Você está na página 1de 1

1 - Material Auxiliar é o Material utilizado no processo de fabricação/produção, sem que se

incorpore ao produto final.

Em órgãos públicos , com raras exceções, o objetivo final é a prestação de um serviço.


Assim, tendo em vista que usualmente não contemplam processos produtivos, o tipo
de material mais comum no setor público é o material auxiliar (material de expediente,
de informática, de limpeza etc.).

2 - A finalidade do controle de estoques consiste em verificar a obediência aos critérios de estocagem e o alcance de
objetivos nas diversas fases de elaboração de um produto ou serviço.

3 - Instrução Normativa nº 205/88

8.1. Os tipos de Inventários Físicos são:

a) anual - destinado a comprovar a quantidade e o valor dos bens patrimoniais do acervo de cada unidade gestora,
existente em 31 de dezembro de cada exercício - constituído do inventário anterior e das variações patrimoniais
ocorridas durante o exercício.

b) inicial - realizado quando da criação de uma unidade gestora, para identificação e registro dos bens sob sua
responsabilidade;

c) de transferência de responsabilidade - realizado quando da mudança do dirigente de uma unidade gestora ;

d) de extinção ou transformação - realizado quando da extinção ou transformação da unidade gestora;

e) eventual - realizado em qualquer época, por iniciativa do dirigente da unidade gestora ou por iniciativa do órgão
fiscalizador.

4 - A distribuição física de produtos acabados proporciona subsídios para a utilização da ferramenta roteirização, a
qual fornece à organização dados para a escolha do melhor trajeto (origem/destino) para entrega do produto.

5 - Os desperdícios podem ser evitados por meio de atividades como previsão de consumo, operacionalização dos sist emas
de reposição de materiais, inventário de bens materiais e apuração de indicadores. Essas atividades fazem parte da gestão
de ESTOQUES.

6 - Ponto de pedido - a quantidade de estoque que, quando alcançada, indica o momento de providenciar um novo pedido
de compra.

7 - Classificar materiais é um ato de agrupá-los segundo a forma, a dimensão, o peso e o tipo, respeitando sua natureza e
eliminando-se qualquer confusão.

8 - A avaliação de estoque pelo custo médio age com um estabilizador, pois equilibra as flutuações dos preços dos produtos
em estoque e não as condições de oferta e suprimento. Dias, 5ª edição, pg 132.

O que é útil para equilíbrar as flutuações de oferta e suprimentos é o ESTOQUE DE SEGURANÇA.

9 - O estabelecimento de uma política de estoques deve determinar o nível de flutuação dos montantes destinados ao
atendimento das demandas.

10 - Apenas os fornecedores de determinado produto constantes de um cadastro devem ser contatados para a cotação no
caso de eventual fornecimento.

11 - A escolha do sistema de armazenagem depende do tipo de produto que será estocado e não dos equipamentos. A
escolha dos equipamentos depende do sistema escolhido com base nos produtos a serem armazenados