Você está na página 1de 79

CEPED

(Centro Profissional de Educa€•o a Dist‚ncia)

WWW.CEPEDCURSOS.COM

“O Conhecimento Mais Perto de Voc„”


1
CEPED
(Centro Profissional de Educa€•o a Dist‚ncia)

Os cabeleireiros são os responsáveis


por moldar as nossas faces, dar
curvas aos nossos pensamentos com
suas ideias e habilidades.

WWW.CEPEDCURSOS.COM

“O Conhecimento Mais Perto de Voc„”


2
CEPED
(Centro Profissional de Educa€•o a Dist‚ncia)

SUM†RIO
CABELEREIRA (O)...................................................................................................................4
CABELO.....................................................................................................................................4
TIPOS DE CABELO..................................................................................................................5
DOEN€AS CAPILARES...........................................................................................................8
ANOMALIAS DO COURO CABELUDO..............................................................................11
ENTENDA AS TINTURAS PARA CABELOS: NUMERAۥO.........................................16
FATORES QUE INFLUENCIAM NO RESULTADO...........................................................22
COMO ESCOLHER A COR CERTA......................................................................................22
PINTANDO OS CABELOS PASSO A PASSO......................................................................24
CORTES DE CABELO............................................................................................................26
MODELOS DE CORTES DE CABELOS...............................................................................28
CINCO TRUQUES DE CABELO PARA AFINAR O ROSTO..............................................36
CORTES MASCULINOS........................................................................................................47
PENTEADOS FEMININOS.....................................................................................................50
MEGA HAIR – ALONGAMENTO DE CABELOS...............................................................56
PELE CLARA – ESTILO SURFISTINHA.............................................................................63
PELE BRONZEADA – GAROTA DOURADA.....................................................................64
FOTOS LUZES NO CABELO CASTANHO..........................................................................65
PELE MORENA – MORENAS SOLARES............................................................................65
COMO FAZER LUZES NO CABELO?..................................................................................65
SAL•O DE BELEZA...............................................................................................................73

WWW.CEPEDCURSOS.COM

“O Conhecimento Mais Perto de Voc„”


3
CEPED
(Centro Profissional de Educa€•o a Dist‚ncia)

CABELEREIRO(A)

CABELO

O cabelo (do latim capĭllus) é cada um dos pelos que crescem no couro cabeludo (parte
superior da cabeça do corpo humano).
Há em média 3 milhões e meio de fios capilares em uma pessoa adulta e crescem em média
1 cm por mês. Diferenciam-se dos pelos comuns pela sua elevadíssima concentração por área
de pele e pelo desenvolvimento em comprimento. Podem ser lisos, crespos, ondulados e de
muitas cores. Os cabelos não servem só como um aliado estético (dando forma e valorizando
o rosto) mas também funcionam como um isolante térmico, protegendo a cabeça das
radiações solares e da abrasão mecânica. Também podem ser um indicativo de diversas
doenças que se manifestam alterando sua estrutura.

Estrutura interna do cabelo

Acima de tudo, o fio de cabelo é um pelo. Possui a mesma estrutura de todos os pelos do
corpo humano, porém tem suas particularidades.
O cabelo é um fio queratinizado que cresce na pele dos mamíferos.
A haste do cabelo é a parte do fio que
emerge do couro cabeludo. Podemos
dividir o cabelo em três partes: cutícula,
córtex e medula.

Cutícula
Camada externa do fio de cabelo que se
divide de 0 a 12 camadas que,
sobrepostas, protegem as estruturas. Por
serem transparentes nos permite ver a cor
do fio do cabelo. A cutícula sofre
agressões externas (sol, chuva, poluição
etc.) por ação mecânica (escovar, pentear
etc.) e transformações químicas
(relaxamento, permanente, colorações, reflexos etc.) As cutículas são parcialmente
sobrepostas sobre si, podendo formar de cinco a dez camadas de placas. Essas placas, por sua
vez, oferecem excelente proteção ao córtex.
WWW.CEPEDCURSOS.COM

“O Conhecimento Mais Perto de Voc„”


4
CEPED
(Centro Profissional de Educa€•o a Dist‚ncia)

Córtex
Região intermediária onde transformamos, de todas as formas, a estrutura do cabelo. Nesta
região encontramos as seguintes ligações químicas:
 ligação salina: no simples ato de molhar o cabelo a sua extensão é aumentada.
 ligação de hidrogênio: a deformação acontece quando transformamos
temporariamente o cabelo.
 ligação de enxofre (também conhecido como Ponte de Dissulfeto): só é rompida
através de ação química (como amônia) ou física (aquecimento) e sua transformação é
permanente.
Representa o coração do fio capilar. O grau de resistência, elasticidade e a cor do pelo
dependem de sua estrutura. O diâmetro do córtex é determinado em função do número de
células presentes no bulbo que podem se multiplicar. A fibra do pelo possui de 2 a 3 tipos de
células do córtex. Esses tipos de células são:
 ORTHO CÓRTEX: tem baixa quantidade da substância enxofre(menos que 3%).
 PARA CÓRTEX: tem uma alta quantidadeda substância enxofre(cerca de 5%).
 MESO CÓRTEX: possui grande quantidade do aminoácido cistina.

Medula
É a parte central do fio. Há fios de cabelos que não possuem medula, não modificando em
nada sua estrutura. O canal da medula pode estar vazio ou preenchido com queratina
esponjosa. Ainda não foi determinada a função desta região. Contudo estudos recentes
apontam as pesquisas para uma associação da medula com o primeiro instante da fase de
germinação do fio onde a medula serviria como um "direcionador" do novo fio em direção ao
poro.

O pH do cabelo
O termo pH é usado para determinar o grau de acidez ou alcalinidade de uma substância
líquida. A camada hidrolipídica que protege o cabelo, a pele e a unha têm pH ácido, um valor
compreendido entre 4,2 e 5,8 na escala de pH. Dessa forma, todos os produtos que entram em
contato com o corpo humano devem ser neutros (pH igual ao do cabelo, pele e unha) ou
levemente ácidos. Se lavarmos o cabelo com xampu alcalino, por exemplo, suas cutículas
abrem, ele fica sem brilho, difícil de pentear e embaraçado.

Tipos de cabelo

Quanto ‡ oleosidade

Cacheados
Os cabelos cacheados tendem a ser mais secos devido
seu formato em espiral que dificulta sua hidratação, e por
isso necessitam de muita atenção. Como geralmente são
cheios precisam de hidratação constate para que fiquem
mais brilhantes, sedosos e não muito volumosos.
Recomenda-se evitar penteá-los a seco, procurando
penteá-los quando ainda estiverem úmidos, para manter
sua estrutura intacta, desembaraçando-os
cuidadosamente, iniciando sempre das pontas até a raiz.

WWW.CEPEDCURSOS.COM

“O Conhecimento Mais Perto de Voc„”


5
CEPED
(Centro Profissional de Educa€•o a Dist‚ncia)

Secos
Cabelo seco é a denominação cosmética para cabelos não sedosos, devido à pouca produção
de gordura pelas glândulas sebáceas do couro cabeludo, não sendo suficiente para lubrificar o
cabelo até as pontas, causando pouca hidratação. Consequentemente, o cabelo tem pouco
brilho e é quebradiço.
O cabelo tanto pode ser seco por uma característica natural, como pode ser uma condição
adquirida devido à exposição à poluição, ao uso inadequado de produtos capilares, dentre
outras causas. Uma característica do cabelo seco é o fato das escamas que compõem a camada
externa dos fios abrirem-se com o cabelo mais vulnerável aos agentes externos, como
poluição, vento, sol e processos químicos, como as tinturas e os permanentes.
O cabelo seco tem pouca irrigação nas pontas, porém recebe irrigação concentrada na raiz, o
que reduz a perda de cabelo.

Normais

Cabelo humano (branco) em comparação com a fibra de carbono (preto).


Cabelo normal é uma expressão utilizada no meio cosmético para os tipos de cabelos mais
comuns. São macios, com produção de gordura pelas glândulas sebáceas do couro cabeludo
equilibrada e regular, de modo a lubrificar o cabelo da raíz às pontas. Não têm excesso de
oleosidade na raiz nem pontas ressecadas. Dispensam grandes cuidados para exibir um
aspecto brilhante e saudável.
O cabelo normal é uma característica natural, porém pessoas que têm cabelos secos ou
oleosos podem equilibrar os níveis de gordura do couro cabeludo e atingir um equilíbrio
equivalente ao do cabelo normal.

Oleosos
Cabelo oleoso é a denominação cosmética para cabelos com alto teor de oleosidade, devido à
produção excessiva de gordura pelas glândulas sebáceas do couro cabeludo.
Ficam com aspecto sujo muito rapidamente. Passar a mão nos cabelos e utilizar água muito
quente durante a lavagem potencializa a oleosidade.
O cabelo tanto pode ser oleoso por uma característica natural, como pode ser uma condição
adquirida devido à pouca regularidade na higiene, ao uso inadequado de produtos capilares,
exposição a ambientes muito úmidos ou com alto teor de vapores de gordura, dentre outras
causas. O cabelo oleoso tende a ter a irrigação distribuída ao longo dos fios, diminuindo a
irrigação na raíz, o que aumenta a perda de cabelo (calvície).

WWW.CEPEDCURSOS.COM

“O Conhecimento Mais Perto de Voc„”


6
CEPED
(Centro Profissional de Educa€•o a Dist‚ncia)

Mistos
Possuem características de cabelos oleosos e secos, ou seja, o couro cabeludo é oleoso e as
pontas são ressecadas e às vezes duplas. É o tipo de cabelo mais comum e também o mais
difícil de tratar.

Cor
Com diferentes níveis do pigmento melanina, os cabelos naturais são basicamente das
seguintes cores: loiros, ruivos, castanhos e pretos. Entretanto, podem ser tingidos e adquirirem
praticamente todos os tipos de cores. A falta de melanina nos cabelos humanos provoca uma
cor esbranquiçada nos cabelos, podendo ser processo decorrente do envelhecimento ou fator
genético, como o albinismo.[1]

Anomalias da haste do cabelo

Tricorrehexis Nodosa
Todo o comprimento da haste do cabelo (sobretudo na proximidade das pontas), encontramos
a presença de verdadeiros nódulos, oriundos de uma alteração tanto longitudinal como
transversal da secção curtical.

Cabelos saudˆveis e cabelos danificados


 Cabelos saudáveis: cada fio de cabelo é coberto por uma camada de escamas bem
fechadas, chamadas cutículas, que protegem o interior do cabelo. Nos cabelos saudáveis, essa
cutícula tem um padrão regular, o que mantém as moléculas de água e de proteína seladas
dentro do cabelo, mantendo-o maleável, com brilho, forte e macio.
 Cabelos danificados: apresentam um desgaste provocado por produtos químicos
(permanentes, produtos inadequados, tinturas, descoloração,alisamentos, etc.), além dos danos
físicos (exposição excessiva aos raios UV, uso de secadores, escovação brusca). Em ambos os
casos, ocorrem anomalias na disposição das cutículas e, consequentemente, na estrutura dos
fios e do couro cabeludo. Nos cabelos danificados, as escamas estão abertas, o que provoca
perda de brilho, umidade e resistência. É por isso que eles necessitam de um tratamento
profundo e intensivo.

Pontas duplas
As pontas duplas aparecem quando a estrutura dos fios está fragilizada. Isso ocorre por
diversos fatores, como processos químicos, cloro, água do mar, o desgaste natural dos fios, a
poluição, o ar seco, o sol, o vento e o uso de secador e chapinha. Para eliminar as pontas
duplas é preciso cortar, de preferência a cada dois meses, aproximadamente, dois centímetros
dos cabelos.

WWW.CEPEDCURSOS.COM

“O Conhecimento Mais Perto de Voc„”


7
CEPED
(Centro Profissional de Educa€•o a Dist‚ncia)

DOEN‰AS CAPILARES

O cabelo (do latim capĭllus) „ cada um dos pelos que crescem no couro cabeludo (parte
superior da cabe…a do corpo humano) h† em m„dia 3 milh‡es e meio de fios capilares em uma
pessoa adulta, cresce em m„dia 1 cm por mˆs. Diferenciam-se dos pˆlos comuns pela sua
elevad‰ssima concentra…Šo por †rea de pele e pelo desenvolvimento em comprimento. Acima
de tudo, o fio de cabelo „ um pelo. Possui a mesma estrutura de todos os pelos do corpo
humano, por„m tem suas particularidades. Vejamos ‹ seguir algumas anomalias da haste e do
couro cabeludo.

ANOMALIAS DA HASTE
Tricorrehexis Nodosa - Todo o comprimento da haste do cabelo (sobretudo na proximidade
das pontas), encontramos a presen…a de verdadeiros nŒdulos, oriundos de uma altera…Šo tanto
longitudinal como transversal da sec…Šo curtical.
Dermatoses foliculares e hiperticoses - SŠo altera…‡es morfolŒgicas e/ou estruturais dos pˆlos,
heredit†rias ou nŠo, congˆnitas ou adquiridas, e de solu…Šo terapˆutica muitas vezes dif‰cil.
SŠndrome de Menkes- Doen€a do p„lo enroscado ou doen€a do p„lo duro. • distŽrbio
heredit†rio recessivo ligado ao cromossomo X,
que resulta na absor…Šo reduzida de cobre pelos
intestinos. O sintoma est† relacionado com n‰veis
deficientes de cobre dispon‰vel, incluindo
deteriora…Šo mental progressiva, cabelos fr†geis,
retorcidos ou enroscados, assim como altera…‡es
esquel„ticas. A morte geralmente ocorre no
decorrer dos primeiros anos de vida.
Moniletrix - Cabelos em conta de rosˆreo. •
afec…Šo rara, heredit†ria, que surge na inf•ncia,
caracterizada por dilata…‡es e estreitamentos
alternados nos cabelos e pˆlos, que sŠo curtos pelas fraturas que ocorrem. Os cabelos
apresentam varia…Šo regular na espessura, adquirindo a aparˆncia de nodosidades; afetam
particularmente o dorso do couro cabeludo, embora o couro cabeludo inteiro e at„ mesmo os
pˆlos corporais possam ser afetados. H† uma alopecia parcial com ceratose pilar e tem sido
encontrada na s‰ndrome de Menkes e na
argininossuccinilacidŽria. Pode ser reconhecida pelo
exame do pˆlo com lupa e nŠo h† tratamento
efetivo.
Tricorexe Nodosa - Desgaste do cabelo. • uma
resposta do cabelo a um traumatismo. Os pˆlos
apresentam nŒdulos por haver uma dissec…Šo
longitudinal das fibras, o que ocasiona quebras.
V†rios fatores sŠo incriminados para sua forma…Šo:
sol, pente, escova, xampus, banhos de mar, etc. H†
uma forma acompanhada de um transtorno
metabŒlico como acidŽria argininossucc‰nica,
s‰ndrome de Menkes e tricotiodistrofia.

WWW.CEPEDCURSOS.COM

“O Conhecimento Mais Perto de Voc„”


8
CEPED
(Centro Profissional de Educa€•o a Dist‚ncia)

Tricorrexe Invaginata – Cabelos em bambu. Trata-se de genodermatose


muito rara, na qual em uma determinada região da haste, esta se alarga e a
parte mais distal se invagina na parte mais distal do pêlo, cujo aspecto é o
do nó de bambu. A tricorrexe invaginata é clássica na síndrome de
Netherton, porém pode ocorrer isoladamente em lesões traumáticas nos
cabelos normais ou em outras alterações congênitas da haste. Pode ser
acompanhada de pili torti e tricorrexe nodosa.
Triconodose - Afecção comum, caracterizada por torção dos cabelos que
formam nós ou laços consequente a procedimentos cosméticos ou fricção.
É mais observado em cabelos curtos e crespos, e normalmente acomete
cabelos mais finos.
Tricoptilose - É quadro comum, caracterizado por cabelos frágeis e
bifurcado. Resulta do desgaste da cutícula que expõe as fibras do
córtex, como a ponte de uma corda desgastada. As fendas podem ser
apenas na extremidade livre ou em toda a extensão da haste,
resultando em fraturas. Pode ser relacionada com o uso de fixadores,
água quente, produtos químicos e escovadura excessiva.

Pili Torti - Pelos Torcidos. É afecção congênita rara caracterizada


por pêlos espiralados, torcidos em torno dos eixos, secos e
quebradiços, cuja localização mais freqüente é o couro cabeludo.
Herdada por gene autossômico dominante e pode ser associado com
outras malformações. É a anormalidade de pêlo mais encontrada na
síndrome de Menkes. O defeito é notado na infância pela fragilidade
dos cabelos.
Pili Annulati - Cabelo em AnŒis. É distrofia rara, congênita,
geralmente autossômica dominante, na qual os cabelos apresentam
faixas anulares alternantes, com áreas claras e escuras por alterações do
córtex e da medula do pêlo, podendo ocorrer fraturas. Não há
tratamento. Tinturas podem ser usadas.
Pili Pseudo Annulati - O aspecto é idêntico à Pili Annulati, mas
difere porque nesse tipo de pêlo o anel brilhante é devido à reflexão e
refração da luz por superfícies achatadas e torcidas do pêlo, enquanto
naquele tipo de pêlo o anel mais claro decorre de alterações internas,
no córtex e medula.

Pili Recurvati - P„los encravados. São pêlos que nascem obliquamente,


encurvam e penetram na pele. Afecção freqüente, principalmente em pêlos
da barba e da nuca. Os pêlos encravados podem causar uma reação
inflamatória tipo corpo estranho e foliculite da barba. O tratamento é fazer a
barba com o menor trauma possível, usando em seguida creme de
corticóide associado com antibiótico. Em casos graves pode ser tentada
depilação definitiva.

