Você está na página 1de 20

PER/1105/1.

1
O Evangelho
do Reino
de Deus

ESTA PUBLICAÇÃO NÃO É PARA SER VENDIDA. © 2009, 2011 Igreja de Deus Unida, uma Associação Internacional
Todos os direitos reservados. Impresso nos E. U. A.
É um serviço educacional de interesse público, editado As Escrituras citadas neste livro são extraídas da edição João Ferreira de
pela Igreja de Deus Unida, uma Associação Internacional. Almeida, Revista e Corrigida, de 1998 (ARC), salvo referido em contrário.
2 O Evangelho do Reino de Deus
Introdução 3

Índice Introdução
“…quando virdes acontecer essas coisas, sabei que o Reino de Deus está
3 Introdução perto” (Lucas 21:31).

O
5 A Boa Nova do Reino de Deus mundo precisa desesperadamente de boas novas. As manchetes dos
10 Há Evangelhos Diferentes? tempos que correm estão carregadas de más notícias — as guerras
assolam o globo; fomes devastam países inteiros; catástrofes ambien-
11 Outros Nomes do Reino tais e desastres naturais, como terramotos, secas, e inundações matam milhares
de pessoas; persistente pobreza mantém nações inteiras sob o seu brutal poder;
12 A Promessa da Vinda de um Reino o crime violento aumenta não obstante os melhores esforços do homem para
19 Está agora aqui o Reino lidar com ele — a litania de tragédias, sofrimento e más notícias é implacável.
Acidentes e moléstias matam milhares todos os dias. Tragicamente, aciden-
20 O Reino Está Dentro de Si? tes, suicídios e assassinatos são causas de morte que lideram entre os adoles-
20 É a Igreja o Reino centes e os adultos jovens nas nações económica e tecnicamente avançadas. O
abuso da droga e do álcool e a promiscuidade sexual são desmedidos, espa-
21 Como Somos ‘Transportados para o Reino’? lhando a praga da destruição de matrimónios e lares e vidas.
Novas doenças frustrantes surgem por todo o mundo, desafiando as melho-
22 Como é que o Reino está ‘chegado’
res tentativas dos cientistas para as suster ou curar. Outras doenças, há muito
23 O Soberano dum Reino de Escuridão Espiritual supostas terem sido vencidas pela ciência médica, aparecem com mortalidade
brutal, tendo ganho resistência a medicamentos que facilmente as curavam há
24 Profecias do Vindouro Reino de Deus algumas décadas atrás.
25 O Evangelho de Jesus Cristo: Salvação no Reino Mesmo a religião, para a qual muitos a viam como solução, é muitas vezes
uma parte do problema. A qualquer momento, guerras e conflitos armados
29 Jesus Cristo Foi o Messias alargam-se e incendeiam-se, ateados pelo fervor religioso. Guerras são trava-
31 Como Pode Entrar no Reino das não só entre as maiores religiões, mas entre facções da mesma religião,
supostamente por devoção e ao serviço do mesmo Deus.
A existência humana ameaçada
No século passado, só em guerras, foram mortas mais de 150 milhões de
pessoas. Bem mais de 100 milhões foram mortas por moléstias e desastres
Versões Bíblicas
naturais. Terríveis armas nucleares, químicas e biológicas têm a capacidade de
As escrituras citadas são extraídas da versão da Bíblia Portuguesa
destruir exércitos — mesmo nações inteiras — em segundos. Os chefes do
por João Ferreira de Almeida, Revista e Corrigida (ARC).
governo receiam assustadoramente que tais armas de destruição em massa
Quando outra versão é usada, a versão bíblica é referenciada com
as seguintes abreviações:
caiam nas mãos de terroristas que já mostraram não hesitarem em utilizá-las
para alcançarem os seus fins.
ARA – Almeida Revista e Atualizada Porque vemos tanta tristeza, dor e sofrimento à nossa volta? Aonde nos leva
ACF – Almeida Corrigida Fiel
isto? Porque é que o mundo está em tão precária situação? Com todas estas
BLH – Bíblia na Linguagem de Hoje
más notícias, há realmente alguma esperança para o futuro da humanidade?
NVI – Nova Versão Internacional
Há quase 2.000 anos, Jesus Cristo, o próprio Filho de Deus, veio à terra e
4 O Evangelho do Reino de Deus Boa Nova do Reino de Deus
A 5

profetizou um maravilhoso futuro para a humanidade, depois dum intenso

A Boa Nova do
período de terríveis calamidades. A Sua mensagem, chamada “o evangelho”,
quer dizer “boa nova” — a verdadeira boa notícia que o mundo tão desespe-
radamente precisa.
O que é exactamente esta boa nova — este evangelho — que Jesus Cristo
pregou? É somente uma história admirável acerca do nascimento, vida, acti-
vidades, morte e ressurreição de Jesus Cristo? Certamente isto é parte integral
Reino de Deus
da boa notícia do plano de Deus para a humanidade (Marcos 1:1). Mas há “Depois que João foi entregue à prisão, veio Jesus para a Galiléia,
muito mais nesta mensagem. pregando o evangelho do Reino de Deus e dizendo: O tempo está
cumprido, e o Reino de Deus está próximo. Arrependei-vos e crede
Mensagem da salvação
no evangelho” (Marcos 1:14-15).
Veremos que a boa nova que Jesus Cristo trouxe não foi unicamente uma

O
mensagem sobre a Sua vida e morte para nos levar à salvação; a Sua mensa- tema da mensagem de Jesus Cristo foi o da Boa Nova do Reino de
gem também diz respeito ao significado da salvação e como Ele tenciona Deus. Isto é evidentemente claro através de Mateus, Marcos e Lucas.
salvar a raça humana dos presentes problemas. O evangelho revela o glorioso Lucas regista Cristo nas Suas próprias palavras descrevendo o Seu
destino da humanidade! propósito: “Ele lhes disse: Também é necessário que eu anuncie a outras
Tristemente, a humanidade tem reduzido o evangelho à história acerca da cidades o evangelho do Reino de Deus, porque para isso fui enviado”
pessoa de Jesus Cristo negligenciando e fazendo vista grossa à mais profunda (Lucas 4:43).
e vastamente mais abrangente mensagem que Ele trouxe. É claro que Ele Marcos relata que, ao início do Seu ministério; “veio Jesus para a Galiléia,
trouxe boas notícias — as mais maravilhosas notícias que este cansado, per- pregando o evangelho do Reino de Deus” (Marcos 1:14).
turbado mundo pode ouvir! Mateus diz-nos: “ … começou Jesus a pregar e a dizer: ‘Arrependei-vos,
Uma secção inteira do Novo Testamento foi devotada ao registo histórico porque é chegado o Reino dos céus’ … E percorria Jesus toda a Galiléia,
da mensagem que Jesus Cristo ensinou quando cá esteve. Esta porção da ensinando nas suas sinagogas, e pregando o evangelho do Reino”
Bíblia, apropriadamente chamada “os Evangelhos,” comporta os quatro pri- (Mateus 4:17, 23).
meiros livros do Novo Testamento: Mateus, Marcos, Lucas e João. Todos os Lucas 8:1 confirma que Jesus Cristo fez exactamente aquilo que dissera
escritores destes registos nos dizem que a principal mensagem de Jesus foi a que faria: “aconteceu, depois disso, que andava de cidade em cidade e de
do evangelho do Reino de Deus. aldeia em aldeia, pregando e anunciando o evangelho do Reino de Deus …”
Diz-nos Marcos: “veio Jesus para a Galiléia, pregando o evangelho do (Lucas 8:1).
Reino de Deus e dizendo: O tempo está cumprido, e o Reino de Deus está Esta mensagem do Reino foi a essência fulcral do ensinamento de Cristo
próximo. Arrependei-vos e crede no evangelho” (Marcos 1:14-15). “O evan- desde o princípio. Conjuntamente, os Evangelhos de Mateus, Marcos, Lucas
gelho do Reino de Deus” é a mensagem que Jesus Cristo instruiu aos Seus e João usam a expressão “o reino de Deus” em 53 versículos. O evangelho
seguidores para crerem. Este livro ajudá-lo-á a compreender e crer esta extra- que Jesus trouxe é sem dúvida acerca do Reino.
ordinária boa nova que Jesus Cristo anunciou à humanidade!
Os outros discípulos foram instruídos a espalhar a mesma mensagem
O que fizeram os Seus discípulos? O que é que Ele lhes ordenou para pre-
gar? “Convocando os seus doze discípulos, deu-lhes virtude e poder sobre
todos os demónios e para curarem enfermidades; e enviou-os a pregar o
Reino de Deus e a curar os enfermos” (Lucas 9:1-2).
Mais tarde Ele instruiu outros a proclamar esta mesma mensagem. “Depois
disso, designou o Senhor ainda outros setenta e mandou-os adiante da sua
face, de dois em dois, a todas as cidades e lugares aonde ele havia de ir.” Ele
6 O Evangelho do Reino de Deus Boa Nova do Reino de Deus
A 7

instruiu os setenta a proclamar: “É chegado a vós o Reino de Deus” Como vimos, o ministério de Jesus centrou-se no Reino. De acordo com as
(Lucas 10:1, 9). directrizes de Cristo, os Seus discípulos continuaram a proclamar o Reino
O Reino de Deus foi claramente o tema do ministério de Cristo. No Seu depois da Sua crucifixão.
sermão da Montanha, um dos exemplos mais familiares da Sua mensagem, Uma das partes vitais da mensagem ensinada pelos apóstolos foi a
Ele indicou Seus seguidores para o Reino. importância da vida de Jesus Cristo, do Seu sacrifício e da Sua ressurreição.
Ele começou a Sua mensagem dizendo “Bem-aventurados os pobres de O apóstolo Pedro fez isso bem claro no seu primeiro sermão público, no
espírito, porque deles é o Reino dos céus … bem-aventurados os que sofrem preciso dia em que a Igreja começou, com a miraculosa efusão do Espírito
perseguição por causa da justiça, porque deles é o Reino dos céus” Santo (Actos 2:22-24, 36).
(Mateus 5:3, 10). Pedro também falou de conceitos mais latos do Reino de Deus no seu
Cristo falou aos Seus seguidores da importância da obediência à lei de ministério. Em 2 Pedro 1:10-11 lemos: “Portanto, irmãos, procurai fazer
Deus para se entrar neste Reino: “Qualquer, pois, que violar um destes cada vez mais firme a vossa vocação e eleição; porque, fazendo isto, nunca
menores mandamentos e assim ensinar aos homens será chamado o menor no jamais tropeçareis. Porque assim vos será amplamente concedida a entrada
Reino dos céus; aquele, porém, que os cumprir e ensinar será chamado no Reino eterno de nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo.”
grande no Reino dos céus. Porque vos digo que, se a vossa justiça não exceder Repare-se, também, que o povo quis baptizar-se por causa da mensagem
a dos escribas e fariseus, de modo nenhum entrareis no Reino dos céus” de Filipe acerca do Reino. “Mas, como cressem em Filipe, que lhes pregava
(Mateus 5:19-20). acerca do Reino de Deus e do nome de Jesus Cristo, se baptizavam, tanto
Ele também avisou que temos de ser submissos à vontade de Deus para homens como mulheres” (Actos 8:12).
entrarmos no Reino: “Nem todo o que me diz: Senhor, Senhor! Entrará no
Reino dos céus, mas aquele que faz a vontade de meu Pai, que está nos céus” Paulo proclamou o Reino
(Mateus 7:21). O que fez o apóstolo Paulo? O Livro de Actos regista que no princípio do
Ele ensinou os Seus seguidores seu apostolado, consoante criava congregações em várias cidades, ele
Procurar entrar no Reino a orar “venha o teu Reino” “confirmando o ânimo dos discípulos, exortando-os a permanecer na fé, pois
que por muitas tribulações nos importa entrar no Reino de Deus”
de Deus deve ser a nossa (Mateus 6:10). E, repare-se nisto!
Ele ordenou-lhes: “buscai (Actos 14:22). Mais tarde, em Éfaso, “entrando na sinagoga, falou
prioridade principal. primeiro o Reino de Deus, e a Sua ousadamente por espaço de três meses, disputando e persuadindo-os acerca
justiça” (Mateus 6:33). Procurar do Reino de Deus” (Actos 19:8).
entrar no Reino de Deus deve ser a nossa prioridade principal. Paulo descreveu a sua própria pregação em Corinto relacionando-a ao
Frequentemente Ele serviu-se de parábolas para ilustrar aspectos do Reino “reino de Deus” (1 Coríntios 4:20). Ele referiu-se a si próprio e aos seus
de Deus (Mateus 13, 20, 22, 25; Lucas 13, 19). Numa das Suas últimas companheiros como “cooperadores no Reino de Deus” (Colossenses 4:11).
conversas, antes da crucifixão, Ele informou os Seus discípulos que não Paulo, quando esteve preso em residência domiciliar, em Roma, perto do
partilhará outra vez dos símbolos da Páscoa até que o fará “de novo convosco fim do seu ministério, recebeu numerosas visitas, “aos quais declarava com
no Reino de meu Pai” (Mateus 26:29). bom testemunho o Reino de Deus e procurava persuadi-los à fé de Jesus,
Durante um período de 40 dias imediatamente após a Sua morte e tanto pela lei de Moisés como pelos profetas, desde pela manhã até à tarde”
ressurreição, Jesus Cristo foi visto pelos seus seguidores. É de reparar que (Actos 28:23). Note-se que Paulo se servia das escrituras do Velho Testa-
mesmo durante esse tempo Ele continuou “falando do que respeita ao Reino mento — pela lei de Moisés como pelos profetas — para pregar sobre o
de Deus” (Actos 1:3). Reino de Deus e de Jesus Cristo.
Paulo é apresentado erradamente quando se diz que ele pregava um
Que mensagem pregaram os seguidores de Cristo? evangelho somente acerca da vida, morte e ressurreição de Cristo. Porém, a
Jesus Cristo não foi o único a proclamar esta mensagem. Antes de Cristo realidade é que Paulo pregou uma mensagem sobre ambos Jesus Cristo e o
começar o Seu ministério, João Baptista disse ao povo para se arrepender, Reino de Deus. O último versículo do livro de Actos descreve Paulo
anunciando que era “chegado o reino dos céus” (Mateus 3:2). “pregando o Reino de Deus e ensinando com toda a liberdade as coisas
8 O Evangelho do Reino de Deus Boa Nova do Reino de Deus
A 9

