


sexta-feira a lidera-
nça da distrital de
dos 100 Setúbal do PS. Os
últimos dias são de
contagem de espin-
por cento Pares soma e segue gardas. Ramalho (na
Semmais

PÁGS. 6
foto) parte favorito.

PÁG.4 PÁG.8
Pub.
2 Sábado | 2.Out.2010 www.smjornal.publ.pt

Reportagem

Mais de 5 mil ex-casais lutam pelos filhos


O volume de litigância relativo
à disputa de filhos menores está
a aumentar no distrito de Setúbal.
Os tribunais estão a ressentir-se
e as desavenças são cada vez mais
marcantes. Os grupos de auto-ajuda
estão mais activos.

:::::::::::: Roberto Dores ::::::::::::

Os tribunais de menores associação no distrito, um


da região acumulam mais juiz do Tribunal do Barreiro,
de 5 mil processos relativos só à sua conta, soma um total
a litígios parentais que ocor- de 900 processos de confli-
reram após a separação dos tualidade entre ex-casais,
casais, obrigando a que pais sendo o tribunal de menores
ou mães estejam afastados barreirense apontado como
dos filhos durante os respec- tendo o comportamento
tivos processos de divórcio. «mais pró-activo» na região
Alguns deles já começaram – os outros são de Setúbal,
a formar grupos de auto- Seixal e Almada – na reso-
ajuda, integrando uma inicia- lução destes casos. O objec-
tiva que pertence à recém- tivo é não permitir que os
DR

criada Associação Portu- focos de conflito perdurem


guesa para a Igualdade por muito tempo, como
Parental e Defesa dos forma de minimizar «a insta-
Direitos dos Filhos (APIPDF). bilidade dos menores». à APIPDF, alertando esta munhos de outros pais que que entre os progenitores pensão de alimentos, visitas
Segundo foi revelado ao Alguns dos pais e mães organização que na maioria passaram por situações idên- da região têm surgido ou subtracção de menores.»
Semmais por Ricardo em litígio pela disputa dos dos casos é preferível para ticas «do que as recomenda- «problemas de vária ordem”, O projecto da nova asso-
Simões, que representa a filhos na região já aderiram as pessoas ouvirem os teste- ções dos próprios técnicos com conflitualidade ao nível ciação não ambiciona dar
que prestam apoio jurídico do «incumprimento de conselhos aos pais, mas
Pub.
e psicológico”, segundo A.M., antes partilhar experiên-
um pai de dois filhos que cias de separação, que
durante cinco meses esteve tornem o processo o menos
impedido de ver as crianças. Divórcios doloroso possível para os
«Somos levados ao limite da disparam filhos. Entre os exemplos
loucura. Porque parece que avançados por A.M, surge
o mundo cai sobre nós, Cerca de quatro mil o caso dos pais que mesmo
estamos de pés e mãos atados casais divorciaram- afastados dos filhos, conti-
e não há como sair dali», se na região no ano nuam a fazer-lhes visitas à
relatou ao Semmais, à passado, segundo escola. «Assiste-nos o direito
margem do último encontro dados revelados de sabermos tudo sobre a
que teve lugar em Coimbra. pelo Ministério da educação e saúde das
Justiça, o que se crianças. Posso dizer que
Alienação parental representa mais do este meu exemplo já incen-
cresce em Setúbal dobro das separações tivou outros pais a fazerem
registadas até meados o mesmo, depois de assu-
Para já, o distrito de da década de 90 e o mirem que ainda não tinham
Setúbal tem apenas três sócios triplo dos casamentos arranjado coragem para tal,
da APIPDF, mas têm sido desfeitos há 30 após a separação», relatou.
vários os pais e mães que, nos anos. O concelho de Além de ter impulsionado
últimos meses, assumiram Setúbal é mesmo o a formação de grupos de auto-
ser «vítimas de alienação que apresenta a maior ajuda em Lisboa, onde inte-
parental», começando a taxa de divorcialidade grou cidadãos do distrito de
recorrer a este apoio, havendo do país, traduzida em Setúbal, a associação criou
mesmo alguns profissionais, aproximadamente ainda uma linha telefónica de
no campo jurídico e psicoló- quatro separações por apoio para os pais e as mães
gico, que iniciaram a colabo- cada mil habitantes. A «desesperados», ressalvando
ração com a nova estrutura. «correria» do dia-a- não se tratar apenas de uma
«Setúbal surge englobada dia, o stress e também organização exclusiva para
nas actividades desenvol- a perda de emprego homens. Aliás, o objectivo é
vidas em Lisboa», refere estão na origem das justamente garantir a igual-
Ricardo Simões, sustentando crises conjugais. dade parental.

Luta de ex-parceiros com sinais patológicos


Segundo a psicóloga clínica Teresa o outro. Quando se entra no campo da
Marques, a alienação parental ocorre no patologia, surge a Síndrome de Alienação
âmbito de um processo litigioso em que, Parental, cenário no qual um progenitor
segundo diz, «parece valer tudo o que engendra as mais terríveis estratégias
consiga aborrecer o ex-parceiro», numa para evitar que a criança tenha contacto
luta onde «a criança passa a ser o elo com o outro e, sobretudo, nutra algum
mais fraco e a arma que serve para atingir afecto positivo por ele», explicou a técnica.
Sábado | 2.Out.2010 www.smjornal.publ.pt Espaço Público 3

Notas Físcais

O Défice e o Orçamento
Joaquim Rosa
Editorial // Raul Tavares do Céu*
Paulo Janela

Quando a ‘ganância’

M
ais uma semana passou e as recomendações da OCDE que ficando aqueles que mais impostos
parece não ter culpa os temas da actualidade apontam para a subida do IVA e do IMI, pagam neste país. Saber o que
Com tantas forças a
teimam em permanecer
os mesmos...o défice e o orçamento.
salientando que a ideia de não aumentar
os impostos “é desastrosa”. Jorge Rocha
Mas no país que vivemos, onde os
ignorantes afirmam que a culpa é
queremos e
empurrar e perante um país De facto, já muita tinta correu sobre de Matos, presidente da Associação sempre dos funcionários públicos, serão evidenciar o
encravado num beco sem
saída, era de esperar que o
estas matérias, no entanto o desen-
tendimento continua a dominar as
Industrial Portuguesa, rejeitou também,
qualquer aumento de impostos, medida
estes mais uma vez a tábua de salvação
para a crise que atravessamos. Porém,
que é único
famoso PEC III tivesse o peso primeiras páginas dos jornais. que penalizaria sobretudo as pequenas e bem vistas as coisas, o governo não

O
que se veio a revelar. Depois das sugestões apontadas e médias empresas portuguesas. tem alternativa. Num país em que 66% turismo é natural na
A folga é muito pouca, no pela OCDE para reduzir o défice, as De facto, as opiniões divergem, no das empresas não pagam impostos, a Península de Setúbal.
país e no mundo, e a crise opiniões dividem-se e o entendimento entanto, uma coisa é certa, os tempos maioria dos gerentes e administradores Natural porque se
trouxe à tona da água o que se entre os partidos políticos com assento que se avizinham não irão ser bons do sector privado declaram o ordenado olharmos para o território, os
queria e o que se não queria. parlamentar ainda está longe. para os portugueses. A poupança das mínimo, colaboradores do sector rios, as comunidades rurais e
Há muito que o país e o Para Miguel Cadilhe, ex-ministro famílias caiu 11% enquanto que outras privado que não declaram nem 1/3 do as cidades, tudo revela um lado
mundo viviam um paradigma das Finanças, o “PSD não deve tolerar continuam a endividar-se cada vez ordenado que recebem e outros tantos turístico. Tudo revela opor-
de gestão pública plasmado qualquer agravamento fiscal. O país já mais. E mais uma vez, o funcionário que recebem subsídio de desemprego tunidades turísticas.
no que de pior tem o fez isso vários anos e agora deverá dizer público será o mais sacrificado. Com e trabalham na precariedade, certa- Mas natural também pelo
liberalismo selvagem. basta. A solução está pelo lado das o corte do 14º mês de salários da função mente que não resta outra alternativa natural.
Viver acima das despesas públicas, de modo nenhum pública o estado arrecadaria cerca de que não seja a de o funcionário público Tejo, Arriba Fóssil da Capa-
possibilidades, especulando no aumento dos impostos». Na mesma 1,4 mil milhões de euros, sendo certo pagar por todos aqueles que afirmam rica, Arrábida e Sado, nada menos
receitas e manietando números. esteira de opinião, Miguel Frasquilho que, o congelamento salarial na função “Podia viver e pagar impostos. Poder do que quatro áreas protegidas,
Foram os Estados, aliás,. que condena aumento de impostos. Enten- pública, é uma das recomendações da podia...mas não era a mesma coisa” e tudo numa relação de proxi-
fundaram e ajudaram a engordar dimento diferente tem o economista OCDE. Certamente, pelo menos uma midade verdadeiramente ímpar.
a ganância dos mercados de José da Silva Lopes que concorda com destas medidas será adoptada sacri- notasfiscais.blogspot.com* Um privilégio para quem
capitais e, em nome do vive e para quem visita.
liberalismo, estenderam a Um privilégio que é a
passadeira a todo o tipo de marca mais diferenciadora da
controlo financeiro de uns Península de Setúbal.
poucos sobre todos os outros. Há esperança para Portugal? Entre os golfinhos do Sado,
Perante o que se assistiu os flamingos do Tejo, o coberto
no eclodir da crise económica vegetal da Arrábida e a visão
de 2008 e o que se vai vendo do Atlântico na Caparica cons-
todos os dias, não se Célia David* trói-se muito da imagem e da
consegue entender porque é realidade turística da Penín-

Q
que os Estados não têm força uando Jonas foi engolido pelo Medicina que, um século mais tarde, era tiveram o grande papel de povo pivôt, sula de Setúbal.
suficiente para baixar o custo “grande peixe”, tentava apenas livro de consulta obrigatória em quase uma espécie de conduta através da qual Realidade tanto mais rele-
do dinheiro, afinal a ponta fina escapar para o território que agora toda a Europa. Os Portugueses levaram as ideias, o conhecimento e as tecno- vante quando turismo é sinó-
de quase todos os males. é Portugal. Foi aqui que Aníbal encon- as túlipas, o chocolate e os diamantes logias se transmitiram à Europa e ao nimo, no mundo cada vez mais
Nem se percebe porque é trou os guerreiros, as armas e o ouro para a Holanda, introduziram, na Ingla- mundo. Vale a pena reflectir um pouco global, de diferenciação, origi-
que a crise não teve também que tornaram possível a sua marcha terra, o hábito do chá das cinco e deram sobre esta questão da nossa identidade, nalidade e singularidade.
efeitos sobre a sua origem. Dá sobre Roma; e Júlio César, a fortuna a Bombaim a chave do Império. Ensi- neste caso, de um outro ponto de vista, O que temos de único é,
até ideia que os mercados que lhe permitiu as conquistas da Gália naram a África a proteger-se contra pois a nossa tendência é para deprimir em simultâneo, o que temos
especulativos estão a agir e da Inglaterra. Durante a Alta Idade a malária e levaram carregamentos e demerecer tudo o que fazemos. Ao de mais turístico.
ainda com mais veemência. Média, mais a norte, os governantes de escravos para a América. Introdu- menos que se permita uma versão mais O sinal desta importância
E nenhum Estado parece árabes integraram Portugal na civili- ziram, na Índia, o ensino superior, o caril positiva em tempo de crise. é representado pela candida-
interessado em fazer mudar o zação mais avançada do mundo. Após a e as chamuças e, no Japão, a tempura A edição deste livro é da Casa das Letras, tura da Arrábida a património
paradigma económico-financeiro. conquista de Lisboa, pelos Normandos, e as armas de fogo. Assim, no livro “A já vai na sétima edição e termina assim: “ mundial da humanidade.
Prefere definhar e deixar o novo Portugal levou Veneza à bancar- Primeira Aldeia Global”, relata Martin A importância de Portugal no mundo cons- O sucesso dessa candida-
definhar as suas sociedades. rota e tornou-se a nação mais rica da Page a forma como Portugal mudou o titui, hoje em dia, a prova de que outros tura começa muito antes da
O desfecho pode ser negro! Europa. Antes de ser eleito Papa, com Mundo. Segundo este inglês, jornalista países, traumatizados ao longo do século avaliação da UNESCO.
o nome de João XXI, Pedro Hispano, e com um mestrado em Antropologia, XX, têm motivos para viver com esperança.” Começa, ou melhor come-
nascido em Lisboa, escreveu um dos que viveu alguns anos em Portugal a çou, na notável conjugação de
ficha técnica primeiros compêndios modernos sobre escrever esta obra, os portugueses Actriz* instituições, individualidades,
Director: Raul Tavares; saberes e perspectivas em torno
Editor-Chefe: Joaquim Guerra;
Redacção: Anabela Ventura, Adelaide da Associação de Municípios
Coelho, Cristina Martins, Rita Perdigão, Cartoon da Região de Setúbal.
Roberto Dores, Fotografia: Joaquim
Torres; Dep. Comercial: Cristina Almeida. E a medida desse sucesso
Cartoonista: Ricardo Campos e José
Sarmento. Projecto Gráfico: Edgar não esperará pelos relatórios e
Melitão/”e Kitchen Media” – Nova pareceres da UNESCO, será, antes
Zelândia. Departamento Gráfico: António
Ribeiro (Coordenação); Marisa Batista e e desde já, a avaliação das reais
Rita Martins. Serviços Administrativos condições em que este patri-
e Financeiros: Mila Oliveira. Webmaster
iMais: Susete Amaral. Web Manager/SEO: mónio se encontra. Incluindo as
José Luís Andrade. Apoio Informático:
Alexandre Ascenso. Distribuição: José condições que aguardam os
Ricardo e Carlos Lóio. Propriedade turistas e os visitantes.
e Editor: Sado2000 – Comunicação
e Audiovisual, SA; NIPC 50517792 / O Turismo de Lisboa e Vale
Concessão Produto: Mediasado, Lda do Tejo, que herdou com
NIPC 506806537. Redacção: Rua Camilo
Castelo Branco, n.º 163 – Lojas F.G.H. – orgulho a marca turística Costa
2910 Setúbal. Tel.: 265 538 819 (geral);
Fax.: 265 538 819. Email: semmais. Azul, releva a importância do
jornal@sado2000.pt. Administração e turismo na Península de
Comercial: Tel.: 265 538 810; Fax.: 265
538 813. Impressão: Empresa Gráfica Setúbal e o enormíssimo valor
Funchalense, SA – Rua Capela Nossa do património natural.
Senhora Conceição, 50 – Moralena 2715-
029 – Pêro Pinheiro. Tiragem: 45.000
(média semanal). Distribuição: VASP e
Mediasado, Lda. Reg. ICS: 123090. Presidente do Turismo
Depósito Legal; 123227/98 de Lisboa e Vale do Tejo*
4 Sábado | 2.Out.2010 www.smjornal.publ.pt

Actual

Tróia ocupou
800 camas
O
s cinco hotéis de Tróia regis- férias, segundo avançou uma fonte
taram uma taxa de ocupação oficial da Sonae, para quem a prio-
próxima dos cem por cento ridade para 2011 é subir a fasquia,
entre os meses de Julho e Agosto, com uma aposta em novas atrac-
segundo revelou ao Semmais“ o presi- ções, onde se inscreve, por exemplo,
dente da câmara de Grândola, Carlos a abertura do casino, agendada
Beato. Os números oficiais ainda para o dia 1 de Janeiro de 2011.
não foram disponibilizados pelos O grupo de Belmiro de Azevedo

Joaquim Torres
promotores, mas, de acordo com concluiu que a animação propor-
os dados da autarquia, enquanto o cionada pelos vários espectáculos,
Tróia Design Hotel, o cinco estrelas sessões de cinema, feiras, exposições
da Amorim Turismo, logrou alcançar e diversas outras actividades lúdicas
uma ocupação média superior aos 80 deu frutos, depois de em 2009 terem Com a lotação quase esgotada, os principais clientes foram famílias e turistas nacionais
por cento, as quartos das unidades sido várias as críticas que davam
hoteleiras geridas pela Soane apro- conta da ausência de atracções, que disse, congratulando-se que o mais Monumento Nacional, estiveram - futura Rainha D. Maria - e outras
ximaram-se da capacidade máxima. desincentivava a procura turística. importante foi que as praias tivessem entre os maiores atractivos do de grande envergadura nos
Quer isto dizer que cerca de «Isto é a garantia de que estamos estado «cheias». «Assegurámos um Verão na nova oferta turística séculos XIX e XX.
800 camas, das mais de 900 dispo- a falar num novo destino turístico, Verão muito positivo que durou até da península. Aquele que é o O seu elemento mais carac-
nibilizadas pela «nova Tróia», capaz de atrair muita gente. Até aqui meados de Setembro, quando conti- vestígio arqueológico mais terístico é as oficinas de salga,
garantiram uma ocupação quase não havia condições para recebermos nuava a haver ainda muita procura, complexo de produção de com tanques onde se prepara-
permanente durante a época as pessoas, que acabavam por procurar para grande surpresa dos próprio conservas e molhos de peixe riam as conservas e molhos de
balnear, que se estendeu, inclusi- outras zonas do país. Isso acabou e promotores”, insistiu o autarca. conhecido no Ocidente romano peixe, entre os quais o famoso
vamente, à primeira semana de somos hoje uma alternativa conso- foi visitado por milhares de garum muito citado pelos autores
Setembro. Os principais clientes lidada», afirmou Carlos Beato. O passado pessoas. As ruínas estão identi- latinos. Estes produtos, enva-
foram famílias e turistas nacionais, O autarca justificou ainda o como contributo ficadas desde o século XVI, sados em ânforas fabricadas na
sendo que uma «larga percen- «êxito» com o facto de Tróia já ter quando foram alvo de várias margem norte do estuário do
tagem» da procura recaiu sobre mostrado «mais organizada e apela- As célebres Ruínas de Tróia, campanhas de escavação, a pri- Sado, eram levados de barco para
pessoas que escolheram a penín- tiva, justamente porque conseguiu que celebraram em Junho os cem meira das quais no séc. XVIII, Roma e outras regiões do Império
sula pela primeira vez para passar reunir mais oferta e mais qualidade», anos de classificação como por iniciativa da Infanta D. Maria Romano.

Pub.
Sábado | 2.Out.2010 www.smjornal.publ.pt 5

Grândola mostra como se convive Depois a conhecida arquitecta


desfiou problemas, como o fenómeno
do nemátodo, explicando a forma

com o turismo de “excelência” como a Herdade da Comporta está


a desenvolver planos de ataque e
contenção. E lembrou as pragas que
UM VASTO grupo de munícipes têm afectado o ecossistema local. Deu
de Grândola pôde ver e sentir ‘in loco’, exemplos de como o projecto vai ser
no domingo passado, como estão a desenvolvido e lembrou que a
ser implementados os grandes «enorme diversidade» do empreen-
projectos turísticos do concelho. Foi dimento «vai criar um conjunto de
uma das formas que a autarquia encon- novas oportunidades», com impacto
trou para comemorar o Dia Mundial no desenvolvimento local e regional.
do Turismo e da Biodiversidade, numa Mais atrasado está o empreen-
jornada que arrancou no coração do dimento da Costa Terra, alvo de uma
Tróia Resort e fechou com uma visita série de providências cautelares por
à Herdade do Pinheirinho. parte dos ambientalistas. Meio a
«É importante mostrar o que brincar, Tomás Bessa Leal, um dos
DR

estamos a fazer e desmistificar os arquitectos responsáveis pelo


efeitos ambientais deste tipo de O Dia Mundial do Turismo e da Biodiversidade foi o pretexto para mostrar o que de melhor se faz no turismo projecto, afirmou, categórico, que a
empreendimentos», explicava ao implementação deste investimento
Semmais o vice-presidente da responsáveis pela requalificação do mil milhões de euros depois de nhou Célia Ferreira do Tróia Resort. pode fazer regressar à zona de inter-
Câmara de Grândola. Aníbal Cordeiro, sistema dunar. «Esta intervenção concluídos, sendo que estão previstos Uma das intervenções mais signi- venção as cargas populacionais regis-
sempre muito disponível, à frente permitiu um substancial ganho de 5 mil postos de trabalho directos e ficativas está a ser operada na Herdade tadas nos censos de 1950. E isto
da comitiva anónima que, aqui e ali, areias, defender o território e até ganhar dez mil indirectos», disse, enfático. da Comporta, devido à sua comple- porque, frisou, «o homem é a espécie
não deixava de deslumbrar-se com nova vegetação», explicava, com entu- xidade e coabitação de actividades mais ameaçada do litoral alentejano».
a transformação que o grupo Sonae siasmo a técnica da Sonae Turismo, A «diferenciação» económicas e áreas protegidas. Numa Paulo Reis Silva, do grupo Peli-
Turismo empreendeu em Tróia. «Não Célia Ferreira, que serviu de cicerone. dos quatro projectos das explanações mais aplaudidas, a cano, aludiu, sobretudo, às interven-
fazia ideia que isto estava tão bonito Os participantes tiveram depois responsável daquela que é a maior ções sobre a biodiversidade já em curso
e cuidado», deixavam sair alguns dos ocasião de conhecer ao pormenor Durante o colóquio de apresen- herdade privada do país, aludiu ao na Herdade do Pinheirinho. «A elimi-
participantes. os quatro projectos (Tróia Resort, tação dos empreendimentos foram factor humano como primordial. nação de algumas plantas exóticas e
A visita foi demorada, com a comi- Herdade da Comporta, Herdade do trazidos a lume os conceitos que estão «Antes de mais temos procurado a a substituição de outras espécies arbó-
tiva a percorrer os irreconhecíveis Pinheirinho e Costa Terra) que vão implícitos em cada um dos projectos, sustentabilidade do projecto com os reas com baixa biodiversidade é um
espaços públicos, a espreitar o inte- tornar aquela zona do litoral alen- sendo que o ambiente parece ser um interesses e a cultura dos sete aglo- processo que está a ter resultados
rior das unidades hoteleiras e expe- tejano num «destino turístico de exce- traço comum. «É um factor de dife- merados humanos que fazem parte muito significativos na fauna e na
rimentar os novos acessos às praias, lência», como sublinhou o vereador renciação e decisivo para a sustenta- intrínseca do nosso espaço de inter- reprodução de um tipo de vegetação
nomeadamente os ‘passadiços’, grandolense. «Estamos a falar de 3 bilidade do nosso investimento», subli- venção», frisou Maria Antónia. mais adequado à zona», explicou.