WWW.CEPEDCURSOS.COM

“O Conhecimento Mais Perto de Voc„”


9
CEPED
(Centro Profissional de Educa€•o a Dist‚ncia)

Pili Bifurcati - Trata-se de cabelo com fenda longitudinal circunscrita, de modo a dar o
aspecto de bifurcação.

Pili Triangulati Et Caniculi - Síndrome dos Cabelos Impenteáveis. São cabelos com
aparência desorganizada que não são penteáveis. A haste do pêlo tem um aspecto triangular à
microscopia eletrônica, associado a uma depressão longitudinal. A quantidade de pêlo é
normal, assim como o comprimento pode ser.
Pili Multigemini - Caracteriza-se pela presença de vários pêlos saindo de um único aparelho
pilossebáceo.
Tricopoliodistrofia - PiliTorti com deficiência de cobre Síndrome de Menke. É afecção
causada por gene recessivo ligado ao sexo, devida à incapacidade de
absorção intestinal e utilização do cobre. O quadro inicia-se nos
primeiros meses de vida e os cabelos são torcidos, sem brilho e
quebradiços. Há atraso de desenvolvimento neuro-psicomotor,
aneurismas e morte nos primeiros anos de vida. O diagnóstico pode
ser confirmado com baixos níveis de cobre e ceruloplasmina no soro.
O tratamento seria uma tentativa de substituição do cobre.
Cabelos Lanosos - Woolly Hair. É o cabelo crespo, encaracolado
como na raça negra. Os pêlos lanosos, porém, são tão entrelaçados que
se torna difícil penteá-los. Pode ser transmitido por gene autossômico
dominante ou recessivo. É mais comum na criança e vai se
normalizando na idade adulta.
Cabelo Com Casca - Hair Casts. Condição de provável origem hereditária, cujos cabelos
apresentam uma envoltura ceratínica, devido à retenção de segmentos da bainha interna do
folículo (material fluorescente-amarelo à luz de Wood).

Tricostasia Espinulosa - Consiste no acúmulo de pêlos no mesmo óstio folicular, dando o


aspecto de ponteado negro. Parece ser devido à retenção de pêlos telógenos originários de
uma mesma matriz pilosa.
TricoglŠfos - Conhecidos popularmente como redemoinho é um grupo de cabelos que se
implantam no couro cabeludo, formando uma imagem em espiral. É apenas uma alteração na
disposição dos cabelos, não há nenhuma alteração anatômica do folículo piloso ou haste.
Algumas deformações congênitas, como oxicefalia, dicefalia, microcefalia, trigonocefalia,
síndrome de Down, síndrome de Prader-willi, apresentam redemoinhos em quantidade e
características tão particulares que servem como um sinal diagnóstico da patologia.

WWW.CEPEDCURSOS.COM

“O Conhecimento Mais Perto de Voc„”


10
CEPED
(Centro Profissional de Educa€•o a Dist‚ncia)

ANOMALIAS DO COURO CABELUDO

Os problemas que mais preocupam sŠo os da raiz (bulbo). Por uma s„rie de fatores, os
cabelos sofrem as conseq•ˆncias que ‹s vezes os levam a queda parcial ou total (Alopecia).
As situa…‡es em que „ envolvido o couro cabeludo sŠo anomalias tais como: Seborr„ia:
subst•ncias oleosas que acumulam e se solidificam na raiz, inibindo
a oxigena…Šo, assim causando o sufocamento do bulbo; Hiperidrose:
excesso de suor, causado pelo descontrole das gl•ndulas
sudor‰paras, mistura-se ao sebo causando asfixia do bulbo e
oleosidade nos cabelos; Anˆmico: Acumulam-se os problemas
acima descritos e „ afetada a circula…Šo sangu‰nea da papila pilosa
tornando o sistema de alimenta…Šo do bulbo insuficiente.
OBS: Em todos os casos acima citados „ indicado lavar os cabelos
com †gua morna, uma boa limpeza „ fundamental para a saŽde de
todos os cabelos. O choque t„rmico (†gua fria imediatamente apŒs a limpeza dos cabelos) „
ben„fico e quase necess†rio, „ cientificamente comprovada a sua eficiˆncia.
Dermatoses foliculares e hiperticoses- SŠo altera…‡es morfolŒgicas e/ou estruturais dos pˆlos,
heredit†rias ou nŠo, congˆnitas ou adquiridas, e de solu…Šo terapˆutica muitas vezes dif‰cil.
Alopecias cicatriciais - Queda de cabelo causada por
traumatismo, queimaduras qu‰micas ou f‰sicas ou exposi…Šo a
agentes radioativos usados com finalidade terapˆutica. Podem
ainda ser devidas a doen…as que evoluem para atrofias ou
cicatrizes, tais como piodermites, paracoccidioidomicose,
leishmaniose, tuberculose, sarcoidose, herpes zoster, linfomas,
tumores, l‰quen plano, esclerodermia, lŽpus eritematoso fixo,
pseudopelada de Brocq e foliculite descalvante. O tratamento deste tipo de queda de cabelo „
combater a doen…a para impedir a atrofia ou cicatriz. Na fase de seq•ela com atrofia, quando
poss‰vel, pode-se fazer o implante de cabelos.
Alopecia areata (pelada) - Apresentam-se como †reas sem cabelo, arredondadas ou ovalares
de tamanhos variados, Žnicas ou mŽltiplas, isoladas ou
conflu‰das, sem altera…Šo da pele, a nŠo ser discreta hipotonia.
Podem ocorrer no couro cabeludo e/ou em outras regi‡es pilosas.
Em alguns casos, evolui para perda total dos cabelos. A causa „
desconhecida, podendo estar relacionada a distŽrbios emocionais,
infec…‡es ou ataques do prŒprio sistema imunolŒgico. O
tratamento da alopecia areata inclui:

• Tratar as poss‰veis causas, dando especial aten…Šo aos distŽrbios ps‰quicos e se necess†rio
solicitar a colabora…Šo do psiquiatra.
• Medica…‡es rubefacientes em aplica…‡es di†rias ou em dias alternados. Estes medicamentos
aumentam a circula…Šo do sangue no local e de modo geral provoca a repila…Šo.
• Medicamentos corticŒides em solu…Šo ou pomada podem ser Žteis. A sua a…Šo „ baseada na
supressŠo do sistema imunolŒgico no local.

WWW.CEPEDCURSOS.COM

“O Conhecimento Mais Perto de Voc„”


11
CEPED
(Centro Profissional de Educa€•o a Dist‚ncia)

Queda de cabelo de causa mec‚nica - Quando a queda de cabelo „ devido a fatores f‰sicos
sobre o couro cabeludo, o tratamento „ procurar afastar as causas. Em
casos antigos, nos quais a a…Šo traumatizante se fez por longo tempo,
a alop„cia pode tornar-se irrevers‰vel. Exemplos:
• Rec„m-nascidos: perda de cabelo, principalmente na regiŠo occipital,
provavelmente devido ‹ crian…a permanecer deitada por longo tempo.
• transitŒria, nŠo necessitando de tratamento.
• Certos penteados que provocam maior tra…Šo dos cabelos,
comprometendo as regi‡es fronto-temporais e periferia do couro
cabeludo.
• Tamb„m pode ser causada pelo uso de chap„us, quepes ou outros
agentes compressivos.
• Pode ainda ocorrer em doentes que permanecem deitados por longo
tempo.
• Tricotilomania: em pessoas que adquirem o h†bito de arrancar os
prŒprios cabelos e pˆlos, surgem †reas de alopecia, nas quais os
cabelos apresentam-se de diferentes comprimentos. O tratamento
consiste em investigar e tratar a causa, em geral psicolŒgica. O
acompanhamento no psiquiatra „ necess†rio.
Queda de cabelo devido a doen€as infecciosas - Doen…as infecciosas com febre alta durando
de trˆs a cinco dias podem causar queda de cabelo difusa, que se surgem entre 75 e 90 dias
apŒs o episŒdio febril. Nestes casos, os cabelos nascem
novamente, sem tratamento. Na infec…Šo por s‰filis podem
ocorrer †reas de rarefa…Šo de cabelos e/ou pˆlos, constituindo a
cl†ssica alopecia em clareira. ApŒs o tratamento da s‰filis h†
recupera…Šo dos cabelos e pˆlos. Na hansen‰ase pode haver
alopecia, em geral acompanhada de anestesia e anidrose. •
comum a perda de pˆlos no ter…o externo dos superc‰lios
(madarose). Costuma ser irrevers‰vel, mesmo com o tratamento
espec‰fico.
Queda de cabelo de causas sist„micas - Pode ocorrer alopecia difusa em v†rias doen…as que
acometem o organismo como um todo:
• LŽpus eritematoso sistˆmico,
• Dermatomiosite,
• Anemia ferropriva,
• Doen…as carenciais e debilitantes,
• Diabetes,
• Hipertiroidismo,
• Hipotiroidismo,
• Doen…a de Addison.

WWW.CEPEDCURSOS.COM

“O Conhecimento Mais Perto de Voc„”


12
CEPED
(Centro Profissional de Educa€•o a Dist‚ncia)

O tratamento „ o da doen…a sistˆmica, ou


seja, geralmente combatendo a causa, os
cabelos crescem novamente. Em mulheres,
apŒs o parto, „ comum a observa…Šo de
alopecia difusa do couro cabeludo.
Geralmente „ pouco intensa, dura alguns
meses e regride. A regressŠo do quadro pode
ser favorecida com administra…Šo de
complexos vitam‰nicos e apoio psicolŒgico.
Alopecia Feminina Difusa- Este tipo de
queda de cabelo apresenta diminui…Šo de cabelos nas regi‡es fronto-parietais, de modo difuso,
persistindo cabelos mais curtos e afilados; a pele perde parte da elasticidade, podendo ser
acompanhada de seborr„ia. Em geral a queda est† associada a perturba…‡es hormonais, com
aumento da progesterona, menopausa, ou pelo uso de inje…‡es de andrŒgenos com fim de
tratamento de outro distŽrbio. O diagnŒstico „ realizado pelo m„dico, que geralmente solicita
exames de dosagens hormonais. Tratamento deste tipo de queda de cabelo depende do
resultado das dosagens hormonais, podendo ter indica…Šo o uso de preparados
antiandrogˆnicos, associados a estrŒgenos, a fim de combater a desregula…Šo hormonal.
CalvŠcie ou alopecia seborrŒica - Este tipo de queda de cabelo „ mais comum no homem. A
queda inicia-se nas regi‡es fronto-parietais e/ou no v„rtice, podendo progredir e atingir toda a
parte central do couro cabeludo. Freq•entemente encontra-se seborr„ia
do couro cabeludo, ou seja, aumento de oleosidade. Geralmente „ tanto
mais grave quanto mais precoce „ o in‰cio da queda de cabelo. Em
mulher a alopecia atinge principalmente a parte central do couro
cabeludo e excepcionalmente ocorre a perda total dos cabelos. Muito
mais rara. O tratamento da calv‰cie pode retardar ou interromper o
processo, e quanto mais precoce o tratamento, melhor o resultado. Os
tratamentos dispon‰veis sŠo:
• A finasterida „ um medicamento utilizado no tratamento da calv‰cie
com bons resultados na interrup…Šo da queda e no fortalecimento de capilar.
• Minoxidil para uso local em lo…‡es com resultados favor†veis, por„m tem que ser usado por
v†rios meses (3-4 meses).
• Para o tratamento da seborr„ia, recomenda-se o uso de sabonetes sulfurosos, xampus ‹ base
de coaltar, zinco ou cetoconazol.
A suspensŠo do uso poder† acarretar a queda dos cabelos recuperados, voltando ‹ situa…Šo
inicial. Medidas gerais tais como corre…Šo dos distŽrbios emocionais, altera…‡es hormonais,
deficiˆncias diet„ticas, controle de pressŠo arterial, evitar o uso exagerado de descolorantes ou
tinturas. Uma vez estabelecida a calv‰cie o Žnico recurso terapˆutico „ implante de cabelos,
que at„ o momento vem apresentando resultados satisfatŒrios.

WWW.CEPEDCURSOS.COM

“O Conhecimento Mais Perto de Voc„”


13
CEPED
(Centro Profissional de Educa€•o a Dist‚ncia)

Simplex Capillitii PitirŠase (Caspa) - É o derramamento de células mortas do couro


cabeludo. À medida que a epiderme começa a se
restituir, as células são empurradas para fora,
onde acabam por morrer e descamar. Na maioria
das pessoas, esses flocos de pele são muito
pequenos para serem visíveis. No entanto, certas
condições, causam o aceleramento deste
processo. Para as pessoas com caspa, o
desprendimento das células da pele madura e
pode ser quitado em 2-7 dias, ao contrário de
cerca de um mês em pessoas sem caspa. O
resultado é que as células mortas da pele são
eliminadas em grandes grupos de hidrocarbonetos, que aparecem como manchas brancas ou
acinzentadas no couro cabeludo. Há algumas evidências de que os alimentos (especialmente
açúcar e fermento), o excesso de transpiração e o clima têm um importante papel na
patogênese da caspa.
Dermatite seborrŒica - Verermelhidão e coceira são os sintomas e freqüentemente ocorre em
torno de dobras do nariz e nas áreas da sobrancelha, e não
apenas no couro cabeludo. Apresentam-se na forma de
grandes escamas prateadas. Mudanças sazonais e o estresse
podem influenciar a dermatite seborréica. O ácido salicílico
remove as células mortas da pele do couro cabeludo e
diminui a velocidade com que essas células são criadas.
Contudo, a eliminação do fungo exige atenção maior para
evitar reincidencia. Os agentes antifúngicos mais comuns
são o Piritionato de Zinco, o Sulfeto de Selênio e o Cetoconazol.
Tinea da cabe€a - São infecções causadas por fungos que atingem a pele, as unhas e os
cabelos. Os fungos estão em toda parte podendo ser encontrados no solo e em animais. Até
mesmo na nossa pele existem fungos convivendo "pacificamente" conosco, sem causar
doença. Aparece com mais freqüência em crianças. Diagnosticada a partir de áreas
arredondadas com os cabelos cortados rente ao couro cabeludo. É muito contagiosa. A
queratina, substância encontrada na superfície cutânea, unhas e cabelos, é o "alimento" para
estes fungos. Quando encontram condições favoráveis ao seu crescimento, como: calor,
umidade, baixa de imunidade ou uso de antibióticos sistêmicos por longo prazo (alteram o
equilíbrio da pele), estes fungos se reproduzem e passam então a causar a doença.

Canities – Cabelos brancos. Os cabelos grisalhos são causados pelo grande


acúmulo de peróxido de hidrogênio devido ao desgaste do folículo piloso, o
que bloqueia a pigmentação natural do cabelo, as nossas células capilares
fabricam um pouquinho de peróxido de hidrogênio, mas, à medida que
envelhecemos, este pouquinho se transforma em muito. Nós clareamos o
pigmento de nosso cabelo de dentro para fora e nosso cabelo fica cinza e,
então, branco.

WWW.CEPEDCURSOS.COM

“O Conhecimento Mais Perto de Voc„”


14
CEPED
(Centro Profissional de Educa€•o a Dist‚ncia)

Escabiose (sarna)- Sarcoptes scabiei – Parasita causador da


escabiose (sarna). Facilmente reconhecida, a sarna „ uma
doen…a de pele bem caracter‰stica. “Causada por um †caro –
Sarcoptes scabiei variedade hominis – sua transmissŠo
acontece atrav„s do contato pessoal”. H†, ainda, a
possibilidade de ser transmitida pelo uso de roupas, cama ou
colch‡es infectados. Mas esse meio „ menos comum, pois o
parasita, fora do hospedeiro, morre em menos de uma semana.
Os parasitas escavam tŽneis (sulcos) muito finos sob a pele, onde as fˆmeas
depositam seus ovos, que eclodem dentro de 7 a 10 dias, dando origem a novos parasitas. Os
principais sintomas da sarna sŠo a coceira intensa, carocinhos e feridas. O tratamento consiste
na aplica…Šo de medicamentos, sob acompanhamento m„dico na forma de lo…‡es, sobre o
couro cabeludo, mesmo nos locais onde nŠo aparecem les‡es. Terminada a primeira s„rie do
tratamento, este deve ser repetido apŒs uma semana, para atingir os
ovos deixados pelo parasita. A medica…Šo tamb„m pode ser
realizada por via oral, sob a forma de comprimidos ministrados em
dose Žnica. Pode ser necess†ria a repeti…Šo apŒs uma semana. Em
casos resistentes ao tratamento, pode-se associar os tratamentos
oral e local. Para que o tratamento seja eficaz, deve ser feito tanto
com quem manifestou a doen…a quanto com quem est† em contato
com o doente. Quando existe algu„m com sarna, provavelmente, mais de uma pessoa possui o
mesmo problema em casa. • recomendado lavar bem e ferver roupas pessoais e de cama para
o tratamento ser completo.

