Você está na página 1de 11
Laboratório de Caracterização de Materiais Metálicos - LCAM ESTRUTURA DO TCC 1 ESTRUTURA DO TRABALHO
Laboratório de Caracterização de Materiais Metálicos - LCAM ESTRUTURA DO TCC 1 ESTRUTURA DO TRABALHO

Laboratório de Caracterização de Materiais Metálicos - LCAM

ESTRUTURA DO TCC

1 ESTRUTURA DO TRABALHO CIENTÍFICO E ACADÊMICO

O trabalho acadêmico deve seguir primeiramente as normas vigentes do seu programa de ensino (faculdade, pés graduação, etc.), quando não existir uma norma específica deve-se seguir as normas vigentes da ABNT. Segue abaixo um resumo do que deve conter o documento acadêmico, contudo, deve-se analisar sempre as normas.

2

PARTES DO TRABALHO CIENTÍFICO

2.1

PRIMEIRA PARTE - APRESENTAÇÃO

Capa (obrigatório)

Folha de rosto (obrigatório)

Errata (opcional)

Dedicatória (opcional)

Agradecimentos (opcional)

Epígrafe (opcional)

Resumo em língua vernácula (obrigatório)

Resumo em língua estrangeira (obrigatório)

Sumário (obrigatório)

Lista de ilustrações (opcional)

Lista de abreviaturas e siglas (opcional)

Lista de símbolos (opcional)

2.2

PARTES QUE DEVEM CONTER OS TEXTOS DO TRABALHO

Introdução

Objetivo Geral

Objetivo Específico

Método

Resultado

Discussão

Conclusão

Laboratório de Caracterização de Materiais Metálicos - Universidade Federal do Pará Rua Augusto Corrêa, 01 Guamá. CEP 66075-110. Fone: +55 91 3201-8673. Belém Pará - Brasil

Página 1 de 12

2.3 PORÇÃO PÓS TEXTUAL DO TRABALHO • Referências (obrigatório) • Apêndice (opcional) • Anexo
2.3 PORÇÃO PÓS TEXTUAL DO TRABALHO • Referências (obrigatório) • Apêndice (opcional) • Anexo

2.3

PORÇÃO PÓS TEXTUAL DO TRABALHO

Referências (obrigatório)

Apêndice (opcional)

Anexo (opcional)

Glossário (opcional)

3

DEFINIÇÕES

3.1

Resumo:

É a apresentação resumida, clara e concisa do texto, destacando-se os aspectos de

maior interesse e importância. Deve ser redigida de forma impessoal, não excedendo 500 palavras. O resumo deve ressaltar o objetivo, o método, os resultados e as conclusões do trabalho. Deve ser seguido de palavras chaves, estas podem ser obtidas junto ao seu orientador de acordo com o contexto do trabalho.

O que diz a ABNT: Resumo na língua vernácula

NBR 14724, 4.2.1.7 e NBR 6028, 2.2 - Elemento obrigatório, que consiste na apresentação concisa dos pontos relevantes de um texto; constitui-se em uma sequência de frases concisas e objetivas, e não de uma simples enumeração de tópicos, não ultrapassando 500 palavras.

ATENÇÃO: deve ser seguido, das palavras representativas do conteúdo do trabalho, isto é, palavras-chave e/ou descritores, conforme a NBR 6028, 2.1.

Resumo em língua estrangeira - ABSTRACT: é a tradução para uma língua estrangeira do resumo.

NBR 14724, 4.1.1.8 e NBR 6028 - Elemento obrigatório, que consiste em uma versão do resumo em idioma de divulgação internacional (em inglês Abstract, em castelhano Resumen, em francês Résumé, por exemplo). Igualmente o resumo na língua pátria, deve ser seguido das palavras chave na língua internacional em que se esteja redigindo o documento.

3.2 Título:

O título é o principal anúncio do seu trabalho. Um ótimo título atrai o público a ler;

um trabalho mal intitulado pode nunca atingir leitor alvo. O título do seu trabalho deve refletir claramente seu conteúdo, permitindo que os leitores possam decidir se é relevante para eles. Faça o título cativante e mantenha isso no decorrer do texto. Deixar de fora frases como "um estudo de", "investigações, "Observações sobre"; e evite usar abreviações e jargões.