Pub.
6 Sábado | 2.Out.2010 www.smjornal.publ.pt

Seixalense ganha prémio nacional


CAIXA BAIXA, da autoria de Eduardo tório ficcional para as suas histórias e tem
Palaio, é a obra vencedora da VIII Edição do uma capacidade de efabulação fora do
Prémio Nacional de Conto Manuel da Fonseca, comum». Eduardo Palaio tem 60 anos e
promovido pela Câmara de Santiago do Cacém. reside no Seixal.
O júri constituído por Carlos Pinto O júri decidiu também atribuir menções
Coelho, João Tordo e Fernando Miguel honrosas a Histórias Indianas, de Cris-
Bernardes, atribuiu o prémio à obra Caixa tina Drios; 18 Palavras Difíceis, de Fran-
Baixa, da autoria de Eduardo Palaio (pseu- cisco Custódio; e a Manobras de apazi-
dónimo Yusuf Habs) «pela sua consistência guamento de N. Luolk.
ficcional, originalidade dos temas e pela sua O prémio, no valor de cinco mil euros,
erudição, bem como pela elevada qualidade vai ser entregue no dia 16 de Outubro, na
literária da narrativa». Biblioteca Municipal Manuel da Fonseca,
Além disso, «o autor revela um domínio em Santiago do Cacém. O primeiro prémio
da geografia europeia, que usa como terri- prevê ainda a publicação da obra.

DR
Pub.

PARES faz ‘disparar’


oferta social no distrito
MUNICÍPIO DE ALCÁCER DO SAL O INVESTIMENTO que envolve um investimento concluídos», revela ao
público de mais de 18 milhões de 1,3 milhões de euros. Semmais a directora do CRSS,
EDITAL e 600 mil euros, associado a O secretário de Estado da Fátima Lopes, ao adiantar
um investimento privado de Segurança Social realçou a que «não só investimentos
CONCURSO PÚBLICO PARA ATRIBUIÇÃO DE CONCESSÃO DE ESPAÇO PARA ES- quase 9 milhões, ao abrigo do importância destes equipa- na construção como garan-
PLANADA – BAIRRO DO LARANJAL Programa de Alargamento da mentos «que criam milhares timos, através de financia-
Rede de Equipamentos Sociais de postos de trabalho por mento», a actividade destas
ISABEL CRISTINA SOARES VICENTE, Vereadora da Divisão de Planeamento e Gestão (PARES) tem vindo a mudar todo o país», bem como «o novas valências.
Urbanística da Câmara Municipal de Alcácer do Sal a oferta de apoio social em apoio efectivo às famílias», Para Fátima Lopes este
FAZ PÚBLICO QUE, de acordo com a deliberação de Câmara de 05/08/2010, se vai pro- todos os concelhos do distrito. tendo em conta que, só no programa é também a prova
ceder à abertura de concurso público para atribuição da concessão de espaço do domínio Com uma taxa de incre- distrito, «irá permitir um de que os projectos avançam
público municipal para instalação de esplanada de apoio ao campo de jogos tradicionais do mento de 63 por cento na acréscimo de 39 por cento quando há vontade. «Este
Bairro do Laranjal, na modalidade de apresentação de propostas em carta fechada. construção de creches, de no número de creches», que trabalho deve-se à conver-
O concurso é realizado nos termos expressos no Programa de Procedimento e respectivo 279 por cento em lares resi- originará um aumento de 63 gência de três protagonistas:
Caderno de Encargos, que se encontra para consulta na Divisão de Planeamento e Gestão denciais para portadores de por cento no número de o Ministério do Trabalho e da
Urbanística.
deficiência, mais de 500 por lugares disponíveis. Segurança Social, as institui-
Para esclarecimento dos interessados, informa-se que: cento para residências autó- Na visita aos concelhos ções do distrito que aderiram
1. Só podem concorrer as pessoas singulares ou colectivas respectivamente residentes nomas e 15 por cento em lares de Almada, Barreiro e ao desafio e as autarquias que
ou com sede na área do Município de Alcácer do Sal há pelo menos um ano à data de idosos, o programa PARES Sesimbra, acompanhado se disponibilizaram para
do edital do concurso; «é um sucesso» na região. pelos presidentes de câmara oferecer os terrenos».
2. Os concorrentes têm que se inscrever previamente nos Serviços da Divisão de Pla-
A convicção é da direc- e vereadores, Pedro Marques Uma convergência que
neamento e Gestão Urbanística do Município de Alcácer do Sal, no prazo de 5 (cinco)
dias úteis a contar da publicação do último aviso, mediante o pagamento do corre- tora do Centro Regional de inaugurou a creche da deixa satisfeita a directora
spondente a 1% (um por cento) do valor base de adjudicação e o preenchimento de Segurança Social de Setúbal, Ramalha, o Centro de Acção do CRSS, uma vez que, até
uma ficha facultada pelos Serviços, à qual será atribuído um número de ordem que o Fátima Lopes, que na terça- Social de Palhais, o Cantinho ao final de 2011, altura em
concorrente utilizará em todos os documentos relativos ao concurso; feira esteve ao lado do secre- da Infância e o a creche do que se prevê concluído todo
3. A concessão do espaço será atribuída pelo prazo de 5 (cinco) anos, renováveis por tário de Estado da Segurança Centro Social Paroquiam o investimento, «a resposta
iguais e sucessivos períodos de 5 (cinco) anos; Social, Pedro Marques, no Padre Ricardo Gameiro. social, no distrito, será mais
4. O valor base de adjudicação é de € 100,00 (cem Euros); lançamento de equipamentos «São todos projectos forte do que alguma vez foi».
5. O valor base do pagamento mensal é de € 56,28 (cinquenta e seis Euros e vinte e
oito cêntimos);
6. Este valor será actualizado anualmente a partir do início do segundo ano de vigência Acolhimento à população vulnerável
do contrato de acordo com o índice de inflação publicado pelo Instituto Nacional de
Estatística; O Centro Acção Social Palhais tem agora para 38 crianças com pré-escolar para
7. Deverá ser feita oferta para o valor da adjudicação bem como para o valor do paga- uma creche para 66 crianças com pré- 50 com 21 postos de trabalho, onde foi
mento mensal; escolar para 75 crianças e mais 32 postos realizado um investimento superior a
8. As propostas deverão se entregues no prazo de 10 dias úteis, contados da publica- de trabalho, num investimento superior a 539 mil euros que inclui uma partici-
ção do último aviso; 926 mil euros cuja comparticipação pública pação pública no valor de 283.241 euros.
9. Os concorrentes deverão apresentar “declaração e currículo”, “projecto” e “preço”; foi no valor de mais de 615.652 euros. Na Quinta do Conde, Pedro Marques
10. O acto público de abertura das propostas realizar-se-á no Salão Nobre dos Paços do O Cantinho Alegre da Infância ganhou esta lançou a primeira pedra da creche que
Concelho, pelas 10 horas, do primeiro dia útil imediatamente posterior ao termo do
semana uma creche para 66 crianças com vai servir 66 crianças e criar 15 postos
prazo para apresentação das propostas;
11. A classificação das propostas será efectuada de acordo com os critérios qualidade e alargamento de pré-escolar para 75 e 41 de trabalho, tendo a Liga dos Amigos da
preço da proposta, aos quais são atribuídos os factores de ponderação, respectiva- postos de trabalho. O investimento foi de Quinta do Conde garantido que a obra
mente de 60% e 40%; mais de 867 mil euros e a comparticipação estará terminada em Junho. Aqui, o inves-
12. A Câmara Municipal tomará uma decisão final definitiva no prazo de 30 dias contados pública chegou aos 560 mil euros. timento previsível é de 660 mil euros,
do termo do prazo fixado para a apreciação das propostas pela comissão de análise; O Centro Social Paroquial Padre Ricardo com uma comparticipação pública no
13. Todos os interessados devem consultar nos Serviços Administrativos da Divisão de Gameiro em Almada tem agora creche valor de 382.239 euros.
Planeamento e Gestão Urbanística, durante as horas normais de expediente, ou
mediante o pagamento do seu preço, pedir cópia dos vários elementos que integram
o concurso, nomeadamente Programa de Concurso e Caderno de Encargos.
Porto de Setúbal celebrou Dia do Mar, receb
Para constar e devidos efeitos se publica o presente e outros de igual teor que vão ser afixa-
dos nos locais do costume. O DIA Mundial do Mar Conselho de Gestão da Escola recebeu cerca de 25 mil tone-
foi assinalado pela Adminis- Náutica Infante D. Henrique, ladas de madeira com destino
Alcácer do Sal, 06 de Setembro de 2010 tração do Porto de Setúbal e António Cruz, presidente à Figueira da Foz. A merca-
e Sesimbra (APSS) com a da Comissão Mundial de doria, com origem no porto
A Vereadora do Pelouro palestra “2010 – O Ano do Pesca Submarina da Confe- chileno de Coronel, chegou
Marítimo”, no passado dia deração Mundial de Activi- a Setúbal no navio “Genco
ISABEL CRISTINA SOARES VICENTE 20. Foram oradores Eduardo dades Subaquáticas. Explorer”, numa operação
Martins, membro do O Porto de Setúbal que decorreu, entre 9 e 20 de
Sábado | 2.Out.2010 www.smjornal.publ.pt 7

Ex-presidente Jorge Sampaio é um dos convidados


Casa Ermelinda Freitas já escolheu os dez ‘magníficos’
para edição deste ano do projecto “A Vida de um Vinho”
A CASA Ermelinda Freitas já dera e da responsabilidade da Casa Jorge Salgueiro, que vai descrever
seleccionou as onze figuras que, Ermelinda Freitas. e evocar todo este processo.
este ano, farão parte do projecto No total, em 2012, serão apenas
“A Vida de um Vinho – da uva ao 1500 garrafas produzidas 1500 garrafas deste
copo”, cujos néctares personali- para fins sociais vinho Premium, as quais, por desejo
zados, de uvas colhidas em 2008, da Casa Ermelinda Freitas, serão
serão apresentados em Dezembro As garrafas serão posterior- leiloadas para fins de solidarie-
de 2012, numa gala inédita no mente acompanhadas de um livro dade social, sendo que este precioso
universo vitivinícola. da autoria do jornalista Amílcar néctar não entrará no circuito
O ex- presidente da República, Malho, que descreverá as várias comercial.
Jorge Sampaio, os professores José fases da vida deste precioso vinho Com esta iniciativa a Casa
Manuel Palma e Antero Martins, desde a colheita até ao seu engar- Ermelinda Freitas, que já faz parte
os cantores Carlos Alberto Moniz rafamento, enriquecido com a das mais reconhecidas empresas
e Toy, os empresários António descrição dos acontecimentos vitivinícolas da região e do país,
Avilez, José Rodrigues e Jorge regionais, nacionais e internacio- reforça a sua intervenção no campo
Mendes, a jornalista Maria João nais ocorridos durante este período da responsabilidade social.
de Almeida e o chefe Marco Gomes, e seleccionados pelas personali- Recorde-se que as nove perso-
são as personalidade contempladas dades convidadas. «A ideia é nalidades convidadas na edição
este ano, as quais vão inscrever as fornecer o contexto da realidade do ano passado foram Jaime Gama
respectivas assinaturas num dos das mulheres e homens que o (presidente da Assembleia da Repú-
Semmais

barris do referido vinho, num jantar fizeram e que o consumirão, num blica), Ana Teresa Vicente (presi-
no próximo dia 10 deste mês. acompanhamento da vida deste dente da Câmara de Palmela),
À semelhança do que acon- A apresentadora Fátima Lopes foi uma daspersonalidade convidadas de 2009 vinho seleccionado», explicam os Eugénio Fonseca (presidente da
teceu com as personalidades convi- promotores da iniciativa. Cáritas), Mário Cristovão (gover-
dadas o ano passado, este grupo e o pulsar da sociedade». sabilidade de seleccionarem os Para além do livro serão igual- nador civil de Setúbal), Fátima
de notáveis irá seleccionar 3 a 5 O projecto foi lançado o ano vários acontecimentos que, desta mente apresentados cinco quadros, Lopes (apresentadora de televisão)
acontecimentos marcantes ocor- passado com grande sucesso e está forma, acompanham a evolução expressamente executados pelo Luís Rodrigues (deputado do PSD),
ridos entre Setembro de 2009 e 10 a gerar uma enorme expectativa. do néctar que dará origem a um pintor Mário Rocha, e produzida Gorjão Clara (cardiologista), Luís
de Outubro de 2010, como prova No total, até 2012, serão convidadas ‘vinho Premium’, criado pelo uma composição musical original Lopes (director da revista Vinhos)
de ligação «entre o pulsar do vinho 42 personalidades com a respon- conhecido enólogo Jaime Quen- da responsabilidade do maestro e Luís Baena (chefe de cozinha).

Pub.

Politécnico de Setúbal
vence 7.º Concurso
Nacional de Empreendedorismo
O PROJECTO “Smar- passagem pelo 7º Poliem- projectos, envolvendo cerca
tpaint” do Instituto Politéc- preende «fez-nos crer que de 900 alunos e mais de 50
nico de Setúbal conquistou os mundos da ciência e do docentes, que levaram à
o 1º prémio da 7ª edição do empreendedorismo são criação de 22 empresas, e
Concurso Nacional Poliem- compatíveis». outras 36 em fase de criação,
preende, que decorreu em No âmbito do concurso, e ao registo de várias
Viana do Castelo. cada politécnico promoveu dezenas de patentes.
O projecto vencedor um concurso regional, que O responsável explica
desta edição visa a produção permitiu apurar o melhor ainda a importância da
de tintas inteligentes e projecto para concorrer a inclusão do empreendedo-
amigas do ambiente que nível nacional. «Não temos rismo na estratégia do IPS,
mudam de cor com a tempe- dúvidas que persistindo é em que «a persistência desta
ratura ou com o grau de possível quebrar a barreira linha de acção nas priori-
deformação do objecto que devendo referir-se a impor- dades da presidência tem
revestem. tância que o Poliempreende permitido a consolidação
Susana Gonçalves, uma tem tido na constituição de de recursos, de ferramentas
das promotoras do projecto, novas empresas empreen- e de rotinas que, de forma
constituído ainda por Pedro dedoras», adianta Pedro gradativa, tem crescido tanto
Marques de Almeida, Dominguinhos, vice-presi- em termos de visibilidade
docente do ISEL/IPL, e dente para a área do empre- interna como externa e
Rúben Miguel da Encar- endedorismo e ligação às começa a dar os frutos que,
nação, estudante da ESTBar- empresas do IPS. Da inicia- a médio prazo, sempre confi-
reiro, considera que a tiva já resultaram 302 ámos serem alcançáveis».

eu madeiras do Chile e participou em feira


Setembro, no terminal institucional, no qual esteve
Multiusos Zona 2, seguindo à disposição do público
depois para a Figueira da Foz. diverso material em suporte
Entre 17 e 26 de Setembro, papel com informação deta-
o Porto de Setúbal marcou lhada sobre as actividades
presença na 6.ª Expo São e projectos que se desen-
Mateus, em Elvas. A parti- volvem nesta infra-estru-
cipação constou de um stand tura portuária.
8 Sábado | 2.Out.2010 www.smjornal.publ.pt

Política

Ramalho, Lopes e Ferreira disputam


próxima liderança na Federação ‘rosa’
V
ictor Ramalho, Paulo apostar num projecto com e os secretários coordena-
Lopes e Luís Ferreira vista a aproximar as pessoas dores das secções socialistas.
são os três candidatos ao partido em «altura difi- «É importante mais apoio,
à presidência da Federação cílima da vida do país». sentir a proximidade, criar
Distrital de Setúbal do Partido Victor Ramalho concorre um manifesto autárquico
Socialista para um período de com o lema “Novos Desafios distrital e ganhar um maior
dois anos, sendo que o primeiro – Novas Respostas” para número de autarquias», frisa.
candidato está na corrida a mobilizar a população para Com o lema “Afirmar o
um terceiro mandato. O acto um desafio que «interligue os Futuro” apresenta-se Luís
eleitoral está agendado para agentes económicos e sociais Ferreira, que tem como manda-
Fotos: DR

a próxima sexta-feira, dia 8, do mundo lusófono por forma tário Torres Couto, ex-líder da
entre as 17 e as 23 horas. a apostarmos na união dos UGT, e Fonseca Ferreira, presi-
Defensor de causas e de povos da língua comum». Três candidatos à Distrital ‘rosa’ com a causa comum de reforçar o PS, na região dente da Arco Ribeirinho, a
um projecto com vista a Por sua vez, Paulo Lopes liderar a comissão de honra.
reforçar o partido na região considera que o modelo de o futuro e as bases ideoló- Projecto com Futuro” é o implementar na Federação «Somos uma candidatura com
e a cimentar uma maior gestão da Federação ‘rosa’ gicas do partido», vinca. mote da candidatura de Paulo um «clima de proximidade» dinâmica de vitória e as nossas
proximidade e diálogo do está «esgotado e ultrapas- “As Bases para um Lopes, que tem em vista com os militantes, os autarcas expectativas para estas elei-
partido para com os mili- sado». É por isso que a sua ções são muito elevadas para
tantes, Victor Ramalho está candidatura aposta numa Perfil dos candidatos às eleições de sexta-feira que haja uma mudança na fede-
confiante na «vitória» e apela profunda reforma nesta ração socialista», argumenta
a que os militantes compa- estrutura socialista e em dar Victor Ramalho, 62 anos, tado do PS na Assembleia da do PS. Por seu turno, Luís o candidato barreirense, que
reçam nas urnas de uma a voz aos militantes. «Esta advogado, presidente da República durante 8 anos. Já Ferreira, de 37 anos, investi- garante que a sua candidatura
«forma expressiva». candidatura não é contra Fundação Inatel, desempe- Paulo Lopes, de 37 anos, gador de Lexicografia, é actu- é para «levar até ao fim».
Satisfeito com o trabalho ninguém. Não fiz um esforço nhou as funções de secretário arquitecto, empresário e almente o director do Jornal Caso se sagre vencedor,
que desenvolveu nos últimos muito grande para ter notá- de Estado do Trabalho no ex-vereador na Câmara de do Barreiro. É membro da Luís Ferreira aposta na
anos no distrito, em prol da veis incluídos na minha Governo de Mário Soares e Setúbal, faz parte do secre- comissão política concelhia modernização do partido e
região, dos militantes e do moção. Quem está ao meu da Economia no Governo de tariado da actual Comissão do Barreiro, que liderou entre na reformulação do projecto
país, o actual líder federa- lado está por convicções e António Guterres e foi depu- Política Concelhia de Setúbal 2006 e 2008. autárquico em todos os
tivo promete continuar a pretende preparar e discutir concelhos do distrito.

JSD chama mais jovens Manuel Alegre janta no


para a vida política Barreiro com apoiantes
A DISTRITAL de O HISTÓRICO do PS não temos a certeza se Cavaco
Setúbal da Juventude Manuel Alegre e candidato a Silva vai ou não avançar para o
Social Democrata (JSD) presidência da República vai segundo mandato, mas não
acaba de lançar a estar no Barreiro para parti- cruzamos os braços porque acre-
campanha “+ Participação cipar no jantar comemorativo ditamos na vitória de Manuel
+ Democracia”, que apela do Centenário da República Alegre. Tudo faremos para que
DR

à participação dos jovens promovido pelo núcleo conce- isso aconteça», vinca Madalena
na vida política. A inicia- Por «mais democracia» os jotas laranja apelam à cidadania lhio barreirense da sua candi- Alves Pereira.
DR

tiva, que arrancou em datura presidencial. O acto tem Durante o jantar, que tem
Setembro, irá estender-se JSD acredita que a «política actividades desenvolvidas lugar no dia 4, pelas 18h30, num Poeta-candidato em campanha o custo de 15 euros, por pessoa,
a todo o mês de Outubro não é só para os políticos pela esta estrutura. restaurante localizado junto à será feita uma recolha de
e terá visibilidade em mas para todos os cidadãos». Para Miguel Pina Casa da Cultura da Quimigal. aceite» pela população em geral, fundos destinada a despesas
outdoors, campanhas de Assim, a JSD pede a todos Martins, uma participação Manuel Alegre fará uma apesar das sondagens darem relacionadas com as activi-
rua, com distribuição de os cidadãos para enviarem ampla da sociedade na intervenção no início do jantar, a vitória, por maioria absoluta, dades da candidatura de
folhetos, e divulgação na as suas ideias para, poste- vida política permite um onde falará da importância da ao actual presidente Cavaco Manuel Alegre. Até à hora de
Internet através do Blog riormente, serem debatidas país «mais democrático», Implantação da República em Silva. «Ele é um homem de fecho desta edição já estavam
e do WebSite. e colocadas em prática. sendo que esta campanha Portugal, bem como de outros esquerda e está a ter uma signi- inscritas 70 pessoas para o
Miguel Pina Martins, Por outro lado, visa vai no seguimento dos aspectos relacionados com a ficativa receptividade no jantar, onde vai estar à venda
líder da comissão política «dar a conhecer aos jovens alertas lançados já há vida política. De acordo com Barreiro e na região. um CD com poemas de Manuel
distrital de Setúbal da JSD, do distrito as ideias e ideais vários anos pela JSD para Madalena Alves Pereira, coor- Com ou sem apoio do PS, Alegre declamados por Quim
realça que a campanha tem da JSD, apelando não só sublinhar que «não são os denadora concelhia da Manuel Alegre será o candidato Gouveia, um cantor de Setúbal.
como finalidade apelar à a uma participação cívica jovens que se estão a campanha de Manuel Alegre, presidencial da «esquerda demo- Caso pretenda participar na
participação dos jovens na como também a uma mili- afastar da política, mas a candidatura desta figura socia- crática» para enfrentar Cavaco iniciativa deverá fazê-lo através
vida política activa, pois a tância e participação nas sim o contrário». lista está a ser «muito bem Silva nas eleições de 2011. «Ainda do número 914 523 568.

