Você está na página 1de 21

I n f o r m a ç õ e s G e r e n c i a i s

t r o l a d o r i a e S i s t e m a s d e
C o n la d e L im a M artins
r a z ie
Autoria: Deisi G

Tema 01
Controladoria: Conceitos, Objetivos e Estrutura
Tema 01
Controladoria: Conceitos, Objetivos e Estrutura
Autoria: Deisi Graziela de Lima Martins
Como citar esse documento:
MARTINS, Deisi G. Lima. Controladoria e Sistemas de Informações Gerenciais: Controladoria: Conceitos, Objetivos e Estrutura. Caderno de Ativi-
dades. Anhanguera Publicações: Valinhos, 2017.

Índice

CONVITEÀLEITURA PORDENTRODOTEMA
Pág. 3 Pág. 4

ACOMPANHENAWEB
Pág. 11 Pág. 13

Pág. 16 Pág. 17

Pág. 17 Pág. 18

© 2017 Anhanguera Educacional. Proibida a reprodução final ou parcial por qualquer meio de impressão, em forma idêntica, resumida ou modificada em língua
portuguesa ou qualquer outro idioma.
CONVITEÀLEITURA
Este Caderno de Atividades foi elaborado com base no livro Controladoria Estratégica e Operacional, do autor
Clóvis Luís Padoveze, editora Cengage Learning, PLT 2013.

Conteúdo

• Os conceitos e a base em que se fundamenta a Controladoria, seus métodos e seus objetivos dentro da organização.

• Os métodos de implantação da Controladoria e os fatores indispensáveis da tecnologia da informação.

• A importância do Sistema de Informação na Controladoria.

• A controladoria e o Controller.

Habilidades

• O que é a Controladoria e como implantá-la dentro da organização?

• Quem é o controller?

• Qual a missão da Controladoria?

• Qual a importância da tecnologia da informação para o controller?

3
PORDENTRODOTEMA
Controladoria: Conceitos, Objetivos e Estrutura
A Controladoria como Ciência
Controladoria é entendida como o setor responsável pelo programa que elabora e implementa a manutenção
do sistema integrado de informações operacionais, contábeis e financeiras de uma determinada instituição, sem ou
com propósito lucrativo da Contabilidade. É a continuidade da contabilidade ou da administração, sendo dividida em
Controladoria Administrativa e Controladoria Contábil, porém na prática profissional costumam ficar sob a proteção de
um único gestor, podendo ser chamado de controller ou controlador.

A controladoria tem a missão de aperfeiçoar os processos decisórios assegurando os dados adequados aos gestores
na busca de uma eficácia gerência.

Os conceitos atuais de gerência e administração evidenciam, por hora, que uma eficaz e eficiente Controladora deve
compreender:

• Atribuição e organização de dados e informações essenciais para os tomadores de decisões.

• Conservar ininterrupto o monitoramento dos controles das várias atividades e do desempenho dos diversos
departamentos.

• Desempenhar um domínio capaz de influenciar nas decisões dos gestores da instituição.

Nos tempos atuais é grande a interação com a Contabilidade o que já não acontece com a controladoria como ciência.
Podemos primeiramente, evidenciar a Contabilidade como ciência, pois através dela iremos encontrar vários estudos,
artigos e obras referente a esse assunto.

Ao longo dos tempos, após vários estudos realizados sobre Contabilidade como ciência, somos diretamente conduzidos
à escola de pensamento contábil italiana tendo em vista que a escola americana não se preocupava inteiramente com
o assunto.

4
PORDENTRODOTEMA
A seguir, classificamos duas descrições sobre a ciência contábil sendo a primeira na visão da escola italiana e a segunda
da escola americana:

Considerada em seu aspecto teórico, é a ciência que estuda e enuncia as leis do controle econômico das empresas
de todas as classes e deduz as normas oportunas a seguir para que esse controle seja verdadeiramente eficaz,
persuasivo e completo. Considerada em sua manifestação prática, é a aplicação ordenada das ditas normas.
(D’AMORE, 1967, p. 51)

Contabilidade é o processo de identificação, mensuração e comunicação de informação econômica para permitir


formação de julgamentos e decisões pelos usuários da informação. (GLAUTIER, 1977, p. 2)

Das duas descrições exibidas podemos constatar duas vertentes referentes à contabilidade: a primeira evidencia o
conceito de controle econômico do patrimônio e de suas mutações e a segunda reforça o conceito de processo de
comunicação e informação econômica.

