Você está na página 1de 17

UNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSA

Campus de Rio Paranaíba

EDUARDO RENZO DOLMEN 03193

WESLEI LEANDRO QUARESMA ALVES 03187

PROJETO DE PESQUISA

MODELO DE NEGÓCIO PARA MICRO PEQUENA EMPRESA

CURSO DE ADMINISTRAÇÃO
RIO PARANAÍBA – MG
NOVEMBRO / 2014
UNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSA
Campus de Rio Paranaíba

PROJETO DE PESQUISA:

MODELO DE NEGÓCIO PARA MICRO PEQUENA EMPRESA

Projeto de pesquisa apresentado ao curso


de Administração da Universidade
Federal de Viçosa – Campus de Rio
Paranaíba, como requisito parcial à
obtenção da aprovação na disciplina
Metodologia de Pesquisa Científica.
Professor: Maro Lara Martins.

RIO PARANAÍBA – MG
NOVEMBRO / 2014
RESUMO

O projeto de pesquisa realizado na empresa Engenharia da Pizza, em Rio


Paranaíba- MG teve como finalidade o desenvolvimento e aprimoramento de técnicas
de gestão focando a evolução da empresa no mercado.
Um dos focos principais fora a elaboração de um plano e modelo de negócio
com base na criatividade, relacionamento com clientes, propostas de valores e normas
empresariais.
O trabalho foi realizado com duas visitas ao estabelecimento, com entrevistas
diretivas e questionários com os proprietários e funcionários.
Abordamos diversos clientes para sabermos opiniões sobre o estabelecimento
pesquisado, destacando assim três itens: Tipos de pizzas; atendimento e divulgação.
Frequentamos as empresas concorrentes para se ter uma base de como utilizar
nossos métodos para melhoria do estabelecimento consultado (Engenharia da Pizza) e
para melhor satisfazer a clientela.
Fizemos uma comparação com os questionários entregues pelos clientes e a
visita ao estabelecimento e, constatamos a ausência desses fatores em relação aos
concorrentes.
Portanto, constatamos que, segundo as pesquisas feitas, há diversos meios de
melhorar o estabelecimento citado, que serão melhores expressas ao longo do trabalho.

Palavras-chave: Criatividade; Vendas; Clientes; Negócios; Estabelecimentos.


SUMÁRIO

INTRODUÇÃO .......................................................................................................................... 5
JUSTIFICATIVA ....................................................................................................................... 6
REVISÃO DE LITERATURA .................................................................................................. 7
HIPÓTESES ............................................................................................................................. 10
OBJETIVOS ............................................................................................................................. 11
METODOLOGIA..................................................................................................................... 12
REFERENCIAS BIBLIOGRÁFICAS ..................................................................................... 13
ANEXOS .................................................................................................................................. 14
INTRODUÇÃO

O projeto de pesquisa modelo de negócios em micro empresas tem como


finalidade a implantação de métodos visando uma melhor gestão e bem estar do cliente.
Esse modelo de negócio tem como proposta identificar quem é o cliente, qual o seu
problema, como o produto ou o serviço da empresa propõe resolver tal problema e
como se ganha dinheiro com isso.
O estabelecimento Engenharia da Pizza, localizado na cidade de Rio Paranaíba-
MG nos receberam abertamente a uma consultoria e disponibilizando acesso as
informações da empresa, respondendo perguntas e esclarecendo dúvidas.
Trabalhamos com a utilização de um quadro conhecido como CANVAS, criado
pelos pesquisadores Alexander Osterwalder e Yves Pigneur, formado por nove blocos
que permite anexar imagens de modelos de negócios, ou seja, descrevendo assim as
principais partes que precisam ser implantadas e aprimoradas na empresa.
JUSTIFICATIVA

Escolhemos a empresa Engenharia da Pizza por tratar-se de um estabelecimento


de pequeno porte, tendo como proprietários jovens estudantes que cursam engenharia
civil na Universidade Federal de Viçosa- campus de Rio Paranaíba - MG. Notamos com
isso, a ausência de experiência no mercado empresarial e falta de conhecimento prévio
em administração de empresas.
Os problemas mais visíveis e analisados em nossa pesquisa foram à necessidade
de criação de métodos inovadores que proporcionará o desenvolvimento da empresa
com base nas vendas, diversidade de clientes, marketing e aparência do local.
O foco principal do modelo de negócios não consiste em resolver o problema,
mas sim aponta-lo e identificar soluções que se seguidas corretamente, proporcionaram
maior visibilidade do empreendimento. Dessa forma, a empresa buscará espaço no
mercado local, tornando-se mais competitiva.
“O modelo de negócios é usado para validar a ideia de um produto ou
serviço, orientar a implantação de um negócio e o acompanhamento
de metas. Ele orienta o empreendedor sobre a ideia e torna mais claro
o caminho para iniciar ou ampliar a empresa”. (ROSA, 2013, p 19).
Por fim, os benefícios alcançados serão: ampliação do número de clientes, maior
divulgação do estabelecimento, qualidade e inovação de produtos e serviços e satisfação do
público.
REVISÃO DE LITERATURA

