Você está na página 1de 63

Planeamento Familiar e

Doenças Sexualmente
Transmissíveis
Trabalho realizado por:
Ana Filipa Sobral
Diliana Rosa
Aparelho Reprodutor Feminino
• O aparelho
reprodutor
feminino é
constituído pelos
órgãos genitais
externos e
internos;
• Os órgãos genitais
externos são
facilmente
identificáveis, e são
constituídos pelas
mamas e pela vulva;
Aparelho Reprodutor Feminino
• Órgãos Internos
Aparelho Reprodutor Masculino

• No homem, os órgãos sexuais são: o


pénis, o escroto e os testículos;
Puberdade
• A puberdade representa o período
durante o qual se dá a transformação
para o estado adulto;
• A puberdade começa quando o
cérebro e os órgãos reprodutores
(ovários e testículos) enviam
“mensagens” para o resto do corpo;
• Estas mensagens são mediadas por
hormonas que preparam o corpo e a
mente para a maturidade sexual.
Hormonas
• As hormonas são substâncias químicas
produzidas naturalmente pelo corpo, e que são
transportadas através do sangue para vários
tecidos, onde têm um efeito específico;
• As alterações corporais que ocorrem durante
a puberdade são causadas por hormonas;
• As hormonas femininas são produzidas nos
ovários e são os estrogénios e a progesterona;
• A hormona masculina é produzida nos
testículos, e designa-se por testosterona.
Hormonas
• No cérebro existe uma pequena glândula – a
Hipófise – que desempenha um papel importante
no desencadear da puberdade e principalmente no
ciclo menstrual;
• Produz as hormonas folículo estimulante (FSH) e a
Luteínica (LH);
• A hipófise segrega a FSH e a LH e envia “sinal”
aos ovários para produzirem os estrogénios e a
progesterona;
• Este mesmo processo ocorre nos rapazes, sendo
estas hormonas libertadas pela hipófise
responsáveis pela produção da testosterona nos
testículos;
Ciclo Menstrual
• O ciclo menstrual corresponde ao intervalo de
tempo que decorre entre o início de uma
menstruação e o começo da menstruação
seguinte;
• O número de dias do ciclo varia de mulher para
mulher, e é considerado normal entre 23 e 35
dias;
• A menstruação tem uma duração de 3 a 7 dias;
• A ovulação ocorre por volta do 14º dia, num ciclo
de 28 dias;
• O período fértil, num ciclo de 28 dias ocorre
entre o 10º e o 17º dia;
Ciclo Menstrual
Planeamento Familiar
• O Planeamento Familiar é um conjunto de cuidados
de saúde que visa ajudar as mulheres e os homens
a planearem o nascimento dos seus filhos, a
viverem a sua sexualidade de uma forma
gratificante e sem o receio de uma gravidez que,
naquele momento, não desejam;

• Para além disto, o Planeamento familiar ajuda os


casais que têm problemas de infertilidade, previne
as doenças sexualmente transmissíveis e ajuda ao
diagnóstico precoce de algumas formas de cancro
na mama e do útero.
Métodos Contraceptivos
• Métodos Contraceptivos são os
métodos que evitam que a mulher
fique grávida durante a relação
sexual;
• Cada método actua num dos
diferentes processos que intervêm na
fecundação: a ovulação ou a entrada
dos espermatozóides na vagina.
Preservativo Masculino
• É um método de barreira, porque impede que
os espermatozóides entrem na vagina e
passem para o útero;
Preservativo Masculino
• É uma fina protecção de látex, com a qual se
reveste o pénis, a fim de evitar:
– A fecundação;
– O contacto entre o sémen, as secreções vaginais
e o sangue entre os parceiros sexuais.

• Único método contraceptivo que oferece uma quase total


protecção contra as Doenças Sexualmente Transmissíveis
(DST´s).
Preservativo Masculino
• Para que seja eficaz, o preservativo
deve ser colocado ainda antes do início
da relação sexual e retirado logo após a
ejaculação;

• Uma vez que ainda antes da ejaculação


dá-se a saída de um líquido (pré-
ejaculatório) que pode conter
espermatozóides;
Preservativo Masculino
• Vantagens do uso do preservativo:
– Oferece uma quase total protecção contra
as DST´s e respectivas consequências;
– Não tem efeitos adversos (a não ser
hipersensibilidade);
– Não é necessária supervisão médica;
– Estimula o envolvimento masculino na
contracepção e na prevenção das DST´s;
Preservativo Masculino
• Desvantagens do uso do preservativo:
– Em alguns indivíduos podem ocorrer
alergias ao látex ou ao lubrificante;
– Se não for utilizado correctamente pode
romper-se durante a relação sexual ou
ficar retido na vagina;
– Pode interferir negativamente na relação
sexual;
Como se coloca
um
preservativo?
Pílula
• A pílula é um método oral de
contracepção, que interrompe a
ovulação;
• Existem diferentes tipos de pílulas,
por isso é muito importante ir a uma
Consulta de Planeamento Familiar,
para que o médico prescreva a pílula
mais adequada a cada pessoa;
Pílula
VANTAGENS DESVANTAGENS
• Elevada eficácia (cerca de • Não protege das DST´s;
99%); • Tem de ser tomada
• Não interfere na relação diariamente – risco de
sexual; esquecimento;
• A fertilidade não é alterada; • Nos primeiros tempos pode
• Regulariza os ciclos causar náuseas e/ou pequenas
menstruais; perdas de sangue;
• Melhoria relativa do acne; • a menstruação pode diminuir
ou mesmo ser nula;
• Pode provocar mais apetite e
aumento de peso (muito mais
raro do que se pensa).
Pílula
ATENÇÃO

