Você está na página 1de 16

Evonik - Capricórnio

PR-0432-0-A4-025-001

PPRA
Programa de Prevenção
de Riscos Ambientais

Sistema de Gestão de SMS


PROGRAMA

Nº PR-0432-0-A4-025-001
PPRA – Programa de Prevenção de Riscos Ambientais Rev. 0
Fl. 1/15

Rev. Data Descrição Executado Verificado Aprovado


0 25/02/15 Emissão Inicial PEC/JMn JMn NDF

SISTEMA DE GESTÃO DE SEGURANÇA,


MEIO AMBIENTE E SAÚDE OCUPACIONAL

Propriedade e uso exclusivo da GENPRO Engenharia S.A. Nenhuma parte deste documento pode ser copiada,
reproduzida ou transmitida de qualquer forma ou por qualquer meio, sem autorização expressa desta empresa.

FR-SMS-001 Rev. C
PR-0432-0-A4-025-001
Rev. 0

SUMÁRIO
Folha

DADOS CADASTRAIS 3 

1  OBJETIVO DO PROGRAMA 5 

2  REFERÊNCIAS 5 

3  TERMOS E DEFINIÇÕES 5 

4  RESPONSABILIDADES 6 

4.1  Do SESMS 6 
4.2  Dos Colaboradores 6 
4.3  Do Designado Responsável pelo Cumprimento dos Objetivos da NR 5 6 
4.4  Do Gerente de Construção e Montagem 7 

5  DIREITOS DOS COLABORADORES 7 

6  CARACTERÍSTICAS DO PROGRAMA 7 

7  CARGOS E EFETIVO DO PESSOAL 7 

8  DESCRIÇÃO DE ATIVIDADES 8 

9  ANTECIPAÇÃO E RECONHECIMENTO DOS RISCOS 9 

9.1  Reconhecimento dos Riscos 10 


9.2  Prioridades e Metas de Avaliação e Controle 10 
9.3  Avaliação Qualitativa Controle do Agente Físico Ruído 10 

10  EPI – EQUIPAMENTO DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL 13 

10.1  Equipamentos de Proteção Coletiva 13 

11  CRONOGRAMA 14 

12  REGISTRO, MANUTENÇÃO E DIVULGAÇÃO DOS DADOS 14 

13  LOCAL E DATA 14 

14  RESPONSÁVEIS PELA ELABORAÇÃO 14 

FR-SMS-001 Rev. C 2 de 15
PR-0432-0-A4-025-001
Rev. 0

DADOS CADASTRAIS

CONTRATADA

Razão Social GENPRO ENGENHARIA S.A.

Endereço Rua Formosa, 75 – 4º andar

Bairro Centro

Cidade São Paulo – SP

CEP 01049-000

Telefone (011) 4890-9001

CNPJ 00.753.622/0001- 90

Grau de Risco 1

CNAE 7112-0/00

Atividade Serviços Técnicos de Engenharia

CONTRATANTE

Razão Social EVONIK DEGUSSA BRASIL LTDA.

Endereço Al. Campinas, 579 – 3º ao 12º andar

Bairro Bela Vista

Cidade S. Paulo – SP

CEP 01404-010

FR-SMS-001 Rev. C 3 de 15
PR-0432-0-A4-025-001
Rev. 0

DADOS COMPLEMENTARES

Local de Prestação dos Rua Florindo Cibin, 7000


Serviços Vila Louricilda
Americana – SP

Grau de Risco do Local de 4 (Obras Civis e Instalações Industriais)


Prestação dos Serviços

Nº Máx. de Trabalhadores 11 (admite alteração)


no Pico dos Serviços

Prazo dos Serviços 13 meses, com início em fev/2015

Resp. pelo cumprimento André L. M. Centurion


do Programa Gerente de Construção e Montagem
centurion@genpro.com.br

Resp. pela elaboração Paulo Eduardo Castello Branco Rocha


do PPRA Engenheiro de Segurança do Trabalho
CREA/SP 5060346608
paulo.processo@genpro.com.br

Escopo dos Serviços Gerenciamento de Construção e Montagem

FR-SMS-001 Rev. C 4 de 15
PR-0432-0-A4-025-001
Rev. 0

1 OBJETIVO DO PROGRAMA

Este PPRA – Programa de Prevenção de Riscos Ambientais da GENPRO Engenharia


tem como objetivo preservar a saúde e a integridade dos colaboradores, através da
antecipação, reconhecimento, avaliação e consequente controle da ocorrência de riscos
ambientais existentes ou que venham a existir no ambiente de trabalho, tendo também
em consideração a proteção do meio ambiente e dos recursos naturais.

