Você está na página 1de 15

RITUAL MENOR DO PENTAGRAMA – RMP

1. Tocando a testa diga ATEH (A Ti),


2. Tocando o peito diga MALKUTH (O Reino),
3. Tocando o ombro direito, diga VE-GEBURAH (e o Poder),
4. Tocando o ombro esquerdo, diga VE-GEDULAH (e a Glória).
5. Una as mãos sobre o peito, diga LE-OLAHM, AMEN (Para sempre, Amen) [1]
.
6. Vire para o Leste, faça um pentagrama de banimento da Terra com a arma própria [2]
. Diga
(i.e. vibre):

(pronuncia: Ie-Ho-VaH)
7. Vire para o Sul, o mesmo, mas diga:

(pronuncia: ADoNaI).
8. Vire para o Oeste, o mesmo, mas diga:

(pronuncia: EHeIeH).
9. Vire para o Norte, o mesmo, mas diga:

(pronuncie: AGLA).
10. Estendendo os braços em forma de uma cruz diga:
11. Diante de mim RAPHAEL;
12. Atrás de mim GABRIEL;
13. Na minha direita, MICHAEL;
14. Na minha esquerda AURIEL [3]
;
15. Pois ao meu redor flamejam os Pentagramas,
16. E na Coluna fica a Estrela de Seis raios [4]
.
17. Repita 1 ao 5, a Cruz Cabalística.
Notas
[1] Referem-se, de 1-5, à Cruz Cabalística. De fato, o Magista indica os três pilares da Árvore
da Vida sobre seu corpo. Isso afirma a identidade do Magista como uma representação micro-
cósmica de Deus e anuncia este fato ao mundo.
[2] Geralmente a Vara, mas pode-se usar o dedo indicador.
[3] Os Nomes Divinos, de 6-14, foram tirados de fontes tradicionais cabalísticas; IHVH, o
Tetragrammaton; ADNI, freqüentemente traduzido como “Senhor”, usado como um sinônimo
para o Sagrado Anjo Guardião (S.A.G.); AHIH, “Eu sou”. AGLA é um notariqon de “Ateh Gibor
Le-Olahm Adonai” (Tu és poderoso para sempre meu Senhor). Esses nomes governam seus
respectivos Arcanjos; Raphael (Deus tem curado); Gabriel (Deus é minha força); Michael (que
é como Deus); e Auriel (luz de Deus). Esses Arcanjos, por sua vez, regem uma hoste de Anjos
e entidades espirituais dos Elementos menores ainda.
[4] O Hexagrama. "Ele flameja tanto acima quanto abaixo do magus, que está então em um
cubo de 4 pentagramas e 2 hexagramas, 32 pontos ao todo" — The Palace of the World,
Aleister Crowley. Criando os quatro pentagramas nos quadrantes e posicionando os quatro
arcanjos para ficarem como guardiões, o (a) Magista sela o círculo e cria um novo ambiente
mágico. O microcosmo (o "pequeno" mundo de cinco) é agora mantido distante, fora e além.
Um vácuo é formado dentro do círculo (que se torna uma coluna estendendo-se infinitamente
para cima e para baixo). Como Magia e a Natureza odeiam vácuos, esse ambiente é
imediatamente preenchido pela irrupção (invasão) do macrocosmo (o "grande" mundo de Seis,
representado pelo hexagrama). É dessa posição superior que o(a) Magista estabelece o
trabalho.
RITUAL MENOR DO PENTAGRAMA
A - Cruz Cabalística:
1 - Tocando a testa, diga: "ATEH" (A TI.);
2 - Tocando o peito, diga: “"Malkuth" (O REINO.);
3 - Tocando o ombro direito, diga: “ve-Geburah” (O PODER.);
4 - Tocando o ombro esquerdo, diga: “ve-Gedulah” (E A GLÓRIA.);
5 - Entrelaçando os dedos sobre o peito, diga: "Le-Olahm, Amen" (PARA TODO O
SEMPRE AMÉM.);
B – Traçar do Pentagrama:
- Trace o Pentagrama com a arma própria (Bastão para invocar, Punhal para
banir). Visualize a luza branca que forma ao fazer isso.
6 - Volte-se para o Oriente, trace o pentagrama, vibrando: IEHO-VAU;
7 - Volte-se para o Sul, trace o pentagrama e vibre: ADONAI;
8 - Volte-se para o Ocidente, trace o pentagrama e vibre: EHEIEH;
9 - Volte-se para o Norte, trace o pentagrama e vibre: AGLA;
10 - Estendendo os braços em forma de cruz, diga:
- Diante de mim, Rafael;
- Atrás de mim, Gabriel;
- À minha direita, Michael;
- À minha esquerda, Uriel;
- À minha volta ardem os pentagramas;
- E na coluna brilha a estrela de seis pontas.
11 - Repita a Cruz Cabalística – (itens 1 a 5).
Como traçar os pentagramas:
RITUAL MAIOR DO PENTAGRAMA
De frente para o leste:
Faça a Cruz Cabalística:
1. Toque a testa e diga: ATAH (Tu és)
2. Toque o peito: MALKUT (O Reino)
3. Toque o ombro direito: VE GEBURA (O Poder)
4. Toque o ombro esquerdo: VE GEDULA (A Glória)
5. Una as mãos adiante do peito: LÊ OLAM (Para sempre)
6. A ponta dos dedos apontando para cima: Amen.
7. Trace o Pentagrama Ativo do Espírito Invocando:

