Você está na página 1de 19

INFLUÊNCIAS ZODIACAIS

Uma pessoa com mais influência dos signos terrestres parece mais
sólida, pé no chão e "terrena", ou seja, se preocupa mais com
praticidade, coisas materiais e segurança. Como sua energia, ela é
mais densa, faz as coisas de maneira devagar e claramente definida
(como os sólidos).

Uma pessoa sob uma grande influência dos signos de água, por outro
lado, pode se comportar mais como os líquidos, parecendo
"transparentes" como a água, ou seja, seus sentimentos são
expressados e captados com mais facilidade. Tendem a ser sensíveis
e intuitivos.

Uma pessoa com grande influência dos signos de ar parecerá


justamente "aérea". Isso significa que há muita distância entre ela e a
matéria, ela prefere cultivar a mente, a imaginação, o movimento e a
comunicação. Os pensamentos se tornam mais rápidos (como as
moléculas de gás que estão distantes e se movem rapidamente),
melhorando a comunicação.

Já os signos de fogo fazem a pessoa parecer ardente, apaixonada,


cheia de inspiração e motivação. Abre portas para a criatividade e as
novas ideias, além de empurrar a pessoa em direção à aventura.

A pessoa cardinal é mais direta, abordas as coisas de maneira


impaciente e gosta de liderar e se afirmar. Uma pessoa fixa não gosta
muito de mudança ou espontaneidade em suas abordagens. Agarra-
se aos seus ideais e os defende até o fim. A pessoa mutável é mais
flexível e adaptável. Como um camaleão, muda para se ajustar ao
ambiente onde se encontra e sempre busca novos aprendizados e
novos ares.

Assim, temos:
Os signos cardinais: Áries (fogo), Libra (ar), Câncer (água) e
Capricórnio (terra), têm tendência para impulsividade nas ações e
costuma gerar audácia e coragem para tomar iniciativas, podendo
também causar precipitação e impaciência. Inovação é outra
característica positiva. Ao mesmo tempo em que gera força para
começar coisas, pode trazer dificuldades para continuar e manter o
que se iniciou.

Os signos fixos: Touro (terra), Escorpião (água), Aquário (ar) e Leão


(fogo) tendem a ser mais resistentes a qualquer tipo de mudança, daí
surgem características como estagnação e teimosia. Podem ter
problemas para se adaptar a mudanças, mas costumam ter muita
força de vontade para trabalhar em busca de seu sustento e manter o
foco nas tarefas. Seus desejos e emoções tendem a ser intensos e
gostam de manter as coisas, sejam bens materiais ou
relacionamentos.

Os signos mutáveis: Gêmeos (ar), Sagitário (fogo), Peixes (água) e


Virgem (terra). Tendem a ser mais flexíveis, adaptáveis e astutos por
conta dessa mutabilidade. Por outro lado, essa mesma ação mutável
também pode trazer dúvidas, indecisão e um pouco de
superficialidade. Porém, por baixo de toda essa possível alternância,
existe uma enorme força propulsora de adaptação a qualquer
situação.

Os elementos e o seu temperamento


Como vimos, cada elemento possui características bem definidas que
podem nos influenciar de várias maneiras. Sempre que pensar neles,
lembre-se:

 Pense na Terra como algo sólido. Tem a ver com nossa capacidade
de realização, com o toque, sensações;
 Já o Fogo é mais ardente, espontâneo, abstrato e age influenciando a
criatividade, as novas ideias, atiçando aventuras, propelindo ação e o
nosso lado artístico.
 O Ar e nossa comunicação tem tudo a ver. Ele estimula nossa mente
e dá força aos nossos pensamentos e linguagem, sempre em busca
do melhor;
 A Água tem a ver com emoções. Transparente, faz todos os
sentimentos ganharem vida e força dentro da gente. Seu
temperamento mais especial.
Cada pessoa tem um temperamento muito particular, um misto de
influências astrológicas e experiências diárias. Nosso signo solar,
lunar, o ascendente e vários outros aspectos se unem para nos
influenciar de várias formas. Vai depender de nós como receberemos
essas influências, como vamos processá-las.

O temperamento acaba sendo um reflexo dessas influências e do


nosso interior. Tudo que fazemos dia após dia, como reagimos a cada
tipo de situação, como tratamos os outros e até nossos trejeitos e
maneira de se vestir mostram como nossas experiências de vida e os
astros nos influenciaram. E é através do nosso temperamento que as
pessoas vão tentar nos entender e conhecer melhor.
Quando fazemos nosso mapa astral, na verdade estamos tentando
"calcular" com a maior precisão possível as influências que os
planetas, signos e aspectos podem exercer sobre a gente. Da mesma
forma devemos considerar a importância dos elementos que se
relacionam com os signos e os planetas. Terra, fogo, ar e água
também podem influenciar nosso temperamento e humor. Na verdade,
assim que começamos a olhar nosso mapa astral, uma das primeiras
coisas que analisamos é justamente a representatividade de cada um
desses elementos no mapa.