Pelas suas teorias uma ciência pode ser essencialmente aprovada às quais identificamos como sendo a teoria da
decisão, da mensuração e da informação.

A teoria da decisão trabalha com a elaboração de modelos decisórios que autorizam ao usuário tomar a decisão
adequada para atingir os objetivos das instituições e empresas, que são a continuidade, o retorno de investimento e o
resultado positivo para sustentar as operações.

A tomada das decisões racionais é proveniente de informações de dados, por fim recorre à teoria da mensuração e da
informação.

A teoria da mensuração trabalha com a concessão de medidas para as variáveis de modelo decisório. Sua importância
habita na atribuição de valores numéricos, a objetos ou fatos de caráter econômico, como embasamento para tomada
de decisões.

A teoria da informação tem como menção o usuário que usa o modelo para tomada de decisão. A finalidade é eliminar
a maior parte da indecisão na tomada de decisão. Deve-se levar em conta a relação do custo-benefício da produção dos
sistemas e modelos de informação.

5
PORDENTRODOTEMA
O Sistema de Informação de Controladoria ou o Sistema de Informação Contábil é o meio que o contador geral (gerencial)
ou o controller faz uso para executar a contabilidade e a informação contábil dentro da instituição, para que esta seja
aproveitada na íntegra. Para tanto, se faz necessário adequar a estruturação do sistema de informação contábil, pois,
além de ser um sistema de informação, a contabilidade, como um sistema aberto, está constituída dentro do ambiente
do sistema da empresa.

Com o objetivo a potencializar a informação contábil e o sistema de informação contábil como instrumento de resolução,
é necessário uma retificação do registro contábil. Utilizando o conceito dos processos de informatização como sendo
de banco de dados, podemos adicionar ao lançamento contábil todos os elementos e dados que serão devidamente
necessários para passar as informações para os Modelos de Decisão dos principais eventos econômicos da empresa.

Atualmente as funções do contador não se limitam ao âmbito simplesmente fiscal, convertendo-se em um mercado de
economia complexa, indispensável para empresas com mais informações precisas, prováveis para tomada de decisões
e para atrair investidores. Tal profissional vem alcançando importante colocação no mercado de trabalho como em
Auditoria, Controladoria e Atuarial, pois tem capacidade de colaboração em todas as áreas da contabilidade gerencial,
que apresenta tanto ao público interno como para os gestores da empresa.

O Sistema Empresa com o Objetivo da Eficiência


A empresa é um conjunto disposto de recursos econômicos, sociais e humanos, podendo ser vista como um
sistema aberto. Compreende-se como sistema uma unidade identificada, com um papel independente, possuindo suas
próprias funções internas e seus objetivos.

Um sistema aberto é aquele que, por participar com o meio ambiente, é afetado por fatores externos. A empresa é um
sistema aberto ao passo em que ela é uma unidade identificada, Princípio da Entidade, Resolução 750/93 do CFC.

Tendo em vista que a ideia que nos sistemas são inseridos, chamados de “inputs”, e processados se transformam em
certos “outputs”, a empresa utiliza-se de recursos materiais, tecnológicos e humanos, dos quais o processamento resulta
em bens e serviços, emprego, riqueza e vários outros, que são fornecidos para a sociedade. Efetivando este papel, a
empresa amplia grande número de atividades como, compras, vendas, produção, que direta ou indiretamente cooperam
para que seu objetivo final seja atingido.

Ao tratar dos níveis de decisões da empresa, a eficácia está relacionada ao nível tático (gerencial, logo abaixo do
estratégico), e a eficiência ao nível operacional (como realizar as operações com menos recursos – menor orçamento,
menos tempo, pessoas, matéria-prima).

