Você está na página 1de 56

COMO ARQUITETOS

E DESIGNERS PENSAM

UFSC | Pós-ARQ 2015


Estratégias Didáticas em Arquitetura e Urbanismo
prof. Vanessa Goulart Dorneles
Equipe 2: Carlos Pinto, Eliane Lima, Mariana Villela, Susan Miolo
Bryan Lawson

Arquiteto, psicólogo
Professor emérito da
Faculdade de
Arquitetura da
Universidade de
Sheffield, Reino Unido

02/56
sumário
PROJETAR 04

FORMULAR 15

MOVIMENTAR-SE 21

REPRESENTAR 28

AVALIAR 34

REFLETIR 40

CONCLUSÕES 51

03/56
PROJETAR
projetar é uma forma de pensar,
uma habilidade altamente
complexa e sofisticada, mas que
pode ser aprendida e praticada.

04/56
“projetos muito bons podem se aproximar
do poder que as artes plásticas e a música
tem de elevar o espírito e enriquecer a
vida”.

05/56
projetar como um processo

projetar abrange diferentes produtos finais

o que há de comum entre os diferentes


modos de projetar?
pensamento sistemático X caótico
científico X artístico

06/56
projetar é uma atividade mental distinta

Produtos belos, Exige-se Geram-se


úteis e visuais competência produtos de
são idealizados técnica, avaliação impacto sobre a
por projetistas estética e qualidade de
sejam arquitetos, entendimento da vida das
designers, natureza do pessoas.
paisagistas ou usuário final.
urbanistas

07/56
a formação do projetista

Ofícios tradicionais Profissionalização


projetar = fazer separação entre
Evolução de uma projetar e fazer
prática como resposta a Resposta ao cenário
um problema estável. sócio-cultural de maior
complexidade: mais
tecnologia, mudanças
rápidas etc.

08/56
papéis do projetista

Nem conservador, nem ativista.


Talvez o caminho do meio, numa abordagem
participativa do projeto, onde o projetista não
domina inteiramente o processo de projetar,
mas é aquele que detém a habilidade
especializada do conhecimento.

09/56
cada projetista é DIFERENTE
e responde ao mesmo
problema de forma
DIFERENTE
10/56
sobre o processo de projeto

até anos 70 anos 70 e 80 O que descobriram


Mapeamentos pesquisas Projetistas criam
de processo de empíricas para estratégias de
projeto definiam saber como os resolução de
mais as projetistas problemas
atividades e trabalham. concentrados no
etapas e não o resultado final.
processo. Possível relação
entre avaliação, Demonstram
Mostravam que análise e síntese aptidões maiores
se ia do todo de forma não- para soluções
para o detalhe. linear. espaciais
11/56
...descobriram que
análise e síntese são
inseparáveis no processo
de projeto.

12/56
para se começar a projetar...
em geral, para se comçar a projetar...

Resumo do Estudo e Produzir uma ou


problema entendimento das mais soluções
Resumo do Estudo e
exigências
Produzir uma
problema entendimento ou mais
das exigências soluções

Testá-las em relação a Transmitir projeto a Não necessariamente


critérios explícitos ou clientes e construtores nesta ordem!
implícitos
Testá-las em Transmitir o Não
relação a critérios projeto a clientes e necessariamente
explícitos ou construtores nesta ordem!
implícitos 13/56
habilidades necessárias para se projetar

formular movimentar-se representar

avaliar refletir

14/56
1. FORMULAR
Identificar e entender o problema

“projetistas precisam ter a


habilidade de encontrar e expressar
os problemas, entendê-los e
examiná-los”.
15/56
encontrar, expressar, entender e examinar
Encontrar, expressar, entender, examinar

Reformular Dar um foco


Compreensão e Reformular
problemas Dar um
seletivo parafoco
o
descrição dos problemas
complicados e mal
estruturados
problema
seletivo para o
(emolduramento)
problemas complicados e problema
mal estruturados (emolduramento)

Maximizar o número de Problema Visão do projeto como


Maximizar o
molduras auxilia no sempre intimamente conversa entre problema

Visão do projeto
processo criativo relacionado à solução e solução
número de Relacionar
molduras auxilia problema e como conversa
no processo solução entre problema e
criativo solução
16/56
a criatividade como um processo

“pensadores criativos
trabalham muito”.
“É improvável que as grandes
ideias nos ocorram sem
esforço”.