Se você já viu seu mapa astral, deve ter visto as porcentagens dos
elementos: se terra fraco, água fraco, fogo forte, ar forte e por aí vai.
Isso é um demonstrativo da presença dos elementos em sua
personalidade. No caso citado, por exemplo, terra e água estariam
meio que ausentes, enquanto que fogo e ar estariam bem presentes.

O que pode acontecer? Bom, a falta de algum elemento no mapa


pode levar a pessoa a tentar preenchê-la de alguma forma. Talvez se
relacionando com pessoas que tenham traços fortes desses
elementos. Já a presença excessiva de alguns elementos pode levar a
pessoa a ser muito influenciada por eles, o que pode causar um certo
desbalanceamento para com os significados e situações dos outros.

O Elemento Fogo
Fogo - Yang
1

O elemento Fogo na astrologia representa ação, ímpeto e criatividade,


sendo o combustível de Áries, Leão e Sagitário. É
considerado quente e seco. Tem uma abrangência radiante, simboliza
expansão, calor, luz, coragem, vontade de lutar, de dominar e
conquistar, mas também favorece a elevação espiritual, a lucidez
extrema e a purificação da alma. Nos seres humanos representa a
mente superconsciente. O símbolo do elemento Fogo é um triângulo
apontando para cima, representando o desejo de subir por conta de
suas qualidades quentes e secas.
Pessoas com abundância do elemento fogo tendem a ser mais
otimistas, idealistas, dinâmicas, ardentes, apaixonadas,
entusiasmadas, diretas, espontâneas, ingênuas, expansivas, com
mais inspiração, motivação, coragem de se impôr, de assumir riscos e
enfrentar desafios. Geralmente demonstram energia, determinação,
ardor, perseverança e podem gostar mais de mandar do que
obedecer. Toda essa disposição pode trazer mais agitação e
impulsividade. Um fogo fora de controle, por exemplo, pode ser muito
perigoso, pois o outro lado da energia tende a possuir uma certa falta
de tato, uma ambição desmedida, ser violento, raivoso, autoritário e
agessivo - física ou verbalmente. Podem ser um pouco insensíveis e
indiferentes, por vezes egoístas e arrogantes também. Na raiva
tendem a magoar os outros, mas geralmente não guardam rancor.
Antigamente eram chamadas de pessoas com Humor Colérico.

De todos os elementos, o único que provavelmente vai se denunciar


em um lugar mais escuro é o fogo. Daí surgem coisas como a
sinceridade, a objetividade e a tendência natural a aparecer. Pensar
num signo de fogo que tenha que ficar sempre escondido é um
antagonismo tremendo, pois para o fogo, é importante dar o seu
recado e imprimir suas ideias. São afeitos às paixões passageiras,
onde podem se interessar por algo e logo em seguida se
desinteressarem. Com isso, podemos evocar aquela máxima: "o fogo
só queima enquanto houver combustível".
E de fato, o fogo muitas vezes consome rapidamente seu combustível.
Sendo assim, é de sua natureza extrair o máximo da vida, abrir as
portas da criatividade, se mover para novas ideias, além de empurrar
tudo o que toca em direção à aventura, aos riscos e a especulação.
Sua função é revelar, mostrar-se, iluminar e dar imprimir mais paixão e
entusiasmo às coisas.

Os signos regidos pelo FOGO


Os signos de fogo se mostram ao mundo de formas diferentes:
Áries é mais imedistista, quer ser o pioneiro, mais forte ou
mais rápido, inspirando competição. É o signo que abre caminho para
o desconhecido, que quer vencer a inércia do tempo, o fogo das
origens, a afirmação do Ser e a ação na sua potencialidade. Força,
coragem, animação, independência, inovação, competição e aventura
são palavras de peso dentro do escopo ariano. É um signo de enorme
energia e impulsividade: "Eu Inicio", "Eu Sou", "Eu Faço".

