Você está na página 1de 21

QUESTÕES FCC ATUALIDAS

DIREITO CONSTITUCIONAL

LUIZJANDAIA@UOL.COM.BR
2

1 (FCC – 2006 JUIZ DO TRABALHO SUBSTITUTO – TRT 22ª REGIAO)


Assinale a alternativa INCORRETA:
A União é citada nas causas em que seja interessada, na condição de autora, ré, assistente,
oponente, recorrente ou recorrida, na pessoa:
a) Do Procurador-Geral da União, nas hipóteses de competência do Supremo Tribunal
Federal;
b) Do Procurador-Regional da União, nas hipóteses de competência dos Tribunais
Regionais Federais;
c) Do Procurador-Chefe ou do Procurador-Seccional da União, nas hipóteses de
competência dos Juízos de Primeiro Grau;
d) Do Procurador-Regional da Fazenda Nacional, nas causas de natureza fiscal da União,
na hipótese de competência de Tribunais Regionais Federais;
e) Do Procurador-Chefe ou do Procurador-Seccional da Fazenda Nacional, nas causas de
natureza fiscal, de competência de Juízos de Primeiro Grau.
GABARITO: A

2 (FCC – 2006 JUIZ DO TRABALHO SUBSTITUTO – TRT 22ª REGIAO)


Compete ao Supremo Tribunal Federal processar e julgar, originariamente:
a) Nas infrações penais comuns, o Presidente e o Vice-Presidente da República, os
membros do Congresso Nacional, seus próprios Ministros e o Procurador-Geral da União;
b) Nas infrações penais comuns e nos crimes de responsabilidade, os Ministros de Estado e
os Comandantes da Marinha, do Exército e da Aeronáutica, ressalvado o disposto no art.
52, inciso I, da Carta Magna, os membros dos Tribunais Superiores, os membros do
Tribunal de Contas da União e os chefes de missão diplomática de caráter permanente;
c) O mandado de segurança e o habeas data contra atos do Presidente da República, das
Mesas da Câmara dos Deputados e do Senado Federal, do Tribunal de Contas da União, do
Procurador-Geral da União e do próprio Supremo Tribunal Federal;
d) As causas em que forem partes Estado estrangeiro ou organismo internacional, de um
lado, e, de outro, Município ou pessoa residente ou domiciliada no País;
e) A concessão de exequatur às cartas rogatórias.
GABARITO: B

3 (FCC – 2006 JUIZ DO TRABALHO SUBSTITUTO – TRT 22ª REGIAO)


Não tem legitimidade para propor argüição de descumprimento de preceito fundamental,
perante o Supremo Tribunal Federal:
a) O Presidente da República;
b) O Governador de Estado;
c) A Mesa da Câmara Legislativa do Distrito Federal;
d) O Advogado Geral da União;
e) O Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil.

GABARITO: D

4 (FCC – 2006 JUIZ DO TRABALHO SUBSTITUTO – TRT 22ª REGIAO)


Tratando-se de procedimento legislativo ordinário, na hipótese de o Presidente da
República vetar totalmente projeto de lei, por considerar alguns dispositivos
inconstitucionais e outros contrários ao interesse público, se o veto for rejeitado pelo
Congresso Nacional:
a) O projeto de lei será promulgado pelas Mesas da Câmara dos Deputados e do Senado
Federal, em sessão conjunta;
b) O projeto de lei será novamente enviado ao Presidente da República, para sanção;
c) O projeto de lei será novamente enviado ao Presidente da República, para promulgação;
d) O projeto de lei será sancionado pelo Presidente do Senado Federal;
e) O projeto de lei será considerado automaticamente promulgado, concluída a votação no
âmbito do Congresso Nacional.

GABARITO: C
3

5 (FCC – 2006 JUIZ DO TRABALHO SUBSTITUTO – TRT 22ª REGIAO)


Estabelece o art. 94, da Constituição Federal: “um quinto dos lugares dos Tribunais Regionais Federais,
dos Tribunais dos Estados, e do Distrito Federal e Territórios será composto de membros do Ministério
Público, com mais de dez anos de carreira, e de advogados de notório saber jurídico e de reputação
ilibada, com mais de dez anos de efetiva atividade profissional, indicados em lista sêxtupla pelos órgãos
de representação das respectivas classes”.

A propósito da regra do “quinto constitucional”, assinale a alternativa CORRETA:


a) A partir da promulgação da Emenda Constitucional n. 45/2004, passou a ser aplicável aos Tribunais
do Trabalho, excetuando-se o Tribunal Superior do Trabalho, o qual é composto por um terço escolhido
dentre Juízes dos Tribunais Regionais do Trabalho, um terço dentre membros originários do Ministério
Público do Trabalho e um terço eleito dentre Advogados;

b) Com a promulgação da Emenda Constitucional n. 45/2004, deu-se sua extensão aos Tribunais do
Trabalho, porém sendo assegurado aos Magistrados classistas, em disposição transitória, sua
permanência nas unidades jurisdicionais trabalhistas até a aposentadoria;

c) A Emenda Constitucional n. 45/2004 não trouxe qualquer inovação no pertinente à composição da


Justiça do Trabalho, na medida em que a figura dos classistas já havia sido extinta à época da
promulgação daquela norma superior;

d) Todos os ramos da Justiça do Trabalho passaram a adotá-la, apenas a partir da promulgação da


Emenda Constitucional n. 45/2004.

e) Passou a ser aplicada no âmbito dos Tribunais do Trabalho, a partir da promulgação da Emenda
Constitucional n. 45/2004.
GABARITO: E

6 (FCC – 2006 JUIZ DO TRABALHO SUBSTITUTO – TRT 22ª REGIAO)


Ao Ministério Público Federal foi encaminhada representação formulada por particular, tendo como
objetivo apurar o procedimento de privatização do transporte ferroviário nacional, com especial
referência a ilicitudes ocorridas em determinado Estado-membro. O Procurador da República a quem foi
distribuída a peça inicial e seus anexos, entendendo não haver sequer evidências da participação de
servidor público federal ou prejuízo ao Tesouro Nacional, nas ilicitudes noticiadas, determinou sua
remessa ao Ministério Público Estadual, tendo o Promotor de Justiça discordado da posição adotada
pelo Ministério Público Federal, em razão do que adotou providências visando ao ajuizamento de
“conflito negativo de atribuições”.
Posta a questão desta forma, assinale a alternativa CORRETA:

a) Compete ao Superior Tribunal de Justiça, originariamente, processar e julgar o “conflito de


atribuições” em comento;

b) Compete, originariamente, ao Tribunal Regional Federal, com jurisdição no local em que se deu o
fato supostamente ilícito, processar e julgar o “conflito de atribuições” em relevo;

c) Compete ao Procurador-Geral da República dirimir o “conflito de atribuições” entre os membros do


Ministério Público Federal e do Ministério Público Estadual;

d) Compete originariamente ao Supremo Tribunal Federal processar e julgar o “conflito de atribuições”


acima descrito;

e) Compete ao Tribunal Superior do Trabalho processar e julgar, originariamente, o “conflito de


atribuições”, mas somente para efeito de declarar o Ministério Público do Trabalho o detentor de
atribuições para dar seguimento à representação formulada, dada a repercussão nos contratos
individuais de trabalho a serem extintos após concluído o procedimento de privatização dado como
ilícito.
GABARITO: A
4

7 (FCC – 2006 JUIZ DO TRABALHO SUBSTITUTO – TRT 22ª REGIAO)


Não se encontra entre as matérias cuja iniciativa de lei é privativa do Presidente da
República:
a) Organização administrativa e judiciária, matéria tributária e orçamentária, serviços
públicos e pessoal da administração de Territórios;
b) Servidores públicos da União e Territórios, seu regime jurídico, provimento de cargos,
estabilidade e aposentadoria;
c) Militares das Forças Armadas, seu regime jurídico, provimento de cargos, promoções,
estabilidade, remuneração, reforma e transferência para a reserva;
d) Criação de cargos, funções ou empregos públicos na administração direta e autarquias ou
aumento de sua remuneração;
e) Regime dos portos, navegação lacustre, fluvial, marítima, aérea e aeroespacial.

