Você está na página 1de 10

RESPOSTAS – CURSO FUNDAMENTOS DA

INTEGRAÇÃO REGIONAL: O MERCOSUL


QUESTÃO: Com a concretização da revisão do Protocolo de Ouro Preto, o
aprofundamento
institucional do Mercosul fez com que o bloco:
RESPOSTA: Nenhuma das alternativas está correta.
QUESTÃO: Até meados de 2006, a normativa Mercosul havia sido incorporada
aos respectivos
ordenamentos jurídicos dos Estados-Partes em:
RESPOSTA: 30% das normas encaminhadas pelo GMC.
QUESTÃO: Entre as principais constatações do Grupo de Reflexão Prospectiva
sobre o
Mercosul, criado ao final do governo do Presidente Fernando Henrique Cardoso,
está:
RESPOSTA: a questão do déficit de incorporação das normas do Mercosul aos
ordenamentos
jurídicos internos.
QUESTÃO: O processo de integração do Mercosul:
RESPOSTA: é muito distante do modelo europeu, no qual as partes reconhecem
que, ao
assumir os compromissos, aceitam limitar sua capacidade de agir
unilateralmente.
QUESTÃO: A fim de acelerar a incorporação da normativa dos órgãos de
integração pelo
Estado brasileiro, as seguintes iniciativas podem ser tomadas:
RESPOSTA: outorgar, por meio de emenda constitucional, um tratamento
diferenciado e mais
ágil às normas emanadas dos órgãos do Mercosul e submetidas à aprovação
congressual.
QUESTÃO: Ainda figuram como exceções no cronograma de reduções tarifárias
do Mercosul:
RESPOSTA: bens de capital e bens de informática e telecomunicações.
QUESTÃO: A Secretaria do Mercosul, no início, cumpriu papel unicamente
administrativo e
burocrático, e hoje tem também a função de:
RESPOSTA: avaliar continuamente o desenvolvimento da integração, de prestar
apoio técnico
e de contribuir para a construção de uma visão comum efetiva do Mercosul.
QUESTÃO: O Parlamento do Mercosul poderá sanar duas grandes debilidades
do bloco:
RESPOSTA: permitindo o debate prévio das normas do Mercosul e legitimando
aquelas
adotadas pelos órgãos decisórios do bloco.
QUESTÃO: Com a instituição, dentro do Parlamento do Mercosul, dos partidos
políticos em
âmbito transnacional (famílias políticas), espera-se:
RESPOSTA: a construção de uma visão regional da integração.
QUESTÃO: Dizer que "a integração deve estar unida não apenas à agenda do
desenvolvimento", significa que:
RESPOSTA: o processo de integração deve voltar-se para as dimensões
política, social e
cultural.
QUESTÃO: Constitui falha básica na metodologia de integração do Mercosul:
RESPOSTA: Todas as alternativas estão corretas.

QUESTÃO: No que diz respeito à integração dos poderes judiciários no âmbito


do Mercosul,
pode-se destacar a seguinte iniciativa:
RESPOSTA: a previsão, no Protocolo de Olivos, de solicitação de opiniões
consultivas a serem
dirigidas ao Tribunal Permanente de Revisão pelas mais altas cortes dos
Estados membros.
QUESTÃO: O aperfeiçoamento da disciplina tarifária do Mercosul:
RESPOSTA: deve respeitar as assimetrias existentes entre os sócios, que
impõem diferentes
ritmos e velocidades
QUESTÃO: O Parlamento do Mercosul pode ser considerado uma conquista da
cidadania, pois
sua criação contou com o apoio de:
RESPOSTA: organizações não governamentais e dos Parlamentos nacionais
QUESTÃO: O FOCEM destina-se a:
RESPOSTA: corrigir os desequilíbrios entre as economias menores e regiões
menos
desenvolvidas do bloco, além de apoiar o fortalecimento de sua estrutura
institucion al e do
processo de integração.
QUESTÃO: Na primeira e segunda etapa da implementação da representação
cidadã, o Brasil
contou, respectivamente, com:
RESPOSTA: 37 e 75 parlamentares.