2 REFERÊNCIAS

Para a estruturação, o desenvolvimento, a definição das responsabilidades, o tratamento


das informações e demais características deste PPRA foi considerado o atendimento
pleno da seguinte legislação:

• NR 9 – Programa de Prevenção de Riscos Ambientais


publicação
– Portaria GM nº 3.214 de 08/06/78
alteração/atualizações
– Portaria SSST nº 25 de 29/12/94
– Portaria MTE nº 1.297 de 13/08/2014

Para fins de planejamento e execução deste programa, em todas as suas fases, foram
considerados o conhecimento e a percepção que os colaboradores têm do processo
de trabalho e dos riscos ambientais presentes.

3 TERMOS E DEFINIÇÕES

Para os efeitos do presente programa, aplicam-se os seguintes termos e definições:

Riscos Ambientais

Os agentes físicos, químicos e biológicos existentes nos ambientes de trabalho que, em


função de sua natureza, concentração ou intensidade e tempo de exposição, são
capazes de causar danos à saúde do trabalhador.

Agentes Físicos

As diversas formas de energia a que possam estar expostos os trabalhadores, tais como
ruído, vibrações, pressões anormais, temperaturas extremas, radiações ionizantes,
radiações não ionizantes, bem como o infrassom e o ultrassom.

Agentes Químicos

As substâncias, compostos ou produtos que possam penetrar no organismo pela via


respiratória, nas formas de poeiras, fumos, névoas, neblinas, gases ou vapores, ou que,
pela natureza da atividade de exposição, possam ter contato ou ser absorvidos pelo
organismo através da pele ou por ingestão.

FR-SMS-001 Rev. C 5 de 15
PR-0432-0-A4-025-001
Rev. 0

Agentes Biológicos

As bactérias, fungos, bacilos, parasitas, protozoários, vírus, entre outros.

EPI – Equipamento de Proteção Individual

Meio ou dispositivo de uso exclusivamente pessoal, destinado a neutralizar, preservar e


proteger a saúde e/ou a integridade física dos colaboradores.

EPC – Equipamento de Proteção Coletiva

Todo e qualquer equipamento utilizado para eliminar ou neutralizar os agentes agressivos


ao meio laboral, visando à preservação da saúde e/ou integridade física dos
colaboradores.

GHE – Grupo Homogêneo de Exposição

Grupo de colaboradores que experimentam exposição semelhante, de forma que o


resultado fornecido pela avaliação da exposição de qualquer colaborador do grupo seja
representativo da exposição do restante dos colaboradores do mesmo grupo. Um Grupo
Homogêneo de Exposição é a base para avaliação de exposições dos colaboradores a
agentes ambientais agressivos nos locais de trabalho. Na sua concepção um GHE
corresponde a um grupo de colaboradores sujeito a condições em que ocorram idênticas
probabilidades de exposição a um determinado agente. A homogeneidade resulta do fato
da distribuição de probabilidade de exposição poder ser considerada a mesma para todos
os membros do grupo, não implicando em concluir que todos eles necessitem sofrer
idênticas exposições num mesmo dia.

4 RESPONSABILIDADES

4.1 Do SESMS

O SESMS (Setor de Segurança, Meio Ambiente e Saúde Ocupacional) é responsável por


elaborar, estabelecer, implementar e assegurar o cumprimento deste programa como
atividade permanente da empresa.

4.2 Dos Colaboradores


Os colaboradores da GENPRO, indistintamente, são responsáveis por:

– colaborar e participar na implantação e execução deste programa;

– seguir as orientações recebidas nos treinamentos oferecidos dentro deste programa;

– informar ao seu superior hierárquico direto ocorrências que, a seu julgamento, possam
implicar riscos à saúde dos colaboradores.

4.3 Do Designado Responsável pelo Cumprimento dos Objetivos da NR 5

É responsável por analisar este programa e suas alterações e complementações.

FR-SMS-001 Rev. C 6 de 15
PR-0432-0-A4-025-001
Rev. 0

4.4 Do Gerente de Construção e Montagem

O Gerente de Construção e Montagem é responsável pelo cumprimento deste programa


por toda a equipe de Gerenciamento de Construção e Montagem alocada no canteiro de
obras.

