Você está na página 1de 3

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE

Ano Letivo 20___/20___

RELATÓRIO TÉCNICO PEDAGÓGICO


IMPLEMENTAÇÃO  ANUAL  PLURIANUAL DA – 1

Nome DN ___ / ___ / 20___


Escola CC Ano Turma N.º

Enc. de Educação Contacto

Morada Mail

Educadora/DTT/DT Contacto

Outras informações

1. SITUAÇÃO ATUAL E ANTECEDENTES ESCOLARES


(Indicação relativamente a: apoio em intervenção precoce, frequência de JI, antecipação ou adiamento da matrícula no 1º ciclo do ensino básico, retenções,
assiduidade, apoios educativos em anos anteriores, aec, medidas universais implementadas.)

2. POTENCIALIDADES, EXPECTATIVAS E NECESSIDADES – DO ALUNO E DA FAMÍLIA (anexo 18)

3. FATORES PARA O PROGRESSO E O DESENVOLVIMENTO DO ALUNO (anexo 16)


Escola Contexto Familiar Individuais/pessoais

Facilitadores

Diagnóstico clinico com anexo de Relatório


médico, caso exista.
Obstáculos

4. MEDIDAS DE SUPORTE À APRENDIZAGEM E À INCLUSÃO


4.1 MEDIDAS MULTINÍVEL
Universais
Evidenciar a insuficiência da aplicação das medidas universais (Diferenciação pedagógica; Acomodações curriculares;
(Ponto 3, Art.
Enriquecimento curricular; Promoção do comportamento pró-social; Intervenção com foco académico ou comportamental em pequenos grupos)
8.º)
A) Percursos curriculares diferenciados;1 Explicitar a Operacionalização (objetivos, metas e estratégias Indicadores de resultados
B) Adaptações curriculares não e recursos))
Alínea B) Explicitar as disciplinas – em que o aluno terá
significativas;
Seletivas C) Apoio psicopedagógico;
necessidade de ter: Adaptações de objetivos; Adaptações
(Art. 9.º) de conteúdos; Introdução de objetivos específicos de nível
D) Antecipação e o reforço das intermédio.
aprendizagens;
E) Apoio tutorial.

1 Programa Integrado de Educação e Formação (PIEF); Curso de Educação e Formação (CEF); Percurso Curricular Alternativo (PCA)
1
A) Frequência do ano de escolaridade Alínea A) Explicitar as disciplinas/ano Indicadores de resultados
por disciplinas; Alínea B) Explicitar as disciplinas (ver PEI)
Alínea B), D) e E) – frequência do Centro de Apoio à
B) Adaptações curriculares significativas
Aprendizagem
(ver PEI);2
Adicionais C) Plano individual de transição (em Especificar: frequência, intensidade e tipo de apoio, outros
(Art. 10.º) anexo PIT); aspetos considerados relevantes.
D) Desenvolvimento de metodologias e
estratégias de ensino estruturado;
Alínea E) Áreas curriculares específicas – indicar as disciplinas
E) Desenvolvimento de competências de
– Ver PEI
autonomia pessoal e social.
No caso de se aplicarem medidas adicionais, fundamentar a insuficiência das universais e/ou seletivas…
Observações

4.2 NECESSIDADES E RECURSOS ESPECÍFICOS


Em caso afirmativo, segundo o enquadramento legal em vigor, a redução do n.º de alunos por grupo/turma justifica-se dado que:
 Verifica-se o acompanhamento e permanência na turma de pelo menos 60% do tempo letivo curricular quando são aplicadas
Redução de medidas adicionais de suporte à aprendizagem e à inclusão.
Turma  As barreiras à aprendizagem e participação são de tal forma significativas que exigem da parte do professor um acompanhamento
Sim  continuado, sistemático e de maior impacto em termos da sua duração, frequência e intensidade, no âmbito da concretização das
Não  adaptações curriculares não significativas.
 São utilizados produtos de apoio de acesso ao currículo que exigem da parte dos professores um acompanhamento e supervisão
sistemáticos.
Docente de Ed. Especial;
Técnicos Especializados
Assistente Operacionais
Tutor
Centro de Apoio à Aprendizagem Explicite o motivo, operacionalização, intervenção
Recursos CRI (terapia da Fala, psicomotricidade, Psicologia,…)
de Apoio CRTIC
ELI
Equipa da Saúde Escolar
Transporte Adaptado
CPCJ/______
_________________________