PCP critica transformação do Alfeite em sociedade anónima


A COMISSÃO concelhia «Assistimos, nos dias de informáticos e viaturas o Arsenal do Alfeite está a gora
de Almada do PCP denuncia hoje, a um estaleiro sem modernas para a adminis- «bem mais perto» de ser uma
que, passado um ano sobre trabalho, no mercado onde tração e seus colaboradores mera estação de serviço e de
a transformação do arsenal era suposto o Arsenal mais chegados, o Arsenal do poucas perspectivas quanto
do Alfeite em sociedade concorrer, já nem os navios Alfeite SA viu e continua a ao seu futuro, como sempre
Joaquim Torres

anónima, aquele estaleiro, da armada lá estão, as parce- ver a saída dos melhores foi denunciado pelo PCP nos
ao contrário do que fora rias tecnológicas são feitas profissionais que aquela casa últimos anos mais uma vez e
prometido, continua sem com os barcos da Transtejo, formou», refere fonte da a exemplo do que fizeram
trabalho e com poucas pers- os investimentos foram feitos concelhia do PCP de Almada. noutras empresas do estado,
pectivas de futuro. em novos equipamentos Os comunistas acusam o Governo de ter esvaziado o estaleiro A mesma fonte conclui que venderam gato por lebre».
Sábado | 2.Out.2010 www.smjornal.publ.pt 9

Evocação Centenário da República

Do incêndio da Câmara de Setúbal Os ideais e os desafios


da República

à consumação do novo regime 5 de Outubro de 1910. O dia da


Implantação da República em
Portugal é uma data incontornável
Ainda a República por aí e um violento incêndio acabou da nossa história.
não tinha sido por consumir parte do edifício. A Como marca indelével, a 1.ª Repú-
cidade de Setúbal entraria para a blica impôs que o Chefe de Estado
proclamada em História da República ainda uns passasse a ser eleito, em vez da sucessão
Lisboa e já quatro meses antes, já que a 24 e 25 de Abril dinástica. Mas, mais do que uma
concelhos da região de 1910, foi palco para o congresso mudança do poder político, a Repú-
do Partido Republicano, líder de blica tentou realizar na prática os ideais
hasteavam a nova todo o movimento que acabou com da liberdade, da igualdade, do progresso,
bandeira. Foi a a monarquia em Portugal. o direito à educação, à greve e a liber-
4 de Outubro de A revolução tinha começado a 3 dade religiosa para todos os cultos.
de Outubro e na Moita, nessa mesma Hoje a República significa, acima
1910. Em Setúbal, a noite, a vereação – liderada por repu- de tudo, como ideal, a luta pela demo-
população também blicanos - reuniu até de madrugada cracia económica e social, pela reali-
DR

tentou antecipar- e no final, foi hasteada a bandeira da zação dos direitos sociais consa-
República no mastro principal no O incêndio nos Paços do Concelho que marcou a luta dos setubalenses grados na Constituição: o direito ao
se mas confrontos edifício da câmara. Também no dia trabalho, à segurança social, à
com as autoridades 4, os concelhos do Seixal, Montijo e nas antigas colónias portuguesas nizava o uso de cores consideradas protecção da saúde, o direito à liber-
e um incêndio no (na época Aldeia Galega) e Almada, em África e na Índia. "mais republicanas": o verde e o dade e à segurança, o direito de
antecipavam a proclamação da Repú- vermelho, por simbolizarem a espe- reunião e manifestação, o direito de
edifício da câmara blica, içando as novas bandeiras nos Mudanças rança e a virilidade, por excelência". exprimir livremente o pensamento.
municipal, lograram edifícios municipais. e novos símbolos A nova bandeira foi aprovada pelo Neste ano do centenário da implan-
as intenções. O golpe de estado levado a governo provisório a 29 de Novembro tação da República, são exigentes os
cabo por cerca de dois mil Após a implantação do novo de 1910. A 1 de Dezembro foi cele- desafios que se nos colocam. Lutemos
:::::::::::::::: Adelaide Coelho :::::::::::::::: soldados e marinheiros, sob a égide regime, várias mudanças surgiram. A brada a Festa da Bandeira, em frente para que se assegurem os valores da
da Partido Republicano, registou primeira passou pela criação de um à Câmara de Lisboa. democracia, pelo respeito dos direitos

O
acontecimento mais marcante diversos confrontos armados em governo provisório chefiado por Teófilo Relativamente ao hino, A Portu- dos trabalhadores, dos jovens, dos
no distrito de Setúbal aquando Lisboa, que provocaram danos Braga até à aprovação da constituição guesa, tinha sido composto em 1890 idosos e todos os desfavorecidos.
da implantação da República elevados em edifícios, devido às de 1911: as outras alterações passaram por Alfredo Keil, com letra de Juntos, os que acreditamos na
foi registado na capital do distrito, deflagrações de granadas. No dia pela criação de novos símbolos nacio- Henrique Lopes de Mendonça, como liberdade, na democracia, no
na noite de 4 para 5 de Outubro de 5, pela manhã, no edifício da nais, a bandeira e o hino. canção patriótica, tendo sido usado progresso, vamos prosseguir na
1910, quando um grupo de popu- Câmara seria finalmente procla- Para o novo estandarte existiram um ano depois, com letra ligeira- construção da República, do Estado
lares quis hastear a bandeira nos mada a República Portuguesa. duas propostas. Uma que apontava mente diferente, como a marcha dos de Direito, do Estado Social.
paços do concelho e acabou por Nos dias seguintes, seria a vez da para a manutenção das cores azul e revoltosos que em 31 de Janeiro de Manuel Malheiros
se envolver em confrontos com as proclamação nas diversas cidades branca, tradicionais das bandeiras 1891, intentaram sem sucesso, (Governador Civil
autoridades. As coisas não ficaram portuguesas em território nacional portuguesas, e uma outra que preco- proclamar a República. do Distrito de Setúbal)

Agenda de comemorações corre por todo o distrito


Para além das habituais sessões Dança Contemporânea, da Compa- de Almada com nome de republi- concelho, entre os anos de 1908 numa organização conjunta da
solenes com hastear da bandeira nhia de Bombeiros Sapadores de canos, acessível em http://www.m- e 1913, desconhecidos para a maior ASSOCIAÇÃO DOS MUNICÍPIOS
pela manhã, exposições alusivas Setúbal, de Fernando Guerreiro, de almada.pt/100AnosRepublica/ parte da população. PALMELA e DA REGIÃO DE SETÚBAL e de
ao centenário, espectáculos de António Laertes e de Miguel Ramos Em SESIMBRA, a data assi- SEIXAL apostam em múltiplas cada uma das câmaras munici-
teatro e/ou musicais, as comemo- e vai ter lugar no dia 4 de Outubro, nala-se também com um passeio exposições por todo o concelho, pais. Nos restantes municípios
rações em todo o distrito de Setúbal pelas 21h30, na Praça de Bocage. pedestre - Roteiros Republicanos para além de colóquios, palestras do litoral alentejano, GRÂNDOLA
incluem também inaugurações No feriado, vai ainda ser inaugu- - logo após o almoço, que percorre e muitos espectáculos. De destacar centra grande parte das come-
de escolas em alguns municípios, rada a Escola Básica da Breijoeira os “lugares” da República e em Palmela, o concerto da banda morações em torno do dr. Jacinto
no âmbito do programa nacional em Azeitão e uma exposição sobre desvenda o papel de cada um dos sinfónica da PSP, que teve lugar, Nunes, municipalista, que durante
“Mais Escolas em Portugal – Inau- “O Ensino no Tempo da República” protagonistas. Na mesma linha, ontem, no cine-teatro S. João. O cinco décadas foi presidente do
guração de 100 Escolas no dia 5 na Biblioteca Municipal da cidade no MONTIJO, os alunos dos esta- programa de ALCOCHETE é ainda município, com a inauguração da
de Outubro”. São os casos de sadina. O 5 de Outubro fecha com belecimentos de ensino saem à mais vasto e vai até final de exposição “Jacinto Nunes – Repu-
Setúbal e ALCÁCER DO SAL. No a conferência “João de Deus, a rua – pela manhã - na pele de Dezembro. De salientar a expo- blicano e Municipalista”. Já em
município alentejano, vão ser inau- Cartilha Maternal e a Educação na contadores de histórias e recordam sição “100 anos de República”, da SANTIAGO DO CACÉM, o dia 5
guradas as novas instalações da 1.ª República”, com Daniel Pires, quem foram os heróis da Repú- responsabilidade do Agrupamento tem como ponto alto a inaugu-
Escola Secundária de Alcácer do doutorado em Literatura Portu- blica. À tarde, na Praça da Repú- Vertical de Escolas do concelho. ração da Mostra Documental -
Sal e o novo Centro Escolar da guesa, no Salão Nobre dos Paços blica e na Galeria Municipal (antigo Entre outras iniciativas, a MOITA, Salão República – 100 Anos de
Comporta, com a presença do do Concelho, sendo que as come- edifício dos Paços do Concelho) por sua vez, apresenta o livro “Vere- Cinema em Santiago do Cacém,
ministro da Economia, Inovação morações se prolongam até ao final vai ter lugar uma reconstituição ações (1906-1913)”, no seu sitio na seguindo-se a projecção do docu-
e Desenvolvimento, Vieira da Silva. de Novembro. histórica da proclamação da Repú- net. E no BARREIRO, para além da mentário “Marcha pela República
Em SETÚBAL, o ponto alto das Em ALMADA, na noite de 4 de blica em Aldeia Galega, organi- sessão comemorativa agendada em Santiago do Cacém”, e outros
comemorações do centenário da Outubro, o Coro Polifónico da zada pela autarquia e escolas para dia 4 na AMAC, é lançada, um filmes da época cedidos pela Cine-
implantação da República, passa Incrível Almadense interpreta, nos secundárias e profissional do dia antes, a “Rota da República no mateca Portuguesa. SINES fecha
por um espectáculo cénico que paços do concelho, canções repre- concelho. Na Moita, destaque para Barreiro”, percurso pedonal, onde esta agenda com destaque para
recria o incêndio que há cem anos sentativas da época, com o a exposição “Revolução Republi- são apresentadas as memórias repu- a apresentação, também no
deflagrou nas instalações da câmara pormenor original da actuação ser cana na Moita” patente até 13 de blicanas naquele concelho. feriado, no site municipal, em
municipal. A encenação, conta com nas janelas do edifício histórico. Novembro nos paços do concelho, De referir ainda que os nove www.sines.pt, o “Guia para o
actores dos grupos teatrais TAS, Para as comemorações do cente- que mostra alguns dos aconteci- municípios da Península de Estudo da Primeira República”,
Fontenova e Espelho Mágico, e ainda nário a autarquia disponibiliza mentos político-sociais que Setúbal têm em simultâneo uma uma obra com cerca de 300
as participações da Academia de ainda um roteiro online das ruas marcaram a história local do exposição alusiva ao centenário, páginas e ilustrações a cores.
10 Sábado | 2.Out.2010 www.smjornal.publ.pt

Anti-stress

Paixão pelo património leva Oferta Semmais


Oferta de convites para
Louro Artur à Casa da Cerca festa da música nacional
ESTE sábado, a partir culturais e que, desta forma,

“G
árgulas Portuguesas investigar a história existen- das 21h30, no Coliseu de se revela como o «anfitrião
Revisitadas” é a desig- cial das gárgulas, agora mais Lisboa, a editora Espacial perfeito» para esta iniciativa,
nação da exposição para sul do país para concluir aposta no 1.º Festival de que aposta numa produção
do pintor almadense Louro este projecto que parte de uma Música de Expressão Portu- «ambiciosa e arrojada».
Artur que pode ser apreciada, criação científica e culmina guesa, com entradas que Com escritórios localizados
na galeria do pátio e capela da em processo artístico», variam entre os 15 e os 18 em Sacavém e estúdios nas
Casa da Cerca, em Almada, até sublinha o artista, de 67 anos, euros. A festa vai ser Olaias e Pontinha, a Espacial
ao próximo dia 17 deste mês. que assume actualmente a animada por treze artistas, irá registar em vídeo este festival
Ao longo de 24 telas o artista presidência da Associação de com destaque para Marco para posterior edição. Estão
mostra a sua criatividade em Artistas Plásticos de Almada. Paulo, Santamaria, Pedro previstas «diversas surpresas»,
pintura a óleo e a carvão e tinta Na região de Setúbal, Louro Miguel, Chave D´Ouro, Ana realça Carlos Guilherme, que
sobre tela. A maioria das obras Artur transportou para a tela Malhoa, Ricardo & Henrique assegura que a venda de
apresenta a dimensão de um gárgulas que ornamentam o e Toy. Carlos Ribeiro é o ingressos se encontra num
metro e vinte de altura por um Convento de Jesus, na cidade apresentador de serviço. «nível razoável».
metro de comprimento. sadina, a Fonte dos Pasmados, Com um catálogo disco- O apoio para esta festa
Com 50 anos de carreira em Azeitão, o fontanário de gráfico composto por mais surgiu de diversas rádios
artística, Louro Artur orgulha- Sesimbra, que em tempos esteve de cem artistas e três mil locais, grupo Impala e do
se de expor, pela primeira vez, junto à Câmara, bem como trabalhos, a Espacial orga- canal televisivo SIC.
DR

esta série de gárgulas na Casa diversos espaços do concelho niza este festival com a fina- Para que se possa asso-
da Cerca, depois de uma O pintor expõe 24 grandes telas a óleo e a carvão de Almada. «As gárgulas estão lidade de «promover a música ciar à festa da Espacial, temos
passagem pelo Clube dos ligadas à identidade portuguesa portuguesa no seu todo, bem cinco entradas duplas para
Jornalistas, no ano passado. norte e centro do país», remata. gicos ou de animais, que têm e as suas descobertas acabam como os artistas da editora oferecer. Basta que liguem
Neste espaço almadense já As gárgulas, que são na a função de escoar as águas sempre por ser interessantes, em particular», refere Carlos para 918 047 918.
teve também oportunidade generalidade seres híbridos dos telhados. São grotescas havendo ainda muita coisa a Guilherme, um dos sócios
de mostrar a sua criatividade e grotescos, remontam à alta e encontram-se em locais descobrir sobre um símbolo gerentes da empresa.
artística mas de uma forma Idade Média e podem ser elevados. Só a partir dos finais muito rico do património O Coliseu de Lisboa é,
colectiva. «É uma exposição vistas nos exteriores de monu- dos séculos XVIII e XIX é que nacional», frisa. Além das para Carlos Guilherme, uma
singular e única, a nível mentos sacros, como as gárgulas passam, também, gárgulas, Louro Artur dedica- «sala mítica» da capital portu-
nacional, que resulta de um mosteiros, conventos e igrejas a ornamentar tanques de se também à azulejaria, tendo guesa, por onde já passaram
apurado trabalho de investi- de grande porte. São figuras, jardins e chafarizes em praças diversos painéis montados um alguns dos maiores eventos
gação realizado sobretudo no em forma de seres mitoló- públicas. «Vou continuar a pouco por toda a região.

Pub.
Sábado | 2.Out.2010 www.smjornal.publ.pt 11
“Soldados da Fortuna” assaltam Pinhal Novo “Conta-me Histórias” anima Sesimbra
O Auditório Municipal de Pinhal Novo acolhe uma das equipas que tomaram Macapi – Movimento Animação Cultural Arte Popular Ibérica apresenta o
de assalto a televisão nos anos 80. “Soldados da Fortuna” (2010), “e A espectáculo/oficina “Conta-me Histórias” amanhã, no Cineteatro Municipal
Team” no original, é o filme que pode hoje e amanhã, às 16 horas e às 21h30.
h30. João Mota, em Sesimbra.
Ses Para maiores de 3 anos, com início às 17 horas.

PRESO NA REDE
+ Cartaz... Animateatro estreia
“Pessoa, fragmentos de”
Um espectáculo construído a partir das Não são rosas Sr.
cartas dirigidas a Adolfo Casais Monteiro,

2
nas quais Fernando Pessoa explica a génese
dos seus heterónimos. Convida-se à reflexão
do público e a conhecer o estilo de cada um JL Andrade
dos poetas que habitavam o poeta. geral@jlandrade.com
Sáb. Espaço Animateatro, Seixal | 21h30

Mas as capacidades

U
ma nova geração de
profissionais começa que tornam esta

Dom 3 Dom 3 a deixar as escolas e a


atingir o mundo do trabalho.
nova geração
inata (assim
Charlot exibe É a vez da Geração Y… ou será como qualquer
Experimentação “Entre Irmãos” que não? Num mundo que outra, diga-se),
artística para bebés Este drama de Jim muda à velocidade da luz, também os deixa
“ABETO crescente” é a mais Sheridan conta a
recente aposta do Teatro do Elefante, em parceria com também o mercado de trabalho despreparados para
história de um soldado, desaparecido no Afeganistão, sofre alterações profundas. Em simples relações
a associação Prima Folia, para bebés dos 3 meses aos 3 que regressa a casa. Aí inicia um outro confronto, muito
anos. Actividades e jogos interactivos integram as sessões termos geracionais, os “Baby profissionais reais,
mais íntimo e pessoal. Com Jake Gyllenhaal, Natalie
com marcação obrigatória através do 265 535 640. Portman e Tobey Maguire.
Boomers” continuam agar- sem equipamentos
Academia Problemática e Obscura, Setúbal | 11h Auditório Municipal Charlot, Setúbal | 16h e 21h30 rados ao poder, com pequenos intermediários, ou
lampejos da Geração X, aqui como navegar numa
e ali, mas ainda muito dedi- organização. Ainda
cados ao seu desporto favo- irão aprender, com
5
“Bruxaria e Criaturas Fantásticas”
Ter em Alcochete
300 peças, reunidas por um
Qui 7 rito (excluo o futebol, que
parece ser das poucas coisas
os X, muito do que
precisam.
coleccionador italiano no início Luís Miranda e Rui consensuais entre gerações e,
do século XX, constituem esta Silvares expõem em Palmela ultimamente, também entre
exposição. Embarque numa viagem “O Mundo de Cada Um é os Olhos que Tem” reúne sexos), o consumo desen-
pela tradição da bruxaria na Europa trabalhos, na área do desenho, de dois artistas freado.
central e mediterrânica desde a Idade plásticos aparentemente distanciados. Luís Miranda E que diferenças separam
Média ao final do século passado. Até e Rui Silvares complementam-se com as diferentes as gerações Y e X (aquela
19 de Dezembro. abordagens de temas comuns. Até 30 de Outubro. imediatamente anterior)? Para
Centro de Exposições do Freeport Galeria da Biblioteca Municipal
começar os Y não sabem o
12h às 18h de Palmela | 10h30 às 19h
que é viver sem estar ligado
à rede. Telemóveis no bolso,
portáteis na mala, compu-

Sex 8 Sex 8 Incrível Tasca anima Almada


A Piajio Associação Cultural
tador em casa, na escola...
fazem-nos mais abertos à
tecnologia. Redes sociais que minha vida”. Acredito que sim,
Noël Akchoté convidar o cidadão a fazer parte de
os tornam mais informais e mas para um Y é natural, já
visita Barreiro uma tasca muito original. A festa
mais entusiastas perante a nasceu ligado.
Guitarrista, sonoplasta, é feita por músicos e actores, que
incentivam o público a ‘pular’ para novidade e com uma certa Mas as capacidades que
editor e jornalista, Noël
o palco. Entrada livre mediante capacidade de gerirem melhor tornam esta nova geração
Akchoté cria magia com a sua guitarra, tanto nos temas
levantamento de senhas, entre as várias tarefas ao mesmo inata (assim como qualquer
originais como nas suas versões de músicas de Kylie
Minoque, Lou Reed e Nelly Furtado, entre outros. 18 horas e as 20h30. tempo, uma capacidade outra, diga-se), também os
Convento da Madre de Deus da Verderena, Barreiro | 22h Pr. Gabriel Pedro, Almada | 21h adquirida com muitas horas deixa despreparados para
em frente a jogos que exigem simples relações profissio-
mais que duas mãos. E o caro nais reais, sem equipamentos
leitor pensa imediatamente intermediários, ou como
Horóscopo / Semana de 2 a 8 de Outubro TAROT CIGANO (parto do principio que é um navegar numa organização.
X): “eu também tenho essa Ainda irão aprender, com os
CARNEIRO | LUA CARANGUEJO | COBRA BALANÇA | LÍRIOS CAPRICÓRNIO | ÁRVORE
Muitas angústias vão Há perigos e armadilhas As evoluções são mui- As decisões familiares
parafernália de equipamento, X, muito do que precisam. O
desaparecer e sentirá o na sua vida sentimental, to agradáveis no campo e sentimentais podem também faço parkour na seu conhecimento e experi-
apoio familiar e “caseiro” o que não facilite certas amizades que sentimental e a sua vida pode dar obrigá-lo a fazer uma escolha.
lhe dará muita força e dinâmica. são enganosas . Pode haver uma uma volta significativa. Novos Acresce dizer que litígios, assun-
Veneza do século XV em ência são importantes, mas
Pode ter a hipótese de criar um alegria na família com o nasci- projectos serão facilmente ultra- tos de justiça e tribunais andarão Assassin’s Creed 2, tenho mantenha-se veloz e com seis
trabalho “ocupação” em casa. mento de uma criança. Evite me- passados e conseguidos. Ponha a segui-lo. Profissionalmente
Pense e encontrará ideias. Nºs. ter-se em despesas longas e fortes. contas em ordem Nºs. 11 – 29 – revela melhoras progressivas na
conta no FaceBook e até me membros, como uma barata.
4 – 32 –36 – 40 e 50. Nem sempre cumprirá o prometi- 30 – 35 e 46. vida económica. Nºs. 5 – 17 – 21 pareço mais com uma barata,
do. Nºs. 7 - 14 – 17 – 21 e 38. – 38 e 43.
veloz e com seis membros, Todos os textos em blog.
TOURO | RAPOSA LEÃO | CASA ESCORPIÃO | ANEL AQUÁRIO | CAVALEIRO para conseguir gerir toda a oneinsite.com
Vai ter de desviar ca- Pode finalmente gozar Estão favorecidas as uni- Algo de novo vem a ca-
minhos devido a apa- de equilíbrio familiar e ões sentimentais, podem minho em todas as suas
rências enganadoras, fuja das espiritual e sentirá mais apoio assumir-se compromissos que áreas. No amor tudo segue para
palavras sedutoras. No trabalho dos “seus”. Mesmo assim é pos- estão abençoados nesta fase. Já o lugar certo, há clarificações
terá de usar de malícia e ficar de sível alguma situação a ensom- a conjuntura não permite que o de ideias e sentimentos. Vai ha-
pé atrás para não ser enganado.
Nºs. 3 - 13 –14 – 27 e 30.
brar a evolução da semana. No
trabalho alguém o ajuda a sentir
trabalho e as finanças estejam
tão tranquilos: Evite deslizes
ver muito trabalho mas também
bons resultados. Óptimos indi-
+ Ofertas
apoio. Nºs. 4 – 32– 36 – 40 e 41. para não ter de pagar por isso. cadores económicos. Nºs. 1 – 2
Nºs. 1 – 10 – 25 – 27 e 28. – 8 – 17 e 25.
GANHE convites para a
GÉMEOS | ESTRELAS VIRGEM | CEGONHA SAGITÁRIO | CRIANÇA PEIXES | CRUZ
Parabéns pelo êxito que Apesar de conflitos Algumas preocupações Tantos problemas e pre-
feira internacional de
as suas cartas lhe con- eminentes esperam-no com filhos ou pessoas ocupações que vão de- decoração, Intercasa,
ferem. Sentirá muita protecção novidades positivas mas espere novas (em idade) podem traze- saparecer! Conte com melhorias
espiritual e sentimental acom- confiante. Esteja alerta a um lo nervoso e apreensivo. Ajude de vida, no amor, na amizade e que decorre de 2 a 10
panhada por palavras delicadas ambiente pouco sociável no seu os familiares a resolverem prob- no trabalho. Sentir-se-á seguro
e verdadeiras. Perspectivam-se local de trabalho, proteja-se de lemas monetários desde que a si nos caminhos que escolher e vai de Outubro na FIL,
pagamentos de dívidas, sorte no armadilhas. Nºs. 7 – 17 – 29 – não lhe faça falta. Dificuldades escolhendo. Nºs. 221 – 30 – 36 –
jogo ou até heranças . Nºs. 16 – 36 e 41. transitórias. Nºs. 1 – 4 – 13 – 21 38 e 45.
em Lisboa. Para visitar a feira
20 – 30 – 33 e 34. e 34. gratuitamente, basta dirigir-se à
nossa redacção, em Setúbal.
Previsões de Arlete - CONSULTAS DE TAROT - Marcações para: 925 596 447
12 Sábado | 2.Out.2010 www.smjornal.publ.pt

Pub.
O Quintal O Novo 10 Quinta do Cantador
Restaurante / Sala de Eventos / Pastelaria Restaurante / Cervejaria / Marisqueira Sala de Eventos
Av. Portela, 56 – 2900 Setúbal Av. Luísa Todi, 420 – 2900 Setúbal Vale dos Cantadores
Tel.: 265 228 840 Tel.: 265 525 212 2950 Palmela
Fax: 265 237 526 (Encerra à Quarta-Feira) Tel.: 265 702 330
(Encerra à Quarta-Feira)

Pub.