5 DIREITOS DOS COLABORADORES

Os colaboradores interessados têm o direito de apresentar propostas ao SESMS e


receber informações e orientações a fim de assegurar a proteção aos riscos ambientais
eventualmente identificados neste programa.

O SESMS informará os trabalhadores através da Intranet GENPRO sobre os eventuais


riscos ambientais que possam originar-se nos locais de trabalho e sobre os meios
disponíveis para prevenir ou limitar tais riscos e para proteger-se deles.

Na ocorrência de riscos ambientais nos locais de trabalho que coloquem em situação de


grave e iminente risco um ou mais colaboradores, estes podem interromper de imediato
as suas atividades, comunicando o fato ao superior hierárquico direto para as devidas
providências. O procedimento da GENPRO nº PE-SMS-016 – Segurança nos Trabalhos
estabelece como responsabilidade dos colaboradores procederem desta forma, para
qualquer tipo de risco à sua saúde e ao bem estar de si próprio ou de qualquer outro
colaborador.

6 CARACTERÍSTICAS DO PROGRAMA

Este programa foi desenvolvido para a GENPRO Engenharia pelo seu Setor de
Segurança, Meio Ambiente e Saúde Ocupacional, para os serviços de Gerenciamento de
Construção e Montagem do Projeto Capricórnio da Evonik, com a participação de seus
colaboradores, sendo sua abrangência e profundidade definidas de acordo com as
características dos riscos e das necessidades de controle para o tipo de serviços
prestados e atividades realizadas pelos seus colaboradores. Esta abrangência será
ampliada sempre que necessário, ou mediante negociação coletiva de trabalho.

O programa é parte integrante do conjunto mais amplo das iniciativas da empresa no


campo da preservação da saúde e da integridade dos trabalhadores, e está em
consonância com o disposto nas demais Normas Regulamentadoras, em especial com a
NR 7 PCMSO – Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional.

7 CARGOS E EFETIVO DO PESSOAL

São os seguintes os cargos existentes e o efetivo do pessoal:

Efetivo
Cargos
(sujeito a alteração)
Gerente de Construção e Montagem 1

Coordenador de Projeto 1

Supervisor de Planejamento 1

FR-SMS-001 Rev. C 7 de 15
PR-0432-0-A4-025-001
Rev. 0

Efetivo
Cargos
(sujeito a alteração)
Técnico de Segurança do Trabalho 1

Supervisor de Construção Civil 1

Supervisor de Montagem (Mecânica/Tubulação) 1


Supervisor de Montagem (Elétrica/Instrumentação) 1
Supervisor de Almoxarifado 1
Auxiliar de Almoxarifado 1
Arquivista 1
Projetista 1

8 DESCRIÇÃO DE ATIVIDADES

Para a realização dos serviços de Gerenciamento de Construção Civil e Montagem


Eletromecânica as atividades desenvolvidas pelos colaboradores da GENPRO são,
individualmente por cargo:

Cargos Atividades

Coordena toda a equipe GENPRO de Gerenciamento


de Construção e Montagem e é responsável pelo
cumprimento efetivo dos requisitos de qualidade,
SMS, custos e prazos estabelecidos, garantindo a
Gerente de Construção e Montagem
satisfação do cliente e da GENPRO. Realiza reuniões
com o cliente e com as empreiteiras para
acompanhamento da evolução da obra. Pode
eventualmente ir ao canteiro de obras.
Supervisiona os serviços de recebimento, conferencia,
armazenagem e distribuição e controle de produtos,
Supervisor de Almoxarifado
equipamentos e materiais no almoxarifado. Poderá
eventualmente ir ao canteiro de obras.
Auxilia as tarefas do supervisor de Almoxarifado.
Recebe, confere, armazena e distribui produtos,
Auxiliar de Almoxarifado
materiais e equipamentos. Poderá eventualmente ir
ao canteiro de obras.
Coordena os serviços de projeto de todas as
Disciplinas de Engenharia, acompanhando sua
elaboração e planejamento. Controla o
Coordenador de Projeto
desenvolvimento dos trabalhos de projeto, tanto no
aspecto físico como financeiro. Pode eventualmente
ir ao canteiro de obras.
Esclarece dúvidas por parte das empreiteiras sobre a
correta interpretação dos documentos de engenharia
elaborados pela GENPRO, complementa, sempre que
Projetista
necessário, o projeto elaborado nos escritórios
GENPRO, envolvendo atividades tais como
modificações para evitar interferências e adaptação do
FR-SMS-001 Rev. C 8 de 15
PR-0432-0-A4-025-001
Rev. 0