QUESTÃO: A legitimidade democrática afeta a eficácia do processo de
integração, pois:
RESPOSTA: existe pouco compromisso com as decisões tomadas no âmbito
institucional do
Mercosul por parte de atores governamentais e não-governamentais, que
encontram
dificuldades para aplicar normas a respeito das quais não foram consultados.
QUESTÃO: Entre as principais constatações do Grupo de Reflexão Prospectiva
sobre o
Mercosul, criado ao final do governo do Presidente Fernando Henrique Cardoso,
está:
RESPOSTA: a questão do déficit de incorporação das normas do Mercosul aos
ordenamentos
jurídicos internos.
QUESTÃO: Os acordos setoriais, previstos no Art. 5º do Tratado de Assunção,
representam um
dos instrumentos para a constituição de um mercado comum e têm o objetivo
de:
RESPOSTA: otimizar a utilização e mobilidade dos fatores de produção e
alcançar escalas
operativas eficientes.
QUESTÃO: Inicialmente, o processo de integração tinha como eixo e fio condutor
a ideia de
celebração de acordos setoriais entre os Estados-Partes, para aproveitar:
RESPOSTA: as vantagens comparativas das estruturas produtivas para baratear
o produto final
e permitir uma inserção mais competitiva da região no mercado internacional.
QUESTÃO: As etapas de integração em ordem crescente quanto ao grau de
profundidade dos
vínculos que se criam nas economias são:
RESPOSTA: zona de preferência tarifária, zona de livre comércio, união
aduaneira, mercado
comum, união econômica monetária, união política.
QUESTÃO: Dentre as etapas da integração regional, a chamada Zona de
Preferência Tarifária
caracteriza-se por:
RESPOSTA: assegurar os níveis tarifários preferenciais para o grupo de países
que conformam
a Zona.
QUESTÃO: Sobre o sistema de solução de controvérsias da OMC, é correto
afirmar:
RESPOSTA: é sensivelmente mais efetivo que aquele com que contava o GATT
e pode ser
considerado como um avanço do poder jurídico sobre o poder político.
QUESTÃO: O Mercosul não se caracteriza por:
RESPOSTA: possuir um direito comunitário que vincula diretamente os
indivíduos.
QUESTÃO: Não é característica do modelo comunitário europeu:
RESPOSTA: métodos decisórios baseados unicamente no consenso.
QUESTÃO: O Mercado Comum difere da União Aduaneira porque:
RESPOSTA: os países membros devem seguir os mesmos parâmetros para
fixar as políticas
monetária, cambial e fiscal.
QUESTÃO: A ALALC, substituída pela ALADI, teve como característica
fundamental criar, entre
seus onze membros:
RESPOSTA: níveis tarifários preferenciais.
QUESTÃO: Não constitui meta da OMC:
RESPOSTA: inibir a formação de blocos econômicos, os quais poderão
representar entraves à
liberalização do comércio multilateral.
QUESTÃO: Entre outros países, que integram a União Europeia:
RESPOSTA: Luxemburgo e Eslovênia.
QUESTÃO: O órgão máximo da União Europeia é:
RESPOSTA: Conselho Europeu.
QUESTÃO: Ao Grupo Mercado Comum compete:
RESPOSTA: implementar os objetivos do Mercosul, além de supervisionar o seu
funcionamento, e examinar as questões de grande complexidade que lhe sejam
encaminhadas
em maior nível de detalhe que o Conselho Mercado Comum.
QUESTÃO: O Conselho do Mercado Comum é:
RESPOSTA: órgão encarregado de traçar as grandes linhas do processo de
integração regional
do Mercosul.
QUESTÃO: Os países membros da ALALC estavam dispostos a engajarem-se
na proposta de
abertura comercial:
RESPOSTA: só até um certo ponto.
QUESTÃO: Ao Tribunal Administrativo-Trabalhista compete:
RESPOSTA: resolver conflitos e reclamações de natureza administrativo-
trabalhista de
funcionários da Secretaria Mercosul.
QUESTÃO: É da competência do Tribunal Permanente de Revisão do Mercosul:
RESPOSTA: emitir laudo definitivo sobre as controvérsias que lhe são
encaminhadas, que pode
confirmar, modificar ou revogar a fundamentação jurídica e as decisões dos
Tribunais Arbitrais
Ad Hoc.