• A pílula deixa de ser eficaz quando:


• Se tomam antibióticos ou anti-inflamatórios;
•Se vomita ou se tem diarreia (se tiver tomado a
pílula há menos de 4/5 horas);

Assim, é importante utilizar o preservativo como


método contraceptivo adicional, até terminar a
embalagem de pílula.
Adesivo Contraceptivo
• É um penso autocolante;
• É uma forma recente de
contracepção;
• Tem uma eficácia de 99,3% – 99,6%;
• Liberta hormonas, através da pele,
que entram na corrente sanguínea,
impedindo a ovulação.
Adesivo Contraceptivo
Como utilizar o adesivo?
Adesivo Contraceptivo
Onde deve ser colocado o adesivo?

• O adesivo deve sempre ser colocado em pele limpa,


seca, sem pêlos e intacta;
• O adesivo não deve ser colocado nas mamas, ou em
pele irritada ou com lesões;
Adesivo Contraceptivo
VANTAGENS DESVANTAGENS
• Elevada eficácia (cerca de • Não protege das DST´s;
99%); • Está contra-indicado na
• Não interfere na relação mulher obesa (a gordura
sexual; impede a absorção da dose
• A fertilidade não é alterada; necessária de hormonas anti-
concepcionais);
• É cómodo e não está sujeito
a esquecimentos (como a •Não é aconselhado a mulheres
pílula); fumadoras ou que sofrem de
hipertensão arterial ou
doenças cardíacas;
• Pode provocar reacções no
local de aplicação;
Anel Vaginal
• É um anel flexível, transparente e
incolor, que proporciona uma óptima
eficácia contraceptiva durante um mês e
é facilmente aplicável pela própria
mulher.
• O seu mecanismo de acção baseia-se na
libertação de uma combinação hormonal
semelhante à contida nas pílulas
contraceptivas.
• O anel é aplicado na vagina, onde deve
permanecer durante três semanas. Após
este período a utilizadora retira-o
durante uma semana, período durante a
qual vai ter um fluxo menstrual.
Métodos Não Aconselhados
a Adolescentes

• Métodos Naturais;
• Implante;
• Injectáveis;
• DIU;
Métodos Naturais
• Coito interrompido – Consiste no homem retirar o
pénis da vagina antes da ejaculação;
• Método do Calendário – consiste em conhecer o ciclo
menstrual de modo a determinar qual o período fértil e
infértil, restringindo as relações sexuais durante o
período fértil;
• Método da Temperatura – consiste em determinar a
data provável da ovulação através da avaliação diária
da temperatura rectal;
• Método do Muco Cervical – consiste em observar as
variações da secreção vaginal ao longo do ciclo
menstrual;
Métodos Naturais
Atenção!!!
Estes são métodos naturais,
portanto não são muito fiáveis,
não aconselhados a
adolescentes,
adolescentes para além do mais,
não protegem contra as doenças
sexualmente transmissíveis.
Implante

• O Implante é um contraceptivo subcutâneo, que


libertada hormonas lentamente, impedindo a
ovulação;
• O Implante é colocado no interior do braço sob
anestesia local;
• É eficaz durante 3 anos;
• Pode ser retirado a qualquer momento.

Atenção!!!
O implante não é aconselhado a
adolescentes, porque …
Injectáveis
• São administrados uma vez em cada 12
semanas;
• Impedem a ovulação e alteram o
ambiente do útero;

Atenção!!!
Os injectáveis não são aconselhados a
adolescentes, porque podem provocar
atraso de alguns meses no retorno da
fertilidade. (???)
DIU (Dispositivo intra-uterino)

• É um pequeno objecto de plástico em


forma de “T” com um fio de metal à volta
que destrói os espermatozóides,
impedindo a gravidez;

Atenção!!!
O DIU não é aconselhado a
adolescentes, porque pressupõe que
tenha havido uma gravidez anterior.
Contracepção de Emergência
• É também conhecida por “pílula do dia seguinte”;
• Esta pílula utiliza-se, principalmente em casos de violação,
ou falha do método contraceptivo (por exemplo ruptura do
preservativo);
• Esta pílula tem elevadas doses hormonais, que evitam que
se dê a ovulação, ou que haja junção de um espermatozóide
com um óvulo, ou a fixação do óvulo fecundado no útero;
• Tem indicação em situações especiais ou de excepção, com
o objectivo de prevenir gravidez inoportuna ou indesejada.
• A toma é feita por duas vezes: a primeira toma nas
primeiras 72h após a relação sexual e a segunda toma 12h
depois da primeira.
Contracepção de Emergência
ATENÇÃO
• A Contracepção de Emergência deve ser
sempre tomada com a supervisão de um
médico (tem muitos efeitos negativos para a
saúde);
• NÃO É UM MÉTODO CONTRACEPTIVO,
CONTRACEPTIVO
não devendo ser tomado por rotina, mas só
em casos de URGÊNCIA.
Doenças
Sexualmente
Transmissíveis
(DST´s)
O que são DST´s?

