Você está na página 1de 14

100 MELHORES EMERGENTES DO SUL

Planejamento de longo prazo


Passo a passo, a Wanke vem se
reiventando como indústria. Era uma
metalúrgica, hoje é uma fabricante de
eletrodomésticos

As receitas e os segredos
das empresas que
despontam no rol das 100
melhores emergentes do
sul do país

Ricardo Lacerda e Robson Pandolfi

52 / Outubro / 2014 / AMANHÃ


Foco e diferenciação
A estratégia da Xalingo é se
concentrar naqueles segmentos que
os chineses não alcançam, como o de
brinquedos pedagógicos

A Fotos: Divulgação
té o ano passado, a Nutrisul porém, a fabricante de massas e
era mais uma das 100 em- biscoitos de São Lourenço D’Oeste,
presas emergentes do sul em Santa Catarina, alcançou uma
do país. Isto é: uma companhia de posição sonhada por muitas outras
crescimento acelerado e com bons emergentes. Dona da marca Casa-
indicadores financeiros, mas ainda redo, a empresa registrou um salto
sem envergadura para figurar na lista de 60% em seu Valor Ponderado de
das 500 Maiores do Sul, elaborada Grandeza (VPG) – indicador ex-
por AMANHÃ e PwC. Neste ano, clusivo de AMANHÃ e PwC que
faz uma média ponderada de patri-
mônio líquido, receita bruta e lucro
(ou prejuízo) líquido. As vendas da
Expansão rápida Nutrisul cresceram 30% em relação
Ágil, a BR Fértil vem se destacando
a 2012, chegando a R$ 110 milhões.
como uma das empresas que mais Os pilares para esse crescimento co-
crescem no sul do país. Só em 2013, as meçaram a ser construídos ainda na
vendas mais que dobraram década de 1990, quando a empresa

AMANHÃ / 2014 / Outubro / 53


100 MELHORES EMERGENTES DO SUL

ingressou no segmento de massas


e biscoitos. Até então, a companhia OS DEZ MAIORES PATRIMÔNIOS LÍQUIDOS
– fundada em 1949 – tinha como
GRUPO/EMPRESA UF (R$ mi)
principal negócio a moagem de trigo.
Reflorestadores Unidos S/A RS 67,29
A mudança de rumos permitiu
União Catarinense de Educação SC 66,02
à Nutrisul comercializar produtos
Sul Brasil Ind. e Com. de Acess. Plást. e Metal S/A SC 64,72
de maior valor agregado. O regime
Pasa - Paraná Operações Portuárias S/A PR 58,27
jurídico também mudou: a Nutrisul
Termas Jurema PR 54,85
deixou de ser uma sociedade limitada
Cádiz Construções S/A RS 53,82
e se transformou em uma sociedade
Herval Financeira RS 52,48
anônima de capital fechado – o que
Kredilig S/A - CFI SC 51,21
deflagrou uma série de transforma-
S/A Fósforos Gaboardi SC 49,79
ções. Uma das primeiras medidas foi
Locav Locadora Ltda. PR 49,04
a criação de um Conselho de Admi-
nistração. Os membros são todos da
família – ao contrário do que pregam AS DEZ MAIORES RECEITAS BRUTAS
as cartilhas de governança corpora-
tiva, que recomendam a presença de GRUPO/EMPRESA UF (R$ mi)
conselheiros independentes. Mesmo Metropolitana Vigilância Comercial e Industrial S/A PR 126,84
assim, os cinco irmãos concordam Cia. Apolo de Supermercados RS 112,74
que a profissionalização da gestão Apucarana Leather S/A PR 111,02
é um caminho sem volta. “Temos Agemed Saúde S/A SC 108,22
planos de convidar profissionais do Fricasa Alimentos S/A SC 105,87
mercado para o Conselho, mas ainda Stival Alimentos Ind. e Com. S/A PR 105,49
não definimos um prazo exato para Wanke S/A SC 102,55
isso”, explica Fausto Echer, diretor- Xalingo S/A Investimentos e Participações RS 97,44
-presidente da Nutrisul. Camaquã Distribuidora RS 92,82
A seu modo, a Nutrisul percorre Orbid S/A Indústria e Comércio RS 91,35
uma trajetória comum às companhias
Base: Edição GRANDES&LÍDERES - AMANHÃ/PwC

“Há duas coisas que as empresas


costumam perder quando
crescem: a presteza operacional
e a atenção ao cliente. São dois
predicados que enferrujam, que
colapsam e acabam gerando
certos desgastes”