pertencentes ao Senhor Jesus Cristo...” (Actos 28:31). domínios o servirão e lhe obedecerão” (Daniel 7:27).
Os que seguiram as pisadas de Jesus Cristo ensinaram a mesma mensagem No entanto, embora o evangelho tenha as suas origens na fundação do
que Ele ensinou. O livro de Actos e as epístolas dos apóstolos à Igreja mundo e foi proclamado ao longo das eras, poucos o entenderam até que Jesus
primitiva evidenciam que eles ensinaram sobre o Reino de Deus. Cristo e os apóstolos o declararam ao mundo.
Mas porquê? Como já mencionado, o Israel da antiquidade não acreditou o
O evangelho antes de Jesus Cristo evangelho nem teve a fé para actuar (Hebreus 3:19; 4:2). E além disso, as
Há quem assuma que o evangelho foi introduzido primeiro por Jesus Cristo escrituras do Velho Testamento não juntavam todas as peças do enigma. Elas
no Seu ministério terrestre. Mas o evangelho é muito mais antigo que isso. Ele forneciam vislumbres tantalizantes do Reino, mas, para uma maior
é chamado “o evangelho eterno” (Apocalipse 14:6). compreensão, havia que se esperar até à vinda de Jesus Cristo, o revelador dos
Os últimos quatro versículos de Hebreus 3 falam da descrença e da triste “mistérios do reino” (Mateus 13:11).
sorte dos antigos Israelitas que morreram no deserto, não entrando na terra Quando Jesus Cristo veio pregando o evangelho do Reino de Deus, Ele
prometida. Hebreu 4:2 continua a história: “Porque também a nós foram desenvolveu os fundamentos planeados por Deus Pai desde o início e
pregadas as boas-novas, como a eles...” Israel ouviu o evangelho mas não o revelados pelos primeiros profetas. Como o mensageiro do Reino, Ele
aceitou por falta de fé. revelou verdades vitais que não tinham sido entendidas das profecias do
Séculos antes, o patriarca Abraão também ouviu o evangelho (Gálatas 3:8). Velho Testamento.
Estas duas passagens mostram que o evangelho estava sendo pregado antes do
ministério de Cristo na terra. A Bíblia, desde o princípio até ao fim, declara
Jesus Cristo, ao descrever como, no Seu regresso, Ele recompensará os que uma mensagem consistente referente ao Reino
forem fiéis ao Seu estilo de vida, revelou que o Reino de Deus foi preparado de Deus, uma mensagem comunicada pelos
para nós muito antes do que podemos imaginar: “Vinde, benditos de meu Pai,
possuí por herança o Reino que vos está preparado desde a fundação do servos de Deus, ao longo dos tempos.
mundo” (Mateus 25:34). Um dos grandes mal-entendidos sobre o Reino, que só foi esclarecido
Esta boa nova sobre o futuro glorioso da humanidade tem sido o plano de quando Jesus Cristo o revelou, foi que milhares de anos separariam a Sua
Deus desde o princípio! O papel de Cristo neste plano, incluindo o Seu primeira vinda, como o Cordeiro sacrificial de Deus (João 1:29), da Sua
sacrifício em pagamento da penalidade dos pecados da humanidade, foi segunda vinda, como o Rei conquistador do Reino (Apocalipse 19:11-16). A
estabelecido logo desde o princípio (Apocalipse 13:8; 1 Pedro 1:18-20). Esta Sua primeira vinda cumpriu uma parte vital do evangelho do Reino — o Seu
foi a boa nova dada a Abraão — pois que através do seu descendente, Jesus sacrifício para tornar possível o nosso perdão, justificação e por fim a
Cristo, todas as nações seriam abençoadas (Gálatas 3:8, 16). entrada no Reino. A Sua segunda vinda trará o estabelecimento desse
Reino maravilhoso.
Antes de Jesus Cristo poucos compreenderam A Bíblia, desde o princípio até ao fim, declara uma mensagem consistente
O Reino de Deus foi pregado pelos servos de Deus antes do ministério de referente ao Reino de Deus, uma mensagem comunicada pelos servos de
Jesus Cristo na terra. Alguns dos salmos do rei David, abordam Deus, ao longo dos tempos. Mas, paradoxalmente, a parte da revelação sobre
profeticamente o Reino de Deus. Como ele escreve em Salmos 145:10-13: o Reino de Deus que foi mais compreensiva e claramente descrita por profecia
“Todas as tuas obras te louvarão, ó Senhor, e os teus santos te bendirão. após profecia, no Velho Testamento, — um verdadeiro reino governado por
Falarão da glória do teu reino e relatarão o teu poder, para que façam saber aos um Messias profetizado — parece ser, hoje em dia, o aspecto do evangelho
filhos dos homens as tuas proezas e a glória da magnificência do teu reino. O menos compreendido.
teu reino é um reino eterno; o teu domínio estende-se a todas as gerações.” Muitos crêem que a fantástica verdade que os seguidores de Jesus Cristo
O profeta Daniel também sabia do Reino de Deus que está para vir. Ele gozarão uma vida eterna, num reino eterno, dispensa qualquer necessidade
também foi inspirado a escrever sobre a realidade futura do Reino: “o reino, e totalmente desnecessária de um autêntico reino na terra sobre seres humanos
o domínio, e a majestade dos reinos debaixo de todo o céu serão dados ao fisicos. Mas, o que é que a Bíblia diz? Vamos pôr à parte todas as ideias
povo dos santos do Altíssimo; o seu reino será um reino eterno, e todos os preconcebidas e acreditar os plenos ensinos da Palavra de Deus.
10 O Evangelho do Reino de Deus A Boa Nova do Reino de Deus 11

Há Evangelhos Diferentes? apenas acentuam aspectos dife-


rentes da mesma mensagem ma-
gelho, mas com o entendimento
adicional do significado do sacrifí-
ravilhosa. Jesus Cristo veio pre- cio e ressurreição de Cristo. Em-
O casionalmente, as escrituras
chamam o evangelho por
outros nomes, além do nome “o
nem aprendi de homem algum,
mas pela revelação de Jesus
Cristo” (Gálatas 1:11-12). Está
gando o evangelho do Reino de
Deus (Marcos 1:14-15), ensinou
bora as expressões que o descre-
vem possam variar, a mensagem
evangelho do reino de Deus.” Por certo Paulo servir-se da expressão os Seus discípulos a pregarem a mantém-se sempre a mesma.
exemplo, a Bíblia fala do “evangelho “o meu evangelho” porque ele era o mesma mensagem (Mateus 10:7) A verdade gloriosa é que esta
de Cristo” e do “evangelho de Deus” que a proclamava. e continuou a pregá-la enquanto mensagem magnífica na sua
(Romanos 1:1, 16). A boa nova também é referida apareceu aos discípulos depois da entidade é um evangelho perfeito
A expressão “evangelho de como “o evangelho da graça de Sua crucifixão (Actos 1:3). Depois sem emendas, e “é o poder de
Deus” simplesmente mostra que Deus” (Actos 20:24). Desde o da ressurreição de Cristo, os após- Deus para salvação de todo
tem uma origem de Deus. Deus princípio somos chamados pela tolos pregaram o mesmo evan- aquele que crê …” (Romanos 1:16).
dirigiu a mensagem à terra através graça, justificados pela graça, e
dos Seus servos. Pedro diz-nos salvos pela graça (Gálatas 1:6,
que o evangelho foi enviado por
Deus através de Jesus Cristo.
15; Romanos 3:24; Efésios 2:8).
“O evangelho da graça” é outro
Outros Nomes do Reino
Veja-se Actos 10:36-37: “A palavra
que ele enviou aos filhos de Israel,
anunciando a paz por Jesus Cristo
modo apropriado para pôr em foco
um aspecto diferente do mesmo
evangelho que Jesus pregou: o
E mbora a maioria das vezes o
Reino é descrito pelo nome de
“Reino de Deus”, acontece que,
os seguidores de Cristo devem orar
(Mateus 6:10).
O apóstolo Paulo vulgarmente
(este é o Senhor de todos), esta enorme amor de Deus para ocasionalmente, outros termos refere-se ao Reino como “o reino de
palavra, vós bem sabeis, veio por connosco, expresso pela Sua são usados para O descrever. Três Deus.” No entanto, reconhecendo o
toda a Judeia, começando pela graça para com a humanidade. dos escritores dos Evangelhos — papel de Jesus Cristo como o Rei
Galiléia, depois do baptismo que Esta mensagem também é Marcos, Lucas João — usam a desse Reino e do caminho pelo
João pregou…” referida como “o evangelho da expressão “Reino de Deus” para se qual nós podemos entrar nesse
O evangelho de Deus é a boa vossa salvação” (Efésios 1:13). referirem ao Reino. Reino, Paulo também o chama “o
nova de Deus sobre o Reino de Uma vez que a nossa entrada “Reino dos céus” é uma expres- reino de Cristo e de Deus” (Efésios
Deus. O evangelho de Jesus Cristo no Reino de Deus significa a são usada exclusivamente por Ma- 5:5). Ele também expressa a
é a boa nova que Jesus trouxe nossa salvação, não há conflito teus, com 32 referências em seus profunda, terna relação entre Deus
como mensageiro de Deus. É tudo algum nesta expressão para com registos de Jesus Cristo. Contudo Pai e Jesus Cristo chamando-lhe
o mesmo evangelho; é tudo parte o evangelho. Cada expressão ele usa as expressões “reino de “o reino do Filho do Seu amor”
da mesma maravilhosa notícia do complementa e reforça a outra Deus” e “reino dos céus” alterna- (Colossenses 1:13).
que Deus tem reservado para a expressão. damente. Em Mateus 19:23-24, ele O apóstolo Pedro, também
humanidade. “O evangelho da paz” é outra expressa-as em versículos conse- reconhece a centralidade do papel
Por vezes, de um modo expressão usada para descrever a cutivos, indicando claramente que de Cristo no Reino, referindo-se
semelhante, Paulo usa a expressão boa nova (Romanos 10:15; Efésios são sinónimos. Frequentemente a ele como “o Reino eterno de
“o meu evangelho” (Romanos 2:16; 6:15). O Reino de Deus trará paz ele diz simplesmente “o Reino.” nosso Senhor e Salvador Jesus
16:25; 2 Timóteo 2:8). Mas isto à terra — um importante resultado Porque é que Mateus lhe chama Cristo” (2 Pedro 1:11). Agora, Jesus
não quer dizer que a mensagem devido à nossa crença e à nossa “o reino dos céus”? Porque o céu é Cristo é nosso Senhor e Mestre,
teve início com Paulo, nem que actuação para com o evangelho onde está Deus, como Jesus Cristo e reinará supremo no Reino a vir
era um evangelho acerca de do Reino. Isaías disse ao profetizar esclareceu (Mateus 5:34, 45, 48). (Apocalipse 17:14; 19: 16). Como
Paulo. Era uma mensagem que sobre o Reino de Deus: “Do Mateus mostra que o Reino não Salvador da humanidade, Ele é “a
ele recebeu directamente de Jesus incremento deste principado e da era, nessa altura, uma monarquia porta” e “o caminho” pelos quais
Cristo. “… O evangelho que por paz, não haverá fim” (Isaías 9:7). terrestre como as dos reinos à temos acesso a Deus Pai e à
mim foi anunciado não é segundo Todas estas expressões des- volta deles. Contudo, ele entendia salvação no Reino de Deus (João
os homens, porque não o recebi, crevem o mesmo evangelho. Elas que era um reino para vir, pelo qual 10:9; 14:6).
12 O Evangelho do Reino de Deus Promessa da Vinda de um Reino
A 13

