Você está na página 1de 21

Como salvar meu casamento...

,,,pela Palavra de Deus.

1
Como salvar meu casamento pela Palavra de Deus

1. O primeiro passo

Arrepender-se de seus pecados e aceitar Jesus como salvador e Senhor de sua


vida para poder receber os benefícios de filho de Deus através de sua Palavra.

Este roteiro para restaurar casamentos está baseado na bíblia e portanto


somente aqueles que a tem como regra de fé e conduta alcançarão êxito por este
método.

É importante salientar que ambos os cônjuges deverão estar dispostos a pagar o


preço para uma restauração no casamento. Se isto não ocorrer, sugiro que aquele que
estiver disposto a pagar o preço, abrace a causa e inicie o processo entregando sua
vida a Jesus, depois tome um posicionamento de buscar a Deus em oração até que
tenha a oportunidade de compartilhar este método com seu cônjuge.

Se for possível, convide alguém de muita confiança, preferencialmente um


homem ou mulher de Deus – pastor ou líder evangélico, que possa mediar este
trabalho. Muitas vezes serão necessários aconselhamentos ou orações que não estão
previstos neste roteiro.

O que diz a Palavra de Deus:

Mateus 9:13
Ide, porém, e aprendei o que significa: Misericórdia quero, e não sacrifício. Porque eu
não vim a chamar os justos, mas os pecadores, ao arrependimento.

Marcos 2:17
E Jesus, tendo ouvido isto, disse-lhes: Os sãos não necessitam de médico, mas, sim,
os que estão doentes; eu não vim chamar os justos, mas, sim, os pecadores ao
arrependimento.

João 1:12
Mas, a todos quantos o receberam, deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus,
aos que creem no seu nome;

João 3:16
Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que
todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna.

2
João 3:18
Quem crê nele não é condenado; mas quem não crê já está condenado, porquanto não
crê no nome do unigênito Filho de Deus.

Atos 2:38
E disse-lhes Pedro: Arrependei-vos, e cada um de vós seja batizado em nome de
Jesus Cristo, para perdão dos pecados; e recebereis o dom do Espírito Santo;

2. O casal precisa descer à casa do oleiro

Deixar Deus quebrar todo o velho vaso e então, fazer de cada um dos dois um
vaso novo (Jeremias 18:1-6). Somente o Senhor Deus tem poder de fazer nova todas
as coisas, por mais impossíveis que sejam as nossas causas. Temos de fazer uma
entrega total e confiar unicamente no Senhor de todo o universo. Façam uma oração
de entrega total de suas vidas.

Talvez nesse momento ainda seja muito difícil orarem juntos, mas é muito
importante serem sinceros nesta oração. Depois desta oração, creio será mais fácil
perdoar seu cônjuge. Façam agora uma oração sincera de confissão dos pecados,
perdoando-se mutuamente. Se você tem dificuldade de saber onde errou consulte
primeiramente o anexo 1 deste material.

Pode ser que esta atitude demore um bom tempo, portanto não pense em
trabalhar todos estes passos em um só encontro, Talvez seja necessário dar um tempo
antes de fazerem esta oração juntos, mas ela é de suma importância para que se possa
estabelecer uma nova jornada para o casal.

O que diz a Palavra de Deus:

Jeremias 18:1-6
A PALAVRA do SENHOR, que veio a Jeremias, dizendo:
Levanta-te, e desce à casa do oleiro, e lá te farei ouvir as minhas palavras.
E desci à casa do oleiro, e eis que ele estava fazendo a sua obra sobre as rodas,
Como o vaso, que ele fazia de barro, quebrou-se na mão do oleiro, tornou a fazer dele
outro vaso, conforme o que pareceu bem aos olhos do oleiro fazer.
Então veio a mim a palavra do SENHOR, dizendo:
Não poderei eu fazer de vós como fez este oleiro, ó casa de Israel? Diz o SENHOR.
Eis que, como o barro na mão do oleiro, assim sois vós na minha mão, ó casa de Israel.

3
Salmos 51:17
Os sacrifícios para Deus são o espírito quebrantado; a um coração quebrantado e
contrito não desprezarás, ó Deus.

Salmos 103:12
Assim como está longe o oriente do ocidente, assim afasta de nós as nossas
transgressões.

Miqueias 7:19
Tornará a apiedar-se de nós; sujeitará as nossas iniquidades, e tu lançarás todos os
seus pecados nas profundezas do mar.

Mateus 6:12
E perdoa-nos as nossas dívidas, assim como nós perdoamos aos nossos devedores;

II Coríntios 5:17
Assim que, se alguém está em Cristo, nova criatura é; as coisas velhas já passaram;
eis que tudo se fez novo.