GABARITO: E

8 (FCC – 2006 JUIZ DO TRABALHO SUBSTITUTO – TRT 22ª REGIAO)


São estáveis os servidores nomeados para cargo de provimento efetivo em virtude de
concurso público:
a) Após 2 (dois) anos de provimento efetivo;
b) Após 3 (três) anos de provimento efetivo;
c) Após 4 (quatro) anos de provimento efetivo;
d) Após 5 (cinco) anos de provimento efetivo;
e) A figura da estabilidade foi extinta a partir da Emenda Constitucional n. 19/1998,
resguardados os direitos adquiridos.

GABARITO: B

9 (FCC – 2006 JUIZ DO TRABALHO SUBSTITUTO – TRT 22ª REGIAO)


No que diz respeito ao prazo de validade do concurso público, é CORRETO se afirmar:
a) será de 3 (três) anos, prorrogável uma vez, por igual período;
b) será de até 3 (três) anos, prorrogável uma vez, por igual período;
c) será de 2 (dois) anos, prorrogável uma vez, por igual período;
d) será de até 2 (dois) anos, prorrogável uma vez, por igual período;
e) será de 5 (cinco) anos, vedada sua prorrogação.

GABARITO: D

10 (FCC – 2006 JUIZ DO TRABALHO SUBSTITUTO – TRT 22ª REGIAO)


Não se incluem entre os bens da União:
a) As ilhas oceânicas e costeiras, incluídas as que contenham a sede de Município, exceto
aquelas áreas afetadas ao serviço público e a unidade ambiental federal;
b) Os lagos, rios e quaisquer correntes de água em terrenos de seu domínio, ou que banhem
mais de um Estado, sirvam de limites com outros países, ou se estendam a território
estrangeiro ou dele provenham, bem como os terrenos marginais e as praias fluviais;
c) os potenciais de energia hidráulica;
d) as terras tradicionalmente ocupadas pelos índios;
e) os recursos naturais da plataforma continental e da zona econômica exclusiva.
GABARITO: A

11 (FCC – 2006 JUIZ DO TRABALHO SUBSTITUTO – TRT 22ª REGIAO)


Compete à União, aos Estados e Distrito Federal legislar concorrentemente sobre:
a) Requisições civis e militares, em caso de iminente perigo e em tempo de guerra;
b) Trânsito e transporte;
c) Proteção e integração social das pessoas portadoras de deficiência física;
d) Diretrizes e bases da educação;
e) Propaganda comercial.

GABARITO: C
5

12 (FCC – 2006 JUIZ DO TRABALHO SUBSTITUTO – TRT 22ª REGIAO)


Não se inclui entre os direitos assegurados, no Texto Constitucional, aos servidores
públicos:
a) Salário mínimo, fixado em lei, nacionalmente unificado, capaz de atender às suas
necessidades vitais básicas e às de sua família com moradia, alimentação, educação, saúde,
lazer, vestuário, higiene, transporte e previdência social, com reajustes periódicos que lhe
preservem o poder aquisitivo;
b) Remuneração do trabalho noturno superior à do diurno;
c) Repouso semanal remunerado, preferencialmente aos domingos;
d) Irredutibilidade de remuneração, salvo o disposto em convenção ou acordo coletivo;
e) Salário-família pago em razão do dependente do servidor de baixa renda, nos termos da
lei.

GABARITO: D

13 (FCC – 2006 JUIZ DO TRABALHO SUBSTITUTO – TRT 22ª REGIAO)


São gratuitas as seguintes ações:
a) Mandado de Segurança e Habeas Corpus;
b) Habeas Data e Habeas Corpus;
c) Mandado de Segurança e Habeas Data;
d) Mandado de Segurança e, salvo comprovada má-fé, Ação Popular;
e) Habeas Corpus e, salvo comprovada má-fé, Habeas Data.

GABARITO: B

14 (FCC – 2006 JUIZ DO TRABALHO SUBSTITUTO – TRT 22ª REGIAO)


Nos termos do art. 169 da Constituição Federal, “a despesa com pessoal ativo e inativo
da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios não poderá exceder os limites
estabelecidos em lei complementar”. Verificando-se que foram ultrapassados os limites a
que se refere o mencionado dispositivo constitucional, é autorizada, a Administração,
adotar as seguintes medidas:
a) Exoneração de servidores, estáveis ou não; e redução em pelo menos 20% (vinte por
cento) das despesas com cargos em comissão e funções comissionadas;
b) Exoneração de servidores, estáveis ou não; e redução em até 20% (vinte por cento) das
despesas com cargos em comissão e funções comissionadas;
c) Exoneração de servidores não estáveis; e redução em até 20% (vinte por cento) das
despesas com cargos em comissão e funções comissionadas;
d) Exoneração de servidores não estáveis; e redução em pelo menos 20% (vinte por cento)
das despesas com cargos ocupados por servidores estáveis;
e) Exoneração dos servidores não estáveis; e redução em pelo menos 20% (vinte por cento)
das despesas com cargos em comissão e funções comissionadas.

GABARITO: E

15 (FCC – 2006 JUIZ DO TRABALHO SUBSTITUTO – TRT 22ª REGIAO)


Não se inclui entre as exceções ao princípio constitucional da divisão dos poderes,
entre o Poder Judiciário, o Poder Executivo e o Poder Legislativo:
a) Edição de Medidas Provisórias pelo Presidente da República;
b) Elaboração de Leis Delegadas pelo Presidente da República;
c) Investidura de Deputado Federal no cargo de Ministro de Estado;
d) A convocação, pelo Senado Federal, de Ministro de Estado, para prestar informações
acerca de assunto previamente determinado;
e) Processo e julgamento, pelo Supremo Tribunal Federal, de membro do Congresso
Nacional, pela prática de infração penal comum.

GABARITO: E
6

16 ( TRT_PA 2007 JUIZ DO TRABALHO - TRT 8ª REGIÃO )


Com respeito à disciplina constitucional dos direitos e deveres individuais e coletivos, assinale a
assertiva incorreta:
a) Em caso de iminente perigo público, a autoridade competente poderá usar de propriedade
particular, assegurada ao proprietário indenização ulterior, se houver dano.
b) Todos podem reunir-se pacificamente, sem armas, em locais abertos ao público,
independentemente de autorização ou prévio aviso, desde que não frustrem outra reunião
anteriormente convocada para o mesmo local.
c) Qualquer cidadão é parte legítima para propor ação popular que vise a anular ato lesivo ao
patrimônio público ou de entidade de que o Estado participe, à moralidade administrativa, ao
meio ambiente e ao patrimônio histórico e cultural, ficando o autor, salvo comprovada má-fé,
isento de custas judiciais e do ônus da sucumbência.
d) A lei considerará crimes inafiançáveis e insuscetíveis de graça ou anistia a prática da tortura, o
tráfico ilícito de entorpecentes e drogas afins, o terrorismo e os definidos como crimes
hediondos, por eles respondendo os mandantes, os executores e os que, podendo evitá-los,
omitirem-se.
e) A casa é asilo inviolável do indivíduo, ninguém nela podendo penetrar sem consentimento do
morador, salvo em caso de flagrante delito ou desastre, ou para prestar socorro, ou, durante o
dia, por determinação judicial.

GABARITO: B

17 ( TRT_PA 2007 JUIZ DO TRABALHO - TRT 8ª REGIÃO )


Com respeito à disciplina constitucional da Administração Pública, assinale a assertiva
incorreta:
a) A publicidade dos atos, programas, serviços e campanhas dos órgãos públicos deverá ter
caráter educativo, informativo ou de orientação social, dela não podendo constar nomes,
símbolos ou imagens que caracterizem promoção pessoal de autoridades ou servidores
públicos.
b) Os atos de improbidade administrativa importarão a suspensão dos direitos políticos, a perda da
função pública, a indisponibilidade dos bens e o ressarcimento ao erário, na forma e gradação
previstas em lei, sem prejuízo da ação penal cabível.
c) As funções de confiança, exercidas exclusivamente por servidores ocupantes de cargo efetivo, e
os cargos em comissão, a serem preenchidos por servidores de carreira nos casos, condições e
percentuais mínimos previsto em lei, destinam-se apenas às atribuições de chefia e
assessoramento.
d) Somente por lei específica poderá ser criada autarquia e autorizada a instituição de empresa
pública, de sociedade de economia mista e de fundação, cabendo à lei complementar, neste
último caso, definir as áreas de sua atuação.
e) A lei reservará percentual dos cargos e empregos públicos para as pessoas portadoras de
deficiência e definirá os critérios de sua admissão, bem como estabelecerá os casos de
contratação por tempo determinado para atender a necessidade temporária de excepcional
interesse público.