Laboratório de Caracterização de Materiais Metálicos - Universidade Federal do Pará Rua Augusto Corrêa, 01 Guamá. CEP 66075-110. Fone: +55 91 3201-8673. Belém Pará - Brasil

Página 2 de 12

3.3 Introdução: • Definição mais atualizada do tema; • Breve histórico do tema; • Divergências

3.3 Introdução:

3.3 Introdução: • Definição mais atualizada do tema; • Breve histórico do tema; • Divergências e

Definição mais atualizada do tema;

Breve histórico do tema;

Divergências e convergências sobre o tema;

Principais pesquisadores nacionais e internacionais;

Pontos de interesse ao seu trabalho;

A última frase da sua introdução corresponde ao macro-objetivo do seu trabalho.

- Exemplo Por existirem estas divergências tem o propósito do presente estudo avaliar

3.4 Objetivo do trabalho científico:

Objetivo geral

É a pergunta que se faz no trabalho.

Objetivos específicos

Não são obrigatórios;

Devem ser usados quando existirem outras dúvidas chamadas “acessórias”;

Devem ser usados quando outras dúvidas possam surgir em virtude de resultados obtidos;

3.5 Método (do trabalho científico)

O método de um trabalho científico divide-se em:

Tipo de estudo

População e amostra

Critérios de inclusão

Critérios de exclusão

Técnica empregada

Variáveis dependentes

Variáveis independentes

Laboratório de Caracterização de Materiais Metálicos - Universidade Federal do Pará Rua Augusto Corrêa, 01 Guamá. CEP 66075-110. Fone: +55 91 3201-8673. Belém Pará - Brasil

Página 3 de 12

Tipos de pesquisa considerando os procedimentos utilizados Pesquisa Analítica As pesquisas analíticas envolvem o estudo
Tipos de pesquisa considerando os procedimentos utilizados Pesquisa Analítica As pesquisas analíticas envolvem o estudo

Tipos de pesquisa considerando os procedimentos utilizados

Tipos de pesquisa considerando os procedimentos utilizados Pesquisa Analítica As pesquisas analíticas envolvem o estudo

Pesquisa Analítica

As pesquisas analíticas envolvem o estudo e avaliação aprofundados de informações disponíveis na tentativa de explicar o contexto de um fenômeno. Elas podem ser categorizadas em histórica, filosófica, revisão e meta-análise.

Histórica: É o tipo de pesquisa que investiga eventos que já tenham ocorrido, utilizando métodos descritivos e analíticos. Em alguns estudos históricos, o investigador está propriamente interessado em preservar o registro de eventos e realizações passadas. Nesses estudos procura utilizar o método histórico-descritivo para mapear a experiência passada, localizar no tempo e espaço uma pessoa, uma tendência, um evento ou uma organização, a fim de providenciar respostas para questões particulares. Em outros estudos históricos, o investigador está mais preocupado em descobrir fatos que providenciarão maior compreensão e significância de eventos passados para explicar a situação presente ou estado atual do fenômeno estudado. Nesses estudos é utilizado o método histórico-analítico para abordar o evento na tentativa de encontrar informações sobre como o evento ocorreu, quem o provocou, porque foi provocado, quais as possíveis consequências atribuídas, entre outras.

Filosófica: É o tipo de pesquisa caracterizado pela investigação crítica na qual o investigador estabelece hispóteses, examina e analisa fatos existentes e sintetiza as evidências dentro de um modelo teórico estabelecido. A análise crítica caracteriza a pesquisa filosófica. O método filosófico de pesquisa segue essencialmente os mesmos passos que outros métodos de resolver problemas científicos, na medida em que utiliza- se de fatos científicos como base para a formulação e testagem de hipóteses de pesquisa.

Revisão: É o tipo de pesquisa que procura avaliar criticamente a produção recente num tópico particular. O investigador deve estar bastante informado sobre a literatura

Laboratório de Caracterização de Materiais Metálicos - Universidade Federal do Pará Rua Augusto Corrêa, 01 Guamá. CEP 66075-110. Fone: +55 91 3201-8673. Belém Pará - Brasil

Página 4 de 12

considerada bem como dominar os tópicos e procedimentos de pesquisa. A pesquisa de revisão envolve
considerada bem como dominar os tópicos e procedimentos de pesquisa. A pesquisa de revisão envolve

considerada bem como dominar os tópicos e procedimentos de pesquisa. A pesquisa de revisão envolve análise, avaliação e integração da literatura publicada, e também frequentemente conduz para conclusões importantes a respeito dos resultados de pesquisas realizadas até o momento.