Vibrando: EHEIEH [1]

8. Dê o Sinal Ativo do Portal:

Este sinal é dado como o abrir (separar) de uma cortina com as duas mãos.
9. Trace o Pentagrama do Ar Invocando:

Vibrando: YHVH [1]

10. Dê o Sinal de 2º=9 [2]


11. Circule no sentido horário para o quadrante Sul.
12. Trace o Pentagrama do Espírito Ativo Invocando:

Vibrando: EHEIEH
13. Dê o Sinal Ativo do Portal:

14. Trace o Pentagrama do Fogo Invocando:

Vibrando: ELOHIM
15. Dê o Sinal de 4º=7 [3]
16. Circule, no sentido horário, ao quadrante Oeste;

17. Trace o Pentagrama do Espírito Passivo Invocando:

Vibrando: AGLA;
18. Dê o Sinal Passivo do Portal:

Este sinal é feito como se fechássemos uma cortina com ambas as mãos.
19. Trace o Pentagrama da Água Invocando:

Vibrando: AL;
20. Dê o sinal de 3º=8 [4]
21. Circule, no sentido horário, para o quadrante norte;

22. Faça, invocando, o pentagrama equilibrador do espírito passivo:

Vibrando: AGLA;
23. Dê o Sinal Passivo do Portal:

24. Faça, invocando, o Pentagrama da Terra:

Vibrando: ADONAI;
25. Dê o Sinal de 1º=10: [5]
26. Circule, no sentido horário, até o ponto inicial no leste;

27. Faça a Invocação dos Arcanjos:


A minha frente: RAPHAEL;
Atrás de mim: GABRIEL;
A minha direita: MICHAEL;
A minha esquerda: AURIEL.
28. Repita a Cruz Cabalística.
Notas
[1] Os Nomes Divinos, preferivelmente, devem ser vividamente visualizados. Recomenda-se
que se vibre os nomes enquanto traça-se os pentagramas.
[2] Erga os braços para cima e para fora, os cotovelos dobrados em 90º com as mãos
dobradas para trás e as palmas para cima como se estivesse suportando peso. O Grau 2° = 9°
é particularmente atribuído ao elemento Ar, relacionado ao planeta Lua, o caminho de T está
atribuído a esse grau. Ver 777 linhas 9 e 11).
[3] Os sinais de 4° = 7°. Levante os braços acima da cabeça, unindo os indicadores das mãos
e os polegares formando um triângulo. O Grau 4° = 7° é particularmente atribuído ao
elemento Fogo, relacionado ao planeta Vênus, os caminhos de Q, Z e P são atribuídos a esse
grau. Ver 777 linhas 7 e 31).
[4] Os sinais de 3° = 8°. Erga os braços até que os cotovelos fiquem na mesma linha dos
ombros, trazendo as mãos à frente do peito, tocando os polegares e os dedos indicadores
formando um triângulo de cabeça para baixo. O Grau 3° = 8° é particularmente atribuído ao
elemento Água, relacionado ao planeta Mercúrio, os caminhos R e S são atribuídos a esse
grau. Ver 777 linhas 8 e 23).
[5] Os sinais de 1° = 10°. Avance o pé direito à frente, estique a mão direita para cima e a
frente, a mão esquerda para baixo e para trás com as palmas abertas. O Grau 1° = 10° é
particularmente atribuído ao elemento Terra. Ver 777 linhas 10 e 32.
RITUAL MENOR DO HEXAGRAMA
Este ritual deve ser feito após o Ritual menor do Pentagrama.
1. Vire para o Leste. Em pé, com os pés juntos, braço esquerdo ao lado do corpo, braço direito
levantado na transversal através do corpo, segurando o bastão ou outra arma mágica
apontando para cima e diga:
I.N.R.I.
Yod, Nun, Resh, Yod.
Virgem, Ísis, Mãe Poderosa.
Escorpio, Apophis, Destruidor.
Sol, Osíris, Morto e Ressuscitado.
Ísis, Apophis, Osíris, IAO.
2. Faça o sinal de Osíris na Cruz:

E diga, "O Sinal de Osíris Morto."