Pediculose (Pediculus Humanus Capitis) - Piolho. A pediculose tamb„m „ uma doen…a


parasit†ria, causada pelo piolho. A transmissŠo do piolho acontece atrav„s de contato pessoal.
O parasita vive do sangue sugado do couro cabeludo. A fˆmea deposita lˆndeas, ovos de cor
esbranqui…ada, nos fios de cabelo. A principal caracter‰stica da doen…a „ a coceira, que
acontece com mais intensidade na parte posterior da cabe…a. Com a coceira podem aparecer
les‡es secund†rias, que infectadas por bact„rias podem levar ao aumento dos g•nglios
linf†ticos (‰nguas) e,podem se tornar vetores de doen…as infecciosas como o Tifo e febre
corrente. O tratamento da pediculose capilar consiste na aplica…Šo, nos cabelos, de
medicamentos espec‰ficos para o exterm‰nio dos parasitas e deve ser repetido apŒs sete dias.
H†, tamb„m, um tratamento atrav„s de medica…Šo via oral, sob a forma de comprimidos
tomados em dose Žnica. Em casos de dif‰cil tratamento, os melhores resultados sŠo obtidos
com a associa…Šo dos tratamentos oral e local. A utiliza…Šo de pente fino ajuda na retirada dos
piolhos. As lˆndeas devem ser retiradas uma a uma, j† que os medicamentos muitas vezes nŠo
eliminam os ovos.
PsorŠase- As c„lulas da pele crescem muito e ao poucos sobem ‹ superf‰cie. Esse processo de
renova…Šo da pele dura em torno de um mˆs. Com a psor‰ase isso acontece em apenas alguns
dias porque as c„lulas sobem muito r†pido e se empilham na superf‰cie. Os sintomas da
psor‰ase sŠo manchas de pele vermelha grossa com escamas prateadas. Essas manchas podem
co…ar e doer. NŠo „ contagiosa, geralmente desencadeada por fundo emocional. Pode ser
controlada com †cido fum†rico que forma-se naturalmente na pele quando esta „ exposta ao
sol. No caso de psor‰ase este processo „ deficit†rio, sendo necess†ria uma exposi…Šo
prolongada, ou a medica…Šo do mesmo.

WWW.CEPEDCURSOS.COM

“O Conhecimento Mais Perto de Voc„”


15
CEPED
(Centro Profissional de Educa€•o a Dist‚ncia)

Entenda as Tinturas para Cabelos: Numeraۥo!


Atire a primeira pedra quem nunca parou para ficar olhando as caixinhas de tintura na
farm†cia! SŠo tantas cores e reflexos diferentes, com muitas denomina…‡es excˆntricas e
criativas…! Mas o nome dado pelas marcas a cada tinta „ o que menos importa! Aqueles
nŽmeros que aparecem com destaque nas embalagens „ que ditam a verdadeira composi…Šo
das nuances! Mas vocˆ sabe o que cada um deles significa?
O sistema de tinturas capilares tem uma nomenclatura praticamente universal. O “nome
fantasia” de cada cor pode mudar dependendo do fabricante ou pa‰s de origem, mas a
numera…Šo sempre mantem o mesmo padrŠo (com exce…Šo de algumas marcas estrangeiras).

A numera…Šo de cada tinta „ composta por uma combina…Šo de: n•mero de Altura da Tom
+ n•mero do Reflexo Principal + n•mero do Reflexo Secundˆrio.
Vamos primeiro à altura do tom:

WWW.CEPEDCURSOS.COM

“O Conhecimento Mais Perto de Voc„”


16
CEPED
(Centro Profissional de Educa€•o a Dist‚ncia)

A Altura do Tom é o que vai ditar se o cabelo ficará mais claro ou escuro, independente do
reflexo (se é dourado, cobre, acinzentado, natural e etc). Quanto maior o número antes de um
ponto, mais clara é a tinta! Algumas marcas vão até o 12, com produtos que possuem
componentes super clareadores!

WWW.CEPEDCURSOS.COM

“O Conhecimento Mais Perto de Voc„”


17
CEPED
(Centro Profissional de Educa€•o a Dist‚ncia)

As nuances puras, sem reflexos de cor, tˆm o final ausente ou nulo (0) - e sŠo chamadas de
“naturais”.
Obs: NŠo se engane pelo nome das cores. As tintas sempre costumam ficar um tom mais
escuro do que o nome indica. Um Loiro Escuro, na pr†tica, muitas vezes se assemelha a um
Castanho Claro na linguagem popular. J† vi muita gente assustada porque passou uma tinta
Castanho M„dio e ficou com o cabelo “pret‰ssimo”!
Agora vamos entender as Cores Compostas (criadas pela mistura de coloridos distintos):

WWW.CEPEDCURSOS.COM

“O Conhecimento Mais Perto de Voc„”


18
CEPED
(Centro Profissional de Educa€•o a Dist‚ncia)

Obs: Antigamente o reflexo verde (mate) era representado pelo nŽmero 7. Agora, o 7
representa o reflexo marrom (chocolate) e o mate passou a ser 9 em algumas marcas (e 2 em
outras, invertido com o reflexo violeta/irisado).
As tonalidades naturais, quando combinadas com reflexos coloridos, geram a ampla gama de
cores existentes no mercado. Neste caso, a Altura do Tom vira a “Cor de Base”. Obviamente,
em tonalidades mais claras os reflexos fazem bem mais diferen…a do que nas escuras!
A Cor de Base sempre vem ‹ frente na numera…Šo, geralmente seguida por um ponto (ou uma
v‰rgula ou outro sinal diferenciador). ApŒs o ponto, vem o nŽmero do Reflexo Principal.
A seguir, o do Reflexo Secund†rio.
Vejam os exemplos abaixo:

Cor de Base: 7. (Loiro Médio)


Reflexo Principal: 3 (Dourado)
Reflexo Secundˆrio: 4 (Cobre)

WWW.CEPEDCURSOS.COM

“O Conhecimento Mais Perto de Voc„”


19
CEPED
(Centro Profissional de Educa€•o a Dist‚ncia)

Reparem que apesar da cor ter “Loiro M„dio” no nome, nŠo tem “nada” de loiro! Essa mesma
tonalidade „ encontrada pelo mundo inteiro com o nome fantasia “ruivo”, “tramonto
veneziano”, “marrom canela”, “marrom dourado” e etc. Por isso que eu digo: nŠo d† para
confiar em tintura sŒ pelo nome! Tem que conferir e escolher pela numera…Šo!

Cor de Base: 10. (Loiro Claríssimo)


Reflexo Principal: 2 (Irisado)
Reflexo Secundˆrio: Inesistente
Nem toda tinta tem reflexos secund†rios (como o loiro irisado acima, ideal para alcan…ar um
resultado mais platinado, pois o reflexo violeta tem o poder de neutralizar o amarelado do
cabelo). Por outro lado, algumas tem mais de dois reflexos na composi…Šo!

Cor de Base: 4. (Castanho Médio)


Reflexo Principal: 2 (Irisado)
Reflexo Secundˆrio: 2 (Irisado)
Quando o reflexo principal e o secund†rio se repetem, a finalidade „ refor…ar o reflexo
principal.

Cor de Base: 6. (Loiro Escuro)


Reflexo Principal: 7 (Marrom)
Reflexo Secundˆrio: 7 (Marrom)
Obs: A tinta acima recebe muitas vezes o famoso nome fantasia de “Chocolate”.

WWW.CEPEDCURSOS.COM

“O Conhecimento Mais Perto de Voc„”


20
CEPED
(Centro Profissional de Educa€•o a Dist‚ncia)

Cor de Base: 6. (Loiro Escuro)


Reflexo Principal: 6 (Vermelho)
Reflexo Secundˆrio: 6 (Vermelho)
Obs: Estas combina…‡es de tom „ geralmente conhecida como “Cereja”.

Cor de Base: 8. (Loiro Claro)


Reflexo Principal: 0 Natural
Reflexo Secundˆrio: 1 (Acinzentado)
O 0 (Zero) apŒs o ponto torna o reflexo secund†rio mais.

Cor de Base: 77. (Loiro M€dio “Especial”)


Reflexo Principal: 4 (Cobre)
Reflexo Secundˆrio: 4 (Cobre)
Quando o nŽmero da Cor de Base se repete antes do ponto, a tintura faz parte da gama de
cores especiais (super intensas). • praticamente como se ela tivesse poder em dose dupla!
Obs: Alguns fabricantes optam por omitir o ponto ou a v‰rgula na numera…Šo da tinta (como
no caso da Koleston. O Cereja deles, por exemplo, „ o 6646 – Loiro Escuro Acobreado
Vermelho Super Intenso).

NŠo basta ficar de olho na numera…Šo da tintura escolhida. Muitos outros fatores podem
influenciar no resultado, como:

 Marca e qualidade do pigmento (assim como a do oxidante);


 Volumagem do oxidante (•gua Oxigenada): quanto maior, mais “aberto” (claro e
com reflexos aparentes) ficarˆ o cabelo. As volumagens padrŠo vŠo de 10 a 40 volumes;
 Cor natural do cabelo: normalmente, um cabelo virgem clareia no mˆximo 4 tons com
tinturas (verificar tabela de Altura de Tons). Muitas vezes nem chega a isto! NŠo „ poss‰vel ir de um 3
a um 9, por exemplo (sem passar descolorante).
 Cabelos previamente tingindos: tinturas n•o tem poder de clarear o resultado de outras
colora€Žes (somente de mudar o reflexo ou escurecˆ-los). Para tal, „ necess†rio realizar uma
decapagem (remover os pigmentos anteriores).
 Reflexos opostos: Se a cor do seu cabelo tiver um reflexo de fundo e voc„ passar uma
outra tonalidade com reflexo oposto, ambos reflexos ser•o anulados. Ex: passar um 6.3 (loiro
escuro acobreado), por cima de um 8.1 ( loiro claro acinzentado), provavelmente gerar† uma colora…Šo
amarronzada (laranja e azul sŠo cores opostas). Por isso que para anular reflexos amarelados no
cabelo, usam-se tinturas com reflexos violeta (roxo „ oposto a amarelo).

WWW.CEPEDCURSOS.COM

“O Conhecimento Mais Perto de Voc„”


21
CEPED
(Centro Profissional de Educa€•o a Dist‚ncia)

Como escolher a cor


certa?

Seja para cobrir os cabelos brancos, para ter um aspecto mais jovem ou simplesmente para ter
um look diferente ou mais sexy, a maioria das mulheres acaba, mais cedo ou mais tarde, por
pintar o seu cabelo.
Hoje em dia, desde muito cedo se recorre às tintas de cabelo, quer
seja para acrescentar madeixas ou reflexos, ou mudar integralmente a
cor do cabelo.
A cor natural dos cabelos varia com a idade e, regra geral, escurece na
adolescência, o que leva a que muitas pessoas queiram optar por uma
cor diferente.
Na hora de escolher uma coloração artificial, as cores preferidas das
mulheres são o loiro e o castanho arruivado.
Um cabelo loiro faz sobressair um tom de pele dourado, ilumina a
cara e dá um look mais glamoroso, além de desviar o olhar das
imperfeições do rosto. O inconveniente de pintar o cabelo de
loiro é que requer mais manutenção, pois raízes escuras veem-se
facilmente num cabelo claro.
Um cabelo castanho reflete mais a luz, tendo mais brilho. Ajuda
a fazer parecer o cabelo mais grosso e forte, sendo ideal para
cabelos mais finos. Os castanhos transmitem uma imagem de
força e carácter. O inconveniente desta cor é que, com as
lavagens frequentes e com a exposição à luz solar, tendem a ficar avermelhados.
Um cabelo de tom mais escuro, não ilumina tanto a pele e acentua as sombras e rugas, não
sendo aconselhado para pessoas mais velhas.
O ruivo é por excelência um tom ousado, proporcionando um rosto extraordinariamente
iluminado. Atenção ao tom de ruivo que escolhe e ao modo como é aplicado, pois este pode
dar-lhe um aspecto vulgar em vez de sofisticado.
Quem tem uma pele de tom cálido (matiz amarelada ou dourada) deverá optar por tons
castanhos, avelãs ou cor de mel. Deverá evitar tons muito brilhantes e frios, como os tons
acinzentados, que podem tornar a sua pele mais azulada.
Peles com um tom frio, isto é, de fundo rosa ou azulado, devem usar tons claros, loiros
nórdicos ou ligeiramente acobreados. Se tem um tom de pele rosado, evite o loiro dourado,

WWW.CEPEDCURSOS.COM

“O Conhecimento Mais Perto de Voc„”


22
CEPED
(Centro Profissional de Educa€•o a Dist‚ncia)

que torna a pele mais avermelhada.


Quando se trata de madeixas, é preciso ter em atenção, além do tom de
pele, a cor do cabelo, a não ser que se recorra primeiro a uma
descoloração do cabelo, ou seja, feita num cabelo previamente pintado
da cor apropriada.
Quando se trata de um cabelo naturalmente loiro, há uma maior gama
de escolha, pois existem inúmeros tons que facilmente se fundem com
a cor base do cabelo. Se o tom de pele for claro, será de optar por
madeixas de cor caramelo ou douradas. Evite as madeixas de cor loira,
quase branco.
Se tem como base um cabelo castanho, o aconselhado são
madeixas mais claras, mas que não ultrapassem mais de três tons
em relação à cor base.
Se tiver o cabelo castanho muito escuro ou de cor negra, poderá
aplicar madeixas desde que sejam de um tom de castanho
ligeiramente mais claro que a base.
Num cabelo ruivo, o ideal será usar reflexos castanhos ou mogno.
Em alguns casos, reflexos dourados podem ser utilizados num
cabelo vermelho acobreado, dependendo do tom de pele.

WWW.CEPEDCURSOS.COM

“O Conhecimento Mais Perto de Voc„”


23
CEPED
(Centro Profissional de Educa€•o a Dist‚ncia)

PINTANDO OS CABELOS PASSO A PASSO:

Prova de toque
Para evitar irritações do couro cabeludo, coloque
uma gota da coloração e outra do revelador
(oxidante) atrás da orelha. Se o local ficar sensível,
não use o produto. Procure um dermatologista.
Escolha da cor
É a parte mais difícil. Olhe na caixa da tintura o
quadro de efeitos da cor. Aplique a mistura numa
mecha atrás da orelha, onde os cabelos finos aderem
à cor com facilidade. Depois de secar, confira o
resultado.
Disponibilizamos um link muito interessante nele
você poderá fazer uma simulação virtual de um
novo look combinado com uma nova coloração, não
deixem de verificar este simulador.
http://www.avoncoloracao.com.br/#/quero-
inovar/novo-look
Simulador muito interessante, pois pode ser usado frequentemente em um salão de beleza,
para a melhor escolha do look das clientes.

Quantidade
Avalie o comprimento de seus cabelos. Os longos usam de duas a três caixinhas de tintura.
Preparação
Fique um dia sem lavar o cabelo antes de pintá-lo. A oleosidade natural protege os fios e o
couro cabeludo.

Proteja a pele
A tintura pode escorrer e manchar a pele, principalmente se for escura. Use luvas para
proteger as mãos e uma toalha nos ombros. Antes de tingir, proteja a pele (ao redor da cabeça,
testa, orelha e nuca) com vaselina, silicone ou creme de barbear.
Siga as instruções à risca
Cada fabricante traz na embalagem orientações que garantem o resultado de cor.

Pintando
Divida o cabelo ao meio e aplique a mistura por toda a raiz. Passe da mesma forma a
coloração na parte de trás da cabeça. O bico do aplicador permite que o produto espalhe bem.

Retoque
Se você for apenas fazer o retoque, cuidado para não ficar com a raiz clara e as pontas
escuras. Como o comprimento do cabelo tem pigmentos da coloração anterior, comece a
aplicação pelas raízes (virgens), espere o intervalo indicado na embalagem e só depois puxe a
tinta para o resto dos fios, em direção às pontas. Então, espere o tempo da segunda pausa. A
coloração fica em média de vinte a trinta minutos na raiz e de dez a quinze minutos nas
pontas.

WWW.CEPEDCURSOS.COM

“O Conhecimento Mais Perto de Voc„”


24
CEPED
(Centro Profissional de Educa€•o a Dist‚ncia)

Respeite o tempo de aۥo


Nos fios virgens, que recebem a coloração pela primeira vez, deve-se aplicar o produto em
todo o cabelo e esperar rigorosamente o tempo indicado. Não caia na tentação de deixar a
coloração um pouquinho a mais para pegar melhor. Você poderá alterar a cor final, manchar o
cabelo, irritar o couro cabeludo e até causar a queda dos fios.
Não prenda o cabelo
Não enrole, não faça coque, nem use pinças enquanto a coloração estiver agindo. Ela precisa
de oxigênio e as áreas abafadas poderão manchar.

Fuja do calor
Nunca saia ao sol ou coloque uma touca térmica com a coloração na cabeça para não interferir
na reação química.

Enxˆg•e
Depois do tempo de ação, é hora de retirar todo o produto e hidratar os fios. A maioria dos
kits possui um produto pós-coloração para firmar a cor.
Novos cuidados
Hidratação, protetor solar, xampu e condicionador especiais deverão fazer parte dos cuidados
diários.

WWW.CEPEDCURSOS.COM

“O Conhecimento Mais Perto de Voc„”


25
CEPED
(Centro Profissional de Educa€•o a Dist‚ncia)

CORTES DE CABELO
O Corte de Cabelo para Rosto Redondo é o mais solicitado em todos os salões de Beleza.
Primeiro de tudo, você precisa saber qual o formato do seu rosto, não adianta tentar definir
um tipo de corte, sem antes saber isso. Infelizmente, vejo muitos comentários no final do
artigo, tentando reclamar da qualidade do mesmo, vou tentar melhorar isso e explicar mais
detalhadamente. Vamos trabalhar os seguintes modelos: Corte de Cabelo para Rosto
Redondo, Triangular, Oval e Quadrado.
Vamos por partes então, no geral, existem 4 formatos de rostos, vejamos qual o corte de
cabelo ideal para cada tipo de rosto.
1. Rosto Oval
2. Rosto Triangular
3. Rosto Quadrado
4. Rosto Redondo

1. Rosto Oval
O Rosto oval, é basicamente aquele que lembra um ovo de
páscoa grande, veja uma ilustração ao lado. É o tipo de rosto
que mais aceita variedades de cortes e penteados, exceto franjas,
pois nesse formato o rosto deve ficar em evidência.
Cabelos presos também caem bem neste formato. Confira
alguns modelos de cortes e penteados para o rosto oval,

Veja os cortes de cabelo para o rosto oval.