6
PORDENTRODOTEMA
Exemplificando podemos dizer: a eficiência é cavar, com impecável técnica, um poço artesiano; eficácia é achar a água.

Figura 1.1 Empresa: Sistema Aberto


Fonte: Adaptada, Bio (1985, p. 19).

O Modelo de Gestão e o Processo de Gestão


O modelo de gestão é a matriz do subsistema de gestão, deve ser interpretado na empresa dentro de um procedimento
orientado pelos responsáveis de cada setor permitindo a determinação de sua administração para o fluxo do processo
de tomada de decisão em todos os níveis hierárquicos e nos planos empresariais, denominados de processo de gestão.

Desta forma, o processo de gestão, também designado decisório, estará compreendendo as fases do planejamento da
execução e controle da empresa, de suas atividades e áreas.

A seguir, sintetizam-se os principais componentes do modelo de gestão.

7
PORDENTRODOTEMA
As crenças e os valores pelos quais cada instituição norteia seus negócios são consideradas nas condições apresentadas
por seus proprietários e fundadores e ou responsáveis. Na atualidade, a importância do meio ambiente, ética, qualidade
no convívio com os fornecedores e clientes, o respeito com os funcionários, são pontos de vista que causam impacto
em todas as resoluções.

A maneira como a instituição exerce com esses fatores representa as crenças e os valores nos quais seu superintendente
confia.

Já o processo de tomada de decisões também é conceituado como processo de resolução de problemas. Sendo assim,
podemos assegurar que qualquer problema necessita da tomada de decisão; e vice-versa, toda decisão envolve a
existência prévia de um problema a ser solucionado.

Para melhor entendimento segue algumas explicações essenciais para este processo:

Objetivo: Atributo, resultado ou situação desejada, para os quais se pretende efetuar alguma ação sequencial.

Problema: Opulência entre um objetivo e uma situação atual ou arrojada.

Resolução de problemas: Curso de ação que retifica a opulência entre a situação atual ou arrojada e o objetivo.

Decisão: Escolha de um curso resoluto de ação entre diversos cursos de ação alternativos.

Missão e Estrutura da Controladoria e o Papel do Controller e Sistema de Informação de Controladoria


O que é Controladoria? É a unidade administrativa interna da empresa que, por meio da Ciência Contábil e do
Sistema de Informação de Controladoria, é responsável pela coordenação da gestão econômica do sistema empresa.

Sua missão é controlar, influenciar, informar para certificar a eficácia empresarial, nunca em uma posição passiva, mas
sim ativa, sabendo da responsabilidade que tem a controladoria de fazer realizar o planejado.

Enquanto o controller é o principal executor da área de contabilidade administrativa. Ele deve efetivamente controlar a
empresa, por meio de relatórios, esclarecendo dados pertinentes, deve exercer uma influência ou projetar uma conduta
que instigue a administração nas decisões coerentes e compatíveis com os ideais da empresa.

8
PORDENTRODOTEMA
É de total responsabilidade da controladoria o sistema de informação contábil gerencial da empresa e sua função é
certificar o resultado da mesma.

Em contra partida a estrutura administrativa classifica-se da seguinte forma:

• Gestão de Recursos Humanos.

• Gestão da Tecnologia de Informação.

• Gestão de Suprimentos ou Compras.

• Gestão de Logística.

• Administração Geral.

Procedendo pela estrutura da empresa, é provável que seja aceitável que uma pessoa adquira todas as funções.
Procedendo da complexidade ou tamanho da empresa, talvez seja viável dividir essas funções.

Os conceitos apresentados até esse momento são os elementos básicos e satisfatórios para a implementação de uma
controladoria eficaz. Porém, podemos também expressar o tema de implementação de uma controladoria a partir da
hipótese de que esse setor não esteja plenamente organizado na empresa.

