Você está na página 1de 36
Ensaio de Dureza O Ensaio de Dureza consiste na impressão de uma pequena marca feita

Ensaio de Dureza

O Ensaio de Dureza consiste na impressão de uma pequena marca feita na superfície da peça pela pela aplicação de pressão com uma ponta de penetração.

de uma pequena marca feita na superfície da peça pela pela aplicação de pressão com uma
Utilização: • Indústria de componentes mecânicos; • Tratamentos térmicos; • Tratamentos superficiais; •

Utilização:

Indústria de componentes mecânicos; Tratamentos térmicos; Tratamentos superficiais; Controle de entrada de matéria prima.

mecânicos; • Tratamentos térmicos; • Tratamentos superficiais; • Controle de entrada de matéria prima.
Métodos de Ensaio de Dureza Aplicação de Força Estática Aplicação de Força Dinâmica Medida da
Métodos de Ensaio de Dureza Aplicação de Força Estática Aplicação de Força Dinâmica Medida da
Métodos de Ensaio de Dureza
Aplicação de Força Estática
Aplicação de Força Dinâmica
Medida da
impressão por
meio óptico
Métodos de
medida de
profundidade
Medida de energia
altura de rebote
• Brinell HB
• Vickers HV
•Dureza de Rebote
(Escleroscópio)
• Knoop HK
Medidas sob
carregamento de
teste constante
Medida sob carregamento
realizada após a retirada da
força principal

Medida de profundidade de indentação dependente da carga de ensaio

Dureza Universal

Indentação circular

Vickers modificado

Rockwell (A, B, C, D, E, F, G, H, K, N, T)

Rockwell (R, L, M, E, K, )

Brinell Modificado HBT

Shore A, D, B, C, D0 ,0, 00

IRHD Micro

IRHD Macro (Soft, normal, H)

Ensaios baseados na medida da impressão por meio óptico DurezaDureza BrinellBrinell -- ASTMASTM E10E10--9393 •
Ensaios baseados na medida da impressão por meio óptico
DurezaDureza BrinellBrinell -- ASTMASTM E10E10--9393
• Foi o primeiro ensaio padronizado e amplamente
aceito;
• Consiste em uma impressão com uma esfera de
10 mm utilizando uma carga de 3000 kgf (500 kgf).
2
P
HB
=
2
2
(
.
D
).[
D
D
d
]
P
- Carga em kgf
D
- Diâmetro da esfera (mm)
d
- Diâmetro da impressão
Penetrador:
Esfera de aço (HBS)
Esfera de carboneto de tungstênio
(HBW)
DUREZA BRINELL [HB] - [kgf/mm2] - Normalmente é omitido Espessura da amostra: e 10d A

DUREZA BRINELL

[HB] - [kgf/mm2] - Normalmente é omitido

Espessura da amostra: e 10d

A limitação do uso da carga de 3000 kgf com

esfera de 10 mm de diâmetro, proposta por Brinell, é contornada com a utilização de cargas e esferas diferentes

Cuidado: só estão disponíveis tabelas de conversão para HBS(HBW) 10/3000

Dureza Dureza Brinell Brinell Figura 2 - Impressões de dureza Brinel e Rockwell. A esquerda

DurezaDureza BrinellBrinell

Dureza Dureza Brinell Brinell Figura 2 - Impressões de dureza Brinel e Rockwell. A esquerda em

Figura 2 - Impressões de dureza Brinel e Rockwell. A esquerda em um aço SAE 1020, a impressão Brinell tem um diâmetro de 5,4 mm, corespondendo a HB 121. A impressão menor HRB= 72. A direita estão mostradas impressões em um aço de alta resistência; HB= 241 e HRC = 20 ( Norman e. Dowling - Mechanical Behavior of Materials - 2 Ed.)

Dureza Dureza Brinell Brinell CARGAS MAIS UTILIZADAS (Esferas de 2,5 mm): 187,5 kgf - Aços

DurezaDureza BrinellBrinell

CARGAS MAIS UTILIZADAS (Esferas de 2,5 mm):

187,5 kgf - Aços de alta resistência mecânica 62,5 kgf - Aços em geral 31,25 e 15,625 kgf - Materiais não ferrosos

Obs.: A dureza Brinell não é recomendada para materiais com durezas:

HB> 450 HBS ou HB> 650 HBW

Vantagens:

Indicada para ensaios de dureza em em materiais não homogêneos devido ao tamanho da impressão; Indicada para ensaio de peças não acabadas como em partes forjadas, fundidas, laminadas ou tratadas termicamente; Penetrador simples e robusto.