A Promessa da
Os dois seguintes são identificados em Daniel 8:1-21. Este capítulo regista
uma visão seguinte que profetiza e dá mais detalhes sobre o segundo e o
terceiro impérios. Estes dois reis são identificados como “os reis da Média e

Vinda de um Reino da Pérsia” e “o reino da Grécia”. A história confirma que o império da Babi-
lónia foi conquistado pelo império Medo-Persa (registado em Daniel 5:30-
31), o qual foi derrubado pelo imperador Grego Alexandre Magno.
“Mas, nos dias desses reis, o Deus do céu levantará um reino que não será No capítulo sete estes quatro reinos são novamente ilustrados, desta vez
jamais destruído; e esse reino não passará a outro povo; esmiuçará e consu- como quatro bestas. Esta visão caracteriza os impérios como animais selva-
mirá todos esses reinos e será estabelecido para sempre” (Daniel 2:44). gens, predizendo o seu cruel e opressivo domínio sobre os seus cidadãos.

V
O quarto reino é caracterizado especialmente cruel. A história regista que
imos que Jesus Cristo e os apóstolos pregaram o evangelho — a o reino Grego de Alexandre foi sucedido pelo império Romano. Este reino é
boa nova — do Reino de Deus. Mas o que é exactamente o Reino? mostrado aqui como desafiando a verdadeira autoridade de Deus e
Há muitas ideias sobre o Reino de Deus. Alguns pensam que é a perseguindo os Seus santos (Daniel 7:25). Ele tem 10 chifres (versículo 7),
igreja. Outros crêem que é um conceito etéreo que reside no coração dos os quais são 10 extensões, ou ressurreições, do quarto grande império
Cristãos. Alguns pensam que é a virtude colectiva da humanidade. mundial (versículo 24). Estas ressurreições do quarto reino continuaram ao
O que é que a Bíblia diz? O que é o Reino de Deus? longo da história até aos nossos dias, e a ressurreição final é representada
A palavra traduzida por “reino” ao longo do Novo Testamento vem do como existindo aquando do regresso de Jesus Cristo (versículos 8-14).
Grego basileia, a qual significa “soberania, poder real, domínio” [Dicionário
Expositivo Completo de Vine das Palavras do Velho e do Novo Testamento, Governos humanos substituídos por Deus
1985 “Reino”(Vine’s Complete Expository Dictionary of Old and New É nos dias deste quarto reino que Deus substituirá estes reinos terrenos
Testament Words, 1985 “Kingdom”)]. Um exame cuidadoso da Bíblia revela pelo Seu Reino. “Nos dias desses reis, o Deus do céu levantará um reino que
que a próxima fase do Reino de Deus não é nada menos que uma monarquia não será jamais destruído; e esse reino não passará a outro povo; esmiuçará e
que governará o mundo inteiro, e que será estabelicida por Deus aqui na terra consumirá todos esses reinos e será estabelecido para sempre” (Daniel
através de Jesus Cristo! 2:44). Vemos que o quarto reino continua a governar até que Cristo regressa
para estabelecer o Seu Reino na terra.
Uma visão geral dos governos do mundo O Reino de Deus — previsto repetidamente por Daniel — é o mesmo Reino
Esta espantosa verdade é posta a claro por muitos versículos da Bíblia. O acerca do qual Jesus Cristo pregou. Não pode haver dúvida sobre a natureza
profeta Daniel foi inspirado a registar a descrição de governos mundiais deste Reino. Os quatro reinos descritos em Daniel 2, 7 e 8 governaram povos
abrangendo um período de milhares de anos. A sua profecia, registada em e terras. Foram grandes impérios mundiais com domínio e poder para
Daniel 2:28-45, descreve a visão pelo rei Nabucodonosor de cinco governos governar, guerrear e conquistar outras nações. Tiveram reis, governos, leis e
imperiais do mundo. Quando lemos estes versículos, vemos que o quinto cidadãos. Foram reinos de facto cujas ruínas são visíveis hoje.
reino, o Reino de Deus, é um reino real que ainda não foi instaurado na terra. Assim, também, o Reino de Deus será um reino de facto que governará
Nesta passagem, Nabucodonosor, rei da Babilónia, tem um sonho em que sobre toda a terra. Daniel 7:27, falando do estabelecimento deste reino, junta:
vê uma grande estátua de um homem tendo a cabeça de ouro, o peito e os “E o reino, e o domínio, e a majestade dos reinos debaixo de todo o céu serão
braços de prata, o ventre e as coxas de cobre, as pernas de ferro, e os pés de dados ao povo dos santos do Altíssimo; o seu reino será um reino eterno, e
uma mistura de ferro e barro. todos os domínios o servirão e lhe obedecerão.”
Deus deu a Daniel, um profeta na corte de Nabucodonosor, a capacidade O versículo 14 torna as coisas ainda mais claras sobre o vir a ser um reino
de interpretar sonhos (Daniel 1:17; 2:28). Daniel, pela inspiração de Deus, governante do mundo de facto. Daniel descreveu o que viu numa visão de
revelou que as quatro divisões desta estátua eram realmente quatro impérios Jesus Cristo no futuro: “… foi-lhe dado o domínio, e a honra, e o reino, para
mundiais sucessivos. Deus, através de Daniel, identificou o primeiro deles, a que todos os povos, nações e línguas o servissem; o seu domínio é um domínio
cabeça de ouro, como sendo o império da Babilónia (Daniel 2:38). eterno, que não passará, e o seu reino, o único que não será destruído.”
14 O Evangelho do Reino de Deus A Promessa da Vinda de um Reino 15

Os maiores poderes cairão David e no seu reino, para o firmar e o fortificar em juízo e em justiça, desde
A notícia fantástica do Reino de Deus é o centro da mensagem de Jesus agora e para sempre...” (Isaías 9:6-7).
Cristo para a humanidade. Jesus regressará à terra e estabelecerá este Reino. “Juízo e justiça” serão marcas da liderança vindoura de Jesus Cristo, em
Ele será o Governador do Reino de Deus. Repare-se nesta profecia do contraste com a injustiça imprevidência e opressão que tão vulgarmente
regresso de Jesus Cristo: “E tocou o sétimo anjo a trombeta, e houve no céu caracteriza os governos deste mundo. A paz estender-se-á a todo o mundo —
grandes vozes, que diziam: Os reinos do mundo vieram a ser de nosso Senhor aos matrimónios, às famílias, às comunidades e às nações. Como profetizado,
e do seu Cristo, e ele reinará para todo o sempre” (Apocalipse 11:15). Jesus “não haverá fim” à paz sob o governo de Jesus Cristo. O Príncipe da Paz trará
Cristo assumirá o governo de um autêntico reino na terra. sossego e boa vontade a um mundo que nunca conheceu verdadeira paz.
Os governos humanos, com a sua inerente incapacidade de resolver Sob o justo governo de Jesus Cristo, a humanidade aprenderá finalmente o
problemas que estão enraizados na inabilidade humana para escolher o estilo de vida de Deus e gozará esta maravilhosa paz. As instituições
caminho recto da vida (Provérbios 16:25), serão substituídos por uma forma educacionais ensinarão o povo a viver, não somente como ganhar a vida. Os
de governo que finalmente resolve esses problemas. Jesus Cristo, Ele mesmo, princípios bíblicos da saúde e de duradouras relações serão inteiramente
governará as nações da terra! explicados. “Não se fará mal nem dano algum em todo o monte da minha
Este é o evangelho — a boa nova — que Jesus Cristo ensinou. O centro da santidade, porque a terra se encherá do conhecimento do Senhor, como as
mensagem de Jesus Cristo era o anúncio da vinda de um governo mundial águas cobrem o mar” (Isaías 11:9). Os múltiplos milhões de pessoas que nunca
(Lucas 21:31). Este governo não será chefiado por humanos motivados conheceram as leis e os caminhos de Deus terão finalmente acesso a esse
egoisticamente, mas pelo próprio Jesus Cristo, sob a direcção de Deus fantástico conhecimento salvador.
Todo-Poderoso.
Daniel não foi o único profeta que falou deste tempo. Miquéas 4:1-3 Causas dos problemas humanos
também descreve este tempo de paz sem precedentes: “nos últimos dias, A humanidade tem tido milhares de anos para experimentar formas de
acontecerá que o monte da Casa do Senhor será estabelecido no cume dos governo, administrações e estilos de vida, e então porque somos incapazes de
montes e se elevará sobre os outeiros, e concorrerão a ele os povos.” resolver os nossos problemas?
“E irão muitas nações e dirão: Vinde, e subamos ao monte do Senhor e Governo humano não é bem sucedido porque, em análise final, a humani-
à Casa do Deus de Jacob, para que nos ensine os seus caminhos, e nós dade não sabe simplesmente como viver. Deus avisa, pelo profeta Jeremias,
andemos pelas suas veredas; porque de Sião sairá a lei, e a palavra do Senhor, “não é do homem o seu caminho, nem do homem que caminha, o dirigir os seus
de Jerusalém. passos” (Jeremias 10:23).
“E julgará entre muitos povos e castigará poderosas nações até mui longe; Salomão, rei do antigo Israel, esclarece isto sem rodeios: “Há caminho que
e converterão as suas espadas em enxadas e as suas lanças em foices; ao homem parece direito, mas o fim dele são os caminhos da morte”
uma nação não levantará a espada contra outra nação, nem aprenderão (Provérbios 14:12 ; 16:25).
mais a guerra.” Tristemente, a humanidade tem provado a verdade dessas palavras ao longo
Como se pode ver por este trecho, quando Jesus Cristo estabelecer o Seu de gerações. Sob o governo humano, o mundo nunca viu tempo livre de guerra,
governo, a humanidade começará a reconhecer as bênçãos resultantes da briga, tumulto e sofrimento. As condições de hoje são tão graves que a huma-
obediência aos caminhos e leis de Deus e afluirá a Ele para aprender esse nidade tem a capacidade de se extinguir muitas vezes mais que o seu número
estilo de vida. Cristo resolverá as disputas entre povos e terá de “castigará da face da terra!
poderosas nações” que rejeitem a Sua direcção e autoridade. Porque será isto?
O nosso mundo está ameaçado por esmagadores problemas porque temos
Profecias do governo de Jesus Cristo rejeitado a Deus. O Próprio Deus tem-nos mostrado claramente este facto, ao
Falando do futuro reino de Jesus Cristo, Isaías descreve que género de longo de séculos, por intermédio dos Seus profetas. O rei David, sob a inspira-
governante Ele será: “… o principado está sobre os seus ombros; e o seu nome ção de Deus escreveu acerca da humanidade: “Disseram os néscios no seu
será Maravilhoso Conselheiro, Deus Forte, Pai da Eternidade, Príncipe da Paz. coração: ‘Não há Deus’. Têm-se corrompido, fazem-se abomináveis em suas
Do incremento deste principado e da paz, não haverá fim, sobre o trono de obras, não há ninguém que faça o bem. O Senhor olhou desde os céus para os
16 O Evangelho do Reino de Deus A Promessa da Vinda de um Reino 17