Cargos Atividades

projeto às condições locais. Pode eventualmente ir


ao canteiro de obras.
Coordena e controla o desenvolvimento da construção
e montagem com relação ao cronograma, metas e
Supervisor de Planejamento custos, acompanha o progresso físico e financeiro da
obra, analisa eventuais desvios e propõe soluções.
Pode eventualmente ir ao canteiro de obras.
Coordenar e garante a aplicação dos processos e
procedimentos de saúde, meio ambiente e segurança
do trabalho da equipe GENPRO de Gerenciamento de
Construção e Montagem, e supervisiona/fiscaliza
Técnico de Segurança do Trabalho
estes processos e procedimentos das empreiteiras. A
maior parte de seu trabalho é no canteiro de obras.
Poderá executar trabalho em altura e em
ambientes confinados.
Supervisiona/fiscaliza os trabalhos e processos
produtivos de construção civil que estão sendo
realizados pelas empreiteiras, esclarece dúvidas de
Supervisor de Construção Civil
projeto, zelando pelo cumprimento do cronograma e
metas. A maior parte de seu trabalho é no canteiro
de obras. Poderá executar trabalho em altura.
Supervisiona/fiscaliza os trabalhos e processos
produtivos de montagem mecânica e de tubulação que
estão sendo realizados pelas empreiteiras, esclarece
Supervisor de Montagem
dúvidas de projeto, zelando pelo cumprimento do
(Mec./Tubulação)
cronograma e metas. A maior parte de seu trabalho
é no canteiro de obras. Poderá executar trabalho
em altura e em ambientes confinados.
Supervisiona/fiscaliza os trabalhos e processos
produtivos de montagem elétrica e de instrumentação
que estão sendo realizados pelas empreiteiras,
Supervisor de Montagem
esclarece dúvidas de projeto, zelando pelo
(Elétrica/Instrum.)
cumprimento do cronograma e metas. A maior parte
de seu trabalho é no canteiro de obras. Poderá
executar trabalho em altura.
organiza e mantém atualizada e disponível ao grupo
de Gerenciamento da GENPRO e às empreiteiras a
Arquivista
documentação técnica do projeto, controla e
disponibilizar os documentos de referência recebidos.

9 ANTECIPAÇÃO E RECONHECIMENTO DOS RISCOS

Para a antecipação dos riscos, foram analisadas as instalações típicas de obra de


construção civil e montagem eletromecânica de instalações industriais, as atividades
realizadas pelos colaboradores e os métodos e processos de trabalho, visando identificar
os riscos potenciais, para que em seguida fossem introduzidas medidas de proteção para
a redução ou eliminação dos riscos identificados.

FR-SMS-001 Rev. C 9 de 15
PR-0432-0-A4-025-001
Rev. 0

9.1 Reconhecimento dos Riscos

9.1.1 Riscos Químicos

Não foram identificados agentes químicos presentes nos ambientes de trabalho que,
em função de sua natureza, concentração ou intensidade e tempo de exposição, fossem
capazes de causar danos à saúde do colaborador.

9.1.2 Riscos Biológicos

Não foram identificados agentes Biológicos presentes nos ambientes de trabalho que,
em função de sua natureza, concentração ou intensidade e tempo de exposição, fossem
capazes de causar danos à saúde do colaborador.

9.1.3 Riscos Físicos

O agente físico Ruído, pela natureza dos trabalhos de construção e montagem e


atividades realizadas pelos colaboradores, está presente no local de trabalho, podendo
apresentar valores que possam causar danos à saúde do colaborador.

9.2 Prioridades e Metas de Avaliação e Controle

Definiu-se como prioridade avaliar qualitativamente do agente físico Ruído e como meta
adotar medidas de redução/eliminação deste agente, se necessário.