GABARITO: C
7

18 ( TRT_PA 2007 JUIZ DO TRABALHO - TRT 8ª REGIÃO )


Marque a resposta incorreta:
a) É competência do Conselho Nacional de Justiça representar ao Ministério Público, no caso de
crime contra a administração pública ou de abuso de autoridade.
b) O Conselho Superior da Justiça do Trabalho e o Conselho da Justiça Federal funcionarão junto
ao Conselho Nacional da Justiça.
c) Os Tribunais Regionais do Trabalho poderão funcionar descentralizadamente, constituindo
câmaras regionais, além de instalarem justiça itinerante, realizando audiências e demais funções
de atividade jurisdicional.
d) É função institucional do Ministério Público a defesa judicial dos direitos e interesses das
populações indígenas.
e) Não será promovido o juiz que, injustificadamente reter os autos em seu poder além do prazo
legal, não podendo devolvê-los ao cartório sem o devido despacho ou decisão.

GABARITO: B

19 ( TRT_PA 2007 JUIZ DO TRABALHO - TRT 8ª REGIÃO )


Assinale a resposta errada:
a) O produtor, o parceiro, o meeiro e o arrendatário rurais e o pescador artesanal, bem como os
respectivos cônjuges, que exerçam suas atividades em regime de economia familiar, sem
empregados permanentes, contribuirão para seguridade social.
b) As terras tradicionalmente ocupadas pelos índios, destinadas à posse permanente, são
inalienáveis e indisponíveis, e os direitos sobre elas, imprescritíveis.
c) Compete ao Conselho da República se pronunciar sobre intervenção federal, estado de defesa
e estado de sítio, e as questões relevantes para a estabilidade das instituições democráticas.
d) O ato de remoção, disponibilidade e aposentadoria do magistrado, por interesse público, fundar-
se-á em decisão por voto de um terço do respectivo Tribunal ou do Conselho Nacional de
Justiça, assegurada a ampla defesa.
e) As Comissões Parlamentares de Inquérito, que terão poderes de investigação próprios das
autoridades judiciais, além de outros previstos nos regimentos das respectivas casas, serão
criadas pela Câmara dos Deputados e pelo Senado Federal, em conjunto ou separadamente,
mediante requerimento de um terço de seus membros, para a apuração de fato determinado e
por prazo certo, sendo suas conclusões, se for o caso, encaminhadas ao Ministério Público, para
que promova a responsabilidade civil ou criminal dos infratores.

GABARITO: D

20 ( TRT_PA 2007 JUIZ DO TRABALHO - TRT 8ª REGIÃO )


Compete privativamente à Câmara dos Deputados:
a) Aprovar previamente, por voto secreto, após argüição em sessão secreta, a escolha dos chefes
de missão diplomática de caráter permanente.
b) Aprovar, por maioria absoluta e por voto secreto, a exoneração, de ofício, do Procurador Geral
da República, antes do término de seu mandato.
c) Dispor sobre limites globais e condições para o montante da dívida mobiliária dos Estados, do
Distrito Federal e dos Municípios.
d) Autorizar operações externas de natureza financeira, de interesse da União, dos Estados, do
Distrito Federal, dos Territórios e dos Municípios.
e) Proceder à tomada de contas do Presidente da República, quando não apresentadas ao
Congresso Nacional dentro de sessenta dias após a abertura da sessão legislativa.

GABARITO: E
8

21 ( TRT_PA 2007 JUIZ DO TRABALHO - TRT 8ª REGIÃO )


Marque a resposta que está em desacordo com a Constituição Federal, no tocante às atribuições
do Presidente da República:
a) Iniciar o processo legislativo, na forma e nos casos previstos na Constituição Federal.
b) Celebrar a paz, autorizado ou com o referendo do Senado Federal.
c) Convocar e presidir o Conselho da República e o Conselho de Defesa Nacional.
d) Conferir condecorações e distinções honoríficas.
e) Prover e extinguir os cargos públicos federais, na forma da lei.
GABARITO: B

22 ( TRT_PA 2007 JUIZ DO TRABALHO - TRT 8ª REGIÃO )


Assinale a alternativa incorreta:
a) A jurisprudência do STF considera incabível o Mandado de Segurança nas hipóteses em que
visa combater lei em tese e decisão judicial passível de recurso ou correição, salvo, e ainda de
modo restrito, se o recurso cabível e manejado em face da decisão atacada não tiver efeito
suspensivo.
b) Não se admite, consoante atual jurisprudência consolidada do Supremo Tribunal Federal, o
manejo de Habeas Corpus para proteger outro direito que não seja o de locomoção, o que se
choca com a denominada “doutrina brasileira do habeas corpus”, praticada pelo STF durante a
Primeira República, que aceitava o mandamus para defesa de direitos líquidos e certos, não
apenas a liberdade de locomoção.
c) Apenas o parlamentar tem legitimidade ativa para impetrar mandado de segurança, com a
finalidade de coibir atos praticados no processo de aprovação de leis e emendas constitucionais
que não se compatibilizam com o processo legislativo constitucional.
d) O habeas data se destina a garantir, em favor da pessoa interessada, o exercício de pretensão
jurídica discernível em seu tríplice aspecto: (a) direito de acesso aos registros; (b) direito de
retificação dos registros e (c) direito de complementação dos registros.
e) Na Ação Popular o autor é qualquer pessoa física que possua o gozo dos direitos políticos, não
comportando sua substituição no curso da lide.
GABARITO: E

23 ( TRT_PA 2007 JUIZ DO TRABALHO - TRT 8ª REGIÃO )


Assinale a alternativa correta:
a) O método de controle concentrado da constitucionalidade das leis, que atribuí a um único órgão
a tarefa da verificação da compatibilidade das leis com a Constituição, foi expressamente
previsto na Constituição dos Estados Unidos de 1787, sendo esta a primeira constituição rígida
que contemplou esta possibilidade.
b) O controle de constitucionalidade das leis, dos atos administrativos normativos e dos projetos de
lei, é de competência exclusiva do Poder Judiciário, cabendo ao Supremo Tribunal Federal a
competência para julgar as ações de controle concentrado em face da Constituição Federal.
c) O princípio da reserva de plenário, consagrado na Constituição Federal, é regra de direito
processual e não pode deixar de ser aplicado nos processos que versam sobre controle de
constitucionalidade nos Tribunais.
d) A jurisprudência atual do Supremo Tribunal Federal admite que o estrangeiro, residente no
exterior, possa impetrar mandado de segurança, como decorrente da interpretação da disciplina
do instituto na Constituição Federal de 1988.
e) A impetração de mandado de segurança coletivo por entidade de classe em favor dos
associados é admissível, desde que por estes expressamente autorizada, conforme
jurisprudência assentada do Supremo Tribunal Federal.
GABARITO: D
9

24 ( TRT_PA 2007 JUIZ DO TRABALHO - TRT 8ª REGIÃO )