filhos dos homens, para ver se havia algum que tivesse entendimento e bus- Jesus Cristo intervirá para salvar a humanidade
casse a Deus. Desviaram-se todos e juntamente se fizeram imundos; não há A humanidade entregue a si própria destruiria toda a vida da face da terra.
quem faça o bem, não há sequer um” (Salmos 14:1-3). Isto é chocante? É. Mas foi Jesus Cristo Ele mesmo que o disse! Ao descrever
O profeta Jeremias também mencionou que os humanos são amplamente o tempo antes do Seu regresso para a terra, Ele disse: “Porque naqueles dias
cegos pelo engano dos seus próprios maus motivos e intentos. “Enganoso é o haverá um sofrimento tão grande como nunca houve desde que Deus criou o
coração, mais do que todas as coisas, e perverso; quem o conhecerá?” mundo; e nunca mais acontecerá uma coisa igual. Porém Deus diminuiu esse
(Jeremias 17:9). tempo de sofrimento. Se não fosse assim, ninguém seria salvo. Mas, por causa
do povo que Deus escolheu para salvar, esse tempo será diminuído”
A humanidade separou-se de Deus (Mateus 24:21-22 BLH).
O profeta Isaías juntou: “Eis que a mão do Senhor não está encolhida, para Jesus Cristo diz-nos que Ele tem de intervir para nos salvar de nós mesmos.
que não possa salvar; nem o seu ouvido, agravado, para não poder ouvir. Mas “Logo depois da aflição daqueles dias, o sol escurecerá, e a lua não dará a sua
as vossas iniquidades fazem divisão entre vós e o vosso Deus, e os vossos peca- luz, e as estrelas cairão do céu, e as potências dos céus serão abaladas. Então,
dos encobrem o seu rosto de vós, para que vos não ouça. Porque as vossas mãos aparecerá no céu o sinal do Filho do Homem; e todas as tribos da terra se
estão contaminadas de sangue, e os vossos dedos, de iniquidade; os vossos lamentarão e verão o Filho do Homem vindo sobre as nuvens do céu, com
lábios falam falsamente, e a vossa língua pronuncia perversidade. Ninguém há poder e grande glória” (Mateus 24:29-30).
que clame pela justiça, nem ninguém que compareça em juízo pela verdade; Este acontecimento glorioso é descrito com maior detalhe em Apocalipse
confiam na vaidade e andam falando mentiras; concebem o mal e produzem a 19:11-16: “E vi o céu aberto, e eis um cavalo branco. O que estava assentado
iniquidade…” (Isaías 59:1-4). sobre ele chama-se Fiel e Verdadeiro e julga e peleja com justiça. E os seus
“Os seus pés correm para o mal e se apressam para derramarem o sangue olhos eram como chama de fogo; e sobre a sua cabeça havia muitos diademas;
inocente; os seus pensamentos são pensamentos de iniquidade; destruição e e tinha um nome escrito que ninguém sabia, senão ele mesmo. E estava vestido
quebrantamento há nas suas estradas. Não conhecem o caminho da paz, nem de uma veste salpicada de sangue, e o nome pelo qual se chama é a Palavra de
há juízo nos seus passos; as suas veredas tortuosas, as fizeram para si Deus. E seguiam-no os exércitos que há no céu em cavalos brancos e vestidos
mesmos; todo aquele que anda por elas não tem conhecimento da paz” de linho fino, branco e puro. E da sua boca saía uma aguda espada, para ferir
(Isaías 59:7-8). com ela as nações; e ele as regerá com vara de ferro e ele mesmo é o que pisa o
Os caminhos de Deus são diferentes dos do homem. “Porque os meus lagar do vinho do furor e da ira do Deus Todo-poderoso. E na veste e na sua
pensamentos não são os vossos pensamentos, nem os vossos caminhos, os coxa tem escrito este nome: Rei Dos Reis e Senhor Dos Senhores.”
meus caminhos, diz o Senhor. Porque, assim como os céus são mais altos
do que a terra, assim são os meus caminhos mais altos do que os vossos O Reino milenar e para além
caminhos, e os meus pensamentos, mais altos do que os vossos pensamentos” Jesus Cristo apresentará solenemente um verdadeiro reino, o Reino de Deus,
(Isaías 55:8-9). na terra. Mas isto não será o fim da história. Veja-se Apocalipse 11:15: “E tocou
O apóstolo Paulo descreveu os resultados inevitáveis da rejeição de Deus e o sétimo anjo a trombeta, e houve no céu grandes vozes, que diziam: Os reinos
do Seu estilo de vida: “E, como eles se não importaram de ter conhecimento de do mundo vieram a ser de nosso Senhor e do seu Cristo, e ele reinará para todo
Deus, assim Deus os entregou a um sentimento perverso, para fazerem coisas o sempre” (Apocalipse 11:15).
que não convém; estando cheios de toda iniquidade, prostituição, malícia, ava- Vimos que Jesus Cristo estabelecerá o Seu reinado sobre todas as nações
reza, maldade; cheios de inveja, homicídio, contenda, engano, malignidade; num autêntico reino. Este reino é descrito em Apocalipse 20:3-7 como perma-
sendo murmuradores, detractores, aborrecedores de Deus, injuriadores, sober- necendo durante 1.000 anos. Contudo, no versículo atrás citado, é-nos dito que
bos, presunçosos, inventores de males, desobedientes ao pai e à mãe; néscios, “Ele reinará para todo o sempre.” Por outras palavras, o reinado de 1.000 anos
infiéis nos contratos, sem afeição natural, irreconciliáveis, sem misericórdia; os (vulgarmente chamado Milénio, do Latim Millennium para “mil anos”) é sim-
quais, conhecendo a justiça de Deus (que são dignos de morte os que tais coisas plesmente o princípio do reinado eterno de Jesus Cristo no Reino de Deus.
praticam), não somente as fazem, mas também consentem aos que as fazem” Na verdade, o reinado milenar que Jesus Cristo compartilha com os santos
(Romanos 1:28-32). ressuscitados — a quem o Reino será dado — tomará lugar com o verdadeiro
18 O Evangelho do Reino de Deus A Promessa da Vinda de um Reino 19

propósito de oferecer entrada no Reino eterno de Deus a toda a humanidade.


No regresso de Jesus Cristo, os milhões de seres humanos vivos viverão no Está agora aqui o Reino
Milénio, e, em resultado disso, gerações humanas nascerão e viverão durante
Pouco tempo antes de ser preso, meu Reino não é deste mundo; se
esse tempo. A todos será dada uma oportunidade para transformar o seu corpo julgado e crucificado, Jesus Cristo o meu Reino fosse deste mundo,
carnal em espiritual, para lhes ser concedida a vida eterna, e para entrar no profetizou de um período mundial lutariam os meus servos, para que
Reino eterno de Deus. de cataclismo e inquietação sem eu não fosse entregue aos judeus;
A verdade de que o Reino de Deus é, no final de tudo, um reino eterno, paralelo na história da humanida- mas, agora, o meu Reino não é
não apenas um período de mil anos, é bem esclarecida por Jesus Cristo. Em de. Este tempo será caracteriza- daqui” (João 18:36).
do por decepção religiosa, guerra, Então, Pilatos exigiu saber se
Mateus 19:16, lemos sobre um jovem rico que perguntou a Jesus a importante
terramotos, fomes e doenças epi- Cristo era um rei. Cristo respondeu:
questão: “Bom Mestre, que bem farei, para conseguir a vida eterna?” Jesus démicas, juntamente com outros “Tu dizes que eu sou rei. Eu para
passou a explicar o que o jovem tinha de fazer. Quando se tornou evidente que grandes acontecimentos catastrófi- isso nasci e para isso vim ao mundo
o jovem não faria o que Jesus ordenara, Jesus Cristo prosseguiu, dizendo no cos (Lucas 21:7-28). Neste sermão …” (versículo 37).
versículo 24 “é mais fácil passar um camelo pelo fundo de uma agulha do que Cristo esclareceu que o Reino de Hebreus 11 descreve a fé dos
entrar um rico no Reino de Deus.” Aqui, a entrada no Reino de Deus é Deus ainda não estava cá. servos de Deus ao longo de
Ele disse aos Seus discípulos milénios. Resumindo a história e as
equivalente à vida eterna. que, depois destes acontecimen- experiências deles, os versículos
Sim, o reinado milenial de Jesus Cristo abrirá as portas para milhões de seres tos, as pessoas “verão vir o Filho do 13-16 dizem-nos: “Todos estes
humanos, então já sendo governados pelo Reino de Deus, para serem salvos e Homem numa nuvem, com poder morreram na fé, sem terem
realmente entrarem no eterno Reino de Deus. O Milénio, um tempo de paz, e grande glória … quando virdes recebido as promessas, mas,
felicidade e prosperidade sem paralelo, apenas será uma prelibação ou acontecer essas coisas, sabei que vendo-as de longe, e crendo nelas,
o Reino de Deus está perto” (Lucas e abraçando-as, confessaram que
antegosto do ainda maior Reino eterno! 21:27, 31). Claramente, Cristo disse eram estrangeiros e peregrinos na
que o Reino de Deus não se esta- terra. Porque os que isso dizem
O céu e a terra transformados
belecerá na terra a não ser depois claramente mostram que buscam
Para depois de acabados os mil anos, ainda é profetizada uma sequência do Seu triunfal regresso em poder e uma pátria. E se, na verdade,
incrível de acontecimentos, como podemos ler em Apocalipse 21:1-7: “E vi um grande glória. se lembrassem daquela [pátria]
novo céu e uma nova terra. Porque já o primeiro céu e a primeira terra passaram, Cristo voltou a esclarecer isto de onde haviam saído, teriam
noutras ocasiões. Quantos de nós oportunidade de tornar. Mas, agora,
e o mar já não existe. E eu, João, vi a Santa Cidade, a nova Jerusalém, que de temos orado o Pai-nosso sem reco- desejam uma [pátria] melhor, isto é,
Deus descia do céu, adereçada como uma esposa ataviada para o seu marido. E nhecermos as óbvias palavras pro- a celestial. Pelo que também Deus
ouvi uma grande voz do céu, que dizia: ‘Eis aqui o tabernáculo de Deus com os feridas por Jesus Cristo em respos- não se envergonha deles, de se
homens, pois com eles habitará, e eles serão o seu povo, e o mesmo Deus estará ta ao pedido dos discípulos para chamar seu Deus, porque já lhes
com eles e será o seu Deus. E Deus limpará de seus olhos toda lágrima, e não os ensinar a orar. “Portanto, vós preparou uma cidade.”
orareis assim,” Disse-lhes Jesus Até Abraão, o pai dos fiéis, “espe-
haverá mais morte, nem pranto, nem clamor, nem dor, porque já as primeiras
Cristo. “Pai nosso, que estás nos rava a cidade que tem fundamen-
coisas são passadas.’ céus, santificado seja o teu nome. tos, da qual o artífice e construtor é
“E o que estava assentado sobre o trono disse: Eis que faço novas todas as Venha o teu Reino …” (Mateus 6:9- Deus” (Hebreus 11:10).
coisas. E disse-me: Escreve, porque estas palavras são verdadeiras e fiéis. E 10). A oração mais comum no Cris- Conquanto o povo de Deus
disse-me mais: Está cumprido; Eu sou o Alfa e o Ómega, o Princípio e o Fim. tianismo reconhece que o Reino de hoje em dia sinta na sua vida
A quem quer que tiver sede, de graça lhe darei da fonte da água da vida. Quem Deus ainda não está cá e que os um antegozo (ver “Como Somos
Cristãos devem orar fervorosamen- ‘Transportados para o Reino’?”
vencer herdará todas as coisas, e eu serei seu Deus, e ele será meu filho.” te para ele vir! p. 21), do Reino de Deus que está
O acesso à árvore da vida — a vida eterna, da qual a humanidade foi cortada Próximo do fim da Sua vida, para vir muitas escrituras esclare-
desde o tempo de Adão e Eva (Génesis 3:22-24) — será dado aos que quando estava sendo interrogado cem que o Reino de Deus não che-
obedientemente guardem os mandamentos de Deus (Apocalipse 22:14). por Pilatos antes da Sua crucifixão, gou, mas que, no futuro, será esta-
Aos que entram no Reino de Deus, os Seus filhos, espera-os a vida eterna! Jesus declarou sem rodeios: “O belecido na terra.
20 O Evangelho do Reino de Deus A Promessa da Vinda de um Reino 21