Efésios 4:32
Antes sede uns para com os outros benignos, misericordiosos, perdoando-vos uns aos
outros, como também Deus vos perdoou em Cristo.

Filipenses 3:13-14
Irmãos, quanto a mim, não julgo que o haja alcançado; mas uma coisa faço, e é que,
esquecendo-me das coisas que atrás ficam, e avançando para as que estão diante de
mim, prossigo para o alvo, pelo prêmio da soberana vocação de Deus em Cristo Jesus.

3. Necessidades básicas do homem e da mulher (ver vídeos no YOUTUBE do Pr


Miles Munroe)

Necessidades da mulher:

1. Afeição ou carinho: aplicado constantemente, todos os dias, várias vezes ao dia.


Várias atitudes de carinho: preparar o café da manhã (não todos os dias, uma
surpresa); um telefonema; um beijo; mãos dadas; um poema; uma música; flores;
chocolates; passeios; um cinema; um lanche; um passeio…

4
2. Conversação. A mulher precisa que o marido converse com ela. Olho no olho, tempo
de qualidade e atenção. Ela precisa ser ouvida. Não precisa responder sempre, mas
precisa ouvir muito.

3. Segurança financeira. A esposa não quer isso, ela precisa disso. Ela precisa se
sentir segura, não somente na afeição, mas também no físico, no material. A mulher
gosta de receber… ganhar… gastar…

4. Homem comprometido com a família. Ela precisa saber que pode depender de você.
Que você está comprometido a ser um líder em sua casa. Aquele que guia sua família.
Aquele que traz as direções de Deus para a casa.

5. Honestidade. A mulher não quer que você seja honesto com ela, ela precisa disso.
Nada mais fere a mulher do que descobrir que o seu marido mentiu para ela. Lembre
que ela precisa de proteção e isto está intimamente relacionado a confiança. Ela quer
a verdade, por mais difícil que seja. Não permita que sua esposa descubra a verdade
através de outras pessoas.

O que diz a Palavra de Deus:

Gênesis 2:22-23
E da costela que o Senhor tomou de Adão, formou uma mulher e trouxe-a a Adão. E
disse Adão: esta é agora osso dos meus ossos e carne da minha carne, e será chamada
varoa porquanto do varão foi tomada.

Gênesis 3:16
E à mulher disse: multiplicarei grandemente a tua dor, e a tua conceição, com dores
terás filhos, e o teu desejo será par ao teu marido e ele te dominará.

Provérbios 12:4
A mulher virtuosa é a coroa do seu marido, mas a que procede vergonhosamente é
como apodrecimento nos seus ossos.

Provérbios. 14:1
Toda mulher sábia edifica a sua casa; a insensata, porém, derruba-a com as suas mãos.

Provérbios 31:10; 31:26


Mulher virtuosa quem a achará? O seu valor muito excede o de rubis. Abre sua boca
com sabedoria e a lei da beneficência está em sua língua.

5
I Coríntios 7:4
A mulher não tem poder sobre o seu próprio corpo mas tem-no o marido, e da mesma
forma o marido, mas tem-no a mulher.

I Coríntios 7:10
Todavia, aos casados, mando, não eu mas o Senhor, que a mulher não se aparte do
marido.

I Coríntios 7:34
Há diferença entre a mulher casada e a virgem: a solteira cuida nas coisas do Senhor
para ser santa, tanto no corpo como no espírito, porém a casada nas coisas do mundo,
em como há de agradar ao marido.

Efésios 5:22; 24
Vós, mulheres, sujeitai-vos a vossos maridos, como ao Senhor. De sorte que, assim
como a igreja está sujeira a Cristo, assim também as mulheres sejam em tudo sujeitas
a seus maridos.

I Pedro 3:1
Semelhante vós, mulheres, sede sujeitas aos vossos próprios maridos, para que
também, se alguns não obedecem à Palavra, pelo porte de suas esposas sejam ganhos
sem palavra.

Colossenses 3:18
Vós, mulheres, estai sujeitas a vossos próprios maridos como convém no Senhor.

I Timóteo 2:9
Que do mesmo modo as mulheres se ataviem em traje honesto, com pudor e modéstia,
não com tranças, ou com ouro, ou com pérolas, ou vestidos preciosos, mas (como
convém as mulheres que fazem profissão de servir a Deus) com boas obras. A mulher
aprenda em silêncio, com toda sujeição.

I Timóteo 5:14
Quero pois que as que são moças se casem, gerem filhos, governem a casa e não deem
ocasião ao adversário de maldizer.