Síntese (Meta-análise): É o tipo de revisão de literatura que contém uma metodologia e quantificação definida dos resultados de vários estudos para estabelecer um padrão métrico que permite a utilização de técnicas estatísticas como um meio de análise.

Pesquisa Descritiva

As pesquisas descritivas caracterizam-se frequentemente como estudos que procuram determinar status, opiniões ou projeções futuras nas respostas obtidas. A sua valorização está baseada na premissa que os problemas podem ser resolvidos e as práticas podem ser melhoradas através de descrição e análise de observações objetivas e diretas. As técnicas utilizadas para a obtenção de informações são bastante diversas, destacando- se os questionários, as entrevistas e as observações.

Levantamento (Survey): É o tipo de pesquisa que visa determinar informações sobre práticas ou opiniões atuais de uma população específica.

Levantamento Normativo (Survey Normativo): É o tipo de pesquisa descritiva que procura estabelecer normas, para amostras de idade e gênero diferentes, com relação as habilidades, desempenhos, convicções ou atitudes.

Estudo de caso: É o tipo de pesquisa no qual um caso (fenômeno ou situação) individual

é estudado em profundidade para obter uma compreensão ampliada sobre outros casos

(fenômenos ou situações) similares. Os estudos de caso descritivos procuram apenas apresentar um quadro detalhado de um fenômeno para facilitar a sua compreensão, pois não há a tentativa de testar ou construir modelos teóricos. Na verdade, esses estudos constituem um passo inicial ou uma base de dados para pesquisas comparativas subsequentes e construção de teorias. Os estudos de caso interpretativos também utilizam

a descrição, mas o enfoque principal é interpretar os dados num esforço para classificar e

contextualizar a informação e talvez teorizar sobre o fenômeno. Os estudos de caso avaliativos envolvem tanto a descrição quanto a interpretação, mas o objetivo principal é usar os dados para avaliar o mérito de alguma prática, programa, movimento ou evento.

Análise de trabalho: É o tipo de pesquisa que procura determinar a natureza de um trabalho particular e os tipos de treinamento, preparação e competências (conhecimentos, habilidades e atitudes) necessárias para o sucesso no trabalho.

Desenvolvimentista: É o tipo de pesquisa que procura investigar as mudanças de comportamento que ocorrem através dos anos. A partir de abordagens longitudinais ou transversais, a pesquisa desenvolvimentista busca obter informações sobre a interação entre crescimento e maturação e de variáveis de aprendizagem e desempenho. O estudo

Laboratório de Caracterização de Materiais Metálicos - Universidade Federal do Pará Rua Augusto Corrêa, 01 Guamá. CEP 66075-110. Fone: +55 91 3201-8673. Belém Pará - Brasil

Página 5 de 12

é Longitudinal quando os mesmos sujeitos são estudados sobre um período determinado de anos. O
é Longitudinal quando os mesmos sujeitos são estudados sobre um período determinado de anos. O

é Longitudinal quando os mesmos sujeitos são estudados sobre um período determinado

de anos. O estudo é Transversal (cross-sectional) quando amostras de sujeitos de diferentes grupos etários são selecionadas para proporcionar a avaliação dos efeitos de

maturação.

Formação de Consenso (Delphi): É o tipo de pesquisa interativa mediada pelo investigador, que utiliza uma série de questionários para que os respondentes possam chegar a um acordo sobre projeções ou previsões de acontecimentos (estudos exploratórios) ou ainda sobre a fixação de objetivos (estudos normativos).

Correlacional: É o tipo de pesquisa que procura explorar relações que possam existir entre variáveis, exceto a relação de causa-efeito. O estudo das relações entre variáveis é descritivo porque não há a manipulação de variáveis, sendo a predição o tipo de relação mais frequentemente estabelecida. No entanto, a pesquisa correlacional precede a realização de pesquisa experimental, porque a relação de causa-efeito somente poderá ser estabelecida quando duas variáveis são correlatas.