José Carlos Teixeira Moreira


Presidente da Escola de Marketing Industrial

54 / Outubro / 2014 / AMANHÃ


emergentes que buscam um lugar
entre as 500 Maiores do Sul. Todas OS DEZ MAIORES CRESCIMENTOS DE RECEITA
elas, a certa altura, deparam-se com
GRUPO/EMPRESA UF (em %)
a necessidade de profissionalizar a
BR Fértil S/A PR 149,71
gestão e estabelecer uma estratégia
Infasa Indústria de Farinhas S/A PR 124,40
mais focada e assertiva, indepen-
Rodomac Tratores-Peças e Implementos S/A SC 98,91
dentemente do setor em que atuam.
Meridional TCS Indústria e Comércio de Óleos S/A PR 63,68
A Seta Engenharia, por exemplo,
Moinho Catarinense S/A SC 60,45
saltou mais de 100 posições e entrou
Amisa Auto Mecânica Ibirubá S/A RS 58,37
no ranking das 500 neste ano. A
Brasceras S/A Indústria e Comércio PR 55,77
conquista foi fruto de uma decisão
Apucarana Leather S/A PR 49,64
crucial: fechar o foco em mercados
Seccional Brasil S/A PR 47,45
com alto potencial. “Apostamos
Vapza Alimentos S/A PR 44,74
muito em usinas eólicas. Vimos que
esse mercado estava crescendo e
reforçamos nossa atuação comercial OS DEZ MAIORES LUCROS
nesse sentido”, diz Rodolfo de Sousa
Pinto, diretor comercial da empresa. GRUPO/EMPRESA UF (R$ mi)
“Também tivemos um pouco de sorte Locav Locadora Ltda. PR 36,86
com alguns negócios”, indica. Kredilig S/A - CFI SC 19,75
Seccional Brasil S/A PR 16,57
Governança na pauta Cataratas do Iguaçu S/A PR 11,58
As organizações que almejam Neoortho Produtos Ortopédicos S/A PR 11,23
lugar entre as grandes costumam Herval Financeira RS 10,39
atacar mais cedo questões como Termas Jurema PR 9,62
governança e profissionalização da Buhler Sanmak Ind. de Máquinas S/A SC 9,26
gestão. É o que aponta um estudo da Pelissari Informática S/A PR 9,00
consultoria KPMG com empresas Barigui S/A Crédito Financiamento e Investimentos PR 8,85
familiares de 23 países. Cerca de
Base: Edição GRANDES&LÍDERES - AMANHÃ/PwC
58% delas estão buscando recursos
externos para financiar seus planos
de desenvolvimento de negócios. fomentar seu crescimento.” e estar apto a dirigir”, afirma Longo,
Para isso, a maioria está disposta a Com sete lojas em Bento Gonçal- que está na empresa desde 2008. Com
admitir novos sócios – desde que a ves e uma em Garibaldi, a rede gaúcha a gestão profissionalizada, o Super
família continue no controle. Daí a de supermercados Super Apolo tem Apolo vem conseguindo manter um
importância de se observar as me- três famílias na cúpula dos sócios. A crescimento de receita acima de 10%
lhores práticas de gestão. “O mercado convivência entre elas é regida por ao ano nos últimos cinco anos. Para
está bastante exigente. As empresas uma série de regras. Por exemplo: 2014, considerado atípico por Longo,
que pretendem ter capital externo ninguém é ungido como chefe. O só- a projeção é crescer entre 3% e 5%. “O
precisam pensar na governança como cio que deseja assumir a liderança de consumidor está mais atento, exigente
uma realidade”, afirma Sebastian qualquer área precisa, antes, acumular e preocupado com suas finanças do
Soares, sócio e líder para o mercado outras experiências profissionais. que nunca. Além disso, também per-
empreendedor da KPMG. “Desde “Entendemos que a qualificação e a cebemos um endividamento maior
a crise de 2008, conseguir recursos vivência do chão de loja são essenciais”, das famílias.”
está mais dif ícil. Os credores estão afirma Antonio Longo, diretor da rede. Profundo conhecedor do am-
mais exigentes e as empresas com um Ele mesmo é exemplo desse cuidado. biente empresarial do sul do país, o
baixo patamar de governança têm de “Passei por diversas etapas do super- consultor Carlos Biedermann, sócio
se preocupar com essas questões para mercado até conhecer todos os setores da PwC na região, lembra que a pro-

AMANHÃ / 2014 / Outubro / 55


100 MELHORES EMERGENTES DO SUL

essa análise tem de ser permanen-


AS DEZ MAIORES RENTABILIDADES DE RECEITA te. Não é porque o pai fundou a
empresa para fazer lápis que ela
GRUPO/EMPRESA UF (em %)
tem de continuar sempre fazendo
Locav Locadora Ltda. PR 71,91
lápis”, afirma Biedermann. Para ele,
Seccional Brasil S/A PR 37,57
a perpetuação da empresa é o maior
Neoortho Produtos Ortopédicos S/A PR 31,41
legado que pode ser deixado aos
Kredilig S/A - CFI SC 30,72
herdeiros – nesse sentido, é preciso
Termas Jurema PR 26,21
que eles mantenham a cabeça aberta
Buhler Sanmak Ind. de Máquinas S/A SC 25,67
para endossar as mudanças que se
S/A Fósforos Gaboardi SC 19,22
mostrem essenciais.
Herval Financeira RS 18,83
Pelissari Informática S/A PR 17,42
Transformação moderada
Nexxera Tecnologia e Serviços S/A SC 16,54
A boa notícia é que essas cor-
reções de rumo podem ocorrer
AS DEZ MAIORES RENTABILIDADES DE PATRIMÔNIO gradualmente. De preferência, com
a orientação de consultores externos
GRUPO/EMPRESA UF (em %) capazes de ajudar na implementação
Atrio Hotéis S/A SC 145,27 de uma estrutura profissionalizada.
Pelissari Informática S/A PR 95,70 É justamente isso o que vem aconte-
Grano Alimentos S/A RS 91,61 cendo na Wanke, de Indaial (SC). Na
Laboratório Catarinense S/A SC 91,31 quarta geração da família fundadora,
Ademilar Consórcio de Imóveis PR 79,95 a empresa é especialista na fabricação
Locav Locadora Ltda. PR 69,59 de eletrodomésticos e já aparece entre
Cataratas do Iguaçu S/A PR 65,53 as dez maiores emergentes do sul. Só
LPR Locação de Bens Móveis S/A PR 59,59 em 2013, registrou um faturamento
Nexxera Tecnologia e Serviços S/A SC 59,03 de R$ 102,5 milhões, 23% maior que
Com. de Automóveis Rio do Sul S/A SC 54,79 o do ano anterior. Embora seja con-
Base: Edição GRANDES&LÍDERES - AMANHÃ/PwC
duzida por familiares – a diretoria é
formada por cinco primos –, a Wanke
fissionalização da gestão é essencial salienta Biedermann. “Ter uma linha contrata profissionais de mercado
para pavimentar o crescimento de estratégica clara, bem definida, é para os cargos de gerência. Além
qualquer negócio. No mundo todo, uma parte fundamental para que a disso, três conselheiros independen-
diz ele, a falta de parâmetros de gover- família consiga melhores condições tes sentam ao lado dos familiares nos
nança aparece entre as principais cau- de progredir com o negócio.” conselhos de administração e fiscal.
sas de morte das empresas de médio Mas nem sempre é fácil. Muitas E a tendência é de que esse
porte. As companhias que resistem vezes, as empresas abrem mão da número aumente. Rogério Ehrat,
e prosperam, diz ele, são justamente transformação em nome de velhos vice-presidente da Wanke, projeta
aquelas que estabelecem objetivos dogmas instituídos pelos fundado- que metade das cadeiras de ambos
estratégicos claros, ao mesmo tempo res. É o caso típico daquela empresa os conselhos será ocupada por pro-
em que constituem estruturas para que não consegue desativar determi- fissionais de mercado em um futuro
qualificar a tomada de decisão – nadas linhas de produtos – mesmo próximo. Segundo ele, o caminho
como conselhos de administração ou quando elas já se tornaram defici- rumo à maior profissionalização
conselhos consultivos independentes. tárias – por causa de uma suposta vem sendo trilhado gradativamente.
“A governança também dita as regras tradição iniciada pelo patriarca. “Já tivemos muitos problemas no
de funcionamento da organização, “Muitas empresas têm dificuldade passado, mas hoje a família entende
principalmente em casos de sucessão de aceitar mudanças necessárias a que quanto mais profissionalizada for
ou quando acontecem imprevistos”, sua perpetuação. Mas o fato é que a gestão, melhor.”

