Você está na página 1de 11

HUMANIVERSIDADE HOLÍSTICA

Movimento das Mãos

Avenida Ceci, 2262 – Planalto Paulista – São Paulo – SP – 04065-004


Telefones: 5055- 2800 - 5055-0880
Site: www.humaniversidade.com.br – E-mail: escolahumaniversidade@gmail.com

Humaniversidade formando você um dos mais dedicados e competentes terapeutas do planeta!

Humaniversidade Holística 0
Sumário
Matéria: Páginas:
1- Massagem Oriental__________________________________________________ 2
1.1- Dados Históricos__________________________________________________ 2
1.2- Definição________________________________________________________ 2
1.3- Efeitos da Massagem_______________________________________________ 2
1.4- Efeitos Fisiológicos da Massagem_____________________________________ 2

2- Técnicas de Massagem Ocidental__________________________________________3


2.1- Deslizamentos_______________________________________________________ 3
2.2- Fricção_____________________________________________________________3
2.3- Amassamento ou Amassadura___________________________________________3
2.4- Repitante ___________________________________________________________3
2.5- Vibração ___________________________________________________________4

3- Massagem Oriental____________________________________________________ 4
3.1- Origens____________________________________________________________ 4
3.2- Definição __________________________________________________________ 4
3.3- As regras principais de Massagem Chinesa________________________________ 4
3.4- As formas de massagem Chinesa no Adulto _______________________________ 5

4- Quadro Simplificado dos Movimentos Chineses______________________________6


5- Manobras: Movimento das Mãos (ocidental)_________________________________6
5.1- Deslizamentos_______________________________________________________ 6
5.2- Fricções____________________________________________________________ 6
5.3- Amassamentos_______________________________________________________7
5.4- Percussões _________________________________________________________7
5.5- Vibrações___________________________________________________________7

6- Figuras Explicativas____________________________________________________7

7- Regras de Tonificação e de Sedação_______________________________________ 9

8- Técnicas de Manipulação________________________________________________9
8.1- Efeitos____________________________________________________________ 9

9- Referências Bibliográficas______________________________________________ 11

Humaniversidade Holística 1
1 - Massagem Oriental
1.1 - Dados Históricos: Dentre todas as terapias, a massagem é a mais elementar e a mais antiga. Sua
História e evolução remontam as mais afastadas épocas da vida humana sobre a terra.
A primeira massagem, realizada pelo homem, aconteceu quando este, instintivamente, esfregou sua
pele para aliviar a dor de um traumatismo qualquer. Desde as mais remotas civilizações pré-colombianas
temos escritos que falam sobre a massagem.
Os gregos e os romanos foram, sem dúvida, grandes conhecedores e praticantes da massagem, e a
indicavam. nos esportes e nos tratamentos das doenças. No Ocidente, durante longo período, desde a
Idade Média até final do século XIX, a massagem esteve esquecida e obscura, tendo sido praticada
somente por curiosos e leigos, não merecia a atenção dos médicos que nela não reconheciam valor
terapêutico. Foi o Dr. Henry Pahr Ling, no final do século passado, que reintroduziu a massagem como
recurso terapêutico nos meios médicos de todo o mundo.
Atualmente o reconhecimento de que a massagem possui grandes virtudes terapêuticas possibilitou a
ampliação de seu ensino e criou novos departamentos em todos os hospitais modernos.

1.2 - Definição: Massagem é a linguagem do tato. Podemos defini-la como sendo um conjunto de
toques exercidos sobre o corpo com fins terapêuticos, desportivos, estéticos, emocionais, lúdicos ou
sexuais.

1.3 - Efeitos da Massagem: Agindo sobre a pele e órgãos profundos, a massagem tem dois tipos
principais de efeitos: um efeito indireto, psicológico, fisiológico, de repercussão geral; e um efeito
direto, muscular, mecânico, de repercussão local.