Pesquisa Experimental

A pesquisa experimental é o método de investigação que envolve a manipulação de tratamentos na tentativa de estabelecer relações de causa-efeito nas variáveis investigadas. A variável independente é manipulada para julgar seu efeito sobre uma variável dependente. A relação de causa-efeito não pode ser estabelecida através de técnicas estatísticas, mas somente pela aplicação de pensamento lógico para experimentos bem delineados. O processo lógico estabelece que nenhuma outra explicação razoável pode existir para as mudanças na variável dependente exceto a manipulação da variável independente. A pesquisa experimental é caracterizada por manipular diretamente as variáveis

relacionadas com o objeto de estudo. Portanto, a pesquisa experimental se destina a dizer

e compreender de que modo ou causas o fenômeno é produzido.

Pesquisa Quase-Experimental

Numa investigação quasi-experimental, o investigador pode organizar procedimentos e materiais, mas não consegue controlar o efeito das condições a que o objeto de pesquisa está sujeito. Podemos considerar uma quasi-experiencia quando: a variável independente não pode ser manipulada pelo investigador; qunado o grupo experimental e o de controle podem não ser aleatórios e quando o investigador está limitado nas suas conclusões.

Laboratório de Caracterização de Materiais Metálicos - Universidade Federal do Pará Rua Augusto Corrêa, 01 Guamá. CEP 66075-110. Fone: +55 91 3201-8673. Belém Pará - Brasil

Página 6 de 12

3.6 Resultados e discussões (do trabalho científico) Os resultados encontrados podem ser descritos na forma
3.6 Resultados e discussões (do trabalho científico) Os resultados encontrados podem ser descritos na forma

3.6 Resultados e discussões (do trabalho científico)

Os resultados encontrados podem ser descritos na forma de:

Texto

Gráficos

Tabelas

Tomar cuidado para que os resultados não sejam conflitantes. Quando utilizar dados apresente as estatísticas encontradas. A discussão é uma das partes mais importantes do trabalho científico. Tenha muito cuidado com o que irá escrever. procure seguir os seguintes parâmetros:

Ao fazer uma revisão bibliográfica anote na separata aspectos a serem cotejados na sua pesquisa.

Aproveite a revisão para inter-relacionar os métodos e resultados entre eles.

Discuta seus materiais e métodos (xingar ou elogiar).

Os dados obtidos correspondem aos resultados esperados?

Os dados obtidos são representativos de uma população específica?

Os dados obtidos podem variar para melhor ou pior no transcorrer do tempo?

A variação dos dados pode ser extrapolada para 10 anos ou mais?

Poderiam apresentar melhores resultados se outros métodos (tipos de estudo) fossem usados?

Há outros fatores intervenientes neste processo?

Há fatores que surgiram ou deveriam surgir e não ocorreram durante esse processo?

Discuta os equipamentos são baratos, caros, fácil acesso, difícil aquisição?

Aponte vantagens do seu trabalho em relação aos demais pesquisados.

Se você fosse fazer este mesmo trabalho o que você não repetiria ou o que você poderia melhorar? Abra frente para novas pesquisas?

Compare os resultados da pesquisa com outros da literatura, ressaltando os pontos de semelhança/diferença metodológica.

Cogite

a

e

motivos

das

semelhanças

dessemelhanças.

Procure

observar

cronologia.

3.7 Conclusão (do trabalho científico)

Responde de forma categórica e curta os objetivos do trabalho

Exemplos:

Conclui-se que o uso da pílula anticoncepcional a base de estradiol reduz em 90% o risco de gravidez em mulheres na faixa dos 16 aos 60 anos.

Laboratório de Caracterização de Materiais Metálicos - Universidade Federal do Pará Rua Augusto Corrêa, 01 Guamá. CEP 66075-110. Fone: +55 91 3201-8673. Belém Pará - Brasil

Página 7 de 12

Conclui-se que o uso da ritalina em crianças hiperativas melhora significativamente o processo de escolarização.
Conclui-se que o uso da ritalina em crianças hiperativas melhora significativamente o processo de escolarização.

Conclui-se que o uso da ritalina em crianças hiperativas melhora significativamente o processo de escolarização.

