Você está na página 1de 2

1

Prática 2: Retificadores Monofásicos de Meia Onda


e Onda Completa sem e com Filtro Capacitivo
20159049702 - Mariana de Sousa Moura - Turma 01 - 2018.2

Resumo—

I. O BJETIVOS
O objetivo principal desta prática é a analise do funciona-
mento dos circuitos retificadores monofásicos de meia onda e
onda completa mediante simulação e experimentação.
Fig. 2: Sı́mbolo do diodo.

II. I NTRODUÇ ÃO


O circuito da Figura 2, também já mostrado, foi simulado
III. M ATERIAIS E M ÉTODOS
para as todas possı́veis combinações de posição das chaves A
• Protoboard; e B. Os valores de tensão V0 obtidos encontra-se na Tabela II.
• Multı́metro;
• Resistores; Tabela II:
• Cabos de conexão; Resultados esperados de tensão V0 para as difentes combinações de posição
das chaves A e B.
• Diodo.
• Transformador com derivação central (+12V/+12V); CHAVE A CHAVE B v0 (V)
D D 0,577
D L 0,612
L D 0,612
IV. S IMULAÇ ÕES
L L 5,00
A.
Como já visto, o circuito Figura 1 foi simulado em software
V. R ESULTADOS E XPERIMENTAIS
Multisim para os difentes valores de corrente e medidas as
tensões sobre o diodo, sendo obtidos os resultados dados na VI. Q UEST ÕES
Tabela I.
1- Porque utilizar T=10τ ? Interpretar o significado da
constante de tempo.
O tempo necessário para passar do perı́odo transitório a até
o regime permanente é de 5 vezes a constante de tempo, desse
modo, como será usada uma onda quadrada, fazendo o indu-
tor/capacitor carregar e descarregar, para que seja mostrado na
tela os dois perı́odos é necessário ter um perı́odo de 10τ . Isso
é feito dividindo-se a frequência por 2.
2- Porque utilizar onda quadrada para esta análise?
Fig. 1: Sı́mbolo do diodo. Porque a onda quadrada simula uma fonte de tensão con-
tinuı́a. A alternância entre nı́vel alto e nı́vel baixo funciona
com uma chave em estado fechado e estado aberto no circuito.
Tabela I: Assim será possı́vel ver o indutor/capacitor carregando e
Resultados esperados de tensão sobre o diodo para os difentes valores de descarregando.
corrente.
3- Qual a razão pela qual pode-se obter a forma de onda
ID (A) VDsim (V) da corrente do circuito mediante análise da forma de onda
0,1 0,778
0,2 0,818 da tensão no resistor?
0,3 0,843 Devido à relação de dependência entre as duas varı́veis,
0,4 0,862 sendo possı́vel a derivação de uma a partir da outra.
0,5 0,878
0,6 0,892
Encontrando-se a tensão que passa no resistor, torna possı́vel
0,7 0,904 encontrar a corrente aplicando-se a lei de Ohm, v(t)=Ri(t),
0,8 0,915 visto que a corrente que passa no resistor é a mesma do
0,9 0,926 circuito.
2

4- Para os circuitos RL e RC, qual o tempo de duração Mariana de Sousa Moura é aluno do 6° perı́odo no curso
do transitório e quais são os fatores que interferem neste de engenharia elétrica da UFPI.
tempo? Prof. Dr. Aryfrance Rocha Almeida é mestre em engenharia
A durançãoo do transitório é de 5 constantes de tempo. Os elétrica pela UFMA na área de automação e controle, e
valores não exatos dos resistores e capacitores. professor assistente do curso de engenharia elétrica da UFPI.
5- O que acontece se aumentarmos a frequência do sinal
da onda quadrada?
O sinal não poderá ser visto totalmente na tela do os-
ciloscópio. Não será possı́vel ver o perı́odo transitório e o
perı́odo permanente simultaneamente.
6- Como o capacitor e o indutor se comportam em
regime permanente?
O capacitor se comporta como um circuito aberto e o indutor
como um curto-circuito.

VII. D ISCUSS ÕES E C ONCLUS ÃO

R EFER ÊNCIAS
[1] NILSSON, James W.; RIEDEL, Susan A. Circuitos Elétricos, 8a. Edição.
São Paulo: Pearson Prentice Hall, 2009.

Você também pode gostar