Tito 3:3-5
As mulheres idosas, semelhantemente, que sejam reverentes no seu viver, não
caluniadoras, não dadas a muito vinho, mestras do bem, para que ensinem as mulheres
novas a amarem aos seus maridos e filhos, a serem moderadas, castas, operosas donas
de casa, bondosas, submissas a seus maridos, para que a palavra de Deus não seja
blasfemada.

6
I Pedro 3:3-5
O enfeite delas não seja o exterior no frisado dos cabelos, no uso de joias de ouro, na
compostura de vestidos. Mas o homem encoberto no coração, no incorruptível trajo de
um espírito manso e quieto, que é precioso diante de Deus. Porque se adornavam assim
antigamente as santas mulheres que esperavam em Deus e estavam sujeitas a seus
próprios maridos.

Necessidades do homem:

1. Sexo. O homem foi criado por Deus como ser reprodutor (fonte de gerações), por
isso sua necessidade de se relacionar sexualmente.

2. Companhia e lazer com sua esposa. Deus criou o homem para proteger. Assim, o
homem tem um comportamento de proteção e ele sente-se realizado em proteger.
Portanto, as esposas devem, sempre que possível, acompanhar seus maridos no lazer
de seus maridos, apoiando-os.

3. Uma esposa linda. Seu marido não quer isso, ele precisa disso. Ele quer uma mulher
que de orgulho a ele. Tem a ver com a segunda necessidade… Ninguém quer proteger
algo feio! A bíblia ensina que a esposa é a coroa de seu marido… Ninguém usa uma
coroa feia!

4. Paz no lar. A bíblia ensina que a mulher tola destrói seu lar, portanto com sabedoria
ela edifica o lar. Saber conversar, entender as dificuldades do marido, suas
frustrações, seus desafios, … O homem precisa de um bom lugar de descanso.

5. Respeito. O marido não quer respeito, ele precisa de respeito. A palavra respeito
significa honrar, elogiar, elevar sua autoestima. Falar sempre bem do marido. Não
rebaixar ou desonrar o marido, principalmente em público. Se há algo em seu marido
que você não gosta, primeiro vá diante de Deus para orar e depois dê uma sugestão
amável a ele.

O que diz a Palavra de Deus:

Gênesis 1:27; 2:7


E criou Deus o homem à sua imagem e semelhança. E formou o Senhor Deus o homem
do pó da terra e soprou em seus narizes o fôlego da vida e o homem foi feito alma
vivente.

7
Gênesis 3:17; 4:19
...com dor comerás da terra todos os dias da tua vida. No suor do teu rosto comerás o
teu pão, até que tornes à terra, porque dela fostes tomado, porquanto és pó e em pó
te tornarás.

I Coríntios 7:3; 7:11; 7:27


O marido pague à mulher a devida benevolência e da mesma sorte a mulher ao marido.
E que o marido não deixe a mulher. Estás ligado à mulher? Não busque separar-te.

I Coríntios 11:3
Mas quero que saibas que Cristo é a cabeça de todo varão e o varão a cabeça da
mulher e Deus a cabeça de Cristo.

Efésios 4:23
Porque o marido é a cabeça da mulher, como também Cristo é a cabeça da igreja,
sendo Ele próprio o Salvador do mundo.

Efésios 4:25
Vós, maridos amais vossas mulheres, como também Cristo amou a igreja e a si mesmo
se entregou por ela.

Efésios 4:28
Assim devem amar os maridos as suas próprias mulheres como a seus próprios corpos.
Quem ama a sua mulher ama-se a si mesmo.

Efésios 4:29
Porque nunca ninguém aborreceu a sua própria carne, antes a alimenta e sustenta,
como também o Senhor a igreja.

I Timóteo 3:2-4
É necessário, pois, que o sacerdote (também o do lar) seja irrepreensível, marido de
uma só mulher, temperante, sóbrio, ordeiro, hospitaleiro, apto para ensinar, não dado
ao vinho, não espancador, mas moderado, inimigo de contendas, não ganancioso, que
governe bem a sua própria casa, tendo seus filhos em sujeição, com todo o respeito.

I Timóteo 5:8
Mas, se alguém não cuida dos seus, e especialmente dos da sua família, tem negado a
fé, e é pior que um incrédulo.

I Pedro 3:7
Igualmente vós, maridos, coabitai com elas com entendimento, dando honra à mulher
como vaso mais fraco, como sendo vós os seus coerdeiros da graça da vida, para que
não sejam impedidas as vossas orações.