1 - Modelo de Negócios
A forma de ver o mundo mudou, os clientes e pessoas mudaram principalmente
a forma de fazer negócios. É preciso cada vez mais eficiência e velocidade no mercado.
Muitas empresas não sabem para onde estão caminhando. Se interrogarmos um
empresário sobre qual é a oferta de valor do seu negócio e quem é o público alvo, uma
parcela significativa respondera em um tom de incerteza (ROSA, 2013).
Segundo Rosa (2013), o ponto principal é realmente entender o que é um plano
de negócio, ou seja, aquilo que tem como objetivo identificar quem é o cliente alvo o
tipo de problema e como o serviço de sua empresa poderá resolver esse problema de
forma que ganhe dinheiro com isso.
Plano de negócio ou modelo de negócio foi desenvolvido pelos pesquisadores
Alexander Osterwalder e Yes Pigneur. Os experimentos desses pesquisadores
resultaram na criação de um quadro conhecido como canvas que possibilitará descrever
o modelo de negócio a partir e uma visão mais ampla possibilitando maior
envolvimento com as pessoas e a empresa (ROSA, 2013).
O objetivo do quadro é ajudar empresários e empreendedores iniciantes a
colocarem suas ideias no papel, buscando a inovação e adicionando aos seus projetos
valores, estratégias e redução de custos. O canvas possibilita enxergar o negócio de uma
maneira ampla que interliga diversas áreas (ROSA, 2013).

1.2 - Técnicas de criação do conhecimento no desenvolvimento de modelos


de negócios

As novas organizações têm se beneficiado das novas tecnologias que ajudam no


desenvolvimento de novas formas de criar e gerar valor propiciando o desenvolvimento
e a expansão das organizações (OROFINO, 2014).
Neste contexto, o desenvolvimento de modelos de negócio representa a maneira

de como uma organização desenvolve sua ideias e produtos, capturando e distribuindo

valor, a partir do desenvolvimento do conhecimento, associada à disseminação das


tecnologias da informação e de novos métodos de avaliação dos ativos intangíveis,

desenvolvendo métodos de e técnicas de gestão (OROFINO, 2014).

O propósito do modelo de negócio é apresentar as características que envolvem

o processo de desenvolvimento e destacar os principais métodos e técnicas de criação

que proporcionará a evolução do conceito de modelo de negócio, suas representações,

características e o seu processo de desenvolvimento destacando os principais métodos e

técnicas de criação do conhecimento organizacional que podem ser utilizados no

processo de desenvolvimento de modelos de negócio (OROFINO, 2011).

Segundo Orofino (2011), as organizações podem criar a novas formas de

inovação se diferenciando de outras organizações, compreendendo a busca constante

por novas oportunidades, dessa forma buscando novas ideias focando a construção de

novos negócios. Somente novos produtos com novas tecnologias já não são mais

suficientes para garantir o sucesso esperado e necessário que um novo modelo de

negócio seja criado para gerar mais visibilidade da organização gerando assim mais

oportunidades e inovações (OROFINO, 2014).

A organização precisa mudar seu modo de ver, ou seja, buscar novos olhares,

novas formas de pensar, novas ferramentas, para auxiliar na maximização desses

resultados, já que tudo que é novo apresenta uma grande quantidade de incertezas

(OROFINO, 2014).

Através do novo modo de enxergar a organização implantando o modelo de

negócio, utilizando o quadro do Canvas (9 blocos que descrevem como sua empresa

gera, capta e entrega valor), com essa atitude identificando a real necessidade dos

clientes. Essa ideia proporciona colocar-se no lugar do cliente assim tendo uma visão

global do que se deve melhor e ou manter. (OROFINO, 2014).


1.3 - Busioess model gereration – Inovação em Modelos de Negócios: um

Manual para visionários.

Desenhar um modelo de negócio é o primeiro passo para se chegar a


determinada ideia. O ideal é buscar enxergar o modelo pelos olhos do cliente para
descobrir novas oportunidades que acrescentaram o crescimento da empresa
(OSTERWALDER, 2011).
O fato de encarar os desafios é saber quais clientes ouvir. Quando o empresário

apenas concentra seus segmentos em determinados clientes e não direciona para um

público mais abrangente encontra uma dificuldade em ganhar espaço em um mercado

competidor. Dai vem à ideia de agrupar esses clientes e a proposta de valor da empresa

utilizando o modelo canvas (OSTERWALDER, 2011).

Segundo Osterwalder (2011), os clientes podem ser agrupados em grandes e

pequenos segmentos grupos que representam segmentos distintos se são diferentes as

ofertas, os canais, os tipos de relacionamento, a lucratividade e os valores. O que a

empresa irá oferecer para o cliente é fundamental para dar a ele satisfação e fidelidade,

ou seja, o cliente tem que sair satisfeito com o produto oferecido.