Leão é mais ansioso e ousado, quer ser o melhor, inspirando


autenticidade. Traz o prazer de experimentar a vida com uma visão
otimista do mundo. A mente e o coração se unem para representar a
individualidade e expansividade do homem de forma mais
independente, traçando uma linha entre o Ser e o Existir, conseguindo
pensar em si mesmo, se interrogar e se autoanalisar de forma
apaixonada. A energia que irradia do fogo de Leão tende a torná-lo
centralizdor, mas muitas vezes de forma autoritária, dominadora,
ditatorial ou egocêntrica.

Sagitário é mais entusiasmado e exagerado, quer ser o mais


sábio, otimista e desbravador, inspirando aventura. É a energia que
amplia o potencial do homem, conferindo a ele um sentido
extremamente desenvolvido de moralidade e de justiça, fazendo com
que ele busque o conhecimento, a verdade e o melhor caminho certo
a seguir. O objetivo e a razão da existência são ideais que estimulam
um conhecimento maior sobre todas as coisas, uma entrega total de
si.

Forçar os signos de fogo a uma condição de extrema quietude é uma


tarefa árdua e praticamente impossível. Quando em suas crises, são
como a mitológica ave Fênix: dão um jeito de dar a volta por cima,
renascendo das cinzas. Tais energias tendem a estar sempre em
movimento e precisam estar assim. Movimentar-se e ir além é um dos
seus motes. É da natureza do fogo a ação, pois nenhuma chama tem
tendência à quietude.
Também é da natureza do fogo a ascenção, subir, elevar-se. É
energia Yang, que inspira expansão, o lado positivo das coisas.
Sempre irá se direcionar para cima, elevando-se em direção ao alto e
ao divino. Por isso, muitos deuses mitológicos dos tempos antigos têm
seus arquétipos retratados como: Áries (heróis, soldados e
guerreiros), Leão (artistas e reis). Sagitário (sacerdotes, filósofos e
conselheiros).

Pense sempre no Fogo como algo mais ardente, idealista e


abstrato, uma energia que influencia a criatividade, as novas ideias,
que atiça as aventuras, propele a ação e o nosso lado artístico.
Aquecer, viver o presente, virar a página da situação, mostrar que a
vida é boa e superar-se são temas sempre presentes em sua cartilha
elemental.

O Elemento Terra
Terra - Yin

A elemento Terra na astrologia significa substância e praticidade,


sendo a marca de Touro, Virgem e Capricórnio. É
considerada frio e seco. Representa estabilidade e solidez, dando às
substâncias sua força e forma. Nos seres humanos, representa o
corpo físico. O símbolo do elemento Terra é um triângulo apontado
para baixo com uma linha através dele. O triângulo descendente
representa que a Terra está úmida e procura descer, mas seu
componente seco bloqueia sua total descida.
Pessoas com grande quantidade de terra no mapa tendem a ser mais
introspectivas, passivas e dotadas de forte empatia, além de mais
calmas, lentas e frias. Tendem a ser mais resilientes, com muita força
de vontade. O elemento também proporciona mais solidez,
estabilidade, persistência e uma natureza concreta que pode atrair
ansiedade, pessimismo ou realismo extremo. Este elemento também é
sinônimo de sensualidade, prazeres terrenos e segurança material ou
sentimental, sendo suas características: produzir, manter, formar,
construir, estabelecer, conter e limitar. Os signos de terra se valem de
sua característica elemental de formas diferentes: Touro investe,
desfruta, produz e se apropria. Virgem elabora, aperfeiçoa, detalha e
esmiuça as coisas. Capricórnio administra, estrutura, planeja e
governa. Antigamente eram chamadas de pessoas com Humor
Melancólico.
Para o elemento terra, obter ganhos é de suma importânica, afinal, um
terreno estéril ou improdutivo por muito tempo não é interessante nem
útil a ninguém. Taurinos preferem obter seus ganhos de forma normal,
de preferência com menos esforços: "se o fruto estiver à mão, pra que
fazer força e mudar o que funciona?" Para os virginianos, o ideal é
conseguir algo com empenho e dedicação: "são nossas ações
cotidianas que geram bons e produtivos resultados". Capricornianos
conquistam as coisas com a força do tempo, pois precisam galgar seu
caminho para chegar onde desejam: "Só se gera frutos com disciplina,
resiliência e persistência".
Geralmente, futilidades ficam em segundo ou terceiro plano para o
elemento terra. Palavras não são suficientes para chamar a atenção,
mostrar trabalho sim. São pragmáticos e práticos demais para se
impressionarem apenas com palavras, promessas e
possibilidades. Querem ver a coisa no plano concreto e admiram
aqueles que são empenhados em fazer acontecer. A gestão do tempo
também é diferente para esse elemento. Tudo tende a ser feito com
mais calma, paciência, embasamento, devagar, passo a passo,
visando a segurança, a estabilidade, os possíveis ganhos e a
durabilidade daquilo que se conquista. Isso pode ser representado
pela terra fértil germinando pacientemente suas sementes, pelas
formações rochosas, pelas construções atemporais e pela incrível
formação das pedras preciosas. O interesse principal está na
segurança, estabilidade, na consistência das coisas, na produção,
enriquecimento e status quo.
Os signos regidos pela TERRA

