Você está na página 1de 4

26/08/2018 Entenda a diferença entre Assédio Moral, Dano Moral e Assédio Sexual - LFG

QUEM SOMOS . PROFESSORES . SEJA UM FRANQUEADO . CONVÊNIOS PORTAL DO ALUNO


Minha
Qual curso você procura?  Conta
0

Home | Blog Acontece | Artigos | Entenda a diferença entre Assédio Moral, Dano Moral e Assédio Sexual

Blog Acontece
A LFG acredita que uma boa apresentação vai além dos materiais didáticos; por isso, disponibiliza um portal de conteúdos completo para você se aprofundar
ainda mais.

Categorias
Entenda a diferença entre Assédio Moral, Dano Moral e Assédio Sexual
Concursos 
21 de julho de 2017
Curiosidades

Notícias

Palestras

Entrevistas

Artigos

Dicas

Ler tudo

 
Os Tribunais do Trabalho frequentemente se deparam com diversas ações nas quais os autores alegam ter sofrido algum tipo de perseguição ou
humilhação no ambiente de trabalho. Porém, é comum que haja confusão sobre se ter sofrido um dano moral, assédio moral ou assédio sexual.
 
Quando falamos em assédio no local de trabalho, nos referimos à conduta abusiva do empregador ao exercer o seu poder, diretivo ou disciplinar,
atentando contra a dignidade ou integridade física ou psíquica de um empregado.
 
O assédio constitui uma espécie de dano moral que traz algumas características peculiares.
 

Entenda os casos:
 
 
ASSÉDIO MORAL
 
Considera-se Assédio Moral a exposição dos trabalhadores a circunstâncias humilhantes, degradantes e constrangedoras, repetitivas e prolongadas
durante a jornada de trabalho e no exercício de suas funções.
 
O Assédio Moral é uma forma de violência. É uma patologia da organização do trabalho que toma proporções endêmicas. Infelizmente, ainda não há
previsão legal para os empregados do setor privado no Brasil.
 
Assédio Moral é caracterizado por comportamentos abusivos e humilhantes frequentes, expressos por gestos, palavras e atitudes que prejudiquem a
integridade física e mental do empregado. Cobrança de metas abusivas por parte de superiores hierárquicos, apelidos e conotações pejorativas são
CATEGORIAS
exemplos comuns de assédio moral. Atendimento Unidades Blog Acontece Nós ligamos para você
 

Para que seja definido como assédio moral, é necessário que ocorra:
 
• Repetição sistemática;
 
• Direcionalidade (uma pessoa é sempre a “escolhida”);
 
• Prolongamento das situações (meses, anos);
 
• Degradação das condições trabalhistas.
 
 
Caracterização do assédio moral:
 
• Críticas públicas ao trabalhador tendendo para a humilhação e ridicularização;
https://www.lfg.com.br/conteudos/artigos/geral/entenda-a-diferenca-entre-assedio-moral-dano-moral-e-assedio-sexual 1/4
26/08/2018 Entenda a diferença entre Assédio Moral, Dano Moral e Assédio Sexual - LFG
• Críticas públicas ao trabalhador, tendendo para a humilhação e ridicularização;
 
• Tratar o trabalhador por curso
um apelido pejorativo; Minha
Qual você procura?  Conta
0
 
• Fazer brincadeiras, sarcasmos e piadas envolvendo o assediado;
 
• Solicitar tarefas abaixo ou acima da qualificação do trabalhador;
 
• Mandar que o empregado faça tarefas inúteis ou irrealizáveis.
 
 
DANO MORAL
 
Já o Dano Moral acontece quando um indivíduo se sente afetado em seu ânimo psíquico, moral e intelectual, seja por acometimento à sua honra,
privacidade, intimidade, imagem, nome ou em seu próprio corpo físico.
 
Nesse caso, a pessoa lesada deve reunir provas e demonstrar as consequências daquilo em sua vida pessoal e repercussões no trabalho. Ao contrário
do assédio, para que seja caracterizado o dano moral não é necessário que haja repetição das ofensas que o caracterizam.
 

Considera-se que houve dano moral quando algum dos seguintes direitos da personalidade são violados:
 
• Vida;
 
• Imagem;
 
• Privacidade;
 
• Liberdade (física e intelectual);
 
• Intimidade;
 
• Honra;
 
• Integridade psíquica;
 
• Autoestima;
 
• Reputação
 
 
Explicação sobre o “Dano” no Código Civil:
 
Art. 186 Aquele que, por ação ou omissão voluntária, negligência ou imprudência, violar direito e causar dano a outrem, ainda que exclusivamente
moral, comete ato ilícito.
 