1.4 - Efeitos Fisiológicos da Massagem: Estudaremos os efeitos fisiológicos determinados pela


massagem sobre os diversos tecidos. Os tecidos reagem de modo diferente conforme a técnica e a dose
de massagem.
Vamos, portanto, estudar aqui estes efeitos sobre os seguintes tecidos: pele, tecido celular
subcutâneo, circulação, músculos, tecido adiposo (gordura), sistema nervoso e metabolismo.
Efeitos sobre a pele: a massagem age sobre a pele removendo sua camada epitelial superficial,
desobstruindo os folículos, sobre a circulação cutânea, e, além de aumentar a temperatura local, tem
ainda uma ação calmante, pois atua sobre os filetes sensitivos, diminuindo sua hiperexcitabilidade.
A massagem torna a pele mais fina e elástica.
Efeitos sobre o tecido celular subcutâneo: este tecido ocupa o espaço entre a pele e os músculos e é
muito rico em vasos linfáticos.
O que determina a espessura do tecido celular subcutâneo é a maior ou menor quantidade de
gordura.
A massagem desse tecido tem a probabilidade de aumentar a absorção e a eliminação de gorduras.
Isto somente é possível com a massagem de pinçamento que reduz a gordura a pequeníssimos glóbulos
e provavelmente absorvíveis.
Efeitos sobre o tecido adiposo (gordura): é prática comum o uso da massagem para emagrecimento.

O Dr. Roenthal, pesquisador que estudou os efeitos da massagem sobre a gordura, teve a paciência
de engordar um certo número de cobaias e depois submeteu-as a vigorosas massagens abdominais com
o intuito de emagrecê-las. Não conseguiu. Após a massagem ele retirava pedaços de gordura e
examinava-os ao microscópio e observava a existência de hemorragia capilar, porém não notava a
eliminação da gordura.
Entretanto, é importante ressaltar que a massagem pode emagrecer indiretamente, aumentando a
diurese, a sudorese, aumentando o metabolismo e reduzindo a gordura a glóbulos extremamente
pequenos que provavelmente possam ser absorvidos e eliminados.
Efeitos sobre os músculos: uma massagem vigorosa não dá lugar a formação de Ácido Lático e
consequentemente acidosa e evitando a fadiga muscular; desfaz a Aderência Fibrosa das fibras
musculares, aumentando indiretamente a força muscular, pois estimula mecanicamente os músculos e
melhora muito a circulação e consequentemente a nutrição muscular com evidente aumento da sua
energia vital.
É um dos fatos mais indiscutíveis da massagem o aumento do volume muscular.
Efeitos sobre a circulação (Sanguínea e Linfática): a massagem pode agir sobre a circulação de dois
modos: primeiro através de um efeito mecânico que é feita no sentido centrípeto, auxilia a circulação
de retorno. Segundo, determinando a contração reflexa das fibras musculares lisas das paredes dos
vasos de tal modo que mantém ou restaura sua tonicidade normal.
Humaniversidade Holística 2
A massagem determina um notável aumento das trocas nutritivas entre a corrente sanguínea e os
tecidos, melhorando deste modo seu metabolismo.
Efeitos Sobre o Sistema Nervoso: a massagem pode agir de vários modos sobre o sistema nervoso,
dependendo das técnicas empregadas, da dose e da pressão aplicada.
A massagem suave é calmante e sedativa; a massagem vigorosa estimula e excita os nervos.
Não há dúvida de que a massagem exerce efeito tanto sobre o S. N. C. (Sistema Nervoso Central)
como sobre as terminações nervosas sensoriais e ainda sobre os nervos motores, tendo assim um, efeito
local.
Efeitos Sobre o Metabolismo: como agente físico e mecânico que é, a massagem exerce uma certa
influência sobre o metabolismo.
A massagem é capaz de aumentar a eliminação de certos elementos constituintes da urina,
aumentando a diurese através da massagem abdominal.