QUESTÃO: De acordo com o Tratado de Assunção:
RESPOSTA: a ampliação das atuais dimensões de seus mercados nacionais,
através de
integração, constitui condição fundamental para acelerar seus processos de
desenvolvimento
econômico com justiça social.
QUESTÃO: O primeiro dos instrumentos estabelecidos pelo Tratado de
Assunção foi:
RESPOSTA: um programa de liberalização comercial, consistindo em reduções
tarifárias
progressivas, lineares e automáticas com o objetivo de chegar-se à tarifa zero
em 31/12/1994,
e eliminação de restrições não tarifárias ou de quaisquer medidas de efeito
equivalente.
QUESTÃO: A estrutura do Parlamento do Mercosul tem por modelo a estrutura:
RESPOSTA: da Comissão Parlamentar Conjunta do Mercosul.
QUESTÃO: Na etapa de área de livre comércio, os produtos circulam entre os
países membros:
RESPOSTA: sem pagar tarifas.
QUESTÃO: Subordinam-se ao Grupo do Mercado Comum:
RESPOSTA: a Secretaria do Mercosul e o Foro Consultivo Econômico e Social.
QUESTÃO: A criação do Parlamento do Mercosul consagra e reafirma o seguinte
princípio
estratégico:
RESPOSTA: um espaço permanente da política e da cidadania, na estrutura
institucional de um
processo de integração, equilibra o sistema democrático e possibilita a
incorporação da vasta
pluralidade ideológica dos Países Membros.
QUESTÃO: Das Constituições dos Estados Parte do Mercosul, a que melhor
recepciona as
normas do Mercosul é, sem sombra de dúvida, a:
RESPOSTA: da Argentina.
QUESTÃO: O Mercosul caracteriza-se, na qualidade de agente econômico,
como um espaço
pouco atraente para investimentos em decorrência de:
RESPOSTA: insegurança jurídica e falta de previsibilidade de efetividade
normativa.
QUESTÃO: Na questão das assimetrias de tamanho, as fortes diferenças entre
as economias
que conformam o Mercosul geraram:
RESPOSTA: visões estruturalmente diferentes no que diz respeito ao grau de
institucionalização exigido pelo projeto de integração, e também quanto à
conveniência de se
criar órgãos supranacionais.
QUESTÃO: A maior debilidade do Mercosul reside no déficit de:
RESPOSTA: incorporação das Normas Mercosul.
QUESTÃO: Sobre a incorporação das normas Mercosul ao ordenamento jurídico
brasileiro,
pode-se afirmar:
RESPOSTA: as normas Mercosul de natureza meramente regulamentar, de
competência do
Poder Executivo, são introduzidas na normativa brasileira por meio de decretos
e portarias.
QUESTÃO: A Consulta Parlamentar, em sua origem, consistiu em:
RESPOSTA: mecanismo que surgiu de acordo, por meio do qual, de um lado, o
Conselho do
Mercado Comum se comprometeu a enviar à Comissão Parlamentar Conjunta,
no momento
de sua negociação, todas as normas que requeiram aprovação congressual, e,
de outro lado, a
Comissão se comprometeu a viabilizar tramitação mais ágil às matérias que
tenham recebido
seu parecer favorável.

QUESTÃO: No caso do Brasil, uma lei posterior tem o poder de:


RESPOSTA: revogar um tratado internacional se suas disposições conflitam
com aquela.
QUESTÃO: Desde o início do processo de integração, a configuração
institucional do Mercosul
obedeceu a um modelo de caráter intergovernamental, desenvolvendo-se de
forma
gradualista, ou seja:
RESPOSTA: criando novos organismos, de acordo com as exigências que o
dinamismo do
processo demandasse, mas partindo de uma base mínima que lhe daria a
segurança
institucional inicial.
QUESTÃO: A harmonização da legislações nas áreas pertinentes é um dos mais
importantes
instrumentos previstos pelo:
RESPOSTA: Tratado de Assunção.