Touro empreende uma busca constante pelos prazeres


proporcionados pelo espectro material e terreno, suas belezas, frutos,
os potenciais da matéria e a gestão de seus recursos, tendo a total
consciência da sensualidade proporcionada pelos cinco sentidos
físicos. O importante são os ganhos e vantagens que a terra e a
natureza proporcionam, o conforto gerado. Muito do que mantém a
energia taurina em movimento são pequenos prazeres como o toque,
afeto, sexo, boa comida além de todo conforto que os recursos podem
comprar.

Virgem controla o elemento terra através da agricultura, do


utilizável, das melhorias, do ato de semear, de colher e do serviço,
além de ter uma maior consciência material-corporal, visando a
manutenção da saúde e da higiene, coisas necessárias para uma boa
e produtiva rotina. O importante são as rotas pré-definidas e os meios
de produção estabelecidos e melhorados, gerando com isso
segurança para si e para as operações. Parte do que mantém Virgem
em movimento é a segurança gerada pela rotina, os hábitos, o
trabalho eficiente, a limpeza e a preocupação com a saúde.

Capricórnio usa todos os recursos para construções duráveis,


coesas, sólidas e abrangentes, além de possuir uma maior
consciência sobre o tempo, a idade e a maturidade de si e de todas as
coisas do mundo, além de uma sabedoria que advém da experência.
É importante para este signo a segurança de onde se pisa. O que
mantém Capricórnio em movimento são as ambições, a gestão do
status, a produtividade, o reconhecimento, o emprego, as economias,
as instituições e a estabilidade. Alcançar limites com estabilidade,
segurança e determinação é a sua proposta.

A Terra também produz efeitos adversos que interferem um pouco em


seu modo de operação harmônico. Tirar do sério alguém mais terreno
não é muito bom, podendo causar terremotos. Seus nativos são
capazes de incríveis explosões de fúria se sua raiva for reprimida por
muito tempo. Geralmente são pessoas mais tolerantes, calmas,
indulgentes e pacientes, mas instigá-las aos seus limites pode
provocar reações nada agradáveis. A teimosia e a inércia também são
outras vertentes, algo que faz com que se torne mais difícil para tais
pessoas mudarem de ideia. Touro pode ser preguiçoso, mesquinho,
irredutível e possessivo. Virgem tende a ser deveras crítico,
sistemático e por vezes monótono. Capricórnio pode ser
pessimismista, ranzinza, teimoso e rígido. Há de se estar atento
também ao risco de se tornarem viciados em trabalho e aos deveres,
negligenciando o tempo de descanso, pois onde há muita terra, pode
haver uma necessidade constante e inconsciente de produzir e
estabelecer-se. Lidar com mudanças bruscas também não é nada fácil
para este elemento, pois a terra só se movimenta através de
poderosas forças da natureza - ou de forças leves, embora
constantes, como o vento.
Uma grade força do elemento terra no mapa astral pode fazer a
pessoa parecer mais sólida, pé no chão, "terrena", ou seja, se
preocupando mais com a praticidade das coisas, dando relevância às
coisas materiais e desempenhando suas tarefas com mais segurança
e solidez. Assim como o modo de operação do elemento, a pessoa
pode parecer mais densa, fazendo as coisas mais devagar embora
constantes, em uma rota mais definida. Produção e permanência
estão sempre relacionados ao elemento terra. Mesmo que demore,
um tipo mais terreno sabe que pode chegar lá se persistir. Seja ao
andar por uma floresta, no campo ou ao escalar uma montanha, a
caminhada poderá ser mais difícil, embora com certeza venha
acompanhada de mais persistência e resiliência para chegar onde
quer que seja.
Pense sempre na Terra como algo concreto, detalhado, prático,
seguro, uma energia que influencia nossa capacidade de realização
sólida, além de uma maior afinidade com limites, com o mundo
material e os sentidos físicos.