N tícias AFS
Campeonato da
II Divisão Distrital
tem novo sorteio
marcado para
Mensal > Out. 2010
010 noticiasafs@gmail.com Director> Sousa Marques
dia 6 deste mês
Edição n.º 7
>> PÁG. 6

Entrevista com o Presidente do Conselho de Disciplina da AFS, Rui Pimenta

As explicações
e as expectativas
dos três mais recentes
clubes a entrar
no futebol sénior
>> PÁGS. 4 e 5

Taça de Por tugal marca


arranque da temporada
Conselho analisou
quase meia centena para os quatro clubes
de processos de futsal nos nacionais
na última época >> PÁG. 7
O dirigente não fecha
a porta à hipótese
de alteração
dos regulamentos
DR

Fabril Cup 2010


reuniu mais de
«Temos de encarar a 600 crianças à
volta do futebol

nova época desportiva Na 2.ª edição da Fabril Cup, a es-


cola de futebol do clube do Lavra-
dio reuniu quase meia centena de

com optimismo»
equipas de três distritos num even-
to que já é uma referência para os
>> PÁG. 3 escalões de formação >> PÁG. 2

Pub.
[2]
Notícias AFS > Outubro 2010
bancadavip
Editorial Taça AFS
Sousa Marques
já tem
Presidente
da Direcç ão
da A.F. Setúbal
calendário
Uma ref lexão
a prop ósito da FPF
definido
A Associação de Futebol da para o dia 1 de Dezembro.
Voltamos ao contacto com os nossos fiéis leitores de Setúbal realizou no dia A derradeira ronda da fase
através do Notícias AFS, projecto editorial que con- 17 de Setembro, o sorteio inicial vai jogar-se no dia
tinua a afirmar-se junto do grande público e a seguir da I Fase da Taça AFS, em 12 de Dezembro.
um caminho fundamental para dar voz aos nossos futebol sénior.
filiados e ao futebol distrital.

DR
No evento, que decorreu
As competições estão lançadas, o balanço inicial já na sede da Associação, as 1.ª jornada
foi efectuado na edição anterior nas páginas desta
publicação e ainda é muito cedo para opinar sobre
duas dezenas de equipas
inscritas na competição,
da Taça AFS
750 animaram
2.ª Fabril Cup
o desenrolar dos campeonatos distritais, pelo que que militam nos campeo- Série A
me atrevo a usar este espaço para reflectir sobre um natos da I e II divisões dis- Ch. Caparica – Grandolense
assunto que está na ordem do dia, a Federação Portu- tritais, ficaram a conhecer Almada – Juv. Melidense
guesa de Futebol, e sobre a sua importância, muitas os cinco agrupamentos Uma verdadeira festa em dos por 48 equipas, no
vezes esquecida, adormecida ou menosprezada. determinados pelo sor- Série B nome do futebol de forma- evento que reservou a
Falar sobre a FPF não significa falar necessariamente teio puro. Quintajense – Lagameças ção. A 2.ª edição da Fabril competição a três esca-
sobre o Seleccionador Nacional, sobre se a demissão Nesta que é a mais recen- Vasco da Gama – Ol. Montijo Cup, realizada nos dias 25 lões etários (nascidos en-
do anterior titular do cargo é justificável, ou se a escolha te prova oficial da Associa- e 26 de Setembro, no com- tre 2000 e 2002).
efectuada relativamente ao novo é correcta. Resumir a ção, cuja estreia está mar- Série C plexo desportivo do G.D. No final, a equipa (2000)
Federação à Selecção Nacional, ou mesmo alargá-la às cada para o próximo dia 17 Paio Pires – Barreirense Fabril, juntou cerca de 750 do Fabril - na foto, em cima
Selecções Nacionais dos diferentes escalões é redutor. deste mês, às 15 horas, al- AD Qtª Conde – C. Indústria participantes numa jorna- - festejou o título e ainda
De acordo com os estatutos da Federação actualmente tura para a realização da 1ª da de grande convívio e, viu o jovem Diogo Balau
em vigor, legitimamente aprovados pelos seus sócios jornada (ver quadro), estão Série D sobretudo de grande ani- premiado como melhor jo-
ordinários, enquanto pessoa colectiva de direito privado, criadas as melhores expec- Est. St.º André – Arrentela mação futebolística. gador do escalão.
compete-lhe “promover, organizar, regulamentar e con- tativas competitivas que M. Caparica – Alfarim Numa organização da Es- O Sporting venceu nas
trolar o ensino e a prática do futebol em todas as espe- deixam antever uma acesa cola de Futebol do emble- equipas de 2001 e o Ben-
cialidades e competições”, para além de “coordenar as luta pela passagem às fase Série E ma do Lavradio, estiveram fica foi primeiro nos 2002,
suas actividades e iniciativas com os seus associados, a eliminar da prova. Botafogo – Zambujalense presentes 32 clubes dos escalão que consagrou
clubes e agentes desportivos que os integrem; represen- Recorde-se que a 2.ª jorna- D. Portugal - Jardiense distritos de Setúbal, Lisboa Eduardo Simões (Fabril)
tar o futebol português a nível nacional e internacional; da da Taça AFS está marca- e Portalegre, representa- como melhor jogador.
defender o prestígio, a ética, o espírito desportivo e
todos os interesses materiais do futebol”.

Vitória de Setúbal e Pinhalnovense


Assim sendo, é espectável que a área de intervenção
da Federação seja bastante alargada, pelo que, face
à situação actual dos actuais órgãos sociais da FPF
e considerando o cenário de eleições a curto prazo,
é com extrema preocupação que vou assistindo à
panóplia de candidatos a candidatos que se perfilam
na III eliminatória da ‘prova rainha’
para ocupar um cargo, que deveria merecer maior Vitória de Setúbal e Pinhalnoven- a estreia na Taça de Portugal com pinhalnovenses podem, naturalmen-
atenção, respeito e consideração e não ser apenas se são os dois emblemas que vão maior dose de favoritismo. te, apontar para a passagem de mais
uma feira de vaidades, já que ideias e projectos não representar a Associação de Fute- um obstáculo e seguir em frente na
são conhecidos, mas apenas rostos. bol de Setúbal na III eliminatória EM CASA ‘prova rainha’ do futebol português.
As dificuldades de natureza jurídica que esta eleição da Taça de Portugal. À partida, e PELA 3.ª VEZ Recorde-se que os jogos estão agen-
pode encerrar, em virtude da excessiva intervenção de acordo com o sorteio realizado, dados para o dia 16 de Outubro.
do Estado através da Lei de Bases da Actividade Física há boas expectativas de ambos os O Campo Santos Jorge volta a ser
e do Desporto, e do Regime Jurídico das Federações emblemas seguirem em frente na palco do Pinhalnovense na presente QUINTETO DA III
Desportivas que obrigam a uma alteração estatutária competição. edição da Taça de Portugal, com os FICOU DE FORA
à revelia dos sócios de uma pessoa colectiva de direito Fruto da sua condição de primodi- ‘azuis e brancos’ a enfrentarem desta
privado, podem condicionar o timing destas eleições. visionária, a equipa do Vitória de vez o Fafe, da II Divisão Norte. Das seis equipas que já entram na
Acresce a esta situação as providências cautelares inter- Setúbal vai estrear-se na edição As boas prestações da equipa pinhal- Taça em representação da AFS, ape-
postas por algumas Associações Distritais à suspensão 2010/2011, apenas nesta fase da novense nos últimos anos nesta pro- nas o Pinhalnovense conseguiu se-
da Utilidade Pública Desportiva decretada pela Secretaria Taça e, desde logo, num arranque va, mas sobretudo nesta edição, con- guir em frente.
de Estado da Juventude e do Desporto e acessoriamente longe do Estádio do Bonfim. tinuam a alimentar a expectativa do Sesimbra, Pescadores e Fabril, joga-
à constitucionalidade da legislação, que estão a evoluir de Com três troféus conquistados ao clube em chegar mais longe do que ram a I eliminatória na condição de
forma favorável e que podem vir a colocar em crise toda longo do seu historial, os sadinos os quartos-de-final, que consegui- visitantes e, apesar da boa réplica
a legislação actualmente em vigor. vão jogar a eliminatória em Barcelos, ram na época passada. frente aos adversários, não consegui-
Por último, face à candidatura ibérica à organização do frente ao Gil Vicente, adversário a mi- Com duas vitórias caseiras sobre o ram passar da jornada inaugural.
Campeonato do Mundo, cuja decisão será conhecida litar na Liga de Honra. União Micaelense e Maria da Fonte Depois de ficar isento no arranque, a
em Dezembro, a situação actual não é nada favorável. A longa deslocação e o facto do ad- (ambos da III divisão), na I e II elimina- equipa do Alcochetense jogou a II elimi-
Em conclusão, ainda que o actual mandato esteja perto versário estar envolvido num cam- tórias, respectivamente, a equipa do natória em casa, mas não conseguiu evi-
do seu termo, que os resultados da Selecção Nacional peonato profissional deixam antever Pinhalnovense, que ainda não sofreu tar a eliminação. Igual desfecho conhe-
não sejam os melhores e que este facto, a par da pressão dificuldades suplementares. Todavia, golos na Taça, enfrenta o Fafe, oposi- ceu o Cova da Piedade, que após supe-
da opinião pública, possa condicionar fortemente a es- habituados à alta competição, os vi- tor do mesmo patamar competitivo. riorizar-se na ronda de abertura, tam-
tabilidade dos órgão directivos da FPF, importa agir com torianos não deixam de partir para Com os incentivos dos adeptos, os bém ficou fora da Taça, no seu reduto.
a cabeça e não com o coração, para que a emenda não
ficha técnica
saia pior que o soneto. Contenção verbal precisa-se. Director: Sousa Marques. Redacção: Joaquim Guerra, Ricardo Lopes e Andreia Alexandra. Fotografia: Notícias AFS. Departamento Comercial: Cátia David e Carla
Sacramento. Departamento Gráfico: Marisa Batista e Rita Martins (MediaSado). Serviços Administrativos e Financeiros: Sandra Cruz. Propriedade e editor: Corrente
Media, Lda. R. Almoinha, n.º 46 – R/C Dt.º 2970-037 Sesimbra. Telefone: 934760896 E-mail: noticiasafs@gmail.com Impressão: Empresa Gráfica Funchalense, SA – Rua
Saudações Desportivas Capela Nossa Senhora Conceição, 50 – Moralena 2715-029 – Pêro Pinheiro. Tiragem: 45.000 (média mensal). Distribuição: VASP, MediaSado e Corrente Media.
Registo na ERC n.º 125899 Periodicidade: Mensal.
Em entrevista ao
entrevista Notícias AFS > Outubro 2010
[3]

Notícias AFS, Rui


Pimenta, presiden-
te do Conselho de
Disciplina da Asso-
ciação de Futebol
de Setúbal, analisa
o trabalho da últi-
ma época e projecta
desafios para a nova
temporada.
O dirigente assu- «Não me
lembro de uma
me ser um líder de
um órgão onde rei-

decisão que
na uma democracia
participada.

Neste arranque da épo-


ca desportiva há, já nes-
ta altura, algum caso que não tenha sido
tomada por
mereça a análise do Con-
selho de Disciplina?
Não existem casos que me-

unanimidade»
reçam uma particular análi-
Fotos: NotíciasAFS

se do Conselho de Discipli-
na. De qualquer modo, pa-
rece-me curial enaltecer o
relacionamento e trabalho
institucional entre o Con-
selho de Arbitragem, Direc-
ção e demais Órgãos Asso- rados por agressões entre jo- Há casos decididos na ciplina são impostos pela vidos pelo Conselho de Conselho de Disciplina é
ciativos. Apenas destaquei gadores, tentativas de agres- última época, que mo- própria Federação sendo Disciplina. proceder à aplicação de for-
o excelente relacionamento são e agressões a árbitros. tivaram criticas dos clu- que cada associação tem ma justa e equilibrada do
existente entre a Direcção e bes intervenientes, ten- um poder limitado para Como caracteriza a sua Regulamento de Disciplina.
o Conselho de Arbitragem Entre o futebol e o futsal, do por base exageros na proceder à alteração des- forma de liderança à
porque são os órgãos que, de onde resultaram mais aplicação da lei associa- se mesmo regulamento. frente do Conselho? Como olha o presiden-
de facto, são mais interven- processos? tiva. Como reage a essas De qualquer modo, penso Caracterizo a minha forma te do Conselho para o
tivos no que às competições Creio, sendo a margem tão considerações? que se tem que atender à de liderança do Conselho de nosso futebol e futsal
diz respeito. estreita, não poder afirmar, Parece-me que todos têm realidade das provas dis- Disciplina como uma demo- distritais?
com inequívoca certeza, direito de expressão e de tritais pelo que admito, cracia participativa, em que Penso que temos que en-
Com base na sua expe- que existem mais proces- opinar perante uma de- em termos académicos, a todos têm direito à opinião, carar a próxima época
riência, como encara a sos numa modalidade. De terminada realidade, des- existência de possíveis al- havendo lugar ao espaço desportiva com optimis-
temporada que aí vem? qualquer modo, a margem de que o façam dentro dos terações, atendendo aos de discussão entre todos os mo atendendo até à cria-
Acima de tudo, com extre- varia em função de cada limites que constitucional- circunstancialismos já re- membros do Conselho, sen- ção de novas provas, à
ma serenidade. Sentimento época desportiva. mente se encontram de- feridos. do cada um dos membros consequente mobilização
que penso ser dominante no finidos e não violem o Re- livre de fazer voto de venci- de mais atletas e a uma
Conselho de Disciplina por- E com árbitros? gulamento Disciplinar. Quantos clubes pediram do em qualquer circunstan- maior dinâmica, o que se
quanto atendendo à quan- O Conselho de Disciplina para serem ouvidos di- cia e processo, quando isso revela importante para a
tidade de jogos existente a tem poder tutelar sobre os Admite a breve prazo a rectamente por si na últi- lhe aprouver. própria associação por-
indisciplina encontra-se a ní- Srs. Árbitros, poder esse que abertura a um cenário de ma época? que assume um papel ain-
veis toleráveis, embora por lhe é conferido pelo Regula- alteração dos regulamen- Durante a época tran- Quais são as maiores pre- da mais preponderante na
vezes existam situações de mento de Disciplina embo- tos disciplinares da AFS? sacta apenas 2/3 clubes ocupações do Conselho? comunidade do distrito
maior exposição mediática ra, felizmente, raramente, Os regulamentos de dis- solicitaram para ser ou- A maior preocupação do de Setúbal.
nomeadamente e sem ex- são aplicadas sanções aos
cluir as agressões entre joga- Srs. Árbitros porque para
dores e aos Srs. Árbitros. tal não existem motivos re- Como avalia o funcionamento no seio
levantes. Aliás, o Conselho do órgão disciplinar?
Quantos casos analisou e de Arbitragem tem desen- O funcionamento processual do conselho de dis- Perfil:
decidiu o Conselho na úl- volvido acções de carácter ciplina é rápido e cumpridor dos prazos estabele-
tima época? preventivo de modo a evi- cidos, embora por vezes existam alguns atrasos Idade: 45 anos.
O Conselho de Disciplina tar conflitualidade e incor- em virtude do pedido de obtenção de provas do-
analisou 47 processos disci- recções. cumentais junto das autoridades competentes e, Profissão: Advogado.
plinares, que foram reparti- nem sempre, essas provas são facultadas em tem-
dos entre o futebol de 11 e Quer classificar os mais po útil e célere. Naturalidade: Lisboa.
o futsal sem que exista uma complicados?
diferenciação merecedora Creio não ter qualquer inte- A unanimidade das decisões no seio Residência: Montijo.
de particular atenção. Para resse classificar um proces- do Conselho foi sempre uma constante?
além deste facto, existiram so disciplinar como mais ou Ao longo dos anos em que estou ligado à Associação Percurso no
processos de averiguação al- menos complicado apenas de Futebol de Setúbal não me lembro de uma deci- dirigismo desportivo:
guns dos quais foram arqui- existem processos com mais são que não tenha sido tomada por unanimidade. Há 12 anos ligado
vados, outros deram lugar a ou menos exposição mediá- à AFS.
procedimentos disciplinares. tica. Para o Conselho de Dis- A autonomia do Conselho na estrutura
ciplina o que importa é ex- da AFS é uma realidade absoluta? Cargos que ocupou:
Estamos a falar maiorita- clusivamente a infracção co- É uma realidade absoluta e incontornável porque Vogal do Conselho
riamente de que tipo de metida e não o seu mediatis- se assim não fosse não existiriam condições para de Disciplina da AFS;
processos disciplinares? mo, pelo que, aplica do mes- continuar à frente dos destinos do Conselho, nem Presidente do
Estamos a falar de processos mo modo, rigor e critério o este teria condições para desenvolver a sua função. Conselho de Disciplina
disciplinares que são instau- respectivo Regulamento. da AFS.
[4]
Notícias AFS > Outubro 2010
reportagem
Campeonato da II Distrital avança com u
A
equipa de fu- so campo, facto que nos sénior tem passado pelo
tebol sénior da orgulha e aumenta a nos- Inatel, onde festejaram di-
Juventude Des- sa ambição e responsabili- versos títulos. «Agora de-
portiva Meli- dade», conta. cidimos voltar às competi-
dense prepara-se para a Para o ano de estreia da ções da AFS, com renova-
estreia absoluta nas pro- equipa na II Divisão Distri- das motivações», começa
vas oficiais da Associação tal, o dirigente não hesi- por libertar Armando Bro-
de Futebol de Setúbal. Na ta em assumir: «Vamos tra- ega, presidente do clube,
corrida pelo título do cam- balhar para conseguir vi- há 16 anos.
O Campo do Castelo, em Melides,
peonato do segundo pata- é a casa da Juventude Melidense tórias em todos os jogos e
mar competitivo, há igual- não enjeitaremos visar um
mente a destacar os re- dos dois lugares de subida
gressos mais ou menos à primeira divisão».
distantes do União Futebol conhecimento ainda mais O plantel da Juventude
Temos a ambição
Clube Jardiense e Quinta- efectivo junto das nossas Melidense conta, para já,
jense Futebol Clube. de melhorar as autarquias, no que respei- com 25 atletas e é treinado
Com estas novidades, o condições para a ta aos necessários apoios». por Fernando Encarnação.
Campeonato Distrital da prática desportiva, «Temos a ambição de me-
II Divisão vai envolver um visa Bruno Costa lhorar as nossas condições UM ABRIR PORTAS
Fotos: DR

total de 14 equipas num para a prática desportiva e À FORMAÇÃO


cenário competitivo que creio que, esta entrada na
vai estender-se ainda mais AFS vai arrepiar caminho», Na freguesia montijen-
no mapa distrital, com desde essa altura o presi- pa sénior, com um trajecto destaca Bruno Costa, que se do Alto Estanqueiro/
Grândola, Montijo e Pal- dente da direcção do em- nas provas do Inatel, que deseja dentro de dois anos Jardia, o União Jardiense A somar à vontade de en-
mela a terem mais futebol blema que renovou as resultou num título distri- ver concluído um relvado está a ultimar a prepara- trar na organização asso-
para mostrar. emoções do futebol no tal, conseguido na época no Campo do Castelo. ção para a sua reentrada, ciativa, o dirigente assu-
seio da aldeia grandolense passada. Com 130 sócios, a Juven- cerca de duas décadas de- me que este é o abrir de
CLUBE JOVEM COM de Melides. Agora, a mudança para as tude Melidense, fruto da pois, nas competições da portas para uma nova di-
AMBIÇÃO DE SUBIDA Depois da actividade ar- provas da AFS, é tido como dinâmica da sua direcção, Associação de Futebol de nâmica interna. «Nesta
rancar com a formação «um passo em frente». tem ganho um interesse Setúbal. altura só temos a equi-
A Juventude Melidense de base – mantém equi- «Sentimos que esta deci- acrescido dos seus adep- À semelhança do Juven- pa de futebol sénior, mas
nasceu no dia 28 de Maio pa de benjamins - há qua- são vai beneficiar o clu- tos. «Já contámos cerca de tude Melidense, o percur- estamos a avaliar a possi-
de 2003. Bruno Costa é tro anos foi criada a equi- be, tendo em vista um re- 700 espectadores no nos- so mais recente da equipa bilidade de criar escalões
Pub.
[5]
Notícias AFS > Outubro 2010

uma estreia absoluta e dois regressos


nior que, segundo o pre-
sidente, «tem o objectivo
Somos um clube
de terminar o mais aci-
conhecido no distrito ma possível». «Sabemos
e desejamos solidifi- que este é um ano de ar-
car ainda mais, diz ranque, mas temos uma
Armando Broega equipa com qualidade e
O relvado do Campo Leonel Martins está
vamos mostrar em todos
de regresso ao mapa do futebol sénior
os jogos os nossos argu-
mentos para discutir as
vitórias», analisa.