Assinale a alternativa correta:
a) A teoria da “separação de poderes” é uma conquista histórica do constitucionalismo, de caráter
universal, aplicável, em todos os seus contornos, nos países que professam o sistema
constitucional instituído a partir da Revolução Francesa. A impossibilidade de sua relativização
está nítida por sua inserção como “cláusula pétrea” em nossa Constituição atual.
b) A Constituição Federal do Brasil, ao prever o esquema de repartição de competência entre os
entes integrantes da Federação, enumera os casos de competência legislativa comum entre
União, Estados Membros e Municípios.
c) As normas constitucionais de processo legislativo não impossibilitam, em regra, a modificação,
por meio de emendas parlamentares, dos projetos de lei enviados pelo Chefe do Poder
Executivo no exercício de sua iniciativa privativa. Essa atribuição do Poder Legislativo brasileiro
esbarra, porém, em duas limitações: a) a impossibilidade de o parlamento veicular matérias
diferentes das versadas no projeto de lei, de modo a desfigurá-lo; e b) a impossibilidade de as
emendas parlamentares aos projetos de lei de iniciativa do Presidente da República implicarem
aumento de despesa pública prevista na parte emendada.
d) A Constituição poderá ser emendada mediante proposta: I - de um terço, no mínimo, dos
membros da Câmara dos Deputados ou do Senado Federal; II - do Presidente da República; III -
de mais da metade das Assembléias Legislativas das unidades da Federação, manifestando-se,
cada uma delas, pela maioria absoluta de seus membros.
e) O Tribunal Superior do Trabalho compor-se-á de vinte e sete Ministros, escolhidos dentre
brasileiros com mais de trinta e cinco e menos de sessenta e cinco anos, nomeados pelo
Presidente da República, após aprovação pela maioria absoluta do Senado Federal, sendo: um
quinto dentre advogados com mais de dez anos de efetiva atividade profissional e membros do
Ministério Público do Trabalho com mais de dez anos de efetivo exercício; os demais dentre
juízes dos Tribunais Regionais do Trabalho, oriundos da magistratura da carreira, indicados pelo
próprio Tribunal Superior.
GABARITO: E
25 ( TRT_PA 2007 JUIZ DO TRABALHO - TRT 8ª REGIÃO )
A respeito da Emenda Constitucional nº 45/2004, é correto afirmar:
a) Importante alteração foi a elevação do quorum para a deliberação de natureza disciplinar,
restando consagrado que as decisões administrativas dos tribunais devem ser motivadas e
deliberadas em sessão pública, sendo que as disciplinares estão sujeitas à aprovação de três
quintos dos membros do respectivo Tribunal.
b) Foi introduzida a figura da “quarentena”, proibindo o magistrado de exercer a advocacia no juízo
ou tribunal do qual se afastou, antes de decorridos dois anos do afastamento do cargo por
aposentadoria ou exoneração.
c) Na apuração de antigüidade, para fim de promoção, o Tribunal somente poderá recusar o juiz
mais antigo pelo voto fundamentado de dois terços de seus membros, conforme procedimento
próprio, assegurada ampla defesa. Igual quorum deve ser observado para edição de ato de
remoção, disponibilidade e aposentadoria do magistrado, por interesse público, também
assegurada ampla defesa.
d) É da competência do Conselho Nacional de Justiça receber e conhecer das reclamações contra
membros ou órgãos do Poder Judiciário, inclusive contra seus serviços auxiliares, serventias e
órgãos prestadores de serviços notariais e de registro que atuem por delegação do poder público
ou oficializados, sem prejuízo da competência disciplinar e correicional dos Tribunais, podendo
avocar processos disciplinares em curso e determinar a remoção, a disponibilidade ou a
aposentadoria com subsídios ou proventos proporcionais ao tempo de serviço e aplicar outras
sanções administrativas, assegurada ampla defesa.
e) As Súmulas do Supremo Tribunal Federal, editadas anteriormente a dezembro de 2004, passam
a ter efeito vinculante após nova publicação na imprensa oficial.
GABARITO: D
10

26 ( TRT_PA 2007 JUIZ DO TRABALHO - TRT 8ª REGIÃO )


Sobre o Poder Judiciário, assinale a alternativa incorreta:
a) Ao Supremo Tribunal Federal compete, precipuamente, a guarda da Constituição, mas a
declaração de inconstitucionalidade de leis, em caráter incidental, não é ato exclusivo do referido
órgão.
b) A aprovação, revisão ou cancelamento de súmula poderá ser provocada pelo Presidente da
República.
c) Compete ao Superior Tribunal de Justiça processar e julgar, originariamente, os conflitos de
competência entre juízes vinculados a tribunais diversos.
d) Compete ao Superior Tribunal de Justiça julgar reclamação contra decisão judicial que contrariar
súmula por ele editada.
e) As decisões definitivas de mérito, proferidas pelo Supremo Tribunal Federal, nas ações diretas
de inconstitucionalidade, produzirão eficácia contra todos e efeito vinculante relativamente aos
demais órgãos do Poder Judiciário e à Administração Pública direta e indireta, em todas as
esferas.

GABARITO: D

27 ( TRT_PA 2007 JUIZ DO TRABALHO - TRT 8ª REGIÃO )


Em relação às disposições constitucionais que versam sobre os direitos e garantias
fundamentais, assinale a alternativa incorreta:
a) A garantia de inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à
propriedade não é prerrogativa exclusiva do povo brasileiro.
b) Dentre os direitos individuais previstos na Constituição está a liberdade de associação para fins
lícitos, vedada a de caráter paramilitar.
c) A Constituição não prevê a aplicação da pena de morte.
d) Aos litigantes e aos acusados em geral são assegurados o contraditório e a ampla defesa, com
os meios e recursos a ela inerentes, princípio este aplicável no processo administrativo.
e) É livre a manifestação do pensamento, porém é vedado o anonimato, sendo assegurado a todos
o acesso à informação e resguardado o sigilo da fonte, quando necessário ao exercício
profissional.

GABARITO: C

28 (ESAF – 2006 JUIZ DO TRABALHO SUBSTITUTO – TRT 7ª REGIAO)


Assinale a opção correta.
a) Com o advento de uma nova Constituição, normas da Constituição anterior que sejam compatíveis
com o novo diploma continuam a vigorar, embora com força de lei complementar.
b) Chama-se Constituição outorgada aquela que é votada pelos representantes do povo especialmente
convocados para elaborar o novo Estatuto Político.
c) Normas de lei ordinária anteriores à nova Constituição que sejam com essa materialmente
compatíveis são tidas como recebidas, mesmo que se revistam de forma legislativa que já não mais é
prevista na nova Carta.
d) Assentou-se a jurisprudência do Supremo Tribunal Federal no sentido de que as normas anteriores à
Constituição com essa materialmente incompatíveis são consideradas inconstitucionais e, não,
meramente revogadas.
e) Admite-se pacificamente entre nós a invocação do direito adquirido contra norma provinda do poder
constituinte originário.

GABARITO: C
11

29 (ESAF – 2006 JUIZ DO TRABALHO SUBSTITUTO – TRT 7ª REGIAO)


Considere a seguinte situação: uma lei concede aos integrantes de uma dada carreira (carreira A) do
funcionalismo público uma certa gratificação. Os integrantes da carreira B não foram contemplados com
a benesse, embora exerçam, comprovadamente, atividades coincidentes com as da carreira A. Os
servidores da carreira B postulam em juízo a extensão a eles da mesma vantagem. Nesse quadro,
assinale a opção correta.

a) A sentença deverá declarar a inconstitucionalidade da lei, por ferir a isonomia, e conceder aos
autores o que pleiteiam.

b) A sentença não deverá declarar a inconstitucionalidade da lei, mesmo que seja óbvia a quebra da
isonomia, e deverá denegar o pedido.

c) A sentença deverá declarar a inconstitucionalidade da lei por ferir a isonomia, mas negar o pedido.

d) A sentença não deverá declarar a inconstitucionalidade da lei, mas deverá acolher o pedido, com
fundamento no princípio da isonomia.

e) A sentença deverá julgar o pedido improcedente, porque o princípio constitucional da isonomia se


dirige ao legislador, e, não, ao aplicador do direito.
GABARITO: B

30 (ESAF – 2006 JUIZ DO TRABALHO SUBSTITUTO – TRT 7ª REGIAO)


Considere as seguintes situações e assinale a opção correta.
I. Uma lei estabelece que o vencimento-base dos servidores públicos de um Estado-membro haverá
sempre de ser complementado, para alcançar o salário-mínimo vigente, mesmo que a remuneração
total do servidor exceda esse valor.
II. Uma sentença determina a utilização do salário-mínimo como base de cálculo de adicional de
insalubridade.
III. Uma sentença fixa indenização por dano moral em número de salários-mínimos, como forma de
expressar o valor inicial da condenação, a ser atualizado, se for o caso, conforme os índices oficiais da
correção monetária.
IV. Uma lei fixa o valor de multa administrativa em número de salários-mínimos.
a) Todos os atos são contrários à Constituição.
b) Apenas um desses atos é contrário à Constituição.
c) Apenas dois desses atos são contrários à Constituição.
d) Apenas três desses atos são contrários à Constituição.
e) Nenhum desses atos é contrário à Constituição.
GABARITO: D

31 (ESAF – 2006 JUIZ DO TRABALHO SUBSTITUTO – TRT 7ª REGIAO)


Suponha que três indivíduos tenham sido denunciados perante órgãos da Administração Pública. Por
conta das denúncias, eles podem até vir a ser processados criminalmente.
Os três indivíduos desejam conhecer a identidade do seu denunciante, mas isso lhes é negado pelos
mesmos órgãos da Administração Pública. Assinale a ação constitucional de que podem se valer para
exigir a revelação da identidade do denunciante.

a) Mandado de segurança individual

b) Mandado de segurança coletivo

c) Habeas corpus

d) Habeas data

e) Ação popular
GABARITO: A
12

32 (ESAF – 2006 JUIZ DO TRABALHO SUBSTITUTO – TRT 7ª REGIAO)