8
4, Atitudes ou situações que agradam ou desagradam

Nesta dinâmica vocês devem fazer uma lista de todas as situações ou atitudes
que agradam ou desagradam a cada um. Pensem com calma e sejam sinceros e
objetivos. Iniciem pelos aspectos negativos e se forem muitos, trabalhem inicialmente
os mais importantes ou fortes. Vocês devem trocar as informações uma a uma e orar
para perdoar um ao outro a cada revelação.

Nesta etapa vocês já podem estabelecer alguns acordos, como, por exemplo: se
você mulher não se agrada de seu cônjuge jogar bola com os amigos três vezes por
semana, vocês podem juntos estabelecer um acordo de duas ou uma vez por semana. É
sempre bom ter um caderno ou agenda para estas anotações. Lembrem-se de terem
bom senso nas definições dos acordos. Ambos devem ceder…

O passo seguinte e bem mais fácil é revelar as situações ou atitudes que


agradam. Neste passo vocês podem reafirmar alguns pontos positivos em seus
acordos.

O que diz a Palavra de Deus:

Provérbios 6:16-19
Estas seis coisas o SENHOR odeia, e a sétima a sua alma abomina:
Olhos altivos, língua mentirosa, mãos que derramam sangue inocente,
O Coração que maquina pensamentos perversos, pés que se apressam a correr para o
mal, a testemunha falsa que profere mentiras, e o que semeia contendas entre irmãos.

5. Qualidades de seu cônjuge

Neste ponto o diálogo já deve estar bem mais fácil e será muito importante aqui
enfatizar as qualidades de cada um. A valorização de nosso cônjuge vai criar um
ambiente de paz e harmonia. Todo ser humano sente-se motivado ao ser reconhecido
ou valorizado e tem sua autoestima aumentada.

Façam uma lista com muito critério. Isto pode levar tempo, pois sempre é mais
fácil criticar. Ao passar dos dias, cada um deve lembrar estas características do
caráter do seu cônjuge fazendo elogios sempre que possível. Esta lista servirá
também para que cada um apresente-se diante de Deus e verifique aquilo em que pode
melhorar.

9
6. Versículos bíblicos relativos a vida conjugal

Em cada um dos tópicos acima foram colocados versículos relativos aos assuntos
tratados, mas existem muitos textos da Palavra de Deus que podem e devem ser
explorados. Façam momentos de meditação na Palavra de Deus. Estudem juntos. Isto
trará resultados muito positivos no relacionamento conjugal.

É uma prática muito aconselhada também a aquisição de bons livros de


aconselhamento conjugal. Muitas vezes nossos erros são básicos e não enxergamos
problemas mais sérios na vida de outros. Com estes livros podemos conhecer
testemunhos de casais que venceram dificuldades muito superiores as nossas e
também conhecer as maneiras pelas quais eles enfrentaram suas situações.

O que diz a Palavra de Deus:

Gênesis 2:18
E disse o Senhor: não é bom que o homem esteja só, far-lhe-ei uma adjutora que
esteja como diante dele.

Gênesis 2:24
Portanto deixará o varão seu pai e sua mãe e apegar-se-á a sua mulher e serão ambos
uma só carne.

Salmos 127:1-2
Se o Senhor não edificar a casa, em vão trabalham os que a edificam; se o Senhor não
guardar a cidade, em vão vigia a sentinela. Inútil vos será levantar de madrugada,
repousar tarde, comer o pão de dores, pois ele supre aos seus amados enquanto
dormem.

Provérbios. 10:19
Na multidão de palavras não falta transgressão, mas o que modera os seu lábios é
prudente.

Provérbios. 13:3
O que guarda a sua boca preserva a sua vida; mas o que muito abre os seus lábios traz
sobre si a ruína.

Provérbios 15:1-4
A resposta branda desvia o furor, mas a palavra dura suscita a ira. A língua adorna a
sabedoria, mas a boca dos tolos derrama o espírito. Os olhos do Senhor estão em todo

10
o lugar contemplando os maus e os bons. Uma língua saudável é árvore de vida, mas a
perversidade nela, quebranta o espírito.

Eclesiastes 4:9-12
Melhor é serem dois do que um, porque tem melhor paga do seu trabalho. Porque se
um cair, o outro levanta seu companheiro, mas ai do que estiver só, pois caindo não
haverá quem o levante. Também se dois dormirem juntos, eles se aquentarão, mas um
só como se aquentará? E se alguém quiser prevalecer contra um, os dois lhe resistirão,
e o cordão de três dobras não se quebra tão depressa.