O relacionamento com os clientes podem ser de pessoal até automatizado, com


algumas nuances, com intuito de conquista, retenção e ampliação, dessa forma buscando
alcançar uma fidelidade (OSTERWALDER, 2011).
A proposta de valor pode ser totalmente inovadora ou pode possui características
já existentes no mercado e com incrementos, ou seja, mesmo que determinado método
já exista e fundamental que ele seja aprimorado (OSTERWALDER, 2011).
HIPÓTESES

 1. Dificuldade de uma Administração sórdida e qualificada.

 2. Há um baixo índice de clientes naturais do município.

 3. Não há pizzas que agrade a todos os tipos de clientes.

 4. Falta de comodidade do cliente.


OBJETIVOS

 1. Buscamos desenvolver estratégias de melhoria da gestão empresarial.


Procuramos implantar o modelo de negócio utilizando a ferramenta do quadro
Canvas descrevendo assim as principais partes que precisam ser implantadas e
aprimoradas na empresa, isso proporcionará uma visão mais estratégica na
tomada de decisões.

 2. Será implantado técnicas de divulgações como propagandas, banners, carro de


som e divulgação na rádio do município, pois constatamos que a maioria da
clientela do estabelecimento pesquisado são estudantes e temos como um dos
objetivos atrair a população local.

 3. Constatamos a ausência de pizzas vegetarianas e pizzas com bordas recheadas


para o público que gosta. Sugerimos a criação destas e também uma pizza
“completa” contendo todos os ingredientes possíveis.

 4. Na pizzaria, constatamos que não há garçom, muito menos mesas para as


pessoas se acomodarem. Queremos implantar uma melhor comodidade ao
cliente, até mesmo enquanto esperam as pizzas, criando uma recepção com sofás
e televisões e um balcão para o cliente tomar alguma bebida enquanto espera as
pizzas ficarem prontas.
METODOLOGIA

Nosso trabalho de pesquisa iniciou-se com a escolha de uma empresa situada em


Rio Paranaíba – MG . Essa empresa atua na área de alimentos, e abrange todos os
públicos. A escolha pela empresa ocorreu devido ao grau de afinidade com os
proprietários, pois são estudantes universitários. A priori, fizemos uma visita ao
estabelecimento para consulta-los se estariam dispostos a nos receberem e colaborarem
com o nosso projeto de pesquisa. Na segunda entrevista, fomos com o intuito de
analisarmos as falhas no processo de gestão. Já na terceira visita, fomos com o objetivo
de aplicar os métodos aprendidos no modelo de negócios e o quadro do canvas, visando
a melhoria dos negócios, o bem estar do cliente, reduzir os custos e repensar estratégias.
Nosso trabalho foi desenvolvido com base em uma pesquisa de mercado e
qualitativa, comparando as coletas de dados do estabelecimento com a dos concorrentes
e os dados já disponíveis.
O projeto de pesquisa teve a duração de vinte e quatro dias, com a maior parte
do tempo dedicada a coleta de informações.
O trabalho foi realizado totalmente em equipe, com ambos os pesquisadores
presentes em toda a elaboração do projeto.
Dois objetos foram de extrema importância na realização da pesquisa: o quadro
do canvas e o questionário aplicado aos proprietários do estabelecimento pesquisado.
REFERÊNCIAS

ROSA, Cláudio A. Modelo de negócios: Kit de ferramentas. Belo Horizonte:


SEBRAE, 2014. 28 p.

OROFINO, Maria A.R. Técnicas de criação do conhecimento no desenvolvimento de


modelos de negócio. 2011, 223 f, Tese (Mestrado) – Universidade Federal de Santa
Catarina. Programa e Pós-Graduação em Engenharia e Gestão do Conhecimento.
Florianópolis – SC. 2011.

OSTERWALDER, A. ; PIGNEUR, Y. Business model generation – Inovação em


Modelos de Negócios: um manual para visionários, inovadores e revolucionários.
Rio de Janeiro: Alta Books, 2011. 300 p.
ANEXO

QUESTIONÁRIO

1- Qual o público que mais frequente?


a) Jovens universitários
b) Residentes naturais
c) Residentes de cidades vizinhas
d) Outro. _______________

2- Qual a principal reclamação recebida dos clientes ?


a) Demora na entrega
b) Falta de produtos
c) Atendimento ruim
d) Outro. _______________

3- Há quanto tempo possuem o estabelecimento?


a) Menos de um ano
b) De 1 a 5 anos
c) Mais de 5 anos

4- Qual dificuldade vocês encontraram ao abrir o estabelecimento?


a) Falta de experiência
b) Falta de mercadoria na cidade
c) Dificuldade de divulgação

5- Como é controlado os horários dos funcionários?


a) Batem cartão
b) Assinam ponto
c) Oralmente

6- Vocês possuem um cargo especifico para controle de estoque ?


a) Sim [ ] Não [ ]

7- Quanto tempo demorou para o retorno do capital investido ?


a) 1 ano
a) 2 anos
b) 3 anos ou mais

8- Vocês já pensaram em abrir outra franquia em alguma cidade ?


a) Sim [ ] Não [ ]
ANEXO

Canvas