3. Faça o sinal de Ísis:

E diga: "O Sinal do Luto de Ísis".


4. Faça o sinal de Tifão:
E diga: "O Sinal de Apófis e Tifão".
5. Faça o Sinal de Osíris Ressuscitado:

E diga: "O Sinal de Osíris Ressuscitado".


6. Estenda novamente os braços como em (3) e cruze-os novamente como em (6) dizendo:
"L.V.X., Lux, a Luz da Cruz".
7. Ainda de frente para o leste, com a arma mágica trace o Hexagrama do Fogo Invocando:

Dizendo: ARARITA [1]


.
8. Circule no sentido horário para o quadrante Sul;
9. Trace o Hexagrama da Terra Invocando:
Dizendo: ARARITA.
10. Circule, no sentido horário, ao quadrante Oeste;
11. Trace o Hexagrama do Ar Invocando:

Dizendo: "ARARITA".
12. Circule, no sentido horário, para o quadrante Norte;
13. Trace o Hexagrama da Água Invocando:

Dizendo: ARARITA.
14. Repita de 1 a 6.
O Ritual de Banimento é idêntico, salvo as direções dos Hexagramas que devem ser invertidas.
Notas
[1] Esta Palavra consiste das iniciais de uma sentença que significa: "Um é o seu início; Uma é
sua Individualidade; Sua Permutação é Una".
RITUAL MAIOR DO HEXAGRAMA
No Ritual Maior do Hexagrama, apenas o Hexagrama da Terra é usado.
Desenhe o hexagrama, começando do ponto que é atribuído ao planeta que você está
trabalhando. (Conforme atribuições na figura).

Deste modo, para invocar Júpiter comece da ponta direita do triângulo que aponta para baixo,
girando para a direita para completar; então trace o triângulo que aponta para cima do ponto
esquerdo e complete.
Trace o sigilo astrológico do planeta no centro de seu hexagrama.
Para os signos do Zodíaco use o hexagrama do planeta que rege o signo que você usará; mas
ao invés de desenhar o sigilo do planeta, trace do sigilo astrológico do signo dentro do
Hexagrama.
Para Caput e Cauda Draconis use o hexagrama lunar com o sigilo de Caput Draconis ou Cauda
Draconis.
Para banir, inverta o hexagrama.
Em todos os casos, use a conjugação primeiro com o nome ARARITA e o seguinte com o nome
do Deus correspondente ao planeta ou signo pertinente.
RITUAL DO PILAR DO MEIO
Volte sua atenção para a parte superior de sua cabeça e visualize ali, pairando no ar e não se
encostando à mesma, uma esfera de luz resplandecente. Ao expirar vibre o nome divino
AHIH. Repita isto até que tenha a “sensação” de que a esfera está ali.
Ao expirar visualize que a esfera emite um raio de luz que atravessa o crânio e desce pelo
pescoço para ali formar uma segunda esfera: Daat. A vibrar o nome divino IHVH ALHIM
visualize a esfera vibrando e aumentando em luz. Repita isto pelo menos 5 vezes.
Ao expirar visualize que a esfera emite um raio de luz que atravessa o peito e desce ate o
plexo solar para ali formar uma terceira esfera: Tiphareth. A vibrar o nome divino IHVH ALOH
V’DAAT visualize a esfera vibrando e aumentando em luz. Repita isto pelo menos 5 vezes.
Ao expirar visualize que a esfera emite um raio de luz que atravessa o abdômen e desce ate o
órgão genital para ali formar uma quarta esfera: Yesod. Ao vibrar o nome divino ShDAI AL
ChAI visualize a esfera vibrando e aumentando em luz. Repita isto pelo menos 5 vezes.
Ao expirar visualize que a esfera emite um raio de luz que desce pelas pernas até os pés para
ali formar uma quinta esfera: Malkuth. A vibrar o nome divino ADNI HÁ’ARETz visualize a
esfera vibrando e aumentando em luz. Repita isto pelo menos 5 vezes.
Assim as esferas foram estabelecidas no campo áurico do praticante.

Você também pode gostar