QUINTAJENSE
APONTA À SUBIDA der explica esta reentra-
Estamos de regresso
da que surge de um for-
O relvado sintético do te desejo da massa asso- pela grande vontade
Campo Leonel Martins, ciativa, mas sobretudo demonstrada pelos
na Quinta do Anjo, Pal- pela renovação da capa- sócios, destaca
mela, vai voltar a fazer cidade financeira. «Ainda Francisco Xavier
O União Jardiense está a projectar uma parceria
que pode resultar no arrelvamento do campo parte do mapa da compe- que as condições não se-
tição sénior distrital após jam as ideais, longe dis-
duas épocas de interva- so, estamos de regresso
lo. Um período que ser- pela grande vontade de-
de formação». Um cená- ridas, assumem-se como viu para recarregar bate- monstrada pelos sócios», ma. Vamos jogar sempre do clube» e nesse senti-
rio que, a realizar-se, e um factor de aproxima- rias (financeiras) e a mo- explicou o dirigente. para vencer e perseguir do, Francisco Xavier re-
com base numa parceria, ção ainda mais efectiva. tivação para regressar à I Reaberto o cenário com- a reentrada na I Divisão velou um fortalecimen-
deverá trazer um relva- «Somos um clube conhe- Divisão Distrital, de onde petitivo no futebol sé- Distrital da primeira à úl- to na formação, com uma
do sintético para o cam- cido no distrito e deseja- saiu. Uma vontade assu- nior, o presidente quinta- tima jornada». terceira equipa de ben-
po do clube. mos solidificar ainda mais mida pelo presidente da jense não faz por menos e Para comandar o plantel, jamins e outra de traqui-
Os cerca de 200 sócios esse estatuto». direcção do clube, Fran- lança a equipa para a pro- o Quintajense entregou a nas, a juntar ao escalão
reconhecem o esforço e Dentro do campo, Go- cisco Xavier. moção. «O objectivo pas- equipa ao antigo jogador petizes, que represen-
dedicação dos dirigen- mes é o treinador da Há duas décadas à fren- sa pela subida. Não pode- Mouzinho. tam quase uma centena
tes e as novidades refe- equipa de futebol sé- te do Quintajense, o lí- mos pensar de outra for- «O futebol é essência de praticantes.
Pub.
[6]
Notícias AFS > Outubro 2010
futebol
futsal
AFS na Comissão Curso de treinadores tem meia centena
de Honra do
Centenário do Vitória tal (Nível I) começou on-
O XVIII Curso de Treina- Martins/Luís Dias); Ca-
dores de Futebol Distri- pacidades Motoras (Prof.
Carlos Bruno); Ciência
O Presidente da Repúbli- ção, Sousa Marques. tem, na Torre da Marinha, Educação e do Compor-
ca, Aníbal Cavaco Silva, O treinador do Real Ma- Seixal, e vai prolongar-se tamento Humano (Dr.º
vai presidir à Comissão de drid, José Mourinho, asso- até dia 20 de Dezembro. Pedro Almeida); Leis
Honra do Centenário do ciado do clube há quase São 50 – número máximo de Jogo (Cortêz Bap-
Vitória Futebol Clube, data 50 anos, Laurentino Dias admitido - os candidatos tista/José Manuel Este-
que se assinala no próximo (secretário de Estado da a obter o estatuto de trei- ves); Medicina Despor-
dia 20 de Novembro. Juventude e do Despor- nador, numa acção pro- tiva (Dr.º Virgílio Severi-
No destacado leque de to), Gilberto Madail (pre- movida pela Associação no), e Organização/Polí-
personalidades convida- sidente da FPF), Fernan- de Futebol de Setúbal, tica Desportiva (Francis-
das pelo emblema sadi- do Gomes (presidente da que vai decorrer no Au- co Cardoso, presidente

DR
no para integrar a Comis- LPFP) e Fernando Pedro- ditório do Centro de Re- da AG da AFS)
são de Honra da distin- sa (em representação de cursos do Movimento As- O curso de Nível I vai envolver sete importantes disciplinas Recorde-se que o curso
ta efeméride, a Associa- todos os antigos dirigen- sociativo (aulas teórias) e agenda três sessões se-
ção de Futebol de Setú- tes do Vitória) também já no Complexo Municipal O curso reserva sete dis- tes responsáveis: a Téc- manais (2.ª, 4.ª e 6.ª fei-
bal estará representada confirmaram a sua pre- de Atletismo Carla Sacra- ciplinas que serão mi- nico-Táctica e Metodolo- ra), tem a duração de
pelo presidente da Direc- sença na comissão. mento (aulas práticas). nistradas pelos seguin- gia do Treino (Prof. Luís quatro horas diárias.

Novo calendário para Traquinas e petizes agendam encontros distritais


a II Distrital no dia 6 Os tradicionais encontros
distritais de futebol para
as competições de Esco-
las, como alargou o âm-
base no sucesso dos en-
contros realizados na úl-
O Porto Covo, cuja equi- lização de um novo sor- os escalões mais jovens bito dos Encontros Dis- tima época, a AFS convi-
pa de futebol sénior es- teio, marcado para 6 de vão ganhar uma nova di- tritais, alterando a deno- da os clubes e/ou outras
tava integrada no ca- Outubro, às 21 horas. nâmica esta temporada. minação de Pré-Escolas entidades a co-organizar
lendário do Campeona- Recorde-se que a prova Motivada pela altera- para Traquinas (Junio- com a Associação um ou
to Distrital da II Divisão contava à partida com ção introduzida nos pa- res F), atletas nascidos mais Encontros Distritais.
desistiu de participar na 15 equipas, eliminando- tamares etários do fute- em 2002 e 2003, e Peti- As candidaturas deverão
prova. se desta forma a necessi- bol de formação, a Asso- zes (Juniores G) - nasci- dar entrada nos serviços
DR

Perante este cenário, a dade de haver um clube ciação de Futebol de Se- dos em 2004 e 2005. do Gabinete Técnico, até
Os encontros motivam as crianças
AFS decidiu-se pela rea- a folgar por jornada. túbal reformulou, não só Neste sentido, e com ao dia 15 de Outubro.

Publireportagem

Relvado sintético Kickindoor tem as portas


abertas no pavilhão do Comércio e Indústria
A cidade de Setúbal ganhou um reflexo das condições ímpares tinuar a evoluir lado a lado, di- ria, a Kickindoor entra em cam- brevemente vai acolher a práti-
novo espaço para a prática do que proporcionamos aos nos- namizando acções conjuntas, po na organização de festas de ca do bowling.
futebol indoor e não só... sos utilizadores», começa por com o objectivo de aumentar a aniversário e eventos. «Duran- «Vamos continuar a manter a
No Pavilhão do Comércio e In- destacar António Goes, respon- prática desportiva». te duas horas e meia, proporcio- nossa oferta de qualidade, com
dústria, localizado numa zona sável da Kickindoor. Concluído o investimento ini- namos momentos de animação todas as condições de seguran-
central da cidade, a empresa Ki- O projecto da Kickindor decorre cial, a Kickindoor apresenta um festiva e desportiva, onde o es- ça que a prática desportiva exi-
ckindoor requalificou e prepa- de uma parceria assumida com campo (40x19 metros) com piso paço fica totalmente reservado ge, mas agora numa zona cen-
rou o recinto com vista a pro- a direcção do Comércio e Indús- de relva sintético de última ge- para as actividades desejadas tral da cidade, pelo que lanço o
porcionar, todos os dias do ano, tria. O emblema sadino, requali- ração – uma obra com marca de pelos utilizadores», explica An- repto à população de Setúbal e
um sem fim de finalidades. ficado o pavilhão pela empresa, qualidade reconhecida PlayPiso tónio Goes. não só para que venha conhe-
«A forte adesão que temos re- tem, agora, a possibilidade de -, nova iluminação e melhora- As opções no Kickindoor são cer e usufruir
gistado nos alugueres neste pri- aumentar o seu leque de acção, mento nos três balneários. vastas, pelo que o recinto tem deste excelente espaço despor-
meiro mês de actividade, é o possibilitando às crianças da igualmente as portas abertas à tivo», remata António Goes.
sua escola de futebol uma reno- LUGAR DE EXCELÊNCIA organização de torneios de fu-
vada infra-estrutura, contribuin- PARA TODOS OS GOSTOS tebol 5 para grupos/empresas.
do de forma significativa para o Recorde-se que a Kickindoor,
aumento de jovens praticantes. Aproveitando as excelentes e empresa criada há dois anos, re-
«A direcção do clube tem aca- agradáveis condições do espa- toma a actividade em Setúbal,
rinhado esta parceria de forma ço, que inclui ainda uma sala após um arranque positivo na
efectiva, o que nos permite con- com 100 m2, com bar/cafeta- Rua da Saúde, num espaço que
futsal Notícias AFS > Outubro 2010
[7]

Quarteto dos nacionais entra


em campo pela Taça de Portugal Opinião
A I eliminatória da Taçaa de forma
fo que Fabril e AD Quin-
Portugal de futsal abre oficial-
ficial- ta
t do Conde vão medir for-
Nicolau
mente, este fim-de-semana,
mana, ças
ç na discussão pelo aces-
a temporada 2010/11 so
s à II eliminatória da Taça. da Claúdina
para os clubes que mi- No recinto do CCRD Buri-
litam nos campeonatos nhosa
n (III C) a equipa do Fa-
nacionais.
A Associação de Fute-
bril
b (III D) não vai desistir de
procurar
p chegar mais lon-
Mais at let as e mais campos
bol de Setúbal está re-- ge
g na prova. Augusto Rodri- em processo de evolução
presentada na provaa gues
g (Macuca), o treinador
com quatro equipas: In- fabrilista
fa sabe que pela fren- Com o avanç ar do temp o, foram sendo cr iadas mel-
dependentes de Sines, CR te vai ter uma tarefa compli- hores condiç ões para a prática desp or tiva e hoje,
Piedense, GD Fabril e AD cada,
c mas a vontade é ultra- em concreto, iremos abordar a área do futebol,
Quinta do Conde. passar
p o primeiro obstáculo. mo dalidade que mobiliza a maior p ercentagem de
Arquivo

Na ronda inaugural da Taça,


aça, o Recém
R chegado ao palco na- praticantes, que a par tir dos cinco anos, andam já
futsal do distrito avança com cional,
c a equipa da AD Quinta envolv idos nas escolas de formaç ão.
os sineenses a assumirem o do Conde (III D), treinada por Esta prática cresceu de tal mo do, assistindo-se
estatuto de única equipa a tura, também o Pieden- uma vez que o Olivais, está Rogério Gaspar, vais deslocar- p or to do o lado – mesmo nas mais p equenas
militar na II Divisão B. se joga a Taça na condição preparado para discutir o se ao pavilhão do Elétrico de localidades – à sua academia de aprendizagem.
Sob a liderança do treinador de visitado. Todavia, pela Nacional da II Divisão B. Ponte de Sôr. Os campeões Fo i des s a fo r ma q ue o núm er o de p ra t ic antes
José Louça, os Independen- frente, e apesar de actuar distritais em título, querem t r ip lic o u n o s úl t im o s dez an o s, ao p o nto das
tes recebem o Operário, ad- perante os seus adeptos, a FABRIL E ADQC entrar com o pé direito na as s o c iaç õ es dist r it a is de f u te b o l, c o nt arem já
versário que vai estar igual- equipa da Cova da Pieda- FORA DE CASA competição e, apesar de jo- c o m t ão e leva do núm er o de c lubes f ilia do s,
mente envolvido no cam- de (III D), liderada por Ve- garem longe dos seus entu- p r ovo c an do uma s ig ni f ic a t iva ren ovaç ão n o
peonato da II Divisão B. ríssimo Janelas, vai encon- Longe dos seus pavilhões, siastas adeptos, mostrará, por re enc o nt rar das m e lho res s o luç õ es p ara p er-
De acordo com o sorteio trar um opositor, à partida mas com a firme ambição certo, argumentos para visar m it ir a ac t iv ida de c o mp et it iva.
da eliminatória de aber- mais difícil de ultrapassar, de seguir em frente. È desta a 2.ª ronda. A p ar deste cresc imento, o bv iamente q ue se
tor nou nec ess ár io ac omp anhar o aumento dos
rec intos desp or t ivos e simultaneamente a me lho-
1.ª JORNADA - 23/10/2010 r ia da sua q ua lida de.
10.ª JORNADA - 15/01/2011 Prova maior da região E é aqui que centro o meu p onto de v ista, p o is

avança com dez clubes


sem esp aç os de qualidade p ara a p rát ica do fu te-
UNIÃO QUINTA DO CONDE C. BENFICA ALCOCHETE
FUT.C. S.FRANCISCO CDR ÁGUIAS UNIDAS bo l a evo luç ão desp or t iva não segue o caminho
REAL C VALE CAVALA GRUPO OS INDEFECTíVEIS mais desejado.
ASS. CD DA COTOVIA JUVENTUDE ATL. CLUBE
CENTRO CULT.DESP. PAIVAS CLUBE R.D.MIRATEJO São dez e com redobra- do como o registado na Felizmente que tal enten dimento fo i aceite p or
da motivação as equipas época passada. to dos: resp onsáveis, c lubes, au tarquias e em-
que estão esta tempora- À semelhança do últi- p resas. Hoje assiste-se a jog os de fu tebo l, quer
2.ª JORNADA - 30/10/2010 da na corrida pelo acesso mo modelo competitivo, de 7 ou 11 em rec intos na sua maior ia relvados
11.ª JORNADA - 22/01/2011 à III Divisão Nacional do a prova terá duas fases, naturais ou sintét icos.
fusal sénior. sendo que a derradeira Sendo uma das razões atractivas para o aumento
C. BENFICA ALCOCHETE FUT.C. S.FRANCISCO Apesar da composição vai envolver as seis equi- do número de praticantes, também a sua pro-
CLUBE R.D.MIRATEJO UNIÃO QUINTA DO CONDE
CDR ÁGUIAS UNIDAS REAL C VALE CAVALA do calendário 2010/11 pas melhor classificadas gressão atinge outros patamares, com benefícios
GRUPO OS INDEFECTíVEIS ASS. CD DA COTOVIA registar menos dois con- na discussão pelo triun- para to das as par tes, isto é, atletas, clubes e o
JUVENTUDE ATL. CLUBE CENTRO CULT.DESP. PAIVAS
correntes, em relação ao fo final. própr io país futebolístico.
último ano, mas com o A equipa da Associa- A minha apreciaç ão nesta matér ia, deixa-me,
ingresso do Juventude ção. Desenvolvimento como é obv io, mais esp eranç ado de que o sucesso
3.ª JORNADA - 06/11/2010
Atlético Clube, a ambi- da Quinta do Conde foi que tem v indo a acontecer, venha ainda ter maior
12.ª JORNADA - 29/01/2011 ção da dezena de equi- a grande vencedora do crescimento com o evoluir do temp o.
REAL C VALE CAVALA C. BENFICA ALCOCHETE pas filiadas na AFS que campeonato 2009/10. Como exemp lo, p o demos trazer à coaç ão o que se
FUT.C. S.FRANCISCO UNIÃO QUINTA DO CONDE vai estar em acção dei- As contas da presente passa no nosso distr ito, que sendo um de maior
ASS. CD DA COTOVIA CDR ÁGUIAS UNIDAS
CENTRO CULT.DESP. PAIVAS GRUPO OS INDEFECTíVEIS xa antever um campeo- temporada vão começar a incremento no país, na refer ida área, tem colhido
CLUBE R.D.MIRATEJO JUVENTUDE ATL. CLUBE nato tão ou mais renhi- ser feitas a partir do dia 23. os frutos dessa melhor ia de qualidade.
Estamos cer tos de que no universo de mais de cem
clubes ex istentes na região de Setúbal p o der-se-á
4.ª JORNADA - 13/11/2010 7.ª JORNADA - 04/12/2010 dizer que 60 p or cento desses recintos deixaram de
13.ª JORNADA - 05/02/2011 16.ª JORNADA - 26/02/2011 ser de terra batida.
ASS. CD DA COTOVIA
Em termos de concelhos onde a maior ia dos clubes
C. BENFICA ALCOCHETE GRUPO OS INDEFECTÍVEIS C. BENFICA ALCOCHETE
UNIÃO QUINTA DO CONDE REAL C VALE CAVALA JUVENTUDE ATL. CLUBE UNIÃO QUINTA DO CONDE disp õe de relvados, talvez tenhamos de destacar
FUT.C. S.FRANCISCO CLUBE R.D.MIRATEJO CENTRO CULT.DESP. PAIVAS FUT.C. S.FRANCISCO Sesimbra em pr imeiro lugar, com cerca de 96 p or
CDR ÁGUIAS UNIDAS CENTRO CULT.DESP. PAIVAS ASS. CD DA COTOVIA REAL C VALE CAVALA
GRUPO OS INDEFECTíVEIS JUVENTUDE ATL. CLUBE CLUBE R.D.MIRATEJO CDR ÁGUIAS UNIDAS cento de camp os relvados, em p é de igualdade
com Seixal e Almada, com 90 p or cento.
No lado op osto encontramos os concelhos de Mon-
5.ª JORNADA - 20/11/2010 8.ª JORNADA - 11/12/2010 tijo, Palmela e Setúbal, tendo a cap ital de distr ito
14.ª JORNADA - 12/02/2011 17.ª JORNADA - 12/03/2011 90 p or cento de camp os de terra batida.
Esta análise refere-se apenas à península de Setúbal.
CENTRO CULT.DESP. PAIVAS C. BENFICA ALCOCHETE C. BENFICA ALCOCHETE CDR ÁGUIAS UNIDAS
UNIÃO QUINTA DO CONDE GRUPO OS INDEFECTÍVEIS Estamos absolutamente conv ictos de que tal
ASS. CD DA COTOVIA UNIÃO QUINTA DO CONDE
REAL C VALE CAVALA FUT.C. S.FRANCISCO FUT.C. S.FRANCISCO JUVENTUDE ATL. CLUBE situaç ão em breve se alterará e p ossamos trazer
JUVENTUDE ATL. CLUBE CDR ÁGUIAS UNIDAS REAL C VALE CAVALA CENTRO CULT.DESP. PAIVAS aqui a op inião contrár ia o que nos deixará e às
CLUBE R.D.MIRATEJO GRUPO OS INDEFECTÍVEIS ASS. CD DA COTOVIA CLUBE R.D.MIRATEJO
centenas de praticantes imensamente felizes, p or
lhes ter sido dada a melhor ia de condiç ões para a
6.ª JORNADA - 27/11/2010 9.ª JORNADA - 18/12/2010 prática de futebol que tanto amamos.
15.ª JORNADA - 19/02/2011 18.ª JORNADA - 19/03/2011 Se assim for, valerá o nosso mo desto contr ibuto,
na cer teza de que as nossas autarquias estarão
C. BENFICA ALCOCHETE JUVENTUDE ATL. CLUBE CLUBE R.D.MIRATEJO C. BENFICA ALCOCHETE também a sentir os problemas e angustias da
UNIÃO QUINTA DO CONDE CENTRO CULT.DESP. PAIVAS CDR ÁGUIAS UNIDAS UNIÃO QUINTA DO CONDE
GRUPO OS INDEFECTÍVEIS FUT.C. S.FRANCISCO juventude do nosso distr ito.
FUT.C. S.FRANCISCO ASS. CD DA COTOVIA
REAL C VALE CAVALA CLUBE R.D.MIRATEJO JUVENTUDE ATL. CLUBE REAL C VALE CAVALA
CDR ÁGUIAS UNIDAS GRUPO OS INDEFECTÍVEIS CENTRO CULT.DESP. PAIVAS ASS. CD DA COTOVIA
[8]
Notícias AFS > Outubro 2010