17/56
a criatividade como um processo

primeira incubação
preparação
noção

inspiração verificação

18/56
a criatividade como um processo

“ser criativo ao projetar não é


apenas nem necessariamente uma
questão de ser original”.

ideias Interpretações soluções


existentes transformações criativas

19/56
processo criativo que
...descobriram …
pensamentos convergentes e
análise e síntese são
divergentes são necessários
inseparáveis para
no processo
cientistas e artistas, de
mas “é o
projeto
projetista quem precisa das duas
habilidades em proporção mais
equilibrada”.
20/56
2. MOVIMENTAR-SE
dar passos em uma determinada direção…
Ao abordar o problema de um projeto, o
projetista não inicia a partir do nada. Cada
um tem suas razões e suas experiências que
constroem seu pensamento.

21/56
“parece que agora estamos num período
pós-moderno de confusão pluralista, sem
nenhum conjunto de teorias amplamente
adotadas sobre como projetar”.

22/56
projetistas concentram-se em soluções

Nas situações Ideias de


simples, o processo soluções nascem
passa linearmente do de um “gerador
problema à solução. primário”.

Nas situações Originalidade é


complexas, idas e diferente de
vindas no processo criatividade.
ajudam a melhor
identificar o problema.
23/56
princípios condutores
determinantes da forma

moralidade decomposição o futuro


integração

cliente usuários

24/56
princípios condutores
determinantes da forma

restrições restrições
práticas radicais

restrições restrições
formais simbólicas

25/56
o gerador primário

O gerador primário é A ideia inicial pode


uma ideia ou um transformar-se em ideia
conjunto de ideias iniciais dominante

o importante para o
todo gerador
cliente ou usuário nem
primário pode ser
sempre é fundamental
descartado e
para o projetista
transformado
26/56
“depois que uma ideia se
forma e um projeto se
completa, de certa forma, o
mundo muda”.

27/56
a capacidade de pensar…

de manter a sensação de
ambiguidade e de incerteza, e de
não se preocupar demais em
alcançar logo uma resposta,
parece ser uma habilidade
essencial ao projetar.
28/56
3. REPRESENTAR
exteriorização do
pensamento de diversas
maneiras

29/56
exteriorização do pensamento

“É provável que o projetista


incapaz de fazer um esboço
não consiga ‘conversar’
PALAVRAS
NO DESENHOS NA
PROCESSO
livremente
MODELOS 3D
MAQUETES
com a situação”.
SOLUÇÃO

As representações “são
produtos básicos do processo
de pensar”.

30/56
exteriorização do pensamento
projetar como conversa e percepção:
“uma conversa reflexiva com a situação”

conversa com conversa e


representações negociações

visão do
problema e emolduramento
solução

31/56
realizar e gerenciar a
representação é
competência que
caracteriza o projetista.

32/56
exteriorização do pensamento

Selecionar e produzir Mudanças no


o que representa o processo de
projeto acabado da projeto por um
forma mais exata custo baixo
possível

Selecionar as
representações mais Testar
pertinentes ao projeto inúmeras
para entender soluções e
problemas e soluções reduzir riscos

33/56
tarefa do projetista...

negociar a conciliação entre


problemas e soluções, sendo que o
problema exprime-se na forma de
necessidades e a solução na forma
de materialidade.
34/56
4. AVALIAR
fazer avaliações objetivas e
subjetivas e conseguir formar juízos
sobre cada uma

35/56
A avaliação

“Projetar é uma atividade confusa


que envolve juízos de valor entre
alternativas que podem oferecer,
ao mesmo tempo, vantagens e
desvantagens”.