Cantares 6:8
... porque o amor é forte como a morte e duro como a sepultura é o ciúme, as suas
brasas são brasas de fogo, labaredas do Senhor.

Amós 3:3
Andarão dois juntos se não estiverem de acordo?

Mateus 18:19
Também vos digo que, se dois concordarem na terra acerca de qualquer coisa que
pedirem, isso lhes será feito por meu Pai, que está nos céus.

Mateus 19:6
Assim, não são dois, mas uma só carne. Portanto o que Deus ajuntou não separe o
homem.

Mateus 19:9
Eu vos digo que qualquer que repudiar sua mulher, não sendo por causa de
prostituição, e se casar com outra, comete adultério e o que casar com a repudiada
também comete adultério.

I Coríntios 7:4
3. A mulher não tem poder sobre seu próprio corpo mas tem-no o marido, e também
da mesma maneira o marido.

I Coríntios 13:4-8
O amor é sofredor, benigno, não é invejoso, não trata com leviandade, não se
ensoberbece. Não folga com a injustiça, mas folga com a verdade. Não se porta com
indecência, não busca os seus próprios interesses, não se irrita, não suspeita mal.
Tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta. O amor nunca falha.

Efésios 4:26
Irai-vos, e não pequeis; não se ponha o sol sobre a vossa ira.

11
Gálatas 5:22
Mas o fruto do espírito é: amor, gozo, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fé,
mansidão e temperança.

Hebreus 13:14
Venerado seja entre vós o matrimônio e o leito sem mácula, porém aos que se dão à
prostituição e ao adultério, Deus os julgará.

7. Acordos

Estabeleçam acordos em relação aos pontos já estudados, verificando que cada


um deve e pode ceder um pouco. Não deve haver brigas neste trabalho e sim
compromissos. Considere aqui atividades espirituais, como oração em família,
participação na igreja, outros.

Os acordos podem ser trabalhados como planos de ação. Muitas vezes não é
possível mudar completamente ou de repente. Para não se chegar a um impasse, pode-
se trabalhar em uma mudança gradual e progressiva. Todo plano de ação precisa de
controle. De tempo em tempo, reúnam-se para orar e verifiquem se as mudanças estão
ocorrendo. Pode ser necessário estabelecer correções ou novas metas.

Algo muito comum entre nós seres humanos é deixar de fazer algo por falta de
tempo ou outra desculpa qualquer – procrastinação. Portanto vale a pena, sempre que
possível, revisar os acordos ou compromissos e colocar em dia os pontos falhos. Caso
isso não ocorra teremos um grande potencial de problemas pela frente.

8. Sonhos

Um fator primordial que move o ser humano em todas as jornadas é o sonho. Já


foi dito uma vez: “Se você não sabe a que porto se destina, nenhum vento é favorável”.
Por isso, creio que estabelecer uma série de alvos para um período de 5 e de 10 anos é
essencialmente motivador.

Façam uma lista individual de sonhos para um período de 5 e de 10 anos. Esta


lista inicial não deve ter restrição. Escreva qualquer sonho, mesmo que seja algo muito
grande. Depois orem a respeito dos sonhos e compartilhem suas listas. Finalmente,
estabeleçam uma lista única de sonhos a serem alcançados nos dois períodos, de
acordo com a possibilidade e fé do casal.

Façam um plano de ação para cada sonho. É verdade que muitos deles
demandarão muita oração e pouca preparação, mas outros necessitarão de muito

12
preparo. Por exemplo, se um dos cônjuges sonha em ser médico. Isto demanda muita
oração e também muita preparação.

Fiquem atentos pois a realização de alguns sonhos podem sacrificar acordos


realizados, por exemplo, por falta de tempo. A cada nova etapa da vida do casal se faz
necessária a revisão dos acordos. Por exemplo, um médico em início de carreira pode
ter de enfrentar muitos dias de plantão em um hospital e assim, mudar completamente
o estilo de vida do casal (acordos).

9. Solução de problemas

Estabeleçam uma forma conjunta de tratar os problemas conjugais, priorizando


o diálogo e não as brigas. Os casais costumam ter muitas dificuldades em resolver
problemas. Primeiro por que cada um quer ter vantagens na solução dos mesmos
(somos egoístas por natureza) e também por que, como a maioria das pessoas, não
ataca a causa dos problemas, mas as consequências.

Saibam que a maior causa de problemas conjugais está em nós mesmos. Somos
falhos e nos acostumamos em não resolver os problemas. Vamos como o ditado diz:
“empurrando com a barriga”. O inimigo de nossas almas fica só esperando uma brecha,
uma briga ou discussão, para começas a agir.