9.3 Avaliação Qualitativa Controle do Agente Físico Ruído

9.3.1 Geral

As características do agente físico Ruído são:

– principal fonte geradora: Veículos, Máquinas e Equipamentos


• caminhões basculante, Munch, Betoneira, guindaste e similares,
• empilhadeiras, rolo compressor, escavadeira e similares,
• compressores, máquina de jato, máquina de solda, serras, furadeira, lixadeira,
policorte, vibradores, escova rotativa e similares;

– trajetória: difusa, através do ar;

– funções expostas e nº de trabalhadores: todos os cargos, exceto Arquivista.

– atividades e tipo de exposição: Os seguintes GHEs – Grupos Homogêneos de


Exposição de colaboradores sujeitos a condições em que ocorram idênticas
probabilidades de exposição ao agente físico Ruído foram definidos, baseados nas
atividades realizadas:

• GHE 1: Técnico de Segurança do Trabalho, Supervisor de Construção Civil,


Supervisor de Montagem Mecânica/Tubulação, Supervisor de Montagem
Elétrica/Instrumentação.

FR-SMS-001 Rev. C 10 de 15
PR-0432-0-A4-025-001
Rev. 0

• GHE 2: Gerente de Construção e Montagem, Supervisor de Planejamento,


Coordenador de Projeto, Projetista, Supervisor de Almoxarifado, Auxiliar de
Almoxarifado
• GHE 3: Arquivista – Não exposto
A exposição do GH 1 e GH 2 ocorre no canteiro de obras próximo a veículos,
máquinas e equipamentos, de forma ocasional e intermitente, não habitual e nem
permanente.

– não há casos reportados na empresa indicativos de possível comprometimento da


saúde em decorrência deste agente;

– o agente quando em valores excessivos pode causar de danos leves à audição até a
surdez;

– limites de tolerância: 85 dB (A) / 8h

9.3.2 Análise e Avaliação do Potencial de Riscos

Segundo diretriz da AIHA (American Industrial Hygiene Association) para classificação da


exposição, efeitos à saúde e potencial de risco, temos:

Grau de Exposição

Grau Conceito
Exposição Desprezível/ Insignificante/ Ocasional - em condições normais de
1 trabalho, o contato dos trabalhadores com o agente durante a execução das
atividades é praticamente inexistente ou a níveis irrelevantes.
Exposição Pequena - em condições normais de trabalho, o contato dos
2 trabalhadores com o agente é esporádico, por curto espaço de tempo e a níveis
baixos. Tempo Estimado de Exposição por Jornada menor que 0,5 h.
Exposição Moderada - em condições normais de trabalho, o contato dos
3 trabalhadores com o agente é frequente e a níveis médios, ou esporádico e a
níveis altos. Tempo Estimado de Exposição por Jornada entre 0,5 e 4,0 h.
Exposição Significante - em condições normais de trabalho, o contato dos
trabalhadores com o agente é frequente e a níveis altos. O trabalhador
4
permanece a maioria de sua jornada perto das fontes de emissão. Tempo
Estimado de Exposição por Jornada entre 4,0 e 6,0 h.

Efeitos à Saúde

Grau Conceito
Efeitos nocivos (adversos) subclínicos ou leves, reversíveis. Incluem-se
1
substâncias químicas de toxicidade muito baixa.
Efeito adversos reversíveis de moderados a severos que não deixam sequelas,
ou efeitos irreversíveis que não conduzem à incapacidade de exercer as
2
atividades pertinentes à função. Incluem-se substâncias químicas de baixa
toxicidade a moderada.

FR-SMS-001 Rev. C 11 de 15
PR-0432-0-A4-025-001
Rev. 0

Efeitos adversos irreversíveis que conduzem a incapacidade de exercer


atividades na função, mas não impedem a continuidade de vida, embora possa
3
ocorrer diminuição de sua qualidade. Incluem-se substâncias químicas de
toxicidade alta, ruído excessivo, vibração excessiva.
Efeitos que causam risco de morte. Incluem-se substâncias químicas de
4 toxicidade muito alta, como os asfixiantes químicos, calor excessivo e radiação
ionizante.

Potencial de Risco

Potencial de Risco = Grau de Exposição x Efeito à Saúde

Grau de Exposição Potencial de Risco

1 2 3 4 1 a 2 – Desprezível
Efeito à Saúde

4 4 8 12 16 3 a 6 – Pequeno

3 3 6 9 12 8 a 9 – De Atenção (requer monitoramento)

2 2 4 6 8 12 a 16 – Sério (requer monitoramento)

1 1 2 3 4

Avaliação do Potencial de Risco

Grau de
Grau de Potencial de
GHE Cargo Efeitos à
Exposição Risco
Saúde
Técnico de Segurança do Trabalho
Supervisor de Constr. Civil 6
1 2 3
Supervisor de Montagem Mecânica/Tubulação (Pequeno)
Supervisor de Montagem Elétrica/Instrum.