ATENÇÃO: Deve-se se atentar aos objetivos propostos. Cada objetivo deve ser atendido pela sua conclusão.

3.8 Referências

Referência é o “Conjunto padronizado de elementos descritivos, retirados de um documento, que permite sua identificação individual” (ABNT 6023, 2002, p. 2) no todo ou em parte, impressos ou registrados em diversos tipos de suporte.

Incluir na lista apenas as fontes que efetivamente foram utilizadas para a elaboração do trabalho.

Pode-se separar os documentos bibliográficos de outros tipos de fonte (discos, filmes, fitas, etc.), recebendo o título de FONTES CONSULTADAS.

Pode-se incluir, também, uma BIBLIOGRAFIA RECOMEDADA onde são indicadas outras referências para aprofundamento do assunto.

As referências devem ser listadas em ordem alfabética única de autor(es) e/ou título(s). Em casos específicos, podem ser numeradas e arranjadas por assunto, autor ou correspondendo ao sistema numérico adotados nas citações

Substituir o nome do autor de várias obras referenciadas sucessivamente por um traço

equivalente a 6 (seis) toques e ponto (

),

nas referências seguintes à primeira.

As referências devem aparecer, sempre, alinhadas somente à margem esquerda e de forma a se identificar individualmente cada documento, em espaço simples e separadas entre si por espaço duplo.

Os elementos da referência devem ser obtidos na folha de rosto, no próprio capítulo ou artigo e, se possível, em outras fontes equivalentes. Para mais informações, consultar a norma da ABNT específica para elaboração de referências: NBR 6023/2002.

3.9 Ferramentas para manipulação de referências (Gerenciadores de referências)

Os gerenciadores de referências bibliográficas são softwares que auxiliam a:

Reunir referências bibliográficas automaticamente a partir de bases de dados;

Formatar manuscritos e citações instantaneamente de acordo com as normas da ABNT, Vancouver ou outras;

Gerar bibliografias;

Laboratório de Caracterização de Materiais Metálicos - Universidade Federal do Pará Rua Augusto Corrêa, 01 Guamá. CEP 66075-110. Fone: +55 91 3201-8673. Belém Pará - Brasil

Página 8 de 12

• Criar e organizar um banco de dados de pesquisa pessoal de referências, imagens e
• Criar e organizar um banco de dados de pesquisa pessoal de referências, imagens e

Criar e organizar um banco de dados de pesquisa pessoal de referências, imagens e Pdfs;

Compartilhar citações com pares, entre outras funções.

Os principais gerenciadores bibliográficos gratuitos são: EndNote Web, Mendeley e Zotero.

Características de cada programa

Web, Mendeley e Zotero. Características de cada programa O Mendele y – (

Como elaborar referências bibliográficas sem drama: Mendeley?

Quem nunca se viu perdido em meio aos milhões de artigos, capítulos de livro, relatórios, web sites e até mesmo jornais que precisou consultar para escrever qualquer documento acadêmico? As dificuldades começam no armazenamento e organização dessas informações e se estendem até a fatídica hora delas: AS REFERÊNCIAS! Sem dúvida um momento que atormenta muitos pós-graduandos, afinal além de saber toda a minha pesquisa, justificativas, metodologias, dados e conclusões; eu realmente preciso saber todas aquelas regrinhas chatas necessárias para elaborar minhas referências bibliográficas?

Laboratório de Caracterização de Materiais Metálicos - Universidade Federal do Pará Rua Augusto Corrêa, 01 Guamá. CEP 66075-110. Fone: +55 91 3201-8673. Belém Pará - Brasil

Página 9 de 12

Não mais! Saiba que esse seu problema acabou! Pelo menos esse, afinal a redução de
Não mais! Saiba que esse seu problema acabou! Pelo menos esse, afinal a redução de

Não mais! Saiba que esse seu problema acabou! Pelo menos esse, afinal a redução de problemas é sempre bem-vinda na pós-graduação. Mas voltando ao ponto, tendo em vista esse drama quase mexicano com as nossas

referências bibliográficas, hoje vou apresentar para vocês o Mendeley: sim, esse é o nome do operador do milagre! E olha que milagre é o que muitas vezes mais desejamos em certos momentos da pós-graduação. O Mendeley é um software gratuito que auxilia na organização de nossas pesquisas,

é um gerenciador de referências bibliográficas e uma rede social acadêmica. Dentre seus truques ele gera automaticamente as referências bibliográficas, permite que você acesse on-line seus artigos em qualquer lugar e te indica artigos relevantes com base nos que você anda lendo. O primeiro passo para usufruir dessa oitava maravilha é criar uma conta e baixar o aplicativo, para isso basta acessar www.mendeley.com, clicar em “Sign Up & Download”

e preencher os dados de cadastro. No segundo passo do cadastro é oferecido o botão de download.

