Você está na página 1de 10

INTERESSADOS NESSE PORTFÓLIO, EU CONFECCIONO

COM O MAIOR PRAZER. COMPLETAMENTE BEM


ELABORADO, TÉCNICO, DIGNO DE UM EXCELENTE
PERANTE A AVALIAÇÃO DOS SEUS TUTORES. 3 ANOS DE
EXPERIÊNCIA COM MONITORIA ACADÊMICA NACIONAL E
INTERNACIONAL. WHATSAPP 31 996812207

PRODUÇÃO TEXTUAL INTERDISCIPLINAR EM GRUPO

Temática Interdisciplinar: Viabilidade Econômica de Investimentos


Curso Curso Superior de Tecnologia em Gestão Semestre:
Financeira 3º/4º
Disciplinas Análise de crédito, Cobrança e Risco, Mercado de Capitais,
integradoras Elaboração e Análise de projetos, Capital de giro e Análise das
Demonstrações Financeiras e Planejamento Tributário
Professores Cleverson Neves, Renato José, Magno Gomes, Alessandra
Petrechi e André Machado.
Conteúdos Mercado de Capitais e Crédito; Avaliação de Investimentos e
interdisciplinares Planejamento Tributário.
Competência Conhecer os fundamentos da gestão financeira
Habilidades O aluno deverá ser capaz de conhecer e aplicar investimentos
e financiamentos que garantam a criação de valor em áreas
como avaliação de investimentos, reorganização de negócios,
impostos e gestão de riscos, tesouraria e capital de giro.
Objetivos de Entender o funcionamento da gestão financeira.
aprendizagem
Prezados alunos,
Sejam bem-vindos a este semestre!
A proposta de Produção Textual Interdisciplinar em Grupo (PTG) terá como
temática: O novo plano estratégico da companhia “GFIN S.A”, empresa do segmento
metal mecânico, fornece peças para indústria automobilística nacional e internacional,
e a partir deste planejamento pretende se manter competitiva frente as novas realidades
mercadológicas.
Escolhemos esta temática para possibilitar a aprendizagem interdisciplinar dos
conteúdos desenvolvidos nas disciplinas desse semestre.

Leia as orientações sobre o conteúdo do trabalho, depois as orientações


gerais. Na sequência desenvolva as atividades solicitadas pelos professores. Para
escrever o trabalho siga a descrição apresentada na Matriz para desenvolvimento da
atividade interdisciplinar em grupo. Lembre-se, um bom trabalho acadêmico precisa
de tempo para ser bem elaborado e por isso, não deixe para a última hora.

ORIENTAÇÕES DA PRODUÇÃO TEXTUAL

O que fazer?
Na Produção Textual em Grupo (PTG) vocês deverão, num primeiro momento,
conhecer a Situação Geradora de Aprendizagem (SGA) “
Num segundo momento, vocês deverão se envolver com a Situação Geradora
de Aprendizagem (SGA), inserindo-se nesse contexto para realizar as tarefas previstas.
Para realizar essas tarefas, sigam as orientações fornecidas nesse material e embasem-
se em fundamentações teóricas diversas (livros das disciplinas, teleaulas, web aulas e
outros materiais complementares, sejam estes indicados pelos professores ou
pesquisados por vocês).
ORIENTAÇÕES PARA A EXECUÇÃO DO TRABALHO

• O trabalho será realizado em GRUPOS composto por no mínimo 2 alunos e


máximo de 7 alunos;
• A formação dos grupos é de responsabilidade dos alunos; no entanto,
solicitamos que sigam as orientações passadas pelo tutor sobre a formação dos grupos..
Importante: somente o líder do grupo conseguirá cadastrar o trabalho na área restrita.
• A produção textual é um trabalho original e, portanto não poderá haver
trabalhos idênticos ao de outros alunos.
• A pesquisa é fundamental para o bom desenvolvimento do trabalho. Você pode
ler e utilizar os materiais disponíveis das disciplinas do semestre, nas “Referências
Digitais” de cada disciplina e outros materiais de pesquisa disponíveis na biblioteca
digital e/ou na internet. Todos os materiais utilizados como fonte da pesquisa devem
constar nas referências no final da produção textual.