Gerente de Construção e Montagem


Supervisor de Planejamento
Coordenador de Projeto 3
2 1 3
Projetista (Pequeno)
Supervisor de Almoxarifado
Auxiliar de Almoxarifado

Não há
3 Arquivista - -
exposição

9.3.3 Medidas de Controle

Uso obrigatório de protetor auricular tipo plug durante a exposição, como caráter
preventivo.

FR-SMS-001 Rev. C 12 de 15
PR-0432-0-A4-025-001
Rev. 0

10 EPI – EQUIPAMENTO DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL

Para as atividades no canteiro de obras, os seguintes EPIs devem ser utilizados:

A – Vestimenta de Algodão
B – Botina de Segurança de Couro, Cano Curto, com Biqueira de PVC
C – Capacete de Segurança com Jugular
D – Óculos de Segurança com Proteção Lateral
E – Protetor Auricular Tipo Plug
F – Cinto de Segurança Tipo Paraquedista, Talabarte Duplo (para trabalhos em altura)

A frequência de utilização, conforme GHE/Cargo é indicada abaixo:

EPI
GHE Cargo
A B C D D F
Técnico de Segurança do Trabalho
Supervisor de Constr. Civil
1 R R R R R E
Supervisor de Montagem Mecânica/Tubulação
Supervisor de Montagem Elétrica/Instrum.
Gerente de Construção e Montagem
Supervisor de Planejamento
Coordenador de Projeto
2 E E E E E -
Projetista
Supervisor de Almoxarifado
Auxiliar de Almoxarifado

3 Arquivista - - - - - -

Legenda
R: Rotina
E: Eventual

10.1 Equipamentos de Proteção Coletiva

Os Equipamentos de Proteção Coletiva no ambiente de trabalho serão providenciados


pela empreiteiras que executam as atividades de construção e montagem, sendo
constituídos, dentre outros, de:

– cercas e telas de isolamento;

– tapumes e barreiras de proteção para áreas escavadas;

– extintores de incêndio;

– passarelas e guarda-corpos;

– sinalização de segurança.

FR-SMS-001 Rev. C 13 de 15
PR-0432-0-A4-025-001
Rev. 0

11 CRONOGRAMA

2015 2016
Ações e Metas a Serem Realizadas
fev mar abr mai jun jul ago set out nov dez jan fev
1 Antecipação e Reconhecimento dos Riscos X
2 Avaliação dos Riscos X
3 Adoção de Medidas de Controle X
Estabelecimento das Prioridades e Metas
4 X
de Avaliação e Controle
5 Emissão do PPRA X
6 Divulgação do PPRA aos colaboradores X
Fornecimento, Controle e Treinamento de
7 X X X X X X X X X X X X X
EPIs
8 Monitoramento da Exposição ao Ruído X X
9 Análise Global do PPRA e Renovação X

12 REGISTRO, MANUTENÇÃO E DIVULGAÇÃO DOS DADOS

Este PPRA, bem como todos os registros a ele associados, será elaborado na forma
eletrônica e a seguir impressa. A forma impressa será devidamente assinada pelos
responsáveis pela elaboração.

Os dados serão mantidos organizados, de forma a constituir um histórico técnico e


administrativo do desenvolvimento do PPRA, por um período mínimo de 20 anos.

A forma eletrônica da última revisão do PPRA estará disponível a todos os colaboradores


na Intranet da GENPRO, no módulo Sistema de SMS.

A forma impressa da última revisão será mantida no arquivo do SESMS, e as revisões


anteriores serão mantidas no Arquivo Morto da empresa.

Ambas as formas, eletrônica e impressa, estão disponíveis para as autoridades


competentes.

13 LOCAL E DATA

São Paulo, 26 de fevereiro de 2015.

14 RESPONSÁVEIS PELA ELABORAÇÃO

FR-SMS-001 Rev. C 14 de 15
PR-0432-0-A4-025-001
Rev. 0

__________________________________________________________

FR-SMS-001 Rev. C 15 de 15