Desvantagens: • Limitação de aplicação em peças com Dureza superiores a 650 HBW; • Limitação

Desvantagens:

Limitação de aplicação em peças com Dureza superiores a 650 HBW; Limitação para ensaio em amostras pequenas e de espessuras reduzidas; Consumo de tempo para realização das medidas das diagonais Dano causado na amostra devido o tamanho da impressão.

Dureza Dureza Brinell Brinell Figura 2 - Impressões de dureza Brinel e Rockwell. A esquerda

DurezaDureza BrinellBrinell

Dureza Dureza Brinell Brinell Figura 2 - Impressões de dureza Brinel e Rockwell. A esquerda em

Figura 2 - Impressões de dureza Brinel e Rockwell. A esquerda em um aço SAE 1020, a impressão Brinell tem um diâmetro de 5,4 mm, corespondendo a HB 121. A impressão menor HRB= 72. A direita estão mostradas impressões em um aço de alta resistência; HB= 241 e HRC = 20 ( Norman e. Dowling - Mechanical Behavior of Materials - 2 Ed.)

Apresentação dos Resultados: 205 HBW 10/3000/ 30 Tempo de duração da impressão Carga aplicada em

Apresentação dos Resultados:

205 HBW 10/3000/30

Apresentação dos Resultados: 205 HBW 10/3000/ 30 Tempo de duração da impressão Carga aplicada em Kgf

Tempo de duração da impressão

Carga aplicada em Kgf

Diâmetro da esfera em mm

Código referente ao material da esfera

Valor da dureza

* Não há necessidade de informar se o tempo de aplicação da carga estiver entre 10 a 15s

Ensaios baseados na medida da impressão por meio óptico Dureza Dureza Vickers Vickers - -

Ensaios baseados na medida da impressão por meio óptico

DurezaDureza VickersVickers-- ASTMASTM E92E92--8282

Introduzida em 1925 por Smith e Sandland Vickers - Cia Vickers-Armstrong - Fab. de máquinas; Penetrador: Pirâmide de base quadrada com ângulo de 136; Produz impressões semelhantes a HB; Para HB a relação ideal é d/D=0,375. As tangentes às esferas partindo dos cantos da impressão fazem entre si um angulo de 136.

Dureza Dureza Vickers Vickers - - ASTM ASTM E92 E92 - - 82 82 136∞

DurezaDureza VickersVickers-- ASTMASTM E92E92--8282

136∞
136∞
Dureza Dureza Vickers Vickers - - ASTM ASTM E92 E92 - - 82 82 HV

DurezaDureza VickersVickers-- ASTMASTM E92E92--8282

Dureza Vickers Vickers - - ASTM ASTM E92 E92 - - 82 82 HV = carga

HV =

carga

área da superfície da pirâmide

HV =

2

P

sen(136 / 2)

d

2

HV = 1,854

P

d

2

[

Kgf

/

mm

2 ]

P

- Carga em kgf

d

- Comprimento da diagonal (mm)

Dureza Dureza Vickers Vickers Vantagens: • Praticamente não há limite de uso em função da

DurezaDureza VickersVickers

Vantagens:

Praticamente não há limite de uso em função da dureza da amostra;

possibilidade de realização de ensaios em chapas finas, amostras pequenas, tubos de paredes finas, medições de camadas finas;

Impressões reduzidas;

Não sofre influência em função da carga utilizada (carga de ensaio > 5 kgf).

Desvantagens: • A superfície da amostra deverá ter uma preparação adequada; • Consumo de tempo

Desvantagens:

A superfície da amostra deverá ter uma preparação adequada; Consumo de tempo para realização das medidas das diagonais;

Penetrador sensível a danos;

Pequenas impressões poderão ser influenciadas por desvios de forma do penetrador ou pela preparação da superfície;

Sensível a vibrações, especialmente em microdureza;

Influência do operador sobre o valor da dureza.