4.3 OUTRAS MEDIDAS DE SUPORTE À APRENDIZAGEM E À INCLUSÃO


Adiamento da Escolaridade Explicite os motivos e a articulação, contextos…

Antecipação da Escolaridade
Plano Individual de Intervenção Precoce
Necessidade de Tecnologias de Apoio
Plano de Saúde Individual (em anexo)
Frequência do Centro de Apoio à Aprendizagem
Centro de Recursos para a Inclusão
_______________________________________

5. ADAPTAÇÕES AO PROCESSO DE AVALIAÇÃO (ART. 28.º)

Avaliação Interna Avaliação Externa


Diversificação dos Instrumentos
Sala separada Explicite as adaptações que se devem aplicar nas provas de avaliação externa,
Enunciados em formatos acessíveis
Pausas vigiadas caso se aplique e que possam ser autorizadas pelo JNE.
Consulta de Dicionários
Código de Cores
Utilização de Produtos de Apoio
Instr. para Classificação das Provas - Dislexia
Tempo Suplementar de realização
Acompanhamento de um docente
Transcrição das respostas
________________________________
Provas adaptadas
________________________________
Adaptação do Espaço ou do Material
________________________________
Leitura de Enunciados

6. PROCEDIMENTOS DE AVALIAÇÃO

Instrumentos a Utilizar Intervenientes no Processo Momentos de Avaliação


Resultados Escolares No final do ano letivo,
Docente Titular de Turma, Educadora, Diretor de Turma,
Adequação das Medidas
Equipa da EMAEI, Técnico do CRI, Encarregado de ou sempre que um dos
Satisfação dos Intervenientes
Checklist – Modelo X
Educação, Equipa da Saúde Escolar, Técnicos do CRTIC, intervenientes o
docentes da turma, ______________________________ considerar significativo.
______________________
Avaliação da
Eficácia das
 Definição da monitorização e da avaliação, caso o aluno tenha PEI:
Medidas
 Os elementos da Equipa Multidisciplinar (Docente Titular de Turma/Diretor de Turma/Técnico do CRI/Docente de
Educação Especial, ______________) farão uma reunião de final de período com o encarregado de educação,
onde será analisada a adequação das medidas ou a necessidade de propor alterações.
 Dado o carater plurianual do RTP, no final de cada ano letivo far-se-á a atualização das medidas para o ano
seguinte – ficando em adenda ao RTP só os elementos que sejam diferenciadores e significativos.

2
Introdução de aprendizagens substitutivas; Estabelecer objetivos globais

2
 RESPONSABILIDADE FAMILIAR: Participar nas reuniões da equipa multidisciplinar; Participar na elaboração e na
avaliação do programa educativo individual; Solicitar a revisão do programa educativo individual; Consultar o
processo individual do seu filho ou educando; Ter acesso à informação adequada e clara relativa ao seu filho
ou educando.
Estratégias para  Para anos terminais de ciclos
o processo de
transição entre
ciclos

7. RESPONSÁVEIS PELAS MEDIDAS

Responsáveis pela Implementação das Medidas


Nome Função Assinatura

Responsabilidade Nome Data Assinatura

Enc. de Educação ____/____/20____

Coordenador da Equipa
____/____/20____
Multidisciplinar (EMAEI)
Coordenador da
Implementação das ____/____/20____
Medidas
Presidente do Conselho
Pedagógico
____/____/20____
Homologação pelo
Diretor