Você está na página 1de 11

Curso: ADM.

de EMPRESAS
Disc.: Adm. de mATeRIAIS

Gestão

de
ESTOQUES

GeSTão de eSToQUeS

TÓPICOS

1. Custos e Riscos

2. Gestão dos Recursos

3. Controle de Estoques de Mercadorias

4. Lote Econômico de Compra


Curso: ADM. de EMPRESAS
Disc.: Adm. de mATeRIAIS

GeSTão de eSToQUeS
INTRODUÇÃO
O estoque é base das operações no comércio.
Na indústria, a gestão dos estoques otimiza as operações nas áreas de
suprimento, produção e vendas.
É necessário manter certo nível de estoques de materiais, de
produtos em elaboração e acabados para alcançar ganhos de escala,
reduzir os custos de produção e para contornar os problemas de
atrasos dos fornecedores, quebra de equipamentos, greves etc.
Em algumas situações, a disponibilidade de produtos para pronta
entrega é um poderoso argumento de vendas.
Podemos dizer que a administração dos estoques busca o equilíbrio
entre os aspectos operacionais e financeiros e isso também pode
significar a constante solução de conflitos de interesses entre a área
financeira e demais áreas envolvidas com estoques.
A gestão de estoques é bastante abrangente pois envolve questões
técnico-operacionais e mercadológicas.

GeSTão de eSToQUeS

Razões para Investir em Estoques

Tornar o fluxo econômico contínuo


Evita a falta da Mat-Prima / Mercadoria em um pedido extra

Características de cada setor


Evita o “ALTO“ custo de estocagem na baixa da produção pela sazonalidade

Perspectiva de aumento do preço do produto


Ganho pela COMPRA na “pré-alta”, desde que compense os custos de estocagem

Política de venda do fornecedor


Um BOM desconto dado pelo fornecedor pode justificar uma compra maior de estoques
Curso: ADM. de EMPRESAS
Disc.: Adm. de mATeRIAIS

GeSTão de eSToQUeS
1 – Custos e Riscos
 Custos de Capital
Recursos investidos nos materiais e produtos estocados, nas instalações e
equipamentos utilizados na movimentação física e na armazenagem.
 Custo das Instalações
Envolvem o valor de locação de galpões, prédios e instalações utilizadas,
imposto predial e taxas de serviços públicos, despesa de manutenção,
limpeza e iluminação, refrigeração ou calefação, serviços auxiliares,
seguros e depreciação(das instalações e equipamentos).
 Custos dos Serviços
Compreendem dispêndios com mão-de-obra utilizada na recepção,
armazenagem, deslocamentos internos e expedição; custos dos registros e
controles administrativos; seguros dos estoques.
 Riscos de Estocagem
Relativos a furtos, deterioração, obsolescência, queda nos preços de
mercado, etc...

GeSTão de eSToQUeS

2 - Gestão dos Recursos

O cálculo do giro ou rotação dos recursos investidos nos estoques fornece uma
medida adequada para a avaliação da eficiência na sua gestão.

Esse cálculo indica o número de vezes em que tais recursos foram renovados em
certo intervalo de tempo.

Em face dos padrões observados em cada ramo de negócios, estoques com


baixa rotação representam fundos ociosos, enquanto um giro alto significa
otimização dos recursos investidos.
Curso: ADM. de EMPRESAS
Disc.: Adm. de mATeRIAIS

GeSTão de eSToQUeS

FÓRMULAS:
Giro dos estoques de Produtos Acabados ou Mercadorias p/ Revenda
Custos das Vendas
(=) -------------------------------------
Saldo Médio dos Estoques

Resultado = No de vezes por período

No numerador é valor que os estoques foram baixados e correspondem ao


Custo Médio Ponderado.
Assim, o numerador e denominador estão em vr.s da mesma espécie.
O giro do estoque é uma média global dos valores dos estoques onde alguns
itens apresentam rotações diferentes do giro global.
Nesse caso deveríamos calcular o giro para cada linha de produtos ou grupo de
mercadorias.