O Elemento Ar
Ar - Yang
O elemento Ar na astrologia corresponde ao espectro mental, ao
intelecto, a comunicação e ao intercâmbio, sendo a força motriz dos
signos de Gêmeos, Libra e Aquário. É considerado quente e úmido.
Fica abaixo do Fogo e acima da Terra, sendo penetrante, difuso e
móvel. Nos seres humanos representa a mente autoconsciente. O
símbolo do seu elemento é um triângulo apontando para cima com
uma linha horizontal através dele. O triângulo ascendente representa
que é quente e procura ascender, mas o componente úmido bloqueia
sua subida total.
A função do Ar é estimular o raciocínio e o intercâmbio de
informações. Como todos respiramos o mesmo ar, o elemento
também age como componente social, ou seja, de todos os
elementos, é o único que somos forçados a compartilhar de uma
forma menos controlada. Favorece muito mais a razão e a lógica em
detrimento da sensibilidade ou das emoções. Algumas de suas
carecterísticas são: transmitir, agitar, mobilizar, comunicar, oxigenar,
fomentar, energizar e purificar.

Nesse caso, Gêmeos trata de comunicar, desdobrar e


intercambiar, Libra de ajustar, equilibrar, harmonizar e socializar
e Aquário de progredir, revolucionar, inventar, inovar e energizar.
Assim como os outros elementos, o Ar tem seus extremos, podendo
se mostrar como uma leve brisa ou se transformar em um furacão
devastador. De todos os elementos, é o mais difícil de prever suas
ações e possui uma tendência à instabilidade e imprevisibilidade. O
mesmo ar que sopra e refresca, também pode alimentar incêndios e
espalhar toxinas. Pessoas com uma grande força do elemento ar têm
como foco sempre melhorar as propostas e ideias, trazendo novos
conceitos e favorecendo invenções. Antigamente eram classificadas
como pessoas de Humor Sanguíneo.
É notório que as pessoas com predominância do elemento ar no mapa
tendem a ser mais ativas, sociáveis, falantes, leves, rápidas, curiosas,
cheias de ideias, versáteis e interativas. Toda essa energia aérea
favorece a intelectualidade, mas por outro lado, temos também o
aspecto negativo da comunicação, que aparece sob a forma de
fofocas, "disse-me-disse", discussões e mal entendidos. Esse outro
lado também pode indicar comportamentos volúveis, duais, distraídos,
indisciplinados, apressados, mal-feitos e/ou sem muita profundidade.

Assim, a tendência é não criar tantas raízes e não se ater tanto aos
detalhes, sendo pessoas mais desprendidas dos limites do mundo
material. O problema é que com isso torna-se mais difícil colocarem
suas ideias em prática, já que podem ficar sempre variando seus
desejos e opiniões. Como a tendência é se interessarem por muitas
coisas ao mesmo tempo, podem não ter força de vontade suficiente
para se concentrarem em nenhuma delas especificamente, sendo
muito mais difícil terminar o que começaram. Seus sentimentos não
são mostrados facilmente e nem sempre agem conforme falam ou
pensam, embora geralmente são os primeiros a questionar alguma
coisa.

Voltando ao cerne do elemento, é no ar que encontramos todo tipo de


ondas de energia: eletromagnéticas, luminosas, sonoras, além de uma
infinidade de partículas flutuantes, misturadas a gases em um incrível
sistema compartilhado de transmissão e recepção. Toda essa
natureza que inspira conexão é expressada em seus signos, que
possuem uma necessidade inerente de se comunicar, criar vínculos
sociais e manter uma sintonia social dinâmica.

Pessoas aéreas costumam se pautar pelas ciências e/ou pelas


notícias, buscando argumentos verdadeiros ou sensatos e não se
deixando impressionar facilmente por ideias sem as fundamentações
que considera adequadas. Para essas pessoas, tudo tem que ter uma
boa explicação, uma lógica por trás. Não basta idealizar, é preciso
estabelecer um propósito. Por isso, pessoas com um peso maior
desses signos geralmente têm uma maior dificuldade para a intuição e
um apego maior à métricas e à racionalidade. O conflito nesse caso é
que como elemento não inspira foco e solidez e é mais afeito à
dispersão, algumas ideias e conceitos podem se perder rapidamente.

Os signos regidos pelo AR

GÊMEOS é o signo dos "porques". Gosta de transmitir ideias


e propagar informações, tendo a curiosidade como mola propulsora,
sempre em busca de novidades, coisas interessantes ou
intelectualmente desafadoras. É o ar em seu estado agitado (vento
forte), inquieto, disperso, diversificado e dinâmico. A energia
geminiana promove o despertar da intelectualidade e onde quer que
se posicione é uma energia curiosa, leve, que tem a ver com
dualidade - como o próprio nome do signo sugere. Tende a se perder
na variedade de escolhas que precisa fazer.