Apresentação dos Resultados: 230 HV 30/ 20 Tempo de duração da impressão* Carga aplicada em

Apresentação dos Resultados:

230 HV 30/20

Apresentação dos Resultados: 230 HV 30/ 20 Tempo de duração da impressão* Carga aplicada em Kgf

Tempo de duração da impressão*

Carga aplicada em Kgf

Código referente a dureza Vickers

Valor da dureza

* Não há necessidade de informar se o tempo de aplicação da carga estiver entre 10 a 15s

Ensaios baseados na medida da impressão por meio óptico Dureza Dureza knoop knoop - -

Ensaios baseados na medida da impressão por meio óptico

DurezaDureza knoopknoop -- ASTMASTM EE 384384 -- 9999

Ensaio semelhante ao Vickers;

Penetrador rômbico.

Dureza knoop knoop - - ASTM ASTM E E 384 384 - - 99 99 •
Ensaios baseados na medida da impressão por meio óptico Dureza Dureza knoop knoop - -

Ensaios baseados na medida da impressão por meio óptico

DurezaDureza knoopknoop -- ASTMASTM EE 384384 -- 9999

knoop knoop - - ASTM ASTM E E 384 384 - - 99 99 HK =

HK =

carga

área da superfície da pirâmide

HK = 14,22

P

d

2 ]

P

- Carga em kgf

d

- Comprimento da diagonal (mm)

2

[

Kgf

/

mm

Dureza Dureza Knoop Knoop Vantagens: • Indicado para ensaio em pequenas amostras devido a relação

DurezaDureza KnoopKnoop

Vantagens:

Indicado para ensaio em pequenas amostras devido a relação entre as diagonais: 7:1;

Melhor que a Vickers para utilização em amostras ou camadas finas. Produz impressões rasas;

Indicada para ensaio em materiais frágeis devido a baixa susceptibilidade a trincas;

Indicada para pesquisa de anisotropia de materiais. A dureza Knoop é dependente da direção selecionada;

Dureza Dureza Knoop Knoop Desvantagens: • A superfície adequada; da amostra deverá ter uma preparação

DurezaDureza KnoopKnoop

Desvantagens:

A

superfície

adequada;

da

amostra

deverá

ter

uma

preparação

Dependência da dureza em função da carga de ensaio;

Penetrador sensível a danos;

Consumo de tempo para alinhamento da superfície da amostra para manter as impressões alinhadas simetricamente.

Dureza Dureza Knoop Knoop Apresentação dos Resultados: 1240 HK 0.5/ 30 Tempo de duração da

DurezaDureza KnoopKnoop

Apresentação dos Resultados:

1240 HK 0.5/30

Knoop Knoop Apresentação dos Resultados: 1240 HK 0.5/ 30 Tempo de duração da impressão* Carga aplicada

Tempo de duração da impressão*

Carga aplicada em Kgf

Código referente a dureza Knoop

Valor da dureza

* Não há necessidade de informar se o tempo de aplicação da carga estiver entre 10 a 15s

Ensaios baseados na medida da profundidade de penetração Dureza Dureza Rockwell Rockwell - - ASTM

Ensaios baseados na medida da profundidade de penetração

DurezaDureza RockwellRockwell -- ASTMASTM E18E18--0000

Ensaio de dureza mais utilizado na indústria;

Penetradores: esfera ou cone de diamante 120∞∞∞∞

Procedimento:

Aplicar uma pré-carga de 10 kgf

Zerar o relógio

Aplicar a carga

Retirar a carga maior

Leitura

Obs. O relógio tem 100 divisões. O ponteiro gira no sentido anti-horário. Uma dureza alta
Obs. O relógio tem 100 divisões. O ponteiro gira no sentido anti-horário. Uma dureza alta

Obs. O relógio tem 100 divisões. O ponteiro gira no sentido anti-horário. Uma dureza alta corresponderá a uma pequena penetração.

Escalas Carga Total 60 100 150 100 100 60 150 60 150 60 100 150

Escalas

Carga Total 60 100 150 100 100 60 150 60 150 60 100 150 150
Carga Total
60
100
150
100
100
60
150
60
150
60
100
150
150
100
150
86,5 HRA 70 HRC Escalas 100 HRB 61,5 HRA 22 HRC 76 HRB 47 HRA
86,5 HRA
70 HRC
Escalas
100 HRB
61,5 HRA
22 HRC
76 HRB
47
HRA
100 HRF
50 HRB
35 HRA
85,5 HRF
65,5 HRF
20
HRA
57 HRF
Dureza Dureza Rockwell Rockwell Vantagens: • Tempo reduzido para realização do teste e rapidez de

DurezaDureza RockwellRockwell

Vantagens:

Tempo reduzido para realização do teste e rapidez de leitura; Possibilidade de automatização; baixo custo do equipamento devido a ausência de componentes ópticos; Não há influência do operador. A leitura de dureza é realizada diretamente no equipamento.