56 / Outubro / 2014 / AMANHÃ


Desirée Ferreira
Crescimento acelerado
Neste ano, a lista das 100 Emer-
gentes do Sul traz companhias
que faturam entre R$ 36 milhões e
R$ 126 milhões. Em comum, elas
“Muitas empresas
apresentam uma alta taxa de cres- têm dificuldade de
cimento – entre 2012 e 2013, por
exemplo, o crescimento médio de aceitar mudanças
suas receitas foi de 26%. Os lucros necessárias a sua
também são expressivos: na média,
as emergentes apresentaram uma ren- perpetuação. Mas
tabilidade equivalente a 7,4% de suas o fato é que essa
receitas líquidas em 2013. Bem acima
da média das 500 Maiores do Sul, que análise tem de
é de 5,7%. Mas as semelhanças acabam ser permanente.
aí – de resto, as emergentes formam
um grupo bastante heterogêneo. Não é porque o pai
Com 41 empresas, o Paraná é o
Estado com mais representantes na
fundou a empresa
lista das emergentes. O Rio Grande para fazer lápis
do Sul vem logo atrás, com 31 com-
panhias, seguido por Santa Catarina,
que ela tem de
com 28. O setor de maior peso no continuar sempre
ranking é o de Comércio, que agrupa
17 empresas, acompanhado de perto
fazendo lápis”
pelo de Alimentos e Bebidas, com 15.
Até aí, nada de novo. O que cha-
ma a atenção neste ano é o grupo de Carlos Biedermann
Construção e Imobiliário. Na edição
Sócio da PwC
de 2013, o segmento emplacava 12
companhias no ranking de AMA-
NHÃ e PwC. Agora, detém só três.
Não que o setor esteja mais fraco
– algumas empresas, como a Seta
Engenharia, saíram do ranking sim- percam a preferência do cliente”, afir- por potências como Yara e Adama,
plesmente porque foram promovidas ma o consultor José Carlos Teixeira tradicionais destaques no ranking das
à lista das 500 Maiores do Sul. Moreira, diretor-presidente da Escola 500 Maiores do Sul. As grandes têm
Há empresas, no entanto, que de Marketing Industrial. Ou seja: há a vantagem de comprar insumos em
despontam justamente por não se- nichos que só as menores conseguem grande escala e a preços mais baixos.
rem muito grandes. Isto é: por terem alcançar. “Muitas conseguem crescer Mas a BR Fértil tem o diferencial da
condições de atender o cliente com em cima dos buracos deixados pelas agilidade. “Se o preço do produto está
um nível de dedicação que as maiores gigantes”, salienta Moreira. caindo lá fora, posso acelerar a venda
do setor já não conseguem oferecer. É nessa cratera que a BR Fértil, aqui”, explica Aluisio Schwartz Tei-
“Muitas vezes, a atenção e a proximi- de Curitiba (PR), vem sustentando xeira, fundador da BR Fértil. “Somos
dade enferrujam, colapsam as em- taxas de crescimento de mais de 100% mais dinâmicos. Mudar a direção
presas que se tornam muito grandes. ao ano. Especializada na compra de um transatlântico é muito mais
Em alguns casos, o crescimento pode e venda de fertilizantes, a empresa dif ícil do que a de um barquinho a
fazer com que essas companhias tem aproveitado os espaços deixados remo”, reforça.