LIBRA é o signo dos "pingos nos is" e transmite justiça,


harmonia e beleza estética, buscando parcerias e politização. É o ar
mais calmo, uma leve brisa, revelando quietude, observação,
ponderação, temperança, julgamento e diplomacia. Um possível
problema é a indecisão gerada pela insegurança, que pode prejudicar
o andamento ou agilidade de seus planos. Disso surge a tendência do
signo em deixar que o outro escolha a melhor opção, pois com isso
não precisam se comprometer e ceder às suas dúvidas.

AQUÁRIO é o signo das contestações e transmite inovação,


ideias igualitárias e quebra de paradigmas, desconstruindo sistemas
obsoletos ou muito rígidos, sendo um signo ligado ao inconformismo e
voltado para a revolução social, sempre buscando o progresso. É o ar
violento, agitado como um furacão, revelando insubordinação,
imprevisibilidade, revolução, radicalismo, excentricidade, turbulência e
libertação. Há aqui também uma predisposição para a insatisfação
crônica, fazendo com que ocorra uma súbita perda de interesse por
aquilo que se está buscando, gerando instabilidade e
imprevisibilidade.

Uma pessoa com grande influência dos signos de Ar de fato parecerá


mais volátil. Isso significa que pode haver uma distância maior entre
ela e a matéria, preferindo cultivar a mente, a imaginação, o
movimento, a agilidade, a variedade, a pressa e a comunicação.
Precisa sempre de novos estímulos, de circular por aí. Os
pensamentos se tornam mais rápidos, assim como as moléculas de
gás que estão distantes entre si e também se movem rapidamente. A
pior coisa para essas pessoas é ficarem presas a qualquer condição
tediosa, repetitiva ou limitada. Precisam sempre de reciclagem pois
isso as motiva.
O aprendizado é importante e geralmente os signos do elemento ar
não suportam o silêncio absoluto por muito tempo (embora Libra tenha
um pouco mais de apreço pela quietude). Tendem a admirar muito as
pessoas que falam bem, que têm propriedade em seus discursos.
Cada signo, ao seu modo, precisa ouvir o que o outro tem a dizer e
todos estão atentos ao que o outro está transmitindo.

Pense sempre no Ar como algo volátil e atrelado ao intelecto e a


comunicação. É uma energia que estimula a mente e dá força aos
nossos pensamentos e a propagação de informações.

O Elemento Água
Água - Yin
O elemento Água na astrologia rege as emoções, a mente
subconsciente, a sensibilidade, os sentimentos e sublinha os signos
de Câncer, Escorpião e Peixes. É considerado frio e úmido. Eleva-se
acima da Terra, mas está abaixo do Ar. Proporciona flexibilidade e
nutrição das substâncias. O símbolo do elemento Água é um triângulo
apontado para baixo, representando seu desejo de descer por conta
de suas qualidades frias e úmidas.
A força desse elemento pode fazer as pessoas serem mais pacientes,
compassivas, empáticas, secretivas, imaginativas, sonhadoras,
abnegadas, com uma maior inclinação artística, intuitivas, emotivas e
sensíveis, daquelas que sentem com uma maior facilidade algo que
que possa ter passado despercebido por outras pessoas. Suas
características elementais são umidificar, hidratar, purificar, refrescar,
tonificar, limpar, acalmar, proteger e diluir.

Pessoas com muita evidência do elemento água tendem a ser mais


influenciáveis, consideradas mais emocionais e sensíveis além de
mais adaptáveis a qualquer ambiente. No entanto, podem achar mais
difícil se adaptar totalmente aos limites do mundo material, sendo
também um pouco mais mais preguiçosas, irresolutas, vulneráveis ou
hipersensíveis.
Ao contrário do fogo, que sobe e se expande, a água é de natureza
Yin, direcionada para baixo. É por isso que muitas pessoas com
predominância desse elemento tem certa tendência à melancolia, se
deprimem ou se desmotivam mais facilmente. As emoções podem
passar a impressão de estarem sempre transbordando, à flor da pele,
embora possam agir de forma pouco impulsiva, se afogando em seus
próprios sentimentos. Tendem a seguir o desejo de outros em
detrimento dos seus próprios com mais facilidade. Precisam sempre
estar em boa sintonia com a sua existência, senão podem mergulhar
tão fundo que o retorno se torna algo difícil. Antigamente eram
classificadas como pessoas de Humor Fleumático.
É um elemento magnífico, que tem o poder de se misturar ao ar,
desaparecer ao calor do fogo e ser absorvido pela terra. Rapidamente
se perde, a água não é contida facilmente. Precisa da Terra para
estabelecer seus limites, do Fogo para decantar suas impurezas e se
elevar e do Ar para se propagar. Esse é o elemento que representa a
psique humana, algo que se parece muito com as águas do mar: a
consciência desliza sobre sua superfície enquanto o subconsciente se
aprofunda e mergulha dentro de um vasto oceano de possibilidades,
com áreas profundas e desconhecidas.
Sendo assim, torna-se mais difícil para as pessoas com
predominância desse elemento se manterem em um fluxo constante e
linear por muito tempo. E isso pode ser notório com as variações de
humor de Câncer, os rompantes emocionais de Escorpião e as crises
existenciais ou melancólicas de Peixes. É bom citar também que a
própria palavra "humor" deriva do latim "humore", que significa líquido
- em especial os fluidos corporais, como o sangue, bílis, linfa, saliva e
outros. Lembre-se que nosso organismo é composto por em média
70% de água e que sem ela não sobrevivemos por muito tempo,
tornando o elemento algo ainda mais relevante.