Assinale a opção correta.
a) A Constituição veda todo tratamento diferenciado entre brasileiros que tome como critério o sexo, a
etnia ou a idade dos indivíduos.
b) O direito à incolumidade física expressa caso de direito fundamental absoluto.
c) A liberdade de expressão garantida pela ordem constitucional diz respeito à atividade de
comunicação de fatos verídicos, atuais ou históricos, não alcançando as opiniões em torno deles.
d) A publicação da fotografia de alguém, que causa constrangimento e aborrecimento, pode ensejar
indenização por danos morais.
e) É nulo o processo em que se produz prova ilícita, mesmo que nele haja outras provas, não
decorrentes da prova ilícita, que permitam a formação de um juízo de convicção sobre a causa.
GABARITO: D

33 (ESAF – 2006 JUIZ DO TRABALHO SUBSTITUTO – TRT 7ª REGIAO)


Em que caso haverá invasão ilícita de domicílio:
a) um agente público, munido de determinação judicial, força a sua entrada, à noite, na casa de um
cidadão, para realizar uma busca e apreensão.
b) um agente público ingressa na casa de um cidadão, à noite, em seguida a consentimento oral do
morador.
c) um transeunte, que é médico, força a entrada na casa de um cidadão, depois que vizinhos desse lhe
narram que o morador está passando mal e não tem como solicitar socorro por si mesmo.
d) um particular, para libertar pessoas seqüestradas, que se encontram cativas em uma residência, nela
força a sua entrada, mesmo com a oposição do morador e sem mandado judicial.
e) em seguida a uma enchente, que causa destruição e mortes, particulares ingressam, à noite, numa
das casas atingidas pela calamidade, em busca de feridos, mesmo sem autorização judicial.
GABARITO: A

34 (ESAF – 2006 JUIZ DO TRABALHO SUBSTITUTO – TRT 7ª REGIAO)


Assinale a assertiva errada.
a) A garantia constitucional da ampla defesa possui um conteúdo mínimo que se impõe aos poderes
públicos mesmo que não haja lei disciplinando os seus pormenores.
b) Não há afronta à garantia da ampla defesa no indeferimento, pelo juiz, de prova desnecessária.
c) A garantia da ampla defesa somente tem incidência nas relações jurídicas em que o Estado delas
participe.
d) A garantia da ampla defesa deve ser observada nos processos administrativos que resultam em
demissão de servidor público, civil ou militar, estável ou não.
e) Tanto o habeas corpus como o mandado de segurança podem ser instrumentos idôneos, conforme o
caso, para impugnar decisões de autoridade pública com fundamento na ofensa à garantia da ampla
defesa.

GABARITO: C

35 (ESAF – 2006 JUIZ DO TRABALHO SUBSTITUTO – TRT 7ª REGIAO)


Assinale a opção correta.
a) Para haver a responsabilidade civil do Estado é imprescindível que esteja patente o nexo de
causalidade, direto ou indireto, entre a ação ou a omissão atribuída a seus agentes e o dano causado a
terceiro.
b) O direito de regresso contra o agente público responsável por dano ensejador de responsabilidade
civil do Estado somente se dá em caso de comportamento doloso do agente, não se configurando na
hipótese de o servidor ter agido apenas com culpa em sentido estrito.
c) A responsabilidade civil das pessoas jurídicas de direito privado prestadoras de serviço público é
objetiva quer em relação aos usuários do serviço, quer em relação a pessoas outras que não ostentem
a condição de usuário.
d) Não existe responsabilidade civil do Estado por ato lícito.
e) Tratando-se de ato omissivo do poder público, a responsabilidade civil do Estado por esse ato é
subjetiva, exigindo demonstração de dolo ou culpa em sentido estrito.

GABARITO: E
13

36 (ESAF – 2006 JUIZ DO TRABALHO SUBSTITUTO – TRT 7ª REGIAO)


Suponha que o STF haja declarado, numa ação direta de inconstitucionalidade, a inconstitucionalidade
de norma do Regimento Interno do Tribunal Superior do Trabalho (TST) que permitia seqüestro de bens
de prefeituras que atrasassem o pagamento de débitos trabalhistas resultantes de decisões transitadas
em julgado. Assinale a opção correta.

a) Caberá reclamação perante o STF contra a aplicação de norma idêntica à declarada inconstitucional,
constante do Regimento Interno de outro Tribunal do Trabalho, mesmo que tal norma desse TRT não
tenha sido, ela própria, objeto explícito de ação direta de inconstitucionalidade.

b) O legislador ordinário está proibido constitucionalmente de editar lei com o mesmo teor da regra
julgada inconstitucional.

c) Em decorrência da decisão, somente os débitos trabalhistas resultantes de decisões que hajam


transitado em julgado depois da decisão do STF deixam de ensejar o seqüestro de bens, caso haja o
atraso.

d) Essa decisão do STF somente contará com efeitos erga omnes depois de o Senado Federal
suspender a norma do Regimento Interno declarada inconstitucional.

e) Nada impede, juridicamente, que, apesar da decisão, o TST reedite a mesma norma, no ano seguinte
à prolação do acórdão do STF.
GABARITO: A

37 (ESAF – 2006 JUIZ DO TRABALHO SUBSTITUTO – TRT 7ª REGIAO)


Assinale a opção correta.
a) Uma ação direta de inconstitucionalidade que tenha sido proposta por partido político que tinha
representação no Congresso Nacional, mas que a perde antes do julgamento de mérito da demanda,
deve ser julgada prejudicada.

b) Governadores de Estado têm legitimidade para propor ação declaratória de constitucionalidade tendo
por objeto lei federal.

c) Leis estaduais e municipais podem ser objeto de ação declaratória de constitucionalidade proposta
pelo Presidente da República.

d) A Constituição veda aos tribunais regionais do trabalho exercer o controle incidental de


constitucionalidade de leis estaduais ou municipais.

e) O Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil somente tem legitimidade para propor ação
direta de inconstitucionalidade contra leis que interfiram diretamente nos afazeres, direitos e
prerrogativas dos advogados.
GABARITO: B

38 (ESAF – 2006 JUIZ DO TRABALHO SUBSTITUTO – TRT 7ª REGIAO)


A respeito de uma lei que haja sido declarada inconstitucional pelo Supremo Tribunal Federal em ação
direta de inconstitucionalidade, assinale a opção correta.
a) Nada impede que um juiz de primeiro grau afirme válida a mesma lei, ao julgar um caso concreto.
b) Mesmo diante da declaração de inconstitucionalidade do STF, um tribunal de segunda instância
somente pode deixar de aplicar a lei declarada inconstitucional depois de suscitado e julgado, pelo
Plenário ou órgão especial do mesmo tribunal, o incidente de inconstitucionalidade.
c) O Congresso Nacional fica proibido de editar outra lei de igual teor.
d) Não pode vir a ser declarada constitucional, pelo próprio STF, em julgamento posterior, por meio de
controle incidental.
e) Pode vir a ser declarada válida, se o STF julgar procedente ação rescisória contra a decisão tomada
na ação direta de inconstitucionalidade.

GABARITO: D
14

39 (ESAF – 2006 JUIZ DO TRABALHO SUBSTITUTO – TRT 7ª REGIAO)


A respeito da ação direta de inconstitucionalidade no STF, assinale a opção incorreta.
a) Leis revogadas antes da propositura da ação direta de inconstitucionalidade não são objetos idôneos
dessa demanda.
b) Na ação direta de inconstitucionalidade, a atividade judicante do STF está condicionada pelo pedido,
mas não pela causa de pedir, que é tida como “aberta”.
c) O Advogado-Geral da União deve participar, necessariamente, tanto da ação direta de
inconstitucionalidade como da ação direta de inconstitucionalidade por omissão.
d) O requerente não pode desistir da ação direta de inconstitucionalidade que haja proposto.
e) Leis de efeito concreto não constituem objeto idôneo da ação direta de inconstitucionalidade.
GABARITO: C

40 (ESAF – 2006 JUIZ DO TRABALHO SUBSTITUTO – TRT 7ª REGIAO)