2 - Técnicas de Massagem Ocidental


As manobras da massagem produzem efeitos de acordo com o ritmo, intensidade e velocidade, assim
sendo; manobras lentas têm efeito calmante, analgésico e antiespasmódico; manobras rápidas têm efeito
estimulante, circulatório e desintoxicante.

2.1 - Deslizamentos: é um movimento introdutório, e constitui o primeiro, tempo de qualquer


massagem em cada parte do corpo.
Trabalha-se com a palma da mão aberta, que se desloca sobre a pele, sem deprimi-la. É muito
relaxante, nutrindo ao mesmo tempo a área que esta sendo massageada, e o resto do corpo. Inicia-se com
um toque suave e superficial e vai-se aprofundando durante o trabalho.
Os deslizamentos atuam sobre as terminações nervosas sensitivas da pele, habituando-a ao contato da
mão do massagista e preparando-a para as manobras mais vigorosas:

2.2 - Fricção: a atenção agora passa para as extremidades dos dedos que executando pequenos
círculos de penetração média para profunda, em torno das articulações dos ossos para quebrar os
depósitos e aderências e para afrouxar as articulações em geral. É também eficiente no tratamento de
bloqueios físicos relacionados com problemas emocionais, subluxações e acúmulos de toxinas no corpo.

2.3 - Amassamento ou Amassadura: a amassadura é uma classificação geral que inclui diversos
tipos diferentes de manobras. Ela tem um efeito estimulador e nutritivo dos músculos, dos vasos
sanguíneos, dos linfáticos e do sistema nervoso.
O primeiro tipo de amassadura é o Pinçamento que se executa com os dedos em forma de pinças.
Segurando parte da massa muscular e com ágeis golpes; separá-la do osso, soltando-a em seguida e
recomeçando, então, com outra parte próxima a ser trabalhada. As mãos podem agir em conjunto ou
alternadamente.

2.4 - Repitante: outro tipo que consiste em separar com as extremidades dos dedos, o músculo,
formando uma prega. Alternar o movimento retilíneo entre as duas mãos, soltando a primeira prega e
tomando outra logo a seguir.
Existe ainda o Rolante. Com as mãos abertas (extensão), paralelas ou transversais ao osso, formar um
rolo compressor contra a massa muscular. Geralmente aplicada sobre os membros superiores e
inferiores.
Por último vem a Compressão óssea, usada principalmente para os membros. Constitui-se na tomada
do segmento do braço, por exemplo, com as duas mãos em forma cilíndrica e na compressão da massa
muscular, contra o osso.
Percussão: é um movimento estimulante do sistema nervoso, do fluxo sanguíneo e do tônus
muscular. O efeito e a qualidade desta forma de massagem dependem muito do ritmo e da frequência
com que é realizada e por isto exige do massagista muita habilidade e experiência. As pancadinhas de
leve têm um efeito sedativo. A maior parte da percussão é feita com um movimento alternado das mãos
enquanto elas e os braços ficam muito frouxos e relaxados.
O primeiro tipo de percussão é a uInar. Isto se faz com a face ulnar do punho fechado. Geralmente é
um movimento muito forte para ser feito no sacro. Estimula os nervos do sistema nervoso autônomo e
relaxa a tensão da pélvis.
O segundo tipo é o Palmar. Formar conchas com as mãos, afastá-las alguns centímetros da superfície
da pele e com movimentos alternados martelar, delicadamente e firmemente, a região de trabalho.
Indicado para regiões de maior sensibilidade, por exemplo a região ventral.

Humaniversidade Holística 3
Uma outra forma de percussão é o Tamborilamento. Percutir com todos os dedos, mais precisamente
com a polpa das extremidades, alternados entre si, com movimentos suaves e relaxados.
As manobras de percussão devem ser feitas o mais rapidamente possível, de modo a criar uma
espécie vibratória de sensação. Não empregue qualquer movimento de percussão nas costas, em cima
dos rins, pois poderia causar-lhes lesão.