Os signos regidos pela ÁGUA


Os signos envolvidos com o elemento água cumprem bem o escopo
elemental o qual pertencem. Todos eles possuem um lado meio vago
e misterioso, parecem que estão sempre em busca do seu canto, seu
local ideal para repouso, dos sonhos, de meditação, de recarga das
energias e distanciamento social. Em geral, nunca esquecem o que os
marcou emocionalmente. Mostram gentileza, empatia e generosidade,
mas quando estão feridos ou sentem que estão em perigo, podem se
tornar pessoas imprevisíveis, desordenadas ou ter seus sentimentos
exacerbados.

Câncer está diretamente ligado ao seu lar, ao local que


considera seu refúgio. É a água fresca, que se volta para a
preservação dos seus, cuidando, protegendo, nutrindo e acalmando,
predominando em sua energia os hábitos de infância ou familiares.
Suas exacerbações sentimentais geralmente estão associadas às
perdas. O signo também tem grande facilidade de evocar o passado,
se apegando às lembranças e a tudo que se refira à infância ou aos
velhos tempos. Podem ter um sério problema com o apego e, assim
como a água em forma de represa, um bom conselho é que de vez em
quando joguem fora o que está velho para que possam renovar suas
emoções.

Escorpião luta pela sobrevivência e geralmente desconfia de


tudo e de todos, não permitindo que qualquer pessoa penetre em seu
território. No processo, investiga, envolve, se aprofunda e transforma,
trazendo consigo o reflexo dos males ou da bondade do mundo. É
como a água pantanosa, fixa, parada. Seus transbordamentos
emocionais geralmente estão ligados à mágoas. Têm o grande poder
de nunca esquecerem o que tenham feito a eles, de bom ou de ruim,
pois lidam com uma energia mais passional. Com isso, sempre
guardarão os detalhes das situações que os tenha marcado, sendo
necessário trabalhar o perdão. Podem ter problemas com o ciúme,
algo que deriva de suas águas turvas e obscuras, onde há sempre a
possibilidade de existir ou ou não algo do outro lado...
Peixes busca um sentido mais amplo para a existência e
muitas vezes tende a preferir o distanciamento, o escapismo, o borrão
ante à nitidez, a fuga da realidade e das dores do mundo,
mergulhando em seu mundo pessoal. No processo, se dedica, se
sacrifica e imagina, trazendo em sua essência a capacidade inata de
disfarçar-se e mimetizar-se com o próximo. É a água dos mares,
oceânica, águas profundas. Em Peixes, as desilusões são as maiores
causas de suas crises emocionais. Tendem a sempre espalharem
graditão eterna e geralmente não esquecem um gesto de bondade.
Podem ter problemas com fantasias e idealizações excessivas, como
as águas que contaminam ou turvam a mente.

Voltando ao cerne do elemento, a água representa também o


"embaixo do tapete", as fugas e escapismos. Podemos comparar o
lado desarmônico do elmeento Água com as chuvas torrenciais, os
tsunamis, os mares agitados e as enchentes poderosas. São emoções
exacerbadas que têm o potencial de pejudicar as pessoas. Represar a
água sem renová-la periodicamente pode significar insegurança,
recalque e psicopatologias. É preciso renovar a sua água, fazê-la
circular, expôr os sentimentos e evitar conter demais emoções ou
angústias.