Um dos instrumentos característicos da Federação é a intervenção federal. Assinale a opção que
contém afirmação incorreta sobre a intervenção federal.
a) A intervenção para garantir o livre exercício do Poder Legislativo de um Estado-membro depende de
solicitação ao Presidente da República do poder coacto.
b) Cabe ao STF julgar a representação para fins interventivos, por descumprimento, pelo Estado-
membro, de princípio constitucional sensível.
c) Sujeita-se a intervenção federal o Estado-membro que deixar de aplicar o mínimo exigido da receita
resultante de impostos estaduais nas ações e serviços públicos de saúde.
d) Cabe ao Supremo Tribunal Federal julgar a representação do Procurador-Geral da República para
fins interventivos, no caso de recusa à execução de lei federal.
e) A intervenção federal em Município, situado em Estado-membro, por descumprimento de decisão
trabalhista, não pode ser recusada pelo Presidente da República, se lhe for requisitada pelo Tribunal
Superior do Trabalho.
GABARITO: E

41 (ESAF – 2006 JUIZ DO TRABALHO SUBSTITUTO – TRT MATO GROSSO DO SUL)


Considerando os direitos e garantias fundamentais expressos na Constituição
Federal, assinale a alternativa CORRETA:
a) É livre o exercício de qualquer trabalho, ofício ou profissão, sendo vedadas limitações de qualquer
natureza.
b) As entidades associativas, independentemente de autorização, têm legitimidade para representar
seus filiados judicial ou extrajudicialmente.
c) As associações só poderão ser compulsoriamente dissolvidas ou ter suas atividades suspensas por
decisão judicial, exigindo-se, em ambos os casos, o trânsito em julgado.
d) A sucessão de bens de estrangeiros situados no País será regulada pela lei brasileira em benefício
do cônjuge ou dos filhos brasileiros, sempre que não lhes seja mais favorável a lei pessoal do de cujus.
e) Todos têm direito a receber dos órgãos públicos informações de seu interesse particular, ou de
interesse coletivo ou geral, que serão prestadas no prazo de 30 dias, ressalvadas aquelas cujo sigilo
seja imprescindível à segurança do Estado.
GABARITO: D

42 (ESAF – 2006 JUIZ DO TRABALHO SUBSTITUTO – TRT MATO GROSSO DO SUL)


Com relação ao controle de constitucionalidade, é INCORRETO dizer:
a) É exercido por via de ação e por via de exceção.
b) O controle por via de exceção visa a defesa de interesses subjetivos, produzindo efeito interpartes.
c) O controle direto tem como objeto a defesa do ordenamento jurídico objetivo.
d) O controle por via de ação realiza-se através de: ação direta de inconstitucionalidade; ação direta de
inconstitucionalidade por omissão; ação declaratória de constitucionalidade; argüição de
descumprimento de preceito fundamental; e ação de inconstitucionalidade pela via interventiva.
e) As decisões definitivas de mérito, proferidas pelo Supremo Tribunal Federal nas ações diretas de
inconstitucionalidade, nas ações declaratórias de constitucionalidade e nas ações diretas de
inconstitucionalidade por omissão, produzirão eficácia contra todos e efeito vinculante relativamente aos
demais órgãos do Poder Judiciário e à administração pública direta e indireta, nas esferas federal,
estadual e municipal.
GABARITO: E
15

43 (ESAF – 2006 JUIZ DO TRABALHO SUBSTITUTO – TRT MATO GROSSO DO SUL)


Tratando dos direitos sociais, a Constituição Federal prevê:
I. Participação nos lucros, ou resultados, desvinculada da remuneração, e participação na gestão da
empresa, nos termos de Lei Complementar.
II. Assistência gratuita aos filhos e dependentes desde o nascimento até seis anos em creche e até sete
anos em pré-escolas.
III. Proibição de trabalho noturno, perigoso ou insalubre a menores de dezoito e de qualquer trabalho a
menores de dezesseis anos, salvo na condição de aprendiz, a partir de doze anos.
IV. Repouso semanal remunerado aos domingos.
V. São direitos sociais a educação, a saúde, o trabalho, a moradia, o lazer, a segurança, a previdência
social, a proteção à maternidade e à infância, a assistência aos desamparados, na forma da
Constituição.

Considerando as proposições acima, RESPONDA:


a) Todas as proposições estão incorretas.
b) Todas as proposições estão corretas.
c) Apenas as proposições I e V estão corretas.
d) Apenas a proposição V está correta.
e) Apenas as proposições I e II estão corretas.

GABARITO: D

44 (ESAF – 2006 JUIZ DO TRABALHO SUBSTITUTO – TRT MATO GROSSO DO SUL)


Assinale a alternativa INCORRETA:
a) São brasileiros naturalizados os estrangeiros de qualquer nacionalidade residentes na República
Federativa do Brasil há mais de trinta anos ininterruptos e sem condenação penal, desde que requeiram
a nacionalidade brasileira.
b) São brasileiros natos os nascidos no estrangeiro, de pai brasileiro ou mãe brasileira, desde que
qualquer deles esteja a serviço da República Federativa do Brasil.
c) É privativo de brasileiro nato o cargo de Presidente da Câmara dos Deputados.
d) Será declarada a perda da nacionalidade do brasileiro que tiver cancelada sua naturalização, por
sentença judicial, em virtude de atividade nociva ao interesse nacional.
e) São símbolos da República Federativa do Brasil a bandeira, o hino, as armas e o selo nacionais.

GABARITO: A

45 (ESAF – 2006 JUIZ DO TRABALHO SUBSTITUTO – TRT MATO GROSSO DO SUL)


Assinale a alternativa INCORRETA:
a) Os Estados poderão, mediante lei complementar, instituir regiões metropolitanas, aglomerações
urbanas e microrregiões, constituídas por agrupamentos de municípios limítrofes, para integrar a
organização, o planejamento e a execução de funções públicas de interesse comum.
b) A fiscalização do Município será exercida pelo Poder Legislativo Municipal, mediante controle
externo, e pelos sistemas de controle interno do Poder Executivo Municipal, na forma da lei.
c) Lei federal disporá sobre a utilização, pelo Governo do Distrito Federal, das polícias civil e militar e do
corpo de bombeiros militar.
d) É permitida a vinculação ou equiparação de quaisquer espécies remuneratórias para o efeito de
remuneração de pessoal do serviço público.
e) A União, os Estados, o Distrito Federal e os Municípios instituirão conselho de política de
administração e remuneração de pessoal, integrado por servidores designados pelos respectivos
Poderes.

GABARITO: D
16

46 (ESAF – 2006 JUIZ DO TRABALHO SUBSTITUTO – TRT MATO GROSSO DO SUL)


Assinale a alternativa INCORRETA:
a) O processo legislativo compreende a elaboração de resoluções.
b) A Constituição poderá ser emendada mediante proposta de um quinto, no mínimo, dos membros do
Congresso Nacional.
c) É vedada a edição de medidas provisórias sobre matéria relativa a nacionalidade, cidadania, direitos
políticos, partidos políticos e direito eleitoral.
d) As medidas provisórias terão sua votação iniciada na Câmara dos Deputados.
e) É vedada a reedição, na mesma sessão legislativa, de medida provisória que tenha sido rejeitada ou
que tenha perdido sua eficácia por decurso de prazo.

GABARITO: B

47 (ESAF – 2006 JUIZ DO TRABALHO SUBSTITUTO – TRT MATO GROSSO DO SUL)


A respeito do Poder Constituinte, assinale a alternativa INCORRETA:
a) Segundo aponta a doutrina moderna e conforme o sistema jurídico brasileiro, o exercício do poder
constituinte pertence ao povo.
b) O poder constituinte originário é inicial e ilimitado juridicamente. Inicial porque instaura uma nova
ordem jurídica, rompendo, por completo, com a ordem jurídica anterior. Ilimitado juridicamente porque
não tem que respeitar os limites postos pelo direito anterior.
c) O poder constituinte derivado decorrente advém da capacidade de auto-organização assegurada pela
Constituição Federal aos Estados Membros, estando ele, contudo, limitado às regras traçadas pelo
poder constituinte originário.
d) O poder constituinte originário não deve obediência às cláusulas pétreas e pode, em tese,
estabelecer pena de morte, pena de caráter perpétuo, pena de trabalhos forçados, pena de banimento e
penas cruéis.
e) Atualmente, a única forma de alterar a Constituição Federal vigente é através do exercício do poder
constituinte derivado reformador, o qual se manifesta através de emendas constitucionais.