O sistema de informação de uma controladoria deverá ser estruturado para cumprir, basicamente:

• A empresa: dados para o gerenciamento global e consistente da empresa.

• As divisões ou unidades de negócios: dados para gerenciamento da produção por setor e avaliação de desempenho
dos setores diversos da empresa.

• Os departamentos: dados para gerenciar cada superintendente por custos ou por receitas controláveis, tal como
para controlar todo o processo orçamentário.

• Os produtos e serviços: dados para financiar, gestão de valores e análise de rentabilidade dos produtos e linhas
de produtos e serviços.

• As atividades: dados para gerenciar atividades das divisões ou unidades de negócios, sejam em disposições de
custos ou de resultado.

9
PORDENTRODOTEMA
• As transações: dados para processar as transações e assessoria aos gestores responsáveis pelos primordiais
eventos econômicos da empresa.

Realizado a análise da empresa, da sua estrutura organizacional, unidades de negócios, produtos e serviços, não se
esquecendo das várias áreas que o sistema de informação de controladoria deverá deferir, o passo a seguir é adequar
o sistema contábil tradicional, matriz de todos os demais sistemas de informação de controladoria.

Uma adequada estrutura no sistema contábil tradicional oportunizará facilidades dos sistemas gerenciais.

Valor da Empresa: O Foco da Controladoria


Os valores são capacidades ou características que criam e desempenham as prioridades da empresa. Exemplo:
CSE define a sua Missão como “Contribuir para a melhoria da saúde através da prestação de serviços e cuidados de
saúde com inovação, personalização e qualidade, por forma a obter a satisfação dos seus clientes e colaboradores,
respeitando a comunidade e o meio ambiente”.

Os Valores consolidam-se em três fundamentos básicos:

1. Inovação: disposição para melhor apresentar-se.

2. Personalização: cada cliente é exclusivo.

3. Qualidade/Excelência: satisfação (bem-estar) perfeito junto aos clientes.

Valor de Mercado = Patrimônio Líquido a


Preços de Mercado
(Valor de Mercado dos Bens e Direitos Avaliados
Individualmente (-) Valor de Mercado das Dívidas
(Avaliadas Individualmente)

Classificamos a seguir como deveriam ficar as demonstrações contábeis básicas ressaltando simultaneamente os quatro
tipos de avaliação econômica da empresa:

• Contabilidade Gerencial x Contabilidade Financeira: fica visível que a contabilidade é uma só e que os métodos
de avaliação econômica devem ser contestáveis, mas que também devem ser aprovisionados.

10
PORDENTRODOTEMA
• Goodwill Periódico: apresenta a tendência do crescimento da empresa e do processo de elaboração de valor,
considerando ao longo dos anos, possível instabilidade do valor econômico da empresa.

• Análise de Balanço: modelo-base classificado como o mais avançado para a análise das demonstrações contábeis.

• Possíveis Desvantagens: se o excedente de informações poderá comprometer a concepção das demonstrações,


já que se caracterizam os elementos patrimoniais por vários critérios.

ACOMPANHENAWEB
O papel da Controladoria.

• O link apresenta o papel da controladoria dentro das organizações, enquanto ciência.


Link: <www.ecrconsultoria.com.br/biblioteca/artigos/controladoria-estrategica/o-papel-da-controladoria> .

Acesso em: 2 maio 2014.

Controladoria.

• O site da empresa Controladoria em Foco apresenta um conteúdo muito interessante a respeito


da Controladoria, do Controller e da importância do planejamento.
Link para acesso: <www.controladoriaemfoco.com.br/index.php/controladoria/estrutura-basica>. Acesso em: 2
maio 2014.

11
ACOMPANHENAWEB
Controladoria no Brasil: Um Estudo a Partir da Perspectiva dos Pesquisa-
dores Brasileiros.

• O link apresenta um estudo sobre a controladoria no Brasil. Sua leitura é importante, pois o
artigo apresenta a importância da controladoria.
Link para acesso: <http://www.contabeis.ufba.br/materialprofessores/JSROCHA/PAGINA/21%20Controla-
doria%20no%20Brasil.pdf> . Acesso em: 2 maio 2014.