GeSTão de eSToQUeS

Giro dos estoques de Matérias Primas e de Materiais de Consumo


Valor total consumo período
(=) -------------------------------------
Saldo Médio dos Estoques
Resultado = No de vezes por período

Giro dos estoques de Produtos em Elaboração


Custo total da prod. acabada no período
(=) -------------------------------------------------------
Saldo Médio dos Estoques
Resultado = No de vezes por período

Com o giro dos estoques, calcula-se o prazo médio de estocagem, também


conhecido por prazo médio de renovação dos estoques:
Curso: ADM. de EMPRESAS
Disc.: Adm. de mATeRIAIS

GeSTão de eSToQUeS

Prazo médio de estocagem dos produtos estocados ou das mercadorias


Nº de dias do período
(=) ---------------------------------
Giro dos Estoques
Resultado = No médio de dias

Cálculo direto do prazo médio de estocagem dos prod.s acab.s / das


merc.s para revenda
Saldo Médio dos Est. x Nº dias do período
(=) ------------------------------------------------------------
Custo das vendas
Resultado = No médio de dias
OBS.:
O denominador da 1ª fórmula fornece-nos o custo médio diário das vendas. Logo, o
prazo médio de estocagem corresponde ao nº médio de dias de venda mantidos em
estoque.
Qualquer uma das três últimas fórmulas fornece o mesmo resultado de número de dias.
Também poderíamos calcular os prazos médios em número de meses.

GeSTão de eSToQUeS
Exemplo:
A empresa XPTO Ltda tem as seguintes demonstrações:
BALANÇO PATRIMONIAL Saldos em 31 de dezembro
2012 2011 2010
Ativo Circulante 12.250 9.000 6.000
Caixa e Bancos 5.850 4.200 3.120
Duplicatas a Receber 5.200 3.600 2.400
Diversos 995 1.076 373
Realizável a LP - - -
Permanente 6.800 3.500 4.000
Imobilizado 9.000 5.000 5.000
(-) Depreciação Acum. (2.200) (1.500) (1.000)
Total BALANÇO
do AtivoPATRIMONIAL Saldos em 31 de12.500
19.050 dezembro 10.000
2012 2011 2010
Passivo Circulante 10.550 6.550 5.000
Fornecedores 3.540 2.400 1.580
Empréstimo Bancário 5.100 2.300 2.300
Salários 1.000 800 700
Diversos 910 1.050 420
Exigível a LP 1.800 - -
Patrimônio Liquido 6.700 5.950 5.000
Capital Social 5.000 4.000 4.000
Reservas 410 468 400
Lucros Acumulados 1.290 1.482 600
Total do Passivo 19.050 12.500 10.000
Curso: ADM. de EMPRESAS
Disc.: Adm. de mATeRIAIS

GeSTão de eSToQUeS

GeSTão de eSToQUeS

Giro dos estoques


Giro dos estoques de Produtos em Elaboração
Custo total da prod. acabada no período
(=) ----------------------------------------------------------
Saldo Médio dos Estoques
Resultado = No de vezes por período
Em 2011
12.000 12.000
------------------------- = --------- = 4 vezes BALANÇO Saldos em 31 de dezembro
(2.400 + 3.600) / 2 3.000 2012 2011 2010
Ativo Circulante 12.250 9.000 6.000
Caixa e Bancos 5.850 4.200 3.120

Em 2012 Duplic.s a Receber


Diversos
5.200
995
3.600
1.076
2.400
373

13.200 13.200 Realizável a LP - - -

------------------------ = --------- = 3 vezes Permanente


Imobilizado
6.800
9.000
3.500
5.000
4.000
5.000
(3.600 + 5.200) / 2 4.400 (-) Deprec. Acum. (2.200) (1.500) (1.000)

Total do Ativo 19.050 12.500 10.000


Curso: ADM. de EMPRESAS
Disc.: Adm. de mATeRIAIS

GeSTão de eSToQUeS

Prazo médio de estocagem de mercadorias:

Cálculo direto do prazo médio de estocagem


dos prod.s acab.s ou das mercad.s p/ revenda
Saldo Médio dos Est. x Nº dias do período
(=) ---------------------------------------------------------
Custo das vendas
Resultado = No médio de dias
Em 2011
3.000 x 360 dias 360 dias BALANÇO Saldos em 31 de dezembro
------------------------- = ------------ = 90 dias 2012 2011 2010
12.000 4 vezes Ativo Circulante 12.250 9.000 6.000
Caixa e Bancos 5.850 4.200 3.120
Duplic.s a Receber 5.200 3.600 2.400
Diversos 995 1.076 373
Em 2012 Realizável a LP - - -

4.400 x 360 dias 360 dias


Permanente 6.800 3.500 4.000

----------------------- = ------------ = 120 dias


Imobilizado 9.000 5.000 5.000

13.200 3 vezes
(-) Deprec. Acum. (2.200) (1.500) (1.000)