Pub.
Sábado | 2.Out.2010 www.smjornal.publ.pt 13
+ Negócios
Dois novos
AKI´s criam REN de Sines quer competir com Espanha
cem novos
O
presidente da REN dade de recepção de gás na
(Redes Energéticas ordem dos 60%, em veloci-
postos Nacionais), Rui Cartaxo, dade de cruzeiro – passa dos
de trabalho garantiu ao Semmais que a actuais 240 mil metros
ampliação do terminal de cúbicos para 390 mil.
O AKI prepara-se para gás liquefeito (GNL) que «Estamos na presença de
inaugurar duas novas lojas empresa explora em Sines uma mais-valia muito signi-
na margem sul do Tejo, - decorrente da construção fica para o próprio Porto de
nomeadamente no Montijo do terceiro tanque de armaze- Sines, já que a Europa fica
e no Barreiro. O investimento nagem, orçado em 180 milhões em condições de receber
ronda os 7 milhões e meio de euros - vai proporcionar Semmais
mais gás natural liquefeito»,
de euros e permite a criação uma «maior independência sublinhou Rui Cartaxo.
de cerca de cem novos de Portugal no abastecimento Recorde-se que a REN
empregos. energético». O mesmo respon- Com o terceiro tanque o terminal vai ficar com uma capacidade de 390 mil metros cúbicos adquiriu o terminal de GNL
A loja do Montijo, com sável alertou ainda que o de Sines vai para quatro anos,
abertura prevista para o dia terminal do Litoral Alen- explicou, alegando que os forne- caminho do sucesso passa por As obras estão em tendo-lhe sido atribuída uma
21 de Outubro, terá uma área tejano terá de ser competi- cedores de gás natural podem tornar o terminal o mais compe- marcha e em bom ritmo, concessão mediante a qual
de venda de cerca de 3 mil tivo para concorrer com os optar por qualquer terminal da titivo possível», reforçou, admi- apesar das travagens da REN prossegue as actividades de
metros quadrados. Já a loja terminais espanhóis. Península Ibérica. «Quem tindo que quanto maior for a em termos de investimento recepção de GNL, armazena-
do Barreiro, localizada no novo «Ao contrário do que se pode, oferecer as melhores condições utilização da infra-estrutura, nos últimos meses, estando mento de GNL, regaseificação
Retail Park da cidade, abrirá eventualmente, pensar, estes e operacionalidade é quem mais benefícios o consumidor a sua conclusão prevista para de GNL e de entrega de gás
as portas ao público a 17 de terminais não são monopólios», conseguirá captar interesse e o vai sentir na sua factura de casa. 2012, reforçando a capaci- natural à RNTGN.
Novembro e terá sensivel-
mente a mesma dimensão.
A criação destas duas Governo ‘ordena’ agentes de navegação em congresso na APS
novas lojas permitem lançar
novos empregos numa das O SECRETÁRIO de Estado Correia da Fonseca, que falava O director executivo da O 7.º Congresso da daquela associação.
zonas «mais afectadas pela dos Transportes, Carlos Correia durante o 7.º Congresso da AGEPOR, António Belmar da AGEPOR decorreu terça-feira, Em visita guiada à plata-
crise económica» em Portugal, da Fonseca, anunciou esta Associação de Agentes de Costa, afirmou que esta era uma em Sines, com a participação forma portuária de Sines, os
contribuindo assim o AKI com semana, no Porto de Sines, que Navegação de Portugal necessidade, já que «o decreto- de cerca de 120 agentes de participantes tiveram oportu-
estes investimentos para o o decreto-lei que define o esta- (AGEPOR), avançou que o lei que regulava a actividade já navegação associados, durante nidade de assistir à operação do
«desenvolvimento social e tuto profissional dos agentes decreto-lei pretende estabe- era velhinho e não se adequava o qual o ex-presidente Bruno navio porta-contentores “MSC
económico» da região, salienta de navegação poderá ser publi- lecer no sector «uma certa às necessidades e ao que é hoje Bobone, fez uma retrospec- Francisca”, com capacidade para
fonte desta insígnia. cado no prazo de um mês. disciplina jurídica». a operação no mercado». tiva dos dez anos de actividade transportar 11.300 TEU.

Pub.
14 Sábado | 2.Out.2010 www.smjornal.publ.pt

+ Região
[ LITORAL ]
+ Notícias
Feira de Outubro estimula Alcácer do Sal
Redshoes

A
Feira Nova está de regresso a ocorre no domingo, dia em que a Praça
arrasou Alcácer do Sal, prometendo de Touros João Branco Núncio recebe
em Santiago animação, diversão, convívio a “Corrida dos Triunfadores”. Na tradi-
O Auditório Municipal e boas oportunidades de negócio. cional corrida vão ser lidados seis
António Chainho esgotou, A inauguração foi realizada touros da ganadaria Vinhas pelos
no passado sábado, para o ontem pela autarquia, entidade cavaleiros Rui Salvador, Rui Fernandes
espectáculo de Rita Redshoes. promotora da iniciativa, prevendo- e Vítor Ribeiro. As pegas vão estar a
O espectáculo integra-se se que a feira se prolongue até ao cargo dos forcados amadores de
na Parceria Intermunicipal final do dia de domingo. Montemor e de Évora e a animação
celebrada em 28 de Abril Considerado um dos eventos musical da festa brava vai estar a cargo

Semmais
de 2009, entre as câmaras característicos da região, o certame da Sociedade Filarmónica Progresso
de Santiago do Cacém, inclui feira franca, stands institucio- Matos Galamba (Pazôa).
Beja, Castro Verde, Cuba, nais, de vestuário, calçado, decoração, A feira franca e a animação são já uma imagem de marca do concelho Destaque, ainda, para o stand
Mértola, Moura e Serpa, no quinquilharias, mobiliário, brinquedos, institucional da Câmara, onde é apre-
âmbito da Candidatura ao animação musical, zona de diverti- secos da época, que são um dos prin- cipação de 52 expositores e oito sentado um balanço da actividade.
INALENTEJO – Programação mentos e tasquinhas, onde não faltam cipais cartões de visita deste evento, tasquinhas, além dos habituais carros- Os stands da feira estão abertos
Cultural em Rede, denominada os petiscos regionais. Entre os produtos que remonta ao século XVIII. séis para as crianças e para os mais de sexta a domingo, entre as 11h30
CAL – Cultura Alentejo, que podem ser adquiridos no certame, O executivo de Pedro Paredes crescidos e o espaço de feira franca. e a meia-noite. Já as tasquinhas
que visa a articulação destaque para os primeiros frutos espera, na edição deste ano, a parti- Um dos pontos altos do certame encerram às três da madrugada.
de linhas de acção, para
através do QREN, assegurar
nos anos 2010 e 2011, uma
programação cultural de
qualidade, diversificada,
Espírito Santo restaurado no museu de Santiago
em rede, potenciadora do A OBRA do pintor alentejano paisagens, o retrato do Capitão- Manuel do Espírito Santo Foi presidente da Câmara de
aprofundamento da cidadania Manuel do Espírito Santo Guer- mor de Santiago do Cacém e o Guerreiro, natural de Castro Santiago do Cacém, provedor do
e de uma mais igualitária reiro vai estar patente ao público retrato de D. Pedro V. Verde, nasceu em 1824. Ainda Hospital e Juiz substituto da Comarca.
fruição das artes. no Museu Municipal de Santiago De acordo com a autarquia, jovem foi recebido em casa do A obra de Manuel do Espírito
do Cacém a partir de hoje, com vinte estão, actualmente, a ser recupe- Capitão-mor de Santiago do Santo Guerreiro mantém-se global-
Porto de Sines visitado quadros restaurados pela Câmara. radas mais dez obras deste artista, Cacém que não só lhe reconheceu mente conservada na posse da família
por empresários Os trabalhos ilustram as várias prevendo-se que até ao final do a vocação, como lhe facultou os e da Câmara de Santiago do Cacém,
e governantes técnicas do pintor que vão desde ano a autarquia possa recuperar estudos e permitiu que frequen- constitui um testemunho da vida
O Porto de Sines recebeu, dia um auto-retrato a naturezas mortas, mais outras vinte. tasse aulas de pintura em Lisboa. cultural do concelho, no séc. XIX.
24, a visita de uma delegação
timorense, presidida pelo
Ministro da Economia,
João Gonçalves. Esta
Grândola dá descontos Ministro da Economia
visita teve como finalidade
conhecer as várias fases de
A AUTARQUIA grandolense
aposta forte no Cartão Jovem Muni-
vai inaugurar escolas
desenvolvimento daquele cipal para promover a cidadania NO DIA 5 de Outubro, o 7.3 milhões de euros e uma área
porto, tendo o terminal de entre os mais novos do concelho. ministro Vieira da Silva vai estar de oito mil metros quadrados, que
GNL despertado grande Trata-se de uma modalidade em Alcácer do Sal para a inaugu- conjugam zonas totalmente novas
interesse, uma vez que do European Youth Card, que ração de duas novas escolas. e a profunda intervenção de requa-
Timor-Leste é produtor de gás resulta da parceria entre a Movi- A cerimónia, integrada nas lificação de parte do edifício
natural. jovem e o município, e destina-se comemorações dos 100 anos da original, do início dos anos 70.
A melhoria das infra- a jovens com idade entre os 12 e República, visa inaugurar as novas A autarquia lembra que estes
estruturas portuárias os 30 anos residentes no concelho. instalações da Escola Secundária investimentos resultaram de «um
timorenses foi um dos A principal característica deste de Alcácer do Sal e o novo Centro movimento que partiu da Câmara,
principais assuntos do serviço é proporcionar as vanta- Escolar da Comporta. da Assembleia Municipal e da socie-
encontro da delegação com gens associadas ao clássico Carta Este centro é uma obra da dade civil para pressionar o Minis-
DR

o conselho de administração Jovem EURO <26 e ainda as vanta- Câmara, apoiada por fundos euro- tério da Educação a avançar com a
da Administração do Porto gens e descontos específicos do Cartão Jovem aposta no concelho peus, no âmbito do QREN-Quadro obra», que havia sido retirada do
de Sines (APS), sendo que município. de Referência Estratégico Nacional Plano de Investimento de Estado. A
o governante considerou o Assim os jovens do concelho em eventos, espectáculos, viagens e do Inalentejo, com um investi- comparticipação do município neste
porto sineense como uma de Grândola passam a usufruir de e passeios promovidos pelo muni- mento total de 1.4 milhões de euros. projecto é de 159 mil euros, corres-
«referência a ter em conta no um conjunto de vantagens de natu- cípio, e em publicações editadas Trata-se de um equipamento cons- pondentes à aquisição do terreno
desenvolvimento portuário reza social, cultural, desportiva, e pela Câmara. truído de raiz para acolher as para a construção das novas alas.
timorense». recreativa entre outras, tanto a Os municípios aderentes farão crianças que frequentavam as Por pouco o concelho não inau-
Na mesma data, um grupo de nível local, como nacional e parte da mais expressiva inicia- escolas da Comporta e Carrasqueira, gura um terceiro equipamento neste
quinze empresários e autarcas europeu. tiva juvenil existente em Portugal, dois edifícios não adaptados às centenário da República, uma vez
holandeses da organização A nível local os descontos visto que actualmente existem mais novas exigências do ensino. que se encontra já em fase de acaba-
de cúpula neerlendesa situam-se entre os 15 por cento e de 130.000 portadores de Cartão Já a Escola Secundária de mentos o Centro Escolar do Torrão,
Probouw, visitou o Porto de os 25 por cento, nomeadamente Jovem, em todo o país, e cerca de Alcácer do Sal é uma obra da Parque uma obra da autarquia com um inves-
Sines e a Zona Industrial e na piscina municipal, no cinema, 4 milhões de portadores na Europa. Escolar, com um investimento de timento de três milhões de euros.
Logística para conhecer as
potencialidades oferecidas por
estas infra-estruturas.
A comitiva, chefiada pelo
Empresa Husete faz crescer Tecnopólo de Sines
presidente da Câmara de A EMPRESA de Trabalho das «mais competitivas no recru- dedorismo do Sines Tecnopolo,
Geldermalsen, integrou um Temporário Husete é a mais recente tamento e selecção», fornecendo, Tiago Santos, explica a importância
conjunto de empresários empresa instalada no Sines Tecno- mensalmente, em média, «450 cola- da presença desta empresa no
responsáveis por algumas polo. boradores em regime de trabalho concelho de Sines pela «mais-valia
das principais empresas A Husete, que exerce activi- temporário», assegura fonte da no apoio à selecção e recrutamento
Arquivo

holandesas de construção e dades de recrutamento e selecção empresa. de colaboradores, sendo estas peças
desenvolvimento no campo da nas áreas de montagem, manu- O coordenador da unidade estratégicas para qualquer acti-
água e infra-estruturas. tenção e apoio à indústria, é uma SinesTec Incubação & Empreen- Husete é a mais recente empresa vidade empresarial».
Sábado | 2.Out.2010 www.smjornal.publ.pt 15

[ ALMADA ]

Canil ilegal na Charneca da Caparica Bibliotecas


escolares
vai ser encerrado o mais rápido possível DOIS estabelecimentos de ensino
do concelho contam, desde quinta-
O CANIL privado de Vale Cavala, onde é feita a criação e venda de cães. feira, com duas novas bibliotecas
na Charneca da Caparica, em Almada, Isabel Cerdeira, que habita escolares. A primeira foi inaugurada
onde no passado sábado mais de próximo do canil, confessa que se na Escola Básica 1/Jardim-de-
30 pessoas se manifestaram contra sente «aliviada» pela resolução de Infância (EB1/JI) Miquelina Pombo,
«uma violação grave dos direitos uma situação que se arrastava há na Sobreda, em Vale Figueira. A
dos animais», vai ser encerrado o cerca de 9 anos. «Ainda bem que segunda está instalada na EB1/JI
«quanto antes», avançou ao Sem os animais vão ter melhores condi- José Cardoso Pires, na Costa da
Mais Jornal o município almadense. ções. Ali, os cães comiam ratos e Caparica, em São João da Caparica.
Durante a passada segunda-feira, comida podre e estavam encer- Estes equipamentos abrangem
a Direcção Regional de Veterinária rados em jaulas. Não se podia estar mais de 400 crianças e juntam-se
de Lisboa e Vale do Tejo, o Serviço de aqui com os maus cheiros», vinca, às 38 bibliotecas escolares já exis-
Protecção da Natureza e do Ambiente acrescentando que a população tente no concelho. O investimento
da Guarda Nacional Republicana e andava a denunciar o assunto há global é superior a 31 milhões de
o veterinário da Câmara Municipal largos anos sem que nenhuma euros. O Estado comparticipa com
de Almada vistoriaram o canil onde medida fosse tomada. E queixa-se 29 500 euros.
vivem cerca de 100 animais em condi- que o dono do canil, José Costa, de
ções que deixam muito a desejar. 76 anos, «cuspiu, ameaçou os mora-
O vereador responsável pelo dores e prometeu vingança» durante
pelouro, Rui Jorge Martins, afirmou o protesto do passado dia 25. Já
DR

que «o espaço não cumpre os Daniela Vitorino, ligada à referida


mínimos requisitos legais para se O canill de Vale Cavala, sem condições para os animais, já tem fim à vista acção, sublinhou que José Costa
manter aberto, tem falhas graves só «pensa em dinheiro e não estava
ao nível sanitário e ao nível da saúde Fernando Fernandes, presidente executivo, é claro que encaminharí- preocupado com as condições em
pública, e será encerrado a muito da Junta de Freguesia de Charneca amos o problema para o município, que tinha os animais». A moradora
breve prazo». Fonte do município de Caparica, afirma que «não conhecia porque não temos competências nesta Helena Fraga diz que o referido canil
garantiu que vai ser feito «um grande o problema em pormenor e que nunca matéria». Por outro lado, Fernando constituía «uma grave violação dos
esforço» para que sejam encon- chegou à Junta de Freguesia qual- Fernandes mostra-se preocupado direitos dos animais que viviam em
trados novos donos para os animais quer protesto dos moradores durante com o futuro do dono do canil que condições de falta de higiene e salu-

CMA
que estão a viver no canil. O passo o seu mandato». Segundo o autarca, «nunca chegou a ter ajudas para bridade, o que provoca um grave
seguinte é a «limpeza do local». «se chegassem denuncias ao meu melhorar as condições do espaço», risco de saúde pública». Alunos satisfeitos com bibliotecas

[ SEIXAL ]

Plano educativo municipal Ministra Ana Jorge


on-line com muitos projectos compromete-se
com novo hospital
O PLANO Educativo Municipal
– PEM, apresentado esta semana AS PREOCUPAÇÕES dos au-
à comunidade educativa, já está tarcas da margem sul a propósito
disponível para consulta no site do anunciado hospital para o Seixal
da autarquia. levaram a uma reunião com a
No ano lectivo de 2010/2011 o ministra da Saúde para saber das
PEM integra 25 programas de apoio intenções governamentais sobre
e 124 projectos, promovidos pelos este equipamento.
DR

serviços da Câmara Municipal e Uma reunião que os autarcas


dirigidos à comunidade educativa, O objectivo é envolver toda a comunidade no processo educativo do Seixal, Sesimbra e Almada
aos quais se juntam dez iniciativas consideraram proveitosa, tendo
das Comemorações do Centenário Projectos/Actividades Escolares. contactos das instituições escolares, em conta que a ministra «rea-
da Implantação da República. No ano lectivo transacto foram equipamentos da autarquia e outras firmou o compromisso do Minis-
Tal como nos anos anteriores, apoiados 168 projectos diferentes, informações úteis, como os locais tério da Saúde na concretização»
as escolas de todos os níveis de que decorreram em 50 estabele- onde existem refeitórios e biblio- do novo hospital.
ensino da rede pública, poderão cimentos escolares do Concelho. tecas escolares, ou a lista de jardins- A delegação constituída pelos
Semmais

enviar as suas candidaturas no Também no PEM, a comunidade de-infância com prolongamento de presidentes das câmaras do Seixal
âmbito do Programa de Apoio aos educativa poderá encontrar os horário neste ano lectivo. e de Sesimbra, e pelos presidentes
das assembleias municipais de Ministério diz que o hospital avança
Almada, Sesimbra e Seixal, saíram
Gala S. Vicente promove 16 novos valores da reunião com a ministra Ana A reunião realizou-se por inicia-
Jorge convictos de que o projecto tiva dos municípios, com o objec-
A 6.ª EDIÇÃO da Gala S. Vicente Filipe, Ana Beatriz, Diana Macário, Setúbal, são os jovens que irão subir é mesmo para avançar, no terreno. tivo de esclarecer o calendário de
dos Pequenos Cantores está Joana Mestre, Klaudia & Filipa, ao palco. No entanto, pouco mais foi execução do projecto de instalação
marcada para o próximo domingo, Diana Vilarinho, Maria Passarinho A Gala S. Vicente dos Pequenos avançado no encontro, tendo a do Hospital no Seixal no quadro
no Cinema S. Vicente, em Aldeia Silva e Ana Laura, vêm do Seixal, Cantores é um projecto da autar- ministra remetido mais informa- do Acordo Estratégico de Colabo-
de Paio Pires, com a participação Beatriz & Jéssica, Catarina quia que tem como objectivos esti- ções para «uma declaração pú- ração para o Lançamento do Novo
de 16 novos valores. Gonçalves, Patrícia Silva, Débora mular a produção de música portu- blica sobre a matéria», no quadro Hospital Localizado no Seixal, assi-
Das vinte e duas propostas rece- Oliveira, Irina Canobbio e Luana guesa e incentivar o aparecimento do Concurso Público Interna- nado entre a Câmara do Seixal e o
bidas, o júri seleccionou dezasseis Canobbio, de Almada e Bruna Guer- de novos autores, compositores e cional a decorrer para a elabo- Ministério da Saúde em 26 de
pequenos participantes. Alexandra reiro e Mariana Passarinho, de intérpretes dos 5 aos 16 anos. ração do projecto. Agosto de 2009.
16 Sábado | 2.Out.2010 www.smjornal.publ.pt

[ BARREIRO ]

11 milhões para combater Câmara investe na Verderena


exclusão social ACESSOS rodoviários, novos equi-
pamentos e mais limpeza foram os
CHAMAR os cerca de oito espera de aprovação, mas temas que marcaram o encontro entre
mil habitantes da Quinta da com a candidatura «bem o executivo barreirense e a população
Mina Cidade Sol, a maioria encaminhada», está o da Verderena, no âmbito do programa
imigrantes, a participar acti- projecto que prevê a recu- Opções Participadas.
vamente na gestão do muni- peração dos edifícios do Na reunião, o edil Carlos
cípio é o principal objectivo bairro social da Quinta da Humberto de Carvalho explicou os
da semana Cidade para Mina, revela a autarca. trabalhos de construção do hiper-
Todos, que assinala o No terreno já estão mercado Continente, na zona do Polis,
arranque das intervenções diversos projectos, asse- bem como os acessos rodoviários,
da Candidatura para a requa- gura a autarca, que agora que deverão estar concluídos no final
lificação do espaço urbano espera ter a ajuda dos do mês de Novembro.
e equipamentos. moradores para melhorar No âmbito da construção do hiper-
No total, o conjunto de as intervenções que ainda mercado, da responsabilidade da
projectos para intervir na estão previstas para aquela Sonae, vai ser efectuado o reperfila-

DR
zona chegam aos 11 milhões zona da cidade. E é por mento da Rua Cândido Oliveira e da
de euros, avança ao Sem- essa razão que surge a Avenida da Liberdade, a repavimen- Limpeza e acessos exigidos pela população
mais a vereadora Sofia Semana Cidade Para todos, tação da Rua D. João I e da Praceta
Martins, para quem o que «um programa integrado, da Verderena, a continuação da factor de desenvolvimento do lidade do ponto de vista operacional,
está em causa é «investir nas com diversas actividades, Avenida da Liberdade, até à Avenida concelho, a insegurança rodoviária, no sentido da resolução dos problemas
pessoas, na sua integração elaborado em colaboração Escola de Fuzileiros Navais, no cruza- nomeadamente na Avenida do de forma integrada.
e na sua cidadania». com as instituições e asso- mento com a Rua Calouste Bocage, a necessidade de desrati- Quanto à ciclovia, considerou que
Nesse sentido, a autar- ciações locais», explica Gulbenkian, e o prolongamento da zação e de mais limpeza urbana e a necessita de readaptação e que a
quia já viu aprovados Sofia Martins. Rua de Maputo. criação de melhores condições de correcção vai ser inserida no Plano
projectos na área da inte- As actividades tiveram Vão ser construídas três rotundas, segurança na ciclovia da Avenida da de Redes Cicláveis.
gração social, de recuperação início segunda-feira, com a prevendo-se que o passeio ribeirinho Liberdade foram alguns dos temas Relativamente à necessidade de
de edifícios públicos e de tomada de posse do e a zona verde indicados para a área abordados pelos munícipes. desratização, explicou que esta
instituições que trabalham Conselho Consultivo e vão do Polis sejam executados, numa Relativamente à insegurança rodo- operação é feita com regularidade,
no terreno, que na área prolongar-se até dia 3 de fase posterior, pela empresa que irá viária, o vereador Rui Lopo, responsável prevendo-se que o problema diminua
desportiva quer no apoio a Outubro, com diversas construir a urbanização nesta zona pela área de Planeamento, explicou que quando a Estação de Tratamento de
idosos e crianças. Ainda à iniciativas culturais e lúdicas. da Verderena. foi criado, na autarquia, um grupo de Águas Residuais Barreiro/Moita entrar
A terceira travessia do Tejo como trabalho para tratar as questões da mobi- em funcionamento.

