Você está na página 1de 1

Irm�, hoje mais do que nunca lhe desejo um bom dia!

Fui acordado depois de um sonho estranho que durou alguns segundos, mais cheio
de detalhes.

Primeiramente lhe vi como pela TV, parecia que algu�m do sexo femnino
discutia com voc�. Dava a entender que era uma colega de trabalho, ent�o no meio da
discus�o ela falou algo a respeito do seu fisico (gordura corporal) e voc� se
irritou bastante a ponto de tentar agred�-la, mas foi impedida por ter�eiros.

Depois disso, eu j� estava nesse ambiente tenso que j� n�o parecia um


ambbiente de trabalho e sim familiar (sonho tem dessas coisas).
Ent�o, voc� estava tentando agredir um jovem forte de aproximadamente uns 25
anos, e cor de pele de um tom pouco mais escura que a minha. Mas, quando voc�
chegou bem pr�ximo dele, ele se virou tentando se protejer de alguma forma e por
cima do ombro esquerdo dele estava uma crian�a no colo, que eu n�o soube
identificar se era menina ou menino.
Voc� estava com as m�os fechadas para agredi-lo por algum motivo, mas quando
viu a crian�a suas m�o se abriram e voc� enxugou uma l�grima que saia do olho
esquerdo dela. Nesse momento voc� chorou copiosamente e ao se virar me viu sentado
numa rede. Eu fiz um gesto com a m�o lhe chamando, e vc veio correndo da mesma
forma quando crian�a que chora corre para sentar no colo do pai ou da m�e.

Ent�o, pedi que voc� sentasse numa cadeira e comessei a falar as segintes
palavras:
- Irm�, eu sinto muito por isso, sei que voc� � de grande importancia no
trabalho da igreja, mas tire o resto do dia (dando a entender que est�vmos no
S�bado), para ficar mais perto de Deus.

Meu conselho al� era que voc� n�o se preocupasse com as atividades na igreja
naquele S�bado, pelo ocorrido naquele ambiente tenso. Eu n�o sei dizer qual era o
problema ou problemas, mas a deixou naquela situa��o.

*Ent�o eu acordei, e logo orei por voc� e seus familiares, tamb�m orei pelo
jovenzinho que voc� postou pedindo ora��o por ele no grupo do zap* .
*Quando eu estava pra termiar a ora��o alg�m bate na porta e alguns segundos
se passaram. Ao terminar a ora��o, fui ver quem era, mas a pessoa j� tinha sa�do e
j� estava batendo plamas na casa da Sabrina. Sai para ver quem era, para minha
surpresa era a irm� Antonia Sousa* !
*Fiquei agurdando ela dentro de casa, mas at� o momento que mandei esta
mensagem, ela n�o veio e j� n�o a vi na frente da casa da Sabrina* .

*_N�o quero assust�-la com essa mensagem, mas continue em ora��o que estarei tamb�m
por voc� e sua fam�lia_* .

Interesses relacionados