2. Rosto Tri‚ngular
No Rosto Triangular, o que se destaca é o queixo, que costuma ser bem fino, conforme ilustra
a foto ao lado. Muitas vezes ele lembra um coração ao contrário. Para esse formato, use
franjas desfiadas, sem muitos destaques. Cabelos para trás, também caem muito bem.

WWW.CEPEDCURSOS.COM

“O Conhecimento Mais Perto de Voc„”


26
CEPED
(Centro Profissional de Educa€•o a Dist‚ncia)

Corte de Cabelo para Rosto Triangular:

3. Rosto Quadrado
Mulheres de rosto quadrado, de fato, possuem a testa maior que o
normal. Assim como a testa, as maçãs e o maxilar acompanham e
seguem o formato/tamanho da testa.
Nesse formato de rosto, recomenda-se franjas no estilo topete, pois elas
chamam menos atenção para o tamanho da testa, e dão um visual muito
agradável ao rosto. Cabelos médios também cabem bem.

Corte de Cabelo para Rosto Quadrado

4. Rosto Redondo
Mulheres com rosto redondo, geralmente possuem bochechas mais avantajadas, testa pequena e o
queixo largo.
Para esse formato, as franjas podem e devem ser utilizadas com frequência, pois irão cobrir a testa, e
passar a impressão de que o rosto não é tão redondo assim. O corte de cabelo para rosto redondo, ideal
é aquele usado abaixo do queixo.
Corte de Cabelo para Rosto Redondo:

WWW.CEPEDCURSOS.COM

“O Conhecimento Mais Perto de Voc„”


27
CEPED
(Centro Profissional de Educa€•o a Dist‚ncia)

MODELOS DE CORTES DE CABELO

Para lisos e ondulados

Estilo: Chanel moderno. Para ficar espetado, use pomada nas pontas.
Base: Corte reto na altura do queixo (1). Eleve as mechas ao redor da cabeça. Segure as
pontas e repique (2).
Franja: Penteie pra frente e separe os fios em triângulo. Corte em diagonal até a altura das
sobrancelhas (3).

WWW.CEPEDCURSOS.COM

“O Conhecimento Mais Perto de Voc„”


28
CEPED
(Centro Profissional de Educa€•o a Dist‚ncia)

Para lisos e ondulados

Estilo: Curto.
Base: Corte na altura do queixo (1). Deixe o cabelo “batido” atr†s, para um acabamento reto
na nuca.
Repicado: Repique em •ngulo de 90–. Desfie de cima pra baixo (2). Os fios de um dos lados
da cabe…a devem ficar mais compridos, para dar charme.
Franja: Corte em diagonal at„ a altura dos olhos (3).

Para os cabelos crespos

Estilo: Repicad‰ssimo, perfeito para valorizar a beleza negra.


Base: Penteie o cabelo e fa…a a base na altura do queixo (1).
Repicado: Levante as mechas do cabelo e repique os fios contornando o formato da cabe…a.
Corte com a tesoura nos dois sentidos: de cima para baixo e de baixo para cima (2).

WWW.CEPEDCURSOS.COM

“O Conhecimento Mais Perto de Voc„”


29
CEPED
(Centro Profissional de Educa€•o a Dist‚ncia)

Para cabelos lisos

Estilo: Moderníssimo.
Base: Só atrás, corte na altura da nuca. Daí, faça um corte na diagonal, desfiando de baixo pra
cima, com tesoura fio-navalha (1).
Repicado: Desfie as pontas. Com navalha, desfie as laterais, mantendo-as alongadas acima
dos ombros (2). Desfie a seco a nuca.
Franja: Desfie-a na altura do nariz (3).

Para todos os tipos


Estilo: Moderninho prático.
Base: Corte reto, na altura do queixo (1).
Repicado: Levante mechas em 90º em relação à cabeça e repique, seguindo o formato de um
círculo (2). Quando for pentear, escolha um dos lados, para dar um bom caimento aos fios.
Truque: Para finalizar com charme, aplique musse.

WWW.CEPEDCURSOS.COM

“O Conhecimento Mais Perto de Voc„”


30
CEPED
(Centro Profissional de Educa€•o a Dist‚ncia)

Para lisos e ondulados


Estilo: Chanel curtinho, com franja. Perfeito para as clássicas!
Base: Corte reto, na altura do queixo (1). Corte as pontas, puxando mecha por mecha (2).
Franja: Penteie para a frente e separe uma mecha em forma de triângulo. Corte na altura dos
olhos e desfie os fios do triângulo com a tesoura posicionada de cima pra baixo (3).

Para lisos e ondulados

Estilo: Chanel moderno.


Base: Corte reto abaixo do queixo (1).
Repicado: Desfie as pontas na frente e atrás com as mechas em 90º (2).
Franja: Separe os fios em triângulo e corte em diagonal até a altura do nariz (3).
Truque: Para modelar os cachos, aplique musse e seque com difusor, posicionado de baixo
pra cima.

WWW.CEPEDCURSOS.COM

“O Conhecimento Mais Perto de Voc„”


31
CEPED
(Centro Profissional de Educa€•o a Dist‚ncia)

Para cacheados e crespos

Estilo: Chanel moderno, ideal para fios crespos. Este corte é muito prático!
Base: Corte reto na altura dos ombros (1). Atenção: fios crespos perdem comprimento depois
que secam.
Repicado: Puxe os fios para o lado e corte, desfiando com a tesoura posicionada de cima pra
baixo, inclinada a 45º para tirar o volume (assim ele não arma) (2).

Para cacheados e ondulados


Estilo: Chanel com franja extralonga. Este corte deixa você mais jovem!
Base: Penteie e corte reto, uns três dedos abaixo dos ombros (1). Lembre-se: os fios perdem
comprimento ao secar.
Rasgado: Separe o cabelo em mechas, leve-as à lateral e rasgue os fios com a tesoura pelas
pontas, a 45º (2). Faça isso ao redor da cabeça, para ter um leve repicado.

WWW.CEPEDCURSOS.COM

“O Conhecimento Mais Perto de Voc„”


32
CEPED
(Centro Profissional de Educa€•o a Dist‚ncia)

Para todos os tipos

Estilo: Bem repicado, perfeito para mulheres maduras, práticas e modernas. Este corte deixa
você mais jovem!
Base: Inteira reta, cortada na altura dos ombros (1).
Repicado: Desfie as pontas de todo o cabelo a seco, com a tesoura inclinada, posicionada a
45º (2).
Franja: Separe os fios em formato de triângulo e repique em 45º até a altura do nariz (3).

Para lisos e ondulados

Estilo: Repicado clássico com franja de lado. Este corte afina o rosto!
Base: Corte os fios logo abaixo dos ombros (1).
Repicado: Repique toda a frente, a partir da bochecha, contornando toda a cabeça (2).
Franja: Puxe de lado e corte na altura das sobrancelhas (3).
Truque: O corte degradê suaviza os traços e rejuvenesce.

WWW.CEPEDCURSOS.COM

“O Conhecimento Mais Perto de Voc„”


33
CEPED
(Centro Profissional de Educa€•o a Dist‚ncia)

Para todos os tipos

Estilo: Repicado longo.


Base: Penteie para trás da orelha e corte reto na altura dos seios (1). Depois, eleve mechas e
repique as pontas em toda a cabeça (2).
Franja: Separe os fios da frente ao meio. A partir da altura do nariz corra com a tesoura de
baixo pra cima, deixando a franja até a altura das sobrancelhas (3).

Perfeito para os lisos

Estilo: Repicado com franja.


Base: Corte reto, três dedos abaixo do ombro (1).
Repicado: Faça o primeiro repicado na altura do queixo. Deslize a tesoura de cima pra baixo
(2). Repique as pontas da frente.
Franja: Separe o triângulo e corte na altura das sobrancelhas, picotando as pontas (3)

WWW.CEPEDCURSOS.COM

“O Conhecimento Mais Perto de Voc„”


34
CEPED
(Centro Profissional de Educa€•o a Dist‚ncia)

Para todos os tipos

Estilo: Repicado longo.


Base: penteie pra trás da orelha e corte reto na altura dos seios (1). Eleve mechas dos cabelos
e repique as pontas em toda a cabeça (2).
Franja: Separe os fios da frente ao meio. A partir da altura do nariz corra com a tesoura de
baixo pra cima, deixando a franja mais leve e com ondas marcadas (3).

Para lisos
Estilo: Longo sexy. Este corte afina o rosto!
Base: Penteie o cabelo e corte reto, um palmo abaixo do ombro (1).
Repicado: Entre com a tesoura nas pontas, de baixo pra cima, para um repicado suave, de no
máximo 2 centímetros (2).
Franja: Separe os fios da frente até o nariz. Corte de baixo pra cima, até a altura dos olhos (3)

WWW.CEPEDCURSOS.COM

“O Conhecimento Mais Perto de Voc„”


35
CEPED
(Centro Profissional de Educa€•o a Dist‚ncia)

5 TRUQUES DE CABELO PARA AFINAR O ROSTO

• Se vocˆ tem
bochechas
salientes, procure
evitar penteados
com cabelo muito
liso e sem volume
• Evite a franja
tradicional
• Jamais adote o
chanel cl†ssico,
que destaca
exatamente o
formato circular
da face
• Fuja dos looks
com o cabelo repartido no meio
• Esque…a o rabo-de-cavalo.
Moderna
"Ficou o m†ximo, nem me reconhe…o. O rosto afinou, fiquei mais jovem!"
Elisa

WWW.CEPEDCURSOS.COM

“O Conhecimento Mais Perto de Voc„”


36
CEPED
(Centro Profissional de Educa€•o a Dist‚ncia)

Gisele B•ndchen
Médio ondulado - Corte em degradê na
parte frontal, com comprimento reto e franja
até o nariz.
Base: a franja deve ser cortada reta, na
altura do nariz. Faça um corte reto também
no comprimento, na altura do ombro.
Degradê: divida os cabelos em duas partes.
Puxe mechas de uma das partes para a
lateral, sem elevá-las, e desfie 3 a 4
centímetros, a partir da ponta, entrando com
a tesoura nos fios.
Ivete Sangalo
Longo liso - Corte desfiado frontal, com
franja longa, na altura do nariz.

Ivete Sangalo
Médio liso
Base: separe mechas, leve-as em direção ao centro do
rosto e corte na altura do nariz. Faça o mesmo
embaixo, levando os cabelos em direção ao queixo.
Desfiado: eleve as mechas frontais e desfie com
tesoura, como mostra o desenho. Para desfiar a franja,
use navalha, dando mais leveza aos fios.

WWW.CEPEDCURSOS.COM

“O Conhecimento Mais Perto de Voc„”


37
CEPED
(Centro Profissional de Educa€•o a Dist‚ncia)

Adriane Galisteu
Longo encorpado - Corte para dar leveza,
todo desfiado no contorno, mantendo o
comprimento.

Base: corte a franja na altura das maçãs do


rosto e desfie com tesoura de cima para
baixo.
Faça o mesmo na parte frontal, até chegar a
um palmo abaixo do queixo. Desfiado:
separe mechas da parte de trás da cabeça e
corte reto, no comprimento desejado.
Depois, desfie tudo com tesoura, sempre de
cima para baixo.

ValŒria Valenssa
Médio crespo - Corte chanel
reto, adaptado para cabelos
crespos.

Base: divida os cabelos da


frente ao meio. O corte deve
igualar as duas partes. Com
um pente de dentes largos,
penteie cada mecha, sem
esticá-la, e corte reto na altura
do ombro.
Atrás: separe os cabelos da
parte de trás, de orelha a
orelha. Corte reto, seguindo o
comprimento da parte da frente.

Babi
Médio liso - Corte despontado, feito com
navalha para criar pontas na cabeça toda.
Base: corte reto na altura da nuca (a) e desfie
um pouco os fios com navalha de dentes. Pegue
mechas da parte de trás dos cabelos (b) e leve-as
em direção ao nariz. Desfie com navalha de
cima para baixo.
Despontado: eleve mechas da parte central da
cabeça e vá desfiando com navalha, sempre da
WWW.CEPEDCURSOS.COM

“O Conhecimento Mais Perto de Voc„”


38
CEPED
(Centro Profissional de Educa€•o a Dist‚ncia)

frente para trás. Dessa maneira, os fios vão cair, formando camadas desiguais.

Daniela Escobar
Curto encorpado - Corte chanel, com nuca cheia,
aumenta o volume e dá movimento aos fios.
Base: separe os cabelos da parte de trás da
cabeça em mechas. Puxe uma mecha e corte-a
em ângulo de 120 graus. Repita com cada mecha.
Lateral: separe os cabelos da lateral em mechas.
Corte cada uma em ângulo de 120 graus. Depois,
leve todas para a frente do rosto e corte na altura
da boca, dando o caimento do corte.

SŠlvia Pfeiffer
Curto liso - Corte irregular na frente, com base reta,
perfeito para cabelos finos.

Base: para saber o comprimento, trace uma linha


imaginária a partir da nuca, seguindo em direção ao
queixo. Corte reto a parte frontal e a posterior com
tesoura, seguindo a linha imaginária.
Irregular: eleve as mechas laterais e posteriores de
forma a criar ângulos de 90 graus. Desfie todas com
tesoura, das pontas para a raiz.

Camila Pitanga
Cabelos longos - Ondulado sexy
Com franja longa e fios repicados e desfiados
em todo o contorno, é o corte da moda para
cabelos ondulados.
1. Corte a franja um pouco abaixo do queixo,
desfiando levemente. No comprimento, dê uma
desfiada na frente e atrás, na altura dos seios.
2. Repique o cabelo todo de cima para baixo.
Comece repicado abaixo da nuca.

WWW.CEPEDCURSOS.COM

“O Conhecimento Mais Perto de Voc„”


39
CEPED
(Centro Profissional de Educa€•o a Dist‚ncia)

Cameron Diaz
Cabelos longos desfiados O desfiado "quebra" a
monotonia e ainda valoriza reflexos e luzes.
1. Com os cabelos molhados, comece cortando a
franja na altura do nariz. Faça um corte reto. Depois,
corte a base um pouco abaixo dos ombros. Se quiser
um corte longuíssimo, corte na altura dos seios.
2. Divida o cabelo em duas partes. Puxe mechas de
uma das partes para a lateral, sem elevá-las, e desfie
até 4 cm a partir da ponta. Depois de pronto, seque
os cabelos, faça uma escova bem lisa e desfie
novamente todo o cabelo, inclusive a parte de trás, a partir da nuca.

Christiane Torloni
Cabelos curtos - Chanel cheio
Este corte "diminui" o volume de cabelos grossos
e indomáveis e suaviza rostos muito angulosos

WWW.CEPEDCURSOS.COM

“O Conhecimento Mais Perto de Voc„”


40
CEPED
(Centro Profissional de Educa€•o a Dist‚ncia)

Modelo
Cabelos curtos - Repicados e rasgados Perfeito para cabelos finos, este corte aumenta o volume dos
fios e permite variações de penteado.

1. Com os cabelos molhados, corte a


base reta na altura do queixo

2. Reparta os cabelos de orelha a orelha.


Pegue uma mecha no meio da parte de
trás da cabeça, segure-a em ângulo de 45º e corte com a tesoura de cima para baixo. Essa mecha serve
de guia para cortar a segunda e seguir até acabar a parte de trás.
3. Na parte frontal, desfie ou rasgue, com a tesoura de cima para baixo, "cortando" os fios como
desejar.

Modelo
Cabelos medios - Cachos definidos Este corte repicado define os cachos e controla o volume dos
cabelos indefinidos, nem
crespos nem ondulados:
1. Com os cabelos
molhados, corte a base na
altura do ombro.
2. Reparta os cabelos de
orelha a orelha. Divida os
cabelos da parte de trás ao
meio. Pegue os cabelos da
direita e separe-os em 4
mechas. Eleve cada uma
em ângulo de 90º e corte a
ponta da mecha com a
ponta da tesoura. Repita
do outro lado.
3. Separe um triângulo do
topo da cabeça,
4. Corte a franja na
altura da boca em eleve os
cabelos para cima e corte

WWW.CEPEDCURSOS.COM

“O Conhecimento Mais Perto de Voc„”


41
CEPED
(Centro Profissional de Educa€•o a Dist‚ncia)

reto. A intenção é que esses fios fiquem mais curtos do que os fios já repicados, diagonal. Depois de
secar, desfie todos os cabelos, como desejar.

Modelo
Cabelos médios - Franja da moda É
longa, na altura da sobrancelha. Gisele
Bündchen cortou assim.
1. Com os cabelos molhados, corte a
base na altura do peito ou onde
desejar. Este corte
2. Reparta os cabelos de orelha a
orelha. Pegue uma mecha no meio da
parte de tráspode ser feito também em
cabelos mais longos. dos cabelos e
segure-a em ângulo de 45º. Corte com
a tesoura de cima para baixo. A mecha
servirá de guia para o corte até chegar
à orelha. Repita do outro lado.

3. Para cortar as laterais da


frente, trace um triângulo
imaginário do nariz com a base
e corte.
4. Franja: separe uma mecha
frontal em forma de triângulo e
corte na altura da sobrancelha.
Não corte demais: a franja da moda não é curtinha. É longa. Seque com secador e desfie a franja e as
laterais com tesoura.

Modelo
Cabelos longos - Repicados com franja Esta é lateral, toda
desfiada. Daniela Cicarelli usa e brilha.
1. Corte a base um pouco abaixo do peito.
2. Reparta os cabelos de orelha a orelha. Pegue uma mecha
no meio da parte de trás dos cabelos e segure-a em ângulo
de 45º. Corte com a tesoura de cima para baixo. Essa mecha
serve de guia para cortar a segunda e assim sucessivamente
até chegar na orelha. Repita do outro lado.
3. Corte agora as laterais da frente: trace um triângulo
imaginário do nariz com a base e corte, repicando os fios.
Isso deixará as laterais com movimento, dando um look
mais modernos aos longos e lisos.
4. Penteie os cabelos da frente, de modo que fiquem sobre
os olhos, para cortar a franja. Faça o corte seguindo uma
linha imaginária que vai do canto do olho direito em direção
WWW.CEPEDCURSOS.COM

“O Conhecimento Mais Perto de Voc„”


42
CEPED
(Centro Profissional de Educa€•o a Dist‚ncia)

ao canto da boca oposto. Seque e modele como quiser.