2.5 - Vibração: a vibração é um movimento trêmulo que se estende de seu braço para o corpo da
pessoa massageada. Seu efeito é calmante, analgésico e antiespasmódico. Pode ser empregada em quase
todas as partes do corpo, porém geralmente é feita nos ombros, nas coxas e nas costas.

3 - Massagem Oriental
3.1 - Origens: Em primeiro lugar, para esclarecimentos, é preciso dizer que a expressão medicina
oriental é na verdade muito ampla para ser significativa. Mas eu a uso de maneira especial, geralmente
bem aceita hoje em dia, para indicar a medicina que se originou na China e chegou ao Japão através da
Coréia. Medicina Chinesa ou Kampo, pode ser dividida em duas chaves principais de desenvolvimento.
Sistemas de terapia que se desenvolveram na área do Rio Amarelo incluem Acupuntura, Moxa e
Massagens Anma, todas elas amplamente praticadas no Japão nos dias atuais.

As origens primitivas da Acupuntura e do Moxa estão intimamente relacionadas à natureza da terra


banhada pelo Rio Amarelo. Ali o solo é estéril; embora ainda existam rochas e grandes pedras, a
vegetação é geralmente constituída de mato rasteiro e de uma planta conhecida como Artemísia
(mugwort). Consequentemente, quando as pessoas se machucavam de maneira a formar pus, era natural
que usassem pequenas lascas de pedra para puntuar a ferida e estagnar a supuração. Similarmente,
quando alguma outra parte do corpo falhasse em sua função, eles aplicavam pequenas quantidades de
Artemísia seca à área e punham fogo. O calor localizado produzido pela Artemísia em chamas
fornecia-lhes alívio. Nesta época desenvolveram-se a Acupuntura e o Moxa.
A Massagem Anma teve início através do simples hábito de pressionar e esfregar as mãos e pés com
as pontas dos dedos ou palmas das mãos. Após séculos de experiência prática com estes tratamentos, os
chineses apreenderam os pontos do corpo onde Acupuntura e Moxa produzem efeitos máximos.
Em contraste com esta facção nortista da medicina chinesa, a região sulista em volta do Rio Yangtze
produziu seu próprio sistema, este também baseado na natureza da terra. Na região sul da China, a terra
é rica, e plantas de todos os tipos crescem em profusão.
Quando os habitantes desta área adoeciam, misturavam preparados medicinais de raízes secas,
plantas e cascas de árvores. Por algum tempo ambos os sistemas coexistiram sem qualquer
interpretação significativa. Mas, quando a Dinastia Han (206 a.C. -220 d.C.) unificou as nações, as
duas se juntaram para formar o que hoje é conhecido como Medicina Chinesa ou Kampo (a primeira
sílaba Kam é uma variação fonética de Kan, a leitura japonesa do caráter usado para escrever o nome
da Dinastia Han).
A medicina chinesa deste tipo composto chegou ao Japão no Século VI (Período Asuka) e foi o
principal meio medicinal até o fim do Período Edo (1615 a 1868). Após o início do Período Meiji
(1868 a 1912) a influência ocidental invadiu a nação e, com ela, a medicina ocidental que tomou lugar
da medicina chinesa como campo primordial de tratamento e pesquisa. Apesar disso, a medicina
chinesa continua a ser popular e amplamente praticada nos dias atuais.

3.2 - Definição: A Massagem Oriental também pode ser definida como um método terapêutico
manual que se baseia na aplicação, em pontos específicos do corpo humano, de pressões, da forma a
eliminar a fadiga, de criar sensações agradáveis e a estimular as defesas naturais do organismo.