O Reino Está Dentro de Si? Como Somos ‘Transportados


para o Reino’?
M uitas pessoas crêem que Je-
sus Cristo ensinou que o Reino
Aqui, Jesus Cristo não podia estar
a dizer aos Fariseus que o Reino de
de Deus é algo que existe só nos
corações e mente dos crentes. Elas
Deus era alguma coisa que existia
dentro dos corações ou mentes C olossenses 1:13 descreve
santos físicos como já tendo
sido “transportados” para o Reino.
estabelecerá no Seu regresso
(Mateus 6:33; Apocalipse 11:15).
Mas, como “herdeiros de Deus”
baseiam-se em Lucas 17:20-21, deles — posto que, eles queriam
que diz: “Interrogado pelos fariseus matar Jesus (Mateus 12:14, Marcos Por isso, esta passagem parece em treinamento para herdar esse
sobre quando viria o reino de Deus, 3:6). indicar que os Cristãos estão agora futuro Reino (Romanos 8:15-17;
Jesus lhes respondeu: Não vem o Ao contrário, nesta passagem, no Reino de Deus. Contudo, clara- Mateus 25:34; Apocalipse 20:4,
reino de Deus com visível aparên- Cristo estava demonstrando que os mente, isto não é o caso, posto que 6), os cristãos estão, portanto,
cia. Nem dirão: Ei-lo aqui! Ou: Lá Fariseus não tinham o discernimen- 1 Coríntios 15:50 diz-nos que “car- já sob a soberania e autoridade
está! Porque o reino de Deus está to espiritual de reconhecer que a ne e sangue [corpos físicos] não desse Reino, embora ainda não
dentro de vós” (versão Alemida Re- mensagem do Reino de Deus esta- podem herdar o Reino de Deus.” residentes dele.
vista e Atualizada, ARA) va perto deles, ou que estava a ser Parte da confusão aqui vem do Jesus Cristo, rei do vindouro
Tais assumpções estão erradas oferecida a eles (Mateus 23:34-37). significado da palavra reino. Além Reino, é, agora, o Senhor e
por diversas razões. A palavra Gre- Para acentuar este ponto, referindo- do significado literal de reino, a pa- Mestre dos Cristãos (Filipenses
ga entos, traduzida “dentro de” na se a Ele próprio Jesus disse que “o lavra grega Basileia, traduzida por 2:9-11). Deus governa as
versão Almeida Corrigida e Atuali- reino de Deus está entre vós.” Os “reino”, indica também soberania e vidas dos Cristãos convertidos que
zada (ARA) melhor será traduzida Fariseus espiritualmente cegos não poder real, [Dicionário Expositivo voluntariamente obedecem a Ele e
por “entre” [Dicionário Expositivo reconheceram Jesus como o Re- Completo das Palavras do Velho e às Suas leis. Eles submetem-se à
Completo das Palavras do Velho e presentante divino daquele Reino. do Novo Testamento, “Reino”, por basileia de Deus — à Sua soberania
do Novo Testamento, 1985 “Entre”, Em vez de dizer aos Fariseus que Vine (Vine’s Complete Expository e poder real. Individualmente, eles
por Vine (Vine’s Complete Expo- o Reino de Deus era algo nos seus Dictionary of Old and New Testa- são parte da Igreja, do Corpo
sitory Dictionary of Old and New corações, Jesus Cristo preveniu- ment Words, “Kingdom”)]. de Cristo, o qual Deus também
Testament Words, 1985 “Within”)]. os que eram tão espiritualmente Esta passagem em Colossenses governa. Mas, colectivamente, a
Várias versões, como a versão de cegos que nem podiam reconhecer
Almeida Revista e Corrigida (ARC) em Jesus Cristo a personificação Os Cristãos são, pois, embaixadores do Reino de
e a versão de Almeida Corrigida e desse Reino.
Fiel (ACF) traduzem as palavras de Nesta passagem não há base Deus, representando a Sua maneira de viver na nos-
Cristo por “porque eis que o reino para se crer que o Reino de Deus
de Deus está entre vós.” reside no coração de alguém. sa corrente situação terrena e era em que residimos.
mostra que a soberania e poder de Igreja espera atenciosamente pelo
Deus começa na vida do Cristão a governo mundial vindouro de Deus,
É a Igreja o Reino partir da conversão. A bíblia de es-
tudo da Nova Versão Internacional
quando a Sua soberania (basileia)
for completamente estabelecida.

H á quem suponha que a Igreja


é o Reino de Deus. Embora
haja uma ligação entre ambos, eles
Deus. Ou, para dizer como Jesus
Cristo disse, podemos dizer que
o Reino de Deus é semelhante
explica que neste versículo a pala-
vra reino “não se refere a um ter-
ritório, mas a autoridade, governo
O contexto que conduz a
Colossenses 1:13 também ajuda a
clarificar o significado. O versículo
não são idênticos. Jesus Cristo ao proverbial grão de semente de ou poder soberano de um rei. Isto 9 começa uma descrição de pon-
é a Cabeça da Igreja (Efésios mostarda, aguardando a sua germi- quer dizer que o Cristão já não está tos que Paulo e Timóteo incluíam
1:22), a qual é o corpo dos crentes nação e rápido crescimento com a sob o domínio do mal (da escuri- regularmente nas suas orações.
chamados por Deus para proclamar vinda de Jesus (Mateus 13:31-32). dão), mas sob o benevolente go- Uma das bênçãos que eles agra-
o Reino vindouro. A Bíblia, contudo, nunca usa o verno do Filho de Deus.” deciam era a de que Deus os tinha
Cristo dirige a Sua Igreja, por termo “reino” aplicando-o direc- Verdadeiramente, todas as outras qualificado, e aos outros mem-
isso ela está sob o Seu poder e so- tamente à Igreja. Em vez disso ocorrências de basileia, quando se bros, para receberem a herança
berania reais. Podemos dizer que refere-se ao profetizado governo refere ao Reino de Deus, apontam dos santos (versículo 12).
a Igreja é o precursor do Reino de mundial de Deus. para um domínio literal que Cristo Continua na página 22
22 O Evangelho do Reino de Deus A Promessa da Vinda de um Reino 23

Continuado da página 21
Essa herança, a vida eterna, não
Agora prestamos a nossa lealda-
de e obediência ao Reino de Deus,
O Soberano dum Reino
vem até que Cristo regresse (1 Co- não obstante esse Reino ainda não de Escuridão Espiritual
ríntios 15:50-52; Romanos 8:17). tenha vindo completamente.
Esta é a razão pela qual a Bíblia se
refere aos santos como herdeiros
Em 2 Coríntios 5:20, Paulo usa
diferentes comparações, chaman- O triste facto é que este não é o
mundo de Deus. O Reino de
Deus ainda não está neste mun-
O resultado da influência do dia-
bo é que, antes da conversão, “to-
dos nós também, antes, andáva-
do Reino (Tiago 2:5). do-nos “embaixadores,” para nos
O versículo 13 de Colossenses ajudar a compreender isto. Um do, tal como Jesus Cristo disse em mos nos desejos da nossa carne,
1 continua este tema acrescentan- embaixador é aquele que repre- João 18:36. E é tanto mais trágico fazendo a vontade da carne e dos
do que aqueles qualificados como que um outro ser é o soberano des- pensamentos; e éramos por natu-
senta um reino ou outro governo,
herdeiros, aqueles cuja situação se te mundo, aqui e agora — Satanás reza filhos da ira, como os outros
mas que reside num outro país.
o diabo. também” (versículo 3).
mudara de não herdeiros para her- Os Cristãos são, pois, embaixa- O apóstolo Paulo descreveu a Satanás influencia a humanidade
deiros, também foram “transporta- dores do Reino de Deus, repre- cegueira espiritual que envolve o espiritualmente a rejeitar a Deus e
dos,” ou transferidos, do poder da sentando a Sua maneira de viver mundo e apontou a fonte desse a lei de Deus. Sob a influência de
escuridão para o do Reino de Deus. na nossa corrente situação terre- cegueira. “Mas, se ainda o nosso Satanás “a inclinação da carne é
Nós, como santos da actualida- na e era em que residimos. Nós evangelho está encoberto, para inimizade contra Deus, pois não é
de, também trocamos sistemas de ainda não estamos no Reino os que se perdem está encober- sujeita à lei de Deus, nem, em ver-
governo quando nos convertemos. de Deus. to, nos quais o deus deste século dade, o pode ser” (Romanos 8:7).
cegou os entendimentos dos incré- Separado de Deus, o homem
dulos, para que não lhes resplan- escolhe o seu próprio caminho,
deça a luz do evangelho da gló- com resultados devastadores
Como é que o Reino está ‘chegado’ ria de Cristo, que é
a imagem de Deus”
A influência de Satanás é tão
Q uando Jesus veio pregar o
Reino de Deus, Ele disse:
“é chegado o reino dos céus” e
ma” ou que “está a chegar.”
Elas esclarecem que o Reino de
Deus não chegou, mas que se
(2 Coríntios 4:3-4).
Quem é o deus grande que ele “engana todo
desta era? É nem
mandou-nos arrepender e crer
na boa nova do Reino (Mateus
aproxima.
O que Jesus estava dizendo tinha
mais nem menos
que Satanás, o
o mundo” (Apocalipse 12:9).
4:17 versão Revista e Corrigida e a ver com a mensagem do Reino, grande super-anjo caído (Ezequiel e trágicos “Há caminho que ao
versão Corrigida e Fiel). A palavra bem como com a disponibilidade 28:14-17). Ele é verdadeiramen- homem parece direito, mas o fim
Grega traduzida por “é chegado” é de Ele Próprio, como Rei do Reino. te o soberano deste mundo. Je- dele são os caminhos da morte”
engizo. Ela quer dizer que alguma Nesse sentido, o Reino estava sus Cristo reconheceu isso, di- (Provérbios 14:12; 16:25).
coisa se aproxima. Não significa realmente muito próximo deles, zendo que no julgamento “será A influência de Satanás é tão
que alguma coisa já chegou conquanto não tivesse chegado expulso o príncipe deste mundo” grande que ele “engana todo o
realmente, mas que está próximo na forma literal que Deus revelou a (João 12:31). mundo” (Apocalipse 12:9). “Sabe-
de chegar. Daniel há muito tempo. Conquanto nós não possamos mos que somos de Deus e que
Há versões da Bíblia que reco- Jesus Cristo era a personificação ver Satanás, a sua influência está todo o mundo está no maligno”
nhecem esta distinção: a Bíblia na da mensagem do Reino. Ele era o presente em tudo neste mundo. (1 João 5:19).
Linguagem de Hoje (BLH) traduz Governador, o Rei do Reino. Ele Paulo compreendeu isto dizendo Quando Jesus Cristo regressar,
essa parte de Mateus 4:17 dizendo era o seu representante, Aquele aos membros em Éfaso, “E [Deus] “os reinos do mundo vieram
“…o Reino de Deus está perto;” a por quem a humanidade seria vos vivificou, estando vós mortos [virão] a ser de nosso Senhor e
Bíblia Sagrada (edição Pastoral), capaz de entrar no Reino. em ofensas e pecados, em que, do seu Cristo, e ele reinará para
Paulus 1993 diz, “o Reino do Céu A Sua mensagem era a de que o noutro tempo, andastes, segundo todo o sempre” (Apocalipse 11:15).
está próximo” e a Bíblia Sagrada, povo devia arrepender-se, crer na o curso deste mundo, segundo O mundo de Satanás, erguido
Difusora Bíblica, 2002 traduz, “está boa nova que Ele trazia e pôr essa o príncipe das potestades do ar, numa fundação de mentira e
próximo o Reino do Céu.” mensagem em acção mudando as do espírito que, agora, opera decepção, despedaçar-se-á ao ser
Há outras traduções que di- suas vidas para reflectir crenças nos filhos da desobediência” substituído pelo Reino da verdade
zem que o Reino “se aproxi- e compromisso. (Efésios 2:1-2). e da luz.
24 O Evangelho do Reino de Deus O Evangelho de Jesus Cristo: Salvação no Reino 25

Profecias do Vindouro
Reino de Deus O Evangelho de
Q ue espécie de futuro Deus tem comerão o fruto” (Amós 9:13-14). Jesus Cristo:
Salvação no Reino
reservado para o planeta Terra? “… farei descer a chuva a seu
Através dos Seus profetas Deus tempo; chuvas de bênção serão. E
revela muitos detalhes específicos as árvores do campo darão o seu
do modo como este mundo será fruto, e a terra dará a sua novidade”
transformado no Reino de Deus. (Ezequiel 34:26-27).
Vejamos algumas profecias acerca “ Porque não me envergonho do evangelho de Cristo, pois é o poder
do mundo maravilhoso que Deus As terras secas transformadas:
“… águas arrebentarão no deserto
de Deus para salvação de todo aquele que crê …” (Romanos 1:16).
planeou para nós:

N
e ribeiros, no ermo a terra seca se
Um mundo de paz sem paralelo: transformará em tanques, e a terra ós vimos que Jesus Cristo pregou “o evangelho do Reino” e que
“… converterão as suas espadas sedenta, em mananciais de águas enviou os Seus discípulos a proclamar a Sua mensagem antes da Sua
em enxadas e as suas lanças em …” (Isaías 35:6-7). crucifixão. Contudo, depois da morte e ressurreição de Cristo, apare-
foices; uma nação não levantará
a espada contra outra nação, nem Doença e enfermidade curadas: ceu uma outra evidência na mensagem pregada pelos apóstolos, uma que não
aprenderão mais a guerra. Mas “Então, os olhos dos cegos serão teria sido possível antes da morte de Cristo — Jesus Cristo tinha pago a pena-
assentar-se-á cada um debaixo da abertos, e os ouvidos dos surdos lidade pelos erros humanos! Ao fazer isso, Ele tornou-se o Salvador de todos
sua videira e debaixo da sua figueira, se abrirão. Então, os coxos saltarão que aceitassem o Seu sacrifício e vivessem uma vida Cristã.
e não haverá quem os espante...” como cervos, e a língua dos mudos
(Miquéas 4:3-4). cantará” (Isaías 35:5-6). Depois do Dia de Pentecostes, os apóstolos continuaram a proclamar o
“Não se fará mal nem dano Reino de Deus do mesmo modo que tinham feito quando Cristo caminhou na
algum em todo o monte da Coração e espírito novos dados à terra, mas agora compreendiam e falavam uma outra dimensão: a vida eterna
minha santidade, porque a terra humanidade: nesse Reino era agora possível através do sacrifício de Jesus Cristo, como Sal-
se encherá do conhecimento do “… lhe darei um mesmo coração,
Senhor, como as águas cobrem o e um espírito novo porei dentro vador da humanidade, e a través da Sua função permanente como nosso Sumo-
mar” (Isaías 11:9). deles … para que andem nos meus -sacerdote.
A natureza dos animais
estatutos, e guardem os meus Hoje, há quem veja as expressões bíblicas “evangelho do Reino” e “evange-
juízos, e os executem; e eles serão lho de Cristo” como que sendo mensagens diferentes. Na realidade, contudo,
selvagens transformada: o meu povo, e eu serei o seu Deus”
“Morará o lobo com o cordeiro, e o (Ezequiel 11:19-20). elas são uma só. O evangelho do Reino é a mensagem que Jesus Cristo trouxe
leopardo com o cabrito se deitará, e e proclamou. O evangelho de Cristo é também a mensagem que Jesus Cristo
o bezerro, e o filho de leão, e a nédia As nações aprenderão os pregou, juntamente à mensagem referente à Sua vida, morte e sacrifício em
ovelha viverão juntos, e um menino caminhos de Deus: nosso favor, que nos tornou possível a vida eterna nesse Reino. O Reino de
pequeno os guiará…” (Isaías 11:6). “E irão muitas nações e dirão:
‘Vinde, e subamos ao monte do Deus só é obtido por intermédio do papel crítico de Jesus Cristo como Salvador
Um mundo de abundância Senhor … para que nos ensine pessoal de todo aquele que entre nesse Reino.
agrícola: os seus caminhos, e nós andemos O entendimento aumentado dos apóstolos torna-se mais evidente nas suas
“Eis que vêm dias, diz o Senhor, pelas suas veredas; porque de Sião epístolas e outras mensagens depois da morte e ressurreição de Jesus Cristo. O
em que o que lavra alcançará ao sairá a lei ...” (Miquéas 4:2).
que sega, e o que pisa as uvas, ao povo do tempo de Cristo aguardava um Messias conquistador que expulsasse
que lança a semente; e os montes Jesus Cristo governará o mundo: o jugo do governo Romano da Judeia e estabelecesse um novo reino. Os
destilarão mosto, e todos os outeiros “Porque um menino nos nasceu, discípulos de Cristo reconhceram-No como esse “Messias” e chamaram-Lhe
se derreterão … reedificarão as um filho se nos deu; e o principado “Cristo” (Mateus 16:16), que em Grego significa ungido — o mesmo que a
cidades assoladas, e nelas habitarão, está sobre os seus ombros … Do
e plantarão vinhas, e beberão o incremento deste principado e da palavra Hebraica “Messias” (João 1:14; 4:25). O termo ungido significa aquele
seu vinho, e farão pomares, e lhes paz, não haverá fim …” (Isaías 9:6-7). que foi escolhido para ser Rei desse Reino Messiânico.
26 O Evangelho do Reino de Deus O Evangelho de Jesus Cristo: Salvação no Reino 27

Nova compreensão sobre o Messias expiatório de Cristo e na função como libertador pessoal, ou Salvador, em vez
Os crentes Judaicos da Igreja primitiva teriam entendido a expressão “o de somente um líder nacional: “Deus ressuscitou a este Jesus, do que todos
evangelho de Cristo” como uma mensagem incluindo muito mais que só a nós somos testemunhas … Saiba, pois, com certeza, toda a casa de Israel que
pessoa de Jesus Cristo. Posto que a palavra Cristo quer dizer “Messias,” eles a esse Jesus, a quem vós crucificastes, Deus o fez Senhor e Cristo” (Actos
compreendiam a mensagem dos apóstolos como “o evangelho do Messias” 2:32, 36). Quando, aqueles que se sentiam culpados, perguntaram: “‘Que
— a boa nova do Rei do futuro Reino de Deus. Para eles a boa nova não era só faremos, varões irmãos’? Disse-lhes Pedro: ‘Arrependei-vos, e cada um de
que Cristo tinha morrido pelos pecados da humanidade, mas que o Messias vós seja baptizado em nome de Jesus Cristo para perdão dos pecados, e
tinha vindo e haveria de regressar, para estabelecer o Seu Reino e cumprir as recebereis o dom do Espírito Santo’” (Aptos 2:37-38). Milhares deles
muitas profecias do Seu glorioso reinado. responderam a esta chamada de arrependimento — a uma mudança de vida
— e foram baptizados.
O conceito de um Reino estabelecido pelo Messias não era novo para os
Pedro ajudou-os a ver que as promessas relativas ao Espírito Santo e à
seguidores de Jesus Cristo. As Escrituras registam que “eles estavam pensando
salvação (versículos 17-18, 21, 33, 40) só eram possíveis por causa do
que o Reino de Deus ia aparecer logo” (Lucas 19:11 BLH). Quando Cristo lhes
sacrifício e ressurreição de Jesus, o Messias profetizado (versículos 24, 30-33,
apareceu outra vez, depois da Sua ressurreição, os discípulos perguntaram- 36). Aqueles para quem Pedro falou não tinham compreendido a necessidade
Lhe, “Senhor, restaurarás tu neste tempo o reino a Israel?” (Actos 1:6). do sacrifício do Messias pelos seus pecados pessoais, nem se tinham
O que os discípulos falharam em entender durante a vida de Cristo foi que o apercebido que Aquele que tinham até condenado à morte era na verdade o
Messias, que eles esperavam que chegasse como um rei conquistador, primeiro Messias por quem todos eles ansiavam. Os apóstolos lutaram para corrigir
teria que morrer para saldar a penalidade dos pecados da humanidade. Mesmo estes mal-entendidos.
quando Jesus Cristo revelou esta verdade aos discípulos, eles recusaram A mensagem pública que se seguiu de Pedro esclareceu como é que a
aceitá-la. Não longe da Sua morte, “começou Jesus a mostrar aos seus expiação de Cristo, a obra da salvação, conduz ao futuro Reino de Deus: “Mas
discípulos que convinha ir a Jerusalém, e padecer muito dos anciãos, e dos Deus assim cumpriu o que já dantes pela boca de todos os seus profetas havia
principais dos sacerdotes, e dos escribas, e ser morto, e ressuscitar ao terceiro anunciado: que o Cristo havia de padecer. Arrependei-vos, pois, e convertei-
dia. E Pedro, tomando-o de parte, começou a repreendê-lo, dizendo: ‘Senhor vos, para que sejam apagados os vossos pecados, e venham, assim, os tempos
tem compaixão de ti; de modo nenhum te acontecerá isso’” (Mateus 16:21-22). do refrigério pela presença do Senhor. E envie ele a Jesus Cristo, que já dantes
Não só eles não compreendiam esse aspecto da missão de Cristo, como vos foi pregado, o qual convém que o céu contenha até aos tempos da
recusavam abertamente crer nela. restauração de tudo, dos quais Deus falou pela boca de todos os seus santos
É compreensivo, então, que os discípulos ficassem chocados quando viram profetas, desde o princípio” (Actos 3:18-21).
o seu Líder ser preso, em quem eles esperavam ver o governo invasor Romano Esta magnífica mensagem, que incitou milhares a crer, ilustra a maneira
ser derrubado. “… Então, todos os discípulos, deixando-o, fugiram.” (Mateus como o evangelho tinha sido pregado desde o princípio, como envolveu Cristo
26:56). Confusos e devastados por este inesperado volte face dos acontecimen- como o sofredor Messias e como foi uma mensagem de “restauração de todas
as coisas” — a fantástica esperança do regresso de Cristo como Rei de um
tos, eles dispersaram-se enquanto Jesus era julgado, condenado e executado
Reino futuro.
como um criminoso.
Mais tarde, depois de terem recebido o Espírito Santo no dia de Pentecostes Para onde conduz o sacrifício de Cristo
(Actos 2:1-4), os discípulos compreenderam, como as Escrituras tinham profe- O apóstolo Paulo viu com grande clareza o significado do sacrifício de
tizado, que o Messias teria de morrer e ser ressuscitado. O apóstolo Pedro, no Cristo e aonde ele conduz em última análise. Na primeira epístola aos Corín-
seu primeiro sermão inspirado aos Hebreus reunidos em Jerusalém, declarou tios ele descreveu a mensagem e ensinou: “… vos notifico, irmãos, o evange-
que David, num dos seus salmos, “falou a respeito da ressurreição do Messias lho que já vos tenho anunciado, o qual também recebestes e no qual também
e disse: ‘Ele não foi abandonado no mundo dos mortos, nem o seu corpo apo- permaneceis; pelo qual também sois salvos, se o retiverdes tal como vo-lo
dreceu na sepultura’” (Actos 2:31 BLH). tenho anunciado, se não é que crestes em vão. Porque primeiramente vos
entreguei o que também recebi: que Cristo morreu por nossos pecados,
A necessidade dum libertador, ou Salvador, pessoal segundo as Escrituras, e que foi sepultado, e que ressuscitou ao terceiro dia,
Pedro teve de pôr em foco a mente dos Judeus do seu tempo no sacrifício segundo as Escrituras” (1 Coríntios 15:1-4).
28 O Evangelho do Reino de Deus O Evangelho de Jesus Cristo: Salvação no Reino 29