AMANHÃ / 2014 / Outubro / 57


100 MELHORES EMERGENTES DO SUL

No caso da BR Fértil, o barqui- ro. Embora seja vital, o lucro não deve respeitadas marcas brasileiras de brin-
nho a remo vem tendo desempenho embaçar a visão de quem comanda quedos e, ainda hoje, ostenta indicado-
digno de uma lancha de competi- os negócios. Especialmente quando res invejáveis. Em 2013, emplacou um
ção. Em 2013, a empresa registrou não se tem a vantagem das grandes avanço de 13% nas vendas, totalizando
um salto de 150% na receita bruta, líderes do setor. “A predominância da R$ 97 milhões. Seu diferencial está
chegando a mais de R$ 40 milhões. visão econômica é um desastre para na visão estratégica de valorizar os
Para este ano, a expectativa é que o qualquer corporação. Nesse contexto, melhores profissionais, sejam eles da
ritmo se mantenha – só no primeiro as empresas menores conseguem colo- família ou não. Haas, por exemplo, está
semestre, as vendas da companhia car o lucro no seu devido lugar, já que há 44 anos na empresa, da qual já se
já somavam R$ 68 milhões. Teixeira sofrem menos pressão dos investidores”, tornou porta-voz. Mas não é acionista
arrisca que a BR Fértil encerrará o afirma José Carlos Teixeira, da Escola de e tampouco pertence à família dos
ano com um faturamento na casa Marketing Industrial. fundadores. “Sou parte dos ‘móveis e
dos R$ 100 milhões. A arrancada O setor de brinquedos é um exem- utensílios’ aqui”, brinca. Tal como ele,
vem sendo sustentada por meio de plo. Atualmente, cerca de 70% dos outros funcionários vêm conquistando
investimentos pesados. Parte deles, brinquedos vendidos no mundo têm espaço na esfera de decisão – sete dos
com capital de terceiros, o que gera origem chinesa. No Brasil, as impor- oito gerentes, por exemplo, foram con-
um elevado nível de endividamento tações do dragão asiático atendem à tratados e formados em casa. “Nossos
– equivalente a 93% do ativo total. metade da demanda. Sobreviveu quem gestores vão duas ou três vezes por ano
Nada que assuste Teixeira. “Temos conseguiu oferecer mais do que um a feiras e congressos internacionais.
até mais crédito do que precisamos. preço competitivo É o caso da Xalingo, Preferimos instrumentalizar e preparar
Poderíamos crescer ainda mais, mas de Santa Cruz do Sul (RS). Fundada quem já está aqui”, acrescenta Haas.
isso reduziria as nossas margens”, há 67 anos, a companhia atravessou Com esses predicados, a Xalingo
explica. gerações com produtos que marca- se sobressai em um mercado cada vez
ram a infância de muita gente. Mas mais orientado pela guerra de preços.
Vocação para servir a enxurrada de importados chineses E não é a única. “A globalização tornou
Henry Ford costumava dizer que nos anos 1990 sacudiu o setor no Brasil os mercados ainda mais concorridos.
as duas coisas mais importantes para – e a empresa, é claro, sentiu o baque. Logo, é natural ver as companhias
uma empresa são aquelas que não “Um grande número de empresas do se preparando cada vez mais”, afirma
aparecem no balanço: sua reputação e setor desapareceu”, lembra o diretor- Clóvis Meurer, vice-presidente da As-
seus homens. A teoria evidencia o risco -administrativo Flavio Haas. sociação Brasileira de Private Equity e
que as companhias correm quando se A Xalingo, porém, resistiu bem Venture Capital (ABVCap). A receita
apegam somente ao resultado financei- à pressão. Tornou-se uma das mais de preparação varia conforme o caso.
Mas os ingredientes tendem a ser os
mesmos: adoção de auditorias contá-
OS DEZ MENORES ENDIVIDAMENTOS beis, sistemas de ERP, profissionaliza-
ção da gestão. “Investir em inovação,
GRUPO/EMPRESA UF (em %) montar um Conselho ou contratar uma
Associação Missionária de Beneficência PR 3,78 consultoria são movimentos importan-
Hotel Curitiba Capital PR 9,24 tes e que dão resultado”, explica Meurer,
Centauro Seguradora S/A PR 9,83 que também é diretor-superintendente
Locav Locadora Ltda. PR 10,75 da CRP Companhia de Participações.
Gente Seguradora S/A RS 10,83 “Mas a empresa nunca pode se es-
União Catarinense de Educação SC 11,19 quecer de duas coisas básicas: ter uma
Excelsior Pneus RS 11,64 boa equipe de vendas e bons contro-
Bleistahl Brasil Metalurgia RS 13,42 les internos.” Nas próximas páginas,
Termas Jurema PR 18,35 AMANHÃ destaca as histórias de três
Seccional Brasil S/A PR 18,60 companhias que estão fazendo – com
louvor – esse dever de casa.
Base: Edição GRANDES&LÍDERES - AMANHÃ/PwC

58 / Outubro / 2014 / AMANHÃ


A arte de sE
reinventar
Depois de oito décadas, a Wanke deixou de ser mais uma metalúrgica e
se tornou uma respeitada fabricante de eletrodomésticos. Valeu a pena

Em 2018, a Wanke completará 100 anos


de atividades. Mas com corpo de empresa
novata, criada há não mais do que duas
décadas. Em 1997, a companhia se reinventou.
Deixou para trás a produção de instrumentos
agrícolas – que fabricava havia mais de 80
anos – e começou a se dedicar à produção de
eletrodomésticos. A guinada se deu a partir
de um produto criado em 1964: uma máquina
de lavar roupas feita de madeira. “Mudamos
completamente o foco e descartamos todo tipo
de operação que não estivesse alinhada com o
segmento de eletrodomésticos”, explica Rogério
Ehrat, vice-presidente.
Rebatizada como Wanke Eletrodomésticos,
a companhia de Indaial (SC) encarou o desafio Um novo olhar
de desbravar uma nova empreitada, tendo, “Mudamos completamente o foco”, diz Rogério
no início, somente um produto no portfólio. Ehrat, vice-presidente da Wanke
A missão só não foi mais complicada porque
os acionistas, pertencentes à quarta geração
da família fundadora, estavam preparados anuário das 500 Maiores Empresas do Sul,
para encará-la. “A mudança foi totalmente elaborado por AMANHÃ e PwC. Entretanto,
planejada”, garante Ehrat. Ehrat já sabe que vai ser difícil repetir o
Aos poucos, a Wanke foi despontando bom desempenho em um ano tão desafiador
em um setor no qual figuram gigantes como quanto 2014. Especialmente com a tendência
Whirlpool e Electrolux. Com o desenvolvimento de desaceleração nas vendas da linha branca.
de novos produtos – centrífugas, cooktops, “É que nem Fórmula 1: tem horas que é preciso
fornos e ventiladores –, a empresa reposicionou tirar o pé do acelerador, mesmo”, diz ele.
sua marca e ampliou a área de atuação para Mesmo assim, Ehrat observa que a empresa
todas as regiões do país. Nos últimos dez anos, ainda está buscando os frutos de investimentos
sua receita tem crescido entre 20% e 25% a cada realizados recentemente, como a abertura de
exercício. Em 2013, chegou a R$ 102,5 milhões, um centro de distribuição no Maranhão e a
23% acima do ano anterior. construção de uma segunda fábrica (ainda em
Se o ritmo for mantido, é provável que, obras). “Agora, a estratégia é rentabilizar e
em 2015, a Wanke já marque presença no amadurecer os mercados”, salienta.