36/56
avaliar as alternativas

Saber a hora de Capacidade


parar de gerar de avaliações
soluções objetivas e
subjetivas

Formar juízo sobre


benefícios em
diferentes métodos de
avaliação
37/56
avaliar as alternativas

“Os projetistas não apenas geram


alternativas entre as quais é
preciso escolher, como também
têm de saber, como no caso do
artista, a hora de parar”.

38/56
às vezes, também é importante
parar de julgar para o
PENSAMENTO fluir...

39/56
uma atividade confusa...
“não devemos esperar que o
processo de projeto seja tão claro,
lógico e aberto quanto o método
científico”.

40/56
5. REFLETIR
Reflexão contínua sobre o
entendimento do problema e a
validade das soluções.

41/56
refletir em ação

o conceito de refletir em ação combina as


nossas atividades de:

formular movimentar-se avaliar

42/56
“o projetista reflete mais ou menos
continuamente sobre o entendimento
corrente do problema e a validade da
solução ou soluções que vêm surgindo”.

43/56
refletir sobre a ação

Acompanhar o processo e não o projeto para refletir,


com um certo distanciamento mental, se o processo
está indo bem ou se a direção deve ser modificada.

Refletir sobre quais problemas foram examinados e


quais foram negligenciados.

Questionar se os processos de representar, formular


e movimentar-se foram aplicados no caso.

Saber quando e como refletir sobre as ações,


evitando falta e excessos.
44/56
“nenhuma área do
pensamento humano é tão
cheia de armadilhas quanto
o ato de projetar”.

45/56
refletir sobre a ação

Armadilha da categoria: transferir


soluções

Armadilha do quebra-cabeça: não há


resposta correta

Armadilha do ícone: aparência sobre a


representação

Armadilha da imagem: a imagem do projeto


acabado

46/56
“ parece que os
projetistas desenvolvem
programas próprios de
esforço intelectual”.

47/56
refletir sobre a ação
Cada projetista é único, cada projeto é único

Cada projeto Os especialistas A criatividade


é uma forma tem um repertório também está ligada
de pesquisar maior de casos ao modo de usar as
um tema, às precedentes e referências. Os
vezes, o mesmo referências projetistas mais
tema. coletadas em suas experientes
vivências. reconhecem
paralelos entre as
referências
precedentes e o
projeto atual.
48/56
os VALORES
dos projetistas determinam
o que ele enfatiza
no processo do projeto

49/56
refletir sobre a ação
O processo do projeto como ciclo virtuoso onde o
projetista, ao produzir soluções, incorpora os
valores que defende.

valores

princípios
referências
condutores

HABILIDADES
50/56
às vezes, também vemos...
“projetistas que fazem mudanças
significativas nos seus sistemas de
valores, princípios condutores e
coleta de precedentes” resultando
em produções significativamente
diversas”.
51/56
6. CONCLUSÕES
existem muitas maneiras
de projetar...

52/56
projetar...

habilidades
é uma forma pensar é uma
podem ser
de pensar habilidade
adquiridas

53/56
“o modo como o projetista
aborda o aprimoramento das
habilidades de projetar durante
sua carreira á algo que continua
personalíssimo”.

54/56
“se aprende o processo de PROJETO
principalmente na PRÁTICA e, é
muito difícil ensiná-lo bem”.
É preciso continuar projentando para
entender COMO os projetistas
PENSAM

55/56
Índice das imagens
imagemLawson:http://www.creativityandcognition.com/cc_conferences/cc03Design/dtrs6I
mages/picture.php?file=dinner_cruise/Bryan_Lawson.jpg
imagem passos na areia: http://www.posfacio.com.br/
imagem sofá: http://www.bolsademulher.com/
imagem madeira colorida: http://pt.depositphotos.com/
demais imagens e ícones: http://www.slidescarnival.com/

Referência
LAWSON, Bryan. Como arquitetos e designers pensam. São Paulo: oficina de
talentos, 2011.

56/56