ORIENTAÇÕES PARA FORMATAÇÃO DO TRABALHO

Na correção da sua produção textual será considerada: a originalidade do texto


(não é permitido cópias de materiais consultados, exceto as citações, figuras e gráficos
referenciados de acordo com as normas da ABNT), habilidade de escrita por meio da
coesão, coerência, objetividade e clareza nas informações redigidas e, correção dos
cálculos quando houver. O texto deve ser redigido respeitando as regras ortográficas
vigentes.
Sugestão: O aluno a partir do 3º semestre deve escrever a produção textual
consultando as orientações do livro da disciplina de Metodologia Científica,
principalmente a unidade 3.
Para referência com relação as normas, acesse a Biblioteca Digital, clique em
“Padronização” e escolha as opções “Trabalhos acadêmicos – Apresentação”. Nesta
opção você terá acesso às exigências quanto à estrutura da produção, ou seja, a
ordenação correta dos itens que compõem um trabalho acadêmico (capa, folha de rosto,
introdução, desenvolvimento, conclusão e referências). Você também deve acessar e
baixar o “Modelo para elaboração de Trabalho Acadêmico”, neste item você encontrará
um modelo em Word e que já vem com estrutura formatada, você deve substituir os
conteúdos que estão neste modelo pelo conteúdo da sua produção textual. A correta
formatação do trabalho também é alvo da avaliação.
A produção textual deverá conter no mínimo 8 páginas textuais, isto é, contando
apenas as páginas que aparecem os itens Introdução, Desenvolvimento e Conclusão.
O título de trabalho deve ser: Produção Textual em Grupo
O grupo deve postar o trabalho na pasta específica obedecendo o prazo limite
de postagem conforme disposto no cronograma do curso. Não existe prorrogação para
a postagem da atividade.
A produção textual em grupo deverá ser apresentada, leia as orientações no item
instruções para apresentação do trabalho.
Lembre-se que seu tutor eletrônico está à disposição pelo sistema de
mensagens para lhe atender em suas dúvidas e também repassar orientações sempre
que você precisar. Aproveite esta oportunidade para realizar um trabalho com a
qualidade exigida de um trabalho acadêmico de nível universitário.
SITUAÇÃO GERADORA DE APRENDIZAGEM (SGA)

A companhia “GFIN S.A” é do segmento metal mecânico e fornece peças para


indústria automobilística nacional e internacional. A GFIN S.A. está no mercado há mais
de três décadas e, por este motivo já passou por diversos ciclos econômicos. A
companhia periodicamente elabora um novo plano estratégico para que possa se
manter competitiva frente as novas realidades mercadológicas.
Para o novo plano estratégico, os analistas financeiros da companhia estão
pensando em investir na área de infraestrutura, uma vez que o mercado nacional já
demonstra sinais de recuperação econômica e o mercado internacional está se tornando
cada vez mais competitivo.
Diante dessa realidade é preciso analisar a possibilidade de realizar
investimentos na ordem de R$ 25.000.000,00 na área de infraestrutura para atender as
demandas do mercado nacional e, investimentos na ordem R$ 30.000.000,00 para
atender o mercado internacional. Assim, a companhia, vê a possibilidade de realizar
dois investimentos distintos, sendo um destinado as operações voltadas ao mercado
nacional e outro para o mercado internacional.
Após construída e analisada todas as etapas para a elaboração dos projetos de
investimentos no mercado nacional e mercado internacional, é de suma importância
verificar a viabilidade econômica e financeira dos projetos de investimentos.
A análise da viabilidade econômica está voltada para as análises dos ativos
(recursos financeiros, humanos, bens permanentes e materiais), onde mostra a
capacidade do projeto em gerar lucro e verificar a capacidade de retorno do capital
investido (investimento inicial) no projeto ou empreendimento. Assim, após estimado o
investimento inicial, suas receitas e custos foi possível projetar as estimativas de fluxo
de caixa líquido para os próximos períodos.
Projeto 1 - Infraestrutura Mercado Nacional.