AMANHÃ / 2014 / Outubro / 59


100 MELHORES EMERGENTES DO SUL

AS EMERGENTES do sul
as Pequenas e médias empresas que mais se destacaram na região, em 2013, conforme a receita bruta

Base: edição Grandes & Líderes – 500 Maiores do Sul e 500 Emergentes

Grupo/Empresa Segmento Cidade Estado Receita Bruta


R$ milhões

Metropolitana Vigilância Comercial e Ind. Prestação de Serviços Curitiba PR 126,84


Cia. Apolo de Supermercados Comércio - Atacado e Varejo Bento Gonçalves RS 112,74
Apucarana Leather S/A Couro e Calçados Apucarana PR 111,02
Agemed Saúde S/A Saúde Joinville SC 108,22
Fricasa Alimentos S/A Alimentos e Bebidas Canoinhas SC 105,87
Stival Alimentos Ind. e Com. S/A Alimentos e Bebidas Campo Largo PR 105,49
Wanke S/A Eletroeletrônicos Indaial SC 102,55
Xalingo S/A Investimentos e Participações Plástico e Borracha Santa cruz do sul RS 97,44
Camaquã Distribuidora Alimentos e Bebidas Camaquã RS 92,82
Orbid S/A Indústria e Comércio Comércio - Atacado e Varejo Porto alegre RS 91,35
Posto Maru S/A Comércio - Atacado e Varejo Curitiba PR 90,66
J.A. Spohr S/A - Veículos Comércio - Atacado e Varejo Lajeado RS 89,02
Taisa S/A Comércio de Máquinas Agrícolas Comércio - Atacado e Varejo Pato branco PR 88,76
Famiglia Zanlorenzi S/A (Viníc. Campo Largo) Alimentos e Bebidas Campo largo PR 87,12
Cataratas do Iguaçu S/A Turismo e Hotelaria Foz do iguaçu PR 86,38
Atrio Hotéis S/A Turismo e Hotelaria Joinville SC 83,13
Medilar Importação e Distr. Prod. Médico-Hosp. Comércio - Atacado e Varejo Vera cruz RS 82,03
Guará Auto Peças S/A Comércio - Atacado e Varejo Guarapuava PR 81,83
Dagoberto Barcellos S/A Material de Construção Caçapava do sul RS 77,78
Mig Plus Agroindustrial Ltda. Alimentos e Bebidas Casca RS 76,76
Moinho Itaipu S/A Alimentos e Bebidas Santa teresinha do itaipu PR 75,86
LPR Locação de Bens Móveis S/A Eventos Londrina PR 75,01
Funef - Centro Integrado de Diagnósticos Saúde Curitiba PR 72,76
Amisa Auto Mecânica Ibirubá S/A Comércio - Atacado e Varejo Ibirubá RS 71,95
Laboratório Catarinense S/A Química Joinville SC 70,61
Cimma - Com. Implem. Motores e Máq. Agrícolas Comércio - Atacado e Varejo Pelotas RS 70,04
Moinho Catarinense S/A Alimentos e Bebidas Mafra SC 69,20
Vapza Alimentos S/A Alimentos e Bebidas Castro PR 68,87
Brasceras S/A Indústria e Comércio Química Curitiba PR 68,65
Tevere S/A Metalurgia São lourenço do sul SC 68,46
Meber Metais S/A Metalurgia Bento gonçalves RS 65,54
Icavi Indústria de Caldeiras Vale do Itajaí S/A Metalurgia Pouso redondo SC 64,93
Kredilig S/A - cfi Financeiro Florianópolis SC 64,29
Arrozeira sepeense S/A Alimentos e Bebidas Sao sepé RS 64,26
Infasa indústria de farinhas S/A Alimentos e Bebidas Santa tereza do oeste PR 64,01
Hergen S/A Máquinas e Equipamentos Rio do sul SC 63,69
Importadora bagé S/A Comércio - Atacado e Varejo Porto alegre RS 63,59
Esteio engenharia e aero levantamentos S/A Construção e Imobiliário Curitiba PR 63,52
Sociedade mãe divina providência Saúde Lages SC 62,90
Metalúrgica Schiffer S/A Metalurgia Ponta grossa PR 62,49
Rodomac Tratores-Peças e implementos S/A Máquinas e Equipamentos São miguel do oeste SC 62,16
Tercilio marchetti S/A Automotivo Rio dos cedros SC 61,31
Barigui S/A crédito, Financ. e Investimentos Financeiro Curitiba PR 60,74
Bleistahl brasil metalurgia Metalurgia Cachoeirinha RS 60,59
Somaco S/A Comércio - Atacado e Varejo Maringá PR 60,50
Palmasola S/A madeiras e agricultura Madeira e Florestamento Palma sola SC 60,31
Barcellona Indústria e Comércio de Móveis Ltda. Móveis Lagoa vermelha RS 59,57
Meridional tcs Indústria e Comércio de Óleos Alimentos e Bebidas Ponta grossa PR 58,38
Dimasa S/A Comércio - Atacado e Varejo Guarapuava PR 57,14
Foz de Uruguaiana S/A Energia Uruguaiana RS 56,80

60 / Outubro / 2014 / AMANHÃ


A seleção das 100 Emergentes do Sul, realizada por AMANHÃ, exclui empresas que apresentaram, em 2013, prejuízo, patrimônio líquido negativo,
decréscimo de vendas ou receita bruta inferior a R$ 7 milhões. Foram desconsideradas companhias estatais e organizações sem fins lucrativos.