O acto de Jesus Cristo sacrificar a Sua vida em vez de nós é obviamente boa
notícia. O Seu pagamento pela penalidade de morte por nós é Jesus Cristo Foi o Messias
notícia maravilhosa!
Mas a descrição do evangelho pregado por Paulo não terminou aí. Depois
de começar pelo magnífico papel de Cristo na nossa salvação pessoal, ele
Q ual foi o propósito de Jesus
Cristo? Porque é que Ele veio
à terra? Porque é que Ele voltará
da Babilónia à sua pátria alguns
séculos antes, eram dominados
pelo Império Romano. Na sua
continuou a sua explicação da razão da ressurreição de Jesus Cristo ser tão outra vez? As respostas a estas opressão eles oravam e esperavam
importante para a salvação de toda a humanidade: “Se esperamos em Cristo perguntas tornam-se evidentes pelo Messias prometido, um rei
só nesta vida, somos os mais miseráveis de todos os homens. Mas, agora, quando examinamos o conceito de conquistador que os libertaria da
Messias. soberania Romana e restauraria a
Cristo ressuscitou dos mortos e foi feito as primícias dos que dormem. Por- Messias é uma palavra Hebraica grandeza de Israel.
que, assim como a morte veio por um homem, também a ressurreição dos que quer dizer “O Ungido.” A unção Corretamente, eles deduziam de
mortos veio por um homem. Porque, assim como todos morrem em Adão, era usada, entre outras coisas, para muitas profecias que o Messias
assim também todos serão vivificados em Cristo” (1 Coríntios 15:19-22). significar que os reis tinham sido apareceria brevemente. A espe-
escolhidos por Deus (1 Samuel rança era grande. Quando João
Todos serão ressuscitados novamente à vida 15:1; 16:12-13; 1 Reis 1:34). Cristo Baptista apareceu em cena, al-
significa “O Ungido” em Grego, a guns pensaram que ele podia ser
Repare-se que Paulo diz que todos eventualmente viverão. Ele continuou língua em que o Novo Testamento o Messias. As Escrituras falam que
mostrando que isto ocorreria por fases: “Mas cada um por sua ordem: Cristo, foi conservado para nós — o “estando o povo em expectação e
as primícias; depois, os que são de Cristo, na sua vinda. Depois, virá o fim, mesmo que a palavra Hebraica pensando todos de João, em seu
quando tiver entregado o Reino a Deus, ao Pai, e quando houver aniquilado Messias. Os dois termos significam coração, se, porventura, seria o
a mesma coisa (João 1:14; 4:25). Cristo [o Messias]” (Lucas 3:15).
todo império e toda potestade e força.” (1 Coríntios 15:23-24). João disse que não era o Mes-
Anteriormente lemos do governo de Cristo como Rei desse futuro Reino. Um rei e reino profetizados
sias, mas apontou o povo a Jesus
Mas preste-se atenção que o Seu acesso ao poder como Rei é precedido pela Os Hebreus compreendiam que de Nazaré. Um dos seguidores de
as Escrituras continham muitas pro- João, um pescador de nome An-
ressurreição “dos que são de Cristo, na sua vinda”! fecias sobre um governante divi-
Paulo ao longo deste capítulo explica este belo aspecto da mensagem do dré, creu imediatamente em Cris-
namente nomeado que restauraria to. “Este achou primeiro a seu ir-
evangelho que ensinou. Nos versículos 50-53 ele explicou quando e como a glória e a grandeza do reino de mão Simão e disse-lhe: ‘Achamos
podemos entrar no Reino de Deus: “Agora, digo isto, irmãos: que carne e Israel. Por exemplo, Isaías 9:6-7 o Messias’ (que, traduzido, é o
sangue não podem herdar o Reino de Deus, nem a corrupção herda a diz: “… o principado está sobre os Cristo)” (João 1:40-41). Ambos, An-
seus ombros … Do incremento des- dré e Simão (Pedro) tornaram-se
incorrupção. Eis aqui vos digo um mistério: Na verdade, nem todos te principado e da paz, não haverá
dormiremos, mas todos seremos transformados, num momento, num abrir e discípulos.
fim, sobre o trono de David e no seu
fechar de olhos, ante a última trombeta; porque a trombeta soará, e os mortos reino, para o firmar e o fortificar em Jesus confirma que é o Messias
ressuscitarão incorruptíveis, e nós seremos transformados. Porque convém juízo e em justiça, desde agora e Jesus, numa conversa com uma
que isto que é corruptível se revista da incorruptibilidade e que isto que é para sempre …” (Isaías 9:6-7). mulher Samaritana, admitiu ser
Jeremias 23:5 junta: “Eis que vêm o Messias há muito esperado. “A
mortal se revista da imortalidade.” (1 Coríntios 15:50-53). dias, diz o Senhor, em que levanta- mulher disse-lhe: ‘Eu sei que o
Este é o extremamente encorajador propósito do nascimento, vida, morte e rei a David um Renovo justo; sendo Messias (que se chama o Cristo)
ressurreição de Jesus Cristo — a ressurreição de muitos, muitos mais para a rei, reinará, e prosperará, e pratica- vem; quando ele vier, nos anuncia-
vida eterna para “herdar o Reino de Deus”! (versículo 50). Os seguidores de rá o juízo e a justiça na terra.” rá tudo’. Jesus disse-lhe: ‘Eu o sou,
Depois dos reinos de Israel e eu que falo contigo’” (João 4:25-26).
Cristo “herdam”, ou entram, no Reino “ante a última trombeta” (versículo
de Judá terem sido levados Jesus, no Seu julgamento, tam-
52), o enorme sopro que assinala o regresso de Cristo para governar a terra para cativeiro, respectivamente, bém admitiu que era o Messias. “…
eternamente (Mateus 24:30-31; Apocalipse 11:15). pela Assíria e pela Babilónia, O sumo-sacerdote lhe tornou a per-
Vemos que a vida imortal no Seu Reino é possível por Jesus Cristo, o povo Israelita confiou nestas guntar e disse-lhe: ‘És tu o Cristo,
“o qual aboliu a morte e trouxe à luz a vida e a incorrupção, pelo evangelho” promessas de um libertador. Nos [Messias] Filho do Deus Bendito’?
dias de Cristo, os descendentes E Jesus disse-lhe: ‘Eu o sou, e ve-
(2 Timóteo 1:10). dos Judeus que tinham regressado Continua na página 30
30 O Evangelho do Reino de Deus Como Pode Entrar no Reino 31

Continuado da página 29
reis o Filho do Homem assentado
à direita do Todo-poderoso e vindo
de Deus então. Veja-se Actos 1:6-
8: “Aqueles, pois, que se haviam
reunido perguntaram-lhe, dizendo: Como Pode
sobre as nuvens do céu’” (Marcos
14:61-62).
Jesus sabia que tinha nascido
para ser um rei. Quando Pôncio
Senhor restaurarás tu neste tempo
o reino a Israel? E disse-lhes: ‘Não
vos pertence saber os tempos ou
as estações que o Pai estabeleceu
Entrar no Reino
Pilatos interrogou Cristo antes da pelo seu próprio poder. Mas “Mas buscai primeiro o Reino de Deus, e a sua justiça, e todas essas
Sua crucifixão, ele perguntou a Je- recebereis a virtude do Espírito coisas vos serão acrescentadas” (Mateus 6:33).
sus se Ele era na verdade um rei. Santo, que há de vir sobre vós; e

O
Jesus respondeu-lhe: “… Tu dizes ser-me-eis testemunhas tanto em tema da salvação através da vida, morte e ressurreição de Jesus é
que eu sou rei. Eu para isso nasci Jerusalém como em toda a Judeia
e para isso vim ao mundo …” (João e Samaria e até aos confins da parte central da mensagem do evangelho. Jesus Cristo morreu, foi
18:36-37). terra’” (Actos 1:6-8). sepultado e foi ressuscitado por uma razão: “para que todo aquele
Jesus explicou que o tempo des- que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna” (João 3:16). Esta espantosa
O engano dos discípulos se reino não devia ser a princi- parte do evangelho — a entrada no Reino de Deus — é aspecto que muito
O facto de que o reino de Je- pal preocupação deles; na verdade
sus não era para esse tempo, foi poucos compreendem. É sinónimo da salvação. Sem se compreender esta
eles nem saberiam quando ele se-
mal entendido pela maioria dos ria estabelecido. As suas atenções, parte do evangelho, não se pode compreender o que é a salvação. Sabe como
Seus seguidores. Eles assumiram disse Cristo, deveriam estar aten- entrar no Reino, como alcançar a salvação de que a Bíblia fala?
que Jesus Cristo chefiaria uma tas à obra que Ele lhes tinha atribu-
sublevação popular que depo- ído. O Reino de Deus será estabe- Entrar na própria família de Deus
ria os Romanos e estabeleceria lecido em devido tempo. O que é que realmente significará salvação — vida eterna no Reino de
uma nova entidade política. En- Eles por fim compreenderam que
tre eles, alguns dos discípulos, às Jesus de Nazaré era na verdade o
Deus — para aqueles que a receberem? Vimos que salvação é a transformação
vezes, até argumentavam quem Messias prometido, mas primeiro de um ser humano carnal, mortal para um glorificado, imortal filho de Deus.
de entre eles assumiria as prin- teve de sofrer e morrer pelos peca- Repare-se como a epístola aos Hebreus expressa isso: “De fato, Deus, que
cipais posições no novo governo dos deles. Mais tarde Ele virá como cria e sustenta todas as coisas, fez o que era certo ao tornar Jesus perfeito por
(Mateus 20:20-21; Lucas 9:46; um rei conquistador para estabele- meio do sofrimento a fim de que muitos, isto é, os seus filhos, tomassem parte
22:24). cer o Reino de Deus.
O seu entendimento era li- As dezenas de profecias regis- na sua glória. Pois é Jesus quem os guia para a salvação. Jesus purifica as
mitado. Eles não se aperce- tadas pelos profetas acerca de um pessoas dos seus pecados; e todos, tanto ele como os que são purificados, têm
biam que Cristo tinha primeiro Messias — profecias cumpridas o mesmo Pai. É por isso que Jesus não se envergonha de chamá-los de
de vir para sofrer e morrer pelos por Jesus Cristo — são das pro- irmãos” (Hebreus 2:10-11 BLH).
pecados da humanidade e somen- vas mais fortes de que a Bíblia é
te mais tarde viria como o rei con-
Já tinha entendido isto antes? Os que entrarem no Reino de Deus serão
a Palavra inspirada de Deus. Os
quistador que eles aguardavam. quatro Evangelhos relembram as “irmãos” de Cristo, terão “o mesmo Pai”, serão todos da mesma família —
Quando Jesus foi julgado e profecias do Velho Testamento e da família de Deus! Todos são filhos de Deus trazidos, por Ele, “à glória”
executado, eles apavoraram-se. mostram como Jesus Cristo as — um estado glorificado de espírito imortal (1 Coríntios 15:42-44). Isto é o
As suas esperanças e sonhos de cumpriu. que é a salvação. “Porque, assim o que santifica como os que são santificados,
posições de poder foram por água Os Evangelhos também falam
abaixo. Pedro e alguns dos outros da Sua ressurreição e regresso à
são todos de um; por cuja causa não se envergonha de lhes chamar irmãos,
discípulos regressaram às suas terra como rei conquistador. Essa dizendo: Anunciarei o teu nome a meus irmãos, cantar-te-ei louvores no meio
ocupações de pescadores (João é a mensagem dos Evangelhos — da congregação … E outra vez: Eis-me aqui a mim e aos filhos que Deus me
21:1-3). que Jesus Cristo foi o Messias que deu” (Hebreus 2:11-13).
Mesmo depois de Jesus lhes é profetizado no Velho Testamento. Porque Jesus Cristo não se envergonha de os ter como Seus próprios
aparecer outra vez, eles ainda não Para aprender mais sobre o papel
entendiam. Eles ainda esperavam de Jesus peça pela publicação irmãos (e irmãs) mostra exactamente quão pessoal é a relação desta família.
que Cristo estabelecesse o Reino gratuita Quem é Deus? Os que entrarem no Reino de Deus, até participarão da mesma natureza
32 O Evangelho do Reino de Deus Como Pode Entrar no Reino 33