Projeto 2 - Infraestrutura Mercado Internacional.


Além do compromisso em manter a empresa competitiva, os analistas têm a
preocupação com os resultados financeiros dos investimentos e, seus reflexos sobre o
preço das ações que são negociados na Bolsa de Valores na economia nacional. Dessa
forma, é preciso também tomar decisões que venham a garantir o valor de mercado da
companhia para os próximos anos.
A seguir apresentamos a Demonstração de Resultados do Exercício (DRE) e o
Balanço Patrimonial (BP) dos últimos anos:
Demonstração de Resultados do Exercício (DRE)
DRE 2015 2016
Receita Líquida 3.000.000,00 3.300.000,00
(-) Deduções de Receitas 30.000,00 33.000,00
(=) Receitas Operacionais Líquidas 2.970.000,00 3.267.000,00
(-) CMV (Custo da Mercadoria Vendida) 2.400.000,00 2.568.000,00
(=) Lucro Bruto / Resultado em Vendas 570.000,00 699.000,00
(-) Despesas operacionais/Custos Fixos 360.000,00 360.000,00
(=) Resultado Operacional 210.000,00 339.000,00
(+) Receitas Financeiras / não operacionais 4.000,00 2.800,00
(-) Despesas Financeiras / não operacionais 5.000,00 8.000,00
(=) Lucro antes do IR 209.000,00 333.800,00
(-) IR (27,5%) 57.475,00 91.795,00
(=) Lucro Líquido 151.525,00 242.005,00

Balanço Patrimonial (BP)


ATIVO 2015 2016
CIRCULANTE 1.500.000,00 1.490.000,00
Disponível 50.000,00 44.000,00
Aplicações Financeiras 45.000,00 40.000,00
Outros Créditos 5.000,00 6.000,00
Duplicatas a receber 950.000,00 850.000,00
Estoques 450.000,00 550.000,00
NÃO CIRCULANTE 780.000,00 660.000,00
REALIZAVEL A LONGO PRAZO 780.000,00 660.000,00
Imóveis 180.000,00 170.000,00
Maquinas/Equipamentos 350.000,00 290.000,00
Veículos 250.000,00 200.000,00
Total Ativo 2.280.000,00 2.150.000,00

PASSIVO 2015 2016


CIRCULANTE 1.340.000,00 1.575.000,00
Empréstimos bancários 300.000,00 430.000,00
Duplicatas Descontadas 40.000,00 55.000,00
Fornecedores 800.000,00 900.000,00
Outras Obrigações 200.000,00 190.000,00
NÃO CIRCULANTE 440.000,00 235.000,00
EXIGÍVEL A LONGO PRAZO 440.000,00 235.000,00
Financiamentos 440.000,00 235.000,00
PATRIMÔNIO LIQUÍDO 500.000,00 340.000,00
Capital + Reservas 400.000,00 250.000,00
Lucros Acumulados 100.000,00 90.000,00
Total Passivo 2.280.000,00 2.150.000,00