a CresC. Receita Lucro Líquido Rent. Receita Patrim. Líquido Rent. Patrim. Endividamento Liq. Corrente
(em %) R$ milhões (em %) R$ milhões (em %) (em %)

18,65 1,92 1,62 8,94 19,8 64,74 1,71


12,06 1,60 1,46 6,78 26,34 68,06 1,24
49,64 0,26 0,27 7,88 3,4 84,56 1,31
39,83 0,02 0,02 9,11 0,29 38,1 3,78
23,14 1,44 1,62 8,99 15,92 76,15 0,88
13,39 3,51 3,64 8,32 20,31 77,08 1,33
23,16 0,93 1,27 29,54 3,17 68,16 1,37
13,08 2,19 2,8 16,22 14,46 79,64 1,4
32,45 0,88 1,02 3,93 26,01 80,41 0,84
13,21 2,88 3,27 18,79 16,26 46,9 2,01
15,03 0,66 0,74 4,18 17,1 55,08 1,35
28,28 1,15 1,3 8,38 14,73 69,19 1,18
34,14 4,47 5,64 20,56 24,1 58,04 1,59
11,68 0,99 1,51 23,18 4,29 47,88 1,8
43,08 11,58 14,92 20,02 65,53 70,79 1,08
15,43 2,24 2,99 1,86 145,27 93,21 1,18
7,70 0,76 1,07 2,04 33,9 91,29 1,33
44,33 0,17 0,21 9,09 1,92 46,01 1,15
14,33 4,48 6,8 23,88 20,4 64,66 1,57
8,15 1,02 1,38 28,10 3,68 71,4 1,22
31,29 1,72 2,27 26,98 6,44 49,48 2,61
28,86 7,65 10,2 16,92 59,59 47,8 1,47
16,67 1,87 2,63 21,57 8,63 49,75 1,49
58,37 1,50 2,13 9,36 17,63 39,42 2,17
35,75 5,73 10,35 9,14 91,31 79,25 1,45
27,78 2,34 3,55 19,12 13,01 47,64 1,84
60,45 5,48 8,66 21,96 23,08 53,6 1,88
44,74 1,50 2,44 6,63 20,71 86,51 0,89
55,77 3,49 5,09 15,94 23,11 58,5 1,32
28,32 4,25 8,19 38,82 14,25 30,19 4,2
15,51 3,50 7,14 37,58 9,61 30,96 4,85
27,57 1,13 2,39 5,45 23,01 83,03 1,29
20,41 19,75 30,72 51,21 43,75 60,14 3,51
10,25 2,91 4,95 13,85 22,7 53,07 1,79
124,40 2,47 4,12 11,96 23,04 78,8 1,32
27,65 3,94 7,82 41,34 9,97 48,69 1,81
15,58 1,34 2,42 9,39 15,21 53,23 1,96
7,63 6,51 11,23 40,33 16,15 36,68 2,93
25,11 1,81 2,91 14,28 13,57 41,61 1,65
34,08 0,77 1,54 9,73 8,29 71,37 1,64
98,91 1,92 4,5 7,33 28,35 63,89 1,51
22,15 4,07 9,98 22,86 19,13 47,66 2,71
13,75 8,85 14,56 35,81 27,21 87,66 0,95
9,14 5,29 11,08 36,63 15,35 13,42 12,55
7,40 0,64 1,21 6,12 10,92 67,75 1,2
25,00 0,72 1,51 21,54 3,41 46 2,09
8,19 3,58 6,05 22,44 17,34 65,31 1,38
63,68 1,13 2 5,82 20,96 72,6 1,31
43,40 1,34 2,7 37,20 3,67 36,77 2,17
7,57 0,13 0,24 15,28 1,22 84,54 0,71

AMANHÃ / 2014 / Outubro / 61


100 MELHORES EMERGENTES DO SUL

AS EMERGENTES do sul
as Pequenas e médias empresas que mais se destacaram na região, em 2013, conforme a receita bruta