Modelo
Cabelos curtos - Crespo repicado
Sugestão para cabelos crespos: um corte para assumir os cachos!
O repicado faz com que os cachinhos fiquem do mesmo tamanho, dando ao look
um ar arrumado

1. Com os cabelos molhados, comece


cortando a base na altura da nuca. Corte
reto primeiro atrás e depois na frente. O
comprimento pode variar para mais curto
ou um pouco mais longo, como você
desejar. Quanto mais longo, mais
volume.
2. Para facilitar o corte, reparta os
cabelos em 4 partes: com um pente faça
uma risca que parta do meio da testa e
termine na metade da nuca. Depois,
separe os cabelos de orelha a orelha. Se
for preciso, prenda cada parte com
grampos grandes.

3. Pegue uma mecha central de cada parte e corte na altura da orelha. Elas servirão de guia para cortar
as outras mechas e devem ter sempre o mesmo comprimento. Este repicado fará com que os volume
fique bem distribuído, dando definição aos cachos.
4. Para cortar cada mecha do jeito certo, verifique sempre se elas têm o mesmo tamanho. Caso
contrário, o cabeleireiro não conseguirá dar o efeito repicado tão bonito do corte. Depois de terminar,
seque com difusor, para não desmanchar os cachos. O volume você controla: pode ser baixo ou bem
armado.

WWW.CEPEDCURSOS.COM

“O Conhecimento Mais Perto de Voc„”


43
CEPED
(Centro Profissional de Educa€•o a Dist‚ncia)

Modelos Curtos

CORTES M•DIOS

WWW.CEPEDCURSOS.COM

“O Conhecimento Mais Perto de Voc„”


44
CEPED
(Centro Profissional de Educa€•o a Dist‚ncia)

CORTES LONGOS

CORTES •TNICOS

WWW.CEPEDCURSOS.COM

“O Conhecimento Mais Perto de Voc„”


45
CEPED
(Centro Profissional de Educa€•o a Dist‚ncia)

Corte Chanel

(1) Com uma tesoura, determine o comprimento na altura da


nuca;
(2) faça um desfiado suave nas pontas, com tesoura ou navalha,
deixando as laterais um dedo maiores e em bicos;
(3) corte uma franja longa, na transversal.

WWW.CEPEDCURSOS.COM

“O Conhecimento Mais Perto de Voc„”


46
CEPED
(Centro Profissional de Educa€•o a Dist‚ncia)

CORTES MASCULINOS

Faça sucesso com estes cortes de cabelos masculinos, siga estas dicas de cortes para cabelos curtos,
médios e longos, mostradas aqui em fotos que servem de modelo para homens que querem um cabelo
bonito, bem cortado e na moda.
Tendências dos Cortes de Cabelos Masculinos
Um bom corte de cabelo faz toda diferença, pois muda o visual, deixando o homem mais bonito, mais
atraente e atualizado com cortes modernos seguindo as tendências.
Acertar na escolha do corte é fácil,
veja estas fotos que mostram os
melhores cortes masculinos,
perfeitos para todos os tipos de
cabelo,
Os cortes estão divididos em três
categorias, com diferentes tamanhos
de cabelo:
CABELO CURTO
A maioria dos homens preferem
cabelos com fios curtos, pois facilita
na hora de pentear e não dá trabalho
com manutenção. Engana-se quem
pensa que é tudo igual, mesmo um
corte curto pode ter diferentes
penteados, dependendo das
tendências e do formato da cabeça do
homem.
Estas fotos mostram como um cabelo curto pode ter diferentes cortes, mudando o visual
completamente:

WWW.CEPEDCURSOS.COM

“O Conhecimento Mais Perto de Voc„”


47
CEPED
(Centro Profissional de Educa€•o a Dist‚ncia)

Cortes de Cabelo Masculino – MŒdios


Este „ o cabelo que oferece maior
possibilidade de cortes. • poss‰vel fazer todos
os estilos atuais, desde os mais profissionais
at„ os mais descontra‰dos, veja nestas
imagens como o corte pode ficar bonito:

Corte Desfiado

Cortes de Cabelo Masculino – Longos


Mais indicado para jovens, os cabelos longos tamb„m pode ser
usado por homens de todas as idades. Antigamente algumas
pessoas achavam que homem com cabelo longo nŠo era muito
m†sculo, mas virou moda entre os adolescentes com cabelos
lisos, atualmente „ sinal de atitude.
Todos os homens tˆm a cara numa ―forma‖ particular. Cada
tipo de cara favorece certos tipos de cortes de cabelo masculinos.
Uma forma simples de identificar o tipo de cara que tˆm „
tomando um duche longo e quente. Quando sair do duche, olhe
para o seu reflexo no espelho.
Pelo vapor vocˆ pode identificar a forma da sua cara. Fa…a o
desenho do contorno da sua cara no espelho e vai acabar com

WWW.CEPEDCURSOS.COM

“O Conhecimento Mais Perto de Voc„”


48
CEPED
(Centro Profissional de Educa€•o a Dist‚ncia)

uma forma oval, quadrada, oblonga, ou em forma de coração.


A sua cara não vai encaixar perfeitamente em nenhuma das categorias, mas o contorno vai dar uma
ideia geral da forma da sua cara. Tenha essa forma em mente quando escolhe um estilo ou um corte de
cabelo.

Cara Oval
Uma cara oval é muitas vezes considerada como o formato ideal. Se a sua cara é
oval então têm sorte porque pode usar quase qualquer corte de cabelo com ótimos
resultados.
Tenha cuidado com os estilos mais compridos que tapam a cara.

Cara Quadrada
Os homens com caras quadradas têm um maxilar forte e angular e uma testa
larga. Se você têm uma cara deste tipo deve suavizar as linhas retas e adicionar
um pouco de curvas à cara. Os cortes de cabelo curtos ou de comprimento
médio que são arredondados ou tem alguma textura e volume ajudam a
arredondar a cara.
Cabelos encaracolados ou ondulados também funcionam bem. Evite estilos de
cabelo que acentuam o maxilar ou as linhas retas da cara, como os cortes retos
em cima ou cabelo comprido com franjas direitas.

Cara Oblonga
Se você tem uma cara de forma oblonga vai têm de fazer a cara parecer mais
curta e mais larga. Qualquer corte de cabelo que cobre a testa vai encurtar a cara
e a utilizar patilhas pode ajudar a alargar a cara. O cabelo ondulado costuma
funcionar bem com caras do formato oblongo. Evite cabelo comprido e liso e
evite também cortes de cabelo curtos e espigados porque eles alongam ainda mais
a cara.

Cara Triangular
Uma cara triangular ou em forma de coração é caracterizada por um queixo
estreito e pontiagudo e maçãs do rosto mais largas. Os homens com este
formato de cara ficam bem com a maioria dos cortes de cabelo, apesar dos
cortes de cabelo altos ou retos em cima adicionaram demasiado ênfase a uma
parte superior que já é larga.

WWW.CEPEDCURSOS.COM

“O Conhecimento Mais Perto de Voc„”


49
CEPED
(Centro Profissional de Educa€•o a Dist‚ncia)

PENTEADOS FEMININOS

COQUE
O primeiro passo para fazer o coque, „ prender o cabelo em um rabo de cavalo, bem no topo da
cabe…a. Para prender, pode usar um elasticozinho, mas depois do cabelo preso, separe uma mecha de
cabelo para esconder o el†stico. Agora penteie bem o
cabelo e enrole ele, dando duas voltas entorno do
el†stico,assim como na foto.
Prenda com um grampo, tomando cuidado para que
ele nŠo apare…a. Com a ajuda de um fixador, abaixe
os cabelinhos que ficaram saltados, ajeite os fios e
pronto, o coque est† pronto, lindo e pr†tico.
Lembre-se, a base do coque „ sempre a mesma, sendo
assim, vocˆ pode criar v†rios coques diferentes,
inventando e usando a imagina…Šo. Abuse da
criatividade, assim, os coques vŠo ficar lindos e irŠo
fazer muito sucesso.

Coque Franc„s

Fa…a um repartido bem r‰gido em todo o cabelo, se


preferir, nŠo precisar ser repartido igualmente, tudo vai
depender do seu gosto.
No primeiro lado, divida em trˆs uma se…Šo grande bem
do topo da cabe…a e come…e a fazer uma tran…a. Para ficar
francesa, adicione peda…os de cabelo que ainda estŠo
soltos a cada uma das trˆs se…‡es de cada cruzamento.
Quando chegar ‹ nuca com um lado, use um grampo para
botar no lugar. Repita no outro lado at„ chegar na nuca.
Quando as duas tran…as se encontrarem, fa…a um coque
baixo com as tran…as e o resto do cabelo. O coque deve ser meio bagun…ado mesmo, esse „ o look do
penteado.
Use grampos para colocar peda…os que estejam muito fora do lugar – mas nŠo fa…a muito apertado
para nŠo ficar com cara de bailarina ou princesa, a id„ia „ ser hippie chic e org•nico.
WWW.CEPEDCURSOS.COM

“O Conhecimento Mais Perto de Voc„”


50
CEPED
(Centro Profissional de Educa€•o a Dist‚ncia)

COQUE TRAN‰A
O primeiro passo „ repartir as mechas do cabelo em trˆs partes,
uma de cada lateral e outra da parte de tr†s, pegue a mecha da
parte traseira e fa…a um coque, numa altura mediana e prenda o
coque com grampos ou el†stico. J† com as tran…as das laterais
fa…a uma tran…a normal e prenda com o aux‰lio de el†sticos.
Feito isso, cruze as duas tran…as no topo da cabe…a, formando
assim a coroa de tran…a, nas laterais de cada tran…a coloque
grampos escondidos e aplique um pouco de spray fixados em
todo o cabelo.

TRAN‰A EMBUTIDA
Ao contr†rio do que muitas pensam nŠo „ tŠo dif‰cil assim fazer uma
linda tran…a embutida, preparamos um passo a passo para vocˆ.
Passo 1 – Escove o cabelo, depois de escovado separe uma mecha do
topo da cabe…a e prenda-a.
Passo 2 – Com o aux‰lio de grampos prenda uma mexa da lateral
esquerda da cabe…a na parte traseira.
Passo 3 – Repita o passo acima mas desta vez com uma mecha da
lateral direita.
Passo 4 – Com as duas mechas presas solte os fios da parte de cima que
estavam presos.
Passo 5 – Comece a tran…as de forma embutida, alimente a tran…a com
outros fios, solte as mechas das laterais que estavam presas e incorpore
os fios ‹ tran…a.
Passo 6 – ApŒs tran…ar use um el†stico transparente para prender a tran…a.
Passo 7 – Levante a parte de cima da tran…a, para criar um volume.
Passo 8 – Passe bastante spray para finalizar.

WWW.CEPEDCURSOS.COM

“O Conhecimento Mais Perto de Voc„”


51
CEPED
(Centro Profissional de Educa€•o a Dist‚ncia)

TRAN‰A ESPINHA DE PEIXE


A trança espinha de peixe é ideal para festas e eventos, ela
é mais chique e elegante. Para vocês aprenderem, aqui vai um
passo-a-passo que vai ajudar e muito a vocês fazerem essa
trança e arrasarem nas festas e eventos.

O primeiro passo para realizar a trança, é fazer um rabo de cavalo, no meio


da cabeça, (ou no lado da cabeça, como preferir) igual mostra a imagem.
Depois de fazer o rabo de cavalo, pegue todo o cabelo, e o divida em dois,
segure ambas as mechas com a mão esquerda.

Pegue um pouquinho de cabelo do lado direito e junte a mecha que está na


esquerda, igual na imagem.

Agora, o próximo passo é inverter o jeito que está segurando os cabelos,


mudando as mãos de lugar.

O quarto passo, é o seguinte, com a sua mão esquerda pegue um pouquinho de


cabelo da mecha esquerda e passe pela mecha da direita.

Repita os passos 2 e 3 até achar que está bom, e finalize a trança com um
pequeno elástico na ponta, de preferência da cor dos cabelos, assim, não vai
aparecer o elástico. Para dar um toque mais charmoso e especial aos cabelos, use
pontos de luz, ou ate mesmo aquelas borboletinhas com strass pela trança, vai
ficar uma fofura.

WWW.CEPEDCURSOS.COM

“O Conhecimento Mais Perto de Voc„”


52
CEPED
(Centro Profissional de Educa€•o a Dist‚ncia)

COQUE ROLINHOS
Este coque parece complicado, mas não é. Segue as fotos passo a
passo e não deve demorar mais de 15 minutos o fazer. Comece por
escovar o cabelo e fazer um rabo-de-cavalo.

Separe depois o cabelo em 5 secções, o modo mais fácil é separar o cabelo


primeiro em duas secções uma acima e outra abaixo. A de abaixo deve ser
um pouco maior de modo de dividi-la depois em 3 e a de acima em 2.

Deixa a seção de abaixo para depois. Divide a mecha de acima em dois. Pega a
mecha y vá torcendo como mostra a foto. Envolvê-la ao redor de se mesma.
Garantir com outra banda elástica em torno de
sua base que aperte as pontas dos cabelos.

Faz o mesmo com a outra. Depois continua com a seção de abaixo que
vai dividir em

1. É melhor fazer
primeiro os dos lados e
deixar o do médio para o
final.

WWW.CEPEDCURSOS.COM

“O Conhecimento Mais Perto de Voc„”


53
CEPED
(Centro Profissional de Educa€•o a Dist‚ncia)

PENTEADO MASCULINO COM TOPETE

O penteado masculino com topete virou um hit e desde o ano passado esse é sem dúvida
nenhuma o corte e penteado mais procurado pelos homens mais antenados no mundo fashion.
Lógico que nem todo o tipo de cabelo é possível fazer esse tipo de corte e penteado.
Mas para agradar ao público masculino que volta e meia pergunta como conseguir o famoso
topete hoje foi separada uma foto com o passo a passo do penteado. Assim fica muito mais
fácil de entender como fazer o look. Você vai precisar ter em casa apenas um secador de
cabelo, spray de fixação forte, e uma pomada finalizadora de penteado ou cera para cabelos
com fixação também forte. Agora é só acompanhar o passo a passo da foto abaixo para fazer
o topete, confira!

WWW.CEPEDCURSOS.COM

“O Conhecimento Mais Perto de Voc„”


54
CEPED
(Centro Profissional de Educa€•o a Dist‚ncia)

David Beckham é conhecido por ser um metrosexual assumido que muitas vezes muda seu
penteado e já usou vários cortes de cabelo moicano diferentes. Ele é um popular jogador de
futebol que já jogou pelo Manchester United e Real Madrid e Milam. Atualmente ele joga
pelo LA Galaxy. Beckham usou um
cabelo moicano em 2005, pelo menos é a
versão mais conhecida dos moicanos do
Beckham. Seu cabelo no topo é penteada
para cima e afinado afim de formar a
crista do moicano. Nos lados da cabeça
ele deixa o cabelo mais curto mas sem
raspar. O cabelo que sobra é também
bastante curto. Sendo assim não é um
moicano clássico punk mas um moicano
falso ou moicano curto, também
conhecido como faux hawk.

Como fazer o moicano do Beckham é facil, você só


precisa de cera ou gel para cabelo para dar sustentação.
Para deixar seu moicano ainda mais original, Beckham
fez umas luzes nas pontas do moicano dando um toque
especial. Se você nao usar gel ou cera o moicano ficará
assim:

WWW.CEPEDCURSOS.COM

“O Conhecimento Mais Perto de Voc„”


55
CEPED
(Centro Profissional de Educa€•o a Dist‚ncia)

MEGA HAIR - ALONGAMENTO DE CABELOS

Artista: Suzana Vieira - foto divulgação / Arquivo Agnews

Muito procurado por atrizes que precisam mudar o visual para compor um personagem, o
mega hair é um método de alongamento feito com tufos de cabelo sintético ou natural. "A
palavra em si quer dizer cabelo grande.
O ideal é chamarmos de alongamento ou extenção, que é a possibilidade de ter o cabelo
comprido no momento que desejar, em poucas horas", conta a especialista no assunto Chris
Oliveira, da Cia. das Tranças.
A técnica utiliza cola de queratina, que não danifica os fios. "Primeiro derretemos a queratina
e separamos as mechas de cabelo. Logo depois, passamos queratina em cada fio, formando
um leque em sua ponta. Com apoio de uma pinça especial para aplicação, as mechas devem
ser unidas a alguns fios de cabelo da cliente, usando queratina", explica a especialista.
O recomendado é que os apliques sejam feitos com fios naturais, pois eles têm maior
durabilidade. "Sempre digo às clientes para usarem mega hair natural, pois ele dura três
meses. O sintético dura somente dois", diz Chris Oliveira. A técnica deve ser aplicada em
cabelos com no mínimo dois centímetros de comprimento. Se eles forem muito curtos, as
ligações entre o fio natural e o falso ficam à mostra.
O mega hair bem cuidado n•o estraga os cabelos. Porém, alguns cuidados especiais devem
ser tomados. O pente e o secador precisam passar longe das emendas de cola. "Deve-se tomar
cuidado também para tirar o alongamento. Eu recomendo que as mulheres coloquem e retirem
o mega hair com o mesmo profissional. Assim, existe a garantia de que o cabelo não será
danificado", finaliza a profissional.