QUESTÃO: É desafio para o Mercosul nos próximos anos, exceto:
RESPOSTA: expansão do Mercosul para o restante da América do Sul e
América Central.
QUESTÃO: Algumas dificuldades para o avanço da integração do Mercosul
fizeram-se sentir já na segunda fase desse processo (1992 a 1994), entre elas:
RESPOSTA: a resistência dos setores industriais brasileiro e argentino, bem
como do setor agrícola brasileiro.
QUESTÃO: Inovação trazida ao sistema intergovernamental instalado pelo
Protocolo de Ouro Preto foi a determinação de que o Conselho do Mercado
Comum pudesse se reunir:
RESPOSTA: semestralmente, quantas vezes julgar oportuno.
QUESTÃO: Entre as competências do Parlamento Europeu não está:
RESPOSTA: definir a política econômica a ser adotada pelo bloco.
QUESTÃO: Como segundo instrumento destinado a propiciar a formação de
uma área de livre
comércio e, em seguida, de uma união aduaneira, o Tratado de Assunção
estipulou:
RESPOSTA: a coordenação de políticas macroeconômicas e setoriais, com
foros té cnicos de
negociação para a coordenação destas políticas, nos campos agrícola,
industrial, trabalhista e
em vários outros.
QUESTÃO: A Tarifa Externa Comum (TEC), criada pela Decisão n° 22/94, do
Conselho do
Mercado Comum (CMC), permite a adoção de listas nacionais de exceções a
ela, além de listas
setoriais, uma vez que ela é:
RESPOSTA: instrumento de fundamental importância para o equilíbrio do
desenvolvimento
industrial e tecnológico de empresas locais que não conseguiriam enfrentar a
concorrência
externa, embora não seja aconselhável sua duração no longo prazo.
QUESTÃO: O modelo comunitário europeu possui os seguintes traços de
supranacionalidade
RESPOSTA: todas as alternativas estão corretas.
QUESTÃO: A União Europeia hoje caracteriza um bloco econômico na etapa de
RESPOSTA: União Econômica Monetária.
QUESTÃO: No que diz respeito às decisões, o Parlamento do Mercosul
representa substancial
avanço em relação à Comissão Parlamentar Conjunta, uma vez que:
RESPOSTA: suas deliberações ocorrem por meio de voto individual dos p
arlamentares que
integram as delegações, ao passo que na Comissão as decisões se davam por
consenso.
QUESTÃO: O Mercosul é um processo de integração econômica regional que
objetiva a
construção de um Mercado Comum, e as suas metas básicas, fixadas no artigo
1º do Tratado
de Assunção, podem ser assim alinhadas:
RESPOSTA: eliminação das barreiras tarifárias e não tarifárias no comércio
entre os países
membros, adoção de uma Tarifa Externa Comum (TEC), coordenação de
políticas
macroeconômicas, livre comércio de serviços, livre circulação de mão-de -obra
e livre
circulação de capitais.
QUESTÃO: O fluxo de produtos provenientes de terceiros países dentro da área
de livre comércio do Mercosul deve dispensar, como previsto, o pagamento de
direitos aduaneiros, o que, efetivamente:
RESPOSTA: ainda não vem acontecendo.
QUESTÃO: Sobre o Parlamento do Mercosul, é correto afirmar:
RESPOSTA: terá como um de seus propósitos a promoção da democracia, da
liberdade, da paz
e do desenvolvimento sustentável, com justiça social.
QUESTÃO: Sobre a disciplina constitucional acerca da hierarquia dos tratados
no ordenamento
jurídico brasileiro, pode-se dizer que:
RESPOSTA: os tratados de direitos humanos equiparam-se a emendas
constitucionais, desde
que aprovados na forma do § 3° do art. 5° da Constituição (em cada Casa do
Congresso
Nacional, em dois turnos, por três quintos dos votos dos respectivos membros).
QUESTÃO: A seguinte Decisão do Conselho do Mercado Comum busca o
aperfeiçoamento da
união aduaneira no Mercosul:
RESPOSTA: Decisão n° 10, de 2010, que aprovou as diretrizes para a
eliminação da dupla
cobrança da TEC e distribuição da renda aduaneira.