Casos típicos de dano moral nas relações de trabalho:


 
• Dispensa injuriosa (por motivo político, religioso, racial, sindical, estado civil, sexo, etc.);
 
• Desigualdade de tratamento e oportunidades nos termos e condições do emprego;
 
• Controles tecnológicos discricionários e abusivos;
 
• Revistas feitas de forma vexatória e por pessoas do sexo oposto;
 
• Discriminação de pessoas por deficiência física ou doença;
 
• Revelação desnecessárias de fatos da vida privada no empregado;
 
• Anúncio de abandono de emprego publicado em jornal.
  CATEGORIAS Atendimento Unidades Blog Acontece Nós ligamos para você
 

ASSÉDIO SEXUAL
 
O assédio sexual não se confunde com o assédio moral. No assédio sexual o constrangimento é dirigido exclusivamente à obtenção de vantagem ou
favorecimento sexual.
 
De acordo com o artigo 216 – A, caput, do Código Penal, o crime de assédio sexual consiste no fato de o agente “constranger alguém com o intuito de
obter vantagem ou favorecimento sexual, prevalecendo-se o agente de sua condição de superior hierárquico ou ascendência inerentes ao exercício de
emprego, cargo ou função”.
 
Para caracterizar o crime de assédio sexual, o constrangimento pode ser realizado verbalmente, por escrito ou gestos, mesmo que afastado o emprego
de violência ou grave ameaça, pois, caso contrário, o delito seria o de estupro (CP, art. 213).
 
Segundo pesquisa mundial da OIT (Organização Internacional do Trabalho), cerca de 52% das mulheres economicamente ativas já sofreram assédio no
t b lh
https://www.lfg.com.br/conteudos/artigos/geral/entenda-a-diferenca-entre-assedio-moral-dano-moral-e-assedio-sexual 2/4
26/08/2018 Entenda a diferença entre Assédio Moral, Dano Moral e Assédio Sexual - LFG
trabalho.
 
Minha
Qual curso você procura?  Conta
0
Direitos do Assediado
 
Os direitos do assediado incluem rescisão indireta do contrato de trabalho e indenização por dano moral.
 

Características do Assédio Sexual:


 
• Superioridade hierárquica do assediador;
 
• Promessa de tratamento diferenciado em caso de aceitação;
 
• Atitudes concretas de represália no caso de recusa;
 
• Conotação sexual;
 
 
Casos típicos de Assédio Sexual:
 
• Convite para ir a locais sem relação com o trabalho;
 
• Comentários ousados sobre beleza e/ou dotes físicos;
 
• Toques indesejados (abraços prolongados);
 
• Exibição ou envio de fotos pornográficas;
 
• Solicitação de caráter sexual;
 
• Perguntas embaraçosas sobre a vida pessoal do subordinado;
 
• Pedidos para que a trabalhadora se vista de forma provocante ou sensual.
 
 
Conteúdo produzido pela LFG, referência nacional em cursos preparatórios para concursos públicos e Exames da OAB, além de oferecer cursos de pós-graduação jurídica e MBA.

Assine nossa newsletter! Digite seu E-mail ENVIAR

Recomendamos para você:

Reforma Trabalhista Sancionada - Entenda Direitos fundamentais de primeira, Jurisdição e competência no processo do
as mudanças segunda, terceira e quarta geração trabalho

Receba nossas novidades: Digite seu E-mail ENVIAR Redes Sociais:

Institucional Cursos Navegue Atendimento Área Restrita Parceiros

Quem Somos Concursos Blog Acontece FAQ Portal do Aluno Portal Pós
Unidades OAB Professores Nós ligamos para vocẽ Meus Pedidos Cursos Livres
Seja Um Franqueado Pós-Graduação Convênios Certi cado de
Cursos Livres Palestra
Eventos

https://www.lfg.com.br/conteudos/artigos/geral/entenda-a-diferenca-entre-assedio-moral-dano-moral-e-assedio-sexual 3/4
26/08/2018 Entenda a diferença entre Assédio Moral, Dano Moral e Assédio Sexual - LFG

Minha
Qual curso você procura?  Conta
0

Meios de Pagamento: Compra Segura:

Copyright © 2018 - LFG. Todos os direitos reservados

https://www.lfg.com.br/conteudos/artigos/geral/entenda-a-diferenca-entre-assedio-moral-dano-moral-e-assedio-sexual 4/4