3.3 - As Regras Principais da Massagem Chinesa: Estas massagens, extremamente numerosas na


medicina chinesa, nem sempre levam em conta o sentido da circulação de energia, elas se fazem
geralmente com o polegar e compreendem um determinado número de características.
Elas se fazem, antes de mais nada, seguindo um procedimento imutável que consiste em efetuar
passagens sobre o trajeto a ser seguido, com pressão crescente, de forma que a primeira passada
represente uma simples carícia, enquanto que na última passagem — em geral a vigésima — a
massagem constitua-se numa forte pressão sobre o trajeto.
A pressão do polegar sobre o ponto de partida deve ser a mesma até o fim do percurso, e esta
pressão deve permanecer a mesma durante todo o trajeto da massagem.
O trajeto deve ser respeitado de um modo bastante preciso para não invadir-se territórios vizinhos,
cujos meridianos não tenham necessidade de serem tocados.

Humaniversidade Holística 4
Ocorre que, desde que a massagem se faça ao longo de um meridiano conhecido, deve-se proceder a
massagem de um ou vários pontos específicos, pressionando-os, o que não é habitual na massagem
clássica.
Pode-se, por fim, ter de massagear - se longitudinalmente várias unhas de cada vez, ou seja, mais de
um meridiano em cada trajeto, e procurar cuidadosamente em determinados níveis aquilo que os
chineses chamam de “o barbante”, que parece ser uma contratura muscular localizada que deve-se fazer
desaparecer pela massagem.

3.4 - As Formas da Massagem Chinesa no Adulto


A Medicina Tradicional distingue oito formas de massagem no adulto:
(I) O Tui (Deslizamento): se pratica com o polegar ou a eminência tenar.

a) O Ping Tul (Deslizamento em Linha): é praticado sem interrupção no sentido longitudinal; por
exemplo, sobre um meridiano. É indicado na massagem da caixa torácica, das regiões lombares e dos
membros.
b) O Tse Tui (Deslizamento Lateral): pratica-se igualmente sem interrupção, porém no sentido
transversal; por exemplo, sobre os trajetos horizontais dos meridianos da cabeça ou dos ramos
horizontais dos Vasos Maravilhosos como Tae-Mo ou Vaso Cintura. Indicação: cabeça e cintura, vasos
maravilhosos.
c) O Pae Tui (Deslizamento Vaivém): pratica-se de trás para a frente ou da frente para trás, como
uma plaina. Pode-se utilizá-lo sobre a caixa torácica, costas e nos membros.
d) Chanta Tui (Deslizamento Semicircular): é praticado, com o bordo distal do polegar, sobre o bordo
da unha; quanto mais rápido o movimento, melhor o efeito. Ele é sobretudo recomendado na massagem
ao longo das costelas e sobre o abdômen,

(II) O Na (Pinçamento Vibratório): pratica-se um pinçamento, no qual se sacode ou faz-se vibrar a


porção da pele pinçada - a princípio ligeiramente e depois mais energicamente. Esse método lembra os
pinçamentos terapêuticos vietnamitas que consistem em pinçar a região onde se acha um ponto
conhecido na acupuntura chinesa para agir sobre um sintoma particular. Para melhor condicionar os
músculos e as articulações distinguem-se as quatro técnicas seguintes:

a) Chan Chuan Na (Rolar os Músculos): prendem-se as massas musculares com as pontas dos
dedos (polegar, indicador e médio) e faz-se um movimento de vaivém em linha reta ou em movimento
circular. Utiliza-se bastante esta técnica no tratamento das algias das extremidades dos membros e
costas.
b) Chin Si Na (Pinçar Dobrando - Pregueando a Pele): indicado na massagem do pescoço e da
espádua-ombro. É praticado de uma forma análoga à da massagem por rolamento, apenas neste caso,
pregueando-se para a frente e para trás, sem se fazer rolamento sobre a pele.
c) Yo Na (Vibração): prende-se a massa muscular entre os dedos e efetua-se movimento de vaivém
fazendo vibrar energeticamente a região mantida entre os dedos. Esta técnica é sobretudo utilizada para
os membros e tórax.
d) Tou Na (Vibração Apoiada): coloca-se o polegar sobre a região a ser massageada e faz-se vibrar
esta mão. Este método é o mesmo da massagem ocidental. Uso geral, nas costas.

