Você está na página 1de 4

Ficha Diagnóstico

NOTA: Esta ficha de diagnóstico deve ser respondida de forma individual e não pretende
avaliar os teus conhecimentos.
Esta ficha tem matéria dos anos anteriores e também matérias que ainda não estudaste e que
vais trabalhar ao longo deste ano letivo. Caso não saibas uma resposta não deves responder.
Com esta ficha diagnóstica será possível determinar o teu ponto de partida.

Bom trabalho!

Grupo I

Fósseis de Santa Maria contam história dos Açores “congelada” no tempo


Santa Maria, a mais antiga ilha dos Açores, é a única do arquipélago com fósseis marinhos que
dão dicas sobre o impacte do aquecimento global nas espécies de há 130 mil anos.
Aterrar em Santa Maria é como entrar numa máquina do tempo instalada no meio do oceano
Atlântico. Em toda a ilha estão identificados cerca de 20 locais com algas calcárias, moluscos,
crustáceos, ouriços-do-mar, corais e cetáceos – incluindo baleias –, entre outros organismos
marinhos, fossilizados há milhares de anos.

www.publico.pt (consultado em 30/08/2016)

1. O que é um fóssil?
2. Como se forma um fóssil?
3. Entre os exemplos seguintes, seleciona aqueles que classificas como fósseis.
A. Vaso do século XIV.
B. Pegada de uma ave marinha na areia da praia.
C. Marca de uma folha de árvore no cimento.
D. Esqueleto de um dinossáurio.
E. Folha de planta incarbonizada.
F. Dente de um tubarão-martelo.
4. O que fazem os paleontólogos?
5. Qual é a importância do estudo dos fósseis?
6. Os seres vivos que existem atualmente na Terra são os mesmos desde há milhões de anos?
Justifica a tua resposta.

Óscar Oliveira | Elsa Ribeiro | João Carlos Silva


© Edições ASA II, 2016
Grupo II

Etna, o mais alto e mais ativo vulcão da Europa


O vulcão Etna, na Itália, protagonizou, na última semana de maio, uma multiplicação de
erupções, oferecendo um panorama excecional aos turistas que visitam a região. De acordo
com as autoridades locais, apesar da espetacularidade das explosões registadas, a atividade
vulcânica não representa perigo para a população circundante nem para os caminhantes que
se aventuram pelas encostas do Etna para admirar o panorama, acompanhados por guias
especializados.
http://pt.euronews.com (consultado em 30/08/2016)

1. O que é um vulcão?
2. Descreve por palavras tuas uma erupção vulcânica.
3. Que materiais são libertados durante uma erupção
vulcânica?
4. Indica o nome de um vulcão, para além do Etna.
5. Em que zona do planeta Terra existem mais vulcões?
6. No território português existem vulcões? Se sim, indica os
locais onde os podes encontrar.
7. Conheces algum benefício associado ao vulcanismo? Se sim,
indica um exemplo.

Grupo III

Sismos em S. Miguel, Açores


O Centro de Informação e Vigilância Sismovulcânica dos Açores (CIVISA) informa que, desde as
17:27 horas (hora local) do dia 10 de agosto [2016], tem vindo a ser registada atividade sísmica
ao largo da ilha de S. Miguel, numa região localizada na Fossa do Hirondelle.
http://www.cvarg.azores.gov.pt (consultado em 11/08/2016)

1. O que é um sismo?
2. Como se registam o sismos?
3. Por que razão ocorrem sismos?
4. As consequências dos sismos são sempre as mesmas ou
dependem do local onde o sismo ocorre? Justifica a tua
resposta.
5. Em que locais do planeta ocorrem mais sismos?
6. Conheces alguma escala para avaliar os sismos? Se sim,
indica-a.
7. Refere uma medida de proteção de bens e pessoas a adotar…
A. … antes de um sismo.
B. … durante um sismo.
C. … após um sismo.
8. Um sismo que ocorra em S. Miguel poderá ser detetado em Lisboa. Explica este facto.
2

Óscar Oliveira | Elsa Ribeiro | João Carlos Silva


© Edições ASA II, 2016
Grupo IV

Tautona, a mina mais profunda do mundo


A mina de ouro Tautona, na África do Sul, é a mais profunda do mundo. A mina começou a ser
escavada em 1957 pela Anglo American Corporation e tinha uma profundidade inicial de 2 km.
Atualmente são retirados materiais de 1,8 a 3,9 km de profundidade. Um gigantesco sistema
de refrigeração é usado para baixar a temperatura de 55 °C para 28 °C.

1. Elabora um esquema legendado que represente o interior da Terra.

2. Que métodos podem ser usados para estudar o interior da Terra?

3. Como varia a temperatura desde a superfície até ao centro da Terra?

Grupo V

As rochas
No território português é possível encontrar uma grande diversidade de rochas. As rochas e os
minerais são um testemunho da dinâmica interna e externa da Terra, fornecendo informações
sobre a evolução do planeta desde a sua formação.

1. Qual é a diferença entre rocha e mineral?

2. O esquema seguinte representa o ciclo das rochas. Completa-o usando a chave.

Chave:
Rochas magmáticas Rochas sedimentares Aumento da temperatura e
pressão
Ascensão Rochas metamórficas
Arrefecimento
Transporte e deposição

Óscar Oliveira | Elsa Ribeiro | João Carlos Silva


© Edições ASA II, 2016
3. Estabelece a correspondência possível entre os exemplos de rochas da coluna A e os tipos
de rochas da coluna B.

Coluna A Coluna B
1) Granito
2) Xisto
A. Rocha magmática
3) Calcário
B. Rocha sedimentar
4) Areia
C. Rocha metamórfica
5) Argila
6) Arenito
7) Basalto

4. Para cada uma das rochas seguintes, indica um exemplo de um mineral que possa fazer
parte da sua constituição.
A. Granito
B. Basalto
C. Calcário
D. Argila
E. Xisto

5. As afirmações seguintes referem-se às rochas. Classifica-as em verdadeiras (V) ou falsas (F).


A. As rochas magmáticas formam-se a partir da solidificação do magma.
B. As rochas magmáticas formam-se todas no interior do planeta.
C. Rochas magmáticas nunca podem dar origem a rochas sedimentares.
D. As rochas sedimentares não podem ser formadas por grãos soltos.
E. As rochas metamórficas formam-se todas à superfície do planeta.
F. Não há rochas metamórficas formadas a partir de rochas sedimentares.
G. As rochas metamórficas podem transformar-se em rochas sedimentares.
H. As rochas sedimentares formam-se sempre na superfície do planeta.

6. Os granitos formam-se em profundidade. Contudo, se viajares pelo Norte de Portugal


Continental, facilmente encontras paisagens repletas de granitos. Como explicas que esses
granitos se encontrem à superfície?

7. Indica três exemplos de aplicações das rochas e minerais nas diversas atividades humanas.

FIM

Óscar Oliveira | Elsa Ribeiro | João Carlos Silva


© Edições ASA II, 2016

Você também pode gostar