QUESTÃO: A formação de blocos econômicos é tendência representativa de:
RESPOSTA: modelo de integração regional no mundo globalizado.
QUESTÃO: Do ponto de vista econômico-comercial, a grande falha apresentada
pelo Mercosul
consiste na sua:
RESPOSTA: incapacidade de se constituir efetivamente como um território
aduaneiro único.
QUESTÃO: Com o Tratado de Assunção dá-se início, no "jargão mercosulino",
à fase de
transição, ou à etapa em que são estabelecidos:
RESPOSTA: os instrumentos para a conformação de um espaço econômico
integrado,
constituído por uma área de livre comércio e por uma união aduaneira, passos
iniciais na rota
de um mercado comum.
QUESTÃO: Pode-se dizer que a regionalização e a multilateralização são
tendências que
resultaram, entre outras, das seguintes condições:
RESPOSTA: o fim da Guerra Fria e os recentes avanços no campo da
tecnologia.
QUESTÃO: A assinatura do Protocolo de Ouro Preto, em 1994, que estabeleceu
uma estrutura
institucional para o bloco, dotou-o de:
RESPOSTA: personalidade jurídica de direito internacional.
QUESTÃO: O Mercosul é o resultado de:
RESPOSTA: pelo menos três décadas de tentativas de integração regional sob
a forma de associações de livre comércio, congregando todos os países da
América do Sul.
QUESTÃO: De acordo com a OMC e o GATT, uma zona de livre comércio
deveria abarcar pelo
menos:
RESPOSTA: 80% dos produtos comercializados entre seus países membros.
QUESTÃO: União Europeia e Mercosul são blocos econômicos, que se
encontram,
respectivamente, nas seguintes etapas de integração:
RESPOSTA: União Econômica e Monetária; União Aduaneira (imperfeita).
QUESTÃO: O Tratado de Assunção determinou, ainda, a adoção de uma tarifa
externa comum
para terceiros países e com este instrumento pretende-se que:
RESPOSTA: todos os países membros cobrem a mesma tarifa para um mesmo
produto,
quando essa mercadoria for importada de fora da zona econômica integrada de
comércio.
QUESTÃO: Sobre a aprovação, por parte do Congresso Nacional do Brasil, de
tratados relat ivos
ao Mercosul, é correto afirmar:
RESPOSTA: o Presidente da República não é obrigado enviar ao Congresso
Nacional, p ara
aprovação, tratados que tenha negociado previamente no plano internacional.
QUESTÃO: São considerados avanços da Organização Mundial do Comércio
(OMC) em relação
ao GATT:
RESPOSTA: sistema de solução de controvérsias mais efetivo e agenda mais
ampla, que inclui,
além do comércio de bens, temas como serviços, compras governamentais,
propriedade
intelectual e meio ambiente.
QUESTÃO: A adoção de acordos setoriais com o objetivo de otimizar a utilização
e mobilida de
dos fatores de produção e alcançar escalas operativas eficientes é:
RESPOSTA: instrumento que poderia elevar a escala de produção e tornar os
produtos da
região mais competitivos no mercado internacional, e que não vem sendo
utilizado pelos
agentes econômicos regionais.
QUESTÃO: O Protocolo de Ouro Preto representa:
RESPOSTA: um novo patamar jurídico para o Mercosul, ao conferir-lhe
personalidade jurídica
de Direito Internacional, o que lhe permitiu, daí em diante, celebrar acordos e
tratados com
outros Estados, agrupamentos de países e organismos internacionais.
QUESTÃO: No Protocolo de Olivos, pode-se afirmar que a etapa conciliatória:
RESPOSTA: tornou-se facultativa.
QUESTÃO: Quanto ao sistema de solução de controvérsias do Mercosul, o
Protocolo de O livos,
que sucedeu o Protocolo de Brasília, trouxe as seguintes inovações:
RESPOSTA: todas as alternativas estão corretas.
QUESTÃO: É correto afirmar sobre a globalização:
RESPOSTA: é um fenômeno que, visto de um prisma puramente econômico,
consiste na
internacionalização da produção, sendo que a regionalização e a
multilateralização foram
respostas encontradas pelos países para lhe fazer face.