As DST´s são doenças que,


geralmente, são ou podem ser
transmitidas a uma pessoa por outra,
através de relações hétero ou
homossexuais, ou por contacto íntimo
com órgãos genitais, boca ou ânus.
Gonorreia
• Vias de transmissão:
• Através do contacto sexual (via anal e
vaginal);
• E por contacto oral-genital;
• Sintomas:
• Dificuldade em urinar;
• Aumento da frequência urinária;
• Ardor e comichão;
• Secreção vaginal viscosa e amarelada;
• Enjoos, vómitos e febre.
Sífilis
 A sífilis surge dias ou semanas após o
contacto, surgindo uma úlcera (que
não dói) nos órgãos genitais, na boca
ou no ânus;
Sífilis
 Mais tarde, aparecem manchas
avermelhadas na pele, em qualquer
zona do corpo, febre alta, dor de
cabeça e sensação de mal-estar geral;
Sífilis
 Pode ainda haver um período sem
sintomas da doença, e depois surgem
lesões no coração, no fígado ou no
cérebro;

 Vias de transmissão:
– Através do contacto sexual (via anal e
vaginal);
– E por contacto oral-genital;
Condiloma
 A doença é mais comum em
adolescentes e mulheres jovens;

 Vias de transmissão:
– Através do contacto sexual (via anal e
vaginal);
– E por contacto oral-genital;
Condiloma
 A ocorrência de verrugas genitais na
mulher verifica-se na vulva, vagina, colo do
útero, e ao redor do ânus;

 No homem, surgem, no pénis e à volta do


ânus;
Herpes Genital
• É uma doença que não tem cura. “Doença para a
Vida.”
• É transmitida essencialmente por via sexual.
• Aumenta o risco de cancro do colo do útero.

 Vias de transmissão:
– Transmitido frequentemente através do
contacto sexual, mas também pode ser
transmitido, por contacto directo, oral-genital,
ou oral-anal;
Candidíase
• Sinais e Sintomas na Mulher:
– Cheiro intenso;
– Secreção vaginal e ardor;
– Inflamação das vias urinárias;
Candidíase
• Sinais e Sintomas no Homem:
– Vermilhidão da Glande;
– Comichão;
Hepatite B
 Vias de transmissão:
– Através do contacto sexual (sexo oral, anal ou
vaginal);
– Através da saliva;
– Através do sangue (seringas usadas, lâminas de
barbear, etc.);
 Sintomas da Hepatite B :
– O fígado fica inflamado;
– A pele e os olhos ficam com uma cor amarelada;
– Perda de apetite e de peso;
– Febre baixa;
– Diarreia;
Hepatite B
ATENÇÃO

 Algumas pessoas podem ser


portadoras da Hepatite B (sem
sintomas), mas podem transmitir a
doença;
SIDA
S - de síndrome, porque a doença apresenta um
conjunto de sinais e sintomas;

I - de imunológico, de imunizar, proteger;

D - de deficiência, isto é falha ou falta;

A - de adquirida , porque é uma doença que a


pessoa não nasce com ela.
SIDA
• É uma doença que se manifesta pela
acção de um vírus, chamado HIV;
• Este vírus destrói as defesas
naturais que o organismo humano tem
contra as doenças;
• Hoje em dia ainda não foi encontrada
cura para a SIDA.
SIDA
 Vias de transmissão:
– Através do sangue (partilha de
agulhas, seringas e outros objectos
contaminados com sangue);
– Através do contacto sexual (sexo
oral, anal ou vaginal);
– De mãe infectada para o filho;
SIDA
 Situações de não risco:
Carlos na Cama Carlos na Cama
Com Isabel Com Ana

Carlos na Cama Carlos na Cama


Com Laura Com Guida
DST´s
Quando ir ao médico?

 Mulher:
– Líquidos vaginais esbranquiçados e com mau
cheiro;
– Comichão ou sensação de queimadura na vulva,
vagina ou ânus;
– Sensação de ardor ao urinar;
– Lesões nos órgãos sexuais;
– Dor a nível da parte inferior do abdómen;
DST´s
Quando ir ao médico?

 Homem:
– Corrimento tipo pus a sair do pénis;
– Lesões nos órgãos sexuais;
– Sensação de ardor ao urinar;
Conclusão
 O risco de contrair DST´s é maior em
relações sexuais com parceiros
desconhecidos, múltiplos parceiros sexuais,
ou parceiros ocasionais;

É imprescindível o uso do
preservativo;
Não esquecer nunca que as aparências podem
enganar!!!