Você está na página 1de 5

ARQUIDIOCESE DE CURITIBA

FORMAÇÃO
COMISSÃO DE MISSÃO

RHEMA E TEMA NA REUNIÃO DE ORAÇÃO


O GRUPO DE ORAÇÃO NA RENO RHEMA E TEMA NA REUNIÃO DE ORAÇÃO

O Grupo de Oração é dividido em três momentos distintos, conforme a representação


acima, da seguinte forma: 1º Núcleo de Serviço; 2º Reunião de Oração; 3º Grupo de
Perseverança.

Não faremos uma explanação sobre os momentos, porém, devemos saber que é na
reunião do Núcleo de Serviço, onde se reúnem o coordenador do G.O. e alguns servos para orar e
ouvir a RHEMA; também se destaca como tarefas do núcleo o pastoreio do Grupo de Oração no
todo (não é a intercessão pela reunião de oração, pedidos, etc., embora interceda pelos servos
atuantes do Grupo de Oração).

Este momento compara-se a sala do Cenáculo em que nos enchemos do Espírito Santo, de
sua coragem e ousadia, e saindo dali distribui as bênçãos de Deus, conforme orientado pelo
mesmo Espírito.

O QUE É RHEMA?

Deus quer que façamos as coisas organizadamente e conforme sua vontade, por isso usamos
para uma determinada Reunião de Oração a RHEMA (= palavra).

Definimos RHEMA como uma Palavra específica para uma determinada circunstância,
uma Palavra-acontecimento para um momento concreto; é o que o Espírito Santo está me dizendo
e revelando neste momento específico. O RHEMA é a Palavra eficaz para uma circunstância,
resposta para uma pergunta e luz para um passo.

A reunião de oração é bastante livre e inédita. O Espírito pode conduzi-la de modo a fazer Sua
vontade de forma imprevista pelos dirigentes. Porém, frequentemente o núcleo de serviço, em sua
reunião, recebe de Deus tal moção em forma de RHEMA, como um princípio norteador da oração.
Assim, colocando-se dóceis às inspirações do Espírito Santo, o dirigente e sua equipe vão para a
condução sabendo de antemão qual o caminho a seguir, embora usualmente sem saber em
detalhes que passos devem ser dados.

Portanto, compreende-se para a Reunião de Oração que RHEMA é o norteador, a direção dada
por Deus do que Ele deseja fazer em especial para esse dia.

Exemplos simples para ajudar na compreensão do RHEMA:


1) Em oração surgiu à imagem de Jesus no seu trono glorioso; depois uma palavra de ordem:
“Sejam submissos ao Mim. ”; veio a palavra convencimento, e o discernimento é que muitos de
nós precisamos nos convencer de que Jesus é o Senhor; alguém sentiu a necessidade de clamar
o Espírito Santo para nos convencer e citou o texto bíblico ICor 12,3.
Estas moções para a reunião de Oração foram discernidas e depois de uma reflexão chegamos a
conclusão que o RHEMA para o encontro seria: “Sob a ação do Espírito Santo nos renderemos
ao Senhor, e como texto base ICor 12,3.

2) O Senhor recorda/mostra pessoas perdidas e desatentas a Ele. Uma palavra bíblica confirma
esta visão: "Pois o Filho do homem veio buscar e salvar o que estava perdido". (Lc 19,10).
Em discernimento e oração sugerem o RHEMA: “Jesus está em busca dos perdidos”.

Enfim, são muitos os meios e moções que o Senhor Deus mostra para que seja atualizada a Sua
Palavra na Reunião de Oração que estamos preparando. Tais sugestões podem surgir como uma
palavra de ciência, uma profecia, uma leitura bíblica, uma visão, um acontecimento... O nosso
custo é orar e ouvir as sugestões do Espírito de Deus.

Logo em seguida, o núcleo de serviço repassa o RHEMA aos demais ministérios para que todos
saibam a direção da próxima Reunião de Oração.

De antemão, podem ser escolhidos cantos relacionados ao RHEMA; a equipe de acolhimento


poderá receber as pessoas com um "Jesus é a paz que nos Salva" em vez de "boa noite". Se
possível, cartazes e/ou mensagens relacionados ao tema poderão ser afixados no local, entregues
como lembrancinhas.