Base: edição Grandes & Líderes – 500 Maiores do Sul e 500 Emergentes

Grupo/Empresa Segmento Cidade Estado Receita Bruta


R$ milhões

Transportadora Sulista S/A Transporte e Logística Curitiba PR 56,75


Cercena S/A - Indústria metalúrgica Metalurgia Erechim RS 56,53
União catarinense de educação Educação Florianópolis SC 56,19
Frost frio refrigeração Industrial Máquinas e Equipamentos Caxias do sul RS 56,13
Herval financeira Financeiro Dois irmãos RS 55,19
Icon S/A - estampos & Moldes Máquinas e Equipamentos Criciúma SC 54,34
Reflorestadores Unidos S/A Madeira e Florestamento Cambará do sul RS 54,14
Parks S/A Informática e Automação Cachoeirinha RS 53,84
Nexxera Tecnologia e Serviços S/A Informática e Automação Florianópolis SC 53,68
S/A Fósforos Gaboardi Madeira e Florestamento São cristóvão do sul SC 53,41
Maclínea S/A Eletromecânico Curitiba PR 53,40
Locav Locadora Ltda. Comércio - Atacado e Varejo Curitiba PR 53,20
Pitt Empreendimentos e Participações Têxtil e Confecções Santa cruz do sul RS 53,12
Associação Missionária de Benefic. Educação Ponta grossa PR 52,85
Irm. Santa Casa de Misericórdia de Curitiba Saúde Curitiba PR 51,91
Pelissari Informática S/A Informática e Automação Curitiba PR 51,63
Sul brasil ind. e Com. de Acess. Plásticos Plástico e Borracha Caçador SC 51,62
Lavradora Racional de Madeiras Ltda. Madeira e Florestamento Curitiba PR 51,51
Drebes financeira S/A Financeiro Eldorado do sul RS 51,45
Porto shop S/A Construção e Imobiliário Curitiba PR 51,37
Hotel curitiba Capital Turismo e Hotelaria Curitiba PR 50,56
Imap S/A Indústria e Comércio Comércio - Atacado e Varejo Santo antônio da patrulha RS 50,40
Unimed - Encosta da Serra/rs Saúde Taquara RS 50,26
Hugo Cini S/A - Indústria de Bebidas Alimentos e Bebidas Pinhais PR 50,18
Seccional Brasil S/A Metalurgia Curitiba PR 50,15
Selbetti Gestão de Documentos S/A Informática e Automação Joinville SC 48,93
Schnell Brasil S/A Ind. Máquinas Material de Construção Jaraguá do sul SC 48,85
Grano Alimentos S/A Alimentos e Bebidas Serafina corrêa RS 48,82
Interbrasil Comercial Exportadora Transporte e Logística São bento do sul SC 48,76
Ind. de Peças Inpel S/A Automotivo Sapucaia do sul RS 46,78
Centauro Seguradora S/A Financeiro Curitiba PR 46,52
Santa casa de misericórdia de maringá Saúde Maringá PR 44,24
Mais fruta Indústria e Comércio S/A Alimentos e Bebidas Antônio prado RS 43,41
Fosforeira brasileira S/A Madeira e Florestamento Irati PR 42,61
Buhler Sanmak Ind. de máquinas S/A Máquinas e Equipamentos Blumenau SC 42,26
Neoortho Produtos Ortopédicos S/A Máquinas e Equipamentos Curitiba PR 41,55
Ademilar Consórcio de Imóveis Financeiro Curitiba PR 41,54
Acearia Frederico Missner S/A Metalurgia Luis alves SC 41,52
Raumak Máquinas Ltda. Máquinas e Equipamentos Jaraguá do sul SC 41,37
BR Fértil S/A Comércio - Atacado e Varejo Curitiba PR 41,05
Marimed - Serviços Médicos S/A Saúde Maringá PR 40,55
Gente Seguradora S/A Financeiro Porto alegre RS 39,37
Granolab do Brasil S/A Alimentos e Bebidas Curitiba PR 38,87
Termas Jurema Turismo e Hotelaria Iretama PR 38,85
Cádiz Construções S/A Construção e Imobiliário Porto alegre RS 38,58
Excelsior Pneus Comércio - Atacado e Varejo Porto alegre RS 38,52
Cia. Olsen de Tratores Agro Automotivo Caçador SC 38,09
Pasa - Paraná Operações Portuárias S/A Transporte e Logística Paranaguá PR 37,15
Com. de Automóveis Rio do Sul S/A Comércio - Atacado e Varejo Rio do sul SC 37,07
Ind. de Madeiras Faqueadas Ipumirim Madeira e Florestamento Ipumirim SC 36,91

62 / Outubro / 2014 / AMANHÃ


a CresC. Receita Lucro Líquido Rent. Receita Patrim. Líquido Rent. Patrim. Endividamento Liq. Corrente
(em %) R$ milhões (em %) R$ milhões (em %) (em %)

16,41 0,01 0,02 4,24 0,14 85,88 0,96


40,11 4,16 8,64 23,54 18,42 49,93 1,62
13,22 2,69 5,7 66,02 4,16 11,19 2,57
31,85 0,38 0,85 8,07 4,79 77,12 2,42
10,64 10,39 18,83 52,48 21,47 67,6 2,67
14,84 1,02 2,29 15,18 6,67 56,53 1,43
7,49 0,27 0,62 67,29 0,4 23,82 0,77
7,65 3,24 7,43 23,26 17,44 43,31 2,59
8,39 7,96 16,54 12,77 59,03 26,6 3,56
36,26 8,71 19,22 49,79 18,91 21,05 3,06
8,29 0,76 1,76 19,77 3,85 47,49 2,06
33,39 36,86 71,91 49,04 69,59 10,75 6,4
17,63 6,16 14,09 18,95 36,69 32,7 2,93
15,21 5,08 9,61 45,15 11,92 3,78 13,42
15,39 2,94 5,68 37,05 8,26 70,87 0,84
27,13 9,00 17,42 10,70 95,7 65,98 1,38
12,06 3,85 9,45 64,72 6,88 33,24 4,02
42,69 3,59 7,1 29,62 12,72 35,96 2,66
10,85 2,17 4,21 16,52 12,79 87,19 2,72
13,30 3,12 7,16 13,97 28,15 18,72 4,31
15,99 5,13 11,87 43,55 12,48 9,24 3,35
23,69 0,63 1,59 42,17 1,5 51,32 0,64
13,55 1,23 2,5 13,30 9,88 30 4,49
17,48 0,06 0,2 2,26 2,72 75,45 2,23
47,45 16,57 37,57 43,80 42,59 18,6 8,47
21,07 6,64 16,07 16,11 47,18 37,95 1,35
7,82 1,96 5 16,03 14,92 57,55 1,63
16,14 2,70 6,01 4,30 91,61 79,32 0,93
34,35 0,75 1,7 1,80 47,63 89,93 1,11
14,39 2,41 6,43 27,51 9,15 27,05 4,42
8,95 3,70 7,98 15,03 27,12 9,83 8
15,21 0,13 0,3 17,07 0,79 39,82 1,87
25,24 0,91 2,55 22,80 6,23 45,64 2,9
15,77 4,41 12,21 17,32 26,47 34,44 1,72
42,52 9,26 25,67 28,33 36,75 19,37 5,06
23,45 11,23 31,41 41,55 28,93 35,22 3,63
21,58 5,37 12,93 4,80 79,95 73,28 0,35
33,39 3,85 12,01 20,23 21,05 42,97 2,14
32,16 1,28 12,89 12,98 9,59 71,76 1,15
149,71 0,38 0,95 2,09 18,71 93,01 1,02
18,72 0,78 2,36 8,38 9,68 49,51 1,16
15,01 0,95 2,49 12,82 8,48 10,83 12,87
23,11 0,60 1,88 4,71 13,45 69,6 5,17
17,35 9,62 26,21 54,85 18,32 18,35 3,37
19,12 3,00 8,5 53,82 5,68 35,51 8,82
7,76 1,84 4,86 28,36 6,64 11,64 6,25
18,17 0,65 2,07 6,19 11,02 84,64 0,83
38,33 2,49 7,06 58,27 4,35 59,27 0,38
7,03 1,28 3,6 2,33 54,79 81,34 4,35
14,38 3,92 11,56 40,41 10,15 24,58 1,53