Dureza Dureza Rockwell Rockwell Desvantagens: • Não utiliza escala única de dureza; • Penetrador de

DurezaDureza RockwellRockwell

Desvantagens:

Não utiliza escala única de dureza;

Penetrador de diamante sujeito a danos, podendo causar medidas erradas;

Influência do tipo de penetrador no valor da dureza.

Dureza Dureza Rockwell Rockwell Apresentação dos Resultados: 40 HRC Código referente a escala utilizada Código

DurezaDureza RockwellRockwell

Apresentação dos Resultados:

40 HRC

Rockwell Rockwell Apresentação dos Resultados: 40 HRC Código referente a escala utilizada Código referente a

Código referente a escala utilizada

Código referente a dureza Rockwell

Valor da dureza

Ensaios baseados na medida da profundidade de penetração Dureza Dureza Universal Universal - - DIN

Ensaios baseados na medida da profundidade de penetração

DurezaDureza UniversalUniversal -- DINDIN 5035950359--11

Medida realizada sem a retirada da carga principal;

Não há aplicação de pré-carga; Penetrador: esfera ou cone de diamante 136∞∞∞∞.

de pré-carga; • Penetrador: esfera ou cone de diamante 136 ∞∞∞∞ . HU = F F

HU =

F

F

=

A

26,43h

2

HU - [N/mm 2 ]

Características: • Utilizado para todos os materiais, inclusive plásticos e borrachas; • O valor de

Características:

Utilizado para todos os materiais, inclusive plásticos e borrachas;

O valor de dureza considera a deformação elástica e plástica do material;

Permite informações adicionais do comportamento do material em função da curva carga x profundidade;

Ensaio sujeito a interferência devido a vibrações.

HU 100/20=3200 N/mm 2

profundidade; • Ensaio sujeito a interferência devido a vibrações. HU 100/20=3200 N/mm 2 Dureza Tempo Carga

Dureza

Tempo

Carga

Código

Ensaios baseados na medida da profundidade de penetração Indenta Indenta ç ç ão ão Circular

Ensaios baseados na medida da profundidade de penetração

IndentaIndentaççãoão CircularCircular -- DINDIN 20392039--11 ((BallBall indentationindentation hardnesshardness))

Aplicação de pré-carga de 9,8N;

Medida realizada sem a retirada da carga principal;

Penetrador: esfera de 5 mm .

H

de pré-carga de 9,8N; • Medida realizada sem a retirada da carga principal; • Penetrador: esfera

=

F [
A

N

/

mm

2 ]

Indenta Indenta ç ç ão ão Circular Circular - - DIN DIN 2039 2039 -

IndentaIndentaççãoão CircularCircular -- DINDIN 20392039--11 ((BallBall indentationindentation hardnesshardness))

Características:

Penetrador simples e robusto;

Método indicado para ensaios em plásticos e borrachas;

F

Não requer preparação rigorosa da superfície da amostra;

A

Não há tabelas de conversões disponíveis.

H 132/60 = 20 N/mm 2

da amostra; A • Não há tabelas de conversões disponíveis. H 132/60 = 20 N/mm 2

Dureza

Tempo

Carga

Código

H

=

[

N

/

mm

2

]

Ensaios com aplicação de força dinâmica Esclerosc Esclerosc ó ó pio pio - - Dureza

Ensaios com aplicação de força dinâmica

EscleroscEscleroscóópiopio -- DurezaDureza porpor ReboteRebote

ó ó pio pio - - Dureza Dureza por por Rebote Rebote • Baseado na queda

Baseado na queda de uma massa de 0.250 Kgf com uma ponta arredondada de diamante.

A barra é liberada de uma altura padrão: 256 mm;

A leitura da dureza é realizada no instante de inversão do movimento em uma escala graduada de 0 a 140 em um tubo de vidro.

Esclerosc Esclerosc ó ó pio pio - - Dureza Dureza por por Rebote Rebote Características:

EscleroscEscleroscóópiopio -- DurezaDureza porpor ReboteRebote

Características:

Equipamento leve e portátil; Indicado para a determinação de dureza de peças grandes e ensaios de campo; Possibilidade de ensaio em peças em altas temperaturas; É desejável que a superfície da amostra esta limpa; O equipamento deverá estar posicionado em posição vertical e perpendicular a superfície.