WWW.CEPEDCURSOS.COM

“O Conhecimento Mais Perto de Voc„”


56
CEPED
(Centro Profissional de Educa€•o a Dist‚ncia)

LAVANDO O CABELO

Para manter os cabelos saudˆveis e bonitos, a limpeza dos fios e do couro cabeludo Œ
essencial. Uma lavagem inadequada tira a vitalidade dos fios, alŒm de ocasionar quebra
e ressecamento. Ent•o, por mais que voc„ pense que saiba exatamente o que estˆ fazendo
debaixo do chuveiro.
 Para iniciar a lavagem, utilize a água morna. Ela abre as escamas dos fios.
 Não aplique o shampoo diretamente no cabelo. Espalhe primeiro nas mãos e então no
cabelo, sempre começando pela raiz.
 Use as pontas dos dedos para distribuir o produto na raiz do cabelo, com suavidade.
 Não utilize as unhas. Faça movimentos circulares com a ponta dos dedos.
 No comprimento e pontas, deslize as mãos unidas, espalhando o shampoo de cima
para baixo, mecha por mecha, sem esfregar. Assim evitará quebras.
 Para as pontas do cabelo, basta a espuma que vem da raiz. Elas são a parte mais
delicada e agredida do cabelo e merecem atenção especial. Nada de embolar o cabelo
do alto da cabeça.
 Depois da limpeza, utilize o condicionador para fazer o fechamento das cutículas.
Aplique o produto na extensão dos fios, passando longe do couro cabeludo. Deixe agir
por três minutos e enxágue bem, de preferência com a água mais fria para ajudar
fechar as escamas. Não penteie o cabelo no momento do enxágue, pois você pode
quebrar os fios.
 Quando terminar de enxaguar o cabelo, utilize uma toalha para tirar o excesso de água
dos fios. Assim, o condicionador penetrará melhor, potencializando ainda mais o seu
efeito.
 Se você lava seus cabelos em dias alternados, o shampoo deve ser aplicado duas vezes
para garantir a remoção dos resíduos e potencializar o efeito do produto. A 1ª lavagem
elimina a sujeira e o sebo do couro cabeludo. A 2ª lavagem elimina os resquícios de
sujeira que não foram eliminados na 1ª lavagem. Quem lava os cabelos todos os dias,
não deve aplicar o shampoo duas vezes na mesma lavagem.
Comentam por aí que os cabelos sempre ficam mais bonitos e até mais limpos quando são
lavados no salão. Alguns usam água mineral ou filtrada, o que evita o acúmulo de substâncias,
como o cloro, nos fios. Mas o que mais faz diferença é que os profissionais
ENXÁGUAM MUITO. São os resíduos que tornam o cabelo pesado e opaco. Para saber se
enxaguou bem, passe os dedos pela raiz. Se ela estiver àspera e, em alguns casos, até fazer um
barulhinho por causa do atrito, seu cabelo estará pronto para receber o condicionador.

PrŒ-Shampoo

O pré-shampoo tem a função de limpar os fios profundamente e deixá-los preparados para que
o xampu atue na fibra capilar, depositando nutrientes essenciais para a saúde dos fios.
Ele reforça a ação do shampoo convencional, promovendo uma pré-lavagem dos fios. Por este
motivo, ele não funciona sozinho e deve ser usado sempre antes do shampoohabitual. Existem
aqueles que possuem micro-partículas que fazem uma esfoliação no couro cabeludo. Não
precisa ser utilizado todos os dias, principalmente se você tiver cabelos secos.

Shampoo Anti-resŠduos
WWW.CEPEDCURSOS.COM

“O Conhecimento Mais Perto de Voc„”


57
CEPED
(Centro Profissional de Educa€•o a Dist‚ncia)

Se vocˆ costuma usar cremes sem enx†gue, o ideal „ usar um shampoo anti-res‰duos
semanalmente, pois o produto remove o excesso de impurezas do couro cabeludo e abre as
escamas do cabelo para limp†-lo profundamente. Para quem nŠo tem o costume de usar o
creme sem enx†gue, use o anti-res‰duos a cada 15 dias, especialmente antes de uma sessŠo de
hidrata…Šo.

Condicionador

Todos os cabelos — mesmo os oleosos — precisam receber o condicionador depois do


shampoo, especialmente apŒs o uso de um anti-res‰duo. O condicionador fecha as escamas do
cabelo (abertas pelo shampoo) para evitar que o fio perca seus nutrientes e resseque.
Que mulher que hoje em dia nŠo gosta de ter os cabelos sempre com vida e com aquele brilho
inigual†vel? Pois „, todas nŒs sabemos que praticamente todas gostam e querem ter os cabelos
sempre em dia e com um brilho sem igual.
As hidrata…‡es capilares ou reposi…Šo h‰drica (†gua) necessitam de regularidade, independente
das esta…‡es do ano. Por„m no VerŠo, os fios ficam mais ressacados devido a exposi…Šo
intensa ao sol, ao mar e ao cloro da piscina. O quadro se agrava quando h† a associa…Šo com
produtos qu‰micos, secadores e chapinhas. Por isso, repor o l‰quido perdido „ fundamental
para a saŽde das madeixas, deixando-as mais brilhantes, sedosas e bonitas.
O tipo de hidrata…Šo e o processo adotado dependem do n‰vel de danifica…Šo das fibras e de
cada tipo de cabelo. ―Se a cabeleira est† muito danificada, al„m da hidrata…Šo, „ importante
associar outro processo para reconstru…Šo dos fios. ™s vezes sŠo necess†rias v†rias
hidrata…‡es para conseguir a maciez desejada.
Atualmente, nos sal‡es de beleza, os ingredientes mais utilizados para hidrata…Šo dos cabelos
sŠo os silicones, Œleos vegetais e minerais, ceras, manteigas, †lcoois graxos, glicerina,
pantenol, aloe vera e vitaminas.
Cabelos secos e com qu‰mica:
sŠo porosos e precisam de †gua e Œleo para se manterem saud†veis. Dessa forma, o melhor „
repor esse nutriente. Opte por mascaras de hidrata…Šo com queratina e amino†cidos, ou seja,
produtos que oferecem hidrata…‡es mais profundas e recomendadas aos cabelos ressecados
por qu‰mica. A periodicidade semanal „ a mais indicada.
Cabelos oleosos: ao contr†rio do que se possa imaginar nŠo sŠo sinšnimo de cabelos
hidratados, pois a oleosidade fica apenas na raiz, nŠo chegando ao comprimento do fio, onde
acontece o ressecamento. EntŠo, o mais indicado „ fazer uma assepsia do couro cabeludo,
com argila, por exemplo, para retirar o excesso de oleosidade e sΠdepois hidratar os fios.
Pode ser hidratado a cada 20 dias com cremes menos densos para nŠo estimular mais a
oleosidade.

Cabelos normais: geralmente sem processo qu‰mico, suportam um per‰odo maior entre um
tratamento e outro. Recomendo para esse tipo de cabelo as ampolas instant•neas que
devolvem o brilho e os torna sedosos e male†veis rapidamente. Um prazo de 20 a 30 dias
entre uma hidrata…Šo e outra „ o mais indicado.

Hidrataۥo Profunda

WWW.CEPEDCURSOS.COM

“O Conhecimento Mais Perto de Voc„”


58
CEPED
(Centro Profissional de Educa€•o a Dist‚ncia)

A hidrata…Šo profunda „ a mais eficiente de todas, pois contempla nutrientes adicionais em


rela…Šo aos outros tipos de hidrata…Šo. Para que uma hidrata…Šo seja 100% eficaz „ necess†rio
usar produtos de qualidade e seguir o procedimento correto.
Modo de Fazer
Higieniza€•o. Lavar o cabelo de preferˆncia com um xampu anti-res‰duo. As escamas dos
fios irŠo se abrir para receber o creme. ApŒs enxaguar, retire o excesso de †gua com uma
toalha, e em seguida use um pouco o secador. Quanto mais seco o cabelo, melhor o produto
ser† absorvido.
Aplicaۥo do creme. Separe em mechas e aplique em pequenas quantidades em todo o
comprimento dos fios. Depois de espalhar no comprimento inteiro, massageie o fio, mecha
por mecha. A massagem ajuda tamb„m na penetra…Šo do produto.
Fa…a algum procedimento para aquecer os fios: pode ser com uma touca de alum‰nio, ou com
uma toalha quente e Žmida. Deixe o tempo recomendado pelo fabricante do produto
escolhido.
Depois de transcorrido o tempo, tire a touca de alum‰nio e aguarde mais 5 minutos para que o
cabelo esfrie naturalmente. Enx†gue bem. Finalize com condicionador de pH †cido, para
fechar bem as cut‰culas.
• extremamente importante fechar bem as cut‰culas depois da hidrata…Šo para que os
nutrientes nŠo se percam. Se as cut‰culas ficarem meio abertas, os nutrientes vŠo saindo, e a
hidrata…Šo dura menos tempo.
Opcionalmente, Finalize com leave-in ( creme sem enx†g•e) ou silicone.
Receitas de Hidrata…Šo Profunda
 Receita 1: 3 colheres de creme hidratante + 1 colher de sopa de a…Žcar cristal + 5 ml
de Bepantol l‰quido.
 Receita 2: 3 colheres de creme hidratante + 1 colher se sopa de azeite de oliva.
 Receita 3: 3 colheres de creme hidratante + 1 colher de sopa de mel + uma ampola de
Arovit.
 Receita 4: 3 colheres de creme hidratante + 10 ml de queratina l‰quida Cauteriza…Šo
A cauteriza…Šo „ uma reestrutura…Šo capilar. A cauteriza…Šo — ou pl†stica capilar, como
tamb„m „ chamada — „ um tratamento que faz a cicatriza…Šo das cut‰culas do cabelo atrav„s
de hidrata…‡es com produtos especiais.
A principal fun…Šo da cauteriza…Šo „ recuperar a elasticidade do cabelo, j† que o tratamento
age do cŒrtex at„ as cut‰culas, por dentro do fio. Ou seja, a cauteriza…Šo „ uma hidrata…Šo
profunda que sela as escamas dos fios e suaviza as pontas duplas, o que permite eliminar o
aspecto arrepiado dos cabelos. a cauteriza…Šo „ feita por etapas:
 Os cabelos devem ser lavados duas vezes com xampu anti-res‰duos para abrir as
escamas e prepar†-lo para a m†scara de hidrata…Šo.
 Antes de receber o creme, „ importante secar com uma toalha para tirar o excesso de
†gua.
 Depois, os cabelos sŠo separados em mechas para receber o creme e um reestruturador
‹ base de col†geno. Deixa-se agir por 20 minutos e entŠo enx†gua-se.
 ApŒs retirar todo produto, „ aplicado um composto a base de queratina.
 Assim que todo o cabelo receber a queratina, novamente mechas serŠo separadas para
serem secas com secador. Em seguida, passa-se a chapinha para a queratina penetrar
nos fios com maior eficiˆncia.
 Para finalizar, os cabelos recebem Œleo de silicone para abaixar ainda mais os fios,
principalmente os novos.

WWW.CEPEDCURSOS.COM

“O Conhecimento Mais Perto de Voc„”


59
CEPED
(Centro Profissional de Educa€•o a Dist‚ncia)

Descongestionamento
O descongestionamento é uma técnica que retira a oleosidade excessiva, limpando muito bem
o couro cabeludo e eliminando a caspa oleosa. Além disso, aumenta a irrigação sanguínea do
couro cabeludo, diminuindo a queda e favorecendo o crescimento de novos fios.
Argiloterapia capilar antiqueda e crescimento
Promove um controle de oleosidade, recupera a oxigenação do couro cabeludo, ativa a
circulação, promovendo o crescimento e restaurando os fios.
Escova de chocolate
A escova de chocolate é para retornar com brilho e maciez, além de reduzir o volume por um
período mais prolongado do que numa simples hidratação.

Manutenção e frequência
Das indicações, o mais caro e avançado tratamento para deixar o cabelo saudável e brilhante
vai por água abaixo, se alguns cuidados básicos não forem tomados em casa. Por isso, o
cabeleireiro deve estar atento e indicar a seu cliente os cuidados necessários para
complementar o tratamento.
Escovas
Como Usar Corretamente O Secador:
 Se você parar por muito tempo no mesmo lugar, vai danificar os fios de cabelo. Além
disso, vai precisar utilizar mais calor do que o realmente necessário para finalizar a
escova.
 O secador sempre deve estar paralelo ao couro cabeludo e em movimentos contínuos.
Assim você evita queimar o couro cabeludo e o desperdício de energia.
 O secador deve sempre
acompanhar o sentido da
cutícula, ou seja, da raiz para as
pontas e estar sempre a 45°.
 Veja no desenho a posição
correta do secador em relação à
cabeça do cliente, sempre que for
usá-lo. Veja que o jato de ar
quente deve seguir a linha
pontilhada do desenho. Assim,
ele seca a mecha sem atingir o
couro cabeludo.
 Evite encostar o bico do secador diretamente no cabelo; é aconselhável colocá-lo a
uma distância de 1 a 3cm.

Distância do cabelo do bico do secador.


Deixe o eixo do secador parado (é a parte
onde ele tem o motor) e só movimente o bico
para frente e para trás que você fará o
movimento ideal. Dessa forma, você evita
que o vento se concentre em um único ponto da mecha e aumente a
temperatura do secador.
Quem tem cabelos enrolados e quer alisar. Quem tem cabelos lisos quer enrolar.
Independente do seu gosto pessoal, todas sabemos que o primeiro passo para um penteado
bem feito é uma bela escova.
WWW.CEPEDCURSOS.COM

“O Conhecimento Mais Perto de Voc„”


60
CEPED
(Centro Profissional de Educa€•o a Dist‚ncia)

Para come…ar lave bem os cabelos, de preferˆncia com shampoos e condicionadores que
prometem o ―efeito liso‖. Em seguida, retire o excesso de †gua com uma toalha e penteie
com um pente de dentes largos. Passe um produto especial para escova, que pode ser mouse,
spray, creme ou s„rum. Depois desse preparo, „ a hora de come…ar a escovar de verdade.
Se vocˆ souber usar, escovas e pentes podem ser grandes aliados na hora de domir cachos
rebeldes e fazer aquele penteado bonito e sedutor. Basta estar atenta ao modelo ideal.
Mas, se tiver em mŠos a "arma" errada, enfrentar† alguns problemas que poderŠo significar
cabelos feios e sem brilhos.
As cerdas e o formato das
escovas dizem muito sobre
elas. O material e o
espa…amento das cerdas vŠo
indicar o uso correto da escova.
O seu formato tamb„m „ muito
importante.
As de formato redondo sŠo indicadas para fazer escova, cachear ou ondular. SŒ deve ser usada
nos cabelos secos ou Žmidos, nunca nos molhados. A reta desembara…a, alisa e controla a
eletricidade. • tamb„m importante que o tamanho da escova acompanhe o comprimento do
cabelo.
Para cabelos curtos, escovas pequenas. Para cabelos longos, escovas maiores.
Escovas: As melhores sŠo as que sŠo feitas com mistura de pelo ―natural‖ (animal) e
sint„tico, seja de que formato, tamanho ou forma.
- Escovas redondas:
Existem de todos os di•metros e de v†rios materiais. Dˆ preferˆncia aquelas que ―assentam‖
confortavelmente na mŠo. Mas principalmente deve centrar a sua escolha, consoante o
tamanho do seu cabelo.
• inŽtil a compra de uma escova redonda grande, se o seu cabelo „ medio-curto. Na duvida,
prefira uma escova ligeiramente mais pequena do que o seu cabelo.
Advertˆncia: estŠo muito na ―moda‖ as escovas met†licas; se o seu cabelo for fino e com
tendˆncia a ganhar ―est†tica‖, evite esta escova, pois tendem a sobreaquecer o cabelo. Elas
devem estar reservadas aos cabelos grossos.
- Escovas Planas: (com formas diversas)
SŠo mais vocacionadas para cabelos longos, Algumas sŠo fabricadas com a base (onde
assentam os ―picos‖) muito macia... como que cheia de Ar; SŠo as melhores para os cabelos
muito compridos e espessos.
- Pentes:
Existem no mercado uma infinidade de modelos, tamanhos, materiais, cores, etc. Mas na hora
de escolher, deixa a razŠo prevalecer sobre o impulso. O pente tem que ser de bom material:
baquelite, pl†stico de boa qualidade, madeira nobre, etc e nŠo pode arranhar o couro cabeludo,
nem puxar os cabelos. Comece sempre a desembara…ar o Cabelo pelas pontas... Nunca use
uma escova para desembara…ar cabelos molhados. • mais f†cil, mais r†pido, mas parte o
cabelo e forma ―espigados‖ com muita facilidade. Deve usar sempre um pente largo para
desembara…ar o cabelo molhado!
Passo a passo para escovar o cabelo
 O primeiro passo „ secar o cabelo, tirando o excesso de †gua apŒs a lavagem;
 Em seguida, divida o cabelo em trˆs partes: lateral direita; lateral esquerda e atr†s.
Come…ar por tr†s „ geralmente mais f†cil;
WWW.CEPEDCURSOS.COM

“O Conhecimento Mais Perto de Voc„”


61
CEPED
(Centro Profissional de Educa€•o a Dist‚ncia)

 Prenda os lados que nŠo vai utilizar e divida novamente a se…Šo pela qual deseja
come…ar a escovar;
 O tamanho de cada mecha depende muito do volume e textura do seu cabelo;
 Puxe o cabelo com uma escova redonda e acompanhe a escova com o secador. Repita
quantas vezes forem necess†rias para alisar cada mecha. Cada mecha deve ser
escovada em m„dia 5 vezes;
 Procure fazer a escova sempre puxando o cabelo para cima, para que ele nŠo perca o
volume e fique ―colado‖ na cabe…a; 5
 No caso da franja, o cuidado deve ser redobrado ao puxar para cima;
 Terminado, ajeite o cabelo com as mŠos para conseguir o caimento desejado.
Mais algumas dicas que devem ser levadas em considera…Šo:
 NŠo exagere no condicionador ou no leave-in para o cabelo nŠo ficar pesado e com
aspecto oleoso;
 Escolha a escova certa para o seu tipo de cabelo;
 Depois de esticar bem os fios, coloque o secador no ar frio para dar um choque
t„rmico no cabelo e evitar que ele fique armado;
 Algumas gotas de silicone ajudam a manter a escova intacta por mais tempo.
Babyliss Tira o volume dos cabelos cacheados, crespos ou armados e d† volume e movimento
aos cabelos lisos.
Como Fazer Babyliss
 Se o cabelo for cacheado, apenas defina os cachos;
 Evite os excessos para criar um efeito suave e natural nas madeixas;
 Se o corte dos fios for reto, o Efeito causado ser† de volume, mas as camadas nŠo vŠo
se sobrepor, por isso „ ideal ter um corte mais repicado no cabelo;
 Use um spray seco, antes e depois do babyliss para ajudar a fixar os cachos e para
garantir um efeito mais duradouro;
 Come…a dividindo o cabelo em quatro partes, na lateral e no sentido de cima para
baixo;
 Pegue a primeira mecha e enrole com o Baby liss em um movimento para tr†s;
 Espere alguns segundos e solte a mecha delicadamente;
 Uma dica „ intercalar as mechas, uma para frente outra para tr†s. Depois solte as
mechas com as mŠos e vai ver que as camadas vŠo se sobrepor;
 NŠo esque…a do spray fixador, apŒs terminar de cachear o cabelo todo.