[ SESIMBRA ]

Autarquia ‘liberta’ terreno na Quinta Governo


do Conde para novos equipamentos ‘chama’ obras
no Espichel
O EXECUTIVO municipal a- Agora são também conside-
provou a alteração às normas para rados prioritários os lotes em zonas A DIRECÇÃO-GERAL do
permutas de lotes do loteamento definidas pelo Plano de Urbani- Tesouro e Finanças solicitou
municipal da Ribeira do Marchante, zação da Quinta do Conde, como à Câmara de Sesimbra as
de modo a garantir a existência de áreas de equipamentos escolares, cópias dos documentos matri-
espaços na Quinta do Conde para desportivos, culturais e de saúde. ciais e registrais, bem como
a construção de equipamentos No seguimento desta deliberação, as plantas dos imóveis que a
desportivos e culturais. a autarquia vai contactar todos os autarquia pretende envolver
Uma medida que vem de proprietários dos lotes abrangidos na permuta com a Ala Norte
encontro ao definido pela autarquia, por zonas de equipamentos e espaços do Santuário de Nossa Senhora
em 2009, que deu como prioritá- verdes, previstos no Plano de Urba- do Cabo Espichel.
rios os lotes onde se realiza a Feira nização da Quinta do Conde, no sentido De acordo com o execu-
DR

Festa, destinados a arruamentos e de acordar a permuta, através de escri- tivo de Augusto Pólvora, este
outros já ocupados pela autarquia. O objectivo é garantir espaço público para desporto e lazer tura de bem presente por bem futuro. pedido surge na sequência do
ofício enviado pela Câmara,
«onde esta formalizou o inte-
resse em celebrar um contrato
Senhas escolares Crise encolhe verbas para obras em 2011 de permuta e a disponibilidade
disponíveis para assumir a responsabili-
A REQUALIFICAÇÃO da Forta- questão de explicar os motivos anuais inerentes à própria autar- dade das obras de reabilitação
ESTE ano, para além das lojas leza de Santiago, a conclusão do da alteração do modelo das quia são inadiáveis e «canalizam do conjunto do imóvel».
Ond@Jovem de Sesimbra e Quinta Parque da Vila Amália, a queda do Opções Participadas, não atri- grande parte das verbas dispo- Diz a autarquia, que a
do Conde, a autarquia colocou as muro na Rua José Pinto Braz e a buindo verbas específicas para níveis para o próximo ano». troca inclui também a
senhas de refeição dos alunos do pré- fraca iluminação na Rua Moço cada localidade. Augusto Pólvora lembrou cedência, por parte do Estado,
escolar e 1.º ciclo, que não usufruem Chamador foram os temas mais Segundo o autarca, a conjun- ainda os participantes no encontro do terreno onde está insta-
de prolongamento de horário, em debatidos no primeiro fórum das tura económica actual e todo o que, para além da crise financeira, lado o Parque Municipal de
várias papelarias do concelho. Opções Participadas, com a autar- enquadramento da despesa muni- o Estado «cortou 100 milhões de Campismo do Forte do Cavalo,
As senhas podem ser adqui- quia a tomar nota, no sentido de cipal, em particular os investi- euros da receita para os municí- com o objectivo de dinamizar
ridas nas papelarias Universal, tentar resolver os problemas dos mentos relacionados com candi- pios», o que, asseverou, acaba o processo de requalificação
Cotovia, A Casinha, Cruz e Chagas, moradores. daturas a fundos comunitários por limitar «ainda mais a acção deste equipamento.
Nice e Frnando e Isabel. O edil Augusto Pólvora fez já aprovados, e os custos fixos da autarquia».
Sábado | 2.Out.2010 www.smjornal.publ.pt 17

[ MONTIJO ]

Universidade Sénior arranca em Outubro + Notícias

A PARTIR de dia 6 de Outubro do reitor da Uniseti, Brissos Lino. Dia do Idoso lança livro
vão estar abertas as inscrições para O objectivo da Universidade No âmbito das comemorações
o ano lectivo 2010/2011 na Univer- Sénior é proporcionar à população do Dia Internacional do Idoso,
sidade Sénior, prevendo a Câmara residente no concelho, com idade está marcado para dia 1 de
que o quinto ano lectivo arranque igual ou superior a 50 anos, formação Outubro, na Casa do Ambiente,
Joaquim Torres

no dia 19, com 29 disciplinas. multidisciplinar em diversas áreas. o lançamento do livro “Poesia
O programa curricular contempla Não são necessárias habilita- Popular do Montijo – 1.º Edição”.
disciplinas de diversas áreas, desde ções específicas, e todos os maiores Trata-se de uma edição
as Línguas e Literaturas, passando de 50 anos podem participar desde da Câmara que resulta da
pelas Ciências Sociais e Humanas, Dignificar os mais velhos é um dos objectivos deste projecto que tenham «tempo livre e vontade compilação de poemas da
Ciências Experimentais, Artes Expres- de aprender novos saberes e autoria de um grupo de idosos
sivas à Motricidade Humana. riculares, como visitas de estudo, marcada para dia 18, na Galeria competências». do concelho do Montijo. A obra
Tal como nos anos anteriores, exposições, seminários e semanas Municipal de Montijo, contará com As inscrições podem ser efec- reflecte as suas experiências
os estudantes poderão contar, abertas, entre outras iniciativas. a presença da presidente da tuadas na Universidade Sénior, quotidianas e aborda temas
ainda, com actividades extracur- A sessão solene de abertura, Câmara, Maria Amélia Antunes, e instalada na Quinta do Saldanha. como tradições, a sua ligação à
terra e ao património.

Comunidade quer desafios de mediação escolar Biblioteca com 25 anos


A Biblioteca Municipal Manuel
“MEDIAÇÃO Escolar – do mito Clara Silva, a mediação «é um acção teve como objectivo que os Por essa razão, sublinhou, «a Giraldes da Silva assinalou, esta
à realidade” é o nome da acção de instrumento de extrema impor- agentes escolares e comunitários introdução de uma acção de semana, o 25.º aniversário sob o
informação realizada pela autar- tância nas várias áreas sociais, na «tomassem contacto com a temá- mediação escolar dentro do contexto signo da modernidade.
quia, no âmbito das comemora- área escolar ela é mais preemi- tica da mediação, proporcionando escolar tem que obter uma resposta Para a autarquia montijense,
ções do Ano Europeu da Luta contra nente, mais importante». Já o presi- informação sobre o que é as suas não apenas da escola mas também este é «um novo conceito
a Pobreza e a Exclusão Social e dos dente da Comissão Nacional de vantagens e como se podem imple- da comunidade e conseguir abranger de biblioteca pública» que
20 anos de ratificação da Convenção Protecção das Crianças e Jovens mentar projectos de mediação». o maior número de envolvidos no procura a proximidade com os
Sobre os Direitos da Criança. em Risco, Armando Leandro, Para a mediadora Isabel Oliveira, processo de comunicação». seus utilizadores «assumindo
A iniciativa, promovida em realçou que a educação é um direito «parte dos conflitos que decorrem No final do encontro, os o papel de porta local de
conjunto com a Comissão Nacional e sublinhou o interesse do dentro do espaço da escola não são técnicos lançaram o desafio aos acesso à informação e ao
de Protecção das Crianças e Jovens programa de Mediação Escolar gerados dentro da escola», e mesmo Agrupamentos de Escolas e Escolas conhecimento de forma a
em Risco, dirigiu-se à comunidade que «coloca os direitos da criança que a escola dê resposta, «o jovem Secundárias presentes, para que providenciar as condições
escolar dos concelhos de Montijo no centro do sistema». fora do espaço escolar, tem uma promovam a criação de projectos básicas para um aprendizagem
e de Palmela. Para a vereadora De acordo com a autarquia, esta realidade completamente diferente». de mediação escolar. ao longo da vida».

[ ALCOCHETE ]
Outubro
Aprovado IMI de 0,7 por cento dedicado aos
A TAXA do imposto muni- Lisboa, considerada como uma mais idosos
cipal sobre imóveis para o ano zona rica, e portanto de conver-
de 2011 foi fixada em 0,7 por cento gência nacional». GINÁSTICA ao ar livre, espectáculos,
para os prédios urbanos e em 0,4 Segundo o autarca, o concelho bailes, teatro, sensibilização sobre segu-
por cento para os prédios urbanos está limitado «quer ao nível de rança pessoal, visitas, rastreios e um
avaliados nos termos do CIMI. comparticipações e suas percen- intercâmbio com os seniores do concelho
A medida, proposta pelo tagens, quer ao nível de aderirmos do Redondo são as propostas da Câmara
executivo de Luís Franco, foi apro- a outras propostas sobre as quais de Alcochete, que dedica o mês de
vada, por maioria, em sede de os outros municípios têm maior Outubro à população sénior do concelho.
Assembleia Municipal, com 16 disponibilidade». As comemorações do Mês Sénior
votos a favor da bancada da CDU A proposta de participação decorrem de 1 a 29 de Outubro, com orga-
e PSD, e 7 abstenções da bancada variável no IRS para o ano de nização da Câmara, em colaboração com
do PS, após ter sido aprovada por 2012 que estipula uma partici- o Centro de Saúde, as associações de refor-
maioria com 2 abstenções dos pação variável de 5 por cento mados, as juntas de freguesia, a Multiop-
vereadores do PS, na reunião de no IRS dos sujeitos passivos ticas, o Freeport e a Acústica Médica.
Câmara de 1 de Setembro de 2010. com domicílio fiscal na respec- Todas as actividades são de inscrição
De acordo com o edil alco- tiva circunscrição territorial, prévia, uma vez que a Câmara assegura o
chetano, o IMI constitui «um dos relativa aos rendimentos do transporte dos munícipes para os locais
pilares financeiros fundamen- ano de 2011, foi aprovada por onde se realizam as actividades, sendo que,
tais» da Câmara, em paralelo com unanimidade. Esta foi uma em relação às aulas de ginástica, os parti-
as receitas provenientes do Orça- proposta já aprovada por unani- cipantes devem inscrever-se na Divisão
mento do Estado, e também com midade na reunião de Câmara de Desporto da Câmara e nas Associações
o imposto municipal sobre a de 1 de Setembro. de Reformados de Alcochete e de Samouco.
Joaquim Torres

transmissão danosa de imóveis. Quanto à derrama para 2011, Do programa destaque para o baile,
Para Luís Miguel Franco, «é foi aprovado por maioria, com este sábado, no Salão dos Bombeiros
urgente rever a Lei das Finanças 21 votos a favor da bancada da Voluntários de Alcochete e para o baile
Locais, na medida em que está CDU e do PS e duas abstenções anunciado para domingo na Quinta de
a provocar assimetrias intra- Para a Câmara, este é um dos mais importantes impostos autárquicos da bancada do PSD, o lança- São Brás, em Samouco.
regionais, ou seja assimetrias mento de uma derrama de 1,5 Na sexta-feira, dia 8, está prevista uma
entre Municípios da mesma município do continente que esta situação representa «uma por cento sobre o lucro tribu- acção de sensibilização sobre Segurança
região e entre municípios de dife- menos verbas recebe directa- incongruência, quando inclusi- tável sujeito e não isento de Pessoal, na Junta de Alcochete, no sábado
rentes regiões». mente do Orçamento do Estado», vamente estamos inseridos na imposto sobre o rendimento das a peça de teatro “Belavista” e no domingo
«Em 2010, Alcochete é o denuncia o autarca, para quem Grande Área Metropolitana de pessoas colectivas (IRC). um passeio pedestre.
18 Sábado | 2.Out.2010 www.smjornal.publ.pt

[ MOITA ]

Plano Câmara tem novas viaturas


Director
Municipal para defender ambiente
em revista
O NÚMERO 5 da
revista municipal Intervir
é totalmente dedicado
ao Plano Director Muni-
cipal (PDM).
O objectivo da autar-
quia é dar a conhecer, ao
pormenor, as linhas estra-
tégicas de desenvolvi-
mento do concelho para
os próximos anos
Nas páginas desta
edição é contado todo o
percurso do PDM da
Moita, desde 1983,
passando pelo processo
de revisão, até à sua

DR
aprovação, em 2010.
O editorial, assinado
pelo presidente da autar- O EXECUTIVO camarário de como das obras municipais. e uma rectroescavadora. No início durante o mês de Novembro, um
quia, reforça a impor- João Lobo decidiu adquirir novas Do novo equipamento muni- deste mês, será ainda entregue à camião transformado para a
tância do Plano Director viaturas e máquinas que poderão cipal, fazem parte um camião de autarquia uma viatura que irá ser lavagem de contentores de resí-
Municipal da Moita para contribuir para «uma melhoria recolha de resíduos sólidos urbanos, transformada para receber o equi- duos sólidos urbanos que utiliza
o desenvolvimento deste significativa do serviço prestado um camião com caixa de carga pamento de alta pressão de deso- um inovador sistema de recircu-
concelho ribeirinho. à população» nas áreas do tribasculante, uma varredora mecâ- bstrução de colectores. lação de água que permitirá a
ambiente e serviços urbanos, bem nica, um reboque-cisterna de água A autarquia irá receber também, poupança deste bem essencial.

Postal de Natal Ecológico já tem regulamento aprovado


O EXECUTIVO moitense aprovou, Este ano, o concurso irá contar as crianças e jovens numa criação restantes freguesias do concelho: no dia 10 de Outubro, a Câmara atri-
esta quinta-feira, as normas do com a participação das escolas do representativa do Município e na no ano de 2011, na freguesia da Baixa buiu um apoio ao Centro de Atletismo
concurso para a elaboração do “Postal Agrupamento Vertical do Vale da sensibilização ambiental. Este da Banheira, no ano de 2012, na da Baixa da Banheira, no valor de 9
de Natal Ecológico” do município. Amoreira, da Secundária da Baixa concurso surge no âmbito da Inicia- freguesia de Alhos Vedros e, em 2013, 840 euros.
Este concurso surge no âmbito da Banheira, do Jardim-de-infância tiva Bairros Críticos. nas freguesias da Moita, Sarilhos Também a Associação de Defi-
da Iniciativa Bairros Críticos e visa “Giroflé”, dos ATL’s “Os Pintainhos” É intenção da autarquia que, nos Pequenos e Gaio-Rosário. Para cientes irá receber 200 euros, para
envolver as crianças e jovens numa e do “Viva” do CRIVA – Centro de próximos anos, o concurso do Postal custear algumas das despesas orga- os custos com a organização do 5º
criação representativa do Muni- Reformados e Idosos do Vale da de Natal seja dinamizado junto de nizativas da 13ª Meia e 10ª Mini Mara- Torneio Nacional de Basquetebol
cípio e na sensibilização ambiental. Amoreira, envolvendo, desta forma, toda a comunidade educativa, nas tonas Ribeirinhas da Moita, a realizar em Cadeiras de Rodas.
Pub.

ASSEMBLEIA – GERAL Classificados


CONVOCATÓRIA
Maria Teixeira, Presidente da Mesa da Assembleia Geral da As-
sociação de Comproprietários e Amigos do Zimbral, sito na se
sítio/quinta do Zimbral, Vale Cavala, freguesia de Charneca Ca-
parica, Concelho de Almada, em cumprimento do nº 2 do artigo
64º do Código do Notariado, e dentro da competência que lhe é
conferida pelo artigo 17º dos Estatutos da referida Associação,
convoca este órgão para uma sessão a realizar na sede men-
cionada, no próximo dia dezasseis de Outubro (16/10) do ano Imobiliário Diversos
de 2010, pelas 14:30 (catorze horas e trinta minutos), com a
seguinte ordem de trabalhos:
I – Apreciação e votação do relatório e contas da direcção, rela- Arrendo Alugo Vários Mercedes C200 CDI Agência Sol
tivo ao ano de 2009, e respectivo parecer do Conselho Fiscal. T1 na Palhavã quartos mobilados apartamentos T0 Ano Dez. 1998, cor Precisa raparigas dos
II – Eleição dos novos corpos gerentes e órgãos sociais da as- Só 300€ s/mobília Em Setúbal p/férias Mobilados cinza prata (azulado), 18 aos 25 anos, Para
sociação, para o quadriénio 2010/2014. TLM: 917764915 (centro da cidade) Zona Central 278 mil km, 10.700 eventos, jantares,
De acordo com o estipulado no artigo 18º dos Estatutos da Asso- TLM. 919151429 Desde 320 € euros (negociável). almoços, festas. 500
ciação, não se verificando quórum fica desde já convocada nova Arrendo TLM 917764915 Tm: 96 390 09 37 / 91 a 600€ pagamento
reunião, no mesmo dia, trinta minutos após a hora marcada, no Loja 67m2 287 53 01 (o próprio). na hora. Entrada
Apartamento
mesmo local, e com a mesma ordem de trabalhos. Jardins do Sado. imediata
T2 mobilado T2
A tesouraria encontrar-se-á aberta uma hora antes do início 350,00€ Vendo usado Tlm. 965674002 /
da sessão (às 13 horas e trinta minutos) para a regularização Qta. Alves da Silva mob. e equip. na
TLM: 917764915 Materiais de es- 913172140
das quotizações, e a secretaria da Mesa da Assembleia-Geral 400€ Tetra Só 390 €/mês
trutura de Betão
encontrar-se-á disponível meia hora antes (às 14 horas) para a Só 300€ s/mobília venha ver!
Arrendo 800m2 de cofragem
regularização das assinaturas em falta nas actas das reuniões Soraia 917764915 TLM 917764915
Loja Shopping metálica, todo o
anteriores. Aranguês. 300€/ tipo de Máquinas
A sua comparência é essencial para o funcionamento da mês. Alugo Apartamento eléctricas para
associação e para defender os interesses de todos. TLM: 917764915 efectuar cofragens
Casa de férias, como novo,
Junho a Setembro terraçoc/barbeque e armação de ferro.
Maria Teixeira Vendo Apresenta folha de
Santana – Sesimbra 122.000 €
(Presidente da Mesa da Assembleia-Geral 3 ass. Remodeladas. compra.
CONTACTO Bº Afonso Costa
da Associação de Comproprietários e Amigos do Zimbral)
Liceu - 73.350€ 966416618 TLM 917764915 Telm. 93 655 28 42
TLM: 917764915 210864847
Sábado | 2.Out.2010 www.smjornal.publ.pt 19

[ PALMELA ]
+ Notícias Unidade de Cuidados aposta Autarquia
Projecto na prevenção nos idosos reduz IMI na
“Clique sem Idade” zona histórica
Arrancam dia 6, às acções
de sensibilização na área das A UNIDADE de Cuidados na NO ÂMBITO de uma política
Tecnologias de Informação e Comunidade do Centro de Saúde global de recuperação e revitali-
Comunicação (TIC), através de Palmela (UCCP) vai levar a cabo zação do centro histórico da vila
da segunda fase do “Clique um projecto intitulado “Prevenção de Palmela e de incentivo ao arren-
sem Idade”. Este projecto, de Quedas nas Pessoas Idosas”, damento, a autarquia reduz a taxa
com abrangência ao nível das com arranque a dia 7 deste mês. do Imposto Municipal sobre
cinco freguesias, tem como A iniciativa tem como objectivo Imóveis (IMI), para os prédios situ-