AMANHÃ / 2014 / Outubro / 63


100 MELHORES EMERGENTES DO SUL

expansão sem
brincadeira
Prestes a atingir R$ 115 milhões em vendas, a Xalingo se consolida
entre as mais bem-sucedidas fabricantes de brinquedos do Brasil

Nos anos 1990, a súbita abertura dos portos para se diferenciar perante o consumidor.
brasileiros bateu em cheio nas fabricantes Outro passo importante foi ocupar segmentos
brasileiras de brinquedos – entre elas, a Xalingo. que os importadores não alcançavam com
De uma hora para a outra, as principais lojas eficiência – como o de brinquedos educativos,
estavam abarrotadas de badulaques made cujas características variam bastante conforme
in China – com preços que ninguém no Brasil o mercado em que são utilizados. Tudo
conseguia igualar. A Xalingo, porém, não se isso alimentado por uma equipe de vendas
entregou. Diante da ameaça, a empresa de competitiva e bem estruturada.
Santa Cruz do Sul (RS) tratou de redesenhar Deu certo. Aos poucos, as vendas ganharam
sua estratégia de negócios. O primeiro ponto volume e a Xalingo se inseriu em outros nichos,
foi valorizar a credibilidade e a tradição como os de triciclos e peças para playground,
acumulada desde 1947, quando foi fundada, praças e jardins. “São produtos que não têm
concorrência direta com os da China, já que o
tamanho dificulta a importação”, explica Flavio
Desirée Ferreira

Haas, diretor administrativo-financeiro da


empresa. Posicionada, hoje, como a sétima maior
fabricante de brinquedos do Brasil, a Xalingo
tem conseguido crescer sem maiores solavancos.
Desde 2010, a companhia tem registrado um
avanço médio de 12% ao ano na receita. Em 2013,
atingiu um total de R$ 97 milhões. Neste ano,
deverá chegar perto dos R$ 115 milhões.
Maior indústria de brinquedos do Rio Grande
do Sul, a Xalingo produz 650 itens – das linhas
de esporte e lazer até os brinquedos licenciados
da Disney, da Turma da Mônica e da Galinha
Pintadinha. Cerca de 82% das vendas vêm de
produtos infantis. Mesmo assim, a empresa
vem expandindo as operações em uma nova
frente: a de peças industriais, que já responde
por 18% do faturamento. São produtos para o
setor de máquinas agrícolas, como tanques de
A bola do jogo combustível e caixas para grãos. “É um segmento
Flavio Haas, da Xalingo: vendas crescem que está indo muito bem, no qual crescemos 30%
12% ao ano desde 2010 só em 2013”, destaca Haas.

64 / Outubro / 2014 / AMANHÃ


fertilizantes
sob medida
Aliar produtos de qualidade com agilidade no atendimento é a receita
da BR Fértil para ocupar os espaços esquecidos pelas grandes do setor

O paranaense Aluisio Schwartz Teixeira


conhece como poucos o mercado de adubos e
fertilizantes. Ao longo da carreira, trabalhou
como executivo em alguns dos mais tradicionais
grupos do setor. Até que, em 2011, decidiu
usar o conhecimento acumulado para abrir
sua própria empresa, a BR Fértil. “Eu gosto de
fertilizantes”, resume ele. A transição para a vida
de empreendedor, porém, não foi fácil. “Primeiro,
acabei importando além do que era permitido”,
conta ele. Depois, a Receita Federal entendeu que
ele estaria trabalhando como ‘laranja’ para outras
empresas maiores. Felizmente, os mal-entendidos
foram rapidamente desfeitos, sem prejuízo para a
credibilidade de Teixeira.
Em pouco tempo, a BR Fértil começou a Cada vez maior
deslanchar. Deixou para trás as importações Para este ano, o empresário Aluisio Teixeira
a granel e passou a trazer fertilizantes em projeta um salto de 150% nas vendas – de novo
contêineres – que ofereciam atratividade tanto
no frete quanto na taxa de descarga no porto.
Além disso, Teixeira não poupou esforços para agricultura de precisão, Teixeira quer
trabalhar com produtos de qualidade superior. consolidar a BR Fértil como uma alternativa
“Tenho muito conhecimento em mercadoria ao mercado de misturas de fertilizantes. Ao
diferenciada. Como a nossa estrutura é muito mesmo tempo, projeta encerrar 2014 com uma
pequena, não posso me preocupar em ter de receita próxima aos R$ 100 milhões – o que
devolver produto por má qualidade”, afirma. representará uma nova expansão de 150%.
A virada de chave aconteceu no começo de Com números tão vistosos, o empresário vem
2013, quando as matérias-primas passaram a sendo assediado por traders internacionais,
chegar ao Brasil em sacolões de uma tonelada interessados em se associar à BR Fértil. Por
– os chamados big bags. Em meio ao boom enquanto, porém, ele diz que não é hora
do agronegócio nacional, a BR Fértil viu seu de se empolgar com nada. “Sinceramente,
faturamento saltar de R$ 16 milhões, em 2012, crescemos até mais do que prevíamos. Se
para R$ 41 milhões em 2013 – a maior expansão eu quiser crescer mais, vou ter de reduzir
de receita na lista das 100 Emergentes do Sul. as margens, e elas já são muito apertadas”,
Atento à clientela que trabalha com destaca.

AMANHÃ / 2014 / Outubro / 65