(III) O An (Pressão): pressiona-se a região a ser massageada, seja com a mão, seja com a extremidade
do dedo. A pressão pode ser superficial, média ou profunda, e distinguem-se em duas técnicas:

a) O Chin An: pressão com a ponta dos dedos. Trata-se de uma pressão suave, média ou forte,
praticada com a polpa de um ou vários dedos sobre um ou vários pontos. Esta técnica é empregada para
a cabeça, pescoço, costas e membros inferiores.
b) O Tienn An: pressão com a extremidade do polegar em diversos lugares do corpo. Pode ser
acrescentada uma pressão com o índex ou o dedo médio, porém estando eles bem afastados dos outros.
Esta técnica é utilizada em massagens em quaisquer partes do corpo.

(IV) O Mo Fa (Fricção): trata-se de uma fricção rápida em vaivém e que se prática em cada região,
seja com a palma da mão ou com a eminência tenar. Indicado: costas/flancos. Deve-se tomar cuidado
nas áreas com pêlos.
(V) O Kim Fa (Vaivém com Pressão): nesta massagem a fricção é mais calcada (pressão forte) e mais
lenta.

(VI) O Nieh Fa (Amassamento): esta técnica é diferente do amassamento clássico conhecido no


Ocidente. Prende-se uma massa muscular entre o polegar e o indicador em forma de pinça e a manobra
Humaniversidade Holística 5
consiste em preguear primeiramente, depois pinçar e soltar a massa muscular, em várias sequências ao
longo do trajeto do músculo passando-se do tendão da inserção inferior em direção ao tendão da
inserção superior.
(VII) O Cha Fa (Amassamento – Fricção): esta massagem é efetuada, entre as duas palmas com as
mãos e dedos entrelaçados, que, depois de pegar a massa muscular com pressão, executam uma fricção
sobre a mesma. Ela é utilizada para os membros e a região lombar.
(VIII) O Po Fa (Percussão): percute-se uma região com apenas um ou com vários dedos, a palma da
mão, os bordos da mão, o dorso da mão, ou ainda a mão fechada.

Texto retirado do livro: Curso de Massagem Oriental A Linguagem do Tato -


Armando S.B. Austregésilo

4 - Quadro Simplificado dos Movimentos Chineses


TUI - (Deslizamentos – polegares e eminências tenar e hipotenar).
Ping Tui - (Em linha – polegares) Indicação: Tórax/ lombar/ membros.
Tse Tui - (Lateral) Indicação: Cabeça/ cintura.
Pae Tui - (Vaivém - plaina) Indicação: Tórax/ costas/ membros.
Chanta Tui - (Semicircular) Indicação: Costelas/ Abdome.
NA - (Pinçamento vibratório) – polegar-indicador-médio ou polegar.
Chan Chuan
Na - (Pinçamento rolante) - Indicação: Extremidades/ costas/ algias.
Chin Si Na - (Preguear e dobrar) - Indicação: Abdome, Pescoço ,Escápula e Cíngulo
Yo Na peitoral .
Tou Na - (Pinçamento vibratório) - Indicação: Membro/ tórax
- (Vibração apoiada) - Indicação: Geral/ costas (polegares)
AN - (Pressão)
Chin An - (Pontas dos quatro dedos) - Indicação: Cabeça/ nuca/ costas/ membros.
Tienn An - (Ponta do polegar) - Indicação: Uso geral.
MO FA - (Fricção rápida) - Indicação: Costas/ flancos.
KIM FA - (Vaivém com pressão) - Indicação: Regiões muito tensas.
NIEH FA - (Amassamento) - Indicação: Grandes massas musculares.
CHA FA - (Amassamento - fricção) - Ambas as mãos – dedos entrelaçados –
Indicação: Membros/ lombar.
PO FA - (Percussão) Indicação: Todo o corpo.
- Um dedo, vários dedos, mão aberta, mão fechada.