A solução de qualquer problema deve começar com um diálogo franco e um


diálogo franco deve começar com uma boa oração. Após a oração devemos listar todas
as possíveis causas do problema e então verificar quais as mais prováveis para
podermos tomar ações sobre as mesmas. As vezes vamos priorizar ações erradas e o
problema continua, mas na maioria das vezes os problemas são simples de resolver.
Normalmente demandará um pouco de atenção e tempo de qualidade. Podemos também
encontrar solução para nossos problemas na Palavra de Deus e em bons livros.

Estudem metodologias simples para solução de problemas na Internet. Isto


tudo pode parecer muito técnico ou metodológico, mas assuntos importantes
demandam conhecimento e técnica. Você não considera seu casamento importante?

10. A prática eterniza

Procurem praticar diariamente ações que resultem em qualidade de vida e saúde


conjugal. Lembrem-se dos tempos de namoro, onde havia romance de verdade.
Procurem adotar técnicas simples para ajuda de casais como: “A terapia do abraço”, “5
linguagens do Amor”, entre outros (ver nos anexos).

13
Finalmente convivam com grupo de casais. Procurem uma boa igreja para
frequentar e permanecer. Façam parte ativamente destes grupos para aprender e
contribuir com suas experiências e nunca desista de seu casamento! Deus os
abençoe!

14
ANEXO 1

10 PASSOS PARA A SEPARAÇÃO

1. Envolver-se em problemas não procurando solucionar as causas, mas apenas discutindo


suas consequências.

2. Falar e implicar sobre tudo o que o cônjuge faz ao ponto de transformar pequenas coisas
em grandes obstáculos, aumentando assim a tensão no lar.

3. Tentar ocultar a verdade sobre determinados assuntos de modo a evitar outras


discussões uma vez que já está difícil chegar a um acordo.

4. Buscar a autopiedade para obter novamente a compreensão de seu companheiro. Assim


ele percebendo sua inferioridade ficará com pena de você e mudará de atitude.

5. Ignorar que após um período de desavenças o cansaço e stress são originários desta
situação e devem ser tratados espiritualmente por aconselhamento e oração.

6. Continuar com o clima de tensão no lar e pressões de modo que os distúrbios psicológicos
aumentem e se avolumem.

7, Partir para uma fase mais agressiva onde o diálogo é substituído por discussões, as
palavras doces por acusações raivosas. Um ambiente onde reine a indiferença e
insatisfação.

8. Dar uma pequena trégua, uma vez que a indiferença reina, é normal que a atividade
sexual seja temporariamente interrompida.

9. E porque não eliminar por vez a comunicação visto que a agressão verbal já está acirrada.

10. Finalmente, após todo este confronto só resta procurar um advogado para estabelecer
um diálogo formal onde o casal poderá contar com a ajuda de uma terceira pessoa (não
Deus é claro, que não pode dar entrada nos papéis da separação).

15
ANEXO 2

A TERAPIA DO ABRAÇO
Karen Grewen
Universidade da Carolina do Norte (EUA)

O simples ato de abraçar diminui a pressão sanguínea, o batimento cardíaco e o


nível de hormônios ligados ao stress. Por isso, abraço significa saúde. Segundo estudo
da Universidade da Carolina do Norte (EUA), o contato físico, pode aumentar a
longevidade. Sugere ainda, que uma relação forte e duradoura pode proteger contra
futuras doenças cardiovasculares e fazer bem para a saúde em geral. “Os níveis de
cortisol e de norepinefrina, hormônios do stress, são reduzidos após um abraço. Além
do nível de oxitocina, um importante hormônio ligado à fidelidade, aumenta”, afirma a
psiquiatra Karen Grewen.

Carinho

A afetividade aumenta e traz bem-estar, efeito da ação do hormônio que gera


um impulso e um desejo de cuidar. Kathleen Keating, autora do livro A Terapia do
Abraço, diz que a sociedade está sofrendo de solidão. “A tecnologia moderna é
importante, mas todo ser humano precisa de carinho físico”. E afirma que as pessoas
não admitem que precisam de carinho, pois isso é sinal de fraqueza e dependência,
principalmente para os homens. “Existe algo poderoso em nossos braços, mãos e dedos
que faz alguém se sentir amado e cuidado com um simples abraço”.