WWW.CEPEDCURSOS.COM

“O Conhecimento Mais Perto de Voc„”


62
CEPED
(Centro Profissional de Educa€•o a Dist‚ncia)

Cachos
Divida o cabelo em mechas largas, para realizar a secagem dos fios com o
secador;
Foto 2: Utilizando o secador direcionado para baixo, modele os fios com o
auxilio da escova,
de maneira que eles não fiquem superlisos;

Foto 3: Após a secagem dos cabelos, faça a divisão das mechas e inicie colocando cada uma
delas sobre o modelador. Gire o equipamento no sentido horizontal;
Segure a ponta dos cabelos durante 6 segundos sem o
uso da pinça do modelador. Isso vai dar mais
movimento aos fios e deixar as ondas mais soltas.
Para finalizar o cacheado, gire o equipamento no
sentido vertical, sem torcê-lo, e solte levemente o
cacho. Repita o procedimento em todos os fios.
Para finalizar o processo dos cachos, leve todo o
cabelo para frente e solte-os com as mãos. O visual ficará moderno e natural.

LUZES
Quem aí nunca pensou em fazer luzes no cabelo? Provavelmente poucas disseram que não,
ou quase ninguém, pois a moda de luzes no cabelo pegou e já está em evidencia durante
vários anos. No entanto, o resultado irá variar de acordo
com cada tipo de cabelo e a cor escolhida das luzes, hoje,
por exemplo, existem diversos tipos de cortes utilizando
luzes em diferentes penteados. Faça luzes no cabelo e
arrase no Inverno!
Um desses casos é o Ombré-Hair que clareia a cor do
cabelo de uma forma mais discreta, deixando a raiz
intacta! Já falamos sobre esse tipo de corte no
No entanto, para cada cor de pele existem técnicas e
penteados que ajudam a realçar a beleza da pessoa e para explorar isso, falaremos sobre cada
uma dela abaixo.

Pele Clara – Estilo Surfistinha

A luzes para o cabelo podem ser utilizadas em qualquer tipo de


cabelo. Aproveite.
Esse estilo é utilizado para quem tem uma pele bem clarinha. A ideia
do estilo surfistinha é descolorir o cabelo deixando apenas a raiz
intacta, cerca de dois dedos da raiz. A descoloração é grande e o
processo químico também, por isso, vale a pena pedir sugestões para
seus profissionais de confiança.
Para que você possa ver o resultado, selecionamos algumas fotos de
cabelos já feitos, com diferentes tipos de luzes para loiras.

WWW.CEPEDCURSOS.COM

“O Conhecimento Mais Perto de Voc„”


63
CEPED
(Centro Profissional de Educa€•o a Dist‚ncia)

As luzes californianas da Débora Secco são um destaque!

Adriane Galisteu é outro exemplo de Luzes nos cabelos.

A chapinha com luzes também fica linda, não acham?

Pele Bronzeada – Garota Dourada

A diva Angelina Jolie utiliza as luzes Garota Dourada. Não ficou divino? Muitas mulheres
sonham em ter a pele bronzeada do sol e para elas também tem o tipo de corte e luzes
perfeitas para aproveitar o verão. Estamos falando das luzes garota Dourada que sobrepõem
três tipos de cores no cabelo, utilizando cores parecidas, como o mel e caramelo por exemplo.

WWW.CEPEDCURSOS.COM

“O Conhecimento Mais Perto de Voc„”


64
CEPED
(Centro Profissional de Educa€•o a Dist‚ncia)

Exemplos vivos desse tipo de luzes são encontrados nas atrizes Luana Piovani e Jennifer
Aniston, lindas, poderosas e com cabelos de arrepiar!

Fotos Luzes no cabelo castanho

Se você tem cabelo castanho e quer fazer luzes no cabelo, fique tranquila,
temos algumas fotos para lhe ajudar a escolher a cor ideal.
Cabelos castanhos com luzes? Sim!
Jennifer Aniston arrasando! Lindas luzes.

Pele Morena – Morenas Solares

As morenas solares estão em


evidência. Lindas!
Perfeita opção para as mulheres
do Brasil, que possuem o
cabelo e a pele morena. Nesse
tipo de corte, muitas pessoas
pensam que irão ficar loiras,
mas esse pensamento é errôneo,
pois esse tipo de corte é apenas
para dar luminosidade e charme
ao cabelo, deixando o visual sofisticado e mesclando cores com o loiro e dourado na medida
certa!

Como fazer luzes no cabelo?

Uma das perguntas mais frequentes é sobre luzes. E o que acabei percebe-se é que a maioria
das perguntas gira em torno da problemática das mechas
alaranjadas e amareladas.
E como diz o ditado, é melhor prevenir do que remediar, não é
mesmo? Pensando nisso, foi feito este post para explicar
direitinho o passo a passo para obter um resultado satisfatório na
hora de fazer luzes.
Tem gente que pensa que fazer luzes é um bicho de sete cabeças,
eu mesma era uma dessas pessoas, morria de medo, só que
pesquisando sobre o assunto, vi que não era tão complicado como
parecia. Também não é a coisa mais fácil do mundo, requer uma
certa habilidade na hora de mexer nos cabelos, mas não é
impossível.
WWW.CEPEDCURSOS.COM

“O Conhecimento Mais Perto de Voc„”


65
CEPED
(Centro Profissional de Educa€•o a Dist‚ncia)

1º PASSO
O primeiro passo é analisar o cabelo antes de sair correndo pra perfumaria mais próxima e
comprar os produtos. Cabelos escuros, sejam eles tingidos ou virgens, temos que ter a
consciência de que não ficarão super loiros da noite para o dia. Requer paciência para
alcançar o tom desejado, caso queira platinar o cabelo. Tem que ter noção que serão
necessárias algumas sessões de luzes até o cabelo chegar no tom.
É importante saber definir que tom será almejado. E isto é super subjetivo, tem gente que
gosta de loiros claríssimos, quase branco, que são os platinados, tem as que preferem uma
coisa mais dourada, outras preferem um tom mais sútil, enfim, são inúmeras as possibilidades.
Lembrando sempre que devemos respeitar nosso biotipo, cor da pele e dos olhos são super
importantes na hora de escolher o tom. Nem todo mundo fica
bem com o platinado por exemplo.
Devemos considerar também a cor de base dos nossos cabelos,
por exemplo, a maioria das mulheres morrem de amores pelo
cabelo da Gisele, porém ela é loira natural e faz luzes claríssimas
meio californianas, apenas para dar um up no visual. Outro
cabelo super requisitado nos salões no Brasil é o da Adriane
Galisteu, mas ela também é loira natural, ela já tem uma cor
base loiro acinzentado e luzes em loiro claríssimo. O mesmo
caso da Ana Hickman com seu cabelo super platinado, porém
ela, além de ser loira natural com luzes platinadas, é super
branquinha e de olhos azuis.
Quem não nasceu loira natural como as beldades acima e mesmo
assim quer ficar super loira, tem duas opções. A primeira é fazer
uma cor de base com tintura num tom de loiro escuro, e fazer as
luzes claríssimas por cima. Vale ressaltar que deve-se levar em
conta que além de retocar as luzes a cada dois ou três meses, terá
que retocar a raiz da cor de fundo pelo menos uma vez por mês.
Foi assim que foram feitos os cabelos da Déborah Secco e
Flavia Alessandra, primeiro foi feita a cor de base, e depois as
luzes por cima.

Para quem quer fugir de toda essa trabalheira, a segunda opção é fazer apenas as luzes e
deixar a cor de fundo, sua cor natural. Se a pessoa tem o cabelo castanho escuro por exemplo,
e não se importar com o contraste da raiz escura com as luzes mais claras.
Independente disto tudo, o cabelo deve estar com uma cor uniforme para receber as luzes.
Caso você esteja com o cabelo manchado por outras tintas, é preferível uniformizar este
cabelo antes das luzes, levando em consideração as duas escolhas que falei acima, caso queira
uma cor base de loiro escuro, tinja o cabelo com uma tinta nesta tonalidade, como por xemplo
uma 8.1, caso queira deixar a cor natural do seu cabelo, tinja com uma cor mais próxima
possível de sua cor original, como exemplo, castanho escuro, use um tom de 5.
Outro aspecto que deve ser considerado é o estado do cabelo. Caso o cabelo esteja muito
danificado por outras químicas, como tinturas e progressivas, ou ressecado, o melhor a ser
feito é tratá-lo antes, para que ele esteja fortalecido para receber a agressão da descoloração
sem que danifique tanto o cabelo. Quanto mais saudável e menos química o cabelo tiver,
melhor para o processo de luzes.

WWW.CEPEDCURSOS.COM

“O Conhecimento Mais Perto de Voc„”


66
CEPED
(Centro Profissional de Educa€•o a Dist‚ncia)

2º PASSO
O segundo passo para conseguir o tão desejado loiro perfeito é usar bons produtos. Essa
definitivamente não é hora de se fazer economia, pense que ela já está sendo feita com você
fazendo este procedimento em casa e não em salão, que vão lhe cobrar os olhos da cara.
Mesmo usando bons produtos, o custo é bem menor do que se fosse feita em salão.
Quando digo bons produtos, refiro-me a produtos profissionais, a escolha de um bom
descolorante e uma boa água oxigenada fazem toda diferença. Prefira sempre que possível
usar o descolorante e a água oxigenada da mesma marca. Marcas boas de descolorante
são: Supermeches da Alfaparf, Amend, Lightner, Blond Me, Blondor da Wella, Platine
Precision.

VOLUMAGEM DA ÁGUA OXIGENADA


Quanto a volumagem da água oxigenada, vai depender do objetivo de cada uma. Para quem
quer abrir bastante a cor dos cabelos, não tem como fugir da Ox de 40, pra quem não quer o
cabelo tão claro, ou é loira natural e quer mechas mais claras, a Ox de 30 funciona
perfeitamente.

WWW.CEPEDCURSOS.COM

“O Conhecimento Mais Perto de Voc„”


67
CEPED
(Centro Profissional de Educa€•o a Dist‚ncia)

3º PASSO
O terceiro passo é escolher a técnica a ser usada no
processo. Para quem não tem muita experiência a maneira
mais fácil e mais segura é fazendo na touca. Ainda que
algumas pessoas argumentem que o uso da touca em cabelos
compridos, devido ao atrito de puxar os cabelos na touca,
podem causar quebra dos fios, ainda assim, ela é a mais
aconselhável, por ser mais segura. O risco de manchar o
cabelo é infinitamente menor se comparada a fazer as luzes
com papel. Para quem tem mais habilidade e prefere correr
este risco, pode optar por fazer as luzes no papel.

Para fazer luzes na touca os cabelos devem estar secos e


bem desembaraçados. Penteie o cabelo todo para trás,
coloque a touca, e com o auxílio de uma agulha de croché
vá puxando mechas intercalando finas e mais grossas em
todos os buracos da touca. Após terminar de puxar todas as mechas, inicie a aplicação do
descolorante sempre pela nuca. A mistura do descolorante com a água oxigenada deve ficar
nem muito consistente e nem líquida demais. Deve formar uma mistura homogênea cremosa.

WWW.CEPEDCURSOS.COM

“O Conhecimento Mais Perto de Voc„”


68
CEPED
(Centro Profissional de Educa€•o a Dist‚ncia)

Para fazer luzes no papel, os cabelos devem estar secos e de preferência escovados. O cabelo
é dividido em quatro partes, começando da nuca, vá soltando mechas finas, costure o cabelo
com o auxílio do cabo fino de um pente, separando as mechas que serão descoloridas. Aplique
o descolorante e envolva as mechas no papel alumínio.
TEMPO DE PAUSA
A maioria das pessoas fazem todos os procedimentos corretamente e acabam errando
justamente no mais simples. O cabelo quando está sendo descolorido, ele obedece uma
sequencia de clareamento, inicialmente o cabelo vai
ficando laranja, depois amarelo, e por fim, branco.
Respeitar o tempo de pausa é fundamental. Cada cabelo é
um cabelo, uns abrem mais rápido e outros menos, mas
normalmente, deve-se deixar descolorindo por pelo
menos uns 50 minutos a
uma hora. Neste tempo, é
imprescindível ir vigiando o
cabelo, entre intervalos
pequenos. Pegue uma mecha de cabelo, tire um pouquinho do
descolorante com a unha, verifique a cor que ele está, puxe um
pouco os fios, verifique se eles não estão ficando elásticos.
Caso o cabelo esteja resistindo bem ao processo, pode deixar o
produto até alcançar o tom amarelo mais claro, caso ele
comece a emborrachar, daí não tem como fugir, deve-se
enxaguar os cabelos independente do grau de clareamento que
ele esteja. Por isso é muito importante que o cabelo esteja
forte para conseguirmos obter o melhor resultado possível.
A questão é que muitas vezes, por medo, tiramos
precipitadamente o descolorante e o cabelo fica aquele laranja
horrível, que muitas vezes só terá saída na próxima descoloração, pois ele abrirá mais, abrindo
deste laranja para o amarelo.

4º PASSO
O quarto passo é o mais
importante de todos e que
muitas vezes é
simplesmente esquecido.
A matização das luzes! O
descolorante sempre deixa
um aspecto artificial nas
mechas, mesmo quando é
alcançado o tom
branquinho, o ideal é após
as descoloração, matizar as
mechas.
Matizar cabelos significa
neutralizar, acrescentar ou
intensificar alguma cor, nos
cabelos loiros, utilizando de
um recurso mais suave para
WWW.CEPEDCURSOS.COM

“O Conhecimento Mais Perto de Voc„”


69
CEPED
(Centro Profissional de Educa€•o a Dist‚ncia)

aplicação da nuance. Desta forma, podemos neutralizar tons indesejados, como o amarelo e o
alaranjado, acrescentar nuances, em casos de luzes que a pessoa quer um tom de mel por
exemplo, ou ainda intensificar, como no caso das mechas branquinhas, a pessoa querer
intensificar este tom platinado com a matização.
Existem diversos produtos que poderão ser utilizados nesta matização:

 Keraton Prata + creme branco

A misturinha de Keraton Prata e creme branco é excelente para neutralizar os tons amarelados
e alaranjados, porém, para as meninas que gostam dos fios mais platinados, podem não gostar
do efeito dele, pois ele matiza mais pro acinzentado. Outro aspecto que vale ser ressaltado é
que a matização é muito rápida, ainda mais se o cabelo estiver muito claro, o ideal é deixar
bem pouco tempo mesmo, no máximo uns três minutos, porque senão pode acabar
chumbando o cabelo.

 Keraton Prata + Keraton Pastel

Nessa mistura não é necessário usar o


creme branco, que aqui é substituído
pelo Keraton Pastel. Esta é uma opção
para aquelas que preferem um tom
mais perolado. Tem menos risco de
chumbar que o Keraton Prata.

 Magic Color

Este já está com fama de ser o melhor


matizador, pois além de eliminar os tons
amarelados/alaranjados, ele matiza para
o platinado mais do que o tom
acinzentado, e não tem risco de chumbar
os cabelos.

WWW.CEPEDCURSOS.COM

“O Conhecimento Mais Perto de Voc„”


70
CEPED
(Centro Profissional de Educa€•o a Dist‚ncia)

 Tonalizantes como o Richesse da L’oreal


ou o Color Touch da Wella

Você pode tanto matizar as luzes tonalizando-as


usando um desses tonalizantes com emulsão
reveladora, deixar alguns minutinhos e pronto.
O problema de fazer desta maneira é que ele
acaba interferindo na cor de fundo, abrindo-a
um pouco, e tem gente que não gosta, prefere o fundo
natural, sem contar que ele desbota mais rápido do que
os outros.

 Bio Cale

O Bio Cale Violeta é também outro


matizador que quem usa ama e
recomenda. O Matizador Bio Cale é um
condicionador e deve ser usado como tal, ou
seja, após o shampoo. O biocale não resseca,
ao contrário, ele trata os fios, não mancha e
nem estraga o cabelo. Ele simplesmente
neutraliza completamente o amarelado e o
alaranjado e deixa os fios com uma cor
limpa.