A controladoria como unidade administrativa de suporte ao processo de


gestão na perspectiva da gestão econômica.

• O link é muito interessante, pois, apresenta um conteúdo referente à controladoria como


suporte ao processo de gestão nas organizações.
Link para acesso: <http://www.crcpr.org.br/new/content/publicacao/revista/revista133/controladoria.htm> . Aces-
so em: 2 maio 2014.

Assista ao vídeo:

• Telecurso TEC: Módulo Básico - Finanças e Controladoria - Programa 30.


Link: <https://www.youtube.com/watch?v=6G4bfiMyDdE>. Acesso em: 06/03/2017.

12
AGORAÉASUAVEZ
Instruções:
Agora, chegou a sua vez de exercitar seu aprendizado. A seguir, você encontrará algumas questões de múltipla
escolha e dissertativas. Leia cuidadosamente os enunciados e atente-se para o que está sendo pedido.
Questão 1

Comente sobre seus conhecimentos na controladoria, sua importância e como a controladoria pode auxiliar a empresa.

Questão 2

A teoria da ________________ é parcialmente ______________, pois é um esforço para explicar como as decisões são atual-
mente tomadas e também parcialmente _______________, quando ela é um esforço para ilustrar como as decisões deveriam
ser tomadas.

A alternativa que melhor completa as lacunas é:

a) Decisão; descritiva; normativa.

b) Decisão; mensurada; normativa.

c) Decisão; optativa; reguladora.

d) Mensuração; optativa; reguladora.

e) Mensuração; descritiva; normativa.

13
AGORAÉASUAVEZ
Questão 3
Seu propósito é possibilitar que uma organização alcance seus objetivos pelo uso eficiente de seus outros recursos, ou seja, di-
nheiro, máquinas, materiais, outros ativos e homens.

a) Controladoria.

b) Sistemas.

c) Informação.

d) Recursos.

e) Controle.

Questão 4

Assegurar a otimização do resultado global da empresa.

Essa afirmação corresponde à:

a) Visão da Controladoria.

b) Visão da Empresa.

c) Valores da Empresa.

d) Missão da Controladoria.

e) Valores da Controladoria.

14
AGORAÉASUAVEZ
Questão 5

Leia atentamente as afirmações abaixo:

I. O controller pode e deve exercer influência nos demais gestores, e o faz pelo conhecimento da ciência da gestão econômica.

II. A persuasão é fundamental para a influência e é uma característica pessoal que deve ser desenvolvida pelo controller.

III. É importante ressaltar que o controller é o responsável pelo alcance dos resultados planejados.

IV. Cabe à controladoria o monitoramento dos resultados em relação aos números planejados.

Considerando as afirmações acima, podemos afirmar que estão corretas as alternativas:

a) I e II.

b) I, II e III

c) I, II, III e IV.

d) I, II e IV.

e) II, III e IV.

Questão 6

Os sistemas de informações gerenciais, denominados como Sistema Integrado de Gestão Empresarial (SIGE), têm como objetivo
fundamental a integração, consolidação e aglutinação de todas as informações consideradas necessárias para a boa gestão do
sistema empresarial. Desse modo, cite os três fatores que levam as empresas a implantar um SIGE.

Questão 7

O controle interno é um conjunto de normas, procedimentos, instrumentos e ações adotados de forma sistemática pelas empre-
sas, que devem estar em constante evolução, assegurando o atingimento dos objetivos. Cite quais são os objetivos na implemen-
tação do controle interno.

15
AGORAÉASUAVEZ
Questão 8

A controladoria é basicamente responsável pelo sistema de informação contábil gerencial da empresa. Desse modo, sua estrutu-
ração necessita estar conectada aos sistemas de informações necessários à gestão. Quais as duas grandes áreas que a contro-
ladoria pode ser estruturada primariamente? Cite e descreva.