Escolha os seus:

Abraço adivinhe quem é


Tampam-se os olhos por trás da pessoa. Maneira bem-humorada de dizer olá

Abraço sanduíche
Duas pessoas envolvem uma terceira. Dá segurança para quem estiver no meio

Abraço de rosto colado


Os lados das faces se encostam: uma mão sobre as costas e a outra na cabeça.
Transmite bondade

Abraço de lado
Bom para quando se está caminhando. Proporciona um momento de alegria

16
Abraço grupal
Em forma de círculo, com braços nos ombros ou na cintura. Confere um senso de
unidade e aceitação universal

Abraço padrão
Corpos sem se tocar, os braços envolvem brevemente apenas o pescoço. Serve para
parabenizar ou indicar simpatia

Abraço de urso
Quando uma pessoa grande abraça com força alguém bem menor por 5 a 10 segundos.
Transmite apoio e segurança

Abraço relâmpago
Uma pessoa corre em direção a outra e dão-se uns apertões. Passa uma sensação de
carinhosa surpresa.

17
ANEXO 3

5 LINGUAGENS DO AMOR
Gary Chapman.

PRIMEIRA LINGUAGEM DO AMOR: PALAVRAS DE AFIRMAÇÃO

Elogios verbais e palavras de apreciação são poderosos comunicadores do amor.


São os melhores comunicados em forma de expressão direta e simples, como: “Você
ficou tão elegante com esse terno”; “Você está muito bem com esse vestido”;
“Ninguém faz essas batatas melhor que você”. Não sugiro que use de bajulação para
conseguir o que deseja de seu cônjuge. O objetivo do amor não é obter o que se quer,
mas fazer algo pelo bem-estar daquele a quem se ama. É verdade, porém, que ao
recebermos palavras elogiosas, de afirmação, tornamo-nos mais motivados a sermos
recíprocos e a fazermos algo que nosso cônjuge deseje.

Além de elogios verbais, outra maneira de expressar palavras de afirmação é


com palavras encorajadoras. Em determinadas fases da vida todos nós nos sentimos
inseguros. Não possuímos a coragem necessária, e esse medo impede-nos de
realizarmos certos atos positivos que gostaríamos de concretizar. O potencial latente
do seu cônjuge, nestas áreas de instabilidade, talvez espere suas palavras de
encorajamento. Encorajamento requer empatia que nos leva a enxergar o mundo
segundo a perspectiva de nosso cônjuge. Devemos, em primeiro lugar, procurar saber o
que é importante para ele. Se desejamos desenvolver um relacionamento precisamos
saber quais são os desejos da pessoa amada. Se queremos amar um ao outro,
precisamos saber como fazê-lo.

A melhor coisa que podemos fazer com os fracassos do passado é torná-los em


simples história. Sim, eles ocorreram, e machucaram. E talvez ainda magoem, mas ele
reconheceu seu erro e pediu o seu perdão. O perdão não é um sentimento, mas um
compromisso. É a opção de se mostrar misericórdia e não de se jogar a ofensa no
rosto do ofensor. Perdão é uma expressão de amor. Palavras humildes: quando alguém
faz um pedido a seu cônjuge, afirma as habilidades dele. Faz entender que ele possui,
ou pode fazer algo, que é significativo ou valioso para o outro. No entanto, quando dá
ordens, torna-se um tirano. Seu cônjuge não se sentirá afirmado, mas diminuído.

SEGUNDA LINGUAGEM DO AMOR: QUALIDADE DE TEMPO

Ter um tempo de qualidade com seu cônjuge. Querer ser alvo da sua atenção,
que lhe dedique mais tempo e possam realizar algumas atividades juntos. Qualidade de

18
tempo significa dedicar a alguém sua inteira atenção, sem dividi-la. Não é sentar no
sofá e assistir TV. É assentar-se ao sofá, com a TV desligada, olhar um para o outro e
conversar, no processo de dedicação mútua. É dar um passeio juntos, só os dois. É
ambos saírem para comer fora.

O aspecto central da qualidade de tempo é estar sempre juntos. Não quero


dizer simples proximidade. Duas pessoas sentadas em uma mesma sala estão próximas,
mas não necessariamente juntas. O estar junto tem a ver com o focalizar a atenção.
Uma conversa de qualidade deve envolver disposição para ouvir e aconselhar, quando
solicitado, e jamais de forma arrogante. Dicas para uma conversa de qualidade:
procure olhar nos olhos do seu cônjuge quando ele lhe falar (ajuda a não divagar e
comunica atenção) não faça outra coisa enquanto ouve seu cônjuge escute o
“sentimento”. Pergunte-se o tipo de emoção que seu cônjuge sente no momento.