WWW.CEPEDCURSOS.COM

“O Conhecimento Mais Perto de Voc„”


71
CEPED
(Centro Profissional de Educa€•o a Dist‚ncia)

 Shampoo Silver da L’oreal

É um shampoo desamarelador que também pode ser usado


na matização das mechas. Dizem que resseca um pouco os
fios.
Para neutralizar os tons amarelados/alaranjados utiliza-se
produtos com pigmento roxo/azul, que estão presentes nos
tons acinzentados, conforme mostra a Estrela de Oswald,
princípio que usamos para trabalhar com as cores e suas
pigmentações. Por isso todos os matizadores tem esta
pigmentação.

A partir do conceito acima, pra quem irá utilizar tonalizantes, reflexos laranjas e amarelos
precisariam ser neutralizados com uma nuance que contenha os pigmentos roxo e azul.

WWW.CEPEDCURSOS.COM

“O Conhecimento Mais Perto de Voc„”


72
CEPED
(Centro Profissional de Educa€•o a Dist‚ncia)

SAL‘O DE BELEZA

Os Salões De Beleza Para alguns, eles são considerados supérfluos, para outros, eles são
imprescindíveis à manutenção da auto-estima.
Os salões de beleza são considerados por esse último time, como um templo onde se operam
verdadeiros milagres, funcionam como verdadeiras fábricas de beleza, onde o "processo
produtivo" pode envolver desde a lavagem, corte, ondulação, penteado e tintura dos cabelos
até outras operações de cuidado e arranjo dos mesmos.
As ferramentas são os mais diversos materiais e técnicas, que adequadamente empregados
embelezam a clientela de acordo com a moda e as exigências dos clientes

Mercado
O mercado não é muito concorrido. A clientela geralmente é fixa e só procura a concorrência
caso os serviços não sejam satisfatórios. Pode acontecer que o cliente prefira os serviços de
corte de cabelo em um salão, manicure em outro e pedicure em outro ainda. O ideal é que o
empreendedor ofereça no seu salão qualidade e bons preços em todos os serviços disponíveis,
dessa maneira ele manterá o cliente utilizando
sempre o seu salão. Além disso, este é um ramo
muito rentável, sobretudo à medida que o
profissional se torna conhecido da clientela.

Estrutura
A estrutura básica deve contar com uma área de
20 m², que sera suficiente são suficientes para
montar um salão pequeno porte. O ponto deve ter
instalações elétricas e hidráulicas em boas
condições, com um ambiente bem iluminado,
paredes e pisos claros e laváveis, é
imprescindível transmitir a impressão de
limpeza.
Para dar tratamento profissional ao negócio é fundamental oferecer facilidade para estacionar
e ter sala de espera - ou ao menos algumas cadeiras - com direito a cafezinho, água e TV ou
música ambiente. É o mínimo de conforto a ser ofertado para público de quaisquer classe
social.

Equipamentos
Os equipamentos básicos são:
- Cadeiras e bancadas com espelhos;
- Lavatórios, secadores;
- Equipamentos para manicure, podólogo, depilador.
Havendo disponibilidade financeira, é interessante adquirir outros equipamentos, tais como:
Conjuntos para maquiagem, depilação e estética; Mesas e cadeiras para manicure; Aparelhos
de TV; Equipamentos de hidratação; Estufas para esterilização, etc.

Pessoal
A mão de obra básica de um salão de beleza consiste em: cabeleireiros, manicures e um
especialista em depilação. O empreendedor pode cuidar do gerenciamento do salão. É válido

WWW.CEPEDCURSOS.COM

“O Conhecimento Mais Perto de Voc„”


73
CEPED
(Centro Profissional de Educa€•o a Dist‚ncia)

lembrar que o constante aperfeiçoamento e treinamento do pessoal é de fundamental


importância.

Atendimento
Evitar a evasão da
clientela dependerá
muito do
tratamento
dispensado à
mesma, pelo
proprietário e seus
colaboradores. Os
maiores riscos
estão relacionados
à conseqüência de
um atendimento
inadequado e
potencial perda do
cliente. Lembramos
a importância do
relacionamento
entre profissional e
cliente e a qualidade dos serviços oferecidos.

Come€ando
O talento para cortar e pentear cabelos, reconhecido inicialmente pelos amigos e familiares,
costuma ser o primeiro sinal de vocação para o ramo.
Características e atribuições do empreendedor
Neste ramo de negócios, o empreendedor atuará além de tudo como um consultor de beleza,
orientando e sugerindo a melhor opção e não simplesmente cumprindo as solicitações dos
clientes. Muitas vezes, pelo desconhecimento efetivo do resultado final, as pessoas solicitam
determinados serviços que o profissional já sabe que não se enquadram com o tipo físico
dessas pessoas, então, caberá a ele estabelecer uma boa relação com o cliente para poder
esclarecê-lo e evitar um resultado não satisfatório. Um corte de cabelo, um penteado, uma
tintura, devem compor um conjunto que agrade o cliente, se enquadre com suas características
físicas e que esteja de acordo com os ditames da moda.
O empreendedor deverá ser muito bem informado sobre tendências da moda, novos produtos
e tecnologias, além de ter facilidade no relacionamento, ser dinâmico e inovador.

Horˆrio
Para dar tratamento profissional ao negócio é fundamental trabalhar com hora marcada.

Pre€os
Os preços a serem cobrados devem estar de acordo com o perfil do público que se pretende
atender e também obedecer a localização do estabelecimento.

WWW.CEPEDCURSOS.COM

“O Conhecimento Mais Perto de Voc„”


74
CEPED
(Centro Profissional de Educa€•o a Dist‚ncia)

Material
Higiene é a palavra-chave. Aliás, é fator do qual não se pode descuidar. É importante estar
atento à esterilização dos instrumentos (como tesouras, pentes e alicates), que pode ser feita
com o uso de estufa ou por meio de produtos químicos. A boa impressão causada nos clientes
é importantíssima para o sucesso do negócio.

Estoque
A reposição de estoque de produtos utilizados é feita na medida da necessidade. As perdas
dos produtos não são consideradas como riscos, pois são relativamente pequenas.
Normalmente, os fabricantes enviam representantes ao local para registrar os pedidos
mensalmente.

Diferenciando o empreendimento
O empreendedor poderá destacar-se da concorrência mantendo uma relação justa entre preço-
qualidade, instalações agradáveis e cômodas, além de equipamentos, técnicas atualizadas e
prestação de
serviços
diferenciados:
- Atendimento em
domicílio. Em
caso de festas,
casamentos e
outros eventos
sociais,
empreendedor pode
optar por deslocar
uma equipe para
atendimento em
domicílio, visando
maior comodidade
para os clientes.
Hoje, é bastante
freqüente a
inclusão do
chamado "Dia da Noiva". Este serviço inclui todo trabalho de estética que uma noiva procura,
desde manicure até massagem, passando por limpeza de pele, penteado, maquiagem e
pedicure.
- Em dia com as novidades. O mercado é bastante exigente quanto aos aspectos profissionais.
Daí, a necessidade do empreendedor estar sempre buscando atualizar-se, seja no
conhecimento de novas tecnologias ou de novas tendências. Por este motivo e,
principalmente, em épocas recessivas, os profissionais da área devem utilizar sua criatividade
e motivação para manter um público constante aos seus serviços.
- O uso da informática. Atualmente, a "informática" invade os Salões de Cabeleireiros e se
orienta o desempenho das atividades dos profissionais da área estética. Há programas
específicos onde o cliente pode visualizar como ficará com determinado corte, tintura ou
penteado antes mesmo de executá-los. Computadores também auxiliam no gerenciamento de
estoque de produtos, folha de pagamento, cadastro de clientes, etc..

WWW.CEPEDCURSOS.COM

“O Conhecimento Mais Perto de Voc„”


75
CEPED
(Centro Profissional de Educa€•o a Dist‚ncia)

No cadastro de clientes o empreendedor pode manter todas as informa…‡es espec‰ficas dos


servi…os prestados: Žltima tintura usada (cor, data), corte, produtos utilizados na limpeza de
pele , etc. e informa…‡es complementares do perfil do cliente: profissŠo, estilo de roupa, etc.
- Criatividade. Existem sal‡es em que realizam-se exposi…‡es de quadros e chegam a mudar a
decora…Šo de tempos em tempos, orientado pela opiniŠo da clientela. Esse tipo de estrat„gia
ajuda na conquista da clientela.

5. Para N•o Fracassar


Se vocˆ j† atuou no ramo de
―SalŠo de Beleza‖ como
empres†rio ou como
empregado, nŠo pense que
sabe tudo. Visite o maior
nŽmero poss‰vel de Sal‡es
de Beleza, converse com os
propriet†rios e empregados,
fa…a amizade com o maior
nŽmero poss‰vel de
empres†rios, troque id„ias,
confira as diferentes
percep…‡es sobre o mercado,
sobre as dificuldades etc.
Agora, se nŠo for do ramo,
ter† de aprender muito e o
melhor caminho „
pesquisar,conversar com as
pessoas do ramo e
questionar at„ entender o melhor poss‰vel como se ganha dinheiro com ―SalŠo de Beleza‖.
O objetivo „ este mesmo, aprender como se ganha dinheiro
com a explora…Šo empresarial de ―SalŠo de Beleza‖.
• normal pensar que fazer amizades ou interagir com empres†rios do ramo „ dif‰cil, pois estes
nŠo darŠo informa…‡es sobre as caracter‰sticas do negŒcio para um ―futuro concorrente‖.
NŠo „ verdade! As pessoas gostam de trocar id„ias e falar das dificuldades; basta ser franco
na conversa, se apresentando e explicando sua situa…Šo.
Para come…ar busque empresas em bairros distantes ou at„ mesmo em cidades vizinhas
pois assim ningu„m se sentir† amea…ado.O resultado desta fase de aprendizado e pesquisas „
vocˆ formar id„ias e estar convicto sobre o projeto de sua empresa e como ser† seu ―SalŠo
de Beleza. Ao contatar outras empresas vocˆ deve buscar elementos para responder as
seguintes quest‡es:
•Onde ser† localizada seu ―SalŠo de Beleza?
•Como ser† o processo de ―Venda, isto „, como conseguir clientes na quantidade necess†ria?
•Como ser† o processo para ocupa…Šo do espa…o no mercado com clientes, concorrentes e
fornecedores?
•Como ser† a opera…Šo do SalŠo de Beleza de forma a satisfazer e surpreender os clientes?
•Como ser† sua equipe de funcion†rios?
•Como ser† seu formato de gestŠo? (Isto inclui fixar metas, elaborar planejamento para
realiz†-las, apurar resultados, corrigir rumo, obter a colabora…Šo da equipe de funcion†rios e

WWW.CEPEDCURSOS.COM

“O Conhecimento Mais Perto de Voc„”


76
CEPED
(Centro Profissional de Educa€•o a Dist‚ncia)

desenvolver capacidade para aproveitar as oportunidades do dia-a-dia).


•Quando seu SalŠo de Beleza estiver funcionando vocˆ pretende ter f„rias regulares? Quem
cuidar† do negŒcio neste per‰odo? Vocˆ ficar† tranq•ilo durante as f„rias?
•Vocˆ pretende montar outros negŒcios? Outras empresas?
•Este realmente „ um bom negŒcio para o tipo de pessoa que vocˆ „?
Em resumo, responder a estas quest‡es permitir† a vocˆ um m‰nimo de dom‰nio sobre este
negŒcio e o ajudar† a ter chances reais de viabilidade. Com pesquisas, estudo e identifica…Šo
da pr†tica do dia- dia vocˆ construir† suas prŒprias respostas.

Sobre Oportunidade
Este realmente „ um bom negŒcio? O
primeiro ponto sobre o qual vocˆ precisa ter
certeza, „ quanto ‹ oportunidade de negŒcio
que identificou. Ser† que vocˆ realmente tem
uma oportunidade de negŒcio nas mŠos ou
apenas uma id„ia na cabe…a?

Qual A Diferen€a?
De maneira bem simples e direta, podemos dizer que se existe algu„m querendo comprar os
servi…os de um ―SalŠo de Beleza‖, existe entŠo uma oportunidade de negŒcio. Afinal de
contas podemos resumir a atividade de ―SalŠo de Beleza‖ numa a…Šo de vender e lucrar. Se
for comprovada a possibilidade de vender os servi…os do ―SalŠo de Beleza que pretende
montar‖ e de lucrar, entŠo vocˆ encontrou uma oportunidade de negŒcio. Note bem, vender e
lucrar. NŠo basta somente vender. O que realmente „ determinante de uma boa oportunidade
„ a quantidade de lucro. NŠo serve qualquer lucro.
Mas somente um montante que compense toda a empreitada, isto „, que supere em ganhos o
que poderia ser obtido em outros negŒcios e investimentos. Assim, uma questŠo puxa a outra.
•Para come…ar, vocˆ precisa confirmar a existˆncia de interessados em comprar os servi…os
que pretende oferecer no ―SalŠo de Beleza‖.
•Por um pre…o que compense todos os seus custos e dˆ lucro.
•Em quantidade que acumule no final de um per‰odo de tempo um montante de lucro que
compense a empreitada.
•E que estas condi…‡es durem por tempo que compense a montagem do negŒcio. Isto „, dˆ o
retorno que vocˆ deseja.E ainda, que vocˆ realmente esteja disposto a enfrentar e comandar o
dia-a-dia desta opera…Šo significa que vocˆ e sua fam‰lia adaptarŠo o estilo de vida ‹s
condi…‡es que este negŒcio necessitar, caso esteja no comando da opera…Šo do SalŠo de

Beleza.
Identificar estas quest‡es, refletir sobre elas, obter resposta para cada uma delas e conseguir
as condi…‡es necess†rias para realiz†-las „ o que chamamos de planejamento pr„vio do
negŒcio.
EntŠo, o prŒximo passo que recomendamos, apŒs a leitura deste manual, „ que vocˆ inicie a
prepara…Šo de um ―Plano de NegŒcio.
Plano De NegŒcio: O Que •? Como Elaborar?

WWW.CEPEDCURSOS.COM

“O Conhecimento Mais Perto de Voc„”


77
CEPED
(Centro Profissional de Educa€•o a Dist‚ncia)

O ―Plano de NegŒcio do seu empreendimento equivale a um projeto de sua empresa, no


qual cada uma das quest‡es anteriores deve ser esmiu…ada, estudada, compreendida e
dominada para que vocˆ seja h†bil o suficiente para tomar decis‡es corretas como empres†rio
do ramo de ―SalŠo de Beleza.
Um Plano de NegŒcio pode ser entendido, entŠo, como um conjunto de respostas que define
os servi…os que serŠo oferecidos, o formato de ―SalŠo de Beleza mais adequado, o modelo
de opera…Šo do ―SalŠo de Beleza que viabilize a disponibiliza…Šo destes servi…os e o
conhecimento, as habilidades e atitudes que os respons†veis pelo ―SalŠo de Beleza deverŠo
possuir e desenvolver.

Refor€ando
•Estude bem como funciona um ―SalŠo de Beleza e que oportunidade de inova…Šo vocˆ
poder† explorar no seu SalŠo de Beleza;
•Descreva como ir† funcionar o seu SalŠo de Beleza;
•Monte uma primeira lista dos custos vari†veis e das despesas fixas que poderŠo ocorrer no
formato de empresa que imaginou;
•Melhore esta lista na medida em que progredir seus conhecimentos sobre o negŒcio e sobre o
formato de SalŠo de Beleza que vocˆ vai montar;
•Fa…a cursos que abordem custos, nŠo se contente apenas com um Žnico curso. Lembre-se que
seu objetivo „ dominar os gastos de sua empresa, nŠo apenas ter seus valores calculados uma
Žnica vez.

Lucro • O Que Sobra


O sentido da equa…Šo „ que o pre…o poder† ser fixado
por vocˆ como resultado da somatŒria de seus custos,
das despesas e do lucro que deseja ter. Assim, vocˆ
ter† certeza de que vendendo, obter† lucro na venda.
Mas a questŠo „ que seu pre…o, que „ bom para vocˆ,
poder† nŠo ser aceito por muitos clientes. E para que
vocˆ consiga pagar todas as despesas fixas e acumular
o montante desejado de lucro, precisar† vender um
determinado volume e conseguir certa quantidade de
clientes. Este volume poder† ser tŠo grande, que
somente ser† alcan…ado se muitos clientes aceitarem
seu pre…o.
EntŠo, como resolver este dilema?
Certamente, quanto mais vocˆ dominar os aspectos do
seu negŒcio, mais h†bil ser† para encontrar solu…‡es.
Enquanto isto, e em tempo de elabora…Šo do seu
―Plano de NegŒcio,
podemos sugerir o seguinte:
•Aprenda com precisŠo calcular o pre…o de venda que
―seria conveniente para seu SalŠo de Beleza, que
possa cobrir todos os gastos e gerar lucro. Estude bem
este assunto, fa…a cursos, inclusive procure o SEBRAE onde encontrar† orienta…Šo segura,
detalhada e gratuita, tantas vezes quanto vocˆ necessitar;
WWW.CEPEDCURSOS.COM

“O Conhecimento Mais Perto de Voc„”


78
CEPED
(Centro Profissional de Educa€•o a Dist‚ncia)

•Descubra qual pre…o „ praticado pelo mercado (pela concorrˆncia), para servi…os similares
aos seus;
•Se o pre…o calculado for maior que o pre…o de mercado, entŠo vocˆ saber† que precisa
encontrar op…‡es de redu…Šo de gastos. Isto „ ruim, mas nŠo imposs‰vel;
•Se o pre…o calculado for menor que o pre…o de mercado, entŠo sua empresa tem poder de
competi…Šo com a concorrˆncia. Isto „ Œtimo.

WWW.CEPEDCURSOS.COM

“O Conhecimento Mais Perto de Voc„”


79