Semmais
destinatários a população com 55 contribuir para o decréscimo do ados na área de intervenção do
ou mais anos de idade, residente número de quedas nesta faixa etária gabinete de recuperação do centro
no município. As acções têm a da população. O projecto pretende Os técnicos querem evitar quedas e doenças associadas a estes acidentes histórico de Palmela. Para isso, os
duração de uma hora e meia por abranger todos os utentes que interessados deverão fazer a iden-
sessão, durante 10 dias. Nesta frequentam os sete centros de dia «complexo» em que ocorrem alte- existentes dentro ou fora de casa. tificação cadastral dos imóveis até
segunda fase, o projecto abrange do concelho e irá dar a conhecer rações nos diferentes órgãos e Este projecto de parceria com ao prazo limite do próximo dia 29.
Marateca e Palmela. os efeitos nocivos e consequên- sistemas do organismo, «diminuindo os sete centros de dia de Palmela Para beneficiar desta redução,
cias das quedas nos grupos etários a eficácia, capacidade de adaptação vai ser posto em prática por um fisio- que poderá ser de 30 por cento (para
Desenhos na Biblioteca com 65 e mais anos, procurando e a funcionalidade». Contudo, as terapeuta da UCCP, uma vez que proprietários que identifiquem o
A Galeria da Biblioteca Municipal assim alertar para a prevenção da quedas «não fazem parte do processo este é um dos grupos profissionais prédio urbano) ou 50 por cento (para
de Palmela recebe, entre 2 e 30 de ocorrência deste tipo de acidentes. de envelhecimento, nem podem ser que desempenham um papel impor- prédios arrendados), os interessados
Outubro, a exposição de desenho O projecto tem como objec- atribuídas ao facto de se ter idade tante nesta intervenção. A UCCP deverão dirigir-se ao gabinete de
de Luís Miranda e Rui Silvares “O tivos principais a ajudar os idosos avançada». Antes, acontecem por iniciou actividade no passado dia recuperação do centro histórico para
Mundo de Cada Um é os Olhos e os seus familiares a identificar causas bem conhecidas, como 4 de Maio e a sua área de intervenção proceder à respectiva localização e
que Tem”. e modificar os factores de risco «algumas patologias» que afectam corresponde ao concelho de Palmela, identificação cadastral, apresentando
Organizada pelo município, a de quedas e a transmitir estraté- o sistema neuro-músculo-esquelé- sendo a população alvo abrangida os seguintes elementos: cópia de
mostra explora os percursos gias que reduzam o perigo de tico e consequentemente, o equilí- por esta unidade funcional as famí- caderneta predial urbana, cópia de
dos dois artistas plásticos, quedas na população idosa. brio; alterações sensoriais; medi- lias residentes, os grupos vulnerá- recibo de pagamento do IMI (ano
aparentemente distanciados, Como metodologia serão reali- cação (efeitos secundários); e circuns- veis e de risco e a comunidade da anterior), Bilhete de Identidade,
mas unidos por uma relação de zadas sessões de educação para tâncias ambientais desfavoráveis sua área de influência. número de identificação fiscal e recibo
trabalho e amizade que resulta a saúde em cada centro de dia, bem de renda/contrato de arrendamento.
numa complementaridade de como visitas domiciliárias aos Sessões já agendadas Os proprietários que pretendam
abordagens sobre temas comuns. idosos que assim o desejarem. O continuar a beneficiar da redução
objectivo destas visitas é identi- As sessões de educação para União Social Sol Crescente da do IMI e cujos elementos não
As origens do Hip Hop ficar factores que podem ser causa- saúde já agendadas são as Marateca (10 Novembro, 13h30); tenham sofrido quaisquer altera-
Este sábado, às 21h30, o Cine- dores de quedas, dar sugestões/ seguintes: Centro Social e Paro- Centro Social de Quinta do Anjo ções relativamente ao ano ante-
Teatro S. João, abre as portas à recomendações, ou ajudar a alterar quial do Pinhal Novo (dia 7, (5 Janeiro, 10h30) e Associação rior, devem deslocar-se ao gabi-
companhia espanhola Brodas o meio ambiente onde vive o idoso. 10h30); Centro Social de Laga- de Idosos de Palmela (9 Fevereiro nete de recuperação do centro histó-
com o espectáculo "Hip Hop Segundo fonte da UCCP, o enve- meças (10 Novembro, 10h30); de 2011, 14h30). rico para a respectiva validação.
Danza Urbana". lhecimento é um processo
Organização conjunta do
Pub.
município com a Artemrede,
"Hip Hop Danza Urbana" é um CARTÓRIO NOTARIAL DE ANA SOFIA CHAINHO
espectáculo lúdico e didáctico João Brites eleito Profissional do ano Certifico narrativamente que, por escrituras lavrada no dia dezasseis de Dezembro
que apresenta a história e a de dois mil e nove, de folhas setenta e cinco a folhas setenta e sete, do livro de notas
evolução do Hip Hop enquanto O TÍTULO de Profissional do Ano rotário para escrituras diversas número cinquenta e oito, deste Cartório, Manuel Pereira
Coutinho Teixeira Duarte, natural da freguesia de São Jorge de Arroios, concelho de
cultura, com especial atenção 2010/2011, atribuído pelo Rotary Club de Lisboa, contribuinte fiscal número 109423046, casado com Clotilde Adelaide Moniz
para a área da dança. Através Palmela (RCP), recaíu em João Brites, da Maia Teixeira Duarte, sob o regime da separação de bens, residente em Courela
dos Pegos, CCI vinte e dois mil quatrocentos e um, Pinhal Novo, concelho de Palme-
de coreografias, explicações fundador, director e encenador do grupo de la e Maria Teresa Maia Teixeira Duarte, solteira, maior, natural da freguesia de São
e momentos de humor, teatro “O Bando”, sedeado em Vale dos Barris, Sebastião da Pedreira, concelho de Lisboa, contribuinte fiscal número 109423038,
residente em Courela dos Pegos, CCI vinte e dois mil quatrocentos e um, Pinhal
os bailarinos abordam as Palmela. Com este galardão já foram distin- Novo, concelho de Palmela, justificam serem donos e legítimos possuidores, em
diferenças entre estilos. guidos Eugénio da Fonseca (presidente da comum e partes iguais, com exclusão de outrem, dos seguintes imóveis, prédio
rústico, composto por cultura arvense, figueiras e oliveiras, com a área de vinte e
Caritas Diocesana), Leonor Freitas (empre- dois mil setecentos e cinquenta metros quadrados, situado na Courela dos Pegos
Município apoia AUGI sária de vinhos), Sebastião Fortuna (artesão), ou Carregueira, freguesia de Pinhal Novo, concelho de Palmela, que confronta do
norte com Carlos Manuel Moniz da Maia de Morais, do sul, nascente e poente com
A Câmara aprovou, em sessão Jorge Salgueiro (músico), entre outros. os justificantes, inscrito na respectiva matriz, em nome dos justificantes sob o artigo
pública, aprovou a celebração O reconhecimento público a João 24, da Secção D, e do prédio rústico, composto por carvalhos, sobreiros e pinhal,
com a área de cento e quarenta e nove mil e quinhentos metros quadrados, situado
de um protocolo com a Brites decorre no próximo dia 18, pelas na Courela dos Pegos ou Pegos, freguesia de Pinhal Novo, concelho de Palmela,
DR

administração Conjunta da 20h30, em reunião festiva, com jantar, que confronta do norte com Carlos Manuel Moniz da Maia de Morais, do sul, poente
e nascente com os justificantes e inscrito na respectiva matriz, em nome dos justifi-
Área Urbana de Génese Ilegal numa unidade hoteleira de Palmela. O galardão foi atribuído pelo Rotary cantes sob o artigo 1, da Secção D.
(AUGI) de Brejos Carreteiros Alexandrina Pereira, presidente do RCP, Que, no ano de mil novecentos e setenta, em data que não podem precisar, os
referidos prédios lhes foram doado verbalmente, por António Luís Pereira Coutinho
para efeitos de abastecimento de afirmou que a escolha de João Brites para artigos sobre teatro e sobre o processo de e sua mulher, Ester de Oliveira e Carmo Pereira Coutinho, casados que foram sob
água para consumo doméstico Profissional do Ano advém do «trabalho que criação no Bando, bem como de algumas o regime da comunhão geral e com residência habitual em Lisboa, já falecidos,
e por Maria José da Graça Pereira Coutinho Teixeira Duarte, e marido, Ricardo
e recolha de águas residuais esta figura tem desenvolvido, a nível cultural, comunicações feitas em congressos da Esquivel Teixeira Duarte, casados que foram sob o regime da comunhão geral e
domésticas e pluviais e de à frente do Bando, que levado o nome de especialidade. Orienta estágios e cursos com residência habitual em Lisboa, ao presente falecidos, não tendo, porém, sido
reduzida a escritura pública, a dita doação.
resíduos sólidos urbanos. Palmela a um patamar muito elevado e que de formação no domínio do teatro. Encenou Que, desde essa data, possuem os mencionados prédios, ininterrupta, pública e
“Pese embora a sua génese ilegal, deve ser reconhecido publicamente». espectáculos e eventos no âmbito da Euro- pacificamente, de boa fé, à vista de todos, sempre sem a menor oposição de quem
quer que seja, na convicção, que sempre tem sido também a das outras pessoas, de
e a dependência de um título de João Brites nasceu em 1947. Artista plás- pália e da Lisboa 94 e dirigiu a Unidade de serem eles os seus verdadeiros e únicos donos; sendo eles e mais ninguém que du-
reconversão, do ponto de vista de tico, cenógrafo, encenador e dramaturgista, Espectáculos da Expo 98. Em 1999 recebeu rante todo aquele tempo têm desfrutado dos referidos bens, cultivando-os, colhendo
os seus frutos, limpando-os, aproveitando de todas as suas utilidades, pagando os
legalidade urbanística, nem por é fundador e director do teatro “O Bando” o grau de Comendador da Ordem do Mérito. respectivos impostos, agindo sempre por forma correspondente ao exercício do di-
isso as AUGIS de constituir zonas e lecciona na Escola Superior de Teatro e Tentámos obter uma reacção de João reito de propriedade, usufruindo como tal os imóveis.
Factos estes que conduziram à aquisição dos indicados bens por usucapião, situação
de concentração de população, Cinema. Em Bruxelas frequentou os cursos Brites sobre esta distinção mas tal não foi que invocam para justificar o seu direito de propriedade para fins de registo.
que determinam e geram de pintura e de gravura na ENSAAV – La possível, uma vez que o mesmo se encontra Está conforme.
Cartório Notarial de Ana Sofia Chainho, aos dezasseis de Dezembro do ano dois mil
necessidades relevantes para a Cambre. No âmbito das artes plásticas muito envolvido nos ensaios do evento e nove.
salubridade e saúde públicas das realizou diversas exposições individuais comemorativo do centenário da Repú- A Notária,
Ana Chainho
respectivas populações”, refere a e colectivas. Desde 1971 que trabalha como blica que vai decorrer na Praça do muni- Registado Sob o nº 2906
proposta. cenógrafo e encenador. É autor de inúmeros cípio na manhã do próximo dia 5.
20 Sábado | 2.Out.2010 www.smjornal.publ.pt

[ SETÚBAL ]
+ Notícias Loja social Shalom ajuda famílias carenciadas
Mercado em instalações A ASSOCIAÇÃO Baptista que deverá realizar o encaminha-
provisórias Shalom inaugurou ontem a sua mento através de uma ficha.
O Mercado do Livramento já loja social, um espaço de distri- Após o diagnóstico elaborado
está a funcionar em instalações buição de bens, nomeadamente pela técnica será atribuído um
provisórias contíguas ao seu roupa, calçado, brinquedos e uten- determinado valor, descrito em
edifício sede, para este ser alvo sílios para o lar, às famílias mais cheque, que permitem ao utili-
de obras de requalificação e carenciadas. Localizado na Rua zador adquirir géneros no espaço
modernização promovidas Campos Rodrigues, junto à Torre da loja. «Esta loja é uma estrutura
pelo município. As instalações de S. Bernardo, na freguesia de S. de atendimento e acompanha-
provisórias do Mercado do Sebastião, este novo projecto conta mento social e pretende aproximar
Livramento, que mantêm o com os serviços de uma técnica o método convencional de distri-
mesmo horário de funcionamento, social, que procede ao respectivo buição a um conceito de loja», frisa
das 07h00 às 14h00, de terça- atendimento e encaminhamento, Marisa Bossa.
feira a domingo, estão definidas e de um corpo de dez voluntários. A Associação Baptista Shalom,
em três áreas distintas, sem que Foi graças ao prémio alcançado uma instituição particular de
vendedores e clientes percam o pelo projecto SIC Esperança, este solidariedade social, foi fundada
contacto com o equipamento alvo ano, no valor de 2 200 euros, que a em Setúbal no ano de 2000 por
de modernização. Associação Baptista Shalom conse- iniciativa da Igreja Baptista.
guir avançar para este projecto que Desde então, após respectiva
Festival de ostras tem como objectivo fundamental avaliação, o projecto tem desen-
Treze restaurantes participam «criar uma estrutura que possibi- volvido a sua actividade na área
no “Aqui há Ostras”, quinzena lite conceder bens de grande neces- de cantina social, com o apoio
gastronómica integrada no sidade a todas as famílias caren- da Segurança Social, de segunda
Fotos: Semmais

“Festival da Ostra”, a decorrer em ciadas», refere Marisa Bossa, a sexta-feira, e na distribuição


Setúbal até ao dia 10. A iniciativa elemento da associação, que sublinha de cabazes alimentares em todos
teve início a 27 de Setembro, Dia que a loja também está disponível os meses do ano. 1 800 pessoas
Mundial do Turismo, é promovido para ajudar familiar abrangidas pelo beneficiam dos serviços de
pelo município, em colaboração Rendimento de Inserção Social que Este apoio social beneficiou de um prémio atribuído pela SIC Esperança cabazes alimentares enquanto
com o Instituto da Conservação são encaminhadas por outras insti- são servidas cerca de 120 almoços
da Natureza e da Biodiversidade/ tuições sociais. as 12h30 e as 14 e as 16h30. Para para agendar um atendimento com e jantares, durante a semana. No
Reserva Natural do Estuário do A loja social Shalom funciona beneficiar deste serviço, as famílias a técnica responsável ou recorrer global, estão envolvidos no
Sado e Associação Baía de Setúbal. todas as sextas-feiras, entre as 10 e deverão dirigir-se às instalações ao seu técnico de acompanhamento projecto cerca de 50 voluntários.

Pub.
Sábado | 2.Out.2010 www.smjornal.publ.pt 21
Pub.
FAÇA-SE SÓCIO
DO VITÓRIA FC
e veja todos os descontos e beneficios
que poderá desfrutar enquanto Sócio

JÁ SOMOS

20392 SÓCIOS

VITÓRIA
+ INFORMAÇÕES EM
www.vfc.pt
Jornal do 2 Outubro 2010 N.º 71

Brasão contratado Antevisão


ao Santa Cruz
Ivan Fiel da Silva, avançado de
28 anos, conhecido no mundo
do futebol por Brasão, é o mais
Coesão defensiva é mérito da equipa
recente reforço do Vitória Futebol Coincidência, ou talvez não, a
Clube para esta época, se bem que verdade é que desde que Valdo-
só possa ser inscrito em Janeiro. miro se estreou como titular na
Até lá, o avançado brasileiro terá equipa de Manuel Fernandes o
tempo para se adaptar a Portugal e Vitória de Setúbal ainda não sofreu
ao nosso futebol, antes de ser utili- golos. O central brasileiro prefere
zado por Manuel Fernandes no início repartir os louros com toda a
do próximo ano. equipa, lembrando que no futebol,
Brasão era um jogador livre - por vezes a melhor defesa começa
rescindiu com o Santa Cruz - no ataque.
e estudava algumas propostas “Não posso, nem devo particu-
do estrangeiro. O interesse do larizar ninguém. Uma de futebol é
Vitória FC seduziu, todavia, o composta por onze jogadores e
atacante, comparado, no Brasil, a não apenas este ou aquele sector.
Hulk pela sua força física. A verdade é que temos joga-
Brasão era idolatrado pelos dores experientes que têm sabido
adeptos, e não só pelo que defender com inteligência Quando
fazia dentro das quatro linhas. se critica a fraca concretização,
O jogador é também apreciado também há que apontar o dedo
Semais

pela sua generosidade e empatia aos defesas e não apenas aos avan-
com a torcida, a ponto de já ter çados”, justifica. O defesa brasileiro Valdomiro (na foto, ao fundo) é já uma referência do sector mais recuado da equipa sadina
doado ingressos para um jogo aos No próximo sábado os sadinos
adeptos mais carentes. deslocam-se a Olhão e Valdomiro, mas nós também estamos morali- líbrio. Na época passada as equipas para o encontro com o Olha-
apesar de reconhecer valor ao zados e vamos, com respeito pelo que foram despromovidas não nense. O médio contraiu uma
adversário, acredita que o Vitória adversário, tentar discutir os três fizeram mais que 22 pontos, mas lesão muscular na perna direita e
Gil Vicente recebe pode roubar pontos ao Olhanense. pontos”, frisou. pelos que estamos a ver, este ano continua em tratamentos. Jaílson,
Vitória na Taça “Queremos e podemos conquistar
os três pontos. No entanto,
Valdomiro considera que esta
época o Campenato está nive-
talvez 29 não cheguem para asse-
gurar a manutenção”, advertiu.
pelo mesmo motivo, também está
fora das opções do técnico e
Realizou-se esta segunda-feira, na sabemos que vamos defrontar lado por cima e adverte que serão Pitbull foi castigado com um jogo
Sede da Federação Portuguesa de uma boa equipa que tem praticado precisos, pelo menos, 29 pontos Neca continua em dúvida de suspensão. Três baixas impor-
Futebol, o sorteio da III Eliminatória um futebol agradável e que sofre para assegurar a manutenção. “As tantes para a deslocação a Olhão.
da Taça de Portugal, troféu que o poucos golos. O Olhanense está equipas mais pequenas vendem cara Muito dificilmente Manuel Fer-
Vitória Futebol Clube já conquistou a realizar um bom campeonato, as derrotas e há um enorme equi- nandes poderá contar com Neca Carlos Lopes
por três ocasiões (1964/1965 –
1966/61967 – 2004/2005).
O sorteio colocou no caminho do
Equipa de andebol sénior continua a somar triunfos Ténis de Mesa
Vitória FC a formação do Gil Vicente,
equipa que lidera o Campeonato da A equipa sénior de andebol do no pavilhão Antoine Velge, como Entretanto, no Nacional de
brilha na Seixalíada
Liga de Honra. O encontro a realizar Vitória Futebol Clube defronta este golos de Rui Mamede (7), Bruno Iniciados, 1.ª Divisão, o Vitória FC O ténis de mesa do Vitória Futebol Clube
em Barcelos, está agendado para o sábado, pelas 18:00 horas, no pavi- Sobreira (6), Mário Fuzeta (4), perdeu frente ao Lagoa (34-38), teve mais um fim-de-semana em cheio.
próximo dia 17 de Outubro. lhão de Gândara, a formação do Rolando Costa (4), Pedro Carvalho os Juvenis venceram em Almeirim a Os atletas Cadetes, Guilherme Faria e
Esta é a segunda vez que as duas AC Sismaria, a contar para a quarta (3), Ivan Dias (2), André Fonseca formação local (21-46) e os Infantis Joana Antoninho, venceram as respectivas
equipas se defrontam nesta compe- jornada da 1.ª fase da Zona Sul do (2), Gonçalo Neves (2), João Fuzeta foram derrotados, em casa, provas, averbando excelentes resultados
tição. Recorde-se que a primeira Campeonato Nacional da II Divisão. (1) e Tomás Faria (1), a formação pelo Alto do Moinho (16-20). No para a secção vitoriana de ténis de mesa.
ocasião em que Vitória e Gil Vicente se Depois do excelente triunfo na vitoriana orientada por Konstantin Torneio de Apuramento da A.A. Por sua vez, também a jovem Mafalda
defrontaram para a Taça de Portugal, partida disputada no último fim- Dolgov, prepara-se agora para Setúbal, os Infantis do Vitória FC Custódio, recentemente promovida à cate-
o triunfo sorriu à equipa de Barcelos de-semana frente ao Juventude de conquistar mais três pontos diante foram derrotados pelo Torrense goria sénior, obteve um excelente compor-
que venceu no Bonfim por 0-1, Liz (32-27), em partida disputada da difícil formação do Sismaria. (15-25). tamento, vencendo a prova na sua categoria,
decorria a temporada de 1983/1984. apesar de se encontrar lesionada no pé direito.

Pub.
Sábado | 2.Out.2010 www.smjornal.publ.pt 23
+ Desporto
Barreirense Torneio de xadrez
assume destaque Direcção do Porto Covo promete animar
Parque da Cidade
no arranque
do campeonato trava equipa de futebol UMA tarde à mesa As inscrições para

NEM mais nem menos! Foi com


na II divisão distrital com o xadrez é a
proposta desportiva
este torneio poderão
ser efectuadas no
uma goleada , por 6-0, em casa, frente para hoje, no Parque local da iniciativa até

A
ao recém promovido Almada, que direcção do Grupo emblema de Porto Covo. da Cidade, no Barreiro, meia hora antes do
o Barreirense abriu a sua partici- Desportivo Porto Covo Recorde-se que nos com a realização de início da prova, que
pação no campeonato de futebol da decidiu esta terça- últimos anos, a equipa do um torneio de partidas já conta com dezenas
I divisão distrital. feira anular a participação concelho de Sines vinha semi-rápidas, de 15 de participantes.
Com este desfecho, a equipa ‘alvi- da equipa de futebol sénior a marcar presença nas minutos.
negra’, treinada por Duka, assumiu no Campeonato Distrital da provas do Inatel, mas este A iniciativa, que
desde já o comando na classificação II Divisão. ano «havia a ambição de acontece no dia em é
de uma prova que deseja vencer e assim O calendário já estava disputar uma prova oficial comemorado o 18.º
regressar aos palcos nacionais. definido, a equipa sine- na organização da AFS, aniversário do Clube
À semelhança dos barreirenses, ense já visava o regresso que, à partida, iria ser de Xadrez do Barreiro,
também o Grandolense marcou a sua às competições da Asso- favorável em termos de emblema que tem
estreia na presente temporada da ciação de Futebol de contratos-programa com projectado inúmeros
competição com ‘chapa 4’, na recepção Setúbal, mas «a falta de a autarquia local», acres- mestres da modali-
aos sadinos do Comércio e Indústria. uma garantia de apoios centa o presidente. dade, está integrada
Um resultado que desperta, desde já, provenientes da autarquia nicou ao treinador Vítor Perante esta situação, nas comemorações
redobradas atenções dos concor- impediu a inscrição da Madeira e aos jogadores a AFS já comunicou a desis- dos 450 anos da Santa
rentes, nomeadamente aqueles que equipa», explicou o presi- o fim de ciclo. tência do clube do campe- Casa da Misericórdia
vão centrar os seus objectivos na dente da direcção do clube, «Sinto uma grande onato, que passa a contar do Barreiro.
discussão pela subida de patamar. Rui Dias. tristeza por termos com 14 equipas e que vai
Este domingo o futebol da região Com esta travagem a seguido este caminho, mas conhecer um novo calen-
volta a entrar em campo. A 2.ª jornada fundo na competição, não podemos avançar dário competitivo no dia 6.
agenda os seguintes jogos: C. Indús- «não há, igualmente, para um leque de despesas Com o fim assumido da
tria-U. Santiago; Almada-Grando- condições para manter a sem saber antemão que equipa sénior, o Porto Covo
lense; Beira-Mar- Grandolense; actividade do futebol vamos ser apoiados», apenas vai participar com
Alfarim-Amora; Palmelense-Zambu- sénior», reconhece o esclarece o dirigente, há duas equipas de futebol
jalense; 1.º Maio Sarilhense-Vasco da presidente, que já comu- dois anos à frente do infantil.
Gama; M. Rosarense-Trafaria e D.

DR
Portugal-Ol. Montijo.

Pub.
Sábado | 2.Out.2010 www.smjornal.publ.pt

Pub.