O(s) dirigente(s) poderá(ão) preparar as orações que facilitem a entrada da assembleia na


presença de Deus, dando flashes do que Deus falará durante toda a Reunião de Oração. O
pregador será orientado sobre o RHEMA e preparará seu ensino de acordo com ele.

Enfim, todo o conjunto da reunião estará em torno de uma moção central: a palavra RHEMA. Isso
facilitará em muito a compreensão e posterior vivência da mensagem da parte dos que vierem à
reunião.

O QUE É TEMA?

Estão entre os nove temas querigmáticos ou de primeiro anúncio: O amor de Deus, Pecado, Jesus
Salvador, Fé e conversão, Senhorio de Jesus, Batismo no Espírito Santo, Amor aos irmãos e Vida
Comunitária-Grupo de Oração.
Toda pregação na reunião de oração, salvo exceções, deve conter o TEMA de forma implícita,
porém, clara. Não pregaremos o TEMA propriamente dito, mas este será revelado dentro do
RHEMA proposto.

É bom salientar que muitos pregadores se perdem neste campo e pregam somente o TEMA e
esquecem-se do RHEMA proposto. Alguns G.O. ficam somente com pregações de Primeiro
Anúncio em suas Reuniões, no que resultam em reuniões cansativas e repetitivas. Caso
discernido pelo Núcleo de Serviço, não se passe o TEMA para que o norte dado pelo Espírito
Santo possa ser atingido, ou case TEMA/RHEMA como no exemplo 01. Já no exemplo 02,
poderia ter como TEMA: Salvação, p.ex..

* Vale ressaltar: Não pregaremos o TEMA em toda Reunião de Oração; é somente a forma que a
pregação será direcionada dentro do RHEMA proposto, ou seja, ora amorosamente ora
compungida, ora com fé ora exortativa, e assim conforme o Espírito Santo inspirar o núcleo de
serviço.

Para compreender melhor imagine um grande lago e um barquinho. Esse lago é o nosso TEMA e
o barquinho é o RHEMA (a direção para uma determinada reunião de oração). Quando nos é
dado o RHEMA, devemos orar para discernir qual tema encaixará melhor para desenvolvermos a
pregação (e não só a pregação, da acolhida à despedida na mesma sintonia).
O querigma Como Momento Forte de Oração

Experiência do amor de Deus


* Adoração ao Pai
* Louvor ao Pai
* Oração contemplação da misericórdia do Pai
* Músicas de exaltação e adoração ao Pai
* Oração de amorização ao Pai
* Oração cura interior em relação ao Pai

Conscientização do pecado, da necessidade de um Salvador


* Arrependimento dos pecados identificados
* Pedidos de perdão a Deus
* Pedidos de perdão ao irmão
* Oração de amorização com irmãos e consigo mesmo
* Oração para perdoar a Deus, aos irmãos e a si mesmo
* Oração de renúncia de idolatrias

Aceitação de Jesus como único Salvador


* Adoração a Jesus ressuscitado
* Oração de proclamação de Jesus Cristo como único Salvador
* Louvor a Jesus Salvador

Manifestações do participante de sua fé, de sua entrega, de sua confiança, de sua


esperança, a Quem obedece
* Proclamação de fé no Senhorio de Jesus
* Pedido de cura e libertação a Jesus, acreditando em Suas promessas
* Pregação querigmática em nome de Jesus, para suscitar a fé
* Oração de louvor e de agradecimento por tudo o que Deus fez, faz e fará
* Oração de decisão de seguimento a Cristo

Batismo no Espírito Santo


* Oração pela efusão do Espírito Santo
* Manifestação dos carismas do Espírito
* Manifestação dos frutos do Espírito como consequência do Seu derramamento
* Louvor ao Espírito Santo

Testemunhar o que Deus fez


* Testemunho do poder de Deus
* Ação de graças
* Busca da comunidade como lugar de perseverança e permanente crescimento (Sacramentos,
Liturgia, Ministérios, Formação, Catequese).

Elaborado por Rone Honorio


(Fontes: 1. comunidaderhema.objectis.net; 2. Apostila Grupo de Oração, nº 03).