5 - Manobras: Movimento das Mãos (Ocidental)


5.1 - Deslizamentos
Uso Geral: Tranquilização

a. Superficial: Carícia – início ou complementação.


b. Médio: Observação – as mãos amoldam-se à parte do corpo trabalhada.
c. Profundo: Terapêutico – influência a corrente sanguínea (*)

5.2 - Fricções
Uso Geral: Amolecimento
a. Média: De acordo com a Lei da Dor (Deve-se massagear os pontos doloridos (passíveis de toque)
até que a dor diminua ou desapareça.
b. Profunda: De acordo com a Lei da Dor (Deve-se massagear os pontos doloridos (passíveis de
toque) até que a dor diminua ou desapareça.
5.3 – Amassamentos **
Uso Geral: Efeito estimulador e nutritivo dos músculos.
Abdome:
a. Pinçamento

Humaniversidade Holística 6
b. Repitante

Membros superiores e inferiores:


a. Rolante
b. Compressão óssea *

5.4 – Percussões **
Uso Geral: Enrijecimento

a. Ulnar – Indicado para regiões de grandes músculos e ossos. Ex. Coxas.


b. Palmar – Indicado para regiões mais sensíveis. Ex. Abdome.
c. Tamborilamento: Ótimo para regiões muito delicadas. Ex. Seios femininos, rosto.
5.5 – Vibrações **
Uso Geral: Anestésico

a. Anestesia superficial passageira


b. Hipnótico

* Seguir a circulação de retorno.


** Completar estes movimentos com deslizamentos superficiais.

6 - Figuras Explicativas
A- Uso do Polegar
1- Área de contato do polegar (polpa do polegar).

2- Posição correta do polegar.

a. Correta b. Incorreta c. Incorreta

3- Posição correta da mão na aplicação com o polegar (O dedo indicador não apoia,
levemente erguido).

4- Pressão com o polegar. (Formas de pressão utilizando outros dedos)

5- Pressão reforçada do polegar.

Humaniversidade Holística 7
B- Forma de Pressão Utilizando outros Dedos

6- Pressão simultânea com 3 dedos.

Médio, anular Indicador, médio


e mínimo e anular

7- Pressão do polegar em oposição aos outros dedos

C- Pressão da Palma da Mão

8- Pressão simples

9- Pressão dupla

10- Pressão com sobreposição das mãos

Humaniversidade Holística 8
11- Pressão com as palmas cruzadas

12- Usado tanto para a pressão quanto para a percussão

7 - Regras de Tonificação e de Sedação


1- Tonificação – pressão mais superficial
Sedação – pressão mais profunda

2- Tonificação – manobra mais rápida


Sedação – manobra mais lenta

3- Tonificação – manobra mais repetida


Sedação – manobra menos repetida (maior ou menor número de toques por segmento)
8 - Técnicas de Manipulação
1- Pressão (amassamento)
2- Percussão
3- Movimentação

8.1- Efeitos
Local: no tratamento da dor e para aumentar ou diminuir o potencial energético de determinada
área.
Geral: aspecto fisiológico, psicológico, energético (cosmo-psicossomático)

Sobre a Massagem
(Leia com atenção e aplique em sua vida)

“Massagem é algo que você começa a aprender, mas nunca termina. Ela avança e avança e a
experiência se torna continuamente mais profunda e mais profunda e mais alta, mais alta. A massagem é
umas das artes mais sutis e ela não é somente uma questão de perícia. Ela é mais uma questão de amor.
Aprenda a técnica – então a esqueça. Então apenas sinta e mova-se pelo sentimento. Quando você
aprende profundamente, noventa por cento do trabalho é feito pelo amor, dez por cento pela técnica.
Apenas através do próprio toque, um toque amoroso, alguma coisa relaxa no corpo.
Se você ama e sente compaixão pela outra pessoa e sente o valor supremo dela; se você não a trata
como se fosse um mecanismo para ser colocado em ordem, mas uma energia de tremendo valor; se você