Link para cadastro e baixar o programa:

g rama: https://www.mendeley.com/homepage7/?switchedFrom = Depois de instalado, na primeira execução o Mendeley irá

Depois de instalado, na primeira execução o Mendeley irá pedir os dados de sua conta, basta preencher com os mesmo dados que você utilizou no cadastro de Download. Então você irá se deparar com a seguinte interface:

Em “Create Folder” você pode criar uma pasta dentro do Mendeley, para organizar melhor seus artigos. Como no meu caso, que tenho uma pasta só para os artigos referentes

à minha dissertação. Depois de criar a pasta dê um duplo clique para que ela seja aberta. Na lista suspensa da aba “Add File” (destacada na figura acima), você também tem a opção “Add Folder“; se seus artigos já estão em uma única pasta do seu sistema operacional, você pode trazer todos para dentro do Mendeley de uma única vez, por meio da opção “Add Folder” selecionado a pasta onde estão os arquivos; se não você também pode trazer um a um pela opção “Add File“. Quando todos os arquivos já estiverem dentro do Mendeley eles aparecerão na área antes em branco, dentro da pasta que você criou, como na figura abaixo. É necessário instalar o MS Word Plugin, para isso basta clicar na aba Tools > Install MS Word Plugin

Laboratório de Caracterização de Materiais Metálicos - Universidade Federal do Pará Rua Augusto Corrêa, 01 Guamá. CEP 66075-110. Fone: +55 91 3201-8673. Belém Pará - Brasil

Página 10 de 12

e seguir as instruções. Terminada a instalação, abra o MS Word e clique na aba
e seguir as instruções. Terminada a instalação, abra o MS Word e clique na aba

e seguir as instruções. Terminada a instalação, abra o MS Word e clique na aba “Referências“.

abra o MS Word e clique na aba “Referências“. É importante lembrar que devemos sempre preencher

É importante lembrar que devemos sempre preencher os dados da publicação corretamente quando a carregamos no Mendeley, assim garantimos que nossas referências estejam corretas também.

4 REFERÊNCIAS DO DOCUMENTO

ABNT NBR 14724. Informação e documentação Trabalhos acadêmicos Apresentação. [s.l: s.n.].

ABNT NBR 6023. Informação e documentação - Referências - Elaboração. Informe, [s. l.], 2002.

ABNT NBR 6028. Informação e documentação - Apresentação. [s. l.], p. 2, 2003.

Como elaborar referências bibliográficas sem drama: Mendeley. 2017. Disponível em: <http://posgraduando.com/como-elaborar-referencias-bibliograficas-sem-drama- mendeley/>.

CRDA - CENTRO DE REFERÊNCIA EM DISTÚRBIOS DE APRENDIZAGEM S/S LTDA. 2018. Disponível em: <http://www.crda.com.br/tcc/>.

Gerenciadores

de

referências.

2016.

Disponível

em:

<https://www.ufrgs.br/bibliotecas/ferramentas-de-producao/gerenciadores-de-

referencias/>.

Guia da monografia. 2018. Disponível em: <https://guiadamonografia.com.br>.

 

Mendely.

2018.

Disponível

em:

<https://www.mendeley.com/homepage7/?switchedFrom=>.

Tipos de Pesquisa. 2018. Disponível em: <http://www.ergonomia.ufpr.br/Tipos de Pesquisa.pdf>.

Laboratório de Caracterização de Materiais Metálicos - Universidade Federal do Pará Rua Augusto Corrêa, 01 Guamá. CEP 66075-110. Fone: +55 91 3201-8673. Belém Pará - Brasil

Página 11 de 12