GABARITO: A

48 (ESAF – 2006 JUIZ DO TRABALHO SUBSTITUTO – TRT MATO GROSSO DO SUL)


Nos termos da Constituição Federal:

I. São órgãos do Poder Judiciário: Supremo Tribunal Federal, Conselho Nacional de Justiça, Superior
Tribunal de Justiça, Tribunais Regionais Federais e Juízes Federais, Tribunais e Juízes do Trabalho,
Tribunais e Juízes Eleitorais, Tribunais e Juízes Militares, Tribunais e Juízes dos Estados e do Distrito
Federal e Territórios.
II. São órgãos da Justiça do Trabalho: Tribunal Superior do Trabalho, Conselho Superior da Justiça do
Trabalho, Tribunais Regionais do Trabalho e Juízes do Trabalho.
III. A lei criará varas da Justiça do Trabalho, podendo, nas comarcas não abrangidas por sua jurisdição,
atribuí-la aos juízes de direito, com recurso para o Tribunal de Justiça do respectivo Estado.
IV. Os Tribunais Regionais do Trabalho instalarão a justiça itinerante, com a realização de audiências e
demais funções de atividade jurisdicional, nos limites territoriais da respectiva jurisdição, servindo-se de
equipamentos públicos e comunitários.
V. O Conselho Nacional de Justiça compõe-se de quinze membros com mais de trinta e cinco e menos
de sessenta e cinco anos de idade, com mandato de 02 (dois) anos, sendo admitida uma recondução.

Considerando as assertivas acima, responda:

a) Todas as assertivas estão corretas.


b) Apenas as assertivas I e III estão corretas.
c) Apenas as assertivas I, IV e V estão corretas.
d) Apenas a assertiva III está incorreta.
e) Apenas a assertivas I e IV estão corretas.

GABARITO: E
17

49 (ESAF – 2006 JUIZ DO TRABALHO SUBSTITUTO – TRT MATO GROSSO DO SUL)


Sobre os direitos e deveres individuais e coletivos, em conformidade com a Constituição
Federal, é INCORRETO dizer:
a) Nenhum brasileiro será extraditado, salvo o naturalizado, em caso de crime comum, praticado antes
da naturalização, ou de comprovado envolvimento em tráfico ilícito de entorpecentes e drogas afins, na
forma da lei.
b) As duas únicas hipóteses de prisão civil por dívida admitidas no Direito Brasileiro são a do devedor
de alimentos, em caso de inadimplemento voluntário e inescusável de obrigação alimentícia, e a do
depositário infiel.
c) Ninguém poderá ser preso senão por ordem escrita e fundamentada da autoridade judiciária
competente, salvo nos casos de transgressão militar ou crime propriamente militar, definidos em lei.
d) São gratuitas as ações de habeas corpus e habeas data, e, na forma da lei, os atos necessários ao
exercício da cidadania.
e) O mandado de segurança coletivo pode ser impetrado por partido político com representação no
Congresso Nacional ou por organização sindical, entidade de classe ou associação legalmente
constituída e em funcionamento há pelo menos um ano, em defesa dos interesses de seus membros ou
associados.
GABARITO: C

50 (ESAF – 2006 JUIZ DO TRABALHO SUBSTITUTO – TRT MATO GROSSO DO SUL)


Considere as proposições abaixo:
I. As Constituições têm por objeto estabelecer a estrutura do Estado, a organização de seus órgãos, o
modo de aquisição do poder e a forma de seu exercício, limites de atuação, assegurar os direitos e
garantias dos indivíduos, fixar o regime político e disciplinar os fins sócio-econômicos do Estado, bem
como os fundamentos dos direitos econômicos, sociais e culturais.
II. Na identificação de José Afonso da Silva, a Constituição possui cinco categorias de elementos:
elementos orgânicos; elementos limitativos; elementos sócio-ideológicos;
elementos de estabilização constitucional e elementos formais de aplicabilidade.
III. Os elementos limitativos acham-se inscritos especialmente no Título II da Constituição Federal do
Brasil sob a rubrica “Dos Direitos e Garantias Fundamentais”, excetuando-se os direitos sociais tratados
no Capítulo II.
IV. São limites circunstanciais ao poder de reforma constitucional a intervenção federal, o estado de
defesa ou o estado de sítio.
V. O Princípio da Supremacia da Constituição, que tem como premissa a rigidez constitucional, é a idéia
central subjacente a todos os sistemas jurídicos modernos.
Analise as proposições acima e responda:
a) Todas as proposições estão corretas.
b) Apenas a proposição IV está incorreta.
c) Apenas a proposição II está incorreta.
d) Todas as proposições estão incorretas.
GABARITO: A

51 (ESAF – 2006 JUIZ DO TRABALHO SUBSTITUTO – TRT MATO GROSSO DO SUL)


No que se refere ao Princípio da Igualdade, assinale a alternativa INCORRETA:
a) Na isonomia formal, a lei e sua aplicação tratam a todos igualmente, sem levar em conta as
distinções de grupo.
b) Embora a Constituição Federal de 1988, no seu art. 5º, reconheça a igualdade no seu sentido
jurídico-formal (igualdade perante a lei), ela contém regras de igualdade material, como, por exemplo, a
proibição de diferença de salário, de critérios de admissão por motivo de sexo, idade, cor ou estado
civil, dentre outras. Assim, a Constituição procura aproximar os dois tipos de isonomia: a formal e a
material.
c) A doutrina e a jurisprudência já se firmaram no sentido de que o princípio da igualdade perante a lei
tem como destinatário primário o intérprete particular e, num segundo momento, o aplicador das
normas, e, por fim, o legislador.
d) Historicamente, a proclamação fática do princípio da igualdade de todos perante a lei data da época
da Revolução Francesa e buscava abolir a sociedade estamental então vigorante.
e) A igualdade perante o juiz decorre da igualdade perante a lei, como garantia constitucional
indissoluvelmente ligada à democracia.
GABARITO: C
18

52 (ESAF – 2006 JUIZ DO TRABALHO SUBSTITUTO – TRT MATO GROSSO DO SUL)


Em conformidade com a Constituição Federal:
I. A iniciativa das leis complementares e ordinárias cabe a qualquer membro ou Comissão da Câmara
dos Deputados, do Senado Federal ou do Congresso Nacional, ao Presidente da República, ao
Supremo Tribunal Federal, aos Tribunais Superiores, ao Procurador-Geral da República e aos cidadãos,
na forma e nos casos previstos na Constituição.
II. A discussão e votação dos projetos de lei de iniciativa do Presidente da República, do Supremo
Tribunal Federal e dos Tribunais Superiores terão início na Câmara dos Deputados.
III. Se o Presidente da República solicitar urgência para apreciação de projetos de lei de sua iniciativa e
a Câmara dos Deputados e o Senado Federal não se manifestarem sobre a proposição em prazo
comum de até quarenta e cinco dias, sobrestar-se-ão todas as demais deliberações legislativas da
respectiva Casa, sem exceção, até que se ultime a votação.
IV. A matéria constante de projeto de lei rejeitado somente poderá constituir objeto de novo projeto, na
mesma sessão legislativa, mediante proposta da maioria absoluta dos membros do Congresso
Nacional.
V. A iniciativa popular pode ser exercida pela apresentação ao Congresso Nacional de projeto de lei
subscrito por, no mínimo, dois por cento do eleitorado nacional, distribuído pelo menos por cinco
Estados, com não menos de três décimos por cento dos eleitores de cada um deles.

Analise as proposições acima e responda:

a) Apenas as assertivas I e II estão corretas.


b) Apenas a assertiva III está incorreta.
c) Todas as assertivas estão corretas.
d) Apenas as assertivas IV e V estão incorretas.
e) Todas as assertivas estão incorretas.

GABARITO: A

53 (FCC – 2005 JUIZ DO TRABALHO SUBSTITUTO – TRT 24ª REGIÃO)


Em relação ao processo de alteração formal da Constituição Federal do Brasil:
(a) A emenda à Constituição será promulgada pelo Presidente da República, com o respectivo número
de ordem.
(b) O texto constitucional poderá ser emendado mediante proposta do Presidente da República das
Mesas da Câmara dos Deputados e do Senado Federal e do Procurador-Geral da República.
(c) A proposta de emenda à Constituição será discutida e votada em cada Casa do Congresso
Nacional, em dois turnos, considerando-se aprovada se obtiver, em ambos, dois terços dos votos
dos respectivos membros.
(d) A Constituição não poderá ser emendada na vigência de intervenção federal, de estado de defesa
ou de estado de sítio.
(e) n.r.a.