Humaniversidade Holística 9
está agradecido por ela confiar em você e permitir que você brinque com sua energia – então mais e
mais você irá sentir como se você estivesse tocando um órgão. Todo corpo se torna as teclas do órgão e
você pode sentir que uma harmonia é criada dentro do corpo. Não somente a pessoa será ajudada, mas
você também.
A massagem é necessária no mundo porque o amor desapareceu. Outrora o próprio toque dos
amantes era suficiente. Uma mãe tocando o filho, brincando com o seu corpo, e isto era massagem. O
marido brincando com o corpo da mulher, e isto era massagem; isto era suficiente, mais do que
suficiente. Isto era profundo relaxamento e parte do amor. Mas isto desapareceu do mundo. Mais e mais
nós esquecemos onde tocar, como tocar, o quanto profundo tocar. Na verdade, o toque é uma das
linguagens mais esquecidas. Nós nos tornamos quase desconfortáveis no toque, porque a própria palavra
foi corrompida pelas assim chamadas pessoas religiosas. Elas lhe deram uma coloração sexual. A
palavra se tomou sexual e as pessoas se tornaram amedrontadas. Todo mundo está de guarda para não
ser tocado a menos que se permita. Agora no Ocidente o outro extremo chegou. Toque e massagem se
tornaram sexual. Agora a massagem é apenas uma cobertura, um cobertor para a sexualidade. Na
verdade nem o toque nem a massagem são sexuais. Eles são funções do amor. Quando o amor cai de sua
altura ele se torna sexo e então ele se torna feio.
Assim seja devocional. Quando você toca o corpo de uma pessoa seja devocional como se o próprio
Deus estivesse lá e você está apenas servindo-o. Flua com energia total. E sempre que você vê o corpo
fluindo e a energia criando um novo padrão de harmonia, você irá sentir um desfrute que nunca sentiu
antes. Você irá cair em profunda meditação.
Enquanto massageando, apenas massageie. Não pense em outras coisas porque elas são distrações.
Esteja em seus dedos e em suas mãos como se todo o seu ser, toda a sua alma estivesse lá. Não deixe que
seja apenas um toque do corpo. Toda a sua alma entra no corpo do outro, penetram ele, relaxa os nós
mais profundos. E faça disto uma brincadeira.
Não o faça como um trabalho; torne-o um jogo e faça-o como uma diversão: ria e deixe o outro rir
também.
A massagem é entrar em sincronia com a energia do corpo de alguém e sentir onde ela está faltando,
sentir onde o corpo está fragmentado e torná-lo completo...é ajudar a energia do corpo de modo que ela
não seja mais fragmentada, não mais contraditória. Quando as energias do corpo estão alinhadas e se
tornaram uma orquestra, então você teve sucesso.
Assim tenha muito respeito com um corpo humano. Ele é o verdadeiro santuário de Deus, o templo de
Deus. Assim com profunda reverência, prece, aprenda a sua sorte. “Esta é uma das grandes coisas para
aprender.” OSHO

Nunca desista de nada em sua vida.

9 - REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS
 Montagu, Ashley. Tocar: O significado humano da pele. Summus editorial.

 Austregésilo, Armando.Curso de Massagem Oriental: A linguagem do tato. Ediouro.

Todos os direitos reservados a HUMANIVERSIDADE HOLÍSTICA.


Proibida a reprodução, comercialização e divulgação, total ou parcial deste material, salvo quando,
autorizado previamente por escrito pela nossa INSTITUIÇÃO.

Humaniversidade Holística 10