Considerando as demonstrações financeiras e contábeis da companhia, o


primeiro passo é analisar a viabilidade dos investimentos e a situação financeira da
empresa, uma vez que é preciso compreender os aspectos de solvência, liquidez,
endividamento, rentabilidade e lucratividade.
SITUAÇÃO-PROBLEMA:
Diante do contexto apresentado, você e seu grupo devem auxiliar a equipe de
analistas financeiros no sentido de realizar algumas análises com o objetivo de obter
informações suficientes para tomada de decisão com relação aos seguintes aspectos:
1. Verificar qual é a Taxa mínima de retorno esperada pelos investidores e
decidir se a TMR é considerada atrativa para emissão de novas ações no mercado.
2. Elaborar um roteiro com as principais práticas de governança corporativa.
3. Verificar qual dos investimentos (mercado nacional ou internacional) vai
gerar maiores resultados financeiros e valor de mercado para companhia.
4. Realizar a análise de solvência, liquidez, endividamento, rentabilidade e
lucratividade da empresa para verificar se as condições econômicas e financeiras
da empresa permite a realização desse investimento.
5. Apontar as principais diferenças entre evasão fiscal e elisão fiscal
considerando que a GFIN possui personalidade jurídica de sociedade anônima de
capital abeto estando obrigada a optar pelo regime de tributação Lucro Real,
Saiba, que não haverá a possibilidade para realizar os dois investimentos ao
mesmo tempo, por isso será necessário optar por um dos investimentos. As demais
informações para que você e sua equipe possam realizar este trabalho serão
apresentados ao decorrer das atividades. (Não esqueça que algumas informações já
foram apresentadas anteriormente)

INFORMAÇÕES ADICIONAIS -SGA

PASSO 1
A emissão de novas ações no mercado primário, foi a estratégia adotada pela
empresa para melhorar a sua performance econômico-financeira e garantir novos
investimentos para o projeto de expansão de infraestrutura. No entanto, para esse
processo de emissão de novas ações, a equipe gestora identificou dois pontos
importantes a serem observados:
Taxa mínima de retorno (TMR) esperada pelos investidores para serem sócios
da empresa.
I. Estratégias de Governança Corporativa.
Neste contexto, o grupo deve elaborar os seguintes passos.
Conforme análise setorial, as ações de empresas do setor Metal Mecânico
apresentam um nível de risco beta de 1,2. A taxa para aplicações em renda fixa (RF) é
6% ao ano, e o esperado retorno do mercado é de 12,67% ao ano. Com base nessas
informações é preciso determinar a taxa de retorno mínima (TMR) exigida pelos
investidores para comprarem ações da “GFIN S.A”.
Para atrair os acionistas, é necessário investir em mecanismos de governança
corporativa que propiciem a geração de valor de longo prazo para a empresa e
possibilite ao investidor acesso a informações financeiras tempestivas e transparentes.
Sendo assim, elabore um roteiro com as principais práticas de governança
corporativa que a “GFIN S.A” deve adotar para alcançar o nível mais alto de
governança corporativa da BM&FBOVESPA o “Novo Mercado”.
Com relação à análise de projetos de investimentos, um ponto importante, é o
entendimento sobre a importância da linha do tempo em relação aos cálculos utilizados
na análise. Os critérios a serem considerados são aqueles que se baseiam no fluxo de
caixa e no valor do dinheiro no tempo.
É a partir do fluxo de caixa, que serão estimados os cálculos dos índices de
viabilidade do projeto, determinando sua aceitação ou rejeição. Assim os alunos
deverão calcular o indicador de viabilidade, Valor Presente Líquido e os indicadores de
risco, TIR e PAYBACK descontado. Com esses indicadores calculados os analistas
deveram elaborar um relatório justificando a aceitação ou rejeição dos projetos.
Como o objetivo da empresa é optar por apenas um investimento, mercado
interno ou externo, os alunos deverão indicar qual dos projetos é mais vantajoso para a
empresa justificando o porquê do projeto escolhido, para isso deverão considerar uma
taxa mínima atratividade, o valor encontrado no cálculo do CAPM.
PASSO 2
Para verificar se a empresa “GFIN S.A” possui suporte financeiro para realizar
os investimentos, torna-se necessário avaliar a sua situação financeira, para
compreender aspectos de solvência da companhia, para tal, é preciso realizar as
análises baseadas em modelos de discriminação linear.
Estes modelos buscam revelar a situação financeira da empresa, bem como, as
condições de pagamento que esta possui, considerando suas dívidas de curto e longo
prazo, e tem como função explicitar a previsibilidade de insolvência para empresas
tomadoras de crédito.
Considerando então que a GFIN S.A pensa em tomar créditos, é sugerido que
seja efetuado a análise de discriminação Linear baseada no modelo de previsão de
insolvência de Kanitz como ferramenta para estabelecer o grau de problemas
financeiros existente de acordo com os dados fornecidos na Demonstração de
Resultados do Exercício (DRE) e do Balanço Patrimonial (BP). É importante frisar que
este modelo tem como base cinco índices extraídos de demonstrações contábeis e tem
como objetivo prever em um futuro próximo os problemas nas gestões econômico-
financeiras das organizações.