divina de Deus (2 Pedro 1:4), por toda a eternidade. O evangelho do Reino de Deus revela que Jesus Cristo fundará o Seu
Deus fará com que todos que entrarem no Seu Reino sejam, de um modo Reino na terra com os Seus santos ressuscitados para dar a todos a
geral, como Jesus Cristo! O apóstolo João é explícito: “Vede quão grande oportunidade para a vida eterna. O desejo de Deus é de que toda a gente herde
caridade nos tem concedido o Pai: que fôssemos chamados filhos de Deus … o Reino de Deus, cada um no
agora somos filhos de Deus, e ainda não é manifesto o que havemos de ser. seu próprio tempo (2 Pedro 3:9; Quando ouvimos e com-
Mas sabemos que, quando ele se manifestar, seremos semelhantes a ele; 1 Coríntios 15:20-26).
porque assim como é o veremos” (1 João 3:1-3). O evangelho verdadeiro preendemos o evangelho
Sim, seres humanos que entrem no Reino de Deus terão a gloriosa honra revela que os santos — os fiéis do Reino de Deus, Jesus
de serem como Jesus Cristo, ressuscitados e glorificados. “O mesmo Espírito seguidores de Jesus Cristo
testifica com o nosso espírito que somos filhos de Deus. E, se nós somos ressuscitados no Seu regresso espera que nos arrependa-
filhos, somos, logo, herdeiros também, herdeiros de Deus e co-herdeiros de para a vida eterna — serão mos e passemos a crer na
Cristo; se é certo que com ele padecemos, para que também com ele sejamos activamente envolvidos com
glorificados” (Romanos 8:16-17). Jesus Cristo no governo do boa nova deste Reino
Reino de Deus, quando ele for
O evangelho verdadeiro revela que os santos estabelecido (Apocalipse 5:10).
(Marcos 1:14-15).
— os fiéis seguidores de Jesus Cristo ressus- Há profecias no livro de Isaías que revelam que Cristo começará a lidar com
os seres humanos vivos á Sua chegada para lhes ensinar os Seus caminhos.
citados no Seu regresso para a vida eterna Os santos ressuscitados assistirão Cristo a produzir cura completa espiritual
e física das nações (Isaías 30:20-21; 35:1, 5-6).
— serão activamente envolvidos com Jesus Os fiéis seguidores de Jesus Cristo, agora com vida eterna, assisti-Lo-ão
Cristo no governo do Reino de Deus, quando como reis e sacerdotes no Reino de Deus (Apocalipse 1:6). Eles serão
glorificados, espíritos imortais que viverão eternamente (1 Tessalonicenses
ele for estabelecido (Apocalipse 5:10). 4:14-17; 1 Coríntios 15:42-44; 50-54).
Este é o potencial impressionante de todos os que receberem a vida eterna Esta é a maravilhosa promessa de Deus a eles: “Quem vencer herdará
como membros da família que Deus está criando! Ser ressuscitado na família todas as coisas, e eu serei seu Deus, e ele será meu filho” (Apocalipse 21:7).
de Deus como autêntico filho de Deus, como uma parte da própria família O que é que esta herança inclui? Hebreu 2:6-8 dá indícios de que o nosso
imortal de Deus, é tão magnífico que é fútil tentar comparar isso com qualquer destino final é para participar no governo do universo inteiro como
coisa que jamais tenhamos conhecido. Nenhumas aflições, sofrimentos e glorificados, imortais filhos de Deus!
dificuldades nesta vida podem de forma alguma aproximar-se do inestimável
valor do dom da vida eterna como filhos de Deus, realmente tornando-nos Uma chamada para acção
como Jesus Cristo. Este futuro maravilhoso é o que a mensagem de Cristo é Quando ouvimos e compreendemos o evangelho do Reino de Deus, Jesus
acerca do Reino de Deus! espera que nos arrependamos e passemos a crer na boa nova deste Reino
(Marcos 1:14-15). O Seu Reino é algo em que teremos de entrar
A recompensa dos santos (Marcos 10:23, 25).
A prometida recompensa dos santos — ou salvação, como muitas vezes é Aceitar a instrução de Jesus de arrependimento e crença nesta mensagem,
chamada — ocorre na ressurreição da morte (1 Coríntios 15:50-52). Isto nesta boa nova, é o primeiro passo. Nós podemos dirigir-nos a Deus para
dá-se quando Jesus Cristo regressa ao toque da última trombeta e “os reinos sermos perdoados e reconciliados através de Jesus Cristo e começar a viver
do mundo vêm a ser de nosso Senhor e do seu Cristo” (Apocalipse 11:15). segundo as regras do Reino de Deus tal como foi ensinado por Jesus Cristo.
Quem seja ressuscitado da mortalidade para a imortalidade entrará no Seu Àqueles que recusarem viver o santo modo da vida de Deus ser-lhes-á
Reino e assistirá Cristo num reinado, na terra, de 1.000 anos (Apocalipse recusado entrar no Reino de Deus e na vida eterna (1 Coríntios 6:9-10;
20:4-6). Gálatas 5:19-21; Efésios 5:5).
34 O Evangelho do Reino de Deus Como Pode Entrar no Reino 35

Jesus avisou-nos dos obstáculos que podem impedir a nossa entrada no especiais para nos ajudar a compreendermos a função de Cristo na nossa
Reino (Mateus 5:20; 19:23-25; Marcos 9:47; Lucas 18:17; João 3:5). Para se salvação e de como o Reino de Deus será estabelecido na terra.
entrar no Reino, tem-se de adoptar uma perspectiva correta — uma atitude Em Colossenses 2:16-17, Paulo refere-se a estas festas como “sombras de
humilde, educável, como de criança — acompanhado por arrependimento coisas futuras.” Paulo e a Igreja guardaram-nas como lembranças do Reino
verdadeiro, baptismo e recebimento do Espírito Santo de Deus (Mateus 18:3; de Deus vindouro. Não obstante outros criticassem os Colossenses pelo
João 3:3, 5; Actos 2:38). modo como observavam estes dias, Paulo e os membros da Igreja primitiva
Se quer saber mais sobre o baptismo e de como a sua vida pode mudar entenderam a ligação entre o propósito destes dias e do evangelho
através da ajuda e guia do Espírito Santo de Deus, telefone ou escreva (1 Coríntios 5:7-8; 11:23-29).
pedindo as nossas publicações gratuitas Tranformando a Sua Vida: O Entendendo o significado destas assembleias sagradas anuais pode
Processo da Conversão, Pode ter Fé Vivente, e O Caminho para a Vida ajudar-nos a compreender a fantástica mensagem que Jesus ensinou — o
Eterna. Este conhecimento é vital para a sua entrada no Reino de Deus plano de Deus para o Seu futuro Reino e vida eterna. Se deseja saber mais
Buscar o Reino de Deus tem de se tornar a nossa maior prioridade, não sobre os festivais anuais e do plano de Deus para si, então peça as nossas
importando quais as dificuldades. Paulo disse: “pois que por muitas publicações gratuitas Qual é o seu Destino? e O Plano Dos Dias Santos De
tribulações nos importa entrar no Reino de Deus” (Actos 14:22). Jesus Deus: A Promessa de Esperança Para Toda a Humanidade.
encorajou-nos a vencer estas dificuldades, conservando o Reino de Deus Deus revela a Sua maravilhosa verdade aos que Ele está a chamar agora
como o nosso objectivo principal (Mateus 6:33). Ele encoraja-nos a orar pela (João 6:44). Jesus Cristo disse que a Sua mensagem seria pregada até ao
vinda do Reino de Deus (Mateus 6:10). tempo final antes da Sua segunda vinda. “E este evangelho do Reino será
pregado em todo o mundo, em testemunho a todas as gentes, e então virá o
Uma das formas como os Cristãos podem fim” (Mateus 24:14).
A Igreja de Deus Unida está dedicada a proclamar esta mensagem e
aumentar a sua visão do futuro Reino de Deus é convida-o para imitar o conselho de Cristo em crer e responder a esta
pelo entendimento do significado dos sete Dias chamada. Para quem esteja genuinamente buscando o Reino de Deus,
oferecemos a revista, A Boa Nova. Como o nome indica, A Boa nova é
Santos anuais de Deus. dedicada à mensagem que Jesus proclamou. Nela encontrará muitos artigos
Quando a nossa vida se devota em busca do Reino de Deus, a nossa explicando os ensinamentos de Jesus Cristo sobre o Futuro Reino de Deus e
perspectiva será como a dos patriarcas tal como registada em Hebreus 11. o que deve fazer para entrar nesse glorioso Reino. Visite simplesmente o
Reparemos nestas palavras inspiradoras acerca da perspectiva deles: “Todos nosso “Web site” em www.revistaboanova.org ou contacte o nosso escritório
estes morreram na fé, sem terem recebido as promessas, mas, vendo-as de mais próximo de si para a sua subscrição gratuita.
longe, e crendo nelas, e abraçando-as, confessaram que eram estrangeiros e A mensagem que Jesus trouxe chama-se, apropriadamente, a boa nova —
peregrinos na terra … Pelo que também Deus não se envergonha deles, de se o evangelho — do Reino de Deus. E é verdadeiramente boa notícia, a mais
chamar seu Deus, porque já lhes preparou uma cidade” (versículos 13, 16). maravilhosa notícia para a humanidade. Jesus Cristo está-lhe a pedir para
Os patriarcas consideraram-se “estrangeiros e peregrinos” porque buscaram crer nesta boa nova e “buscar primeiro o Reino de Deus” (Mateus 6:33). Se
o Reino de Deus. As suas vidas estavam centradas no Reino, não na vida o fizer, diz Jesus Cristo em Lucas 12:32, será prazer de Deus dar-lhe o Reino!
física ou material.
O Mapa do caminho para o Reino
Uma das formas como os Cristãos podem aumentar a sua visão do futuro
Reino de Deus é pelo entendimento do significado dos sete Dias Santos
anuais de Deus. Conquanto a maior parte das pessoas pense que eles são
observâncias Judaicas, Deus esclareceu que eles são, na realidade, Seus
festivais e Dias Santos (Levítico 23:2, 4). Deus deu-nos estas observâncias
Se deseja saber mais....
Quem somos: Esta literatura é distribuída gratuitamente pela Igreja
de Deus Unida, uma Associação Internacional, que tem ministros e
ENDEREÇOS POSTAIS congregações em muitas partes do mundo.
Nós encontramos as nossas raízes na Igreja que Jesus fundou, no
início do primeiro século. Seguimos os mesmos ensinamentos, doutri-
Estados Unidos da América: nas e práticas que então foram estabelecidas. A nossa incumbência
(Pode pedir em Português, Espanhol ou Inglês) é a de proclamar o evangelho do vindouro Reino de Deus por todo o
Igreja de Deus Unida mundo, como uma testemunha, e de ensinar todas as nações a obser-
P O Box 541027 var o que Cristo ordenou (Mateus 24:14; 28:19-20).
Cincinnati, OH, 45254-1027 Gratuito: Jesus Cristo disse: “de graça recebestes, de graça dai”
Telefone: +1 (513) 576 9796 (Mateus 10:8). A Igreja de Deus Unida oferece esta e outras publica-
ções gratuitamente, como um serviço educacional no interesse pú-
Inglaterra: blico. Nós o convidamos a pedir a sua subscrição gratuita da revista
United Church of God A Boa Nova e a inscrever-se no nosso Curso de Ensino Bíblico, de 12
lições, também livre de custos.
P O Box 705
Estamos agradecidos pelos generosos dízimos e ofertas dos mem-
Watford,
bros da Igreja, e doutros colaboradores, que voluntariamente con-
Herts WD19 6FZ tribuem para o suporte desta obra. Não solicitamos fundos do público
Telefone: +44 (0)20-8386-8467 em geral. No entanto, aceitamos de bom grado contribuições em ajuda
a compartilharmos esta mensagem de esperança com outros. Todas
Brasil: as receitas são auditadas por uma firma independente de auditoria.
Igreja de Deus Unida Conselho pessoal disponível: Jesus ordenou os seus seguidores
Caixa Postal 7 para apascentar as Suas ovelhas (João 21:15-17). Para ajudar a cum-
Montes Claros – MG prir esta instrução, a Igreja de Deus Unida tem congregações à volta
CEP 39400-970 do mundo. Nelas os crentes reúnem-se para serem instruídos segun-
Telefone: +1 (513) 576 9796 do as Escrituras e para confraternizarem.
A Igreja de Deus Unida empenha-se em entender e praticar o Cris-
tianismo do Novo Testamento. Desejamos compartilhar o estilo de
Internet:
vida de Deus com os que ardentemente buscam adorar e seguir o
www.revistaboanova.org nosso Salvador, Jesus Cristo.
www.gnmagazine.org
Os nossos ministros estão disponíveis para aconselhar, responder
www.beyondtoday.tv a questões e explicar a Bíblia. Se desejar contactar um ministro, ou
www.ucg.org visitar uma das nossas congregações, queira sentir-se à vontade para
e-mail: info@ucg.org contactar o nosso escritório mais próximo de si.
Informação adicional: Nem todas as publicações
Autor: Igreja de Deus Unida, uma Associação Internacional mencionadas neste livro estão correntemente disponíveis
Escritores contribuintes: Scott Ashley, Bill Bradford, Roger Foster na língua Portuguesa, mas estamos empenhados num projecto
Revisores editoriais: Paul Kieffer, Burk Mc Nair, em as traduzir para o Português. Visite o nosso “Web site”
John Ross Schroeder, Donald Ward www.revistaboanova.org para ter conhecimento das publicações
Capa: Ilustração fotográfica por Shaun Venish correntemente disponíveis em Português, ou para pedir ou
Tradutor: José dos Santos Martins “descarregar” qualquer das nossas publicações, incluindo edições da
Revisor e editor final da tradução: Jorge Manuel de Campos revista A Boa Nova, livros e outras. Também pode visitar o nosso portal
www.gnmagazine.org para uma lista completa das nossas publicações
em Inglês, ou o portal www.beyondtoday.tv para programas de
televisão educacionais em Inglês. Se desejar corresponder connosco em
Português, por favor envie-nos um e-mail para info@ucg.org ou
escreva-nos para um dos endereços atrás em lista.