Você está na página 1de 12

INTRODUÇÃO AO SISTEMA DE

MANUFATURA, AUTOMAÇÃO E
MONITORAMENTO

Prof. William Hertz Ganzenmüller

E-mail: prof.williamhg@gmail.com
A IMPORTÂNCIA DA PRODUÇÃO

Independente do modelo político-econômico de um país,


não existe riqueza sem produção.

Somente com sistemas produtivos eficientes conseguimos


aumentar o poder de compra e aquecer a economia.

Prof. William Hertz Ganzenmüller


EVOLUÇÃO TÉCNOLÓGICA

A Evolução Tecnológica Mundial teve três grandes marcos:

Revolução Industrial (metade do século XVIII)


Nasce o conceito de “produção” com o fim do feudalismo e o início do
capitalismo, além de grandes invenções como o Tear Mecânico, máquina a
vapor, etc.

-Segunda Guerra Mundial (1939)


Embora seja considerada a maior tragédia da humanidade, gerou várias novas
tecnologias, tais como energia nuclear, avião a jato, radar, forno de micro-
ondas e até a caneta esferográfica.

-Origem da Sociedade do Conhecimento (Século XX-XXI)


Considerada a terceira onda tecnológica, onde ocorre a mudança nos valores,
onde o “bem” intelectual vale mais do que o material, ou seja, o maior capital
de uma empresa é o seu conhecimento (Know-How) e faturamento, do que
seu bem material.
A informação é a moeda da vez.

Prof. William Hertz Ganzenmüller


O PORQUE A AUTOMAÇÃO INDÚSTRIAL?

Utilizar pessoas para realizar tarefas repetitivas é o mesmo que


construir uma usina hidrelétrica para acender uma lâmpada, ou seja,
um desperdício.

Prof. William Hertz Ganzenmüller


O PORQUE A AUTOMAÇÃO INDÚSTRIAL?

As pessoas devem serem aproveitadas para fazerem processos


complexos e cognitivos.

Prof. William Hertz Ganzenmüller


O PORQUE A AUTOMAÇÃO INDÚSTRIAL?

A tecnologia da automação permite a realização de operação de modo


sequencial, rápido e preciso, e com pouca ou nenhuma intervenção
humana.

Prof. William Hertz Ganzenmüller


O PORQUE A AUTOMAÇÃO INDÚSTRIAL?

Isto resulta em uma maior repetibilidade:

Prof. William Hertz Ganzenmüller


O PORQUE A AUTOMAÇÃO INDÚSTRIAL?

Isto resulta em uma maior repetibilidade:, e sem riscos ou


insalubridade.

Prof. William Hertz Ganzenmüller


MODALIDADES DA AUTOMAÇÃO INDÚSTRIAL

A automação industrial se divide em duas modalidades:

Processos de Manufatura
São aqueles em que há grande movimentação de partes mecânicas
nas montagens, por exemplo uma montadora de veículo, que possui
robôs na montagem e solda, esteiras transportadoras, etc.

Processos Contínuos
Oposto ao processo de manufatura, o processo contínuo quase não há
movimentação de partes mecânicas, por exemplo, uma estação de
tratamento de esgoto, onde os principais controles são temperatura,
vazão e pressão.

Existem processos mistos, como por exemplo a indústria de bebidas.

Prof. William Hertz Ganzenmüller


A COMPETÊNCIA

Na automação industrial, tem se além do aspecto de investimento de


equipamentos, o custos de ter um profissional qualificado.

Ao contrário do que muitos pensão, que a automação veio para “tirar”


empregos, na verdade ela acaba gerando empregos, pois os
operadores são substituídos por técnicos, engenheiros e supervisores.

Os profissionais desse mercado de trabalho requerem um investimento


contínuo, para o desenvolver a competência (conhecimento, habilidade
e atitude) para novas instalações, reprogramação e manutenção.

Prof. William Hertz Ganzenmüller


VANTAGENS DA AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL

-Aumento da Produtividade
-Melhoria na qualidade do produto (reduz variações)
-Flexibilidade em reprogramações de uma nova produção.
-Menor risco em ambientes perigosos ou insalubres.
-Capacidade de trabalho para longos períodos sem
interrupção
-Maior controle da produção

Prof. William Hertz Ganzenmüller


DESVANTAGENS DA AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL

-Maior Custo de Implementação


-Requer mão-de-obra qualificada
-Maior Custo Fixo

Prof. William Hertz Ganzenmüller