Modelo Econométrico analítico de discriminação Linear;


Z Kanitz = 0,05 X1 + 1,65 X2 + 3,55 X3 – 1,06 X4 – 0,33 X5
Legenda;
X1 lucro líquido/ patrimônio liquido
X2 ativo circulante + ativo realizável a longo prazo/ exigível total
X3 ativo circulante - estoque / passivo circulante
X4 ativo circulante / passivo circulante
X5 exigível a longo prazo / patrimônio liquido

É importante ressaltar que você e seu grupo irão analisar situação da solvência
da GFIN por meio do modelos de Kanitz considerando os dados contábeis e financeiros
do ano de 2016. Esses poderão ser obtidos no Balanço Patrimonial e Demonstração de
Resultados.
Após empregar os dados no Modelo Econométrico analítico de discriminação
Linear, será encontrado o valor de Z Kanitz, após encontrado tal valor, utilize a tabela 1
para norteá-lo o relatório que o grupo deverá elaborar para os diretores da empresa
sobre o grau de solvência e situação financeira econômica da empresa quando da
oportunidade de tomar empréstimos.

Tabela 1 - Escala do modelo de Kanitz


Escala Z:
Classificação
Faixa de valores
Entre 0 e 7 Empresas sem problemas financeiros - solventes
Entre 0 e -3 Empresas com situações financeiras indefinidas
Entre -3 e -7 Empresas enfrentando problemas financeiros - insolventes

PASSO 3
A realidade tributária brasileira é notoriamente complexa, sendo um dos
componentes do chamado “custo Brasil”.
Existem dezenas de tributos exigidos em nosso país, entre impostos, taxas e
contribuições. O excesso de tributação inviabiliza muitas operações e cabe ao
administrador tornar possível, em termos de custos, a continuidade de determinados
produtos e serviços, num preço compatível com o que o mercado consumidor deseja
pagar.
Não obstante, há ainda a edição de grande quantidade de normas que regem o
sistema tributário, oriundas dos 3 entes tributantes (União, Estados e Municípios). E
ainda, há dezenas de obrigações acessórias que uma empresa deve cumprir para tentar
estar em dia com o fisco: arquivos digitais, declarações, formulários, livros, guias, etc.
Desta forma, o grande volume de informações e sua contínua complexidade
acabam dificultando a aplicação de rotinas e o planejamento. As pessoas responsáveis
pelo setor de tributos das empresas dispõem de pouco tempo pode dedicar ao estudo
das legislações pertinentes, resignando-se ao cumprimento das rotinas e recolhimento
dos tributos, às vezes de forma imprecisa ou incorreta.
Portanto, a adoção de uma metodologia de trabalho, de forma regular e
planejada, pelo menos dará condições á empresa de buscar nas pessoas envolvidas o
melhor de seus conhecimentos e percepções, para enfrentarem o “dilúvio tributário” a
que estão sujeitas diariamente.
Agora que fizemos os principais apontamentos que devem ser resolvidos com
um bom planejamento tributário, realize algumas pesquisas sobre o regime tributário
Lucro Real, considerando os seguintes aspectos.
a) Com base no conteúdo apresentado nos links abaixo e também no material
de estudo das aulas e atividades de planejamento tributário, aponte as principais
diferenças entre evasão fiscal e elisão fiscal.
b) Como a empresa apresentada neste estudo de caso possui personalidade
jurídica de sociedade anônima de capital aberto, a mesma está obrigada a optar pelo
regime de tributação Lucro Real. Faça uma breve análise sobre as principais situações
que obrigam uma empresa a se tributar pelo Lucro Real.
Segue alguns links para aprofundar os seus estudos a respeito da temática em
questão e depois desenvolver as atividades propostas:
Disponível em:
http://rfranklin.adv.br/planejamento-tributario-uma-ferramenta-essencial-para-o-
seu-negocio/ - Acesso em 13 jul. 18.
http://rfranklin.adv.br/category/videos/ - Acesso em 13 jul. 18.
https://blog.cefis.com.br/o-que-e-o-lucro-real/ - Acesso em 13 jul. 18