Questão 9

O papel do Controller é o de monitoramento do plano de ação da empresa, fazendo a avaliação coordenada da atuação de todos
os gestores, sempre com foco no desempenho e nos resultados, global e setorial. Sendo assim, cite as funções desse profissional.

Questão 10

Podemos afirmar que todo sistema é composto de partes. O sistema empresarial é muito complexo e a sua divisão em subsiste-
mas pode ter enfoque de várias maneiras. Cite quais são os seis subsistemas que dividem o sistema, segundo Catelli e Guerreiro.

FINALIZANDO
Nesse tema, você aprendeu sobre os conceitos e definições da controladoria e a base conceitual em que se
fundamenta. Viu também a estrutura administrativa e sua missão dentro da organização.

Conheceu o foco do processo de gestão, onde a controladoria necessita atuar em todas as etapas.

Conheceu também os fundamentos necessários para implementação da controladoria, assim como os elementos
indispensáveis de tecnologia da informação, que é o maior instrumento do controller no processo de monitoramento
gerencial.

16
REFERÊNCIAS
BIO, Sérgio Rodrigues. Sistemas de informação: Um enfoque gerencial. São Paulo: Atlas, 1985.

PADOVEZE, Clóvis Luís. Controladoria Estratégica e Operacional: Conceitos, estrutura, aplicação. 3ª ed. São Paulo: Cengage
Learning, 2013.

GLOSSÁRIO
Controladoria: Setor responsável pelo programa que elabora e que implementa a manutenção do sistema integrado de
informações operacionais, contábeis e financeiras de uma determinada instituição, sem ou com propósito lucrativo da
Contabilidade.

Controller: Principal executor da área de contabilidade administrativa.

Missão: Controlar, influenciar, informar para certificar a eficácia empresarial, nunca em uma posição passiva, mas sim
ativa, sabendo da responsabilidade que tem a controladoria de fazer realizar o planejado.

Sistema de Informação: Utilizado para executar a contabilidade e as informações contábeis dentro da instituição.

Empresa: Conjunto disposto de recursos econômicos, sociais e humanos, podendo ser vista como um sistema aberto.

17
GABARITO
Questão 1

Resposta: Nessa questão, espera-se que o acadêmico descreva quais são seus conhecimentos sobre a controladoria
e a importância para as empresas.

Questão 2

Resposta: Alternativa A.

Questão 3

Resposta: Alternativa C.

Questão 4

Resposta: Alternativa D.

Questão 5

Resposta: Alternativa D.

Questão 6

Resposta:

- Movimento de integração mundial das empresas transnacionais, exigindo tratamento único e em tempo real das
informações.

- Tendência de substituição de estruturas funcionais por estruturas ancoradas em processos.

- Integração, viabilizada por avanços na tecnologia de informação, dos vários sistemas de informação em um sistema
único.

18
Questão 7

Resposta: Os objetivos na implementação do controle interno são:

- Proteger o patrimônio empresarial.

- Aumentar a exatidão, fidedignidade e tempestividade dos relatórios contábeis e gerenciais e outras informações de
natureza operacional.

- Auxiliar a administração na condução eficiente e ordenada dos negócios.

- Promover e avaliar a eficiência operacional de todos os aspectos das atividades empresariais.

- Comunicar diretrizes administrativas e estimular seu cumprimento.

Questão 8

Resposta: Primeiramente podemos estruturar a controladoria em duas grandes áreas.

- Área contábil e fiscal: responsável pelas informações societárias, fiscais e funções de guarda de ativos, como:
demonstrativos a serem publicados, controle patrimonial e seguros, gestão de impostos, controle de inventários.

- Área de planejamento e controle: Incorpora a questão orçamentária, projeções e simulações, custos e a contabilidade
por responsabilidade.

Questão 9

Resposta: As funções do Controller são de:

- Planejamento.

- Controle.

- Reporte.

- Contábil.

19
Questão 10

Resposta:

- Subsistema Institucional.

- Subsistema de Gestão.

- Subsistema Formal.

- Subsistema de Informação.

- Subsistema Social.

- Subsistema Físio-Operacional.

20