GABARITO: D

54 (FCC – 2005 JUIZ DO TRABALHO SUBSTITUTO – TRT 24ª REGIÃO)


Com relação à lei, o sistema brasileiro de controle jurisdicional da constitucionalidade é:
(a) De natureza repressiva e exercido via de ação e exceção.
(b) De natureza repressiva e exercido via de exceção somente.
(c) De natureza preventiva e exercido via de exceção somente.
(d) De natureza preventiva e exercido via de ação e exceção.
(e) De natureza preventiva e repressiva, exercido via de ação somente.

GABARITO: A
19

55 (FCC – 2005 JUIZ DO TRABALHO SUBSTITUTO – TRT 24ª REGIÃO)


Assinale a INCORRETA: É(são) fundamento(s) da República Federativa do Brasil:
(a) Os valores sociais do trabalho e da livre iniciativa.
(b) A cidadania.
(c) A democracia liberal.
(d) O pluralismo político.
(e) A soberania.

GABARITO: C

56 (FCC – 2005 JUIZ DO TRABALHO SUBSTITUTO – TRT 24ª REGIÃO)


NÃO é cláusula pétrea da Constituição Federal:
(a) A proibição de prisão perpétua.
(b) A forma federativa de Estado.
(c) O sistema presidencial de governo.
(d) A separação de poderes.
(e) Os direitos e garantias individuais.

GABARITO: C

57 (FCC – 2005 JUIZ DO TRABALHO SUBSTITUTO – TRT 24ª REGIÃO)


São direitos e deveres previstos no artigo 5º da Constituição da República, que dependem
de lei para a sua regulamentação:
I. A garantia de proteção aos locais de culto religioso e suas liturgias.
II. A prestação de assistência religiosa nas entidades civis e militares de internação coletiva.
III. Indenização por dano material, moral ou à imagem.
IV. A inviolabilidade quanto ao sigilo das comunicações telefônicas.
Considerando o enunciado e as assertivas acima, responda:
(a) Somente a assertiva IV atende ao enunciado da questão.
(b) As assertivas I e IV atendem ao enunciado da questão enquanto que as assertivas II e III não
atendem ao enunciado da questão.
(c) Somente a assertiva III não atende ao enunciado da questão.
(d) Somente a assertiva III atende ao enunciado da questão.
(e) Nenhuma das assertivas atende ao enunciado da questão.

GABARITO: C

58 (FCC – 2005 JUIZ DO TRABALHO SUBSTITUTO – TRT 24ª REGIÃO)


São direitos sociais previstos no artigo 6º da Constituição da República:
I. A educação e a saúde
II. O trabalho e o lazer.
III. A segurança e a previdência social.
IV. A proteção à maternidade e à infância.

Considerando o enunciado e as assertivas acima, assinale a alternativa verdadeira:

(a) Somente a III está incorreta.


(b) Somente a I está correta.
(c) I e IV estão corretas e II e III estão incorretas.
(d) Todas estão incorretas.
(e) Todas estão corretas.

GABARITO: E
20

59 (FCC – 2005 JUIZ DO TRABALHO SUBSTITUTO – TRT 24ª REGIÃO)


Assinale a alternativa correta:
(a) Ninguém será privado de direitos por motivos de crença religiosa ou de convicção filosófica ou
política desde que as invoque para eximir-se de obrigação legal imposta aos brasileiros.
(b) Aquele que invocar crença religiosa ou convicção filosófica ou política para eximir-se de obrigação
legal a todos imposta e recusar-se a cumprir prestação alternativa, fixada em lei, não poderá ser privado
de direitos.
(c) Ninguém será privado de direitos por motivo de crença religiosa ou de convicção filosófica ou
política, salvo se as invocar para eximir-se de obrigação legal a todos imposta e a recusar-se a cumprir
prestação alternativa, fixada em lei.
(d) Aquele que se eximir de cumprir obrigação legal a todos imposta e se recusar a cumprir prestação
alternativa, invocando crença religiosa ou convicção filosófica ou política, será privado de direitos pelo
prazo máximo de dois anos.
(e) Ninguém será privado de direitos por motivos de crença religiosa ou de convicção filosófica ou
política mesmo quando as invoque para eximir-se de obrigação legal a todos imposta e se recuse a
cumprir prestação alternativa, fixada em lei.

GABARITO: C

60 (FCC – 2005 JUIZ DO TRABALHO SUBSTITUTO – TRT 24ª REGIÃO)


A Constituição Federal prevê que:
I. A todos, no âmbito judicial e administrativo, são assegurados a razoável duração do processo e os
meios que garantam a celeridade de sua tramitação.
II. As normas definidoras dos direitos e garantias fundamentais têm aplicação imediata.
III. Qualquer cidadão é parte legítima para propor ação popular que vise a anular ato lesivo ao
patrimônio público ou de entidade de que o Estado participe, à moralidade administrativa, ao meio
ambiente e ao patrimônio histórico e cultural, ficando o autor, salvo comprovada má-fé, isento de custas
judiciais, respondendo, pelo ônus da sucumbência.
IV. Os índios, suas comunidades e organizações são partes legítimas para ingressar em juízo em
defesa de seus direitos e interesses, intervindo o Ministério Público em todos os atos do processo.
V. Ao Conselho Superior da Justiça do Trabalho cabe exercer, na forma de seu Estatuto, a supervisão
administrativa e financeira da Justiça do Trabalho de primeiro e segundo graus, como órgão central do
sistema, cuja decisões terão efeito vinculante.
Considerando as assertivas, responda:
(a) Todas as alternativas estão corretas.
(b) Apenas as alternativas II e III estão corretas.
(c) Apenas as alternativas I, II, e III estão corretas.
(d) A alternativa IV é a única correta.
(e) Apenas as alternativas I , II , e IV estão corretas.

GABARITO: E

61 (FCC – 2005 JUIZ DO TRABALHO SUBSTITUTO – TRT 24ª REGIÃO)


Sobre a responsabilidade do Estado por atos de seus agentes que causem danos a terceiros,
prevista no parágrafo 6º do artigo 37 da Constituição Federal, é INCORRETO afirmar que:
(a) No dispositivo constitucional está compreendida a regra de responsabilidade civil objetiva do Poder
Público.
(b) No dispositivo constitucional está compreendida a regra de responsabilidade subjetiva do agente
causador do dano.
(c) O Estado responde civilmente, ressalvado direito regressivo contra os causadores do dano,
independentemente de dolo ou culpa.
(d) O Direito Brasileiro adota a Teoria do Risco.
(e) É necessário que o agente, ao causar o dano, aja nessa qualidade.

GABARITO: C
21

62 (FCC – 2005 JUIZ DO TRABALHO SUBSTITUTO – TRT 24ª REGIÃO)


Na conformidade da Constituição Federal:
I. Os Tribunais Regionais do Trabalho poderão funcionar descentralizadamente, constituindo Câmaras
regionais, a fim de assegurar o pleno acesso do jurisdicionado à justiça em todas as fase do processo.

II. O produtor, o parceiro, o meeiro e o arrendatário rurais e o pescador artesanal, bem como os
respectivos cônjuges, que exerçam suas atividades em regime de economia familiar, sem empregados
permanentes, contribuirão para a seguridade social mediante a aplicação de uma alíquota sobre o
resultado da comercialização da produção e farão jus aos benefícios nos termos da lei.

III. Todos têm direito ao meio ambiente ecologicamente equilibrado, bem de uso comum do povo e
essencial à sadia qualidade de vida, impondo-se ao Poder Público e à coletividade o dever de defendê-
lo e preservá-lo para as presentes e futuras gerações.

IV. Os tratados e convenções internacionais sobre direitos humanos que forem aprovados, em cada
Casa do Congresso Nacional, em dois turnos, por três quintos de votos dos respectivos membros, serão
equivalentes às emendas constitucionais.

V. As decisões definitivas de mérito, proferidas pelo Supremo Tribunal Federal, nas ações diretas de
inconstitucionalidade e nas ações declaratórias de constitucionalidade produzirão eficácia contra todos
e efeito vinculante, relativamente aos demais órgãos do Poder Judiciário e à administração pública
direta e indireta, nas esferas federal, estadual e municipal.

Analise as proposições acima e responda:

(a) Apenas as proposições II e IV estão corretas.


(b) Todas as proposições estão corretas.
(c) Apenas a proposição II está incorreta.
(d) Todas as proposições estão incorretas.
(e) As proposições I, II, III e V estão incorretas.

GABARITO: B