NORMAS PARA ELABORAÇÃO E ENTREGA DA PRODUÇÃO TEXTUAL

MATRIZ PARA DESENVOLVIMENTO DA ATIVIDADE INTERDISCIPLINAR


EM GRUPO
Introdução
Parte inicial onde se deve expor a finalidade e os objetivos da atividade e outros
elementos que situam o leitor no texto.
Desenvolvimento
O desenvolvimento é a parte principal do trabalho. Deve-se expor o assunto
tratado de forma pormenorizada e ordenada. Assim, responda as questões propostas
criando um texto de sua autoria, com base nos passos apresentados nas
INFORMAÇÕES ADICIONAIS -SGA

No desenvolvimento, você demonstra que dá conta do tema: aprofunda


conceitos, defende ideias e também apresenta os argumentos de outros autores.
Neste texto é preciso que você alie suas explicações sobre os assuntos cobrados
pelos professores com a leitura do artigo proposto. Utilize citações literais e conceituais
sobre o tema a ser dissertado, e não esqueça de que deve estar nas normas da ABNT.
Utilize para consulta também os materiais da disciplina de Metodologia Científica.

Conclusão ou Considerações Finais


Aqui então será apresentado o seu parecer referente a todo conteúdo que foi
apresentado no trabalho. É onde você irá expressar sua opinião.
Referências
Este é o local onde são mencionados todos os livros, artigos, e materiais
utilizados para desenvolvimento do trabalho.
A bibliografia, além de ser referenciada cientificamente (conforme ABNT), deve
corresponder fidedignamente aos autores citados no corpo do trabalho. Em especial os
textos utilizados para escrever o trabalho, citados direta ou indiretamente.

INSTRUÇÕES PARA APRESENTAÇÃO DO TRABALHO

1. Regras Gerais
Os trabalhos deverão ser apresentados por todos os grupos;
As apresentações acontecerão no período das aulas atividades dos seminários
conforme especificado no cronograma;
Os tutores de sala são responsáveis por organizar os grupos e inserir as
avaliações nas fichas de apresentação no sistema;
Tempo de apresentação: cada grupo terá no mínimo 10 e no máximo 15 minutos
para apresentar os trabalhos;
Todos os alunos deverão participar da apresentação dos trabalhos e serão
avaliados individualmente pelo tutor de sala.
2. Estrutura da Apresentação
Apresentação
Slide 1 - Nome do Curso / Semestre / Nome dos integrantes da equipe / Polo
- Ano/Semestre (ex: Londrina - 2016)
Slide 2 - Tema do Trabalho
Introdução - 1 a 2 Slides
Desenvolvimento - 3 a 6 Slides
Apresentação dos Desafios solicitados.
Conclusão - 1 a 2 Slides
Considerações Finais
Informações Complementares - 1 Slide
Referências

OBS: LEMBRE-SE SEU TUTOR E OS PROFESSORES ESTÃO A


DISPOSIÇÃO PARA ORIENTÁ-LOS EM SUAS DÚVIDAS.

Um ótimo trabalho!
Equipe de professores