Para a água, a busca pelas coisas simples e óbvias é menos


importante, pois o elemento opera em uma frequência mais complexa
que envolve emoção, intuição, fantasia e imaginação. Age como um
espelho, que reflete a luz e ao mesmo tempo exibe em seu mundo
próprio uma enormidade de perspectivas, reflexos, segredos e ilusões.
O elemento é o reino submerso do retraimento, das angústias, dos
medos, das inquietações, dos devaneios, dos sonhos, da
suscetibilidade e da absorção das influências a sua volta. Uma pessoa
sob uma grande influência dos signos de água pode se comportar
mais como os líquidos, ou seja, seus sentimentos são expressados e
captados com mais facilidade, de forma mais fluida e com uma melhor
condutividade.

Pense sempre na Água como algo ligado às emoções. A água é


transparente, fazendo todos os sentimentos ganharem fluidez,
nutrição e força por onde passa.
Entendendo as Polaridades na
Astrologia
Masculino e Feminino | Yin e Yang | Ativo e Reativo

As polaridades dividem o círculo do Zodíaco em dois grupos distintos


de seis signos cada, que são categorizados como Masculinos (Ativos,
Yang) e Femininos (Passivos, Yin). Tais características se alternam
uma após a outra, a começar por Áries (Masculino), seguido por Touro
(Feminino), Gêmeos (Masculino) e assim por diante, até sua
finalização em Peixes.

Os signos de polaridade masculina indicam comportamentos mais


extrovertidos, expansivos, estusiasmados, de boa expressão e
comunicativos:

Áries, Gêmeos, Leão, Libra, Sagitário e Aquário.


Já os de polaridade feminina tendem a possuir comportamentos mais
introvertidos,internalizados, profundos, intimistas e tranquilos:

Touro, Câncer, Virgem, Escorpião, Capricórnio e Peixes.


O Conceito de Yin e Yang
Os termos Yin e Yang vêm da filosofia chinesa, mais precisamente do
Taoísmo, uma doutrina filosófica e mística criada por Lao Tse que
versa sobre a integração do ser-humano ao cosmos (Tao). Segundo o
Taoísmo, isso só pode ser alcançado através da elevação, ou seja,
através de uma existência reflexiva, tranquila e sensata.

Dessa forma, o Taoísmo nada mais é que o caminho que o ser


humano deve percorrer para elevar-se e se integrar completamente ao
universo de uma forma harmônica. Para isso, deve haver total
equilíbrio, representado pelos símbolos do Yin e Yang.

O conceito do yin-yang se expressa amplamente nas polaridades


diversas, nas dicotomias universais como ação e reação, luz e
escuridão, frio e calor, nos movimentos de inspiração e expiração, nas
forças centrífuga e centrípeta e nos ritmos diversos.

Tudo sempre constitui duas metades a serem completadas, como o


espírito e a matéria, o subjetivo e objetivo, o interior e o exterior, o
movimento e repouso. Os extremos se complementam para que exista
um equilíbrio universal entre todas as coisas no universo.

Quando vivemos em total harmonia com as forças cósmicas do


universo, obtemos sucesso, consciência e bem-estar. Mantendo em
equilíbrio o consciente e o inconsciente, o corpo e espírito, a fantasia e
a realidade, o doce e o salgado, tudo flui de forma mais natural,
dinâmica e coesa.

Eventuais perturbações do equilíbrio entre essas forças algumas


vezes são inevitáveis. Quando este equilíbrio é perturbado, ambas as
partes mostram o seu lado destrutivo. O ideal é não nutrir um lado em
detrimento do outro, balancear as forças para que ambos os pólos se
beneficiem e se energizem constantemente.

A energia Yin é dividida nos elementos Água e Terra. Em resumo,


podemos juntar ao seu conceito as palavras feminino, mãe, terra, Lua,
inconsciente, sentimento, intuição, o eu interior, sonho, coração,
conteúdo, voltado para o interior, o fluxo da vida, pacifismo, atração,
economia de energia, cura, preservação, orgânico, fluente, etc.
A Água é o elemento emocional e subconsciente, influenciando as
pessoas a agirem de acordo com seus sentimentos e estados de
espírito. A Terra é o elemento prático e material, influencia as pessoas
a agirem de acordo com o que é mais sólido e seguro para elas.
A energia Yang é dividida nos elementos Ar e Fogo. Em resumo,
podemos juntar ao seu conceito as palavras masculino, pai, Sol,
consciente, compreensão, lógica, Eu, exterior, decisão, risco, energia,
construção e destruiçai, abstração, ordenação, sobriedade,
patriarcado, etc.
O Ar é o elemento social, influencia as pessoas a buscarem novas
informações para expandir seu intelecto. O Fogo é o elemento
idealista, ele excita e influencia as pessoas a perseguirem objetivos
compatíveis com seus ideais e ambições.