Certifique-se de que seu pensamento está correto observe a linguagem


corporal. Punhos cerrados, mãos trêmulas, lágrimas, cenho franzido indicam o
sentimento recuse interrupções. Se eu lhe dedicar minha total atenção enquanto você
fala, evitarei defender-me a fim de fazer-lhe acusações. Meu objetivo é perceber
seus sentimentos e pensamentos. O alvo não é auto defender-me ou permitir que você
ganhe uma discussão. A intenção é compreender o outro.

Atividades de qualidade: um dos pontos positivos das atividades de qualidade é


que elas possibilitam o armazenamento de um banco de memórias ao qual podemos nos
reportar pelos anos futuros. Feliz é o casal que se lembra de uma caminhada feita de
manhã ao longo da praia; de uma árvore plantada no jardim; do projeto de pintura dos
quartos; da noite em que foram juntos ter aulas de patim e um deles caiu e quebrou a
perna; dos passeios pelo parque; de um passeio de bicicleta.

Essas são memórias de amor, especialmente para aquelas pessoas cuja primeira
linguagem for qualidade de tempo.

TERCEIRA LINGUAGEM DO AMOR: RECEBER PRESENTES

Antes de comprarmos um presente para alguém, pensamos naquela pessoa. O


objeto em si é um símbolo daquele pensamento. Não importa se foi caro ou barato.
Símbolos visuais do amor são mais importantes para uns do que para outros. Por esse
motivo, existem os que, após se casarem, nunca mais tiram a aliança porém, também há
alguns que nem chegam a usá-la. Essa é uma evidência de que as pessoas possuem
linguagens do amor diferentes.

Quem tem essa linguagem vive grandes emoções ao receber presentes. Vê neles
expressões de amor. Sem lembranças como símbolos visuais, o amor do cônjuge poderá

19
até ser questionado. Se a primeira linguagem de seu cônjuge for “receber presentes”,
você deve se tornar um expert nessa área. Não espere uma ocasião especial. Se esta
for a primeira linguagem de seu cônjuge, praticamente tudo o que você lhe conceder
será recebido como expressão de amor. Se ele foi muito crítico em relação aos
presentes que recebeu no passado, então essa é uma grande dica de que receber
presentes não é a primeira linguagem do amor do seu cônjuge.

A presença do cônjuge, em tempos de crise, é o maior presente que se pode dar


a um cônjuge cuja primeira linguagem do amor seja receber presentes.

QUARTA LINGUAGEM DO AMOR: FORMAS DE SERVIR

É fazer aquilo que você sabe que seu cônjuge gostaria que você fizesse. É
procurar agradar realizando coisas que ele aprecia, expressando amor através de
diversas formas de servir.

Jesus Cristo deu uma ilustração simples, porém profunda, ao expressar amor
através de uma forma de serviço quando lavou os pés dos discípulos.

QUINTA LINGUAGEM DO AMOR: TOQUE FÍSICO

No casamento, o toque de amor existe em várias formas. Considerando-se que


os receptores ao toque localizam-se por todo o corpo, um afago amoroso em qualquer
parte pode comunicar amor a seu cônjuge.

Seu cônjuge apreciará alguns toques mais do que a outros. Aprenda com ele.
Não insista em tocar de seu jeito e em seu tempo. Aprenda a falar o dialeto do outro,
pois alguns toques podem ser considerados desconfortáveis ou irritantes. Não caia no
erro de achar que o que lhe traz prazer também trará a seu cônjuge.

As crises propiciam uma oportunidade singular para se expressar amor. Toques


afetuosos serão lembrados muito tempo ainda após as dificuldades terem passado.
Porém, a ausência de seu toque talvez jamais seja esquecida.

Um gostoso cafuné, andar de mãos dadas, abraços apertados ou não, relações


sexuais, tudo isso faz parte das necessidades de quem possui o “toque físico” como
sua primeira linguagem do amor.

20
LIVROS SUGERIDOS

TÍTULOS AUTOR EDITORA


Casamento Blindado 2.0 Renato e Cristiane Thomas Nelson
Cardoso
Solteiros, Casados, Separados e Vida Myles Munroe Central Gospel
Pós-Divórcio
Vida familiar controlada pelo ES Timóteo e Beverly Layale Betânia
O ato conjugal Timóteo e Layale Betânia
Começar de novo Drescher Mundo Cristão
Sua Família pode ser melhor Jaime Kemp Sepal

SITES SUGERIDOS

CASAMENTO BLINDADO - http://www.casamentoblindado.com

UNIVERSIDADE DA FAMÍLIA - https://www.udf.org.br/

PR CLÁUDIO DUARTE – YOUTUBE – vários vídeos – digite casamento e Pr Cláudio


Duarte

21