Total do Ativo 19.050 12.500 10.000

GeSTão de eSToQUeS
3 - Controle de estoque de mercadorias
O gestor deverá manter controle do estoque por tipo de
mercadorias / produtos existentes na empresa, da seguinte forma:
 Registrar no Controle de Estoque as quantidades, custo unitário e
custo total das mercadorias / produtos adquiridos.
 Registrar no Controle de Estoque as quantidades, custo unitário e
custo total das mercadorias / produtos vendidos.
 Calcular no Controle de Estoque o saldo em quantidades, custo unitário
e custo total das mercadorias / produtos que ficaram em estoque.
Obs.s:
 O custo unit. é calculado pelo custo médio pond. da seguinte forma:
Custos Totais, divididos pela Qtde.
 Periodicamente, confirmar se o saldo apurado no Controle de Estoque
"bate" com o estoque físico existente na empresa.
Curso: ADM. de EMPRESAS
Disc.: Adm. de mATeRIAIS

GeSTão de eSToQUeS
3 - Controle de estoque de mercadorias
MODELO
Planilha Controle de Estoques
Descrição do produto: Mês / Ano:
Dia Entrada Saída Custo Unit. Quant. Custo Unit. Custo Total
01 1000 1,00 1000 1,00 1.000,00
05 600 400 1,00 400,00
10 2000 0,90 2400 0,91 2.200,00
15 800 1600 0,91 1.456,00
20 3000 0,80 4600 0,84 3.864,00
25 3600 1000 0,84 840,00
30 2500 1,00 3500 0,95 3.325,00

Total em estoque: 3500

GeSTão de eSToQUeS
L E C - Lote Econômico de Compra
SUPOSIÇÕES:
1. Demanda constante
2.Recebimento instantâneo
3.Não existe desconto
4.Preços constantes
5.Não existe risco
6.Dois tipos de custos: estocagem e pedido
7. Análise independente de cada item do estoque
Curso: ADM. de EMPRESAS
Disc.: Adm. de mATeRIAIS

GeSTão de eSToQUeS
L E C - FÓRMULA
ESTRATÉGIA: Qual será a qtde que será mantida e de qtº em qtº tempo

Custo Pedido = Cp (indiv) x nº de Pedidos


nº de Pedidos =V/Q

CUSTO = Custo de Estocagem (total) + Custo do Pedido

Custo Estocagem (total) = Ce(unit.) x Estoque Médio(metade da qtde de cada pedido)


Estoque Médio = Q / 2
‘ Custo Estocagem (total) = Ce x (Q / 2)

CustoTotal = Cp (V/Q) + Ce (Q/2)


Ce = Custo de Estocagem unit.
Q = Qtde de cada Pedido
Qtde ótima de cada pedido
V = Vendas no período [custos TOTAIS (Ce+Cp) menor possível]

GeSTão de eSToQUeS

LEC

LEC

Q = Quantidade
Q* = Quantidade Ótima

CT = Custo Total
Ce = Custo de Estocagem
Cp = Custo do Pedido
Curso: ADM. de EMPRESAS
Disc.: Adm. de mATeRIAIS

GeSTão de eSToQUeS
LEC
Exemplo

Q = [ (2 x V x C p) / C e ]1/2

( Est. Médio = Q / 2 )

( nº de Pedidos = V / Q ) 200 / 44,72 4,47 vezes

período Nº pedido 6,71 dias


OBS.: o vol. de VENDAS ou o CUSTO do PEDIDO a QTDE do PED. em proporção menor
Custos
Isto altera o GIRO de Est.s (=)Saldo
das Vendas
-------------------------- (=) nº--------------------------
de DIAS do período
Médio dos Est.se o PRAZO de Est. GIRO de Estoques

GeSTão de eSToQUeS

Tipos de Curvas do LEC


Custo Custo
Total Total

Qtde Qtde
Q Q
* * .
Curva muito acentuada
Pedidos c/ poucas alterações nos
valores do CUSTO de Estocagem Deve aplicar o LOTE MÍNIMO

Custo TOTAL de Estocagem


CT = Cp (V/Q*) + Ce (Q*/2) 1 x (100/31,62) + 0,2 x (31,62/2) = $ 6,32

Se o volume a ser pedido fosse 25 unid.s, o Custo TOTAL seria:


CT = 1 x (100/25) + 0,2 x (25/2) = $ 6,5
Curso: ADM. de EMPRESAS
Disc.: Adm. de mATeRIAIS

GeSTão de eSToQUeS

CONCLUSÃO
Basicamente, se faz uma boa gestão de estoques, respondendo:
O QUÊ ?
QUANDO ?
QUANTO ?

 Saber o quê está sobrando ou faltando nos estoques.


 Controlar quanto precisa comprar/produzir, para atender a clientela.
 Evitar a falta de produtos e o exagero em estoque.
Produtos a mais na prateleira significará custo, dinheiro parado, espaços
abarrotados e dificuldade em fazer mudanças de estratégia nas vendas.

Interesses relacionados